Página 2 dos resultados de 48548 itens digitais encontrados em 0.016 segundos

O lugar da administração educacional na habilitação profissional para a docência nos “primeiros anos”

Pires, Carlos
Fonte: Fórum Português de Administração Educacional Publicador: Fórum Português de Administração Educacional
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.34%
Com o estudo que agora se apresenta pretende-se realizar o mapeamento da oferta nacional de formação no âmbito da administração educacional, nos ciclos de estudo que habilitam profissionalmente para a docência na educação pré-escolar, no 1.º e no 2.º ciclo do ensino básico, procurando definir e categorizar as tendências gerais das abordagens e as conceções de administração educacional presentes nas unidades curriculares, tendo em conta as orientações epistemológicas que lhes estão subjacentes. Decorrente do referido estudo, a presente comunicação focaliza-se na reflexão sobre o lugar e a pertinência da formação em Administração Educacional (AE) no âmbito da especificidade dos cursos de mestrado profissionalizantes (em educação pré-escolar e em ensino do 1.º e do 2.º ciclo do ensino básico) ministrados numa escola superior de educação, tendo como referência as lógicas de organização e de desenvolvimento dessa formação e as representações dos estudantes a quem se destina.

Administração pública nas revistas especializadas: Brasil, 1995-2002

Pacheco,Regina Silvia
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
46.34%
O artigo analisa a recente produção brasileira na área de pesquisa em administração pública, utilizando como base os artigos publicados entre 1995 e 2002 nas revistas especializadas RAP e RSP, além dos trabalhos apresentados durante os Enanpad. Retoma balanços anteriores realizados sobre a área, que tendiam a apontar como principal fragilidade o caráter propositivo da produção em administração pública. Considera tal caráter inerente à área, dada a natureza do objeto de estudo, essencialmente aplicado. Aponta outros fatores que merecem debate e reflexão para fazer avançar a pesquisa na área, dentre eles: a tendência de pesquisadores a se auto-referirem, a diluição temática e a adoção acrítica de teorias desenvolvidas em outras disciplinas. Discute, ainda, a pertinência da área, dadas as necessidades de conhecimento sobre governos e governança, bem como a formação de reformadores públicos.

Pedagogia crítica no ensino da administração: desafios e possibilidades

Paula,Ana Paula Paes de; Rodrigues,Marco Aurélio
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.34%
O objetivo é avaliar os desafios e possibilidades do uso da pedagogia crítica no ensino da Administração. Na introdução, discutimos a situação da pesquisa e do ensino de gestão no Brasil e no mundo, sugerindo a necessidade de mudanças nos conteúdos e métodos pedagógicos, como a introdução da abordagem crítica. Na primeira parte do artigo, apresentamos a gênese e os conceitos da pedagogia crítica, bem como as dificuldades enfrentadas para implementá-la. Na segunda parte, analisamos algumas experiências de uso da pedagogia crítica no ensino de graduação e pós-graduação em Administração. Na terceira parte, descrevemos a nossa própria experiência. Nas considerações finais, fazemos algumas recomendações para os docentes que pretendem seguir esta abordagem.

"Administração é ciência ou arte?" O que podemos aprender com este mal-entendido?

Mattos,Pedro Lincoln C. L. de
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.37%
Nas classes e palestras de introdução à administração, desperta sempre a curiosidade do auditório lançar a pergunta: "O que vocês acham: Administração é ciência ou arte?" Estamos diante de um dictum interessante e estimulante à discussão. O artigo tem dois objetivos: desvendar a ambiguidade da pergunta - talvez uma das razões de sua sobrevivência - e, a partir dela, examinar a adequação de discutir-se "cientificidade" em nosso saber, questão importante para os rumos da academia nessa área. Para o primeiro objetivo, mais modesto, nos valeremos de análise pragmática e semântica da linguagem, para o segundo, que concentra a maior parte do texto, das teorias sobre a natureza da ciência e a pretendida distinção entre ciência e não ciência. Surgem, então, evidências de que o dictum encerra um mal-entendido.

Perfil de estudos em Administração que utilizaram triangulação metodológica: uma análise dos anais do EnANPAD de 2007 a 2011

Teixeira,Juliana Cristina; Nascimento,Marco César Ribeiro; Antonialli,Luiz Marcelo
Fonte: Departamento de Administração da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo Publicador: Departamento de Administração da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.37%
Neste artigo são apresentados os resultados de uma pesquisa quantitativa, exploratória e descritiva, na qual se analisaram os dados contidos em 4.544 artigos publicados em cinco anais do Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (EnANPAD), envolvendo o conceito de triangulação metodológica. Considerando os potenciais benefícios da triangulação para as pesquisas em Ciências Sociais, mais especificamente para a Administração, em contraposição às dificuldades ainda existentes para a condução de pesquisas dessa natureza, bem como a existência de resistências a esse método, no presente trabalho visou-se demonstrar a incidência de trabalhos que utilizaram a triangulação como opção metodológica dentre os artigos que foram publicados nos anais do EnANPAD nos anos de 2007 a 2011 e, como objetivo principal, analisar o perfil metodológico deles. Considera-se que tal perfil possa indicar a forma com que a triangulação tem sido trabalhada no âmbito da Administração, bem como possíveis caminhos para a superação das dificuldades referentes à condução de uma pesquisa que demanda a combinação de métodos de diferentes naturezas. Como principais resultados, tem-se a baixa incidência do uso da triangulação...

Produção científica em administração de empresas: provocações, insinuações e contribuições para um debate local

Bertero,Carlos Osmar; Caldas,Miguel Pinto; Wood Jr.,Thomaz
Fonte: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração Publicador: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/1999 PT
Relevância na Pesquisa
46.37%
Este trabalho aborda a questão da qualidade da pesquisa científica em administração no Brasil. Trata, especificamente, dos critérios utilizados na avaliação de trabalhos apresentados em congressos ou publicados em periódicos. Discutimos inicialmente o crescimento quantitativo da pesquisa em administração e as limitações desta mesma produção em termos de qualidade. Descrevemos em seguida uma pesquisa empírica, realizada a partir de publicações científicas, notáveis e avaliadores do campo no Brasil. Tal pesquisa teve como objeto a utilização de critérios de avaliação e revelou um quadro de grande diversidade quanto aos critérios aplicados e aos significados a eles atribuídos. Como resposta a esta situação, propomos um modelo de critérios, a ser utilizado na avaliação de trabalhos científicos em administração no Brasil. Tal modelo é genérico e adaptável a diferentes contextos e finalidades. Postulamos que o fortalecimento do campo da administração no Brasil requer critérios de avaliação mais claros e bem definidos, e que é chegado o momento, após o recente crescimento quantitativo, de uma reflexão em prol da qualidade da produção científica.

Indicadores de qualidade na administração municipal: um estudo exploratório na prefeitura da cidade de Recife

Vieira,Marcelo Milano Falcão; Calado,Sônia Maria Rodrigues; Morais,Diogo Gonçalves Veras de; Araújo,Stella Maria Medeiros de; Leão,Fernando Pontual de Souza
Fonte: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração Publicador: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2000 PT
Relevância na Pesquisa
46.34%
Neste artigo discute-se como analisar práticas de administração da qualidade em organizações públicas. Argumenta-se que esta é uma questão complexa, uma vez que existem poucos elementos objetivos que permitam definições e medidas concretas. Entretanto, se qualidade está, em última análise, relacionada com a percepção de algo bom, salienta-se que a percepção de grupos organizacionais em relação a práticas de qualidade pode oferecer elementos úteis para o entendimento da questão. Através de um estudo teórico-empírico, procura-se identificar os elementos significativos da definição de qualidade para a administração direta da cidade de Recife (PE) na gestão 1997-2000, bem como analisar a lógica e a consistência em que se fundamentam. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semi-estruturadas e análise documental e analisados de forma descritivo-interpretativa. Os resultados apontam para uma série de indicadores de qualidade, agrupados em três dimensões: estrutural, recursos humanos e política. Conclui-se com sugestões para a introdução de programas de qualidade e para a avaliação do desempenho da administração municipal.

Análise dos relatórios de administração das companhias abertas brasileiras: um estudo do exercício social de 2002

Silva,César Augusto Tibúrcio; Rodrigues,Fernanda Fernandes; Abreu,Robson Lopes
Fonte: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração Publicador: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.37%
O Relatório da Administração (RA) é um relatório narrativo, no qual a empresa tem certa liberdade de apresentar notícias da empresa. Pesquisas empíricas realizadas com o intuito de verificar o grau de utilidade, transparência e confiabilidade destes relatórios demonstraram que eles são utilizados para decisões de investimento; entretanto, verificou-se também que estes relatórios são influenciados pelo viés da administração, na medida em que esta apresenta as informações segundo os seus interesses. O estudo analisa os Relatórios da Administração extraídos da base de dados da CVM do ano de 2002 e verifica se existe relação entre estes e o resultado financeiro das companhias. Os resultados encontrados mostram que o Relatório da Administração possui informação relevante sobre as companhias analisadas. As principais conclusões verificadas no estudo revelam que os relatórios otimistas apresentam maior volume de frases sobre reforma administrativa; já os relatórios pessimistas centram sua atenção na conjuntura econômica. Contatou-se que empresas que apresentam crescimento no ativo possuem relatórios mais extensos. Por outro lado, o aumento no lucro provoca uma redução no relatório. Foi observado ainda que o pessimismo do relatório se refere a uma entidade que possui um ativo e um patrimônio líquido menor que do passado.

Limites e possibilidades disciplinares da administração pública e dos estudos organizacionais

Fadul,Élvia Mirian Cavalcanti; Silva,Mônica de Aguiar Mac-Allister da
Fonte: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração Publicador: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.37%
Este artigo tem como objetivo analisar os limites disciplinares e o desenvolvimento de abordagens inter, multi e transdisciplinares nos campos da administração pública e dos estudos organizacionais. Adota-se uma estratégia metodológica estruturada em duas etapas. A primeira constitui-se de uma abordagem teórica na qual se conceitua disciplina, se exploram teoricamente as possibilidades e os limites das abordagens uni, inter, multi e transdisciplinares, e se desenvolve uma análise dos campos administração pública e estudos organizacionais na perspectiva dessas abordagens. A segunda etapa constitui-se de um estudo empírico no qual se analisam as possibilidades e os limites das abordagens uni, inter, multi e transdisciplinares das divisões Administração Pública e Gestão Social, e Estudos Organizacionais do Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, EnANPAD. Conclui-se que essas divisões priorizam, com dificuldade, a abordagem unidisciplinar, e apresentam abordagens inter e multidisciplinares sem sistematização, não conseguindo usufruir as possibilidades, nem superar os limites de cada uma delas.

"Administração Complexa": revendo as bases científicas da administração

Agostinho,Marcia Cristina Esteves
Fonte: Fundação Getulio Vargas/Escola de Administração de Empresas de São Paulo Publicador: Fundação Getulio Vargas/Escola de Administração de Empresas de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2003 PT
Relevância na Pesquisa
46.37%
Este artigo aponta a Teoria da Complexidade como uma nova base conceitual capaz de readequar a prática administrativa ao ambiente organizacional contemporâneo. Neste sentido, é apresentada a "Administração Complexa" uma abordagem gerencial que leva para o universo das organizações os conhecimentos oriundos desta nova ciência. Com base no funcionamento dos chamados "sistemas complexos adaptativos", são estabelecidos quatro conceitos-chave: autonomia, cooperação, agregação e auto-organização. Estes são sugeridos como os princípios da "Administração Complexa". Com o objetivo de demonstrar a abordagem, é apresentado um estudo de caso realizado em uma organização industrial brasileira, a qual desenvolveu um sistema de gestão autônoma em uma de suas fábricas. Tal sistema ilustra o novo papel da administração que, ao deixar de se concentrar na prescrição e no controle, passa à tarefa de promover as condições para que desempenhos superiores possam surgir da atuação de indivíduos autônomos.

Inovando no ensino de administração: uma experiência com a aprendizagem baseada em problemas (PBL)

Escrivão Filho,Edmundo; Ribeiro,Luis Roberto de Camargo
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
46.37%
O objetivo deste artigo é relatar uma experiência educacional inovadora de ensino-aprendizagem de administração em disciplinas de graduação e pós-graduação com a aprendizagem baseada em problemas ou PBL (problem-based learning), como é mundialmente conhecida. A experiência ocorreu numa escola de engenharia de uma universidade pública, em diversos cursos de graduação em engenharia e em disciplinas de pós-graduação. Todas as disciplinas tinham conteúdos de administração, especificamente de "teoria geral da administração" e "introdução à administração". O estudo almeja substituir abordagens didáticas tradicionais e a construção conjunta da mudança entre professor/tutor e alunos. A adoção do PBL foi motivada pelo descompasso entre as exigências e dinâmica da vida profissional e a passividade e alienação dos alunos em sala de aula. A avaliação geral do professor e de 90% dos alunos é que o PBL tem bom resultado na aprendizagem de conceitos, habilidades e atitudes.

A história oral na análise organizacional: a possível e promissora conversa entre a história e a administração

Gomes,Almiralva Ferraz; Santana,Weslei Gusmão Piau
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.37%
Nos últimos anos tem se verificado um aumento do número de publicações em estudos organizacionais que adotam metodologias mais qualitativas que quantitativas. Este crescimento justifica-se pelo fato de os pesquisadores da área considerarem mais incisivamente o caráter multidisciplinar da administração como uma ciência social aplicada, que se utiliza de diversas fontes epistemológicas. Entretanto, os teóricos da Administração sempre relegaram, ou nunca consideraram, o potencial da História para a análise organizacional. Neste trabalho, propõe-se sensibilizar pesquisadores da área de Administração a respeito da potencialidade do diálogo entre a História e a Administração para a análise da realidade organizacional, bem como enfatizar a importância do desenvolvimento de estudos locais e regionais contemplando as vozes do "passado" e dos "esquecidos". Tendo em vista que as organizações somente serão satisfatoriamente compreendidas a partir do momento em que sua história é conhecida, apresentaremos, brevemente, neste artigo, a experiência da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

O monge, o executivo e o estudante ludibriado: uma análise empírica sobre leitura eficaz entre alunos de administração

Carvalho,José Luis Felicio; Carvalho,Frederico Antonio A; Bezerra,Carol
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.37%
Os cursos de graduação em administração reúnem o maior contingente de estudantes universitários em todo o sistema superior de ensino no Brasil. Por outro lado, desde o surgimento das primeiras escolas, o processo de formação dos futuros gestores e gerentes brasileiros vem sendo alvo de críticas contundentes, mesmo por parte de acadêmicos da área. Essas críticas se referem não somente à mercantilização do ensino superior em administração, como também às consequências, para praticantes e estudantes, da emergência do fenômeno pop em gestão. A desordem perscrutada nesta pesquisa relaciona-se à dificuldade apresentada por alunos de administração quanto à distinção entre livros populares de gestão, livros esotéricos e livros de autoajuda, bem como ao debate sobre as consequências advindas de uma incapacidade de se estabelecer uma clara distinção entre esses três gêneros literários. Ao analisar os resultados de uma pesquisa de campo conduzida em uma universidade pública situada na cidade do Rio de Janeiro - cujos dados foram coletados por meio de questionários e submetidos a tratamento estatístico não-paramétrico - , foi possível destacar as relações entre os três tipos de literatura, no que se refere à percepção dos alunos. Os resultados...

Ensino superior em administração entre os anos 1940 e 1950: uma discussão a partir dos acordos de cooperação Brasil-Estados Unidos

Barros,Amon Narciso de; Carrieri,Alexandre de Pádua
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.37%
O presente trabalho tem como objetivo discutir o desenvolvimento dos cursos superiores em Administração no Brasil entre os anos 1940 e 1950 a partir dos acordos de cooperação entre Brasil e EUA. Inicialmente discutimos brevemente a metodologia utilizada para coleta dos dados e, em seguida, apresentamos uma discussão sobre as relações bilaterais entre os países. Posteriormente tecemos considerações sobre os cursos superiores em Administração que contaram com o apoio estadunidense, além de refletirmos sobre os próprios acordos. Concluímos que a dita "americanização" da Administração no Brasil tem raízes profundas e que, para que um saber mais autoconsciente seja construído e fortalecido, devemos refletir sobre a constituição da própria área, sobre como as influências de modelos estrangeiros são recebidas e articuladas. Por fim, sugerimos que futuras pesquisas poderiam aprofundar as discussões realizadas, ao fazer estudos específicos sobre a história dos cursos superiores em Administração brasileiros, especialmente os que participaram de acordos com outras instituições.

Possibilidades epistemológicas para a ampliação da Teoria da Administração Pública: uma análise a partir do conceito do Novo Serviço Público

Abreu,Ana Cláudia Donner; Helou,Angela Regina Heinzen Amin; Fialho,Francisco Antônio Pereira
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.37%
Este artigo apresenta as bases epistemológicas que sustentam o modelo do Novo Serviço Público proposto por Denhardt e analisa como elas podem contribuir para a ampliação da Teoria da Administração Pública. Como contribuições, sugere-se que é preciso considerar quais são os mecanismos institucionais que a Administração Pública deve viabilizar que o indivíduo possa se expressar em relação àquilo tem, precisa ou deseja; que a crítica, aos critérios de eficiência e eficácia como os únicos utilizados para suportar determinados modelos de Administração Pública, possibilita reconhecer que essa age sobre um conjunto de interesses difusos, legítimos e, muitas vezes, divergentes e que critérios como equidade ou justiça, por exemplo, parecem mais pertinentes para lhe dar suporte; que a Administração Pública precisa ampliar suas bases de participação, facilitando a articulação dos múltiplos interesses da sociedade, por meio de redes de governança que definiriam como as decisões seriam tomadas, e como os grupos poderiam interagir na formulação dos propósitos públicos e na implantação das políticas públicas; que o grande desafio envolve a redefinição da visão e do papel do próprio Estado, que seria entendido como uma associação que se ocuparia da articulação e da governança das redes de formulação das políticas públicas e da mobilização dos recursos necessários ao alcance desses fins.

A estrutura burocrática de poder no stricto sensu em administração no Brasil: o caso do mestrado profissional em administração pública em Rede Nacional - PROFIAP

Oliveira, Fernando Porfírio Soares de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Administração; Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Administração; Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.37%
This study approaches bureaucratic organizational structures with the aim to understand the adherence procedure to virtual technologies in the stricto sensu educational administrative process. Thus, the author navigates through the formation of these organizations in Brazil with the intent to demonstrate the bureaucratic organizational culture and the consequent form of domination of those who detain power. In this epistemological construction, the author explores the culture s bureaucratic environment and the organizational power. In the analyses, it was observed the technological phenomenon in the ODL s administrative environment, which can explain the adherence procedure to structures and technological instruments for stricto sensu courses that, hypothetically, dilutes the traditional inherited organizational axiom. Therefore, it was utilized as object of study the Professional Master s degree in National Scale Public Administration PROFIAP, hence analyzing the documental content and the legislation related to institutionalization as well as the positioning of professors/coordinators and of the director of CAPES/MEC. Considering this axioms, it was concluded that the bureaucratic structures can admit ODL in the stricto sensu s environment. However...

Formação docente e profissionalização sob a ótica de pós-graduandos stricto sensu em administração de duas universidades federais; Teacher formation and professionalization from the perspective of post-graduates stricto sensu in management of two federal universities

Narciso, Eliza Rezende Pinto
Fonte: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Administração; UFLA; brasil; Departamento de Administração e Economia Publicador: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Administração; UFLA; brasil; Departamento de Administração e Economia
Tipo: Dissertação
Publicado em 27/10/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.37%
Brazilian college education has undergone changes in its system over the past years. Specifically as regards the degree course in Business administration, this is touted as the suffered further expansion in the number of institutions that offer and the number of students enrolled. In this scenario, the role of the teacher who works in higher education should not be overlooked. Thus, the search rescues important aspects of teaching incorporating the national literature, theories of education on teacher professionalization, which is based on the constitution of reflective knowledge about the practice of teaching. In this sense, the work seeks to identify aspects of professionalization in the initial training phase, understood as the graduate in business administration, and answer the following question: What is the understanding of graduate students on professional for teaching in higher education? Through literature review and analys is of the current Brazilian legislation, it was clear that the pedagogical training of teachers for higher education is a subject rarely addressed in Brazilian public policies. The theme still suffers from reflections directly involving college education and prospects for appreciation of activity and continuing teacher education. Through the use of focus group technique...

Tecnologia de informação como mediadora do processo de aprendizagem na educação superior em administração: o caso do PROIN

Argenta, Christiane Amaral Lunkes
Fonte: Mestrado em Administração Rural; UFLA; brasil; Departamento de Administração e Economia Publicador: Mestrado em Administração Rural; UFLA; brasil; Departamento de Administração e Economia
Tipo: Dissertação
Publicado em 22/09/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.37%
The technology of information reaches the universities stimulating professors and students into adequating their roles in the educational process. Aiming at identifying meanings, limitations as well as potentialities of the use of information technologies in the Administration Course at the Universidade Federal de Lavras (Lavras - Minas Gerais - Brasil), a complementation was intended in this case study at PROIN/CAPES, installed in the Administration and Economy Department at UFLA, to the verticalization found through qualitative approach with the amplifícation of data collected through the quantitative analysis to the whole research universe, besides seeking for the support offigures which would attest for the veracity ofthe newly found facts. Some characteristics of the teaching-learning relation mediated by the information technology have been determined, which may be interpreted as fear or insecurity towards what is "new". Classes have become more attractive, interesting, of better planned, thus allowing for a better development on the students' behalf; the technology of information and Iearning cannot substitute the professor, as it is only a complementation, altough it does require from the professional a critic attitude concerning his/her conceptions about education. The limitations found are related to the lack of didatic preparation on the professors' behalf as well as the lack of technical capacitation both on the professors'and the students' behalves. Moreover...

Modelo de Gestão do Conhecimento para a Administração Pública Brasileira (MGCAPB): o que sua organização precisa saber antes de implantar; Model of Knowledge Management for the Brazilian Public Administration (MGCAPB): what your organization needs to know before deploying

Batista, Fábio Ferreira
Fonte: Seminário Casos Reais de Implantação do Modelo de Gestão do Conhecimento para a Administração Pública Brasileira Publicador: Seminário Casos Reais de Implantação do Modelo de Gestão do Conhecimento para a Administração Pública Brasileira
Tipo: Slides / Apresentações
PT-BR
Relevância na Pesquisa
46.37%
Apresenta o Modelo de Gestão do Conhecimento para a Administração Pública Brasileira (MGCAPB) informando as condições para sua implementação. Discorre brevemente acerca dos seguintes temas: definição de 'conhecimento' e 'informação'; motivos para a aplicação da gestão do conhecimento na Administração pública; implantação de projetos de gestão do conhecimento na administração pública de acordo com o MGCAPB.; 24 slides : il.

Brasil e Angola: convergências e divergências epistemológicas sobre os modelos de administração pública

Valadares, Josiel Lopes; Universidade Federal de Viçosa; da Costa, Kapeth Gaspar dos Santos; Universidade Federal de Administração; Silva, Edson Arlindo; Universidade Federal de Viçosa; Luquini, Roberto de Almeida; Universidade Federal de Viçosa
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Ensaio Teórico Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.37%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-8077.2013v15n36p131 Este ensaio teórico tem como objetivo caracterizar as convergências e as divergências dos modelos de Administração Pública entre Brasil e Angola. Observa-se que, apesar de esses países terem peculiaridades no que tange à sua Gestão Pública, nota-se que os dois possuem raízes histórico-culturais herdadas da mesma Metrópole, Portugal. Nesse sentido, fez-se uma reflexão: se traços culturais marcantes encontrados no Brasil, como clientelismo, nepotismo, lobismo, corrupção e outros podem também ser identificados na Administração Pública em Angola. Apesar das características herdadas de Portugal, aferiu-se também que existem diferenças pontuais entre os dois países quanto às suas formações socioeconômicas. Contudo, este artigo não teve a pretensão de esgotar as congruências e as discrepâncias entre os modelos público-administrativos desses países, pois o objetivo foi levantar indagações e reflexões sobre a temática das relações entre as formas de Administração Pública de cada um deles.