Página 1 dos resultados de 2978 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Effect of auditory training on the middle latency response in children with (central) auditory processing disorder

SCHOCHAT, E.; MUSIEK, F.E.; ALONSO, R.; OGATA, J.
Fonte: Associação Brasileira de Divulgação Científica Publicador: Associação Brasileira de Divulgação Científica
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
66.45%
The purpose of this study was to determine the middle latency response (MLR) characteristics (latency and amplitude) in children with (central) auditory processing disorder [(C)APD], categorized as such by their performance on the central auditory test battery, and the effects of these characteristics after auditory training. Thirty children with (C)APD, 8 to 14 years of age, were tested using the MLR-evoked potential. This group was then enrolled in an 8-week auditory training program and then retested at the completion of the program. A control group of 22 children without (C)APD, composed of relatives and acquaintances of those involved in the research, underwent the same testing at equal time intervals, but were not enrolled in the auditory training program. Before auditory training, MLR results for the (C)APD group exhibited lower C3-A1 and C3-A2 wave amplitudes in comparison to the control group [C3-A1, 0.84 µV (mean), 0.39 (SD - standard deviation) for the (C)APD group and 1.18 µV (mean), 0.65 (SD) for the control group; C3-A2, 0.69 µV (mean), 0.31 (SD) for the (C)APD group and 1.00 µV (mean), 0.46 (SD) for the control group]. After training, the MLR C3-A1 [1.59 µV (mean), 0.82 (SD)] and C3-A2 [1.24 µV (mean), 0.73 (SD)] wave amplitudes of the (C)APD group significantly increased...

Transtorno do processamento auditivo (central) em indivíduos com e sem dislexia; (Central) auditory processing disorders in individuals with and without dyslexia

SIMÕES, Mariana Buncana; SCHOCHAT, Eliane
Fonte: Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda. Publicador: Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda.
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.49%
TEMA: comparação do transtorno do processamento auditivo (central) em indivíduos com e sem dislexia. OBJETIVO: comparar o transtorno do processamento auditivo (central) em crianças brasileiras com e sem dislexia, por meio dos testes fala com ruído, dicótico de dígitos e padrão de freqüência. MÉTODO: foram avaliadas 40 crianças de 7:0 a 12:11 anos, sendo 20 pertencentes ao grupo com dislexia e 20 pertencentes ao grupo TPA(C). Os testes aplicados envolveram habilidades de fechamento auditivo, figura-fundo para sons lingüísticos e ordenação temporal. RESULTADOS: os indivíduos do grupo TPA (C) apresentaram maior probabilidade de alteração nos testes de fala com ruído e dicótico de dígitos do que os pertencentes ao grupo dislexia. CONCLUSÃO: os sujeitos do grupo dislexia apresentam padrões diferentes de transtorno de processamento auditivo (central), com alteração maior em testes que avaliam o processamento temporal do que em testes que avaliam outras habilidades auditivas.; BACKGROUND: comparison of (central) auditory processing disorders in children with and without dyslexia. AIM: to compare the (central) auditory processing disorders in Brazilian children with and without dyslexia using speech in noise, dichotic digits and pattern of frequency tests. METHOD: forty-five children with ages ranging between 7:0 and 12:11 years were assessed; twenty children composed the dyslexic group and twenty composed the (Central) auditory processing disorder group. The tests used involved closing aural...

Brainstem evoked auditory potentials with speech stimulus in the auditory processing disorder; Potenciais evocados auditivos de tronco encefálico com estímulo de fala no transtorno do processamento auditivo

FILIPPINI, Renata; SCHOCHAT, Eliane
Fonte: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial Publicador: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
56.49%
Although the clinical use of click stimuli to assess auditory function at the brainstem is already established, and numerous research projects use such stimuli to study human hearing, little is known about the auditory processing of a complex stimulus like speech. AIM: This study aimed at validating the speech stimulus as an effective method to evaluate speech auditory processing, to help us better understand its disorders. MATERIALS AND METHODS:This prospective clinical study tested 20 subjects with Auditory Processing Disorders (APD) and 20 subjects with normal development (ND - control group) using the Brainstem Auditory Evoked Potentials with clicks and speech stimuli. The latter is based on first 40ms of the spoken syllable /da/. RESULTS: No differences were observed between the groups regarding the click stimulus. However, with the speech stimulus the APD group presented latency delay and lower amplitudes when compared to the ND group. CONCLUSION: Speech stimulus proved to be more sensitive for the evaluation of Auditory Processing Disorders, showing possible alterations in synchronicity and speech processing neural input speed, especially as to the linguistic information of the latter.; Embora o uso clínico do estímulo clique na avaliação da função auditiva no tronco encefálico já esteja bastante difundido e uma variedade de pesquisas use tal estímulo no estudo da audição humana...

Auditory processing in children and adolescents in situations of risk and vulnerability; Processamento auditivo em crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade

Murphy, Cristina Ferraz Borges; Pontes, Fernanda; Stivanin, Luciene; Picoli, Erica; Schochat, Eliane
Fonte: Associação Paulista de Medicina - APM Publicador: Associação Paulista de Medicina - APM
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
56.49%
CONTEXT AND OBJECTIVE: Children and adolescents who live in situations of social vulnerability present a series of health problems. Nonetheless, affirmations that sensory and cognitive abnormalities are present are a matter of controversy. The aim of this study was to investigate aspects to auditory processing, through applying the brainstem auditory evoked potential (BAEP) and behavioral auditory processing tests to children living on the streets, and comparison with a control group. DESIGN AND SETTING: Cross-sectional study in the Laboratory of Auditory Processing, School of Medicine, Universidade de São Paulo. METHODS: The auditory processing tests were applied to a group of 27 individuals, subdivided into 11 children (7 to 10 years old) and 16 adolescents (11 to 16 years old), of both sexes, in situations of social vulnerability, compared with an age-matched control group of 10 children and 11 adolescents without complaints. The BAEP test was also applied to investigate the integrity of the auditory pathway. RESULTS: For both children and adolescents, there were significant differences between the study and control groups in most of the tests applied, with significantly worse performance in the study group, except in the pediatric speech intelligibility test. Only one child had an abnormal result in the BAEP test. CONCLUSIONS: The results showed that the study group (children and adolescents) presented poor performance in the behavioral auditory processing tests...

Complexo N1-P2-N2 em indivíduos com transtorno de processamento auditivo submetidos ao treinamento auditivo; N1-P2-N2 complex in indivíduals with auditory processing disorder submitted to auditory training

Eisencraft, Tatiane
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
56.55%
INTRODUÇÃO: O uso de testes eletrofisiológicos associados a avaliação comportamental, vem se tornando uma prática clínica cada vez mais freqüente no campo da audiologia, possibilitando um diagnóstico e monitoramento do Transtorno de Processamento Auditivo mais preciso. OBJETIVOS: O objetivo geral deste estudo foi verificar as características (latência e amplitude) do complexo N1-P2-N2 em crianças com Transtorno de Processamento Auditivo, além de verificar a evolução dessas características após o Treinamento Auditivo. MÉTODOS: Foram selecionados 30 indivíduos com Transtorno de Processamento Auditivo e 22 indivíduos sem Transtorno de Processamento Auditivo, com idades entre oito e 16 anos que constituíram respectivamente o Grupo Estudo (GE) e o Grupo Controle (GC). Todos os indivíduos do nosso estudo passaram por uma avaliação inicial do Processamento Auditivo e do Potencial Eletrofisiológico de Longa Latência o complexo N1-P2-N2 (1ª avaliação). O GE foi submetido a um programa de treinamento auditivo em cabina acústica durante oito sessões e posteriormente reavaliado tanto por testes comportamentais quanto pelo teste eletrofisiológico (2ª avaliação). O GC, como não foi submetido a um programa de treinamento auditivo...

P300 em indivíduos com transtorno de processamento auditivo (central) submetidos a treinamento auditivo; P300 in individuals with (central) auditory processing disorder submitted to auditory training

Alonso, Renata
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.56%
INTRODUÇÃO: Os Potenciais Evocados Auditivos, associados à avaliação comportamental, podem ser uma ferramenta útil no diagnóstico e no monitoramento das mudanças ocorridas no Sistema Nervoso Auditivo Central em indivíduos com Transtorno de Processamento Auditivo (Central) submetidos a Treinamento Auditivo. OBJETIVOS: Os objetivos deste estudo foram caracterizar o P300 em crianças com Transtorno de Processamento Auditivo (Central) e verificar a evolução dos achados deste potencial frente ao Treinamento Auditivo. MÉTODOS: Participaram do estudo 29 indivíduos com Transtorno de Processamento Auditivo (Central) (Grupo Estudo) e 29 indivíduos sem Transtorno de Processamento Auditivo (Central) (Grupo Controle) com idades entre oito e 16 anos. Todos os indivíduos foram submetidos à avaliação inicial do processamento auditivo (central) e a uma primeira gravação do P300. O Grupo Estudo foi submetido a um programa de Treinamento Auditivo em cabina acústica durante oito sessões e, um mês após o término deste período, foi realizada nova avaliação do processamento auditivo (central) e nova gravação do P300. O Grupo Controle foi submetido a uma nova avaliação do P300 após três meses da avaliação inicial. RESULTADOS: Para os testes comportamentais...

Processamento auditivo (central) em crianças com  dislexia: avaliação comportamental e eletrofisiológica; Auditory Processing in children with dyslexia: behavioral and electrophysiological assessment

Oliveira, Juliana Casseb
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.51%
Introdução: Existem muitas controvérsias sobre a dislexia. Uma delas é justamente saber se a dificuldade está no processamento auditivo de forma geral ou especificamente para a percepção de diferenças temporais de sons de fala e se a dificuldade é específica para mudanças rápidas temporais ou abrangem uma gama mais ampla de processamento auditivo. Objetivos: Os objetivos desse estudo foram comparar o desempenho de crianças com dislexia (Grupo Estudo) e com desenvolvimento típico (Grupo Controle) em testes comportamentais de Processamento Auditivo (Central) e comparar o desempenho do Grupo Estudo e do Grupo Controle em teste de Potenciais Evocados Auditivos de Longa Latência. Métodos: Participaram desse estudo 22 indivíduos disléxicos e 16 sem queixas ou alterações de leitura e escrita. Todos os indivíduos foram submetidos à avaliação de Processamento Auditivo (Central) comportamental e eletrofisiológica. Resultados: Para os testes comportamentais, houve diferença estatisticamente significante para o Teste Padrão de Frequência, e verificamos diferença estatisticamente significante somente para a Orelha Esquerda entre os resultados dos grupos Estudo e Controle para o Teste Dicótico de Dígitos, sendo que o Grupo Estudo apresentou um pior desempenho. Para os Potenciais Evocados Auditivos de Longa Latência encontramos diferença para os valores de Latência de N2 entre os grupos Estudo e Controle...

Avaliação eletrofisiológica e comportamental do processamento auditivo (central) e treinamento auditivo em indivíduos idosos; Electrophysiological and behavioral assessment of (central) auditory processing in elderly individuals

Alonso, Renata
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.58%
INTRODUÇÃO: O idoso freqüentemente apresenta alterações no Processamento Auditivo (Central), as quais contribuem para uma piora na qualidade de vida e afetam o relacionamento social destes indivíduos. O Treinamento Auditivo é uma prática amplamente utilizada na reabilitação de indivíduos com Transtorno de Processamento Auditivo (Central) e sua efetividade pode ser comprovada por meio de testes comportamentais e eletrofisiológicos. OBJETIVOS: Os objetivos deste estudo foram caracterizar o Processamento Auditivo (Central) em indivíduos idosos e verificar a efetividade do Treinamento Auditivo em idosos com Transtorno de Processamento Auditivo (Central). MÉTODOS: Participaram do estudo 15 indivíduos com Transtorno de Processamento Auditivo (Central) (Grupo Estudo) e 13 indivíduos sem Transtorno de Processamento Auditivo (Central) (Grupo Controle) com idades entre 60 e 79 anos. Todos os sujeitos realizaram uma avaliação inicial comportamental do Processamento Auditivo (Central) e uma primeira gravação do complexo N1-P2-N2 e do P300 (avaliação eletrofisiológica). O Grupo Estudo foi submetido a um programa de Treinamento Auditivo em cabine acústica durante oito sessões e, um mês após o término deste período foram realizadas novas avaliações comportamental e eletrofisiológica. O Grupo Controle foi submetido a um Treinamento Visual com duração de oito semanas...

Correlação entre voz e processamento auditivo; Correlation between voice and auditory processing

Ramos, Janine Santos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
56.55%
Introdução: A literatura revela que há uma possível relação entre processamento auditivo e as disfonias no que se refere principalmente a parâmetros acústicos da voz (frequência, intensidade e duração). Desta forma, um paciente que apresenta dificuldades auditivas para analisar e discriminar um desses parâmetros, provavelmente também apresente dificuldade para reproduzi-los vocalmente, o que justificaria a não evolução do processo terapêutico. Na clínica vocal, a avaliação da reprodução tonal vocal poderia auxiliar a identificação de dificuldades do paciente disfônico que pudessem estar relacionadas com alterações do processamento auditivo, contribuindo com o diagnóstico fonoaudiológico diferencial. Objetivo: Comparar o desempenho de mulheres disfônicas e sem alterações vocais em testes de processamento auditivo e teste de reprodução tonal vocal e correlacionar os testes de processamento auditivo utilizados com o teste de reprodução tonal vocal. Metodologia: Participaram do estudo 40 mulheres, na faixa etária de 18 a 44 anos, sendo subdivididas em dois grupos: Grupo Disfônico (20 Disfônicas) e Grupo Não Disfônico (20 Não Disfônicas). Após a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido...

Processamento auditivo temporal em crianças com fissura labiopalatina : revisão sistemática de literatura; Temporal auditory processing in children with cleft lip and palate : systematic literature review

Lisboa, Patrícia Vargas
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.59%
Introdução: Crianças com fissura labiopalatina podem apresentar privação auditiva devido a episódios recorrentes de otite média. Este é um indicador de risco para distúrbios do processamento auditivo, o qual impacta no desenvolvimento da criança. Objetivo: Verificar a existência de associação entre distúrbios de processamento auditivo temporal e fissura labiopalatina. Método: Foi realizada revisão sistemática de literatura, considerando-se artigos, monografias, dissertações e teses em português, inglês e espanhol, publicados entre 2000 e 2013. Foi realizada busca eletrônica, nas bases de dados PubMed, Ebsco, Embase, Scielo, CINAHL, Cochrane e periódicos CAPES. Os descritores foram: “processamento auditivo temporal”, percepção auditiva”, “criança” e “fissura labiopalatina”. Para localização dos artigos referentes ao assunto “processamento auditivo temporal em crianças portadoras de fissura labiopalatina” realizou-se a associação destes descritores: (cleft palate OR cleft lip OR palatine fissure) AND (auditory perception OR auditory recognition) AND (temporal resolution OR temporal processing OR auditory processing). Os resumos e títulos de manuscritos de estudos potencialmente relevantes para a pesquisa foram selecionados e analisados de acordo com os critérios de inclusão: (1) criança não sindrômica portadora de fissura labiopalatina...

Auditory processing in children and adolescents in situations of risk and vulnerability

Murphy, Cristina Ferraz Borges; Pontes, Fernanda; Stivanin, Luciene; Picoli, Erica; Schochat, Eliane
Fonte: Associação Paulista de Medicina (APM) Publicador: Associação Paulista de Medicina (APM)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 151-158
ENG
Relevância na Pesquisa
56.49%
CONTEXTO E OBJETIVO: Crianças e adolescentes que vivem em situação de vulnerabilidade social apresentam uma série de problemas de saúde. Apesar disso, ainda é controversa a afirmação sobre a existência de alterações cognitivas e/ou sensoriais. O objetivo deste estudo foi investigar aspectos relacionados ao processamento auditivo, através da aplicação de testes de potencial evocado auditivo de tronco encefálico (PEATE) e avaliação comportamental do processamento auditivo em crianças em situação de rua, comparando a um grupo controle. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo transversal no Laboratório de Processamento Auditivo, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. MÉTODOS: Os testes de processamento auditivo foram aplicados em um grupo de 27 indivíduos, subdivididos em grupos de 11 crianças (7 a 10 anos) e 16 adolescentes (11 a 16 anos) de ambos os sexos, em situação de vulnerabilidade social, e comparado a um grupo controle, formado por 21 crianças, subdivididas em grupos de 10 crianças e 11 adolescentes, pareados por idade, sem queixas. Também se aplicou os PEATE para investigação da integridade da via auditiva. RESULTADOS: Para ambas as faixas etárias, foram encontradas diferenças significantes entre grupos estudo e controle para a maioria dos testes aplicados...

Right cerebral hemisphere and central auditory processing in children with developmental dyslexia

Murphy-Ruiz,Paulina C.; Penaloza-Lopez,Yolanda R.; Garcia-Pedroza,Felipe; Poblano,Adrian
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2013 EN
Relevância na Pesquisa
66.31%
Objective We hypothesized that if the right hemisphere auditory processing abilities can be altered in children with developmental dyslexia (DD), we can detect dysfunction using specific tests. Method We performed an analytical comparative cross-sectional study. We studied 20 right-handed children with DD and 20 healthy right-handed control subjects (CS). Children in both groups were age, gender, and school-grade matched. Focusing on the right hemisphere’s contribution, we utilized tests to measure alterations in central auditory processing (CAP), such as determination of frequency patterns; sound duration; music pitch recognition; and identification of environmental sounds. We compared results among the two groups. Results Children with DD showed lower performance than CS in all CAP subtests, including those that preferentially engaged the cerebral right hemisphere. Conclusion Our data suggests a significant contribution of the right hemisphere in alterations of CAP in children with DD. Thus, right hemisphere CAP must be considered for examination and rehabilitation of children with DD.

Effect of auditory training on the middle latency response in children with (central) auditory processing disorder

Schochat,E.; Musiek,F.E.; Alonso,R.; Ogata,J.
Fonte: Associação Brasileira de Divulgação Científica Publicador: Associação Brasileira de Divulgação Científica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 EN
Relevância na Pesquisa
66.45%
The purpose of this study was to determine the middle latency response (MLR) characteristics (latency and amplitude) in children with (central) auditory processing disorder [(C)APD], categorized as such by their performance on the central auditory test battery, and the effects of these characteristics after auditory training. Thirty children with (C)APD, 8 to 14 years of age, were tested using the MLR-evoked potential. This group was then enrolled in an 8-week auditory training program and then retested at the completion of the program. A control group of 22 children without (C)APD, composed of relatives and acquaintances of those involved in the research, underwent the same testing at equal time intervals, but were not enrolled in the auditory training program. Before auditory training, MLR results for the (C)APD group exhibited lower C3-A1 and C3-A2 wave amplitudes in comparison to the control group [C3-A1, 0.84 µV (mean), 0.39 (SD - standard deviation) for the (C)APD group and 1.18 µV (mean), 0.65 (SD) for the control group; C3-A2, 0.69 µV (mean), 0.31 (SD) for the (C)APD group and 1.00 µV (mean), 0.46 (SD) for the control group]. After training, the MLR C3-A1 [1.59 µV (mean), 0.82 (SD)] and C3-A2 [1.24 µV (mean), 0.73 (SD)] wave amplitudes of the (C)APD group significantly increased...

Auditory processing in children and adolescents in situations of risk and vulnerability

Murphy,Cristina Ferraz Borges; Pontes,Fernanda; Stivanin,Luciene; Picoli,Erica; Schochat,Eliane
Fonte: Associação Paulista de Medicina - APM Publicador: Associação Paulista de Medicina - APM
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 EN
Relevância na Pesquisa
56.49%
CONTEXT AND OBJECTIVE: Children and adolescents who live in situations of social vulnerability present a series of health problems. Nonetheless, affirmations that sensory and cognitive abnormalities are present are a matter of controversy. The aim of this study was to investigate aspects to auditory processing, through applying the brainstem auditory evoked potential (BAEP) and behavioral auditory processing tests to children living on the streets, and comparison with a control group. DESIGN AND SETTING: Cross-sectional study in the Laboratory of Auditory Processing, School of Medicine, Universidade de São Paulo. METHODS: The auditory processing tests were applied to a group of 27 individuals, subdivided into 11 children (7 to 10 years old) and 16 adolescents (11 to 16 years old), of both sexes, in situations of social vulnerability, compared with an age-matched control group of 10 children and 11 adolescents without complaints. The BAEP test was also applied to investigate the integrity of the auditory pathway. RESULTS: For both children and adolescents, there were significant differences between the study and control groups in most of the tests applied, with significantly worse performance in the study group, except in the pediatric speech intelligibility test. Only one child had an abnormal result in the BAEP test. CONCLUSIONS: The results showed that the study group (children and adolescents) presented poor performance in the behavioral auditory processing tests...

Brainstem evoked auditory potentials with speech stimulus in the auditory processing disorder

Filippini,Renata; Schochat,Eliane
Fonte: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial Publicador: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 EN
Relevância na Pesquisa
56.49%
Although the clinical use of click stimuli to assess auditory function at the brainstem is already established, and numerous research projects use such stimuli to study human hearing, little is known about the auditory processing of a complex stimulus like speech. AIM: This study aimed at validating the speech stimulus as an effective method to evaluate speech auditory processing, to help us better understand its disorders. MATERIALS AND METHODS:This prospective clinical study tested 20 subjects with Auditory Processing Disorders (APD) and 20 subjects with normal development (ND - control group) using the Brainstem Auditory Evoked Potentials with clicks and speech stimuli. The latter is based on first 40ms of the spoken syllable /da/. RESULTS: No differences were observed between the groups regarding the click stimulus. However, with the speech stimulus the APD group presented latency delay and lower amplitudes when compared to the ND group. CONCLUSION: Speech stimulus proved to be more sensitive for the evaluation of Auditory Processing Disorders, showing possible alterations in synchronicity and speech processing neural input speed, especially as to the linguistic information of the latter.

Scale of auditory behaviors and auditory behavior tests for auditory processing assessment in Portuguese children; Scale of Auditory Behaviors e testes auditivos comportamentais para avaliação do processamento auditivo em crianças falantes do português europeu

Nunes, Cristiane L.; Pereira, Liliane Desgualdo; Carvalho, Graça Simões de
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 ENG
Relevância na Pesquisa
56.5%
PURPOSE: The objective of this research was to assess the auditory abilities of Portuguese children and compare such abilities to the score of the Scale of Auditory Behaviors (SAB). METHODS: Fifty-one children were evaluated with audiometry, speech audiometry, acoustic immittance measures, and eight behavioral tests involving dichotic listening, monotic listening, temporal processing, and sound localization. Their parents filled in the SAB questionnaire adapted to European A. SAB scores and auditory tests scores were submitted to Pearson's correlation coefficient. RESULTS: There is significant correlation between the score on SAB questionnaire and the auditory processing tests. The greatest coefficient was observed in temporal processing test (p=0.000). CONCLUSION: There was correlation between the score of SAB and the performance in auditory processing tests, suggesting that the SAB may be used for auditory processing screening.; OBJETIVO: Investigar as habilidades auditivas de crianças portuguesas e verificar se há correlação entre aquelas e o escore do Scale of Auditory Behaviors (SAB). MÉTODOS: Todas as crianças foram submetidas a audiometria tonal, logoaudiometria, medidas de imitância acústica e oito testes comportamentais do processamento auditivo...

Mismatch negativity in childhood temporal lobe epilepsy: a proposed paradigm for testing central auditory processing

Tomé, David; Moreira, Pedro; Marques-Teixeira, João; Barbosa, Fernando; Jääskeläinen, Satu
Fonte: Journal of Hearing Science Publicador: Journal of Hearing Science
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 ENG
Relevância na Pesquisa
66.38%
Background: Temporal lobe epilepsy (TLE) is a neurological disorder that directly affects cortical areas responsible for auditory processing. The resulting abnormalities can be assessed using event-related potentials (ERP), which have high temporal resolution. However, little is known about TLE in terms of dysfunction of early sensory memory encoding or possible correlations between EEGs, linguistic deficits, and seizures. Mismatch negativity (MMN) is an ERP component – elicited by introducing a deviant stimulus while the subject is attending to a repetitive behavioural task – which reflects pre-attentive sensory memory function and reflects neuronal auditory discrimination and perceptional accuracy. Hypothesis: We propose an MMN protocol for future clinical application and research based on the hypothesis that children with TLE may have abnormal MMN for speech and non-speech stimuli. The MMN can be elicited with a passive auditory oddball paradigm, and the abnormalities might be associated with the location and frequency of epileptic seizures. Significance: The suggested protocol might contribute to a better understanding of the neuropsychophysiological basis of MMN. We suggest that in TLE central sound representation may be decreased for speech and non-speech stimuli. Discussion: MMN arises from a difference to speech and non-speech stimuli across electrode sites. TLE in childhood might be a good model for studying topographic and functional auditory processing and its neurodevelopment...

Temporal lobe epilepsy in childhood – a study model of auditory processing

Tomé, David; Marques-Teixeira, João; Barbosa, Fernando
Fonte: OMICS Publishing Group Publicador: OMICS Publishing Group
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 ENG
Relevância na Pesquisa
66.31%
TLE in infancy has been the subject of varied research. Topographical and structural evidence is coincident with the neuronal systems responsible for auditory processing of the highest specialization and complexity. Recent studies have been showing the need of a hemispheric asymmetry for an optimization in central auditory processing (CAP) and acquisition and learning of a language system. A new functional research paradigm is required to study mental processes that require methods of cognitive-sensory information analysis processed in very short periods of time (msec), such as the ERPs. Thus, in this article, we hypothesize that the TLE in infancy could be a good model for topographic and functional study of CAP and its development process, contributing to a better understanding of the learning difficulties that children with this neurological disorder have.

Basic auditory processing and sensitivity to prosodic structure in children with specific language impairments: a new look at a perceptual hypothesis

Cumming, Ruth; Wilson, Angela; Goswami, Usha
Fonte: Frontiers Publicador: Frontiers
Tipo: Article; published version
EN
Relevância na Pesquisa
66.45%
This is the final published version. It first appeared at http://journal.frontiersin.org/article/10.3389/fpsyg.2015.00972/abstract.; Children with specific language impairments (SLIs) show impaired perception and production of spoken language, and can also present with motor, auditory, and phonological difficulties. Recent auditory studies have shown impaired sensitivity to amplitude rise time (ART) in children with SLIs, along with non-speech rhythmic timing difficulties. Linguistically, these perceptual impairments should affect sensitivity to speech prosody and syllable stress. Here we used two tasks requiring sensitivity to prosodic structure, the DeeDee task and a stress misperception task, to investigate this hypothesis. We also measured auditory processing of ART, rising pitch and sound duration, in both speech (?ba?) and non-speech (tone) stimuli. Participants were 45 children with SLI aged on average 9 years and 50 age-matched controls. We report data for all the SLI children (N = 45, IQ varying), as well as for two independent SLI subgroupings with intact IQ. One subgroup, ?Pure SLI,? had intact phonology and reading (N = 16), the other, ?SLI PPR? (N = 15), had impaired phonology and reading. Problems with syllable stress and prosodic structure were found for all the group comparisons. Both sub-groups with intact IQ showed reduced sensitivity to ART in speech stimuli...

SCREENING CENTRAL AUDITORY PROCESSING IN 6-11-YEAR-OLD CHILDREN; TRIAGEM DE PROCESSAMENTO AUDITIVO CENTRAL EM CRIANÇAS DE 6 A 11 ANOS’

Capovilla, Fernando C.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2002 POR
Relevância na Pesquisa
66.47%
O artigo define processamento auditivo central e explica a sua importância para a aquisição de leitura e escrita. Explica, também, a natureza do distúrbio de processamento auditivo central e sua etiologia no histórico de otites repetidas durante o desenvolvimento da linguagem, bem como o seu envolvimento nos distúrbios processamento fonológico que subjazem aosproblemas de linguagem oral e escrita, como ocorre na dislexia do desenvolvimento. Ressalta a necessidade de instrumentos para triagem de crianças com distúrbio de processamento auditivocentral, com vistas a permitir experimentas dedicados ao teste de tratamentos para prevenção e remediação de distúrbios de linguagem oral e escrita. Examina a bateria~de ZAIDAN (2001 )para triagem de distúrbio de processamento auditivo central, desenvolvida no mestrado em Neurociências da USP. Trata-se de uma bateria de aplicação rápida em 15 minutos, e-compostade três testes de repetição de fala ouvida em condições de difícil audibilidade: fala distorcida com corte de frequências elevadas, fala contra ruído de fundo, e falas competitivas em escutadicótica. Reanalisando os dados brutos daquela dissertação, este artigo sugere que a aparente inconclusividade dos achados sobre a sua validade deveu-se simplesmente à escolha de estatísticasinferenciais inadequadas ao delineamento. Reconduzindo as análises com estatísticas inferenciais apropriadas (i.e....