Página 1 dos resultados de 6318 itens digitais encontrados em 0.033 segundos

Governança da Água e aprendizagem social no Subcomitê da Bacia Hidrográfica Cotia-Guarapiranga - Região Metropolitana de São Paulo; Water governance and social learning in the watershed subcommittee Cotia-Guarapiranga metropolitan region of São Paulo

Santos, Rosilene Aparecida Nunes dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.12%
Esta pesquisa analisou o processo participativo para a criação da Lei Específica da Guarapiranga (Lei n.º 12.233 de 16/01/2006), nos aspectos da governança da água e da aprendizagem social. A análise foi realizada com base na experiência do Subcomitê da Bacia Hidrográfica Cotia-Guarapiranga (SCBH-CG), na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). No processo de negociação para aprovação da referida Lei, estiveram envolvidos os representantes dos segmentos do Poder Público, Estado e prefeituras dos municípios da bacia, e da sociedade civil, no período de 1999 a 2006. Essa vivência demonstrou o quão desafiador é um processo de negociação entre os diferentes atores e diversos interesses no uso da água, que afetam a disponibilidade qualitativa e quantitativa na bacia da Guarapiranga, a qual abastece, aproximadamente, 4 milhões de pessoas na RMSP. Os resultados obtidos mostram que, embora esse processo tenha sido marcado por diversos momentos de tensão, conflitos, indefinições institucionais e morosidade, representou um significativo avanço na consolidação do sistema integrado de recursos hídricos. Cabe observar também que, apesar dos resultados poderem ainda parecer bastante modestos, face aos desafios existentes...

Para além da participação: aprendizagem social na gestão de recursos hídricos; Beyond Participation: social learning in integrated watershed management.

Cunha, Fernando Monteiro da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.13%
A gestão dos recursos hídricos passou por profundas transformações ao longo dos últimos vinte anos. A crescente complexidade e interdependência dos problemas associados a demanda e oferta por água em quantidade e qualidade adequadas levou ao aumento de conflitos entre os atores sociais. A resposta institucional foi uma maior flexibilização das normas que regulam o uso dos recursos hídricos. Estas reformas promoveram especificamente a participação de um maior número de atores sociais nas questões relacionadas à água, garantindo-lhes também maior poder no planejamento, gestão e implementação de políticas públicas. O expoente desta tendência é a União Européia através da promulgação da Diretiva Européia para a Água. Entretanto, maior participação é o primeiro passo para uma gestão mais solidária e sustentável da água. Mais do que participação, é a capacidade de aprender com o outro que amplia a possibilidade de soluções sustentáveis. Nesta pesquisa analisamos os fatores e condições que transformam os espaços de participação em processos de aprendizagem social, onde atores sociais modificam suas percepções e práticas sobre a água promovendo uma gestão mais sustentável. Como exemplo...

"Estudo dos Processos de Aprendizagem Individual e Social em Macacos-Prego (Cebus Apella) a partir de Manipulação de uma Caixa-Problema".; Study of individual and social learning processes in Tufted capuchin monkeys (Cebus apella) through the manipulation of a problem-box

Resende, Briseida Dogo de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/11/1999 PT
Relevância na Pesquisa
56.21%
Macacos-prego (Cebus apella) são proficientes manipuladores de objetos. Este trabalho teve como objetivo estudar os processos de aprendizagem individual e social que durante a aquisição de um comportamento que consistia na abertura de trincos de uma caixa-problema. Foram utilizados dois grupos de macacos, sendo que de cada grupo um indivíduo foi treinado para executar a tarefa. A análise do processo de aprendizagem individual destes dois sujeitos foi feita a partir da construção de curvas de aprendizagem que levaram em conta a interação dos animais com a caixa e com os trincos. Além disso, foi feita uma análise de seqüências comportamentais através do uso de modelos log-lineares. Posteriormente, estes sujeitos serviram de modelo para os outros indivíduos do seu grupo: o sujeito treinado executava a tarefa enquanto era assistido por um outro indivíduo do grupo. Em seguida o modelo era retirado do recinto e o observador poderia tentar executar a tarefa. Desta forma pretendia-se estudar os processos de aprendizagem por observação. Os macacos-prego devidamente treinados tornaram-se eficientes abridores de trincos, evidenciando que possuem uma grande capacidade de aprendizagem individual. Os dados sobre aprendizagem social foram inconclusivos principalmente porque os observadores não observaram adequadamente a demonstração da tarefa.; Capuchin monkeys (Cebus apella) are excellent object handlers. This work aimed to study individual and social learning processes which took place during the aquisition of a task that consisted on opening bolts from a problem-box. Two groups were used and...

Aprendizagem social e resolução de conflitos em ambientes democráticos e autocráticos: um estudo com pré-escolares; Social learning and conflict resolution in democratic and authoritarian preschools

Sampaio, Patricia da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.07%
A presente pesquisa dedicou-se ao tema da aprendizagem social por meio de uma abordagem psicológica cultural deste fenômeno, agregando ainda contribuições ao tema advindas da Psicologia Moral. Buscou-se identificar diferenças nas representações de crianças pré-escolares quanto às estratégias que utilizam para resolver conflitos interpessoais, em função das diferentes relações por elas vivenciadas em um ambiente mais democrático e cooperativo e em outro com maior orientação autocrática e coercitiva. Assim, foram entrevistadas 27 crianças, com 4 a 5 anos de idade, provenientes de duas creches públicas que apresentavam as características citadas. As professoras responsáveis pelos grupos de crianças pesquisados também participaram respondendo a um questionário acerca de seus valores, representações e atitudes relacionados a sua mediação em situações de conflitos interpessoais vivenciados por seus alunos. O conjunto de relatos foi analisado de forma fundamentalmente qualitativa, tendo por base a técnica de análise de conteúdo e, no caso das crianças, como categorias, a agressão, a submissão e a assertividade, além de outras categorias ambivalentes. Os resultados obtidos indicaram relação entre o ambiente democrático e habilidades mais sofisticadas e apropriadas socialmente de resolução de conflitos reportadas pelas crianças e...

Aprendizagem social e formação humana no trabalho cooperativo de catadores(as) em São Paulo; Social learning and human development in the cooperative work of collectors in São Paulo

Couto, Gabriela Albanás
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.1%
Estima-se que cerca de 800 mil pessoas vivam da atividade de catação de materiais recicláveis no Brasil. Apenas na cidade de São Paulo existem oficialmente 63 cooperativas de catadores organizados, além de diversos outros grupos e associações. São pessoas que encontraram nos materiais recicláveis uma alternativa para sua manutenção e, mais do que isso, uma nova maneira de se organizar política e coletivamente. Por reconhecer a relevância social e pedagógica de processos de formação entre grupos de pessoas pouco escolarizadas e em situação de maior vulnerabilidade social, procuramos conhecer os espaços de aprendizagem social que se configuram no interior de uma cooperativa de catadores de materiais recicláveis, a Coopere-Centro, localizada na região central da cidade de São Paulo. O objetivo principal da pesquisa foi identificar quais conhecimentos estão presentes no trabalho dos catadores e, por outro lado, quais são suas demandas formativas. De natureza qualitativa, com abordagem etnográfica, a pesquisa empregou técnica de observação participante, com a pesquisadora convivendo e trabalhando com os catadores em suas diferentes funções dentro da cooperativa ao longo de sete meses de coleta de dados. Foram também realizadas três entrevistas semiestruturadas com coordenadores da cooperativa. Identificamos uma série de práticas de letramento...

Canal do Valo Grande: Governança das águas estuarinas na perspectiva da aprendizagem social; Valo Grande Channel: estuarine waters governance in the social learning perspective

Souza, Eliel Pereira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.13%
A publicação da lei 9.433 de 1997, que institucionaliza a Política Nacional de Recursos Hídricos no Brasil, abriu a perspectiva de uma gestão integrada, participativa e descentralizada dos recursos hídricos. A integração da gestão de bacias hidrográficas com a gestão da zona costeira é uma diretriz dessa política e a participação social é pressuposto para medidas de gestão mais sustentáveis e legítimas. A qualidade dos processos participativos está ligada à incorporação de diferentes atores, com perspectivas distintas em relação à bacia hidrográfica, em processos de grupo que permitam reflexão e aprendizado, sobre o próprio grupo e sobre o ambiente natural e institucional da bacia. O presente trabalho é um estudo de caso sobre a gestão da bacia do rio Ribeira de Iguape, no litoral sul de São Paulo. Na porção terminal desse rio, uma obra hidráulica construída no século XIX, conhecida como Valo Grande, retificou seu curso, desestabilizando o sistema estuarino adjacente pelo aporte de água e sedimentos em região abrigada. Desde a década de 70, houve uma série de ações governamentais no sentido de recuperara essa região do estuário, o que gerou tensão e conflito com os atores a montante da bacia. Em resposta...

Avaliação do monitoramento participativo como ferramenta de Aprendizagem Social na área de preservação ambiental Embu Verde (Embu das Artes - SP); Assessment of volunteer monitoring as a tool for Social Learning in the area of environmental preservation Embu Verde (Embu das Artes - SP).

Cichoski, Caroline
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.19%
A gestão dos recursos hídricos do Brasil é relevante para o setor público, mas há um reconhecimento crescente de que as ferramentas tradicionais reguladoras não são suficientes para garantir a proteção da água minimizando os impactos antrópicos. Visando auxiliar na resolução deste problema, a legislação prevê a participação das comunidades em várias etapas do processo de gestão de recursos hídricos. Neste contexto, este estudo, realizado na APA Embu Verde localizada no Município de Embu das Artes na Região Metropolitana de São Paulo, avalia a implantação de um programa de monitoramento participativo, por meio de entrevistas, observação participante, questionários e grupo focal, considerando os níveis de Aprendizagem Social dos atores após a participação no referido programa e aplicação de uma ferramenta simplificada de biomonitoramento para voluntários. Com relação à Aprendizagem social, os voluntários atingiram os níveis de circuito simples e duplo, indicando que os processos de participação colaboram para a aquisição de conhecimentos sobre técnicas, métodos e meio físico. No entanto, não foi identificado o circuito de Aprendizagem tripla, correspondente à mobilização para a ação e solução dos problemas identificados...

Livemocha : uma rede social de aprendizagem de línguas; Livemocha : a language learning social network

Lopes, Cristiana Cerdeira
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
56.26%
Dissertação de mestrado em Ciências da Educação (área de especialização em Tecnologia Educativa); Este estudo centra-se na análise da rede social de aprendizagem de línguas Livemocha, procurando conhecer a realidade portuguesa no que diz respeito à sua utilização. Na componente conceptual, a revisão de literatura centra-se em duas vertentes. A primeira relacionada com as questões do social networking, bem como as comunidades virtuais de aprendizagem, analisando os tipos de comunidades virtuais descritos por Henri e Pudelko (2003) e os modelos de aprendizagem em ambientes virtuais referidos por Meirinhos e Osório (2007). Ainda no âmbito das redes sociais, analisa-se a teoria da aprendizagem social de Wenger (1998), os conceitos de construtivismo comunal e conetivismo. A segunda vertente centra-se na aprendizagem de línguas estrangeiras. Neste contexto, foca as teorias de second language acquisiton, o conceito CALL (computer assisted language learning), a teoria electrate language learning, o modelo Tandem de aprendizagem de línguas e o feedback. Conclui-se esta análise com a descrição da rede Livemocha, com uma breve incursão na sua nova versão. A metodologia utilizada insere-se na tipologia da etnografia virtual ou digital e contemplou a criação de uma base de dados com os dados recolhidos na rede...

Aprendizagem social e emocional : Reflexões sobre a teoria e a prática na escola portuguesa

Costa, Ana; Faria, Luisa
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.13%
Conseguirá a Escola atual potenciar a aprendizagem social e emocional dos alunos? No quadro de um estudo exploratório qualitativo, partiu-se da análise do discurso de 12 docentes, na maioria do sexo feminino (75%), com idades compreendidas entre 32 e 57 anos (M=44,3; DP=8,95), dos quais 50% leciona ou já lecionou disciplinas de desenvolvimento social e emocional, com o objetivo de contribuir para a compreensão do papel da Escola na promoção de competências sociais e emocionais dos alunos no ensino secundário. Construído de raiz para este estudo, administrou-se um questionário com questões abertas que explorava as perceções dos docentes sobre a importância destas áreas, as estratégias adotadas na sua promoção e a perspetiva sobre as atuais alterações curriculares no contexto português. Os resultados foram analisados com o programa NVivo 8. Globalmente, apesar do reconhecimento implícito da importância destas áreas, evidenciado pelos participantes, e do investimento em estratégias curriculares e extracurriculares na sua promoção, a aprendizagem social e emocional carece ainda de redefinição e de valorização enquanto objetivo particular da função da Escola, de forma a tornar-se uma realidade para todos os alunos e...

Aprendizagem social e emocional: Reflexões sobre a teoria e a prática na escola portuguesa

Costa, Ana; FPCEUP - Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto; Faria, Luísa; FPCEUP - Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 06/01/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.08%
Conseguirá a Escola atual potenciar a aprendizagem social e emocional dos alunos? No quadro de um estudo exploratório qualitativo, partiu-se da análise do discurso de 12 docentes, na maioria do sexo feminino (75%), com idades compreendidas entre 32 e 57 anos (M=44,3; DP=8,95), dos quais 50% leciona ou já lecionou disciplinas de desenvolvimento social e emocional, com o objetivo de contribuir para a compreensão do papel da Escola na promoção de competências sociais e emocionais dos alunos no ensino secundário. Construído de raiz para este estudo, administrou-se um questionário com questões abertas que explorava as perceções dos docentes sobre a importância destas áreas, as estratégias adotadas na sua promoção e a perspetiva sobre as atuais alterações curriculares no contexto português. Os resultados foram analisados com o programa NVivo 8. Globalmente, apesar do reconhecimento implícito da importância destas áreas, evidenciado pelos participantes, e do investimento em estratégias curriculares e extracurriculares na sua promoção, a aprendizagem social e emocional carece ainda de redefinição e de valorização enquanto objetivo particular da função da Escola, de forma a tornar-se uma realidade para todos os alunos e...

Aprendizagem social e comportamentos agressivo e lúdico de meninos pré-escolares

Vieira,Timoteo Madaleno; Mendes,Francisco Dyonisio C.; Guimarães,Leonardo Conceição
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
65.99%
Investigamos a relação entre fatores de aprendizagem social, acessados via questionários, e os comportamentos agressivos e lúdicos de meninos pré-escolares, através de observação direta durante o recreio. Os participantes foram 15 meninos com idades entre quatro e seis anos, da cidade de Goiânia, GO, Brasil. Uma análise multivariada de variância indicou efeitos significativos de modelos de agressividade em casa nas taxas de agressão durante o brincar. Crianças expostas a punições físicas abusivas, brigas entre adultos e programas violentos de TV apresentaram mais agressões reais. Meninos que relataram brincar com armas de brinquedo em casa não apresentaram mais agressões reais do que os que relataram o contrário, mas apresentaram maior proporção de agressões de faz-de-conta. Os resultados também indicaram que quanto mais modelos agressivos em casa, maior a incidência de comportamentos agressivos.

Treinamento em gerenciamento de impressões e Teoria da aprendizagem social: Um estudo em lojas De varejo de moda sob a perspectiva dramaturgia

Peixoto Guimarães, Flávia; Ricardo Costa de Mendonça, José (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.08%
Este estudo teve como objetivo identificar quais comportamentos de gerenciamento de impressões ensinados por meio de treinamentos (formais e informais) ou adquiridos pelo processo de aprendizagem social são observados nas interações entre o pessoal de linha de frente e clientes em lojas de Varejo de Moda. Para tanto, foi realizado um estudo de múltiplos casos, as quais foram escolhidas como unidades de análise, três lojas de varejo de moda do Centro de Compras Paço Alfândega situado na cidade de Recife-PE. A abordagem adotada nesta pesquisa foi de natureza qualitativa tanto na coleta quanto na análise dos dados. A base para a análise dos dados foram as transcrições do conteúdo das entrevistas, das anotações colhidas no diário de campo e do material encontrado por intermédio da pesquisa documental. Salienta-se que a análise dos resultados foi realizada por meio da análise de conteúdo em conjunto com a análise dramatúrgica. A dramaturgia, como perspectiva teórica, surgiu em parte do interacionismo simbólico (suposição geral de que a percepção e a interação dos indivíduos acontecem por meio do uso de símbolos) e utiliza-se da metáfora teatral para explicar a interação social. Ainda, a metáfora dramatúrgica foi utilizada por Erving Goffman em seu livro The Presentation of Self in Everyday Life...

Representações sociais de professores da educação de jovens e adultos : EJA sobre sua formação docente e a afetividade no processo de ensino-aprendizagem; Social representations of teachers at youth and young-adult education : EJA - about their teaching training and affectivity in the teaching-learning process

Poliana da Silva Almeida Santos Camargo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
56.13%
Ainda na contemporaneidade, constata-se a inexistência de uma política governamental consistente que subsidie financeiramente e estruturalmente uma educação de qualidade para as pessoas que frequentam as classes da EJA, assim como uma formação adequada para os profissionais da educação que nela atuam. Após a realização de uma análise no banco de teses da CAPES e pesquisas científicas disponíveis ao domínio público acerca dos temas representações sociais, afetividade e EJA, constatamos que poucos trabalhos que articulam esses temas foram realizados, demonstrando um campo fecundo para novas pesquisas. Diante do exposto, nosso objetivo de pesquisa configurou-se em analisar as representações sociais dos professores da EJA sobre sua formação docente e a afetividade no processo de ensino-aprendizagem. Os instrumentos de coleta de dados foram a técnica de associação livre de palavras (TALP) e as entrevistas. Participaram do primeiro momento de coleta de dados 67 professores que atuam no Centro de Educação de Jovens e Adultos ¿ CEJA, instituição responsável pela EJA do ensino fundamental ¿ ciclo I, e no Centro Estadual da Educação de Jovens e Adultos - CEEJA, instituição responsável pela EJA do ensino fundamental ¿ ciclo II e ensino médio. É relevante mencionar que a escolha por essas duas instituições justifica-se pelo fato de elas serem responsáveis pela oferta e administração da educação formal destinada aos alunos jovens...

Comportamento coletivo e interações sociais no Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Santa Maria : aprendizagem social e emergência do empreendedorismo socioambiental

Madruga, Lúcia Rejane Rosa Gama
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.21%
O gerenciamento da água em bacias hidrográficas implica criar as condições para congregar os diversos pontos de vista dos atores sociais envolvidos, de modo a possibilitar a tomada de decisão consensual. Os interesses dos atores que disputam esse recurso precisam ser compartilhados e alinhados com o equacionamento dos problemas no presente e com a criação de uma visão de futuro que respeite as condições de sustentabilidade para as próximas gerações. Portanto, a gestão precisa promover aprendizagem de natureza social. Este estudo procurou mostrar como ocorre a aprendizagem social em um comitê de gerenciamento de bacia hidrográfica e também como a Teoria da Emergência auxilia na compreensão do comportamento coletivo dos agentes nesse espaço de negociação. A construção do referencial teórico com base nas teorias da aprendizagem social e da emergência possibilitou verificar que o empreendedorismo socioambiental apresenta elementos subjacentes a essas duas correntes conceituais. Diante disso, essa temática foi incorporada ao estudo. A estratégia metodológica utilizada foi o estudo de caso em profundidade no sentido proposto por Yin (2005). A unidade de análise foi o Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Santa Maria...

Dinâmica social e difusão de novos padrões comportamentais em macacos-prego (Sapajus libidinosus) que habitam o Parque Nacional da Serra da Capivara; Social dynamics and diffusion of novel behaviour patterns in wild capuchin monkeys (sapajus libidinosus) inhabiting the serra da capivara national park

Coelho, Camila Galheigo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
56.29%
A existência de tradições comportamentais comportamentos transgeracionais adquiridos por aprendizagem socialmente mediada - em animais não-humanos tem sido objeto de intenso debate na última década. Para classificar uma tradição como comportamental, um comportamento deve ser adquirido por indivíduos inexperientes através da aprendizagem que deve, de alguma forma, ser mediada ou facilitada pelo comportamento de uma mesma espécie. O objetivo central desta tese é avançar nossa compreensão acerca das tradições comportamentais em macacos-prego. Para fazer isso, eu analiso a aquisição de novos comportamentos através da aprendizagem socialmente mediada em dois grupos de macacos-prego selvagens (Sapajus libidinosus) que habitam o Parque Nacional da Serra da Capivara, Piauí, Brasil. Mais especificamente, a tese responde a três perguntas principais: (1) quais são as oportunidades de aprendizagem social; (2) como a aprendizagem social pode ser identificada em populações selvagens e (3) como os vieses sociais na transmissão de informações afetam o repertório comportamental final dos grupos. Para abordar a primeira pergunta eu descrevo o contexto social em que os macacos-prego vivem como forma de caracterizar as oportunidades que os macacos têm de aprender uns com os outros. Meus achados confirmam as hipóteses de Coussi-Korbel & Fragaszy (1995) de que os macacos-prego têm relacionamentos propícios tanto para a aprendizagem social não-específica como para a aprendizagem social dirigida. Usando a análise de redes sociais eu descrevo as estruturas sociais dos grupos com base em diferentes medidas de associações e interações sociais. Descrevo como os padrões de associação (proximidade social...

Social learning and teacher education for socio-environmental sustainable; Aprendizagem social e formação de professores em educação para a sustentabilidade socioambiental

Jacobi, Pedro Roberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Geociências Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Geociências
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.06%
Social practices that promote citizenship constitute a privileged space for the development of social responsibility and voluntary collaboration. Within environmental governance, the concept of “Social Learning” (SL) opens a challenging space to develop learning processes in which those involved may learn about critical socio-environmental contexts characterized by environmental degradation. From the concept of SL it is possible to answer to the challenges of sustainability and integration of different interfaces of the natural resources management. It results in the development for the connection of different types of the problem understanding, creating inter-sectorial and interdisciplinary dialogues, as a basis to strengthen logics of cooperation. One of the big challenges facing capacitating teachers is to develop collective dynamics to understand the nature of a common problem, stimulating cooperation to reach in depth knowledge and look for answers to solve problems and/or confl icts related to the degradation of natural resources. So, projects that associate tools of SL and participatory methodologies may be seen as a space geared towards the production of knowledge to improve the shared management of natural resources within a community.; As práticas sociais que formam a cidadania se constituem num espaço privilegiado para o desenvolvimento da responsabilidade pessoal e da cooperação voluntária. Inserido no processo de governança ambiental...

Aprendizagem social e novas tecnologias; Colin Lankshear e Michele Knobel: social learning and new technologies

Romancini, Richard
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 12/05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.05%
Autores de diversos livros e artigos, Colin Lankshear e Michele Knobel são um casal de pesquisadores que tem se dedicado nos últimos anos ao estudo dos “novos letramentos”, que se associam a uma série de práticas contemporâneas ligadas às tecnologias digitais, particularmente, como os blogs, wikis e redes sociais. Nesta entrevista, eles explicam por que passaram a se interessar por esta temática e discutem suas preocupações com a “aprendizagem social”, refletindo sobre como este pode relacionar-se com a educação formal e com as novas mídias.; Authors of several books and articles, Colin Lankshear and Michele Knobel are a couple of researchers that has been dedicated in recent years to the study of “new literacies”, which are associated with a host of contemporary practices related to digital technologies, particularly, as blogs, wikis and social networks. In this interview, they explain why became interested in this subject and discuss their concerns with the “social learning”, thinking about how it may be related to formal education and new media.

Aprendizagem Social nas Práticas Colaborativas: exemplos de ferramentas participativas envolvendo diferentes atores sociais

Bacci, Denise de La Corte; Universidade de São Paulo; Jacobi, Pedro Roberto; Universidade de São Paulo; dos Santos, Vânia Maria Nunes; Universidade de São Paulo
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 15/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.06%
A Aprendizagem Social contribui como proposta norteadora para a intervenção conjunta dos atores locais e disseminação de metodologias e atividades colaborativas em diagnósticos socioambientais. Tem como princípios o envolvimento ativo, a consulta e o acesso público à participação. Diversas ferramentas participativas foram desenvolvidas e vem sendo aplicadas dentro dos princípios da Aprendizagem Social, como: construção de agendas socioambientais locais, pesquisa-ação; jogos de papéis, world café; monitoramento participativo dos riachos e mapeamento socioambiental como (re)conhecimento local, aplicados em diferentes contextos e com grupos diferentes de atores sociais, visando sempre elaborar um diagnóstico participativo da realidade socioambiental para melhoria da qualidade de vida. O presente artigo apresenta uma dessas metodologias, a do mapeamento socioambiental, e dá exemplos de suas aplicações. 

Aprendizagem social, desenvolvimento de plataformas de múltiplos atuores e governançasda água no Brasil DOI:10.5007/1807-1384.2010v7n1p69

Jacobi, Pedro Roberto; Universidade de São Paulo - USP
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.06%
A contribuição dos espaços deliberativos é fundamental para o fortalecimento da governança da água. A ampliação destes espaços de participação cidadã favorece qualitativamente a capacidade de representação dos interesses, entretanto o grande desafio é que esses espaços sejam efetivamente públicos, tanto no seu formato quanto nos resultados. Inserido no processo de Governança da Água, o conceito de Aprendizagem Social abre um estimulante espaço de desenvolver processos de articulação de ações que tem como premissa a noção de “aprender conjuntamente para manejo e decisões conjuntos e mudanças na gestão”. Basicamente, a estratégia de aprendizado é que todos devem conhecer o contexto de criticidade e condições de governança para intervirem juntos em contextos de bacias hidrográficas. A partir do conceito de Aprendizagem Social visa-se responder aos desafios da sustentabilidade e integração das interfaces na governança da água, o que pressupõe a contribuição de diferentes conhecimentos e interdisciplinaridade.

Aprendizagem social e emocional: Reflexões sobre a teoria e a prática na escola portuguesa

Costa,Ana; Faria,Luísa
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.08%
Conseguirá a Escola atual potenciar a aprendizagem social e emocional dos alunos? No quadro de um estudo exploratório qualitativo, partiu-se da análise do discurso de 12 docentes, na maioria do sexo feminino (75%), com idades compreendidas entre 32 e 57 anos (M=44,3; DP=8,95), dos quais 50% leciona ou já lecionou disciplinas de desenvolvimento social e emocional, com o objetivo de contribuir para a compreensão do papel da Escola na promoção de competências sociais e emocionais dos alunos no ensino secundário. Construído de raiz para este estudo, administrou-se um questionário com questões abertas que explorava as perceções dos docentes sobre a importância destas áreas, as estratégias adotadas na sua promoção e a perspetiva sobre as atuais alterações curriculares no contexto português. Os resultados foram analisados com o programa NVivo 8. Globalmente, apesar do reconhecimento implícito da importância destas áreas, evidenciado pelos participantes, e do investimento em estratégias curriculares e extracurriculares na sua promoção, a aprendizagem social e emocional carece ainda de redefinição e de valorização enquanto objetivo particular da função da Escola, de forma a tornar-se uma realidade para todos os alunos e...