Página 1 dos resultados de 7143 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Masturbação, uma expressão normal da sexualidade na adolescência. a óptica dos enfermeiros dos CSP

Brás, Manuel; Moura, Sandra Cristina Mendo; Anes, Eugénia; Geraldes, Maria de Fátima
Fonte: Asociación de Psicologia Evolutiva y Educativa de la Infancia y de la Adolescencia (INFAD de Psicologia). Publicador: Asociación de Psicologia Evolutiva y Educativa de la Infancia y de la Adolescencia (INFAD de Psicologia).
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.78%
Sabemos hoje, que o bebé ao explorar e brincar com os órgãos sexuais, proclama o seu desenvolvimento sensorial. A Masturbação, sendo expressão normal da sexual, ao longo de todo o ciclo vital, apresenta-se com especial frequência e intensidade, nesta faixa etária a que convencionou chamar de adolescência. De frequência variável, é contudo mais frequente nos rapazes que nas raparigas, havendo indivíduos que a não praticam, o que poderá estar relacionado com a diferença do desenvolvimento psicossocial nos dois sexos. De forma a identificar e conhecer a opinião dos enfermeiros dos cuidados de saúde primários, portugueses relativamente à Masturbação na adolescência, desenvolvemos, um estudo observacional, descritivo transversal correlacional, em 1735 enfermeiros de 226 Centros de Saúde. Dos inquiridos no nosso estudo (93,3%) são do sexo feminino, e (6,7%) do sexo masculino. A idade varia entre os 22 e 68 anos, com uma média de 37,3 anos. A maioria vive em meio urbano (54,1%). Residem no interior 46,3%, no litoral 46,2%, nas regiões autónoma da Madeira 4,2% e dos Açores 3,3%. Os inquiridos sugerem em (39,1%) das opiniões, que a Masturbação é uma expressão normal da sexualidade e 36,3% sugerem-na uma forma de descoberta e familiarização com o próprio corpo.

Razões e reflexos da gravidez na adolescência: narrativas dos membros da família; Reasons and consequences of adolescent pregnancy: testimonies of family members; Embarazo en la adolescencia: razions y reflejo en las familia narrativas de los miembros de la familia

HOGA, Luiza Akiko Komura; BORGES, Ana Luiza Vilella; REBERTE, Luciana Magnoni
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.02%
Em inúmeros países, a gravidez na adolescência constitui problema emergente. Este artigo descreve as razões que levam à sua ocorrência e seus reflexos sobre a família, segundo o olhar de seus próprios membros. A pesquisa, de abordagem qualitativa, desenvolveu o método da análise de narrativa para entrevistar 19 pessoas que viveram a experiência da gravidez na adolescência no contexto da família. Das narrativas emergiram duas categorias descritivas: a) As razões da gravidez na adolescência e b) Os reflexos da gravidez sobre a família e a vida das adolescentes. A gravidez na adolescência provocou impacto na dinâmica familiar, e suas características dependeram das crenças e valores prevalentes em cada família. Dados sistematizados a este respeito devem ser obtidos para prover uma assistência apropriada às demandas das adolescentes e dos membros de sua família.; Adolescent pregnancy is a growing public health problem that affects several countries. This article describes the factors that contribute to teenage pregnancy and the impact it has on the family - from the point of view of the family members. The present research applied the qualitative approach and was developed using the method of narrative analysis to interview 19 individuals who experienced pregnancy during adolescence in a family context. Two descriptive categories emerged from these testimonies. a) The factors that contribute to adolescent pregnancy b) Consequences of pregnancy on the family and impact on the life of the adolescent. Pregnancy during adolescence has an impact on the family dynamics...

O discurso (psico) pedagógico sobre a adolescência: análise dos impasses docentes provocados pela teorização da adolescência; The (Psycho) pedagogical discourse on adolescence: analysis of the teaching predicaments caused by the theorization of adolescence

Aguiar, Tânia Margareth Bancalero
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.99%
Com o objetivo de analisar a circulação do 'significante adolescência' no discurso pedagógico, bem como os efeitos provocados por ela na prática pedagógica e educacional, essa pesquisa foi realizada em duas etapas complementares. Primeiramente, por meio da 'desconstrução' do conceito atual de adolescência, buscamos identificar - historicamente - a produção e o estabelecimento do conceito de adolescência, como resultado dos 'saberes' médicos e psicológicos do final do século XIX e começo do século XX, e da apropriação desses fundamentos 'científicos' pelo imaginário social. Para isso, embasamo-nos em estudos de teóricos que possibilitaram pensar a história do 'conceito' de adolescência em termos de continuidade e descontinuidade, como por exemplo, E. Hobsbawn, P. Ariès, G.Levi & J.C. Schmitt e outros. E, na segunda etapa, por meio de dois instrumentos de pesquisa, buscamos identificar, no discurso pedagógico, a circulação do 'significante adolescência' e os efeitos provocados pela movimentação desse significante na prática pedagógica. Um método foi a análise de entrevistas semi-estruturadas realizadas com professores de adolescentes, e o outro, a categorização e análise de textos das revistas Nova Escola e Educação (período de janeiro de 2000 a junho de 2006) que abordam o tema adolescência. Para analisar os dados...

Gestação na adolescência: vulnerabilidades e rede de proteção em São Carlos (SP); Pregnancy in adolescence: vulnerabilities and protection network in São Carlos

Feliciano, Rosiane de Araujo Ferreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/11/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.95%
A gestação na adolescência (GA) ganha visibilidade e status de problema de saúde com o aumento de sua incidência em todo mundo, desde o início da década de 1970, período que ocorre uma queda na fecundidade nas demais faixas etárias. Estudos relacionam a GA à gravidez indesejada, maiores riscos materno-infantis e sociais. Em São Carlos, no decênio de 1998 a 2008 a taxa de GA diminuiu ao longo dos anos, porém o filho da adolescente ainda apresenta maior risco de morte no primeiro ano de vida. Tendo como pressupostos a pluralidade da adolescência e a determinação social do processo saúde-doença, o objetivo do estudo foi analisar as condições sociais e os indicadores de saúde da população feminina de São Carlos na perspectiva da vulnerabilidade, com ênfase na territorialização das disparidades intra-urbanas da gestação na adolescência e no potencial de enfrentamento das ações, programas e projetos desenvolvidos pelo Estado. A vulnerabilidade aqui é entendida como indicador de iniquidade e desigualdade social. O referencial teórico adotado Fo o de vulnerabilidade proposto pro Ayres et al. (2003), que distingue três dimensões interdependentes: a individual, a social e a programática. Trata-se de estudo de caso...

Gravidez na adolescência: a construção discursiva de uma condição desviante?; Teen pregnancy: the discursive construction of a deviating condition?

Correia, Vanessa Aparecida Araújo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.97%
Este estudo tem como objeto de investigação os discursos especializados e os discursos de mães adolescentes a respeito da gravidez na adolescência e pretende contribuir com o campo das ciências humanas na sua abordagem sobre o tema, de modo especial, com os estudos sobre adolescência e juventude. Uma das principais hipóteses iniciais era a de que a gravidez na adolescência é uma formação discursiva recente, por isso, buscou-se compreender as condições históricas que contribuíram para a sua consolidação como uma condição desviante, relacionadas a expectativas contemporâneas sobre as maneiras mais apropriadas de se vivenciar a maternidade e a adolescência. A partir da análise de documentos oficiais sobre o tema, de levantamento das pesquisas no campo das ciências biomédicas e de entrevistas individuais com adolescentes que engravidaram, procurou-se caracterizar os discursos sobre a gravidez na adolescência e a relação que as adolescentes estabelecem com os enunciados recorrentes que constituem a gravidez nesse período da vida como um problema social. Ao final da análise, subsidiada pelos aportes dos Estudos Culturais e dos estudos foucaultianos, observou-se que a interdição contemporânea da gravidez na adolescência é resultado de sua construção discursiva como um problema social e que as adolescentes entrevistadas estabelecem uma relação de sujeição apenas parcial aos discursos especializados sobre a gravidez na adolescência. Elas tendem a reproduzir mais os discursos relativos aos percursos da vida...

O adolescer como portadora de HIV/AIDS : um estudo com adolescentes e suas cuidadoras-familiares; El proceso de adolescencia en portadora de VIH/SIDA : un estudio con adolescentes y sus cuidadoras familiares

Lima, Ana Amélia Antunes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.97%
Trata-se de um estudo exploratório com abordagem qualitativa que aborda a questão do adolescer com HIV/AIDS. Os objetivos do estudo foram: conhecer como ocorre o processo de adolescer para as adolescentes portadoras de HIV/AIDS por transmissão materno-infantil e conhecer como os cuidadores-familiares dessas adolescentes percebem o processo de adolescer com HIV/AIDS. Participaram do estudo sete sujeitos, sendo quatro adolescentes portadoras de HIV/AIDS e três cuidadoras, residentes em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. A coleta das informações ocorreu entre maio e julho de 2005. por meio de dois roteiros de entrevista semi-estruturada. Para análise das informações utilizou-se a técnica de análise de conteúdo, de onde emergiram duas categorias: o processo de adolescer com HIV/AIDS na visão das adolescentes e o processo de adolescer com HIV/AIDS na visão dos cuidadores-familiares. Estas categorias abordaram aspectos do crescimento e desenvolvimento das adolescentes, bem como a revelação do diagnóstico e a convivência com o HIV/AIDS. O estudo revelou não haver uma preocupação explícita dessas adolescentes, ou, de suas cuidadoras, no que se refere às modificações da adolescência, especialmente em relação às informações sobre sexualidade.; Estudio exploratorio con abordaje cualitativo de la cuestión de la adolescencia con VIH/SIDA. Los objetivos del estudio fueron: conocer cómo ocurre el proceso de adolescencia para las portadoras de VIH/SIDA por transmisión materno infantil y conocer cómo los cuidadores familiares de estas adolescentes perciben el proceso de adolescencia con VIH/SIDA. Participaron del estudio siete sujetos...

Gravidez na adolescência : um olhar sobre um fenômeno complexo; Adolescent pregnancy : a look at a complex phenomenon; Embarazo en la adolescencia : una mirada a un fenomeno complejo

Dias, Ana Cristina Garcia; Teixeira, Marco Antonio Pereira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.01%
O presente trabalho apresenta uma revisão seletiva e não sistemática da literatura a respeito do fenômeno da gestação na adolescência. Três eixos temáticos orientam a organização do trabalho: (a) Riscos e problemas associados à gestação na adolescência; (b) Fatores precursores relacionados à gravidez na adolescência; e (c) Fatores sócio-culturais associados ao desejo de ser mãe na adolescência. Entre as conclusões, destaca-se que a gravidez na adolescência é uma experiência que pode ter consequências tanto negativas quanto positivas para os adolescentes. Além disso, o fenômeno evidencia a necessidade de intervenções voltadas à saúde sexual e reprodutiva dos adolescentes.; Este artículo presenta una revisión selectiva y no sistemática de la literatura sobre el fenómeno del embarazo en la adolescencia. Tres temas guían la organización del texto: (a) los riesgos y los problemas asociados con el embarazo adolescente, (b) los factores precursores relacionados con el embarazo en la adolescencia y (c) los factores socioculturales asociados con el deseo de ser madre en la adolescencia. Entre las conclusiones, se destaca que el embarazo en la adolescencia es una experiencia que puede tener consecuencias tanto negativas cuanto positivas para los adolescentes. Por otra parte...

Fatores de risco para a gravidez na adolescência em uma maternidade-escola da Paraíba: estudo caso-controle

Amorim,Melania Maria Ramos; Lima,Lidiane de Araújo; Lopes,Camila Vigolvino; Araújo,Daniele Kelle Lopes de; Silva,Jéssica Guimarães Gomes; César,Larissa Cynthia; Melo,Adriana Suely de Oliveira
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.97%
OBJETIVO: identificar os fatores associados à gestação na adolescência em um Estado do nordeste do Brasil. MÉTODOS: realizou-se um estudo de caso-controle na proporção de uma adolescente entre 10 e 19 anos (caso) para duas mulheres entre 20 e 35 anos (controles), totalizando 168 casos e 337 controles. As variáveis reprodutivas analisadas foram: escolaridade, situação marital, procedência, renda familiar per capita em reais, trabalho remunerado, escolaridade da mãe, presença do pai da adolescente em casa. Foram também incluídas na análise variáveis reprodutivas: idade do primeiro coito, história materna de gravidez na adolescência, consulta ginecológica antes da gravidez, conhecimento, uso e acesso a métodos contraceptivos. RESULTADOS: verificou-se associação de gestação na adolescência com as seguintes variáveis: escolaridade menor que oito anos, ausência do companheiro e história materna de gestação na adolescência. Observou-se que a idade na primeira relação foi significativamente mais baixa entre as adolescentes, que tiveram menor frequência de consultas ginecológicas. Conhecimento dos métodos hormonais e acesso aos métodos anticoncepcionais foram menos frequentes entre as adolescentes. Os fatores de risco para a gravidez na adolescência...

Adolescência prolongada: o tempo que não se quer deixar passar

Câmara,Martial de Magalhães; Cruz,Amadeu Roselli
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1999 PT
Relevância na Pesquisa
36.95%
Os autores fazem uma revisão da literatura sobre adolescência, dentro de uma visão psicanalítica, motivados pela análise de um texto de ROUANET (1992) e pela maior freqüência do quadro clínico de adolescência prolongada em consultório. Conceituam o termo adolescência expandida, e adolescência prolongada, relatando alguns casos clínicos referentes ao abuso de drogas com etiologia atribuída à imaturidade da adolescência prolongada. Mostram ser comum hoje encontrar um número significativo de jovens adultos que prolongam sua adolescência, influenciados pela sociedade, com a tolerância ou até incentivo da família. Há necessidade de maior reflexão sobre o assunto para criação de condições de mudanças sociais e psicológicas, que só serão possíveis com a aceitação do fato de que todos temos de envelhecer e morrer. Em outras palavras, abandonar posições infantis.

Um espelho para se contemplar: a adolescência em discursos de adolescentes da zona rural

Raposo Diniz, Larissa; De Oliveira Filho, Pedro (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.99%
Sabemos que o estereótipo da adolescência como uma idade conturbada, marcada pela rebeldia e instabilidade emocional, como proposta no início do século passado, ainda circula pela sociedade, e configura, de certa forma, as caracterizações ainda presentes nos estudos contemporâneos sobre essa etapa da vida. Entendendo o rural como um contexto social e econômico distinto e que guarda em si uma grande diversidade interna, e partindo do pressuposto que a realidade na qual estamos inseridos influencia a construção da nossa subjetividade, nos questionamos como adolescentes de zona rural vivem essa fase da vida que ainda insiste em ser percebida como universal. Desse modo, desenvolvemos pesquisa cujo objetivo geral foi analisar as construções discursivas sobre a adolescência realizadas por adolescentes do meio rural pernambucano, objetivando, especificamente, identificar e analisar a mobilização de termos, definições, descrições e teorias sobre a adolescência nesses discursos. Para tanto, escolhemos trabalhar com adolescentes da zona rural do referido estado, realizando entrevistas semi-estruturadas com quatorze (14) adolescentes residentes na zona rural do município de Santa Terezinha, localizado no Alto Sertão do Pajeú (PE). Desses...

Adolescentes com Diabetes Mellitus Tipo 1: construindo sentidos sobre adolescência, corpo, saúde e diabetes

Silva, Teresa Cristina Martins
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.97%
A temática adolescentes com Diabetes Mellitus Tipo 1 tem sido de interesse para muitos estudos. Em geral, as investigações são inspiradas nos modelos biomédicos e biopsicossoais de compreensão do processo saúde-doença, que têm enfoque na ótica do médico ou dos serviços de saúde. Nesse sentido, a perspectiva construcionista social oferece uma alternativa ao privilegiar a perspectiva do paciente, legitimando-a. Inspirada na proposta construcionista, este trabalho tem o objetivo de descrever os repertórios interpretativos usados por adolescentes com Diabetes Mellitus Tipo 1 em situação de entrevista sobre os aspectos relacionados ao Diabetes Mellitus e Adolescência. O referencial teórico-metodológico foi pautado na metodologia qualitativa e nos pressupostos do construcionismo social. Os participantes foram 14 adolescentes, com idades entre 12 e 18 anos, sendo 7 do sexo feminino e 7 do sexo masculino, todos com diagnóstico de Diabetes Mellitus Tipo 1, há pelo menos 1 ano, e usuários do Centro Municipal de Atenção ao Diabético da cidade de Uberlândia – MG. Os adolescentes participaram de uma entrevista semi-estruturada que abordou os seguintes temas: adolescência, corpo, saúde e diabetes. A análise dos dados foi inspirada na proposta da abordagem das Práticas Discursivas e Produção de Sentidos que consistiu na leitura exaustiva das entrevistas transcritas...

Sexo e intimidade na adolescência

Pinto, José Manuel de Matos
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 29/09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.95%
Este estudo pretende compreender como participam os grupos no processo de construção da intimidade. Pareceu-nos existir uma lacuna de conhecimento acerca do papel do grupo na relação dos adolescentes com a pessoa desejada. Importa-nos esclarecer como é que o grupo participa, na aventura adolescente dos rapazes e das raparigas. Recorreu-se a dados recolhidos faseadamente, de forma aleatória, proporcional e estratificada, constituída por 807 jovens dos 13 aos 18 anos. Os resultados mostram-nos que os grupos participam na construção da intimidade adolescentel, começando pelo processo de aproximação ao outro desejado, continuando no estabelecimento do contacto, finalizando no processo de envolvimento. Assim, verifica-se que as raparigas tendem a recorrer mais ao grupo que os rapazes no PARTILHA NA APROXIMAÇÃO (p=0,001), enquanto os rapazes tendem a apelar mais aos seus grupos na função DESINIBIÇÃO NO CONTACTO do que as raparigas (p= 0,053) embora não se verifique uma diferença significativa. Verifica-se, ainda, que os rapazes contam mais com os seus grupos para a DESINIBIÇÃO NO ENVOLVIMENTO (p=0,002). Conclui-se que as raparigas apelam significativamente mais à partilha nos seus grupos para a aproximação e os rapazes tendem a procurar nos seus grupos a desinibição no contacto e no envolvimento. Percebe-se...

Adolescência: subversão e trânsito na vida adulta

Lemgruber, Karla Priscilla
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.01%
A presente pesquisa é um estudo psicanalítico sobre o conceito de adolescência e suas relações com a vida adulta. Utilizando o referencial psicanalítico articulamos uma metapsicologia do mal estar contemporâneo através da adolescência que se apresentou um conceito-chave nessa investigação. A condição pós-moderna de existência acrescenta ao psiquismo tarefas cada vez mais complexas e que, nesta compreensão, vida adulta e adolescência se tornaram interdependentes. A adolescência foi ‘abraçada’ pela sociedade e por sujeitos não-adolescentes, revelando que o conceito possui funções que vão além da passagem da adolescência para a vida adulta. O ideal Adulto de integração, realização pessoal e autonomia, se mostrou frágil quando às mudanças sofridas nas relações de trabalho e família atingiram o corpo social. A investigação apresenta ainda discussões sobre a modernidade e suas relações com a adolescência, a crise das idades da vida, o fenômeno da adolescência prolongada e a especificidade estrutural da adolescência enquanto fundamento operatório para o dimensionamento do psiquismo. A descoberta da pesquisa aponta para o fenômeno que chamamos de vacância do lugar de Adulto. Propomos que a condição do Adulto seja mais um ideal moderno decaído...

Adolescent maternity in a low income community: experiences revealed by oral history; Maternidad en la adolescencia en una comunidad de bajos ingresos: experiencias a través de historia oral; Maternidade na adolescência em uma comunidade de baixa renda: experiências reveladas pela história oral

HOGA, Luiza Akiko Komura
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.01%
Adolescent maternity involves relevant factors associated with each family, culture and society. This research aimed to describe the experiences in the trajectory of adolescent maternity. The oral history method was used, obtaining the narratives of 21 adolescent mothers living in a low income community located in São Paulo City, Brazil. The following descriptive categories emerged from the narratives: Pregnancy: an event in the initial phase of the relationship; Insufficient knowledge and access to contraceptives, gender inferiority and God's will: the ways to look at pregnancy; To escape from family problems and define the life course: the personal meanings attributed to pregnancy; More gain than pain: the balance of adolescent maternity. Adolescent maternity in low income contexts involves very complex factors and requires an integral, integrated, personal and family centered care.; La maternidad en la adolescencia está relacionada a factores asociados con la familia, cultura y sociedad. El objetivo de esta investigación fue describir experiencias durante la maternidad en la adolescencia. El método de historia oral fue realizado, recolectando las narrativas de 21 madres adolescentes que viven en una comunidad de bajos ingresos...

Gravidez na adolescência: um olhar sobre um fenômeno complexo; Embarazo en la adolescencia: una mirada a un fenomeno complejo; Adolescent pregnancy: a look at a complex phenomenon

Dias, Ana Cristina Garcia; Teixeira, Marco Antônio Pereira
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2010 POR
Relevância na Pesquisa
37.02%
O presente trabalho apresenta uma revisão seletiva e não sistemática da literatura a respeito do fenômeno da gestação na adolescência. Três eixos temáticos orientam a organização do trabalho: (a) Riscos e problemas associados à gestação na adolescência; (b) Fatores precursores relacionados à gravidez na adolescência; e (c) Fatores sócio-culturais associados ao desejo de ser mãe na adolescência. Entre as conclusões, destaca-se que a gravidez na adolescência é uma experiência que pode ter consequências tanto negativas quanto positivas para os adolescentes. Além disso, o fenômeno evidencia a necessidade de intervenções voltadas à saúde sexual e reprodutiva dos adolescentes.; Este artículo presenta una revisión selectiva y no sistemática de la literatura sobre el fenómeno del embarazo en la adolescencia. Tres temas guían la organización del texto: (a) los riesgos y los problemas asociados con el embarazo adolescente, (b) los factores precursores relacionados con el embarazo en la adolescencia y (c) los factores socioculturales asociados con el deseo de ser madre en la adolescencia. Entre las conclusiones, se destaca que el embarazo en la adolescencia es una experiencia que puede tener consecuencias tanto negativas cuanto positivas para los adolescentes. Por otra parte...

Adolescência, cultura contemporânea e educação; Adolescencia, cultura contemporánea y educación; Adolescence, contemporary culture and education

Coutinho, Luciana Gageiro
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.97%
O presente artigo trata a relação entre a adolescência e a educação no contexto social contemporâneo. Parte de pesquisas anteriores sobre a adolescência, tomada como trabalho psíquico imposto ao jovem em nossa cultura, marcada pelo individualismo e pela derrocada do espaço público enquanto lugar de exercício da singularidade referida a uma coletividade. Problematiza, então, o reencontro com o Outro da cultura que caracteriza a adolescência, presentificado nos impasses relativos à transmissão no mundo atual. Tal tarefa se sustenta na dimensão de anterioridade, suporte de um lugar de autoridade e pressupõe, por parte do sujeito, o confronto com o binômio promessa-renúncia.; El presente artículo trata de la relación entre la adolescencia y la educación en el contexto social contemporáneo. Se basa en investigaciones anteriores sobre la adolescencia tomada como trabajo psíquico impuesto al joven en nuestra cultura, marcada por el individualismo y el derrocamiento del espacio público como lugar de ejercicio de la singularidad referida a una colectividad. Problematiza entonces el reencuentro con el Otro de la cultura que caracteriza la adolescencia, presentificado en las trabas correspondientes a la transmisión en el mundo actual. Tarea que se sostiene en la dimensión de anterioridad...

Diálogos sobre a adolescência e a ameaça de exclusão dos privilegiados; Diálogos sobre la adolescencia y la amenaza de exclusión de los privilegiados; Dialogues about adolescence and the threat of seclusion of the privileged; Dialogues sur l’adolescence et la menace d’exclusion des privilégiés

Matheus, Tiago Corbisier
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.01%
Este trabalho tem a intenção de abordar o tema da adolescência e estabelecer um campo de diálogo, sob tensão, com saberes que o consideram objeto de pesquisa, como a da sociologia. A partir da diferenciação entre o tema da adolescência como questão subjetiva e adolescência como fenômeno social - diferença nem sempre considerada entre psicanalistas e demais pesquisadores das ciências humanas -, é possível retomar a inscrição histórica do advento da adolescência e fazer o exercício de escuta de discursos de sujeitos que, em seu percurso adolescente, explicitam impasses e tensões da posição que ocupam e almejam garantir na estrutura social que os antecede. Diferentemente do que se poderia supor, a ameaça de exclusão não afeta somente aqueles que pertencem a segmentos socioeconômicos menos favorecidos, mas também os ditos privilegiados, diante da angústia de perda da posição socioeconômica herdada na pirâmide social vigente. A experiência com a formação de jovens nessas condições sociais permitiu a emergência de discursos que denunciam o impasse vivido.; Este trabajo tiene la intención de retomar el tema de la adolescencia, y desde el mismo establecer un campo de diálogo que, bajo tensión, acerca distintos saberes que lo consideran objeto de pesquisa...

A produção do conhecimento sobre adolescência na enfermagem: período 1983 a 1996; La producción del conocimiento sobre adolescencia en enfermeria: período de 1983 a 1996; The production of knowledge about adolescence in nursing: period of 1983 - 1996

Cano, Maria Aparecida Tedeschi; Ferriani, Maria das Graças Carvalho; Alves, Ana Cristina; Nakata, Cristina Yuri
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1998 POR
Relevância na Pesquisa
37.01%
Nos últimos dez anos, a adolescência tem sido objeto de estudo de diversos pesquisadores e considerada por Organizações Nacionais e Internacionais uma faixa etária prioritária para ações de promoção, prevenção e proteção à saúde. Vários fatores contribuíram para essa preocupação com a adolescência, entre eles podemos destacar a importância desse contingente populacional, que constitui 23% da população mundial, além de questões ligadas à gravidez precoce, à AIDS e às drogas. Como enfermeiras pesquisadoras, interessamo-nos por conhecer e caracterizar, quantitativa e qualitativamente, a produção científica sobre adolescência em enfermagem, utilizando como fonte de coleta de dados periódicos nacionais específicos de enfermagem. Os dados obtidos nesse estudo nos mostram que a área da adolescência ainda é pouco explorada pela enfermagem e os aspectos mais pesquisados são os relacionados à sexualidade.; En los últimos diez años, la adolescencia ha sido objeto de estudio de diversos investigadores y considerada por Organizaciones Nacionales e Internacionales como un grupo etáreo prioritário para acciones de promoción, prevención y protección de la salud. Varios factores contribuyeron para esa preocupación con la adolescencia...

Maternidade na adolescência em uma comunidade de baixa renda: experiências reveladas pela história oral; Maternidad en la adolescencia en una comunidad de bajos ingresos: experiencias a través de historia oral; Adolescent maternity in a low income community: experiences revealed by oral history

Hoga, Luiza Akiko Komura
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/04/2008 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
37.01%
A maternidade na adolescência envolve relevantes fatores associados a cada família, cultura e sociedade. O objetivo desta pesquisa foi descrever as experiências da trajetória da maternidade na adolescência. O método da história oral foi desenvolvido e coletado as narrativas de 21 adolescentes mães moradoras em uma comunidade de baixa renda localizada na Cidade de São Paulo, Brasil. As seguintes categorias descritivas emergiram das narrativas: Gravidez: um evento da fase inicial do relacionamento; Conhecimento e acesso insuficientes aos contraceptivos, a inferioridade de gênero e o desejo de Deus: os modos de visualizar a gravidez; Fugir dos problemas familiares e definir o curso da vida: os significados pessoais atribuídos à gravidez; Mais ganhos que perdas: o balanço da maternidade na adolescência. A maternidade na adolescência no contexto da baixa renda envolve fatores muito complexos e requer um cuidado integral e integrado, centrado na pessoa e na família.; La maternidad en la adolescencia está relacionada a factores asociados con la familia, cultura y sociedad. El objetivo de esta investigación fue describir experiencias durante la maternidad en la adolescencia. El método de historia oral fue realizado, recolectando las narrativas de 21 madres adolescentes que viven en una comunidad de bajos ingresos...

Adolescence, modernity and culture of rights; Adolescencia, modernidad y cultura de los derechos; Adolescência, modernidade e a cultura dos direitos

Carneiro, Cristiana; Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ; Ribeiro, Leila Maria Amaral; Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ; Ippolito, Rita; Consultora Independente Internacional
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Revisão de literatura; ; Formato: application/pdf
Publicado em 08/07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.97%
This paper aims to present a historical discussion about the emergence of the concept of adolescence, the consequences and ramifications that such a perspective effects in creating a culture of rights. Born in the ideals of modernity, adolescence brings with it a certain conception of temporality related to the rise of individualism and the enhancement of human development as a career. It is only from a design trajectory needed to build the free and autonomous individual symbolized by the adult that becomes possible to reflect on the teenager as a subject of rights. Therefore, the emergence of adolescence as a category object of study and care also entails an entire comprehensive discussion of rights and duties culminating with the idea of being a teenager as a right. ; El objetivo de este trabajo es presentar una lectura del origen de la categoría adolescencia, las consecuencias y ramificaciones que tal perspectiva efectiva en la creación de una cultura de derechos. Nacida en los ideales de la modernidad, la adolescencia trae consigo cierta concepción de la temporalidad en relación con el surgimiento del individualismo y de la apreciación del desarrollo como trayectoria humana. Es sólo a partir de una concepción de trayectoria necesaria para la construcción de un individuo autónomo y libre...