Página 1 dos resultados de 2785 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Os direitos sociais e sua função no capitalismo; Social rights and its function inside the capitalism

Campos, Fernando Marques de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.92%
O presente estudo teve por objetivo estudar os direitos sociais para além do tema questão da redução do Estado, ocorrida com a derrocada do Estado Social. Ele dirige-se precipuamente para os limites e potencialidades dos direitos sociais no interior da esquadratura capitalista, abarcando suas origens, possibilidades de consolidação e eventuais refrações. Valendo-se dos enfoques econômicos, políticos e jurídicos como ferramentais para estudar a movimentação dos direitos sociais no curso do século XX e no início do século XXI, o trabalho tende a concluir que os direitos sociais são hoje o grande objeto de disputa em uma sociedade calcada pela hegemonia do capital. Nesse sentido, o caso brasileiro é uma boa mostra desta disputa instalada com um elemento distintivo as consequências advindas do subdesenvolvimento e da inserção periférica no capitalismo.; The aim of this work is to study the social rights beyond the issue of the State decreasing after Welfare State´s crisis. The work analyses the upper limits and the potentialities of the social rights inside the capitalism structure, studying their origins, consolidations and refractions. Using the economical, political and juridical view point, this work studies the social rights during the XX and XXI century and tends to conclude that social rights are nowadays the biggest issue in our society based on capital`s hegemony. In this way the Brazilian case is a good sample of this dispute which could be introduced a distinctive element the consequences from the underdevelopment and secondary role in capitalism´s world.

A "financeirização" no capitalismo contemporâneo: uma discussão das teorias de François Chesnais e David Harvey; The "financialization" of contemporay capitalism: a discussion of the theories of François Chesnais and David Harvey

Lapyda, Ilan
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
A dissertação procura compreender o fenômeno da financeirização no âmbito do capitalismo contemporâneo. Uma série de transformações iniciadas nos anos 1970 assinalou o declínio do regime de acumulação fordista e a provável emergência de uma nova fase do capitalismo. Sua característica fundamental consiste em um movimento de financeirização, decorrente em parte de mudanças desenvolvidas na esfera financeira. Seus traços mais destacados são o aumento exponencial das transações, tanto em termos absolutos como em relação às atividades produtivas; a liberalização e desregulamentação de mercados e das atividades financeiras em todo o mundo; o surgimento de novos agentes e instituições ligados às finanças. Processo este que desembocou no aumento da importância do capital financeiro nos circuitos de valorização. O caráter recente deste fenômeno ainda não permitiu que fossem estabelecidos consensos teóricos sobre a questão. Por conta disso, a dissertação debruça-se sobre as obras de dois pensadores marxistas, François Chesnais e David Harvey, buscando estabelecer semelhanças, diferenças e, sobretudo, as complementaridades de suas contribuições. A escolha de Chesnais se impõe pelo papel destacado que o assunto ocupa em sua obra. Harvey...

Um outro espírito, um outro capitalismo. O papel da economia antiga na tipologia do capitalismo em Max Weber; Another spirit, another capitalism. The role of ancient economy in the typology of capitalism in Max Weber

Grigorowitschs, Tamara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
A partir da publicação da terceira edição de Agrarverhältnisse im Altertum (Relações agrárias na Antiguidade, 1909) a noção de capitalismo passa a desempenhar um papel central na análise da economia antiga nos escritos de Max Weber. De modo idealtípico, a definição da economia antiga como capitalista envolve a delimitação de suas espeficidades e, simultaneamente, oferece um contraponto comparativo fundamental para a constituição do tipo do capitalismo moderno. Em seus escritos sobre a economia antiga, Weber elaborou uma análise fundamentada em dois diferentes níveis de abstração, que englobam tipos diversos de capitalismo; o trânsito entre esses diferentes níveis é o que fundamenta sua análise comparativa das economias moderna e antiga e possibilita uma definição mais acurada do capitalismo moderno, em sua dimensão racional.; Since the publication of the third version of Agrarverhältnisse im Altertum (The Agrarian Sociology of Ancient Civilizations, 1909), the concept of capitalism plays an essential role in the analysis of the ancient economy in Max Weber's writings. On the one hand, the classification of the ancient economy as capitalist depends on the understanding of its uniqueness. On the other hand...

A força do estético: reflexões sobre a refuncionalização da arte em "Pós-modernismo ou a lógica cultural do capitalismo tardio", de Fredric Jameson; The power of the aesthetic: reflections on art refunctionalization in "Postmodernism or the Cultural Logic of Late Capitalism", by Fredric Jameson

Tessitore, Gabriela Corbisier
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
Este estudo pretende investigar, a partir do confronto da tese elaborada por Fredric Jamseon em Pós-modernismo ou a lógica cultural do capitalismo tardio com uma análise voltada para a materialidade histórica, o alcance da fusão da base e da superestrutura no capitalismo tardio. Nesse sentido, busca esclarecer em que medida o ensaio de Jameson ajuda a compreender a dominância do pós-modernismo, e o quanto é insuficiente, por outro lado, para explicar a situação da produção material nas regiões em que o neoliberalismo e a globalização não estão desenvolvidos, e que, portanto, não respondem integralmente à lógica cultural que anima o capitalismo financeiro. Noutras palavras, reinvindica-se o teste da realidade da ideologia do pós-modernismo para além das fronteiras do mundo anglo-saxão. Sendo assim, é debatida a possibilidade da tese de Jameson sobre a fusão da base e da superestrutura no estágio do capitalismo tardio estar circunscrita aos países onde ambos, a acumulação flexível e a globalização financeira, de fato, vingaram. Sem prejuízo do conteúdo da crítica, esta pesquisa visa igualmente traçar considerações acerca da prosa jamesoniana, a fim de apontar para alguns de seus efeitos e sua relação com o caráter de denúncia apresentado no ensaio e estabelecer suas correspondências com o método da Escola de Frankfurt...

A educação na estrutura de poder do capitalismo contemporâneo: atuação da classe social dos gestores na educação brasileira; The education in the contemporaneous capitalism structure of power: actuation of the managers social class in the Brazilian education

Arias, Diego Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/10/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
As atuais mudanças no mundo do trabalho são conhecidas como fases de implantação de um novo modelo de capitalismo, a acumulação flexível do capital. Os maiores afetados com estas mudanças são os trabalhadores, pois a flexibilização defendida é a flexibilização que faz com que o trabalhador não seja mais dono de seu próprio caráter e que possa se dobrar de acordo com os interesses do capital. Sem ocorrer de forma mais amena o campo da educação formal também passa por mudanças em seus conteúdos e estrutura de funcionamento. Novas competências devem agora ser trabalhadas pelos professores e demais educadores para formar um novo tipo de ser humano, capaz de lidar com as exigências e incertezas do atual capitalismo. A conexão legal entre estes dois campos pedagógicos as relações sociais de trabalho e as instituições formais de ensino se faz, em nossa análise, por meio do Estado. Nesta pesquisa propomos realizar uma análise sobre a importância da introdução da noção de competências no meio educacional para o processo de desenvolvimento do atual estágio do modo de produção capitalista, por meio da abordagem sobre a elaboração de políticas públicas para a educação básica brasileira. Nossa proposta se pauta no desenvolvimento de análises sobre o processo integração do capitalismo por meio da atuação da classe social dos gestores e da articulação entre o Estado Amplo e o Estado Restrito...

Capitalismo perene: reflexões sobre a estabilização do capitalismo a partir de Lukács e da teoria crítica; Perennial Capitalism: reflections on capitalism stabilization from Lukács and critical theory

Puzone, Vladimir Ferrari
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
Esta tese tem por objetivo compreender a estabilização do capitalismo em diversos períodos no século XX, mais especificamente em três obras do que se convencionou chamar de marxismo ocidental, uma vez que elas representam pontos de inflexão da discussão a respeito do assunto: História e Consciência de Classe, de Georg Lukács, Dialética do Esclarecimento, de Max Horkheimer e Theodor W. Adorno, e O Homem Unidimensional, de Herbert Marcuse. Por meio de uma comparação desses livros com os debates a respeito das transformações do capitalismo nos períodos em que cada uma das obras foi escrita, procurou-se entender por quais mecanismos e instituições a sociedade capitalista conseguiu superar suas crises e se naturalizar perante os indivíduos, constituindo-se como segunda natureza e sendo aceita, portanto, como a única forma de sociedade possível. Dessa maneira, seus autores se distinguem daquelas discussões, não apenas retomando e criticando vários de seus aspectos, mas sobretudo por apresentarem explicações e conceitos inovadores diante das mudanças históricas. As análises em cada uma das obras oferecem alternativas para se compreender o atual estágio histórico em que se encontra a sociedade burguesa; This dissertation aims to understand capitalism stabilization throughout different periods in twentieth century...

Trabalho imaterial e produção cultural : a dialetica do capitalismo tardio; Immaterial labor and cultural production : the dialectic of the late capitalism

Silvio Cesar Camargo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
Nossa pesquisa se refere a debates em teoria social contemporânea. Nesta tese procuramos mostrar e ao mesmo tempo problematizar a categoria trabalho imaterial, considerando que tal categoria está se mostrando como historicamente central para o processo de produção da riqueza capitalista e acumulação do capital ao longo, aproximadamente, dos últimos trinta anos. A hipótese do trabalho imaterial como central para o atual momento histórico está, ao mesmo tempo, ligada às transformações da cultura contemporânea, principalmente, na forma de produção cultural. Procuramos conceber este entrelaçamento como o aspecto chave de um novo estágio do capitalismo, concebido pelo conceito de capitalismo tardio. Neste sentido, investigamos alguns problemas que também dizem respeito à tradição da Escola de Frankfurt. Em nossa hipótese de investigação conhecimento e cultura são conceitos centrais para o entendimento deste novo estágio do capitalismo tardio, possibilitando-nos um novo olhar quanto aos problemas da dominação e da emancipação na sociedade contemporânea; Our research concerns debates in contemporary social theory. In this dissertation we intend to show as well as query the immaterial labor category, considering that such category has shown itself as historically central for the production process of capitalist wealth and capital accumulation in the last thirty years...

A noção de capitalismo tardio na obra de Jürgen Habermas : em torno da tensão entre capitalismo e democracia; The notion of late capitalism in the work of Jürgen Habermas : around the tension between capitalism and democracy

Leonardo Jorge Da Hora Pereira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.21%
O tema da democracia constitui talvez o tema mais importante na obra do filósofo alemão Jürgen Habermas. No entanto, apesar da importância essencial de uma discussão vinculada diretamente aos seus aspectos normativos, pretendemos testar uma perspectiva complementar no estudo desta temática. Ora, é importante ressaltar que Habermas pensou a democracia não apenas a partir de suas possibilidades normativas de realização de ideais como os de autonomia e auto-determinação. Como um autêntico teórico crítico, ele também investigou as possibilidades concretas de institucionalização de formas democráticas de governo. A análise da relação tensa entre capitalismo e democracia é importante para refletir sobre os condicionamentos sistêmicos ou estruturais que o capitalismo impõe ao funcionamento dos regimes democráticos liberais. Ou seja, trata-se aqui de pensar a democracia a partir de suas possibilidades concretas de realização, o que pressupõe levar em conta os obstáculos impostos pelo capitalismo tardio. Desse modo, esta dissertação de mestrado tem como objetivo analisar as duas primeiras décadas da trajetória intelectual do filósofo alemão sob o prisma da relação entre capitalismo e democracia. Investigaremos como o tratamento dessa problemática surge a partir dos diagnósticos do capitalismo tardio produzidos pelo autor ao longo de diversas obras...

O debate marxista contemporâneo sobre capitalismo e império americano; The contemporary marxist debate on capitalism and american empire

Fábio de Vasconcellos Aquino
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/07/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
Ciclos Hegemônicos, imperialismo e relação dos Estados com a expansão nacional e internacional do capitalismo sempre foram temas caros à História Econômica. Partimos da hipótese de que a crise econômica iniciada em 2007 tem seus determinantes principais tanto nas contradições imanentes do capital quanto nas transformações ocorridas a partir dos anos 70 no seio da economia política capitalista, ou seja, na articulação entre política e leis imanentes do capital. O objetivo do trabalho é a análise do debate contemporâneo sobre capitalismo e imperialismo a partir de uma revisão bibliográfica marxista. Especificamente procuramos observar como o poder global americano erigido no imediato pós-guerra se renova depois dos anos 70, permanecendo até hoje por uma hegemonia expressa na sua tutela sobre a financeirização, colocada em questão pela crise atual. No primeiro capítulo passamos por uma breve etapa conceitual sobre o capital fictício e uma revisitação ao debate clássico sobre capitalismo e imperialismo. No segundo capítulo, colocamos em debate as posições de Brenner, Panitch e Gindin, Konings, Arrighi, Wallerstein, Callinicos e por fim Gowan. A leitura dos autores teve como guia a questão da causalidade da crise dos anos 1970; a dinâmica da economia política internacional...

Five models of capitalism

Bresser-Pereira,Luiz Carlos
Fonte: Editora 34 Publicador: Editora 34
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 EN
Relevância na Pesquisa
37.02%
Besides analyzing capitalist societies historically and thinking of them in terms of phases or stages, we may compare different models or varieties of capitalism. In this paper I survey the literature on this subject, and distinguish the classification that has a production or business approach from those that use a mainly political criterion. I identify five forms of capitalism: among the rich countries, the liberal democratic or Anglo-Saxon model, the social or European model, and the endogenous social integration or Japanese model; among developing countries, I distinguish the Asian developmental model from the liberal-dependent model that characterizes most other developing countries, including Brazil.

Leviathan in Business: Varieties of State Capitalism and their Implications for Economic Performance

Musacchio, Aldo; Lazzarini, Sergio G.
Fonte: Harvard University Publicador: Harvard University
EN_US
Relevância na Pesquisa
37.02%
In this paper we document the extent and reach of state capitalism around the world and explore its economic implications. We focus on governmental provision of capital to corporations – either equity or debt – as a defining feature of state capitalism. We present a stylized distinction between two broad, general varieties of state capitalism: one through majority control of publicly traded companies (e.g. state-controlled SOEs) and a hybrid form that relies on minority investments in companies by development banks, pension funds, sovereign wealth funds, and the government itself. We label these two alternative modes Leviathan as a majority investor and Leviathan as a minority investor, respectively. Next we differentiate between these two modes by describing their key fundamental traits and the conditions that should make each mode more conducive to development and superior economic performance.

The Human Impact of the Transition to Capitalism in the Peruvian Central Highlands between 1900 and 1975

Brindley, Callum
Fonte: Universidade Nacional da Austrália Publicador: Universidade Nacional da Austrália
Tipo: Relatório
Relevância na Pesquisa
37.02%
The transition to capitalism is one of the most significant and far-reaching episodes in human history. The ascendency of the capitalist mode of production has transformed economic, political and social structures in societies across the world, vastly increased material wealth and produced unevenly distributed benefits. The purpose of this study is to assess critically the transition to capitalism in the Peruvian Central Highlands Whereas the transition to capitalism had progressed considerably in other regions of Peru by the 1900s, the Central Highlands remained isolated and pre-capitalist social relations largely dominated. At the outset of the 1900s, a tenuous balance existed within the peasant communities that was rapidly overturned when capital entered the Central Highlands in a more sustained and permanent manner. For the majority of the population, life changed qualitatively but did not vastly improve. The transition broke up communities and eroded Quechua culture. Migration separated families and created demographic imbalance. In the short term, material wealth and living standards declined. A large percentage of the population were malnourished and suffered from prevented diseases. Finally and with perhaps a more permanent legacy...

Russian patrimonial capitalism and the international financial Crisis

Robinson, Neil
Fonte: Taylor & Francis Publicador: Taylor & Francis
Tipo: Article; all_ul_research; ul_published_reviewed; none
ENG
Relevância na Pesquisa
37.02%
The international financial crisis brought Russia's run of economic growth to a halt and has given a greater sense of urgency to President Medvedev's calls for modernization. This, however, does not mean that crisis has changed Russia or its political economy. Russia's economic system is a form of patrimonial capitalism, a particular form of patrimonialism created when patrimonial systems reform under the influence of global economic forces. Russian patrimonial capitalism developed in the 1990s and stabilized under Putin. This type of capitalism is hard to change and does not tend to promote economic modernization or diversification. The crisis has so far not fatally wounded this system, and this will make future reform harder to secure.

An Ethical Analysis of Neoliberal Capitalism: Alternative Perspectives from Development Ethics

Astroulakis, Nikos
Fonte: Centre de recherche en éthique de l'UdeM (CRÉUM) Publicador: Centre de recherche en éthique de l'UdeM (CRÉUM)
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
37.23%
In this paper, the author submits the position that the worldwide capitalist economy has taken the route of neoliberal capitalism. The main distinction among market capitalism and neoliberal capitalism is the role of the private market mechanism to economic and non-economic activities. The evolution of neoliberal capitalism is historically specific. In turn, specific aspects of the free-market economics, here mentioned as neoliberal economics, are the intellectual defender of the neoliberal capitalism. The purpose of the paper is to explore neoliberal capitalism in deeper ethical terms and to offer an ethical alternative. Development ethics is an important alternative perspective to neoliberalism, which is often neglected even in the heterodox economic literature. In particular, an original ethical model, on the basis of ‘social ethics’, is suggested for the discovery of the meta- ethical, normative-ethical and applied-ethical orientations of an economic system and of an economic analysis. After the ethical evaluation of neoliberal capitalism and neoliberal economic analysis the development ethics alternative is recommended.; Dans cet article, l'auteur fait valoir que l'économie capitaliste mondiale a pris le chemin du capitalisme néolibéral. La principale distinction entre le capitalisme de marché et le capitalisme néolibéral est le rôle du mécanisme de marché privé dans les activités économiques et non économiques. L'évolution du capitalisme néolibéral est historiquement spécifique. À leur tour...

O capitalismo tardio e sua crise : estudo das interpretações de Ernest Mandel e a de Jürgen Habermas; The late capitalism and its crisis : a study of interpretations of Ernest Mandel and Jurgen Habermas

Aristóteles de Almeida Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
O objetivo desse trabalho é estudar a obra de Ernest Mandel O capitalismo tardio e Jürgen Habermas Problemas de legitimação no capitalismo tardio, onde analisam o capitalismo do pósguerra e sua crise. As transformações do capitalismo desde o fim da Segunda Guerra Mundial desencadearam uma importante discussão sobre a explicação marxista do desenvolvimento capitalista, de sua crise e sobre as condições para superação desta formação social. A discussão evidencia que a confrontação com a obra de Marx é oportuna não só porque permite entender quanto o capitalismo se transformou desde Marx, mas também para discutir se ela ainda consegue oferecer uma explicação relevante para se compreender as modificações estruturais contemporâneas. Nesse sentido, os autores se relacionam de maneira distinta com o legado marxiano. A obra de Mandel se mostra como um esforço para explicar o período segundo o instrumental teórico marxiano, mantendo o papel central da teoria do valor-trabalho e a crise como manifestação das contradições imanentes do capital. Já a obra de Habermas aponta para uma mudança de forma e lógica da crise, consequentemente apontando para a ineficácia da teoria do valor-trabalho aplicada aos dias atuais...

Capitalismo e sociedade de consumo : uma análise introdutória sobre o consumo e modo de vida na sociedade contemporânea; Capitalism and consumer society : an introductory analysis on consumption and way of life in contemporary society

Valter Palmieri Júnior
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
A dissertação tem como finalidade contribuir para a compreensão das transformações contemporâneas do capitalismo a partir da interpretação de Jean Baudrillard, que denominou o período pós-segunda guerra mundial de "sociedade de consumo". O processo de desenvolvimento capitalista modifica o modo de vida da sociedade, principalmente em relação ao consumo, pois as mercadorias produzidas pelo modo de produção capitalista satisfazem as necessidades sociais como consequência de seu objetivo final de acumular valor. Porém, o desenvolvimento econômico capitalista traz uma contradição, que é a capacidade ilimitada da produção e a limitada de consumo, que faz com que o capitalismo necessite criar necessidades de consumo incessantemente para realizar valor. Dessa forma, cada vez mais o capitalismo necessita dos elementos culturais, sociais, políticos e ideológicos no processo de acumulação. A sociedade de consumo surge quando esses elementos, principalmente o cultural e ideológico passam a comandar cada vez mais o processo de consumo, pois as necessidades passam a visar mais aos valores que os "objetos" e a satisfação se dão primeiramente através da adesão a esses valores, que Baudrillard explica a partir da sua teoria do valor-signo. Por isso que a dissertação se concentrou em analisar o período histórico do segundo pós-guerra nos países desenvolvidos...

A subjetividade às avessas: toyotismo e "captura" da subjetividade do trabalho pelo capital; Toyotism and the "capture" of subjectivity of labour on global capitalism

Alves, Giovanni Antonio Pinto
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2008 POR
Relevância na Pesquisa
37.02%
Our objective is to watch the internal mechanisms of the logic of the toyotism as new organic ideology of the control of the manpower in the global capitalism. The toyotism turns the exploration of the capital more consensual, involving, and manipulatory. The constitution of the new spurious consents demanded by the toyota method happens for an intense process of manipulation of the subjectivity of the work (that is the content of the "capture" of the subjectivity). The manipulatory logic of the toyotism under the ballast of the partner-metabolic innovations reaches the dimensions of the human psyche. We present the concepts of "extended unconscious" and "psycocorporal compression" as important explanatory categories of the new social-psychologic dynamics of the global capitalism.; O objetivo do ensaio é desvelar os mecanismos internos da lógica do toyotismo como nova ideologia orgânica do controle da força de trabalho e do trabalho vivo no capitalismo global. O toyotismo torna a exploração do capital mais consensual, envolvente e manipulatória. A constituição dos novos consentimentos espúrios exigidos pelo método toyota ocorre por um intenso processo de manipulação da subjetividade do trabalho vivo (que é o conteúdo da "captura" da subjetividade). A lógica manipulatória do toyotismo sob o lastro das inovações sócio-metabólicas atinge as dimensões do psiquismo humano. Apresentamos os conceitos de "inconsciente estendido" e "compressão psico-corporal" como lastro categoriais explicativos importantes da nova dinâmica psicossocial do capitalismo manipulatório.

Retomar a crítica interna do capitalismo? Revisitando a análise das crises em Problemas de legitimação no capitalismo tardio de Habermas; Bringing back the internal critique of capitalism? Revisiting the analysis of crises in Habermas' Legitimation problems in late capitalism

Pereira, Leonardo Jorge Da Hora
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
O trabalho de Jürgen Habermas se notabilizou por seus estudos sobre temas como a esfera pública, a ética do discurso e a ação comunicativa. No entanto, diante da atual crise do capitalismo, talvez seja produtivo revisitar um momento de sua experiência intelectual que foi, em certo sentido, relegado ao segundo plano. Trata-se dos teoremas de crise do capitalismo tardio elaborados em Problemas de legitimação no capitalismo tardio (1973). Tendo em vista que a teoria crítica parece estar hoje diante do desafio de trazer de volta para o centro de sua produção uma reflexão sobre os desequilíbrios e eventuais limites internos do capitalismo, argumentarei nesse artigo que o tipo de análise que Habermas empreende nesta obra pode nos oferecer elementos para a elaboração de diagnósticos do capitalismo contemporâneo.  ; The work of Jürgen Habermas became famous for his studies on topics such as public sphere, discourse ethics and communicative action. However, given the current crisis of capitalism, it may be productive to revisit a moment of his intellectual experience that was, in a sense, relegated to the background: the crisis theorems of late capitalism, discussed by him in Legitimation Crisis (1973). In this article...

A “BRIC”-variety of capitalism and social inequality: The case of Brazil

Nölke, Andreas; Goethe University Frankfurt
Fonte: Revista de Estudos e Pesquisas sobre as Américas; Journal of Study and Research on the Americas Publicador: Revista de Estudos e Pesquisas sobre as Américas; Journal of Study and Research on the Americas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 07/04/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.18%
The focus of this contribution is on the mode of capitalism within the industrialized sectors of “emerging markets”. Particularly in the context of the rise of the BRIC (Brazil, Russia, India and China) this question has gained considerable importance, also for the development of the world economy as a whole. The core question is whether the type of capitalism within these economies is similar to the capitalist variety of the triad, or diverges in more or less permanent ways. The article gives a preliminary answer to this question, by developing a rough sketch of a “BRIC” model of capitalism and illustrating this model with the case of Brazil. In terms of theory, the article extends the Comparative Capitalism (CC) perspective to the BRICs. On the one side, the focus is on the classical questions of CC, i.e. the determinants of economic development and the differences to other types of capitalism, on the other side the relationship between these varieties and social inequality. It argues that the “state-permeated market economies” of the BRICs rely on clans as a mode of social coordination. As demonstrated by the case of Brazil, this type of capitalism can be quite successful, but is based on a highly unequal distribution of economic and political resources.

The subject: Deleuze-Guattari and/or Lacan (in the time of capitalism)?

Olivier,Bert
Fonte: Phronimon Publicador: Phronimon
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 EN
Relevância na Pesquisa
37.08%
This paper addresses the question, whether Deleuze and Guattari's conception of the human subject, as articulated in (mainly) Anti-Oedipus, is as irreconcilable with Jacques Lacan's psychoanalytical theory of the subject as one might expect, given Anti-Oedipus' attack on the "Oedipal" basis of psychoanalysis. The notion of the multiplicitous "subject", as fleshed out in Anti-Oedipus, is reconstructed with the requisite attention to Deleuze and Guattari's ontology of flows, desiring-machines, desiring-production, schizophrenia, the "body without organs" and the emergence of a "spectral" kind of subject. It is argued that the so-called "body without organs" may be read, in one sense, as their term for the concept of (ego-) identity, which is anathema to the dynamism of the process of desiring-production. For purposes of comparison, Lacan's theory of the subject is briefly reconstructed as well in terms of the registers of the imaginary, the symbolic and the "real", with a view to uncovering those aspects of it that are compatible with Deleuze and Guattari's ontological emphasis on process and becoming, instead of substance. Finally, the problem of the relation between capitalism, on the one hand, and Deleuze/Guattari's process-ontology...