Página 1 dos resultados de 293 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Um Modelo Fuzzy Comportamental para análise de sobre-reação e sub-reação no mercado de ações brasileiro; A Fuzzy Behavioral Model for analyzing over-reaction and under-reaction in the Brazilian stock market

AGUIAR, Renato Aparecido; SALES, Roberto Moura; SOUSA, Lucy Aparecida de
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.17%
Neste artigo, são apresentados testes empíricos para a investigação de ocorrência de fenômenos de sobre-reação e sub-reação no mercado de ações brasileiro. Para esses testes, é proposto um modelo baseado na teoria de conjuntos Fuzzy, que possui forte relação com as heurísticas de representatividade e ancoramento, estabelecidas na teoria de finanças comportamentais. O modelo proposto é empregado para a formação de carteiras e utiliza indicadores financeiros de companhias abertas. Para as análises são utilizados dois conjuntos de ações, um do setor de petróleo e petroquímica e outro do setor têxtil, com indicadores financeiros relativos ao período de 1994 a 2005.; This paper presents empirical tests for investigating the occurrence of over-reaction and under-reaction phenomena in the Brazilian stock market. It is proposed that a model based on the theory of fuzzy sets, which bears a strong relationship to representativeness and anchoring heuristics, as established in the theory of behavioral finance, should be used for these tests. The proposed model is used to form portfolios and uses the financial indicators of publicly-quoted companies. Two lots of shares were used for the analyses; one from the oil and petro-chemical sector and the other from the textile sector; the financial indicators for the period 1994 to 2005 were used.

Uma avaliação estatística da análise gráfica no mercado de ações brasileiro à luz da teoria dos mercados eficientes e das finanças comportamentais; An statistical evaluation of the technical analysis in the Brazilian stock market in the light of the efficient market hypothesis and the behavioral finance

Penteado, Marco Antonio de Barros
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2003 PT
Relevância na Pesquisa
66.3%
Partindo dos conceitos estabelecidos pela Hipótese dos Mercados Eficientes (HME), a qual questiona a validade da Análise Gráfica, e considerando as críticas feitas à HME pelos defensores das assim chamadas Finanças Comportamentais, e outros, este estudo procurou detectar a existência de uma relação entre os sinais gráficos observados no dia-a-dia do mercado de ações brasileiro e as tendências que lhes sucedem, durante um período de 8 anos, para um número de papéis. Os resultados obtidos neste trabalho evidenciam a existência de tal relação, sugerindo a validade da utilização da Análise Gráfica como instrumento para a previsão de preços no mercado de ações brasileiro, no período considerado.; Based on the principles established by the Efficient Market Hypothesis (EMH), which argues that the Technical Analysis is of no value in order to predict future prices of securities, and considering the criticism to the EMH by the advocates of the so called Behavioral Finance, and others, this work tried to detect the existence of a relationship between the graphic signals observed day by day in the Brazilian stock market and the trends which happen after these signals, within a period of 8 years, for a number of securities. The results obtained from this study offer evidence of the existence of such relationship...

Avaliando questionários de risco e o comportamento do investidor sob a ótica de behavioral finance

Souza, Camila Rossi Vianna de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
NONE
Relevância na Pesquisa
46.35%
Tolerância ao risco é fundamental quando se tomam decisões financeiras. No entanto, a avaliação da tolerância ao risco tem se baseado ao longo dos anos em diferentes metodologias, tais como julgamentos heurísticos e a teoria da utilidade esperada que tem como base a hipótese dos mercados eficientes. Foi dentro desta ótica que este trabalho se desenvolveu. O objetivo é analisar três diferentes questionários de avaliação ao risco que são na prática amplamente utilizados por consultores financeiros. Foi assumido para isso que os investidores são considerados racionais, conhecem e ordenam de forma lógica suas preferências, buscam maximizar a "utilidade" de suas escolhas, e conseguem atribuir com precisão probabilidades aos eventos futuros, quando submetidos a escolhas que envolvam incertezas. No entanto, em uma análise preliminar dos questionários, estes poderiam estar utilizando conceitos de behavioral finance para avaliarem a tolerância ao risco, ao invés de utilizarem somente a metodologia tradicional da teoria da utilidade esperada. Dessa forma tornou-se necessário o estudo dos conceitos de behavioral finance. O primeiro capítulo então trata dos aspectos psicológicos do investidor, procurando entender como este se comporta e como este forma suas preferências. Apesar do estudo assumir racionalidade nas decisões...

Mapas de precificação de ativos no mercado de capitais : uma análise do poder prescritivo da behavioral finance

Nunes, Bernardo Fonseca
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.53%
O objetivo deste trabalho é analisar o poder prescritivo da Behavioral Finance (Shleifer, 2000) para a gestão de ativos financeiros no mercado de capitais, contrastando-a com as implicações da Hipótese dos Mercados Eficientes (FAMA, 1970). A meta específica é identificar quais conjuntos de técnicas são apropriados para a precificação de títulos ou ações levando-se em conta a interação dos respectivos modelos teóricos com a evidência empírica do comportamento dos investidores. A presente análise será feita através do mapeamento dos processos decisórios dos investidores segundo a Hipótese dos Mercados Eficientes (HME) e a Behavioral Finance (BF), identificando os pressupostos dos aludidos modelos e suas implicações e confrontando-os com a evidência obtida através de experimentos em laboratório que testem determinadas hipóteses sobre o comportamento de investidores. Discute-se a contribuição positiva de uma linha de pesquisa, a BF, que explora a racionalidade limitada dos agentes individuais em suas escolhas e os efeitos que os investidores experimentam ao tomarem decisões de investimentos. Metodologicamente, a BF absorve as conclusões sobre o mundo real obtidas a partir da observação experimental (DAVIS & HOLT...

Finanças comportamentais : um estudo do comportamento do consumidor de produtos financeiros

Severo, Fernanda de Borba
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.35%
Com o objetivo de entender e explicar como se dá a tomada de decisões financeiras dos indivíduos, o campo de estudos das Finanças comportamentais incorpora em suas teorias aspectos da psicologia e sociologia, e, ao longo dos anos, a área tem ganhado destaque, tanto dentro quanto fora do mundo acadêmico. Este trabalho pretende analisar e compreender como se dá o processo de tomada de decisão financeira em períodos de turbulências econômicas, neste estudo representada pela crise financeira compreendida entre o segundo semestre de 2008 e o primeiro semestre de 2009, para isso, foi realizada uma pesquisa quantitativa em que os resultados se alinham com os principais pressupostos de Finanças comportamentais. Além da busca de referencial bibliográfico na área de Finanças comportamentais, buscou-se incluir também um referencial que forneça instrumentos para a compreensão dos fatores que causam crises econômicas, uma exposição de como opera o sistema financeiro e como funciona a operação e concessão de crédito. Espera-se que este estudo venha trazer uma melhor compreensão do comportamento financeiro dos indivíduos, destacar a importância da área e despertar um maior interesse para a realização de estudos futuros sobre o tema.; Aiming to understand and explain how the financial decision-making of individuals works...

Finanças comportamentais : um estudo sobre a decisão de investimento dos jovens

Chiele, Pedro Gaio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.35%
A Hipótese dos Mercados Eficientes fundamenta-se na idéia de que os indivíduos são perfeitamente racionais nas decisões de investimentos. As finanças comportamentais surgem como uma abordagem alternativa a essa afirmação, justificando a não racionalidade do homem através das ilusões cognitivas e da aversão ao risco. Inicialmente este trabalho traça as principais linhas que diferem a teoria comportamental das finanças modernas. São apresentados os principais elementos das finanças comportamentais e é discutido o processo de tomada de decisão. Posteriormente, realiza-se um estudo com 65 investidores do mercado financeiro, a fim de analisar o comportamento dos jovens investidores ao enfrentarem situações de risco. Com a pesquisa, percebe-se que os investidores sofrem influências emocionais na tomada de decisão de investimento e que, no entanto, os jovens vêm buscando mais informações a respeito do mercado quando comparados com investidores mais velhos. Nota-se também que os mais jovens conseguem “escapar” de algumas ilusões cognitivas, arriscando para potencializar seus resultados, tanto no campo dos ganhos quanto no das perdas. Por sim, sugerese possíveis ações para que corretoras e profissionais do mercado financeiro possam atender às necessidades dos jovens investidores.; The efficient market hypothesis asserts that people are perfectly rational in investment decisions. The behavioral finance has emerged as an alternative approach to this statement...

Finanças comportamentais : orientação ao perfil do investidor pessoa física

Bandinelli, Michele Bettim
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.33%
As Finanças Comportamentais vêm traçando um longo percurso oferecendo interpretações alternativas ao modelo que pressupõe o comportamento racional dos agentes e o funcionamento dos mercados eficientes por meio de estudos dos aspectos comportamentais no processo de tomada de decisão. Este trabalho tenta identificar a consideração desses comportamentos no processo de orientação ao investidor pessoa física no varejo. Adequandose às exigências da ANBIMA, as instituições financeiras desenvolveram o questionário de Análise de Perfil do Investidor para aferir o perfil do investidor. A partir da análise destes questionários buscou-se identificar se tais aspectos comportamentais são considerados na formulação desses questionários e se a abordagem converge para os achados das teorias das Finanças Comportamentais na dinâmica do processo de orientação à decisão do investidor pessoa física.; The Behavioral Finance have been plotting a long way to offering alternative interpretations of the model that assumes rational behavior of agents and the efficient functioning of markets through studies of behavioral aspects in decision-making process. This study attempts to identify the consideration of these behaviors in the process of orientation to the private investor in retail. Adjusting to the demands of ANBIMA...

As “anomalias” no mercado de capitais

Rocha, Leonardo Recamonde da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.3%
Padrões de variação nos preços das ações existiram e deixaram de existir ao longo dos anos no mercado de capitais. Teóricos da hipótese dos mercados eficientes defendem que padrões anômalos não existem e que os preços variam aleatoriamente. No entanto, os teóricos das finanças comportamentais defendem que as características das pessoas interferem na sua tomada de decisão e que existem padrões de comportamento que não possuem a racionalidade que é sustentada pelos defensores da hipótese dos mercados eficientes. Com o objetivo de verificar a veracidade da forma fraca da hipótese dos mercados eficientes, foram realizados testes estatísticos. Entre eles o de estatística Q de Box & Pierce, o teste aumentado de Dickey-Fuller de raiz unitária e o teste de proporção de variâncias. Também foram realizados testes que questionam o pensamento comportamentalista: uma comparação entre as empresas com os 10 melhores desempenhos contra as com os 10 piores desempenhos e uma análise do indicador do dia das bruxas no Brasil. O resultado encontrado neste trabalho é que existem de fato anomalias no mercado de capitais, mas é extremamente difícil tirar proveito delas, ou por não serem estatisticamente significantes ou porque podem deixar de existir a qualquer momento.; Patterns of stock price variations existed and disappeared over the years in capital markets. Theorists in favor of the efficient markets hypothesis argue that these anomalies do not exist and that prices vary randomly. However...

Finanças comportamentais: o comportamento do agente decisório nos cenários de ganhos, perdas, riscos e incertezas

Silva Filho, Darlan Maciel da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 107 f. : il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
46.34%
Pós-graduação em Economia - FCLAR; As Finanças Comportamentais, com base em estudos empíricos, procuram demonstrar que os investidores nem sempre se mantêm racionais ao tomarem decisões que envolvem riscos, conforme argumentava a Teoria Neoclássica de Finanças. Este trabalho tem como objetivo contextualizar o recente campo de estudo e replicar a investigação empírica do artigo seminal de Kahneman e Tversky (1979) que aborda a Teoria do Prospecto e que constitui a base de Finanças Comportamentais. Simultaneamente, serão comparados os resultados da pesquisa com os de Kahneman e Tversky (1979) com os obtidos nesse estudo. Os resultados encontrados nesta população específica mostram similaridade, e que mesmo com populações e períodos diferentes, os indivíduos tendem a se comportar de maneira, na maioria das vezes, contraria ao que argumentava a Teoria Neoclássica de Finanças; Basing on empirical studies, Behavioral Finance seek to demonstrate that investors not always have a rational posture when it comes to making decisions that might involve some sort of risk, according to Neoclassical Finance Theory. This paper aims to contextualize recent studies and respond to the empirical investigation on Kahneman and Tversky’s (1979) seminal article...

Limites da arbitragem no mercado de capitais : abordagem das finanças comportamentais; Limits to arbitrage in the capital market : behavioral finance approach

Vitor Kamada
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.35%
Esta dissertação trata dos limites à arbitragem no mercado de capitais. A idéia básica subjacente ao processo de arbitragem é comprar ativos financeiros desvalorizados e vender ativos financeiros supervalorizados. A finalidade é obter ganhos pecuniários mediante o diferencial dos preços. A economia neoclássica supõe que a arbitragem é processo instantâneo sem custos e riscos realizado por agentes atomísticos. No presente trabalho, essa hipótese é contestada com base nos avanços teóricos das Finanças Comportamentais. Na realidade, a arbitragem é sofisticada estratégia de investimento planejada por poucos profissionais altamente especializados em determinados mercados. Não obstante a arbitragem envolver substanciais custos e riscos, não há garantias de sucesso. A análise de casos concretos sugere que a concepção de arbitragem proposta pelas Finanças Comportamentais é mais realista. Três casos paradigmáticos foram analisados neste trabalho, a saber: I) empresas controladoras que valiam menos do que suas subsidiárias, como o exemplo da 3Com/Palm; II) ações gêmeas cujos preços desviavam-se da paridade teórica, como o exemplo da Royal Dutch/Shell; e III) o colapso do hedge fund Long-Term Capital Management (LTCM). No primeiro caso...

Testing Behavioral Finance Theories Using Trends and Sequences in Financial Performance

Chan, Wesley; Frankel, Richard; Kothari, S.P.
Fonte: MIT - Massachusetts Institute of Technology Publicador: MIT - Massachusetts Institute of Technology
Formato: 303198 bytes; application/pdf
EN_US
Relevância na Pesquisa
66.35%
Models based on psychological biases can explain momentum and reversal in stock returns, but risk overfitting of theory to data. We examine a central psychological bias, representativeness, which underlies many behavioral-finance theories. According to this bias, individuals form predictions about future outcomes based on how closely past outcomes fit certain categories. To produce out-of sample tests, we use accounting performance to identify these categories and test the idea that investors misclassify firms and thus make biased forecasts. We find evidence of short-term accounting momentum, consistent with the idea that investors fail to immediately incorporate new information, but find no support for long-term reversal related to accounting performance. Contrary to theory, we find little evidence that the consistency of past accounting performance is related to future returns

Finanças comportamentais: um estudo sobre a confiabilidade das decisões dos investidores, analistas e profissionais de investimento à luz da metodologia brier score

Pimenta, Daiana Paula
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.35%
As Finanças Comportamentais são um novo campo de estudos que se contrapõem ao pressuposto de racionalidade dos tomadores de decisão adotado pelas finanças modernas. Uma das vertentes dos estudos em finanças comportamentais é a identificação de como as emoções e as falhas cognitivas podem influenciar o processo de decisão dos indivíduos. A literatura de psicologia econômica evidencia o uso de heurísticas e vieses decorrentes destas falhas, dentre as quais se destaca o viés de excesso de confiança. A presente pesquisa visa a conhecer e a obter mais informações sobre a influência das características sócio-demográficas e sobre as possíveis falhas cognitivas exibidas pelos investidores, analistas e profissionais de investimento mineiros durante seu processo decisório, relacionando seus resultados empíricos às teorias de finanças comportamentais. Para tanto propõe-se a responder as seguintes perguntas: Em que aspectos as características do perfil sócio-demográfico e o excesso de confiança exercem influência sobre a tomada de decisões dos investidores, analistas e profissionais de investimento mineiros? Que nível de confiabilidade se evidencia nestas decisões? Para o levantamento dos dados optou-se pelo questionamento virtual dos respondentes por meio de um questionário composto por 32 perguntas. O contato com estes indivíduos foi possível graças a uma parceria firmada com a Associação de Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais de Minas Gerais – APIMEC MG e com a corretora de valores mobiliários TBC Investimentos...

A study of behavioral finance : background, theories and application

Boudaoui, Anya
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
EN
Relevância na Pesquisa
66.41%
Behavioral finance, or behavioral economics, uses cognitive and emotional factors in order to understand financial and economic decisions of individuals and institutions. The field is primarily concerned with the issue of the agents' rationality assumed by the traditional neoclassic finance's theories. Behavioral finance encompasses numerous contradictions with traditional finance. This field of study has known increasing progresses over the last years and can propose more and more interesting asumptions and solutions to financial puzzles, unsolved by the traditional field

Efficient Markets, Behavioral Finance and a Statistical Evidence of the Validity of Technical Analysis

Penteado, Marco Antonio
Fonte: Universidade Cornell Publicador: Universidade Cornell
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 05/02/2013
Relevância na Pesquisa
56.26%
This work tried to detect the existence of a relationship between the graphic signals - or patterns - observed day by day in the Brazilian stock market and the trends which happen after these signals, within a period of 8 years, for a number of securities. The results obtained from this study show evidence of the existence of such a relationship, suggesting the validity of the Technical Analysis as an instrument to predict the trend of security prices in the Brazilian stock market within that period.; Comment: 20 pages; Keywords: Efficient Markets, Behavioral Finance, Technical Analysis

Contexto das finanças comportamentais: anomalias e eficiência do mercado de capitais brasileiro; Context of behavioral finance: anomalies and efficiency of the Brazilian capital market

Famá, Rubens; Cioffi, Patrícia Leite de Moraes; Coelho, Paula Augusta Rodrigues
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2008 POR
Relevância na Pesquisa
66.45%
A análise do panorama contextual ajuda no entendimento da evolução das finanças: Finanças Antigas, de 1930 a 1950, Finanças Modernas, de 1950 a 1990 e Finanças Comportamentais, de 1990 em diante. A teoria e a identificação de reações comportamentais no mercado de capitais são uma contribuição à melhor compreensão deste instrumento de capitalização que é a Bolsa de Valores. Neste trabalho, tem-se o objetivo de entender o ambiente que favoreceu o desenvolvimento das Finanças Comportamentais e verificar anomalias e eficiências no mercado de capitais brasileiro. Para análise do contexto, foi medida a volatilidade do índice Dow Jones nos diferentes períodos em que se desenvolveram as teorias de finanças, bem como a evolução da globalização (correlação) dos principais mercados de capitais do mundo. A fim de qualificar o nível de eficiência do mercado de capitais brasileiro, foram analisados vários artigos científicos e identificado o seu grau de consenso na constatação de anomalias. A conclusão foi de que o ambiente de maior volatilidade e globalização dos mercados favoreceu as sobre-reações, não apoiadas na racionalidade do investidor. Mas os fundamentos das Finanças Modernas não podem ser descartados...

Finanças comportamentais: uma introdução; An introduction to behavioral finance

Yoshinaga, Claudia Emiko; Oliveira, Raquel Freitas de; Silveira, Alexandre Di Miceli da; Barros, Lucas Ayres B. de C.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2008 POR
Relevância na Pesquisa
66.46%
Dentre as principais questões que vêm sendo debatidas em Finanças está a validade das premissas assumidas por suas teorias mais tradicionais, em particular a da racionalidade dos agentes econômicos. Nesse contexto, surgiram diversos trabalhos com o objetivo de aprimorar os modelos teóricos dominantes, incorporando aspectos comportamentais antes desconsiderados. Essas linhas de pesquisa deram origem a um novo e promissor campo de estudo denominado Finanças Comportamentais. O notável crescimento dessa abordagem não ortodoxa tem sido motivado, em especial, pela tentativa de explicação satisfatória de uma gama de fenômenos regularmente observados nos mercados financeiros e incompatíveis com as predições dos modelos tradicionais. Este ensaio apresenta uma introdução sucinta aos conceitos fundamentais da área de Finanças Comportamentais e comenta duas aplicações pioneiras que incorporam dois dos vieses cognitivos mais bem documentados - otimismo e confiança excessiva.; A subject often debated in Finance is the validity of assumptions regarding traditional theories, especially in relation to the rationality of economic agents. Studies endeavoring to improve theoretical models have incorporated behavioral aspects previously disregarded thereby creating the new and promising field of behavioral finance. The remarkable growth of this unorthodox approach has been spurred by attempts to explain phenomena in the financial markets which are incompatible with traditional model forecasts. A brief introduction to the concepts of behavioral finance was presented with comments on pioneer applications that incorporated two frequent examples of cognitive biases...

Finanças comportamentais no Brasil: um estudo bibliométrico (2001-2007); Finanzas del comportamiento en Brasil: una investigación bibliométrica (2001-2007); Behavioral finance in Brazil: a bibliometric study (2001-2007)

Vieira, Thaís Roberta Correia; Pereira, Antônio Nunes
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.41%
O presente estudo contribui com o mapeamento preliminar da produção brasileira em Finanças Comportamentais (FC) publicada nos eventos e periódicos Sociedade Brasileira de Finanças (SBFIN), Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (ENANPAD), Revista de Administração de Empresas (RAE), RAE eletrônica, Revista de Administração (READ) e Revista de Administração da Universidade de São Paulo (RAUSP), com posições A e B no ranking do Qualis (de acordo com a antiga classificação) entre 2001 e 2007. A metodologia do estudo é exploratória, bibliográfica e documental, com ênfase nos fenômenos documentados sobre FC. Como fio condutor da pesquisa, foi utilizado procedimento de síntese a partir da cobertura da hipótese de mercados eficientes (HME), da teoria racional da escolha e das finanças comportamentais. Após os procedimentos da pesquisa, foi possível identificar que a produção científica sobre FC está concentrada no SBFIN e no ENANPAD, com 70% das publicações. Tal fato mostra que o crescimento da publicação em eventos não foi acompanhado pelas revistas, geralmente associadas a um maior rigor metodológico, o que sugere uma necessidade de melhoria da qualidade da publicação na área.; Este estudio contribuye con la cartografía preliminar de la producción brasileña en las Finanzas del Comportamiento (FC) publicada en los encuentros académicos y revistas Sociedad Brasileña de Finanzas (SBFIN)...

UM ESTUDO SOBRE A INFLUÊNCIA DAS CARACTERÍSTICAS SOCIODEMOGRÁFICAS E DO EXCESSO DE CONFIANÇA NAS DECISÕES DOS INVESTIDORES, ANALISTAS E PROFISSIONAIS DE INVESTIMENTO À LUZ DAS FINANÇAS COMPORTAMENTAIS; A STUDY OF THE INFLUENCE OF SOCIO-DEMOGRAPHIC CHARACTERISTICS AND OVERCONFIDENCE ON DECISIONS OF INVESTORS, ANALYSTS AND INVESTMENT PROFESSIONALS FROM THE BEHAVIORAL FINANCE POINT OF VIEW; UN ESTUDIO SOBRE LA INFLUENCIA DE LAS CARACTERÍSTICAS SOCIODEMOGRÁFICAS Y DEL EXCESO DE CONFIANZA SOBRE LAS DECISIONES DE LOS INVERSORES, ANALISTAS Y PROFESIONALES DE INVERSIÓN

Pimenta, Daiana Paula; Borsato, Jaluza Maria Lima Silva; Ribeiro, Kárem Cristina de Sousa
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 14/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.35%
Behavioral Finance is a new field of study that counteracts the assumption of the rationality on the partof decision makers, which is adopted by modern finance. One of the aspects of studies in behavioral financeis to identify how emotions and cognitive failures may influence the decision making process ofindividuals. In  this context, this study aims to ascertain whether the decisions of investors, analysts andinvestment professionals are influenced by a bias of overconfidence and the socio-demographiccharacteristics of these individuals. As a methodology, it was decided to conduct a study with a descriptivequantitative and qualitative approach. Therefore a field survey was carried to out to collect data with anonline questionnaire. The method of sampling by judgment was applied, which is characterized by the nonprobabilistic collection of samples from individuals registered with the Association of Investment Analystsand Professionals of the Capital Market in Minas Gerais (APIMEC-MG), as well as individuals registeredwith TBC Investments. This group consisted of 810 individuals who provided 398 valid questionnaires. Datawas analyzed by using the estimation methods of Two-Stage Least Squares (2SLS) and Ordinary LeastSquares (OLS)...

Mercados eficientes e arbitragem: um estudo sob o enfoque das finanças comportamentais

Rabelo Junior, Tarcísio Saraiva; Ikeda, Ricardo Hirata
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2004 POR
Relevância na Pesquisa
46.36%
A Hipótese dos Mercados Eficientes (HME) tem se mostrado uma das mais influentes teorias no campo das finanças, sendo base para inúmeros modelos de precificação de ativos, com aplicações que vão desde modelos tradicionais utilizados em Finanças Corporativas até avançadas teorias utilizadas na identificação do preço "justo" de derivativos financeiros. Um dos pilares da HME é a possibilidade da arbitragem como mecanismo de correção de possíveis desvios que o mercado possa sofrer de sua forma eficiente.Pela teoria clássica dos mercados eficientes, mesmo em um ambiente caracterizado pela presença de alguns investidores não totalmente racionais, a possibilidade de arbitragem anularia o efeito destes nos preços dos ativos negociados, trazendo-os de volta ao seu valor fundamental. Um campo relativamente novo e de crescente importância das finanças, denominado Finanças Comportamentais, tem mostrado, entretanto, que nos mercados reais a possibilidade de arbitragem é, muitas vezes, custosa e não passível de realização, comprometendo sua utilização como ferramenta reguladora do mercado e, até mesmo, a definição clássica de sua eficiência, que é a de refletir corretamente nos preços as informações existentes sobre os ativos financeiros. Este trabalho aborda a importância da arbitragem para a HME...

Behavioral Finance: an investigation based on the prospect theory and the investor profile of portuguese stricto sensu graduate students; Finanças Comportamentais: uma investigação com base na teoria do prospecto e no perfil do investidor de estudantes de cursos stricto sensu portugueses

Haubert, Fabricio Luis Colognese; Instituto de Ensino Superior da Grande Florianópolis - IESGF; Lima, Carlos Rogerio Montenegro de; Universidade do Sul de Santa Catarina; Lima, Marcus Vinicius Andrade de; Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa Empírica de Campo; Formato: application/pdf
Publicado em 14/04/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.38%
Behavioral Finance is a new area of study that seeks to analyze the psychological aspects of individuals in making financial decisions. Studies in this area are intended to verify assumptions made by more traditional theories, in particular, the rationality of economic agents, and they aim to improve the economic and financial model through the incorporation of evidence on investor irrationality. In this context, the objective of this article is to understand the behavior of portuguese post-graduate students to its operations in investments based on behavioral finance. In order to learn about the behavioral profile of investors and prospective investors, a survey was conducted to collect quantitative data using a questionnaire comprising 15 questions for 130 stricto sensu graduate students of Lisbon – Portugal. It was possible to identify the predominant conservative and moderate profiles. It was observed that students showed risk aversion in the field of gains and risk propensity in the field of losses. So it is possible to say that the reflection effect occurred in this study.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-8077.2014v16n38p183As Finanças Comportamentais representam uma nova área de estudo que busca analisar os aspectos psicológicos dos indivíduos no processo de tomada de decisões financeiras. Estudos nessa área buscam verificar premissas assumidas pelas teorias mais tradicionais...