Página 1 dos resultados de 136 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Language and cognition in very low birth weight preterm infants with PELCDO application; Linguagem e cognição em bebês pré-termo muito baixo peso por meio da aplicação do PODCLE

BÜHLER, Karina Elena Bernardis; LIMONGI, Suelly Cecília Olivan; DINIZ, Edna Maria de Albuquerque
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO; São Paulo Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO; São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
66.67%
The performance of very low birth weight preterm infants, in terms of cognition and expressive language, was analyzed and compared with that of term infants with the Protocol for Expressive Language and Cognition Development Observation (PELCDO). The study involved 12 very low birth weight preterm infants and 20 term infants, all of whom were evaluated monthly. Sessions were videotaped, and data were analyzed according to this specific protocol. Our results suggest that cognition and expressive language develop significantly later in very low birth weight preterm infants than in the term. We found positive correlations for cognitive and expressive language development, the delay becoming more evident after 6 months of age, persisting through the sensorimotor period, and continuing into the beginning of preoperational period, indicating the importance of follow-up evaluation, defining the true needs of such infants and identifying the ideal moment for speech-language intervention.; O desempenho de bebês pré-termo muito baixo peso em relação ao desenvolvimento cognitivo e de linguagem expressiva foi analisado e comparado com o de bebês de termo com o Protocolo para Observação do Desenvolvimento Cognitivo e de Linguagem Expressiva (PODCLE). O estudo envolveu 12 bebês pré-termo muito baixo peso e 20 bebês de termo acompanhados mensalmente. Todas as sessões foram filmadas em videotape e os dados analisados segundo o protocolo específico. Nossos resultados mostraram que o desenvolvimento cognitivo e da linguagem expressiva ocorreu significativamente mais tarde nos bebês pré-termo muito baixo peso. Nós encontramos correlações positivas entre o desenvolvimento cognitivo e de linguagem expressiva...

Indicadores emocionais de ansiedade, disforia e depressão e verbalizações maternas acerca do bebê, da amamentação e da maternidade em mães de bebês nascidos pré-termo de muito baixo peso, durante a hospitalização do bebê e após a alta, compraradas a mães de bebês nascimentos a termo; Emotional indicators of anxiety, dysphoria and depression, and maternal verbalizations about the baby, the breastfeeding and the maternity in mothers of preterm and very low birthweight neonates, during the baby?s hospitalization and after discharge, compared to mothers of fullterm neonates

Padovani, Flavia Helena Pereira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/10/2005 PT
Relevância na Pesquisa
76.79%
O presente estudo teve por objetivo: a) avaliar os indicadores de ansiedade, disforia e depressão em um grupo de mães de bebês nascidos pré-termo de muito baixo peso (GPT) e comparar esses indicadores com os de um grupo de mães de bebês nascidos a termo (GAT); b) comparar indicadores de ansiedade, disforia e depressão de mães de bebês nascidos prétermo de muito baixo peso avaliados em dois momentos distintos, durante o período de hospitalização do bebê e após a sua alta hospitalar; c) comparar os conteúdos verbais acerca do bebê, da amamentação e da maternidade expressos pelo grupo de mães de bebês pré-termo de muito baixo peso e pelo grupo de mães de bebês a termo. O GPT foi formado por 50 mães de bebês nascidos pré-termo de muito baixo peso (?1.500 gramas), enquanto que o GAT foi composto por 25 mães de bebês nascidos a termo com peso de nascimento igual ou superior a 2.500g. Foram utilizados os seguintes instrumentos e materiais: Entrevista Clínica Estruturada para DSM III?R (SCID/NP), Inventário de Ansiedade Traço-Estado (IDATE), Inventário de Depressão de Beck (BDI), Roteiro de Entrevista, Escala de Eventos Vitais e Prontuários médicos dos bebês. Primeiramente, aplicou-se a SCID/NP para a identificação das mães com antecedentes psiquiátricos...

Desenvolvimento cognitivo e de linguagem expressiva em bebês pré-termo muito baixo peso em seus estágios iniciais; Early development of cognition and expressive language in very low birth weight infants

Bühler, Karina Elena Cadioli Bernardis
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.78%
Crianças com histórico de prematuridade e muito baixo peso apresentam alto risco para alterações do desenvolvimento cognitivo e, consequentemente, desenvolvimento de linguagem. O objetivo da presente tese é descrever o desempenho de bebês pré-termo muito baixo peso, quanto ao desenvolvimento cognitivo e de linguagem expressiva, durante o período sensório-motor e início do pré-operatório, e comparar com o desenvolvimento de bebês de termo, seguindo os pressupostos teóricos da Epistemologia Genética. Doze bebês pré-termo muito baixo peso e 20 bebês nascidos de termo foram submetidos, pela pesquisadora, a sessões de observações mensais da cognição e linguagem expressiva, de acordo com o Protocolo de Observação do Desenvolvimento Cognitivo e de Linguagem Expressiva, a partir do momento que ingressaram no Ambulatório de Seguimento de Alto Risco até os 18 meses de idade corrigida e/ou Ambulatório de Puericultura, ou creche, até os 18 meses de idade cronológica. Todas as sessões foram filmadas em videoteipe e os dados analisados segundo protocolo específico. Para melhor discussão dos dados, a pesquisa foi dividida em dois estudos. O objetivo do Estudo I foi a proposição e aplicabilidade de protocolo para observação do desenvolvimento cognitivo e de linguagem expressiva...

Detecção de risco para problemas no desenvolvimento de bebês nascidos pré-termo no primeiro ano; Identification of risk factors for developmental problems during the first year of life in preterm infants

Formiga, Cibelle Kayenne Martins Roberto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
76.74%
Diversos fatores de risco biológicos e ambientais estão envolvidos na trajetória de desenvolvimento de bebês pré-termo. O presente estudo teve por objetivos avaliar os indicadores de risco ou atraso para problemas no desenvolvimento de bebês nascidos pré-termo e baixo peso, focalizando o desenvolvimento neurocomportamental na fase neonatal, desenvolvimento pessoal-social, linguagem e motor nos oito primeiros meses de idade pós-natal; identificar o melhor modelo de predição para os indicadores de risco ou atraso na trajetória de desenvolvimento dos bebês, baseado nas variáveis biológicas e socioeconômicas; analisar a trajetória de desenvolvimento dos bebês nascidos pré-termo por meio do acompanhamento longitudinal desde o período neonatal até oito meses de idade cronológica corrigida (ICC); avaliar os parâmetros psicométricos de validade concorrente do Teste de Denver II e avaliação do desenvolvimento motor e validade preditiva do NAPI e Teste de Denver II. A amostra foi constituída por 190 bebês nascidos pré-termo com baixo peso ao nascimento, provenientes da UTIN do Hospital Materno Infantil em Goiânia (GO). Na avaliação utilizou-se os instrumentos Neurobehavioral Assessment of Preterm Infant (NAPI) na fase neonatal...

Desenvolvimento neurocomportamental em neonatos pré-termo hospitalizados relacionado com indicadores de estresse e dor; Neurobehavioral development in preterm neonates hospitalized in relation to stress and pain indicators.

Gorzilio, Daniela Moré
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.71%
O nascimento prematuro constitui-se em um fator de risco ao desenvolvimento. Por um lado a hospitalização em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) pode proteger o bebê nascido pré-termo, por outro lado este sobrevive em um ambiente adverso, em que é exposto a estímulos estressores e dolorosos inerentes aos cuidados intensivos. Os objetivos do estudo foram: a) caracterizar e comparar o desenvolvimento neurocomportamental de bebês nascidos pré-termo, diferenciados pela idade gestacional; b) examinar associações entre os eventos estressores da UTIN e o desenvolvimento neurocomportamental. A amostra foi composta por 45 recém-nascidos pré-termo (RNPT) nascidos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP, distribuídos em três grupos: G1, 10 RNPT de 23 a 28 semanas de idade gestacional (IG); G2, 10 RNPT de 29 a 32 semanas de IG; G3, 25 RNPT de 34 a 37 semanas de IG (grupo controle). Apenas os neonatos G1 e G2 foram internados na UTIN. Os neonatos foram avaliados pela Neurobehavioral Assessment of the Preterm Infant (NAPI), antes de atingir 37 semanas de idade pós-concepcional (IPC). Os neonatos G1 e G2 foram avaliados em dois momentos (aos 32 e 35 semanas de IPC) e os G3 foram avaliados apenas nesta última idade. Na avaliação dos eventos estressores da UTIN foram realizadas a observação direta dos bebês e a análise diária do prontuário dos pacientes...

Quando a vida é prematura: a interface entre o desenvolvimento afetivo e cognitivo de bebês pré-termo

Morsch, Denise Streit
Fonte: Instituto Fernandes Figueira Publicador: Instituto Fernandes Figueira
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.37%
Este trabalho acompanhou bebês pré-termo e suas famílias durante o período de sua internação em cuidados intensivos neonatais,todos nascidos entre 28 e 32 semanas gestacionais, até chegarem na idade de 24 a 36 meses de idade cronológica. Para caracterizar seu funcionamento e discutir suas aquisições cognitivas e afetivas neste período de suas vidas, utilizamos recursos como observação, entrevistas familiares, filmagem e testagem das crianças. Os resultados apontaram para necessárias intervenções nas figuras parentais já no período pré-natal e especialmente durante a internação dos bebês, para que os mesmos possam oferecer, aos seus filhos, melhores recursos de enfrentamento às diferentes solicitações que fazem parte de suas histórias.

O impacto dos estados emocionais negativos maternos na vinculação materna pós-natal em mães de bebés pré-termo

Oliveira, Andreia Sofia Fonseca de
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.54%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012; Os anexos encontram-se no CD-ROM apenso à versão em papel.; Objectivo: O objectivo principal desta investigação é verificar o impacto dos estados emocionais negativos maternos na forma como a mãe se vincula ao seu bebé enquanto este se encontra internado nas Unidades de Cuidados Neonatais. Amostra: Mães (N = 40) de bebés pré-termo internados nas enfermarias de cuidados neonatais da Maternidade Dr. Alfredo da Costa. Instrumentos: Após a obtenção do Consentimento Informado, foi pedido a cada participante que preenchesse um Questionário Sociodemográfico e Clínico, seguido da Escala de Vinculação Materna Pós-Natal (EVMPN), de uma Escala de Ansiedade, Depressão e Stress (EADS) e da Escala de Satisfação em Áreas da Vida Conjugal (EASAVIC). Hipóteses: Formularam-se três hipóteses onde se defendia que as dimensões da vinculação materna pós-natal poderiam ser explicadas pelos estados emocionais negativos das mães dos bebés pré-termo. Tratamento estatístico: Realizaram-se seis análises de regressão onde as subescalas da vinculação materna pós-natal constituíam a variável dependente e os dados sociodemográficos...

Indicadores da preocupação materna primária na gestação de mães que tiveram parto pré-termo

Esteves,Carolina Marocco; Anton,Márcia Camaratta; Piccinini,Cesar Augusto
Fonte: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Publicador: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
76.42%
Preocupação materna primária (PMP) é um conceito winnicottiano e se refere ao estado psicológico da mãe no qual sua sensibilidade em relação ao filho torna-se exacerbada. Tem início na gestação e estende-se às primeiras semanas após o parto. O objetivo deste estudo é relatar uma investigação sobre os indicadores da PMP na gestação de mães que tiveram bebês pré-termo. Participaram do estudo quatro mães com problemas clínicos na gestação, cujas idades variaram entre 22 e 28 anos, sendo todas casadas. Os bebês não apresentaram complicações clínicas sérias. Foi utilizado um delineamento de estudo de caso coletivo para o levantamento de indicadores da PMP com base em algumas categorias. A análise de conteúdo qualitativa revelou que a possibilidade do parto pré-termo parece ter intensificado a ansiedade dessas mães que estavam em processo de desenvolvimento da PMP. Porém observou-se que, com a assimilação de sua condição de saúde e da gestação, as participantes conseguiram desenvolver bons indicadores desse estado materno.

Eficácia de um programa de intervenção precoce com bebês pré-termo

Formiga,Cibelle Kayenne; Pedrazzani,Elisete Silva; Silva,Fernanda Pereira dos Santos; Lima,Carolina Daniela de
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
86.64%
O presente estudo teve por objetivo avaliar a eficácia de um programa de intervenção, com e sem treinamento das mães, no desenvolvimento de bebês pré-termo. Participaram do estudo 08 bebês pré-termo e suas mães, oriundos do Serviço de Acompanhamento e Intervenção em Bebês de Risco da cidade de São Carlos, SP. Os participantes foram divididos em dois grupos: 04 bebês participaram do grupo intervenção com orientação e treinamento das mães (grupo experimental - GE) e 04 bebês participaram do grupo intervenção sem orientação e treinamento das mães (grupo controle - GC). Os bebês foram avaliados pelo Inventário Portage, operacionalizado por um período de quatro meses, considerando as seguintes áreas: estimulação infantil, socialização, cognição, linguagem, autocuidados e desenvolvimento motor. Os dados foram submetidos à análise de regressão. Os resultados demonstraram que os bebês do GE obtiveram maior evolução dos comportamentos avaliados em relação ao GC.

Suporte informacional como elemento para orientação de pais de pré-termo: um guia para o serviço de acompanhamento do desenvolvimento no primeiro ano de vida

Martinez,CMS; Joaquim,RHVT; Oliveira,EB; Santos,IC
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia Publicador: Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.44%
INTRODUÇÃO: A literatura aponta o alto risco de distúrbios biológicos e psicossociais aos quais o bebê pré-termo está susceptível, necessitando de atenção diferenciada daquela dada ao bebê a termo. OBJETIVO: Elaborar um guia de orientação e acompanhamento do desenvolvimento no primeiro ano de vida para pais que freqüentam um serviço de acompanhamento do desenvolvimento de bebês. MÉTODO: Os critérios para inclusão dos participantes foram: ser pais de bebê pré-termo de zero a seis meses de idade corrigida que não apresentavam doença neurológica e não necessitaram de intervenção fisioterápica. O presente estudo, de caráter qualitativo, empregou, na etapa de coleta de dados, a observação direta e a entrevista, efetivadas com as mães e profissionais deste serviço de acompanhamento do desenvolvimento de bebês. A elaboração do Guia baseou-se nas análises das observações dos atendimentos no serviço, na freqüência das respostas das entrevistas com profissionais e mães sobre necessidades e dúvidas no manuseio e cuidado com o bebê e a associação com a literatura. RESULTADOS: Obteve-se um guia contendo informações sobre o desenvolvimento do bebê, distribuído nos quatro primeiros trimestres de vida...

Comportamento exploratório de bebês nascidos pré-termo em situação de brincar

Lopes,Daniela Vincci; Martinez,Francisco Eulógio; Linhares,Maria Beatriz Martins
Fonte: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá Publicador: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.56%
O presente estudo teve por objetivo avaliar o comportamento exploratório em situação de brincar de 20 bebês nascidos pré-termo com muito baixo peso, aos 10 meses de idade cronológica corrigida, em grupos diferenciados quanto ao risco para problemas de desenvolvimento. A amostra foi dividida em dois grupos, de acordo com o desempenho no Teste de Denver-II, sendo oito bebês em risco de atraso no desenvolvimento (MBPR) e 12 bebês com desenvolvimento normal (MBPN). Foi realizada a observação sistemática da latência de resposta e dos comportamentos exploratórios dos bebês diante de brinquedos padronizados. Os resultados mostraram semelhanças entre os grupos quanto ao tempo de latência de resposta para explorar os brinquedos, a direção do olhar e vocalização. No entanto, os bebês MBPN olharam significativamente mais para a observadora, sorriram mais e permaneceram mais estáveis na posição sentada do que os bebês MBPR, o que facilitou a exploração dos brinquedos.

Interação mãe-bebê pré-termo e mudança no estado de humor: comparação do Método Mãe-Canguru com visita na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal

Cruvinel,Fernando Guimarães; Macedo,Elizeu Coutinho de
Fonte: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira Publicador: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
76.42%
OBJETIVO: avaliar mudanças nos estados de humor de mães de bebês pré-termo em função do tipo de contato com o seu filho: Método Mãe-Canguru (MMC) e visita ao filho na incubadora da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. MÉTODOS: foi aplicada a Escala Analógica de Humor em 60 mães divididas em 2 grupos: mães que participam do Método Mãe-Canguru (GC) e mães que acompanharam o bebê na incubadora (GI). Os grupos foram pareados em função da idade das mães, número de gestações e tipo de parto. As mães foram avaliadas antes e depois de uma das visitas ao filho na incubadora ou sessão de MMC. RESULTADOS: as mães do GC melhoraram o humor, relatando: sentirem-se mais calmas, fortes, com idéias claras, ágeis, dinâmicas, satisfeitas, tranqüilas, perspicazes, relaxadas, atentas, competentes, alegres e amistosas. As mães do GI não apresentaram melhora no estado de humor em nenhum item, mas pioraram no item "sentindo-se desajeitada". CONCLUSÕES: o Método Mãe-Canguru mostrou-se eficaz na melhora nos estados de humor de mães de bebês pré-termo, contribuindo assim para a minimização dos efeitos negativos da internação neonatal.

Leite materno e desenvolvimento motor de crianças pré-termo: um estudo de coorte

Rodrigues de Vasconcelos Câmara, Cinthia; Manhães de Castro, Raul (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.51%
Apesar da evolução tecnológica ter proporcionado uma maior sobrevida aos lactentes de risco, as condições impostas aos mesmos aumentam o risco do aparecimento de alterações no desenvolvimento motor. O presente estudo trata-se de uma coorte observacional, realizado no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira, com 198 lactentes nascidos com idade gestacional (IG) a partir de 29 semanas e com peso ao nascer (PN) a partir de 1500 g. As crianças selecionadas realizaram avaliação do desenvolvimento motor (DM) a partir da utilização da Escala Bayley de Desenvolvimento Infantil, nos seis primeiros meses de vida. Empregou-se o teste t de Student, o teste qui-quadrado de associação de Pearson e modelos de regressão linear, com nível de significância 5%, para a análise de resultados. No artigo Interferência do leite materno no desenvolvimento motor de crianças pré-termo e baixo peso verificouse a associação entre o DM com a IG, PN e com o tempo e uso do leite materno. Mediante os resultados obtidos, conclui-se que a IG e o PN podem ser considerados como fatores preditivos para o DM, entretanto o tempo de uso de leite materno não exerce influência sobre este desenvolvimento. O segundo artigo sob o título Motor skills analysis of pre-term children in the first six months of life ...

Alimentação do recém-nascido pré-termo : métodos de transição da gavagem para o peito materno

Raposo de Aquino, Rebeca; Maria Osório de Cerqueira, Mônica (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.46%
Características da prematuridade podem causar dificuldades no estabelecimento de uma alimentação eficiente e adequada no recém-nascido pré-termo, fazendo-se necessária a utilização de métodos alternativos até que o bebê esteja apto a mamar. O presente estudo teve como objetivos: revisar os métodos mais utilizados na transição da alimentação por gavagem para o peito materno em recém-nascidos pré-termo, apresentados no primeiro capítulo; e descrever a transição da alimentação (por relactação, translactação e sonda-peito) em 432 recém-nascidos pré-termo do Alojamento Mãe Canguru do Instituto Materno Infantil Prof. Fernando Figueira - IMIP, apresentados no segundo capítulo em um artigo original. O tempo de transição foi menor no grupo de sonda-peito, o ganho de peso e o ganho de peso percentual foi maior no grupo da relactação. O percentual de intercorrências durante o período de transição, relacionadas à alimentação, foi de 1,6%. Na alta hospitalar, 90,3% dos bebês estavam em aleitamento materno exclusivo. Na literatura, há muita controvérsia em relação a qual método mais adequado. Os métodos utilizados no estudo, relactação, translactação e sonda-peito parecem ser eficientes na transição da alimentação de bebês prétermo...

A influência de funcionamento psicológico das mães de bebés pré-termo sobre a percepção que estas têm do comportamento dos seus bebés

Videira, Rute Marisa da Silva
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.8%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde, Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2014; Objectivo: Estudar a influência do funcionamento psicológico das mães de bebés pré-termo sobre a percepção que estas têm do comportamento dos seus bebés. Os aspectos do funcionamento psicológico destas mães que possivelmente têm uma influência mais significativa sobre as suas percepções são: o stress, a ansiedade e a depressão. Instrumentos: 36 mães pre-termo preencheram, Questionário Sociodemográfico e Clínico, Escala de Ansiedade, Depressão e Stress (EADS-21), Escala de Satisfação em Áreas da Vida Conjugal (EASAVIC), Escala de Satisfação com o Suporte Social (ESSS), Questionário das Características do Bebé (QCB), Questionário sobre Comportamento Alimentar do Bebé (QCAB) e Questionário sobre Padrão de Choro (QPC). Hipótese geral: O stress, a ansiedade e a depressão das mães de bebés pré-termo dão contributos significativos para a explicação da variância estatística da percepção que estas mães têm do comportamento dos seus bebés. H1: Estima-se que as variáveis independentes stress, ansiedade e depressão das mães pré-termo contribuam significativamente para a explicação da variância estatística das variáveis dependentes: percepção materna do temperamento do bebé...

Eficácia da estimulação tátil e cinestésica no aumento de peso de bebés pré-termo; uma revisão bibliográfica

Mateus, Maria Carolina Araújo
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
86.49%
Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Fisioterapia; Objetivo: atualizar e sumariar a evidência científica relatada na literatura que investigasse a eficácia da Estimulação Táctil e da Estimulação Cinestésica no aumento de peso dos bebés prétermo. Metodologia: pesquisa de estudos nas bases de dados EBSCO, PubMed e PEDro. A qualidade metodológica foi avaliada com auxílio da Escala de Pedro. Resultados: Obtiveramse 896 artigos, dos quais 6 artigos foram incluídos nesta revisão, com um total de 307 bebés pré-termo. Os recém-nascidos presentes na revisão apresentam peso ao nascimento até 2500 gr. e idade gestacional até 36 semanas. Conclusão: A evidência encontrada nesta revisão, no que respeita à Estimulação Táctil e Cinestésica, parece favorecer o aumento de peso em bebés prétermo. No entanto, salienta-se a necessidade de se realizarem mais estudos. Purpose: To update and to summarize the scientific evidence reported in the literature that investigates the effectiveness of Tactile Stimulation and Kinesthetic Stimulation in weight gain of preterm infants. Methods: research studies in EBSCO...

Comportamento exploratório de bebês nascidos pré-termo em situação de brincar; Exploratory behavior of infants born preterm in playing context; Comportamiento exploratorio de bebés nacidos pretérmino en situación de jugar

LOPES, Daniela Vincci; MARTINEZ, Francisco Eulógio; LINHARES, Maria Beatriz Martins
Fonte: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá Publicador: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.62%
O presente estudo teve por objetivo avaliar o comportamento exploratório em situação de brincar de 20 bebês nascidos pré-termo com muito baixo peso, aos 10 meses de idade cronológica corrigida, em grupos diferenciados quanto ao risco para problemas de desenvolvimento. A amostra foi dividida em dois grupos, de acordo com o desempenho no Teste de Denver-II, sendo oito bebês em risco de atraso no desenvolvimento (MBPR) e 12 bebês com desenvolvimento normal (MBPN). Foi realizada a observação sistemática da latência de resposta e dos comportamentos exploratórios dos bebês diante de brinquedos padronizados. Os resultados mostraram semelhanças entre os grupos quanto ao tempo de latência de resposta para explorar os brinquedos, a direção do olhar e vocalização. No entanto, os bebês MBPN olharam significativamente mais para a observadora, sorriram mais e permaneceram mais estáveis na posição sentada do que os bebês MBPR, o que facilitou a exploração dos brinquedos.; The exploratory behavior within a playing setting of 20 preterm newborn infants, with low weight at birth, corrected chronological age of 10 months, is evaluated. Infants were organized in groups which were differentiated according to their development risks. The sample was divided into two groups according to the infants' Denver-II Test performance...

A influência da diferença entre o bebé imaginário e o bebé real na percepção materna em mães de bebés pré-termo

Pires, Vanda Gomes
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
76.68%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde, Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2015; Objetivo: Esta investigação pretende compreender de que forma a diferença entre o bebé imaginário e o bebé real influencia a percepção das mães acerca dos comportamentos do seu bebé e a sua confiança em cuidar deste, no contexto da prematuridade. Hipóteses: Com base na revisão de literatura e de acordo com os objectivos, foram definidas duas hipóteses gerais. HG1: Nas mães de bebés pré-termo (32-36 semanas), a diferença entre o bebé imaginário e o bebé real ajuda a explicar a variância estatística da percepção materna acerca do comportamento do bebé. HG2: Nas mães de bebés pré-termo (32-36 semanas), a diferença entre o bebé imaginário e o bebé real ajuda a explicar a variância estatística da percepção materna acerca da sua confiança em cuidar do bebé. Com base nestas hipóteses, foram formuladas dez hipóteses específicas. Procedimento: De forma a analisar as hipóteses da investigação, foram aplicadas a 24 mães de bebés pré-termo, cujos bebés estivessem internados nos cuidados intermédios da Maternidade Dr. Alfredo da Costa...

Eficácia de um programa de intervenção precoce com bebês pré-termo; Effectiveness of the early intervention program with preterm infants

Formiga, Cibelle Kayenne; Pedrazzani, Elisete Silva; Silva, Fernanda Pereira dos Santos; Lima, Carolina Daniela de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2004 POR
Relevância na Pesquisa
86.64%
O presente estudo teve por objetivo avaliar a eficácia de um programa de intervenção, com e sem treinamento das mães, no desenvolvimento de bebês pré-termo. Participaram do estudo 08 bebês pré-termo e suas mães, oriundos do Serviço de Acompanhamento e Intervenção em Bebês de Risco da cidade de São Carlos, SP. Os participantes foram divididos em dois grupos: 04 bebês participaram do grupo intervenção com orientação e treinamento das mães (grupo experimental - GE) e 04 bebês participaram do grupo intervenção sem orientação e treinamento das mães (grupo controle - GC). Os bebês foram avaliados pelo Inventário Portage, operacionalizado por um período de quatro meses, considerando as seguintes áreas: estimulação infantil, socialização, cognição, linguagem, autocuidados e desenvolvimento motor. Os dados foram submetidos à análise de regressão. Os resultados demonstraram que os bebês do GE obtiveram maior evolução dos comportamentos avaliados em relação ao GC.; The aim of this study was to assess the effectiveness of an intervention program with and without the mothers' training in the development of preterm infants. The participants were 08 preterm infants and their mothers who have been participating in the Intervention and Follow-up Service of Risk Infant in the city of São Carlos...

A AMAMENTAÇÃO DE BEBÊS PRÉ-TERMO: UM CAMINHO POSSÍVEL PARA A CONSTRUÇÃO DA COMUNICAÇÃO; THE PRETERM BABY’S BREAST-FEEDING: A POSSIBLE PATHWAY FOR THE COMMUNICATION CONSTRUCTION

Delgado, Susana E.; Zorzetto, Marileuza
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 19/06/2003 POR
Relevância na Pesquisa
96.44%
O objetivo do presente trabalho foi verificar o conhecimento que as mães de filhos prétermo têm à respeito do aleitamento materno e da importância deste como forma de comunicação,descrevendo os sinais de vínculo e comportamentos comunicativos da díade mãe-bebê durante amamentação. Foram realizadas entrevistas com as mães e observação da amamentação. A amostra foi composta de 15 mães, com idades entre 20 – 25 anos, e seus bebês pré-termo, internados na UTINeonatal. Os resultados quanto ao conhecimento das mães em relação ao aleitamento mostraram que a maioria tinha informações adequadas sobre o mesmo, sendo que as formas de comunicação mais observadas foram a expressão facial, o contato visual e o contato físico. Concluiu-se que a maioria das díades, apesar das dificuldades iniciais, consegue, por meio da amamentação, desencadear a experiência da comunicação e da vinculação mãe-bebê.; The objective of the present work was to verify the knowledge that mothers of preterm babies have about maternal breast-feeding and the importance of this as a form of communication,describing the bond signs and the communicative behaviors of the mother-baby dyad during breastfeeding. Data were collected by means of interviews carried out with the mothers and one observation of breast-feeding. The sample was composed of 15 mothers...