Página 1 dos resultados de 1 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Contributo para o conhecimento da falha de Pinhal Novo-Alcochete, no âmbito da neotectónica do vale inferior do Tejo

Moniz, Catarina Maria de Figueiredo Bettencourt
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
106.67%
Tese de mestrado, Geologia (Geologia Estrutural), Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2010; A Zona de Falha de Pinhal Novo-Alcochete (ZFPNA) localiza-se na região do Vale Inferior do Tejo, no sector oriental da Península de Setúbal, na Bacia Sedimentar Cenozóica do Baixo Tejo (BCBT), correspondendo a uma das principais macro-estruturas tectónicas da região de Lisboa. O registo de alguns eventos sísmicos históricos importantes ocorridos nesta área revela a presença de falhas activas sismogénicas, caracterizadas por apresentarem taxas de movimentação baixas, na ordem de 0,05 a 0,1 mm/ano, características de zonas intraplaca. Estas estruturas estão ainda deficientemente conhecidas, pelo que o seu estudo é fundamental na avaliação do risco sísmico da região de Lisboa, densamente povoada e urbanizada. O presente trabalho pretende ser uma contribuição para esse conhecimento ao abordar a sismotectónica regional, e a ZFPNA em particular. Neste contexto, começa-se por fazer um breve enquadramento geológico regional, com ênfase na estrutura e enchimento sedimentar da BCBT, de modo a enquadrar a ZFPNA na evolução tectónica da região, particularmente do Neogénico à actualidade. A ZFPNA terá funcionado como bordo da Bacia Lusitânica...