Página 1 dos resultados de 56 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Exemplos da azulejaria dos séculos XVI e XVII, em Coimbra

Gomes, Jim Robert Puga
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
27.33%
Dissertação de mestrado em História da Arte, Património e Turismo Cultural (Azulejaria) apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

Azulejaria dos séculos XVII e XVIII na arquitectura dos Colégios das Ordens Religiosas em Coimbra

Santos, Diana Teresa Fanha da Graça Gonçalves dos
Fonte: Porto : [Edição de Autor] Publicador: Porto : [Edição de Autor]
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
27.66%
A abordagem contida nesta dissertação pretende, essencialmente, chegar ao conhecimento uma tipologia específica do campo da arquitectura construída pelas ordens religiosas, por intermédio da análise do conjunto que lhes está associado, o qual conta conta a história de uma hierarquização dos espaços, suas vivências e suas funções, tendo em conta os códigos imagéticos representados nesses suportes, as suas formas e os seus significados. A juntar a este objectivo primaz, há ainda que considerar a sua valência no referente ao tratamentode um tipo muito específico de cerâmica de revestimento que apresenta características particulares num círculo geográfico bem definido, e para o qual faltam estudos que desenvolvam a sistematização das suas particularidades técnicas, formais e iconográficas. Estruturando em três partes principais, a dissertação que apresentamos procurou, em todos os momentos, construir-se sobre fundamentos sólidos apoiados em fontes primárias, impressas e gráficas que permitiram a formulação de ideias concretas acerca do conhecimento da arquitectura dos colégios das ordens religiosas em Coimbra, e dos revestimentos cerâmicos que lhe estão associados, datados dos dois séculos áureos da produção azulejar portuguesa...

Fachadas azulejadas na margem do Sul do Tejo - Barreiro: 1850-1925

Pires, Isabel Augusta dos
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
18.11%
Tese de mestrado, Arte, Património e Teoria do Restauro, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2013; A presente dissertação tem como principal objectivo estudar o fenómeno da azulejaria e da ornamentação cerâmica nas fachadas do concelho do Barreiro, entre cerca de 1850 e cerca de 1925. A primeira parte, de contextualização teórica, procura estabelecer uma analogia entre a azulejaria de padrão do século XVII e azulejaria de fachada de meados do século XIX até inícios do século XX, sem descurar os elementos cerâmicos complementares que integram o azulejo na arquitectura, sendo os mais habitualmente utilizados, os frisos, as cercaduras e barras, bem como outro tipo de ornatos cerâmicos que rematam e coroam empenas e platibandas, tais como estátuas alegóricas, vasos, urnas, pinhas ou globos. A segunda parte incide sobre o núcleo urbano do Barreiro, exaustivamente inventariado, através da recolha de dados e registo fotográfico de todas as fachadas com elementos cerâmicos correspondentes ao período em causa. Desta tarefa, resultaram as fichas de inventário que constituíram a base de trabalho para o estudo realizado. Foi efectuado o enquadramento teórico, em relação ao contexto da época...

Fachadas azulejadas na margem sul do Tejo - Barreiro (1850-1925)

Pires, Isabel Agusta dos Santos
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
18.11%
Tese de mestrado, Arte, Património e Teoria do Restauro, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2013; azulejaria e da ornamentação cerâmica nas fachadas do concelho do Barreiro, entre cerca de 1850 e cerca de 1925. A primeira parte, de contextualização teórica, procura estabelecer uma analogia entre a azulejaria de padrão do século XVII e azulejaria de fachada de meados do século XIX até inícios do século XX, sem descurar os elementos cerâmicos complementares que integram o azulejo na arquitectura, sendo os mais habitualmente utilizados, os frisos, as cercaduras e barras, bem como outro tipo de ornatos cerâmicos que rematam e coroam empenas e platibandas, tais como estátuas alegóricas, vasos, urnas, pinhas ou globos. A segunda parte incide sobre o núcleo urbano do Barreiro, exaustivamente inventariado, através da recolha de dados e registo fotográfico de todas as fachadas com elementos cerâmicos correspondentes ao período em causa. Desta tarefa, resultaram as fichas de inventário que constituíram a base de trabalho para o estudo realizado. Foi efectuado o enquadramento teórico, em relação ao contexto da época, a análise das tipologias arquitectónicas e sua localização na malha urbana. Evidenciaram-se padrões e técnicas decorativas...

Azulejaria rococó Regresso à cor no Museu Nacional do Azulejo

Silva, Graça Maria Marques da
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
27.33%
O presente relatório de estágio descreve o trabalho desenvolvido por Graça Maria Marques da Silva no Museu Nacional do Azulejo, no período entre Setembro de 2013 até Setembro de 2014. O objetivo deste projeto de estágio foi o de organizar, estudar e inventariar um conjunto indeterminado de painéis de azulejos que se inserem na estética denominada “regresso à cor”, manufaturado nas olarias de Lisboa em meados do século XVIII e que se inserem no vasto projeto de inventário das coleções desta instituição, denominado “Devolver ao Olhar”. O relatório divide-se em quatro capítulos. Na primeira parte desenvolve-se o enquadramento histórico da instituição, a sua origem como Convento da Madre de Deus, até à consagração do Museu Nacional do Azulejo. Aqui se identificam espaços e o espólio do Museu, fazendo uma breve referência às reservas museológicas e à sua importância. No segundo capitulo o discurso remete para uma breve reflexão acerca do tema da azulejaria e das oficinas do século XVIII, contemplando a sua produção, com destaque para aquela que se insere no estilo Rocaille, das fontes de inspiração às gramáticas decorativas utilizadas. O capitulo terceiro reporta a todas as atividades práticas desenvolvidas no período de estágio...

O percurso de São João de Deus - do valor da assistência à expressão da Azulejaria

Pina, Madalena Esperança; Pina, José António Rebocho
Fonte: Galeria Municipal de Montemor-o-Novo Publicador: Galeria Municipal de Montemor-o-Novo
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
27.33%
No percurso da história da assistência em Portugal a figura de São João de Deus assume um papel ímpar.

Presença da Azulejaria em edifícios da Marinha Portuguesa - Lisboa e Cascais

Pina, Madalena Esperança
Fonte: Comissão Portuguesa de História Militar Publicador: Comissão Portuguesa de História Militar
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /11/2005 POR
Relevância na Pesquisa
27.33%
Actas : XV Colóquio de História Militar - Portugal militar nos séculos XVII e XVIII até às vésperas das invasões francesas - 2005 - p.535-540

Reresentações de S. João de Deus na Azulejaria da grande Liboa

Pina, Madalena Esperança
Fonte: Comissão Portuguesa de História Militar Publicador: Comissão Portuguesa de História Militar
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /11/2006 POR
Relevância na Pesquisa
27.33%
Actas XVI Colóquio de História Militar : O serviço de saúde militar nas comemorações do IV centenário dos Irmãos Hospitaleiros de S. João de Deus em Portugal; vol. I - 2006 - p.489-494

Estudo da camada pictórica na azulejaria portuguesa do século XVII

Coentro, Susana
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
27.66%
Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para a obtenção do grau de Mestre em Conservação e Restauro Área de especialização: Cerâmica e Vidro; Estudou-se um conjunto de fragmentos de azulejos datados do século XVII, de produção portuguesa,cedido pelo Museu Nacional do Azulejo. O objectivo foi caracterizar morfológica e quimicamente a camada pictórica da azulejaria portuguesa do século XVII. O estudo utilizou uma abordagem multi-analítica, incluindo a espectrometria de fluorescência de raios X dispersiva de energias (μ-EDXRF), espectroscopia de Raman, o microscópio electrónico de varrimento com microanálise de raios X (SEM-EDS), e técnicas de observação incluindo o SEM e microscopia óptica. A azulejaria portuguesa do século XVII caracteriza-se por uma paleta cromática relativamente rica, que engloba o azul, amarelo, laranja, verde, púrpura, um tom púrpura acastanhado e ainda outro castanho muito escuro utilizado em contornos. As cores integram um fundo branco – o vidrado estanífero característico da majólica. Confirmou-se que o azul se deve ao óxido de cobalto, o púrpura ao óxido de manganês e um dos verdes, de aparência transparente, ao óxido de cobre. Os resultados indicam que o amarelo será uma variante do pigmento amarelo de Nápoles (antimoniato de chumbo)...

Traços da medicina na azulejaria de Lisboa

Pina, Madalena Esperança
Fonte: Faculdade de Ciências Médicas. Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Médicas. Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
38.29%
RESUMO: A presente abordagem procura estabelecer uma relação entre a Medicina e a Azulejaria. Um conjunto de composições produzidas entre o século XVII e a década de 90 do século XX, localizado na área de Lisboa e seus arredores, organiza-se em torno de oito vectores que ilustram a presença de alusões à Medicina na Azulejaria da referida área. São estes, aspectos relacionados com a higiene, marcos da história da assistência, ciclos temáticos relacionados com os quatro elementos primordiais e com os cinco sentidos, representações ligadas à ideia de morte, episódios bíblicos, referências hagiográficas e elementos ligados à acção médica, como objectos, patologias, instituições ou acontecimentos, associados à Medicina, que atestam esta relação entre Arte e Ciência, de forma geral, e entre a Azulejaria e a Medicina, de forma particular. À análise destes vectores, antecede uma resenha histórica relativa à ligação entre Arte e Ciência e um apontamento histórico acerca da história da Azulejaria. Pretende-se demonstrar esta conexão interdisciplinar e reforçar a importância da vertente humanista da Medicina, na sua história, na sua aprendizagem e na sua prática.-------------------------------------ABSTRACT: The present approach aims at establishing a relation between Medicine and Tile Art. A group of compositions produced between the 17th century and the 1990s...

Proposta de tratamento documental do arquivo da brigada de estudos de azulejaria da Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian

Matos, Selma de Lemos Motta
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.66%
Relatório de Estágio apresentado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciências da Informação e da Documentação - Área de Especialização em Biblioteconomia; O presente relatório apresenta a actividade desenvolvida na Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian no âmbito do Mestrado em Ciências da Informação da UNL. Parte da caracterização da Biblioteca de Arte e da análise da documentação da Brigada de Estudos de Azulejaria, dirigida por João Miguel dos Santos Simões, para a elaboração de propostas para o tratamento bibliográfico. Após a pesquisa, a análise da documentação, a revisão de literatura, a síntese da tipologia documental e o resultado das entrevistas, verificou-se que a documentação em questão se caracteriza como documentação de arquivo. Nesse sentido, buscámos conceitos básicos tanto da área da Arquivística quanto da Biblioteconomia. Recomendou-se que apenas algumas colecções fossem tratadas e disponibilizadas na BA e os demais documentos enviados para o Arquivo da Instituição para formarem séries arquivísticas como prova das actividades da Brigada e sublinhou-se a necessidade de cooperação entre a Biblioteca e o Arquivo para a decisão de tratamento documental mais adequado à documentação nas suas especificidades. Para as colecções que devem permanecer na BA...

O motivo musical na azulejaria portuguesa da primeira metade do século XVIII

Rocha, Luzia Aurora Valeiro de Sousa
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em /06/2012 OTHER
Relevância na Pesquisa
27.66%
Tese de Doutoramento em Ciências Musicais Históricas; A presente dissertação estuda o Motivo Musical na azulejaria portuguesa da primeira metade do século XVIII. É composta por três componentes: uma Base de Dados (onde os painéis recolhidos são catalogados), um álbum (onde é feita uma classificação temática, de acordo com o sistema Iconclass) e o texto da dissertação. Considerando o número relevante de cenas com música encontradas na azulejaria portuguesa pretende-se responder à seguinte questão: estas cenas musicais correspondem a práticas reais ou são cópias de fontes artísticas? Ao longo dos capítulos comprova-se a validade de ambas as hipóteses.

A colecção fotográfica "Inventário da Azulejaria Portuguesa" de João Miguel Santos Simões (1960-1968): objecto artístico, documento e memória

Câmara,Maria Alexandra Trindade Gago da
Fonte: Pós-Graduação em História, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais. Publicador: Pós-Graduação em História, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
38.18%
O "Inventário da Azulejaria Portuguesa" é um conjunto de espécies fotográficas coladas em cartão. Composta por 5028 documentos fotográficos ( a p& b e a cores), esta colecção faz parte de um projecto mais abrangente e ambicioso proposto pelo estudioso da Azulejaria Portuguesa João Miguel Santos Simões (1907-1972) à Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa no ano de 1958, de que resultaram a criação da Brigada de Estudos da Azulejaria e o Corpus da Azulejaria Portuguesa que a Fundação Calouste Gulbenkian editou entre 1963 e 1970. Cobrindo um vastíssimo território geográfico continental e atlântico, este espólio fotográfico - desde 2005 digitalizado e disponível online a partir da pesquisa do catálogo da Biblioteca de Arte da FGC - reverte-se de um importante interesse como documento histórico no estudo e levantamento do Património em Azulejo ainda existente e parte desaparecido. O propósito deste texto é apresentar e validar a importância enquanto memória documental desta mesma colecção, no âmbito de uma estrutura de organização mais vasta, como foi o rastreio sistemático e a recolha de elementos informativos e actualizados no tempo sobre a azulejaria portuguesa.

OS AZULEJOS DE PORTINARI COMO ELEMENTOS VISUAIS DA ARQUITETURA MODERNISTA BRASILEIRA

PINTO JÚNIOR, Rafael Alves
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Cultura Visual; Processos e Sistemas Visuais, Educação e Visualidade Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Cultura Visual; Processos e Sistemas Visuais, Educação e Visualidade
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
28.39%
Turning the glance back to the Brazilian Architecture production carried out between the 1930s- 40s means to have the opportunity of seeing a kind of atemporal conception, which once re-visited, may allow the reflection and production of a self Architecture, strong enough to absorb the external influences without being dominated by them. In this piece of work, the object of study is the resource of Azulejaria , used as a resource for visual composition of environments, legitimating the discourse of that Architecture. It is not expected to analyze the whole production of 1930s-40s above mentioned, but finding throughout the most important buildings where Azulejaria was used, the aesthetic values proposed by that kind of Architecture. For that, it is made use of the convergences among Portinari, Costa and Niemeyer work. Starting from the understanding of the ambience concept concerned about Brazilian Modernism, methodologically, it is tried to relate the concepts, so that it becomes possible to comprehend the relation among the spaciousness, pictorial or architectonical. Azulejaria, as a resource of visual legit, allows understanding not only the spatiality seen from the light of an interdisciplinary approach, but also clarify the consequences of this procedure in the subsequent Architecture...

A azulejaria barroca nos conventos da Ordem do Carmo e da Ordem dos Carmelitas Descalços em Portugal

Carrusca, Susana Andreia do Carmo
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
27.87%
A dissertação de doutoramento tem por objetivo principal dar a conhecer, nas sua componentes artística, iconográfica, iconológica e doutrinária, a azulejaria realizada nos séculos XVII e XVIII para os conventos masculinos e femininos da Ordem do Carmo e da ordem dos Carmelitas Descalços, no espaço português europeu, o que permitirá preencher uma profunda lacuna da historiografia artística portuguesa quanto à azulejaria barroca das Ordens religiosas, em particular, e da arte portuguesa da Contra-Reforma, em geral. Com base num levantamento exaustivo das representaçõescerâmicas remanescentes e nos instrumentoa metodológicos da pesquisa da História da Arte pretende-se realizar uma investigação analítico-descritiva contextualizada da azulejaria carmelita do portugal barroco. A investigação, que incide na arte do azulejo, mas que possibilita a elaboração de uma rota da arte carmelita lusitana, congrega três áreas científicas. História da Arte (análise artística, iconográfica e iconológica), História da Espiritualidade (relação entre realidade espiritual e artística no Carmelo) e História da Cultura e da Imagética ( relação globalizante da imagem em espaços e realidade de comunicação distintas). THE BAROQUE TILES IN CONVENT OF THE CARMELITE ORDER AND THE ORDER OF THE DISCALCED CARMELITES IN PORTUGAL; Abstract: This Doctoral dissertation main aim is to make known...

Projeto DigiTile – Biblioteca Digital de Azulejaria e Cerâmica

Resende, Jorge; Fundação Calouste Gulbenkian - Biblioteca de Arte; Pinto, Eunice Silva; Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian; Leitão, Paulo; Fundação Calouste Gulbenkian - Biblioteca de Arte
Fonte: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas Publicador: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; article Formato: application/pdf
Publicado em 18/10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
38.01%
O presente texto tem como objetivo apresentar o Projeto Biblioteca DigiTile – Azulejaria e Cerâmica on Line, financiado pela FCT (PTDC/EAT-EAT/1173154/2010). Apresentam-se primeiramente os seus objetivos gerais, traduzidos na investigação, publicação e disseminação de estudos sobre azulejaria e cerâmica (tendo como ponto de partida escritos inéditos de João Manuel dos Santos Simões) e na produção de uma biblioteca digital online, mediante a colaboração de investigadores em História da arte e bibliotecários. Depois de sumariar a biografia deste investigador, o qual teve um papel marcante na história do estudo sobre azulejaria, o texto apresenta as coleções existentes na Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian no âmbito da área do projeto. Descrevem-se seguidamente os princípios e práticas de processamento aplicado a coleções especiais na Biblioteca de Arte e que serão utilizadas no DigiTile, assim como a forma de integração e disponibilização dos conteúdos mediante recurso a um sistema específico para a construção de bibliotecas digitais (CONTENTdm), utilizado quer para conteúdos a digitalizar quer para os nascidos digitais. Conclui-se sintetizando as facetas mais marcantes e inovadoras do Projeto: a sua vertente transdisciplinar e o seu carater dinâmico...

Maria Keil, uma operária das artes (1914-2012). Arte Portuguesa do século XX

Mantas, Helena Alexandra Jorge Soares
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
18.01%
Estudar a vida e a obra de Maria Keil é analisar a História e a Arte Portuguesas desde a década de 1930, quando a autora começou a sua actividade, até 2012, ano em que faleceu. Tendo desenvolvido obra em diversas áreas artísticas, destacando-se as artes gráficas, publicidade, ilustração, azulejaria, desenho e pintura, Maria Keil definia-se como uma “operária das artes”. O corpo de trabalho que nos legou é vasto e diversificado, pleno de beleza, sensibilidade e humanismo, qualidades que caracterizavam a personalidade e o traço da artista. Nascida em Silves em Agosto de 1914, com o início da I Guerra Mundial, Maria da Silva Pires deixou a terra Natal aos quinze anos de idade por vontade da família aconselhada por Samora Barros, seu professor na Escola Industrial, e partiu para Lisboa para frequentar a Escola de Belas-Artes. Após a conclusão do curso geral, de três anos, frequentou o primeiro ano do curso de pintura com o pintor Veloso Salgado. Entretanto, conheceu na Escola Francisco Keil do Amaral, na altura aluno de arquitectura, com quem viria a casar em 1933. O casamento com Keil do Amaral e a aproximação a um círculo de amizades que incluía alguns dos mais notáveis intelectuais e artistas da época, fê-la perceber que “na Escola não se aprendia nada”. Na rua...

A herança simbólica na azulejaria barroca: os painéis do claustro da Igreja de São Francisco da Bahia

Fonte: Editora Mackenzie Publicador: Editora Mackenzie
Tipo: Livro
Publicado em //2012 PT
Relevância na Pesquisa
27.33%
De forma surpreendente e inédita, esta obra analisa os 37 painéis de azulejos do claustro da Igreja de São Francisco da Bahia, e, assim, preenche a lacuna existente na vasta bibliografia a respeito da azulejaria portuguesa no Brasil. Os enigmáticos painéis com temas mitológicos e herméticos seduzem pela plasticidade barroca e pelos segredos neles contidos – que agora são revelados. O leitor é conduzido por meio dos mistérios da criação das cenas “traduzidas” por Otto van Veen. O método iconográfico de Erwin Panofsky auxilia na interpretação desse presente de D. João V aos franciscanos baianos. O ocultamento da verdade aguça o esclarecimento daquele período interpolado pelos poderes da Igreja, do Estado e dos filósofos na busca de conjugação entre paganismo, cristianismo e hermetismo.

Ornamentação modernista: a azulejaria de portinari na igreja da Pampulha; Ornamentación modernista: la azulejería de portinari en la iglesia de la Pampulha; Modern ornaments: portinary's tiles in Pampulha church

Pinto Junior, Rafael Alves
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2008 POR
Relevância na Pesquisa
38.18%
Retroceder la mirada a la producción de la arquitectura brasileña del período entre 1930 y 1940 significa tener la oportunidad de rever un tipo de concepción atemporal, lo que puede permitir la reflexión y producción de una arquitectura propia, tan fuerte como para absorber las influencias externas sin dejarse dominar por ellas. En este trabajo, el objeto de estudio es la azulejería, utilizada como un recurso para la composición visual de ambientes al mismo tiempo que legitima el discurso de esa arquitectura. No se trata de un análisis de toda la producción del período, sino de encontrar, en los principales edificios dónde se usó la azulejeria, los valores estéticos propuestos por esa arquitectura. Para eso, se vale de la convergencia entre las obras de Portinari y Niemeyer. A partir de la comprensión del concepto de ambiencia propuesto por el modernismo brasileño, se busca relacionar metodológicamente esos valores, para comprender la relación entre tales espacios, sean pictóricos o arquitectónicos. Considerada como un recurso que legitima el discurso inicial de la arquitectura modernista brasileña, la azulejería ha tenido grandes consecuencias en el desarrollo de la arquitectura después de la inauguración de la Iglesia de la Pampulha al final de la década de 1940 y produjo una mirada hacia Brasil...

Da azulejaria tradicional aos murais de Marian Rabello

Celante, Ciliani; Gonçalvez, Marcela Belo
Fonte: Proex-UFES Publicador: Proex-UFES
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.66%
A proposta abordada pretende contribuir para o avanço das discussões sobre questões que envolvem as temáticas de análise sobre a problemática da técnica e linguagem na contemporaneidade. Temos como ponto de partida as obras da muralista capixaba Marian Rabello, a qual lançando mão da técnica da azulejaria pelo meio manual de produção, exatamente como ainda é praticado em alguns ateliês em Portugal. O conjunto de seu trabalho está em expressa sintonia gestual com a produção artística no Espírito Santo, especificamente nas décadas de 1960 a 1980, época de sua maior produtividade, pontuando as formas e tendências de expressão pictórica dos artistas aqui atuantes neste período.