Página 1 dos resultados de 1278 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Cultivo da pupunheira (Bactris gasipaes Kunth) irrigada submetida a diferentes formas de adubação (mineral e orgânica); Growth of peach palm (Bactris gasipaes Kunth) irrigated under different fertilization conditions (mineral and organic)

Bissi Junior, Clóvis José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.69%
No Brasil, a palmeira pupunha tem a região amazônica como seu habitat natural. Os frutos dessa palmeira, assim como o palmito, fazem parte da dieta alimentar dos povos da região Norte. Portanto, diante da relevância de seu cultivo, os objetivos dessa pesquisa foram avaliar os níveis de desenvolvimento vegetativo da pupunheira sob diferentes fontes de adubação (orgânica (esterco bovino e esterco suíno) e mineral), em condição irrigada. Buscou-se com isso, obter qual situação que fornecerá melhores condições de desenvolvimento vegetativo em termos de: altura da planta, diâmetro do caule, tamanho da folha (comprimento da raqui), espessura da raqui e por fim número de folhas. O experimento foi conduzido na área experimental do Departamento de Engenharia de Biossistemas, na fazenda Areão, pertencente à Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz ESALQ/USP, localizada no município de Piracicaba SP. Situada a uma altitude de 576 m acima do nível do mar cujas coordenadas geográficas são: 22° 42 30 latitude Sul e 47° 30 00 de longitude Oeste. O tipo de solo existente na área experimental é classificado como Terra Roxa Estruturada (Alfisolo), série Luiz de Queiroz, apresentando declividade média de 5%. Foi utilizado o delineamento experimental de blocos ao acaso em esquema fatorial 4x4 com tratamentos dispostos em faixas totalizando 4 tratamentos e 4 repetições. Cada tratamento continha aproximadamente 175 plantas. Dispostas no espaçamento de 2 m entre linhas de plantio e 1 m entre as plantas. As covas tinham em torno de 0...

Desenvolvimento do feijoeiro sob o uso de biofertilizante e adubação mineral

Galbiatti, Joao Antonio; Silva, Flávia G. da; Franco, Claudenir F; Caramelo, Anaira D
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola (SBEA) Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola (SBEA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 167-177
POR
Relevância na Pesquisa
56.72%
A produção intensiva de alimentos exige manejo adequado do solo para garantir a produtividade e a sustentabilidade ambiental. Uma das alternativas é a utilização de resíduos orgânicos no desenvolvimento das culturas, diminuindo a dependência de adubos minerais. Com o objetivo de avaliar o desenvolvimento da cultura de feijão (Phaseolus vulgaris L.), utilizando biofertilizante e adubação mineral, conduziu-se o experimento com seis tratamentos dispostos ao acaso, em esquema fatorial, em quatro blocos, com parcelas de 8,0 x 5,0 m. Os tratamentos sob solo cultivado com a cultura de feijão caracterizaram-se como: com e sem biofertilizante (CB e SB, respectivamente) e para a adubação mineral foram utilizadas a dose recomendada no plantio, ½ dose de adubação e sem adubação mineral (AM, 1/2AM, SAM). Adotaram-se práticas culturais convencionais para o preparo inicial do solo, e em seguida foi efetuada a aplicação de biofertilizante de origem bovina na dosagem de 100 m³ ha-1, com antecedência de três meses da semeadura. Foram avaliados os parâmetros massa da matéria seca acumulada na parte aérea da planta, área foliar e produtividade da cultura. Os resultados mostraram semelhanças entre as características analisadas...

Uso de esterco associado à adubação mineral na produção de mudas de mamoeiro (Carica papaya L.)

Canesin, Regina Célia Faria Simão; Corrêa, Luiz de Souza
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 481-486
POR
Relevância na Pesquisa
56.69%
Na composição do substrato para produção de mudas de mamoeiro, recomenda-se o uso de adubação orgânica, que traz como vantagens a melhoria das características físicas, químicas e biológicas do solo, criando um ambiente favorável ao desenvolvimento inicial das mudas, bem como boa resposta do mamoeiro. Os materiais orgânicos desempenham ainda um importante papel na nutrição das plantas como fornecedores de nutrientes. Contudo, observa-se que existe uma grande variação nas recomendações e quase sempre a adubação orgânica está associada à adubação mineral. Neste contexto, o objetivo deste trabalho foi o de verificar os efeitos do uso de esterco de curral associado ou não à adubação mineral no substrato sobre a formação de mudas de mamoeiro. O Experimento foi conduzido na FEP/UNESP/Câmpus de Ilha Solteira-SP. O delineamento utilizado foi em blocos, em esquema de parcelas subdivididas, sendo parcelas as cultivares e subparcelas os substratos. Cada parcela com 5 repetições e 10 plantas úteis por subparcela. Para a comparação das médias, utilizou-se o teste de Tukey. Com base nos resultados obtidos, pode-se concluir que: a) Na formação das mudas de mamoeiro, o esterco de curral pode ser utilizado sem a necessidade de adubação mineral com o superfosfato simples e o cloreto de potássio; b) O esterco de curral foi capaz de fornecer às mudas de mamoeiro os nutrientes N...

Nutrição e produtividade da nogueira-macadâmia em razão do parcelamento da adubação mineral

Perdoná, Marcos José; Martins, Adriana Novais; Suguino, Eduardo; Blat, Sally Ferreira; Soratto, Rogério Peres
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 831-839
POR
Relevância na Pesquisa
56.64%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Nutrient availability during the year can affect the performance of macadamia (Macadamia integrifolia). However, there is no information about this crop responses to split application of fertilizer under Brazilian conditions. The aim of this study was to evaluate the influence of splitting the application of chemical fertilizers on the nutrition, yield, and quality of nuts of the macadamia nut tree. The experiment was conducted over three growing seasons on an Oxisol in Jaboticabal, State of São Paulo, Brazil. A randomized complete block design with five replications was used. The NPK fertilization treatments were T1 - a single application in October; T2 - two applications, in October and December; T3 - three applications in October, December, and February; and T4 - four applications, in October, December, February, and April. Split application of a chemical source of NPK fertilizer resulted in higher N concentration in the leaves than single application, but it did not affect the concentration of other nutrients. The nut yield was increased when NPK application was split into two...

Calagem e adubação mineral e orgânica do cafeeiro na região de Campinas

Cervellini,Genésio da Silva; Igue,Toshio; Toledo,Sérgio Vasco de
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1994 PT
Relevância na Pesquisa
66.54%
Instalou-se um experimento com cafeeiro cultivar Mundo Novo LCP 387-17 em um latossolo roxo transição para latossolo vermelho-amarelo orto, cuja vegetação original era típica de cerrado, na região de Campinas, comparando-se os tratamentos com esterco de curral e adubação mineral NPK, complementados ou não com calcário dolomítico e com os micronutrientes zinco e boro. Aplicaram-se, por ano e por cova, 40 litros de esterco quando na ausência de NPK e 20 litros quando com NPK. A adubação mineral constou da utilização de 120 g de N, 40 g de P2O5 e 120 g de K2O por ano e por cova; quando em presença de esterco, usou-se metade dessas doses. O calcário foi aplicado na quantidade de 1 kg por ano e por cova, e zinco e boro, na quantidade de 20 g de sulfato de zinco e 20 g de bórax, também por cova e por ano. A análise das produções de café beneficiado no período de 1965 a 1970 permitiu constatar que a testemunha e o tratamento com NPK foram significativamente inferiores aos demais. Destacaram-se com as melhores produções os tratamentos que receberam esterco mais NPK, com ou sem calcário. Nas análises de solos, constatou-se aumento nas bases quando foi aplicado o esterco e, em contrapartida, aumento de acidez com o tratamento de NPK. As análises das folhas mostraram efeitos sobre teores de alumínio e manganês coerentes com os dados obtidos nas produções e análises do solo.

PRODUÇÃO E COMPOSIÇÃO MINERAL DE CENOURA ADUBADA COM RESÍDUOS ORGÂNICOS

SEDIYAMA,MARIA APARECIDA NOGUEIRA; VIDIGAL,SANZIO MOLLICA; PEREIRA,PAULO ROBERTO GOMES; GARCIA,NEUSA CATARINA PINHEIRO; LIMA,PAULO CÉSAR DE
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1998 PT
Relevância na Pesquisa
56.58%
Este trabalho objetivou avaliar o estado nutricional, a produção e a qualidade de raízes de cenoura, cultivar Brasília, influenciados pelos seguintes tratamentos: sete tipos de compostos orgânicos produzidos com dejeto de suínos na forma líquida e material palhoso (bagaço de cana-de-açúcar, capim-napier e palha de café), com o bagaço de cana-de-açúcar contendo ou não gesso ou superfosfato triplo; um tratamento com dejeto seco de suínos; um com adubação mineral e uma testemunha, sem adubação. O experimento foi realizado em 3 de maio a 23 de agosto de 1994, em condições de campo, no delineamento de blocos casualizados com quatro repetições, na Fazenda Experimental da EPAMIG, em Ponte Nova (MG). De modo geral, a maior altura de planta e a produção de parte aérea foram obtidas nos tratamentos com compostos orgânicos e dejeto seco de suínos. Os tratamentos com compostos produzidos com palha de café mais dejeto líquido, bagaço de cana-de-açúcar mais dejeto líquido mais superfosfato triplo e capim-napier mais palha de café mais dejeto líquido proporcionaram produções totais de raízes superiores a 50 t.ha-1. O composto produzido com palha de café e dejeto líquido proporcionou a maior produção de raízes total e comerciável. O enriquecimento do composto...

Efeito da adubação alternativa do maracujazeiro-amarelo nas características químicas e físicas do solo

Pires,André Assis; Monnerat,Pedro Henrique; Marciano,Cláudio Roberto; Pinho,Leandro Glaydson da Rocha; Zampirolli,Poliana Daré; Rosa,Raul Castro Carriello; Muniz,Rodrigo Almeida
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.71%
Adubações minerais e orgânicas promovem alterações nas condições físicas e químicas do solo, com conseqüente efeito na produtividade das culturas. Um experimento foi realizado no Município de Campos dos Goytacazes, RJ, de fevereiro de 2005 a julho de 2006, para comparar diferentes adubos orgânicos com a adubação mineral do maracujazeiro-amarelo quanto aos efeitos sobre as características químicas e físicas do solo adubado. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições e seis tratamentos, correspondentes às seguintes adubações por planta: (AM) adubação mineral = 100 g da fórmula NPK 20-5-20 + cobertura morta (CM); EB = 5 L de esterco bovino + CM; FOC = 500 g de farinha de ossos e carne + CM; RM = 5 L de raspa de mandioca + CM; TF C/CM = 5 L de torta de filtro + CM; TF S/CM = 5 L de torta de filtro - sem CM. A adubação mineral foi feita a cada 30 dias e as adubações orgânicas a cada 60 dias. Foram avaliados os atributos químicos: pH, condutividade elétrica, teores de P, K, Ca, Mg, Na, Al, H + Al, e matéria orgânica; e os físicos: granulometria, densidade do solo e das partículas, porosidade total, macro e microporosidade, capacidade de campo, ponto de murcha e água disponível em três diferentes profundidades (0-5...

Esterco líquido de bovinos leiteiros combinado com adubação mineral sobre atributos químicos de um Latossolo Bruno

Silva,José Carlos Peixoto Modesto da; Motta,Antônio Carlos Vargas; Pauletti,Volnei; Favaretto,Nerilde; Barcellos,Milena; Oliveira,André Soares de; Veloso,Cristina Mattos; Silva,Luiz Fernando Costa e
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.74%
Este trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar a influência de doses de adubação com esterco líquido de gado leiteiro, combinada com adubação mineral, sobre atributos químicos de um Latossolo Bruno, em sistema plantio direto e rotação de culturas de inverno e verão (sorgo/aveia-preta/milho/azevém/milho/azevém), para produção de silagem, nas camadas de 0-5, 5-10, 10-30, 30-50 e 50-80 cm de profundidade. Os tratamentos foram distribuídos em três blocos casualizados, divididos em 12 parcelas por bloco, em arranjo fatorial 3 x 4, sendo três doses de adubação mineral (0, 50 e 100 % da dose recomendada para as culturas) e quatro doses de adubação orgânica (0, 30, 60 e 90 m³ ha-1 ano-1). O esterco líquido aumentou o pH de forma linear na camada de 0-5 cm e quadrática na de 30-50 cm. A adubação mineral reduziu linearmente os valores de pH nas profundidades de 0-5 e 5-10 cm, havendo efeito quadrático na profundidade de 50-80 cm. A acidez potencial diminuiu na profundidade de 5-10 cm, com comportamento quadrático na profundidade de 10 a 30 cm. Houve incremento do Ca2+ trocável na profundidade de 0-5 cm ao se adubar com esterco, mas não se verificou efeito da adubação mineral sobre este atributo. Observou-se aumento nos níveis Mg2+ trocável nos tratamentos com esterco...

Perdas de água, solo, matéria orgânica e nutriente por erosão hídrica na cultura do milho implantada em área de campo nativo, influenciadas por métodos de preparo do solo e tipos de adubação

Gilles,Luciléia; Cogo,Neroli Pedro; Bissani,Carlos Alberto; Bagatini,Tatiane; Portela,Jeane Cruz
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.74%
Apesar do conhecimento existente sobre a erosão das terras cultivadas, há situações de uso e manejo do solo que necessitam de estudos mais aprimorados. Apoiado nisso, realizou-se esta pesquisa com o objetivo de avaliar a erosão hídrica pluvial do solo na cultura do milho (Zea mays L.), implantada em área de campo nativo, nos métodos de preparo escarificação e semeadura direta e nos tipos de adubação mineral (fertilizante contendo N e P) e orgânica (cama seca de aviário). O estudo foi desenvolvido a campo, na EEA/UFRGS, em Eldorado do Sul (RS), no verão de 2006/2007, aplicando-se chuva simulada sobre um Argissolo Vermelho distrófico típico com textura francoarenosa na camada superficial e declividade média de 0,13 m m-1. Foram realizados dois testes de erosão na pesquisa, cada um deles na intensidade constante de chuva de 64 mm h-1 e com duração de 1,5 h, usando-se o aparelho simulador de chuva de braços rotativos. O primeiro teste foi realizado logo após a implantação dos tratamentos, na semeadura do milho, e o segundo 75 dias mais tarde, no florescimento da cultura. Avaliaram-se atributos de solo e planta nas parcelas experimentais e de erosão hídrica no escoamento superficial. Observou-se que o crescimento da cultura e as perdas pela erosão foram influenciados pelos tratamentos estudados. O milho cresceu melhor na escarificação...

Esterco de gado leiteiro associado à adubação mineral e sua influência na fertilidade de um latossolo sob plantio direto

Silva,José Carlos Peixoto Modesto da; Motta,Antônio Carlos Vargas; Pauletti,Volnei; Veloso,Cristina Mattos; Favaretto,Nerilde; Barcellos,Milena; Oliveira,André Soares de; Silva,Luiz Fernando Costa e
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
56.74%
A produção de gado de leiteiro no sul do Brasil ocorre em grande parte em sistema de semi ou completo confinamento dos animais, o que gera uma produção significativa de resíduos. Os resíduos gerados vêm sendo utilizados como única fonte de nutrientes ou associados a fontes minerais na produção de grãos e silagem, mas sua influência nas características de solo não tem sido bem caracterizada. Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a influência de doses de adubação com esterco líquido de gado leiteiro, associadas com adubação mineral, sobre os níveis de P, K, C e condutividade elétrica (CE) de um Latossolo Bruno, em sistema plantio direto e rotação de culturas de inverno e verão (sorgo/aveia-preta/milho/azevém/milho/azevém), para produção de silagem, nas camadas de 0-5, 5-10, 10-30, 30-50 e 50-80 cm de profundidade. Os tratamentos foram distribuídos em três blocos casualizados, divididos em 12 parcelas cada bloco, em arranjo fatorial 3 x 4, sendo três níveis de adubação mineral (0, 50 e 100 % da dose recomendada para as culturas) e quatro níveis de adubação orgânica (0, 30, 60 e 90 m³ ha-1 ano-1). A adubação mineral proporcionou maiores valores de P disponível (Mehlich-1 e resina) até a profundidade de 10 cm...

Nutrição e produtividade da nogueira-macadâmia em razão do parcelamento da adubação mineral

Perdoná,Marcos José; Martins,Adriana Novais; Suguino,Eduardo; Blat,Sally Ferreira; Soratto,Rogério Peres
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
56.59%
A disponibilidade de nutrientes durante o ano pode influenciar o desempenho da nogueira-macadâmia (Macadamia integrifolia). Contudo, não existem informações sobre a resposta dessa cultura ao parcelamento da adubação nas condições brasileiras. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência do parcelamento da adubação mineral na nutrição, produtividade e qualidade de frutos da nogueira-macadâmia. O experimento foi conduzido, durante três anos agrícolas, num Latossolo Vermelho, em Jaboticabal, SP. O delineamento experimental foi de blocos casualizados, com cinco repetições. O experimento foi constituído por quatro formas de parcelamento da adubação NPK (T1 - uma única aplicação, em outubro; T2 - duas aplicações, em outubro e dezembro; T3 - três aplicações, em outubro, dezembro e fevereiro; e T4 - quatro aplicações, em outubro, dezembro, fevereiro e abril). O parcelamento da adubação NPK proporcionou maiores teores de N nas folhas que a aplicação em dose única, mas não interferiu nos teores dos demais nutrientes. A produtividade da nogueira-macadâmia foi incrementada de forma similar com o parcelamento da adubação NPK em duas, três ou quatro vezes, entre outubro e abril, em comparação à aplicação única em outubro. A taxa de recuperação de amêndoas não foi interferida pelo parcelamento da adubação NPK.

Desenvolvimento do feijoeiro sob o uso de biofertilizante e adubação mineral

Galbiatti,João A; Silva,Flávia G. da; Franco,Claudenir F; Caramelo,Anaira D
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.61%
A produção intensiva de alimentos exige manejo adequado do solo para garantir a produtividade e a sustentabilidade ambiental. Uma das alternativas é a utilização de resíduos orgânicos no desenvolvimento das culturas, diminuindo a dependência de adubos minerais. Com o objetivo de avaliar o desenvolvimento da cultura de feijão (Phaseolus vulgaris L.), utilizando biofertilizante e adubação mineral, conduziu-se o experimento com seis tratamentos dispostos ao acaso, em esquema fatorial, em quatro blocos, com parcelas de 8,0 x 5,0 m. Os tratamentos sob solo cultivado com a cultura de feijão caracterizaram-se como: com e sem biofertilizante (CB e SB, respectivamente) e para a adubação mineral foram utilizadas a dose recomendada no plantio, ½ dose de adubação e sem adubação mineral (AM, 1/2AM, SAM). Adotaram-se práticas culturais convencionais para o preparo inicial do solo, e em seguida foi efetuada a aplicação de biofertilizante de origem bovina na dosagem de 100 m³ ha-1, com antecedência de três meses da semeadura. Foram avaliados os parâmetros massa da matéria seca acumulada na parte aérea da planta, área foliar e produtividade da cultura. Os resultados mostraram semelhanças entre as características analisadas...

Crescimento e estado nutricional de abóbora híbrida em função de adubação orgânica e mineral

Silva,Natan F.; Ferreira,Francisco A.; Fontes,Paulo C. R.; Sediyama,Maria Aparecida N.
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/1999 PT
Relevância na Pesquisa
56.62%
Foi conduzido um ensaio em estufa com cobertura plástica, em Viçosa, MG, com finalidade de avaliar a resposta da abóbora híbrida, cv. Tetsukabuto, a cinco doses (0, 25, 50, 100 e 150 g.dm-3) de composto orgânico produzido com resíduos de suínos e bagaço de cana em três níveis (0, 1 e 2) de adubação mineral (AM). No nível 1 da adubação mineral foram adicionados, em mg.dm-3 de substrato, os elementos: 150 de P; 50 de N; 75 de K; 20 de S; 58,5 de Ca; 14 de Mg; 0,5 de B; 0,5 de Cu; 1 de Zn e 0,1 de Mo. No nível 2 adicionou-se o dobro das doses dos nutrientes aplicadas no nível 1. O experimento foi em fatorial 5 x 3, e os tratamentos distribuídos em blocos ao acaso com quatro repetições. Cada parcela foi constituída por um vaso contendo 10 dm³ de substrato, com uma planta cada. Após 36 dias da semeadura, o composto orgânico e o adubo mineral propiciaram aumentos da área foliar, da matéria seca da parte aérea das plantas e aumentos dos teores de P, K e S e redução dos teores de N, Mg, e Ca na matéria seca do limbo foliar.

Produtividade do inhame em função de fertilização orgânica e mineral e de épocas de colheita

Oliveira,Ademar P.; Freitas Neto,Pedro A.; Santos,Elson S.
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2001 PT
Relevância na Pesquisa
56.62%
Na Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária da Paraíba em João Pessoa, foi instalado um experimento em solo Podzólico Vermelho-Amarelo de textura arenosa, com o objetivo de se avaliar a produtividade do inhame Dioscorea cayennensis variedade Da Costa, em função de fonte e doses de matéria orgânica, de adubação mineral (NPK) e de épocas de colheita. O delineamento experimental utilizado foi blocos casualizados, com parcelas subdivididas em arranjo fatorial 2 x 4 + 2, com quatro repetições, estudando-se nas parcelas principais o efeito de épocas de colheita (sete e nove meses após o plantio) e nas subparcelas, oito tratamentos formados por quatro doses de esterco bovino (5; 10; 15 e 20 t/ha) e por quatro de esterco de galinha (2,8; 5,6; 8,4 e 11,2 t/ha), associadas a 100-120-60 kg/ha de N - P2O5 - K2O e dois tratamentos adicionais (testemunha absoluta e adubação mineral isolada). O emprego de matéria orgânica proporcionou incremento de 3,8 t/ha na produtividade do inhame na colheita aos nove meses. A produtividade alcançada com esterco bovino, aos sete meses, superou significativamente em 1,9 t/ha a produtividade obtida com esterco de galinha. Aos nove meses, o esterco de galinha proporcionou aumento significativo de 2...

Produção de coentro cultivado com esterco bovino e adubação mineral

Oliveira,Ademar P.; Silva,Virna Raquel F.; Santos,Claudiomir S.; Araújo,Jucilene S.; Nascimento,João T.
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2002 PT
Relevância na Pesquisa
56.58%
Avaliou-se o efeito de doses de esterco bovino na presença e ausência de adubo mineral sobre o rendimento do coentro, cv. Verdão. O experimento foi conduzido na UFPB, entre março e maio/2001, no delineamento de blocos casualizados, com os tratamentos distribuídos em esquema fatorial 5 x 2, correspondendo às doses de esterco bovino (0; 2,0; 4,0; 6,0 e 8,0 kg/m²) e, presença e ausência de adubo mineral (10 g/m² de P2O5, 6,0 g/m² K2O e 50 g/m² de N), em quatro repetições. A altura das plantas aumentou com a elevação das doses de esterco bovino apenas quando na presença de adubação mineral, ocorrendo incremento na ordem de 0,42 e 1,47 cm na altura, aos 20 e 40 dias, respectivamente, a cada quilograma de esterco bovino adicionado ao solo. A dose de 3,8 kg/m² de esterco bovino, na presença do adubo mineral, proporcionou número máximo de molhos (49,0), enquanto que na ausência de adubo mineral o número de molhos, aumentou com a elevação das doses de esterco bovino, na ordem de 3,0 molhos para cada quilograma de esterco bovino adicionado ao solo. O rendimento máximo estimado de massa verde (5,0 kg/m²) foi obtido com 3,9 kg/m² de esterco bovino na presença do adubo mineral, enquanto que na ausência de adubo mineral o rendimento de coentro...

Crescimento e produção de cúrcuma (Curcuma longa L.) em função de adubação mineral e densidade de plantio

Silva,Natan Fontoura da; Sonnenberg,Peter Ernst; Borges,Jácomo Divino
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2004 PT
Relevância na Pesquisa
56.41%
Avaliou-se o crescimento e a produção de cúrcuma em função de adubação mineral e população de plantas em dois experimentos na Universidade Federal de Goiás, Goiânia (GO). No primeiro, realizado de janeiro a agosto/98, estudaram-se, numa matriz baconiana, doses de uréia, superfosfato triplo e cloreto de potássio (0; 40; 80; 120; 160 e 200 kg/ha de N; 0; 50; 100; 150; 250 e 400 kg/ha de P2O5 e 0; 40; 80; 120; 200; 280 kg/ha de K2O, densidades de plantio (55.556; 41.667 e 33.333 plantas/ha, no espaçamento de 0,60 m entre linhas e 71.428; 47.619 e 35.714 plantas/ha no espaçamento de 0,70 m entre linhas) e parcelamentos da adubação nitrogenada [toda no plantio, 1/2 no plantio e 1/2 aos três meses após o plantio (AP), 1/3 no plantio, 1/3 aos dois meses e 1/3 aos quatro meses AP, 1/4 no plantio, 1/4 a um mês e meio, 1/4 aos 3 meses e 1/4 aos quatro meses e meio AP. No segundo experimento, realizado de dezembro/99 a setembro/00, estudaram-se, num fatorial de 2 x 4, dois espaçamentos entre linhas (0,60 e 0,80 m) e seis espaçamentos entre plantas na linha (0,05; 0,10; 0,15; 0,20; 0,30 e 0,40 m). O delineamento utilizado foi o de blocos ao acaso com quatro repetições. A produtividade de rizomas frescos aumentou, em função do N...

Inoculação de Pseudomonas fluorescens e adubação NPK na composição química e contaminação fungo-fumonisina de milho

Bernd,Luciana P.; Souza,Thiago M.; Oliveira,Mariana A. de; Ono,Elisabete Y. S.; Zucareli,Claudemir; Hirooka,Elisa Y.
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
56.48%
Propôs,neste trabalho, avaliar o efeito da inoculação de sementes com Pseudomonas fluorescens e adubação NPK (nitrogênio, fósforo e potássio) na composição química e contaminação por fungo-fumonisina de grãos de milho. O delineamento experimental foi bloco casualizado em fatorial 2 x 3, correspondente à inoculação com P. fluorecens (não inoculada ou inoculada) e níveis de adubação NPK (0, 125 e 250 kg ha-1, formulados 08-28-16) com 4 repetições. Os parâmetros avaliados foram composição química (proteína e cinzas), contaminação fúngica (bolores e leveduras) e fumonisinas B1 (FB1) e B2 (FB2). Os dados foram submetidos à análise de variância, comparação de médias pelo teste de Tukey e correlação de Pearson, pelo teste-t (p < 0,05). Inoculação com P. fluorescens e adubação mineral não apresentaram efeito individual sobre os parâmetros avaliados (p > 0,05). A interação entre fatores, com incremento no nível de adubação NPK e uso de P. Fluorescens, resultou em aumento no teor de cinzas e proteína (p < 0,05) e reduziu a contaminação por leveduras no grão, favorecendo o crescimento de Fusarium spp. (r = -0,40; p < 0,05). Os níveis de fumonisinas totais (FB1 + FB2) observados estão enquadrados nos limites máximos tolerados...

Efeitos do subproduto da indústria processadora de goiabas na presença e ausência da adubação mineral.

NATALE, W.; ROZANE, D. E.; TORRES, M. H.; SOUZA, H. A. de
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 33., 2011, Uberlândia. Solos nos biomas brasileiros: sustentabilidade e mudanças climáticas: anais. [Uberlândia]: SBCS: UFU, ICIAG, 2011. 4 f. 1 CD-ROM. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 33., 2011, Uberlândia. Solos nos biomas brasileiros: sustentabilidade e mudanças climáticas: anais. [Uberlândia]: SBCS: UFU, ICIAG, 2011. 4 f. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.62%
O adequado manejo de resíduos orgânicos na agricultura carece de estudos e respaldo técnico. Assim, objetivou-se avaliar o feito da aplicação de doses do subproduto da indústria processadora de goiabas, na presença e ausência de adubação mineral, sobre na análise de rotina de um Argissolo Vermelho-Amarelo, em condições de laboratório. O delineamento experimental utilizado foi em esquema fatorial empregando cinco doses de resíduo, na presença e ausência de adubação mineral, inteiramente casualizado, com quatro repetições. Nas condições experimentais os atributos pH, M.O., K, Mg, SB, T e V foram afetados pelas doses do resíduo da indústria processadora de goiabas e processadora de goiabas e, pela presença ou ausência da fertilização mineral. Na presença da adubação mineral, as variáveis M.O., K, H+Al e T tiveram maior incremento em relação à ausência do adubo, em função do resíduo aplicado. Os resultados apresentados demonstram o potencial de utilização do resíduo da indústria processadora de goiabas na ciclagem e fornecimento de nutrientes.; 2011

Produção da helicônia golden torch (Heliconia psittacorum x Heliconia spathocircinada) influenciada pela adubação mineral e orgânica,em Alagoas.; Production of the helicônia golden torch (Heliconia psittacorum x Heliconia spathocircinada) influenced for the mineral and organic manure, in Alagoas.

Rocha, Ernestina Severo
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Agronomia; Produção vegetal; Proteção de plantas; Programa de Pós-Graduação em Agronomia; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Agronomia; Produção vegetal; Proteção de plantas; Programa de Pós-Graduação em Agronomia; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.64%
Alagoana agroflowerculture demonstrates the articulate necessity in the producting clain segments; in order to reduce the costs with insumes like mineral epices, thate represent a significative percentage. The really used managing protects the improvement of the production, but yet there is a lack of special studies abut nutricional standard and informations. This search has had as objective, avaliate the components as production from H. Golden Torch. The experiment was realized in Federal Acrotecnic School. We adapted the experimental delineation in happened blocks, with treatments and five repetition. T1 (Test); T2 (AM); T3 (EGY); T4 (CF); T5 (TF); T6 (CLU), T7 (EG+AM); T8 (CF+AM); T9 (TF+AM) and T10 (CLU+AM). We measure and avaliat variables. Affiliats Number (NPT); stem number(NHF);Length of stem (CHf); diameter of the stem (DHF), Length of the bractea (CB); number of the leaves (NFl) and the follicle area (AFh). The obtained results with the orthogonal contrasts dice showed that contrasts from (T3 to T6) Ks, (T7 to T10) presented 89,3 affiliates less than organominerals treatments. In the contrast (1), treatments didn t manured (Test) with 64,0 floral stems were inferior from medium of all manured treatments. To the stem length...

Componentes de produção da Heliconia golden torch (Heliconia psittacorum x Helinonia spathocircinada) influenciados pela adubação mineral e orgânica; Components of Golden torch (H. psittacorum x H. spathocircinada), influenced mineral fertilization

Farias, Alonso Pereira de
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Agronomia; Produção vegetal; Proteção de plantas; Programa de Pós-Graduação em Agronomia; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Agronomia; Produção vegetal; Proteção de plantas; Programa de Pós-Graduação em Agronomia; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.77%
The association of chemical fertilizer with organic fertilizer is an application following to several farmers of tropical flowers, especially in Alagoas state, to have better results in productivity and quality of produced flowers and leaves. The present study has aimed to evaluate the components of Golden Torch (H. psittacorum x H. spathocircinada), when submitted to several types of fertilization. The experiment was conducted in area that belongs the Escola Agrotécnica Federal, at Satuba-Alagoas (Brazil). The experimental design was randomized blocks with 5 replications and 10 treatments to know: T1) TEST, without fertilization; T2) Mineral fertilizer (AM); T3) Cow manure (EG); T4) Chicken bedding (CF); T5) Filter tart (TF); T6) urban garbage compound (CLU); T7) Cow manure + Mineral fertilizer (EG + AM); T8) Chicken bedding + Mineral fertilizer (CF + AM); T9) Filter tart + Mineral fertilizer (TF+AM); T10) urban garbage compound + Mineral fertilizer (CLU+AM). The following variables (components of production): number of the sprouts by rhizome (NPt), the beginning of the flowering (IF), number of the stem flower by rhizome (NHf), length of the stem flower (CHf), diameter of the stem flower (DHf), length of the bract (CB), interval of the flowering (Inf)...