Página 1 dos resultados de 2 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Contaminação com sal de cloreto e cromatização da superfície do aço zincado no processo não-contínuo de zincagem por imersão a quente: influência no desempenho de tintas e determinação de pré-tratamentos para pintura adequados.; Chloride salt contamination and chromate quenching of galvanized steel on the batch galvanizing process: the influence on paint performance and the determination of suitable surface preparation for painting.

Ferrari, Jean Vicente
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/05/2006 PT
Relevância na Pesquisa
186.56%
O processo industrial não-contínuo de zincagem por imersão a quente (ZIQ) pode ocasionar a contaminação superficial do aço-carbono zincado por imersão a quente (AZIQ) com resíduos de cloreto. Estes resíduos, se não forem efetivamente eliminados, podem influenciar negativamente no desempenho dos esquemas de pintura dos sistemas dúplex (zincagem mais pintura). Sabe-se que no processo de ZIQ, a cromatização é amplamente utilizada, entretanto, o efeito que este pós-tratamento exerce no desempenho dos esquemas de pintura ainda não é bem estabelecido. Neste contexto, este trabalho teve como objetivos: I - verificar o grau de contaminação no AZIQ com sal de cloreto devido ao próprio processo de ZIQ; II - verificar os efeitos da contaminação com sal de cloreto e da cromatização do processo ZIQ no desempenho de tintas aplicadas sobre o AZIQ; e III – determinar pré-tratamentos para pintura adequados para o bom desempenho das tintas aplicadas sobre o AZIQ. A metodologia adotada para alcançar o objetivo I envolveu a zincagem de chapas de aço-carbono em diferentes prestadores de serviço de ZIQ, em diferentes condições. Estas chapas zincadas foram analisadas por microanálise química qualitativa por espectrometria de dispersão de energia (EDS) em microscópio eletrônico de varredura (MEV) e pela determinação dos teores de cloreto superficiais...

Estudo das propriedades mecânicas do aço zincado por imersao r quente e a galvalume® produzidos na CSN-PR

Coni, Nicodemos Henrique da Silva
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
86.24%
Resumo: Com início de operação em julho de 2003, a Linha de Galvanização Contínua nº5 - LGC#5 da Companhia Siderúrgica Nacional - CSN, localizada em Araucária -PR é do tipo "Dual Purpose" permitindo a produção de aço galvanizado com revestimentos convencionais (zinco puro) e de liga alumínio-zinco (Galvalume ), pelo processo de imersão à quente. Esta linha é a primeira no Brasil a produzir o Galvalume que é a chapa de aço revestida com uma liga contendo aproximadamente 55%Al, 43,5%Zn e 1,5%Si, especialmente concebida para atender principalmente os mercados de construção civil e linha branca. O Galvalume apresenta propriedades mecânicas diferentes do aço galvanizado, processados segundo o mesmo ciclo térmico, devido a maior temperatura do metal fundido no pote (465ºC para o zinco e 600ºC para a liga 55%Al-Zn) com conseqüente diferença nos teores de carbono em solução sólida no aço e também a maior resistência inerente ao revestimento 55%Al-Zn. Através de ensaios mecânicos de corpos de prova revestidos e decapados de diferentes espessuras produzidos na LGC#5, objetiva-se comparar e quantificar as diferenças de propriedades mecânicas (limite de escoamento, limite de resistência à tração, alongamento total...