Página 1 dos resultados de 11 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Genética da perturbação de hiperactividade e défice de atenção : gene snap-25

Silva, David Tavares Teixeira da.
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
16.17%
A Perturbação da Hiperactividade e Défice de Atenção (PHDA) é uma doença neuropsiquiátrica que se estima afectar 8% a 12% das crianças a nível mundial e está relacionada com o aumento do risco de dificuldades na aprendizagem, abuso/dependência do álcool e perturbações de personalidade anti-social. Vários estudos efectuados a nível mundial têm associado genes do complexo SNARE à PHDA, particularmente o gene SNAP-25. Contudo, não existe nenhum estudo efectuado relativamente ao gene SNAP-25 na população portuguesa. Assim, no sentido de se investigar uma eventual associação entre o polimorfismo T1069C no gene SNAP-25 e a PHDA na população portuguesa, procedeu-se à recolha de amostras de probandos e seus progenitores (trios). A genotipagem foi efectuada por PCR-RFLP e os dados obtidos foram analisados segundo as estratégias do HRR e TDT e os resultados revelaram uma tendência de associação entre o polimorfismo T1069C do gene SNAP-25 e a PHDA (HRR: c2=3,50; d.f =1; p=0,061; TDT: c2=3,75; d.f =1, p=0,053). Assim, a estratégia de associação com base em trios e métodos HRR e TDT, que revelaram uma tendência de associação entre o alelo T do polimorfismo T1069C do gene SNAP-25 e a PHDA, parece sugerir que o polimorfismo estudado poderá desempenhar um papel directo na etiologia da PHDA na população portuguesa. Será importante o uso de uma amostra maior...

Avaliação de terapia cognitiva-comportamental para prevenção de reincidência penitenciária; Evaluation of cognitive-behavioral therapy for prevention of prison recidivism

Saffi, Fabiana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
16.17%
INTRODUÇÃO: A reinserção do indivíduo na sociedade, após ele ter cometido um ato anti-social, iniciou-se com o Iluminismo. Atualmente várias pesquisas têm sido realizadas para se verificar a eficácia de trabalhos de reinserção social para criminosos. Entretanto na realidade brasileira não existem trabalhos sistematizados para a população prisional. Como decorrência disto, pensou-se em sistematizar uma intervenção terapêutica para prevenção de reincidência penitenciária e verificar sua eficácia. MÉTODOS: A terapia cognitivo-comportamental para prevenção à reincidência penitenciária é composta por 10 sessões estruturadas. O grupo de sujeitos foi formado por sentenciados, que cumpriam pena no regime semi-aberto, presos, no mínimo, pela segunda vez (reincidentes penitenciários); o tempo máximo de pena que teriam que cumprir deveria ser inferior a quinze anos e já deveriam ter cumprido tempo suficiente para requisitar progressão de regime. Os 43 sujeitos que iniciaram a pesquisa foram divididos em dois grupos grupo de trabalho e grupo controle. Foram feitas entrevistas e aplicações de escalas antes e depois da intervenção. RESULTADOS: Como resultado do trabalho não se percebeu diferença estatisticamente significativa entre os sujeitos que estavam no grupo de trabalho e no grupo controle em relação a reincidência penitenciária. Em relação às escalas aplicadas...

Psicodinamismos da tendência antissocial: um estudo transgeracional; Psychodynamisms of antisocial trend: a transgenerational study

Medeiros, Ana Paula
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/11/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.76%
A literatura psicológica é unânime em afirmar que o ambiente é um importante propulsor do desenvolvimento infantil. Assim, ao considerar a importância do meio, é preciso entender que a família exerce uma importante influência na criança, podendo auxiliar ou dificultar seu processo evolutivo. A partir de uma perspectiva transgeracional, é possível identificar a forma como ocorrem a transmissão psíquica e o processo estruturante da organização familiar, correspondente à herança familiar em nível inconsciente, que transfere aspectos intrapsíquicos e intersubjetivos. A tendência antissocial pode levar a um importante rompimento das expectativas que a sociedade e a família têm para com a criança, sendo que os sintomas que a caracterizam compreendem a presença de brigas, agressividade, oposição, mentiras, fugas, desobediência, entre outros. Sendo assim, o presente trabalho visou compreender os psicodinamismos familiares envolvidos no surgimento e na manutenção da tendência antissocial em uma criança do sexo feminino de cinco anos de idade, a partir da perspectiva da teoria da Transmissão Psíquica Transgeracional. Foi realizado um estudo de caso com a participação de uma família, cuja criança apresenta sintomas de tendência antissocial. Participaram desta pesquisa: a criança...

Gender Differences and Developmental Change in Externalizing Disorders From Late Adolescence to Early Adulthood: A Longitudinal Twin Study

Hicks, Brian M.; Blonigen, Daniel M.; Kramer, Mark D.; Krueger, Robert F.; Patrick, Christopher J.; Iacono, William G.; McGue, Matt
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /08/2007 EN
Relevância na Pesquisa
16.02%
Using data from over 1,000 male and female twins participating in the Minnesota Twin Family Study, the authors examined developmental change, gender differences, and genetic and environmental contributions to the symptom levels of four externalizing disorders (adult antisocial behavior, alcohol dependence, nicotine dependence, and drug dependence) from ages 17 to 24. Both men and women increased in symptoms for each externalizing disorder, with men increasing at a greater rate than women, such that a modest gender gap at age 17 widened to a large one at age 24. Additionally, a mean-level gender difference on a latent Externalizing factor could account for the mean-level gender differences for the individual disorders. Biometric analyses revealed increasing genetic variation and heritability for men but a trend toward decreasing genetic variation and increasing environmental effects for women. Results illustrate the importance of gender and developmental context for symptom expression and the utility of structural models to integrate general trends and disorder-specific characteristics.

Acute Topiramate Differentially Affects Human Aggressive Responding at Low vs. Moderate Doses in Subjects with Histories of Substance Abuse and Antisocial Behavior

Lane, Scott D.; Gowin, Joshua L.; Green, Charles E.; Steinberg, Joel L.; Moeller, F. Gerard; Cherek, Don R.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /04/2009 EN
Relevância na Pesquisa
26.02%
Anticonvulsant drugs have demonstrated efficacy in the management of irritability and aggression in a variety of psychiatric populations. We examined the acute effects of topiramate on aggression using a laboratory model of human aggression (PSAP) in individuals at high risk for aggressive and violent behavior. Twelve subjects, on parole/probation and with an Axis-II personality disorder and/or a substance use disorder, received 100, 200, 300, and 400 mg in an ascending sequence, with intervening placebo doses. Subjects participated 2–3 days per week over 4–6 weeks. Due to cognitive side effects at 300 mg, two subjects only completed through the 200 mg dose. Topiramate produced an inverted U-shaped dose response curve, with increases in aggression peaking at 200 mg and a modest decrease at 400 mg. Statistical analysis revealed a polynomial trend for dose (P = .001). The observed inverted U-shaped function in aggressive responding is consistent with non-human aggression studies of GABA-A modulators. Acute topiramate doses > 400 mg may have anti-aggressive effects, but dose levels in the 200–300 mg range may produce increases in aggression and side effects.

Historical Change in the Link between Adolescent Deviance Proneness and Marijuana Use, 1979–2004

Little, Michelle; Weaver, Scott R.; King, Kevin M.; Liu, Freda; Chassin, Laurie
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
16.26%
We examined historical change in the association between adolescent deviance proneness and marijuana use using 26 years (from 1979 through 2004) of national 12th grade data from the Monitoring the Future (MTF) study. “Deviance proneness” was measured using a latent factor model of behavioral and personality characteristics that underlie both substance use and antisocial disorders. Marijuana use outcomes were measured in terms of youths’ annual frequency of use, and youths’ degree of involvement with marijuana. Separate within-gender structural equation models were used to determine whether links between deviance proneness and marijuana use were consistently significant and invariant in magnitude across 13 2-year historical cohorts. Overall results affirmed the established association between adolescent deviance proneness and both the frequency of marijuana use as well as regular use. Among male youth, the size of the association between deviance proneness and marijuana use was significantly smaller at the cohort of lowest population prevalence (1991/92) compared to cohorts marking peaks in marijuana use prevalence, thus suggesting a “softening” historical trend. By contrast, the prediction of female marijuana use from deviance proneness was not consistently related to historical shifts in population prevalence of marijuana use. Study findings point to the utility of risk-focused prevention programming that targets early precursors of both antisocial and substance use disorders.

MAOA Methylation is Associated with Nicotine and Alcohol Dependence in Women

Philibert, Robert A.; Gunter, Tracy D.; Beach, Steven R.; Brody, Gene; Madan, Anup
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 05/07/2008 EN
Relevância na Pesquisa
16.02%
In recent years, the role of epigenetic phenomenon, such as methylation, in mediating vulnerability to behavioral illness has become increasingly appreciated. One prominent locus at which epigenetic phenomena are thought to be in play is the Monoamine Oxidase A (MAOA) locus. In order to examine the role of methylation at this locus, we performed quantitative methylation analysis across the promoter region of this gene in lymphoblast lines derived from 191 subjects participating in the Iowa Adoption Studies (IAS). We analyzed the resulting data with respect to genotype and lifetime symptom counts for the more common major behavioral disorders in the IAS, antisocial personality disorder (ASPD), and substance use disorders (alcohol (AD) and nicotine dependence (ND)). We found that methylation status was significantly associated with lifetime symptom counts for ND (p<0.001) and AD (p<0.008) in women, but not men. Furthermore, a trend was found for women homozygous for the 3,3 allele to have a higher degree of overall methylation than women homozygous for the 4,4 allele (p<0.10). We conclude that methylation of MAOA may play a significant role in common psychiatric illness and that further examination of epigenetic processes at this locus is in order.

Do dopamine gene variants and prenatal smoking interactively predict youth externalizing behavior?

O’Brien, T. Caitlin; Mustanski, Brian S.; Skol, Andrew; Cook, Edwin H.; Wakschlag, Lauren S.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
16.02%
Externalizing behaviors (encompassing antisocial, impulsive, and substance use behaviors) are pervasive and impairing across a multitude of settings and developmental contexts. These behaviors, though often investigated separately, are highly comorbid. Prenatal tobacco exposure in interaction with various genetic influences has predicted later externalizing behavior, and recent evidence supports investigating sex differences in these patterns. In the current study, we extend this work by (a) examining two functional genetic markers in the dopamine system: the transporter gene (DAT1) and the dopamine receptor D4 gene (DRD4) in interaction with prenatal tobacco exposure to predict a latent composite of externalizing behavior and (b) testing whether these patterns differ by sex of youth in a community sample of adolescents (n=176). The relatively small sample is partially offset by high quality, multi-method prospective measurement. We assessed prenatal tobacco exposure using prospective repeated cotinine-corrected reports and externalizing behaviors were assessed utilizing multiple measures across three waves. The interaction between DAT1 (but not DRD4) and prenatal tobacco exposure was statistically significant in boys, and patterns appeared to differ by sex. Risk for externalizing behaviors for exposed boys increased linearly as a function of the 10r DAT1 allele. For exposed girls...

A importância do holding na reorganização afetivo-social de crianças que manifestam tendência anti-social

Alexandre, Dulcinéia Pires Azevedo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.26%
This study aims to understand as the children who show expressive behaviors of antisocial trends at Núcleo de Ação Social da Praia do Meio in Natal-RN city, linked to Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social-SEMIT, which experience the relation with the social educator in role of caregiver. This matter was investigated within an interpretation and approach qualitative view of the social phenomena, using the Thematic Analysis technique of drawings and stories which express the relation with the caregiver gotten in sessions of playful interactions between child and researcher in order to understand the child experiences with the social educator. The used theoretical referential is by D. W. Winnicott who associates the social trend to a failure of environment in child holding. The subjects expressed the need of a firm and protective environment and they look for this in NASPM educators. Moreover, they show as solitude and vulnerability take part their lives due to the lack of emotional holding on family that favors the involvement with violent groups. But, it is worth pointing out that the children value the Nucleus environment when has offered them a safe holding which can be positive the established linking with it. Such conclusion points out to the possibility...

O (dis) funcionamento emocional em criminosos psicopatas e não psicopatas

Iria, Catarina Isabel Marques Santos
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
26.46%
O comportamento criminal é, muitas vezes, associado a défices na capacidade de identificar emoções em expressões faciais, apesar de a investigação evidenciar resultados contraditórios. No entanto, até ao momento, poucos estudos se focaram na possível influência de aspetos metodológicos, tais como fatores específicos das amostras ou as contingências materiais e sociais no desempenho das tarefas de identificação de emoções. O objetivo desta tese foi o de investigar o funcionamento emocional de criminosos tendo em consideração o estudo do nível de psicopatia e a influência de contingências materiais e sociais no processamento de emoções básicas facialmente expressas. Para atingir o objetivo preparou-se o material-estímulo do NimStim Data Set, recolheram-se dados normativos numa amostra de grande dimensão e estudaram-se os potenciais efeitos de variáveis demográficas como a idade, o género e a educação na identificação de emoções em expressões faciais. Uma vez obtido o material-estímulo (261 fotografias), garantida a sua qualidade para a indução de emoções e selecionada a medida mais adequada à resposta fisiológica dos criminosos às expressões faciais realizaram-se vários estudos, nomeadamente: um estudo focalizado na identificação de expressões faciais de emoções de valência negativa através de um paradigma Go/No-go e estudos centrados na influência das expectativas da recompensa e do custo de resposta material e a influência de contingências sociais na identificação de emoções básicas facialmente expressas. Os resultados sugerem a não existência de uma relação geral entre o comportamento criminal e um défice na identificação de emoções negativas em expressões faciais nos indivíduos de alto nível de psicopatia. Além disso...

El Desenvolupament de la personalitat psicopàtica pràctiques educatives parentals i altres variables familiars /

Pardo Cladellas, Yolanda
Fonte: Bellaterra: Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: Bellaterra: Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis Formato: application/pdf
Publicado em //2008 CAT; CAT
Relevância na Pesquisa
16.51%
Títol obtingut de la portada digitalitzada; Consultable des del TDX; La psicopatia és un constructe caracteritzat per una constel·lació de trets afectius, interpersonals i conductuals que porten a aquells que mostren aquest perfil de personalitat a un patró de conductes antisocials reiterat. Els delinqüents psicòpates es diferencien de la resta d'infractors en que les seves carreres delictives s'inicien abans i en que són més prolífiques, versàtils i violentes. Les dades indiquen que aquests individus suposen un important cost social, donat que, tot i ser una minoria dins d'aquest col·lectiu, se'ls considera responsables de més de la meitat dels delictes constatats (Lynam, 1996) i que es mostren força resistents als esforços de tractament i rehabilitació. Actualment, diferents models han sorgit per tal d'identificar els precursors psicopàtics infantils. Entre els factors proposats, destaquen la comorbiditat entre diagnòstics externalitzants i a presentació de trets d'insensibilitat afectiva i absència d'emotivitat, com a possibles precursors de la personalitat psicopàtica. La identificació d'aquests precursors psicopàtics ha possibilitat l'estudi dels factors implicats en el seu desenvolupament entre els que destaquen les variables familiars. Aquesta recerca ha tingut com a objectiu estudiar la implicació de diversos factors familiars...