Página 1 dos resultados de 478 itens digitais encontrados em 0.063 segundos

Consumo de alimentos de origem animal e câncer de boca e orofaringe; Consumption of animal-derived foods and mouth and oropharyngeal cancer

Toporcov, Tatiana Natasha; Haye Biazevic, Maria Gabriela; Braga Rotundo, Ligia Drovandi; Andrade, Fabiana Paula de; Carvalho, Marcos Brasilino de; Brasileiro, Rosana Sarmento; Kowalski, Luiz Paulo; Ferreira Antunes, Jose Leopoldo
Fonte: PAN AMER HEALTH ORGANIZATION; WASHINGTON Publicador: PAN AMER HEALTH ORGANIZATION; WASHINGTON
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
106.05%
OBJETIVO: Avaliar a relação entre alimentos de origem animal e câncer de boca e orofaringe. MÉTODOS: Estudo caso-controle, de base hospitalar, pareado por sexo e idade (± 5 anos) com a coleta de dados realizada entre julho de 2006 e junho de 2008. A amostra foi composta por 296 pacientes com câncer de boca e orofaringe e 296 pacientes sem histórico de câncer atendidos em quatro hospitais da cidade de São Paulo (SP), Brasil. Foi aplicado um questionário semiestruturado, para a coleta de dados relativos à condição socioeconômica e aos hábitos deletérios (tabaco e bebidas alcoólicas). Para avaliação do consumo alimentar, utilizou-se um questionário de frequência alimentar qualitativo. A análise se deu por meio de modelos de regressão logística multivariada, que consideraram a hierarquia existente entre as características estudadas. RESULTADOS: Entre os alimentos de origem animal, o consumo frequente de carne bovina (OR = 2,73; IC95% = 1,27-5,87; P < 0,001), bacon (OR = 2,48; IC95% = 1,30-4,74; P < 0,001) e ovos (OR = 3,04; IC95% = 1,51-6,15; P < 0,001) estava relacionado ao aumento no risco de câncer de boca e orofaringe, tanto na análise univariada quanto na multivariada. Entre os laticínios, o leite apresentou efeito protetor contra a doença (OR = 0...

Detecção de Salmonella em alimentos crus de origem animal empregando os imunoensaios rápidos TECRATM Salmonella VIA, TECRATM Salmonella UNIQUE e o método convencional de cultura; Detection of Salmonella in raw foods of animal origin using Tecra Salmonella VIA and Tecra Salmonella Unique rapid immunoassays and a cultural procedure

Paula, Ana Maria Ramalho de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/03/2002 PT
Relevância na Pesquisa
136.01%
A presença de Salmonella em 200 amostras de alimentos crus de origem animal foi investigada empregando-se os dois ensaios imunoenzimáticos rápidos TECRA™ Salmonella VIA e TECRA™ Salmonella UNIQUE (TECRA Diagnostics, Rosewille, NSW, Australia) e o método de cultura convencional empregado rotineiramente no Instituto Adolfo Lutz, São Paulo, SP. Quarenta e cinco amostras (22.5%) foram Salmonella positivas por pelo menos um dos três métodos. O número de amostras positivas de acordo com o método analítico foi 34 (75,6%) para o método de cultura convencional, 29 (64,4%) para TECRA™ Salmonella VIA e 27 (60.0%) para TECRA™ Salmonella UNIQUE. O método de cultura convencional detectou quatro amostras positivas não detectadas por nenhum dos outros dois métodos rápidos. TECRA™ Salmonella UNIQUE detectou sete amostras positivas não detectadas pelos demais métodos. Uma amostra foi positiva apenas pelo método TECRA™ Salmonella VIA. Considerando todos os resultados (positivos e negativos) o teste de qui quadrado de McNemar indicou que as diferenças entre os resultados obtidos pelos métodos rápidos, quando comparados aos obtidos pelo método convencional, não foram estatisticamente significativas (p>0.05).; The presence of Salmonella in 200 raw food samples of animal origin was investigated by means of rapid immunoassays TECRA™ Salmonella VIA and TECRA™ Salmonella UNIQUE (TECRA Diagnostics...

Persistência de cepas de Listeria monocytogenes em linha de abate industrial de frango em um matadouro localizado no Estado de São Paulo; Persistency of Listeria monocytogenes strains in a poultry industrial slaughterhouse located in the state of São Paulo

Dias, Denise de Almeida Marques
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/01/2008 PT
Relevância na Pesquisa
115.95%
Listeria monocytogenes é um microrganismo conhecido como causador de enfermidades transmitidas por alimentos desde a década de 80 quando foram descritos surtos de listeriose ocorridos na América do Norte e Europa. Dentre os alimentos de origem animal que veiculam esse patógeno, as aves e seus produtos têm merecido atenção especial por parte de alguns pesquisadores devido à associação feita entre aves e uma possível contaminação durante o processamento, acarretando a contaminação dos produtos finais. Os objetivos desta pesquisa foram avaliar a ocorrência de L. monocytogenes em diferentes etapas da produção de carcaça de frango em um matadouro frigorífico situado no Estado de São Paulo; avaliar a diversidade genética e sorológica das cepas de L. monocytogenes isoladas; correlacionar a diversidade genética das cepas isoladas com a distribuição nas diferentes etapas da linha de processamento, avaliar a persistência das cepas isoladas nesse matadouro e comparar os perfis genéticos de cepas de L. monocytogenes obtidos em nosso país com aqueles obtidos em um matadouro de aves com capacidade similar na Espanha. Foram realizadas 4 amostragens nos meses de julho e novembro de 2005, e março e maio de 2006 em um matadouro situado no Estado de São Paulo. Foi examinado um total de 178 amostras de carcaças de frango...

Capacidade enterotoxigênica e perfil de resistência de staphylococcus aureus isolados de produtos de origem animal inspecionados no Brasil

Kuchenbecker, Beatris Sonntag
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
116.12%
Os produtos de origem animal, produzidos em indústrias brasileiras e inspecionados pelo Serviço de Inspeção Federal, passam por diversos controles, em todas as etapas do seu processamento. Após a industrialização, são submetidos a análises em laboratórios oficiais, para verificação do cumprimento de parâmetros que os definem como aceitáveis ao consumo e isentos de risco. Uma das análises realizadas rotineiramente é a enumeração de Staphylococcus aureus (S. aureus). Este microrganismo possui um risco associado a sua presença em grande número, pois alguns deles têm a capacidade de produzir, sob determinadas condições, enterotoxinas termoestáveis, que, ao serem ingeridas, juntamente com o alimento, produzem uma enfermidade. A proposta deste trabalho foi estudar a distribuição das cepas de S. aureus isoladas de amostras de produtos de origem animal das regiões sul, sudeste, norte e nordeste do Brasil e caracterizá-las, com objetivo de estimar riscos de transmissão, através dos alimentos, de cepas resistentes aos antimicrobianos normalmente utilizados em tratamentos de infecções estafilocócicas e investigar a capacidade destas de produzirem as chamadas "enterotoxinas clássicas" (SEA, SEB, SEC, SED e SEE). Os isolados bacterianos foram originários de 3.748 amostras de diversos produtos de origem animal...

Avaliação das práticas de fracionamento de produtos de origem animal em supermercados em Porto Alegre.; Evaluation of practices adopted for slicing of animal-derived foods in supermarkets of Porto Alegre, Brazil

Gottardi, Carina Philomena Thebisch; Mottin, Vanessa Daniele; Murmann, Lisandra; Souza, Claudia Ache Saldanha de; Schmidt, Veronica; Cardoso, Marisa Ribeiro de Itapema
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
106%
Os setores de fiambreria dos supermercados e hipermercados fracionam quantidades de alimento em escala próxima à industrial, estando submetidos a elevado risco de manipulação e contaminação cruzada. A partir disso, o objetivo desse estudo foi avaliar as práticas adotadas para manipular produtos fracionados de origem animal. Foi conduzido um estudo observacional onde foram aplicados questionários em 37 supermercados de Porto Alegre. A maioria dos estabelecimentos contava com responsável técnico (78,4%), treinava (67,6%) e supervisionava (78,4%) os manipuladores e não tinha Manual de Boas Práticas de Fabricação (83,3%). Quanto aos procedimentos de higienização, 62,2% utilizavam protocolo de higienização que consistia em uso de detergente com posterior aplicação de sanificante para equipamentos e mesas de manipulação e 70,3% utilizavam produto específico para higienização das mãos dos manipuladores. As concentrações e freqüências adotadas para esses procedimentos eram geralmente desconhecidas. A partir disso, conclui-se que procedimentos de treinamento, controle e avaliação devem ser implementados para garantir a segurança dos alimentos manipulados nesses estabelecimentos.; Retail establishments, like supermarkets...

Zoonoses parasitárias veiculadas por alimentos de origem animal: revisão sobre a situação no Brasil

Rossi, Gabriel Augusto Marques; Hoppe, Estevam Guilherme Lux; Martins, Ana Maria Centola Vidal; Prata, Luiz Francisco
Fonte: Instituto Biológico Publicador: Instituto Biológico
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 290-298
POR
Relevância na Pesquisa
126.06%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Brazil is one of the most important countries in the production of animal source foods, and the consumers are looking for safe and innocuous products for health. In this context, it is necessary to prevent zoonosis that can be transmitted by animal source foods, which are sometimes consumed without proper cooking or made by vulnerable populations. On this review, important parasitic zoonotic diseases will be covered, which currently occur by this transmission route: toxoplasmosis, taeniasis-cysticercosis complex, cryptosporidiosis, anisakiasis, diphyllobothriasis and trichinosis.; O Brasil se destaca na produção mundial de alimentos de origem animal, sendo que cada vez mais os mercados consumidores buscam alimentos seguros e inócuos para a saúde. Nesse contexto, torna-se fundamental a prevenção das zoonoses, que podem ser transmitidas através dos alimentos de origem animal, que muitas vezes são consumidos sem o devido preparo ou por populações mais vulneráveis. Nesta revisão bibliográfica, serão abordadas importantes enfermidades parasitárias de caráter zoonótico que ocorrem atualmente pela via de transmissão alimentar: a toxoplasmose...

Licenciamento de estabelecimentos da indústria de alimentos de origem animal

Lopes, Carla Patrícia Martins
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 26/01/2012 POR
Relevância na Pesquisa
115.93%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; O Decreto-Lei 209/2008 de 29 de outubro, que aprova o regime de exercício da atividade industrial, apresenta uma classificação para os estabelecimentos industriais que assenta no princípio do grau de risco potencial para a pessoa humana e para o ambiente e, desta forma, determina a tramitação dos processos de licenciamento. Os projetos de estabelecimentos da indústria de géneros alimentícios de origem animal submetidos para aprovação, independentemente da tipologia do estabelecimento, são avaliados pelos Serviços Regionais da Direção-Geral de Veterinária com base nas disposições legais e regulamentares vigentes no âmbito da segurança e higiene dos géneros alimentícios de origem animal. Este trabalho apresenta a análise estatística de algumas das atividades desenvolvidas durante o estágio. Assim, no que respeita à avaliação dos projetos submetidos para aprovação através da plataforma de interoperabilidade da Administração Pública a análise torna evidente o valioso contributo do Núcleo Técnico de Licenciamento do Centro no apoio prestado aos requerentes a fim de tornar o processo mais célere e menos dispendioso. Relativamente aos controlos oficiais realizados a estabelecimentos de produtos da pesca revelou uma evolução positiva dos parâmetros avaliados e apontou como parâmetros mais problemáticos o “HACCP” nas 1.ª e 3.ª vistorias e “Higiene e Limpeza” nas 2.ª e 4.ª vistorias. Em relação à inspeção sanitária de produtos da pesca frescos revelou que as maiores quantidades de produtos da pesca frescos rejeitados na Docapesca de Sesimbra e na Docapesca da Figueira da Foz foram capturados usando redes de emalhar e que mais de metade dos produtos da pesca frescos rejeitados na Docapesca da Figueira da Foz eram provenientes de apenas cinco embarcações. Quanto ao controlo oficial de navios o parâmetro “Estruturas” foi o mais problemático e o parâmetro “Rastreabilidade” o menos problemático. E por último...

A adequação do consumo de alimentos de origem animal e sua relação com renda familiar

Szarfarc,Sophia Cornbluth
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/1979 PT
Relevância na Pesquisa
106.06%
Foi realizado estudo sobre adequação de consumo de proteínas de alto valor biológico e seu relacionamento com preço e com renda familiar, em diferentes épocas. A diminuição de consumo de origem animal observada, foi causada, por uma modificação na distribuição orçamentária, na qual, a fração destinada à aquisição de carne, leite e ovos, em 1975, foi menor do que em 1969. O 'índice de Consumo de Proteínas de Origem Animal - ICPA", avaliado através da razão entre renda familiar e custo dos alimentos de origem animal recomendados para a família, é indicador eficiente do consumo desses alimentos e indiretamente do estado nutricional. Para sua utilização é necessária a fixação de um ICPA crítico, que permita identificar as famílias quanto à capacidade econômica, uma vez que a fração destinada a compra de alimentos de origem animal varia no decorrer do tempo.

Composição centesimal e valor calórico de alimentos de origem animal

TORRES,Elizabeth A.F.S; CAMPOS,Norberto C.; DUARTE,Marilda; GARBELOTTI,Maria L.; PHILIPPI,Sonia T.; MINAZZI-RODRIGUES,Regina S.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2000 PT
Relevância na Pesquisa
136.01%
Dados sobre composição de alimentos são importantes para inúmeras atividades, porém são escassos ou inexistentes em nosso país. O presente trabalho teve como objetivo determinar o valor calórico dos alimentos de origem animal comumente usados na dieta: carne, leite e ovos a fim de compará-los com os dados das tabelas de composição centesimal mais utilizadas por profissionais da área. Observou-se que de um modo geral, ocorrem variações entre os valores das tabelas consultadas e os analisados, sendo estes menores para ovos, seguidos de laticínios, carnes suínas, carnes bovinas e aves. Salientamos portanto, a importãncia de obtenção dados sobre a composição de alimentos condizentes com diferenças regionais do Brasil, visto que a maioria das tabelas disponíveis são compilações de dados internacionais.

Digestibilidade aparente e verdadeira do fósforo de alimentos de origem animal para suínos

Bünzen,S.; Rostagno,H.S.; Lopes,D.C.; Gomes,P.C.; Hashimoto,F.A.M.; Apolônio,L.R.; Borsatto,C.G.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
105.97%
Determinaram-se os coeficientes de digestibilidade aparente (CDAP) e verdadeira (CDVP) do fósforo de alimentos de origem animal. Foram utilizados 24 suínos, machos castrados, com média de peso de 25,0±3,0kg no período de crescimento e 24 suínos com média de peso de 60,0±5,0kg para o período de terminação. Os tratamentos foram resultantes de um fatorial de duas metodologias (coleta total de fezes e indicador fecal), duas fases (crescimento e terminação) e oito dietas (seis alimentos de origem animal, uma ração referência e uma ração com baixo conteúdo de fósforo total para estimar as perdas de fósforo endógeno), com três repetições e um animal por unidade experimental. Não foram encontradas diferenças entre as metodologias ou entre as fases avaliadas (P>0,05). Os valores médios de CDAP e CDVP encontrados com suínos em crescimento e terminação foram, respectivamente, 61,7 e 62,0% para a farinha de carne e ossos com 35% de proteína bruta (PB); 62,3 e 62,9% para a farinha de carne e ossos com 41% de PB; 49,0 e 52,5% para a farinha de vísceras e penas; 72,3 e 90,8% para a farinha de penas; 85,5 e 88,5% para a farinha de peixe com 55% de PB; e 80,0 e 92,0% para o soro de leite em pó.

Detecção de genes do cluster egc em Staphylococcus aureus isolados de alimentos de origem animal

Zocche,Fernando; Bastos,Caroline Peixoto; Silva,Wladimir Padilha da
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
126.02%
Os objetivos deste estudo foram detectar, por PCR, genes codificadores de enterotoxinas estafilocócicas, pertencentes ao cluster egc (genes seg, sei, selm, seln e selo) em Staphylococcus aureus isolados em diferentes alimentos de origem animal, e relacionar sua presença com a fonte de isolamento. Quarenta e uma cepas de S. aureus de diferentes origens (carne de frango, leite cru, embutidos cárneos e queijo) foram avaliadas por PCR, por meio da amplificação de um fragmento de 3375pb (denominado egc parcial), que foi utilizado como marcador da presença do cluster, e fragmentos de cada um dos genes pertencentes ao cluster egc. Há presença de genes do cluster egc em isolados de S. aureus isoladas em alimentos de origem animal; entretanto, diferentes genótipos puderam ser observados em função da fonte de isolamento. A ocorrência de S. aureus isolados em carne de frango que possuíam todos os genes do cluster foi elevada; no entanto, nos isolados oriundos dos demais alimentos, essa ocorrência foi reduzida.

Resíduos e contaminantes químicos em alimentos de origem animal no Brasil: histórico, legislação e atuação da vigilância sanitária e demais sistemas regulatórios

Spisso,Bernardete Ferraz; Nóbrega,Armi Wanderley de; Marques,Marlice Aparecida Sípoli
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
115.95%
A segurança de alimentos é um tema cada vez mais relevante, devido à crescente busca por uma melhor qualidade de vida e conscientização dos consumidores quanto ao direito de adquirir produtos seguros à saúde. O uso de substâncias em animais produtores de alimentos para o consumo humano requer de estudos de farmacocinética à depleção dos resíduos, com o estabelecimento de valores limitativos, de forma que não constituam em um risco à saúde. Além das substâncias utilizadas intencionalmente, outras advindas da contaminação ambiental ou contaminação das rações ingeridas por esses animais podem atingir o homem através da dieta. Os objetivos deste artigo são reunir e discutir os principais atos federais relativos a resíduos e contaminantes químicos em alimentos de origem animal no Brasil, além daqueles relativos ao controle de medicamentos de uso veterinário e aditivos para produtos destinados à alimentação animal. A apresentação cronológica das bases legais pretende facilitar a interpretação dos atos dentro dos respectivos cenários políticos e econômicos. As propostas de ação dos diferentes agentes envolvidos nos sistemas regulatórios são discutidas sob o ponto de vista da saúde pública.

Zoonoses parasitárias veiculadas por alimentos de origem animal: revisão sobre a situação no Brasil

Rossi,Gabriel Augusto Marques; Hoppe,Estevam Guilherme Lux; Martins,Ana Maria Centola Vidal; Prata,Luiz Francisco
Fonte: Instituto Biológico Publicador: Instituto Biológico
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
126.03%
O Brasil se destaca na produção mundial de alimentos de origem animal, sendo que cada vez mais os mercados consumidores buscam alimentos seguros e inócuos para a saúde. Nesse contexto, torna-se fundamental a prevenção das zoonoses, que podem ser transmitidas através dos alimentos de origem animal, que muitas vezes são consumidos sem o devido preparo ou por populações mais vulneráveis. Nesta revisão bibliográfica, serão abordadas importantes enfermidades parasitárias de caráter zoonótico que ocorrem atualmente pela via de transmissão alimentar: a toxoplasmose, o complexo teníase-cisticercose, criptosporidiose, anisacose, difilobotriose e triquinelose.

Métodos cromatográficos para determinar aminas biogênicas em alimentos de origem animal; Chromatographic methods for biogenic amines determination in foods of animal origin

Lázaro de la Torre, César Aquiles; Conte-Júnior, Carlos Adam
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2013 ENG
Relevância na Pesquisa
146.01%
Aminas biogenicas sao formadas como resultado da descarboxilacao de aminoacidos livres especificos. A analise desses metabolitos e de grande importancia na determinacao da qualidade e monitoramento de biogenicas como histamina e tiramina relacionadas com episodios de intoxicacao em humanos. A cromatografia e uma tecnica de separacao química usada para caracterizar aminas biogenicas. Variacoes da tecnica (cromatografia liquida, em camada delgada e gasosa) tem sido amplamente usadas, porem a complexidade da matriz alimentar faz com que sejam realizadas mudancas nos processos de extracao, derivatizacao e deteccao em concordancia com cada grupo de alimento. A cromatografia liquida de alta eficiencia (CLAE) e o metodo mais utilizado na determinacao de aminas biogenicas em alimentos. Contudo, devido a importancia das aminas biogenicas no controle da qualidade e a seguranca do consumidor, os pesquisadores tentam desenvolver novos metodos com o intuito de uma analise mais rapida e precisa para o controle de alimentos no mercado. O objetivo da revisao e apresentar algumas tecnicas cromatograficas aplicadas no monitoramento de aminas biogenicas em produtos de origem animal.; Biogenic amines (BAs) are formed as a result of specific free amino acid decarboxylation. Analysis of these metabolites may be of great importance to determine food quality and for monitoring the levels of biogenic amines such as histamine and tyramine related to intoxication episodes in humans. Chromatography is a chemistry separation technique used to characterize biogenic amines in foods. Variations of this technique (liquid...

Consumption of animal products and frauds: DNA-based methods for the investigation of authenticity and traceability in dairy and meat-derived products – a review; Consumo de produtos de origem animal e fraudes: uma revisão dos métodos moleculares para a investigação de autenticidade e rastreabilidade em produtos lácteos e cárneos

Carvalho, Ana Carolina da Silva; Gennari, Solange Maria; Paschoalin, Vânia Margaret Flosi
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2015 ENG
Relevância na Pesquisa
105.97%
O aumento do poder de compra da população, especialmente em países emergentes como o Brasil, foi seguido pelo crescente consumo de carnes, leites e seus derivados, assim como pela maior exigência por padrões de qualidade destes produtos. Os diferentes tipos de fraude podem comprometer a qualidade e ferir os direitos do consumidor, sendo relevante a aplicação de métodos mais sensíveis e específicos para investigação da autenticidade de gêneros alimentícios de origem animal. A substituição total ou parcial de carne, leite ou derivados, de outra espécie animal que não a declarada no rótulo dos produtos, compromete a natureza e a qualidade destes produtos, prejudicando os direitos de escolha dos consumidores, que podem estar relacionados a recomendações médicas e nutricionais, ao valor econômico do produto ou sobre os hábitos e/ou restrições alimentares específicos de cada cultura. A identificação das espécies animais que deram origem aos produtos cárneos e lácteos e importante para a rastreabilidade dos alimentos. Embora matrizes alimentares tenham composição complexa e variável, técnicas biomoleculares têm sido cada vez mais utilizadas para a identificação de espécies animais, uma vez que tem sido demonstrada a confiabilidade...

Conflito de competências na fiscalização de alimentos de origem animal no Brasil: uma análise da legislação em vigor no Brasil

Carvalho, Patrícia Borges de
Fonte: Núcleo de Pesquisa em Direito Sanitário da Universidade de São Paulo Publicador: Núcleo de Pesquisa em Direito Sanitário da Universidade de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Peer-reviewed article; ; ; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 02/03/2004 POR
Relevância na Pesquisa
115.95%
A fiscalização e a inspeção de alimentos de origem animal no Brasil vem, há anos, enfrentando controvérsias e indefinições acerca de um possível conflito de competências entre os Ministérios da Saúde e da Agricultura. Foi realizado levantamento e análise das principais normas em vigor relativas ao assunto frente a alguns princípios do Direito Constitucional e Administrativo. A avaliação detalhada da legislação em vigor no país referente ao assunto, bem como seu confronto com o texto e com os princípios constitucionais, possibilitou a conclusão pela confirmação da existência de tal conflito. A pesquisa jurisprudencial não revelou haver grande número de questionamentos judiciais referentes ao assunto. Apesar disso, a avaliação jurídico-legal divulgou fortes indicativos de que a atribuição do controle dos alimentos em geral, inclusive os de origem animal, compete ao Sistema Único de Saúde e foram apresentadas propostas para correção das possíveis irregularidades e para a adequação da estrutura administrativa federal às normas legais e constitucionais.

A adequação do consumo de alimentos de origem animal e sua relação com renda familiar; The determination of adequate animal protein consumption and its relation to family income

Szarfarc, Sophia Cornbluth
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/1979 POR
Relevância na Pesquisa
106.09%
Foi realizado estudo sobre adequação de consumo de proteínas de alto valor biológico e seu relacionamento com preço e com renda familiar, em diferentes épocas. A diminuição de consumo de origem animal observada, foi causada, por uma modificação na distribuição orçamentária, na qual, a fração destinada à aquisição de carne, leite e ovos, em 1975, foi menor do que em 1969. O ''índice de Consumo de Proteínas de Origem Animal - ICPA", avaliado através da razão entre renda familiar e custo dos alimentos de origem animal recomendados para a família, é indicador eficiente do consumo desses alimentos e indiretamente do estado nutricional. Para sua utilização é necessária a fixação de um ICPA crítico, que permita identificar as famílias quanto à capacidade econômica, uma vez que a fração destinada a compra de alimentos de origem animal varia no decorrer do tempo.; Adequate consumption of proteins of high biological value is related to cost and family income at different periods of time. The decrease of consumption of animal protein observed was caused by alterations in family budgets in which the portion allotted for buying meat, milk, and eggs was smaller in 1975 than in 1969. The "Index of Animal Protein Consumption (ICPA)...

A adequação do consumo de alimentos de origem animal e sua relação com renda familiar

Szarfarc,Sophia Cornbluth
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/1979 PT
Relevância na Pesquisa
106.06%
Foi realizado estudo sobre adequação de consumo de proteínas de alto valor biológico e seu relacionamento com preço e com renda familiar, em diferentes épocas. A diminuição de consumo de origem animal observada, foi causada, por uma modificação na distribuição orçamentária, na qual, a fração destinada à aquisição de carne, leite e ovos, em 1975, foi menor do que em 1969. O ''índice de Consumo de Proteínas de Origem Animal - ICPA", avaliado através da razão entre renda familiar e custo dos alimentos de origem animal recomendados para a família, é indicador eficiente do consumo desses alimentos e indiretamente do estado nutricional. Para sua utilização é necessária a fixação de um ICPA crítico, que permita identificar as famílias quanto à capacidade econômica, uma vez que a fração destinada a compra de alimentos de origem animal varia no decorrer do tempo.

Consumo de alimentos de origem animal e câncer de boca e orofaringe

Toporcov,Tatiana Natasha; Biazevic,Maria Gabriela Haye; Rotundo,Lígia Drovandi Braga; Andrade,Fabiana Paula de; Carvalho,Marcos Brasilino de; Brasileiro,Rosana Sarmento; Kowalski,Luiz Paulo; Antunes,Jose Leopoldo Ferreira
Fonte: Organización Panamericana de la Salud Publicador: Organización Panamericana de la Salud
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
106.02%
OBJETIVO: Avaliar a relação entre alimentos de origem animal e câncer de boca e orofaringe. MÉTODOS: Estudo caso-controle, de base hospitalar, pareado por sexo e idade (± 5 anos) com a coleta de dados realizada entre julho de 2006 e junho de 2008. A amostra foi composta por 296 pacientes com câncer de boca e orofaringe e 296 pacientes sem histórico de câncer atendidos em quatro hospitais da cidade de São Paulo (SP), Brasil. Foi aplicado um questionário semiestruturado, para a coleta de dados relativos à condição socioeconômica e aos hábitos deletérios (tabaco e bebidas alcoólicas). Para avaliação do consumo alimentar, utilizou-se um questionário de frequência alimentar qualitativo. A análise se deu por meio de modelos de regressão logística multivariada, que consideraram a hierarquia existente entre as características estudadas. RESULTADOS: Entre os alimentos de origem animal, o consumo frequente de carne bovina (OR = 2,73; IC95% = 1,27-5,87; P < 0,001), bacon (OR = 2,48; IC95% = 1,30-4,74; P < 0,001) e ovos (OR = 3,04; IC95% = 1,51-6,15; P < 0,001) estava relacionado ao aumento no risco de câncer de boca e orofaringe, tanto na análise univariada quanto na multivariada. Entre os laticínios, o leite apresentou efeito protetor contra a doença (OR = 0...

Resíduos e contaminantes químicos em alimentos de origem animal no Brasil: histórico, legislação e atuação da vigilância sanitária e demais sistemas regulatórios

Spisso,Bernardete Ferraz; Nóbrega,Armi Wanderley de; Marques,Marlice Aparecida Sípoli
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
115.95%
A segurança de alimentos é um tema cada vez mais relevante, devido à crescente busca por uma melhor qualidade de vida e conscientização dos consumidores quanto ao direito de adquirir produtos seguros à saúde. O uso de substâncias em animais produtores de alimentos para o consumo humano requer de estudos de farmacocinética à depleção dos resíduos, com o estabelecimento de valores limitativos, de forma que não constituam em um risco à saúde. Além das substâncias utilizadas intencionalmente, outras advindas da contaminação ambiental ou contaminação das rações ingeridas por esses animais podem atingir o homem através da dieta. Os objetivos deste artigo são reunir e discutir os principais atos federais relativos a resíduos e contaminantes químicos em alimentos de origem animal no Brasil, além daqueles relativos ao controle de medicamentos de uso veterinário e aditivos para produtos destinados à alimentação animal. A apresentação cronológica das bases legais pretende facilitar a interpretação dos atos dentro dos respectivos cenários políticos e econômicos. As propostas de ação dos diferentes agentes envolvidos nos sistemas regulatórios são discutidas sob o ponto de vista da saúde pública.