Página 1 dos resultados de 177 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

A vigilância epidemiológica da infecção do local cirúrgico : estudo de incidência e associação de variáveis de risco numa instituição hospitalar portuguesa, em 2010

Almeida, Luís Filipe Mendes Reis de
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 09/01/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.34%
INTRODUÇÃO: A Infecção do Local Cirúrgico (ILC) é um fenómeno global, responsável por elevados índices de mortalidade e morbilidade, bem como aumento dos custos em Saúde. Os objectivos principais do Estudo foram a mensuração da taxa de incidência de ILC e a identificação de variáveis de risco associadas. MÉTODOS: O Estudo foi prospectivo, tendo sido desenvolvido numa Instituição Hospitalar Privada Portuguesa, por um período de três meses em 2010. A amostra foi não probabilística, sequencial, com vigilância epidemiológica activa de todos os doentes cirúrgicos adultos, por um período de 1 mês após a cirurgia. Foram utilizados os critérios de ILC definidos pelo Centers for Disease Control and Prevention. A identificação de ILC foi multimodal, através de observação da ferida cirúrgica, notificação dos profissionais, conferência multidisciplinar, revisão sistematizada de registos, vigilância laboratorial e entrevista telefónica para avaliação do pós-operatório. Todos os casos foram validados pelo investigador e/ou pelo Cirurgião assistente. RESULTADOS: Foram avaliados 471 doentes (475 cirurgias), dos quais 16 desenvolveram ILC – 9 incisionais superficiais (IIS) e 7 incisionais profundas (IIP) – correspondendo a uma Taxa de Incidência de 3...

Febre amarela: estudo de um surto

Ribeiro,Mirtes; Antunes,Carlos Maurício de Figueiredo
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.38%
O estudo objetivou descrever um surto de febre amarela ocorrido nos municípios sob jurisdição da Gerência Regional de Saúde de Diamantina/MG, entre 2002/2003, classificando 36 casos de FA. Tratou-se de surto autóctone de febre amarela silvestre. Identificou-se falha na cobertura vacinal e baixa detecção de casos leves. Entre os casos, 33 (91,7%) eram homens. A idade variou entre 16 a 67 anos. Classificaram-se como graves 19 (52,8%) casos. A letalidade acometeu 12 (33,3%) indivíduos homens. Os infectados procediam de área rural e manifestaram febre, cefaléia, vômito, icterícia, mialgia, oligúria e sinais hemorrágicos. A vigilância laboratorial foi o fator determinante para o diagnóstico do surto. Ao descrever os achados epidemiológicos e clínicos, este estudo subsidia o diagnóstico e a classificação da doença. Deduz-se uma relação do surto com desmatamentos e um potencial de risco regional para febre amarela devido o desenvolvimento turístico local.

A definição de medicamentos prioritários para o monitoramento da qualidade laboratorial no Brasil: articulação entre a vigilância sanitária e a Política Nacional de Medicamentos

Pontes Junior,Durval Martins; Pepe,Vera Lúcia Edais; Osorio-de-Castro,Claudia Garcia Serpa; Massena,Elisa Prestes; Portela,Margareth Crisóstomo; Miranda,Maria do Carmo; Silva,Raulino Sabino da
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.48%
A Política Nacional de Medicamentos tem como importante diretriz a qualidade dos medicamentos oferecidos à população. Objetivou-se definir prioridades para análise pelo Programa Nacional de Verificação da Qualidade de Medicamentos. Como critério, utilizou-se a presença do medicamento em, no mínimo, três Programas de Assistência Farmacêutica do Ministério da Saúde. Critérios adicionais foram a presença na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais de 2002 (RENAME) e a indicação para as vinte principais causas de Anos de Vida Perdidos Ajustados por Incapacidade (DALY). Informações do Ministério da Saúde e legislação foram fontes da pesquisa. Classificaram-se os medicamentos segundo o Anatomical Therapeutic Chemical Classification System (ATC) da OMS. Nos 13 programas de assistência farmacêutica, existiam 893 produtos classificados em 449 diferentes códigos ATC. Foram considerados prioritários 28 fármacos, 26 constantes na RENAME e 12 indicados nas causas de DALY. Recomenda-se, à Agência Nacional de Vigilância Sanitária e à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, estabelecer estratégia integrada para garantia de qualidade integral desses medicamentos, abrangendo qualidade laboratorial...

Avaliação da qualidade da atenção à doença meningocócica na Região Metropolitana de Campinas, 2000 a 2012

Duarte,Raquel Maria Ramalheira; Donalísio,Maria Rita; Fred,João
Fonte: Secretaria de Vigilância em Saúde - Ministério da Saúde do Brasil Publicador: Secretaria de Vigilância em Saúde - Ministério da Saúde do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.49%
OBJETIVO: analisar a assistência ao paciente, o diagnóstico laboratorial e a vigilância epidemiológica da doença meningocócica (DM) na Região Metropolitana de Campinas estado de São Paulo, mediante indicadores operacionais associados à qualidade da atenção. MÉTODOS: estudo retrospectivo dos casos de DM notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) entre 2000 e 2012. RESULTADOS: dos 929 casos estudados, 35,5% apresentaram a tríade de sintomas (febre, vômitos e rigidez de nuca) e 62,2% foram internados nas primeiras 24 horas; realizou-se punção lombar em 89,7%; houve confirmação laboratorial em 80,4%; 34,6% foram notificados nas primeiras 24 horas e 36,2% receberam quimioprofilaxia nas primeiras 48 horas. CONCLUSÃO: as internações foram oportunas, o diagnóstico laboratorial de boa qualidade, a investigação epidemiológica e o encerramento dos casos revelaram-se adequados; todavia, as ações de notificação e quimioprofilaxia não foram oportunas; indicadores operacionais de qualidade da atenção contribuem para o monitoramento e controle da DM.

Epidemiologia molecular dos vírus dengue em Goiânia-GO, 1994 - 2006: vigilância laboratorial e caracterização dos sorotipos circulares; Molecular epidemiology of dengue virus in Goiânia, 1994-2006: laboratorial surveillance and characterization of circulate serotypes

FÉRES, Valéria Christina de Rezende
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Medicina Tropical; Ciências da Saúde Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Medicina Tropical; Ciências da Saúde
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.76%
Nowadays, dengue constitute the major public health problem, because is relevant cause of illness and death between thousands people that resident in the tropical and subtropical regions in world. The dengue virus is classified as four serotypes (DENV-1, 2, 3 and 4) according to antigenic differences and characterized intra-typical groups called genotypes. The laboratorial surveillance enables the diagnostic confirmation of dengue infection and monitoring serotypes circulating through the routine diagnostic techniques. Recently, the use molecular techniques has contributed to characterize and monitoring of the genotypes potentially virulent during epidemic and knowledge of biology of dengue virus. This thesis was organized in an introduction section, that include a literature review on dengue, and two manuscripts that describing the research conducted with focus on laboratory diagnostic and molecular epidemiology. The first manuscript entitled Laboratorial Surveillance of Dengue Virus in Central-Brazil, 1994-2003, was published at Journal of Clinical Virology, 2006 37 (3): 179-83. In this study we present the results of the virological surveillance for dengue cases conducted in the city of Goiânia (~1,200,000 population) from 1994 to 2003. Suspected cases were from the main public infectious disease reference hospital and outpatient clinics covering the metropolitan area. Serological and virus isolation tests were conduced at the regional reference laboratory. Our objective was to report dengue circulating serotypes from 1994 to 2003 and the role of distinct serotypes on dengue clinical outcomes in Central Brazil and to characterize serotypes and genotypes by reverse transcriptase PCR (RT-PCR) and by restricted site-specific PCR (RSS-PCR) patterns in selected samples. Laboratory surveillance identified mainly DEN-1 serotype from 1994 to 2002 shifting to a high circulation of DEN-3 in 2003. The adults (87...

Caracterização da investigação laboratorial de casos suspeitos de dengue no estado de Goiás; Characterization of laboratory investigation of supected cases of dengue in state of Goiás

Licks, João Guilherme da Silva
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva (PRPG); Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva (PRPG); Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.74%
The economic impact of dengue is quite significant, with considerable medical and hospital expenses, vector control and loss of work days. Laboratory confirmation of dengue cases is essential to the identification of the serotype circulating responsible for epidemics. Thus, the dengue surveillance system must be constantly reviewed and updated, contributing for planning and decision making in order to contain the outbreak and prevent damage to the population. This study aimed to characterize the laboratory investigation, taken by the public laboratories of the surveillance system of the state of Goiás, for confirmation of suspected cases of dengue in the health regions. An observational cross-sectional, quantitative study was conducted, analyzing secondary data; and primary data collected with the application of a mixed questionnaire. Additional data were obtained by information from the laboratory test system of the Central Public Health Laboratory of Goiás. The state is divided into 17 health regions, being the Central region the most populous. Two regions are devoid of dengue diagnosis laboratory, two regions are with 2 labs each and the others are with just one each. The Central region was the one that had the highest number of reported cases and deaths due to dengue in the studied period; it’s being also the region with the highest estimated annual and monthly tests performed by laboratory. The study included 73 Coordinators of Epidemiological Nuclei Surveillance from 15 health regions. 100% of the participants in all regions...

Vigilância laboratorial da tuberculose em Portugal: relatório 2012

Macedo, Rita; Silva, Anabela Santos; Rodrigues, Inês João; Rodrigues, Irene; Furtado, Cristina; Simões, Maria João
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Relatório
Publicado em /12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
56.65%
Em Portugal, e de acordo com o último relatório do Programa Nacional de luta contra a Tuberculose da Direção-Geral da Saúde, em 2012 foram notificados 2480 casos de tuberculose (TB), dos quais 2286 correspondem a casos novos (taxa de incidência de 21,6/100.000 habitantes). Embora Portugal continue entre os países de incidência intermédia, o único na Europa Ocidental, a incidência dos casos novos parece vir a diminuir desde o início da década de 2000. A incidência de tuberculose multirresistente (TB-MR) tem também vindo a diminuir. Em 2012 a incidência de TB-MR foi de 0,56% (14 casos) do total dos casos de TB registados. Esta é uma proporção inferior à média na UE e encontra-se praticamente circunscrita às áreas metropolitanas do Porto e, principalmente, de Lisboa. De acordo com os dados deste mesmo relatório, o número de casos de TB confirmados dos quais se conhece o perfil de suscetibilidade aos antibacilares tem vindo a diminuir, sendo que é cada vez mais frequente os doentes iniciarem tratamento empiricamente com base apenas em critérios clínicos e radiológicos. De facto, não sendo os laboratórios do INSA os únicos a nível nacional a efetuar isolamento em cultura e respetivo teste de suscetibilidade aos antibacilares (TSA)...

Programa Nacional de Vigilância da Gripe: relatório da época 2014/2015

Guiomar, Raquel; Costa, Inês; Cristóvão, Paula; Pechirra, Pedro; Rodrigues, Ana Paula; Nunes, Baltazar
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Relatório
Publicado em 06/10/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.67%
[pt] O Programa Nacional de Vigilância da Gripe assegura a vigilância epidemiológica da gripe em Portugal, integrando as componentes de vigilância clínica e laboratorial. A componente clínica possibilita o cálculo de taxas de incidência permitindo descrever a intensidade e evolução da epidemia no tempo. A componente virológica tem por base o diagnóstico laboratorial do vírus da gripe o que permite detetar e caraterizar os vírus da gripe em circulação em cada inverno. Na época de vigilância da gripe de 2014/2015 a atividade gripal foi considerada de elevada intensidade atingindo o valor máximo de 175,3 casos de SG por 100 000 habitantes na semana 1/2015. O período epidémico teve a duração de 8 semanas prolongando-se entre as semanas 1 e 8/2015 (que correspondem aos meses de janeiro e fevereiro). O vírus influenza B circulou de forma predominante, com especial destaque no início do período epidémico. Mais tardiamente verificou-se a co-circulação do vírus influenza do tipo B com o vírus influenza A(H3). O vírus influenza A(H1)pdm09, foi detetado esporadicamente e em numero reduzido. A análise antigénica e genética dos vírus influenza A(H3) e B que circularam durante a presente época mostrou diferenças relativamente às estirpes vacinas de 2014/2015...

4ª Reunião Vigilância Epidemiológica da Gripe em Portugal - época 2014/2015 : resumos das comunicações orais

Guiomar, Raquel; Falcão, Isabel; Rodrigues, Ana Paula; Rodrigues, Emanuel; Meneses de Almeida, Lúcio; Won, Miguel
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 06/10/2015 N/A
Relevância na Pesquisa
36.38%
Reunião com transmissão por videoconfererência: Porto | Centro de Saúde Pública Doutor Gonçalves Ferreira; Resumo das comunicações orais apresentadas na reunião da Vigilância Epidemiológica da Gripe em Portugal. Esta reunião pretende divulgar os resultados da vigilância clínica e laboratorial da época 2014/2015, incluindo informação sobre casos graves, mortalidade e severidade, sistemas de deteção precoce da epidemia de gripe, vacinação antigripal, bem como estratégias de intervenção em saúde pública em situações de baixa efetividade vacinal. Serão também apresentados temas relacionados com a vigilância da gripe aviária e a situação atual do Síndrome Respiratória do Médio oriente (MERS-CoV).

Vigilância Virológica da Gripe em Portugal no Inverno 2012/2013

Cristóvão, Paula; Conde, Patrícia; Pechirra, Pedro; Nunes, Baltazar; Guiomar, Raquel
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 25/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.48%
Na época de vigilância 2012/2013, o período epidémico foi tardio e de duração semelhante à época anterior. Durante a época de gripe de 2012/2013, verificou-se a co-circulação dos três vírus influenza sazonais com maior destaque para a circulação do vírus influenza A(H1)pdm09 e vírus influenza B, da linhagem Yamagata, num inverno em que a atividade gripal foi moderada e com taxas de incidência de casos de síndroma gripal inferiores às verificadas na passada época de 2011/2012 (69 casos de SG por 105 habitantes). Ao longo do período em estudo, a análise laboratorial revelou a presença de vírus influenza em 549 (43,5%) dos 1262 exsudados da nasofaringe recebidos em 2012/2013. Dos 549 vírus influenza identificados, 267 (48,6%) pertenciam ao tipo A e 282 (51,4%) ao tipo B. Destes 233 (42,4%) vírus pertencem ao subtipo A(H1)pdm09, 35 (6,4%) ao subtipo AH3, 272 (49,6%) à linhagem B/Yamagata e 10 (1,8%) à linhagem B/Victoria. O vírus do subtipo A(H1) sazonal não foi detetado nos casos estudados. Foram detetados casos de gripe entre a semana 40/2012 e 18/2013, sendo que a percentagem de casos positivos para vírus influenza foi superior a 50% durante 7 semanas consecutivas (entre a semana 6 e 12 de 2013), com um máximo de 74 casos casos positivos registado na semana 9/2013 (Março). Durante a época de 2012/2013...

Vigilância laboratorial das infeções por Neisseria gonorrhoeae em Portugal, 2004-2013

Rodrigues, J.C.; Reis, L.; Cordeiro, D.; João, I.; Diniz, M.; Nunes, A.; Florindo, C.; Borges, V.; Ferreira, R.; Pinto, M.; Varela, M.; Gomes, João Paulo; Borrego, M.J.; Rede para a Coleção Nacional de Neisseria gonorrhoeae
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 15/10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.38%

Vigilância da Gripe em Portugal no inverno 2013/2014

Cristóvão, Paula; Pechirra, Pedro; Conde, Patrícia; Maia, Ana Carina; Roque, Carla; Carpinteiro, Dina; Sampaio, Daniel Ataíde; Nunes, Baltazar; Guiomar, Raquel
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.64%
Introdução: O Programa Nacional de Vigilância da Gripe tem como objetivos: recolha, análise e divulgação da informação sobre a atividade gripal em Portugal. A vigilância clínica e laboratorial possibilita a determinação semanal das taxas de incidência de síndroma gripal (SG), identificação/ caracterização do vírus influenza, deteção de surtos, vírus emergentes com potencial pandémico e risco para a saúde pública. Foi analisada e descrita a atividade gripal em Portugal, na época de 2013/2014. Materiais e Métodos: Em 2013/2014, colaboraram: a Rede de Médicos-Sentinela (Rede MS), possibilitando o cálculo da taxa de incidência da síndroma gripal. Na componente laboratorial, colaboram Rede MS, Rede de Serviços-Urgência, médicos projeto-EuroEVA e Rede Portuguesa Laboratórios Diagnóstico Gripe com envio de amostras respiratórias para pesquisa/caraterização do vírus influenza. Resultados: Em 2013/2014, a atividade gripal foi moderada. O período epidémico ocorreu entre as semanas 1/2014 e 8/2014, valor máximo 80,7 casos SG / 100000 habitantes na semana 4/2014. A análise laboratorial a 869 exsudados-nasofaringe permitiu a identificação do vírus influenza em 467 (54%) casos de SG. Destes, 460 (98...

Doença meningocócica invasiva em Portugal - Vigilância epidemiológica de base laboratorial : relatório anual da Rede de Laboratórios VigLab Doença Meningocócica 2011

Simões, Maria João; Betencourt, Célia; Cristovão, Paula
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Relatório
Publicado em /03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.79%
A doença meningocócica (DM), endémica em Portugal e em muitos países industrializados, constitui ainda hoje um grave problema de saúde pública devido à sua alta incidência em crianças menores de quatro anos, à taxa de letalidade e de sequelas graves. De notificação clínica obrigatória, a doença meningocócica passou a ter notificação laboratorial também obrigatória a partir de 2002, por implementação da Circular Normativa Nº13/DEP da Direcção Geral da Saúde. A vigilância epidemiológica passou a realizar-se a partir daí com a colaboração dos laboratórios da rede hospitalar pública e privada que integram o VigLab Doença Meningocócica, sistema de vigilância de base laboratorial coordenado pelo INSA. Do relatório anual da rede de laboratórios VigLab Doença Meningocócica, relativo ao ano 2011, destacam-se os seguintes resultados: − Em 2011 registaram-se 85 casos de DM, dos quais 68 casos (80%) tiveram confirmação laboratorial e 17 foram classificados como prováveis (notificação apenas clínica); − A taxa de incidência da DM na população total foi de 0,80 por 100 mil habitantes, valor que confirma a tendência decrescente, observada desde 2003 com um acentuado decréscimo na incidência da doença causada por estirpes C...

Infeção VIH/SIDA: a situação em Portugal a 31 de dezembro de 2012

Departamento de Doenças Infecciosas do INSA. Unidade de Referência e Vigilância Laboratorial Epidemiológica. Núcleo de Vigilância Laboratorial de Doenças Infecciosas
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Relatório
Publicado em /06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.48%
Em Portugal, durante o ano de 2012 foram notificados 1551 novos casos de infeção por VIH, dos quais 776 casos com diagnóstico no próprio ano. A análise das características demográficas destes últimos revela que 41,1% residiam no distrito de Lisboa, a maioria (70,7%) registou-se em homens, a idade mediana à data de diagnóstico foi de 41,0 anos e 28,4% dos casos referiam ter nascido fora de território nacional.A sua classificação de acordo com o estadio clínico revela que 391 (50,4%) foram identificados como portadores assintomáticos, enquanto 247 (31,8%) se encontravam no estadio de SIDA. A transmissão sexual foi assinalada na maioria dos casos, com 490 (63,1%) a referirem transmissão heterossexual e 187 (24,1%) a indicarem infeção decorrente de relações sexuais entre homens. Estes últimos correspondem a 34,1% dos casos registados para o sexo masculino. A transmissão associada ao consumo de drogas foi registada em 78 casos, que correspondem a 10,0% do total de diagnósticos para o ano em análise. Em 32 (4,1%) dos casos diagnosticados em 2012 foi identificada infeção pelo VIH do tipo 2. A pneumonia por Pneumocystis jiroveci foi a patologia mais frequentemente referida nos casos de SIDA. Foram notificados 139 óbitos ocorridos durante o ano de 2012. _Em 31 de Dezembro de 2012 o total acumulado de casos de infeção VIH...

Investigação laboratorial de surtos de toxinfeções alimentares, 2014

Viegas, Silvia; Cunha, Isabel Campos; Correia, Cristina Belo; Sousa, Rita; Bonito, Conceição Costa; Coelho, Anabela; Maia, Carla; Pena, Cláudia; Sousa, Isabel; Flores, Cristina; Barreira, Maria João; Moura, Isabel Bastos; Furtado, Rosália; Marcos, Si
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 08/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.38%
[artigo atualizado em 9/4/2015]; Objetivo: Compilação, análise e interpretação de dados e surtos de toxinfeções alimentares investigados no INSA em 2014.

Vigilância laboratorial da infeção a Enterovirus entre 2010 e 2013

Palminha, Paula; Ribeiro, Carlos; Roque, Carla; Vinagre, Elsa
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.65%
Objetivo: Analisar os resultados do diagnóstico laboratorial de casos suspeitos de infeção a Enterovirus recebidos no INSA ao abrigo do Programa de Erradicação da Poliomielite (Vigilância Laboratorial da PFA e de Enterovirus) entre 2010 e 2013.

Toxoplasmose: diagnóstico laboratorial de casos clínicos suspeitos de infeção entre 2009 e 2013

Vilares, Anabela; Ferreira, Idalina; Martins, Susana; Reis, Tania; Gargate, Maria João
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.49%
Objetivo: Este estudo tem como objetivo descrever as características demográficas de doentes com quadro clínico suspeito de toxoplasmose, cujo diagnóstico laboratorial foi confirmado no Laboratório Nacional de Referência de Infeções Parasitárias e Fúngicas do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) entre janeiro de 2009 e dezembro de 2013.

Programa Nacional de Vigilância da Gripe - Relatório da Época 2012/2013

Guiomar, Raquel; Conde, Patrícia; Cristóvão, Paula; Pechirra, Pedro; Nunes, Baltazar
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Relatório
Publicado em 11/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.68%
Com o presente relatório, o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, I.P., pretende sintetizar e divulgar os resultados obtidos pelo Programa Nacional de Vigilância da Gripe (PNVG) durante a época de 2012/2013, em Portugal. Um dos principais objetivos do PNVG é justamente a recolha, análise e disseminação da informação sobre a atividade gripal em Portugal. Toda a informação obtida pelo Programa Nacional de Vigilância da Gripe (que inclui a identificação e caracterização dos vírus da gripe em circulação em cada época, assim como a identificação de vírus emergentes com potencial pandémico e que constituam um risco para a saúde pública) pretende, em última instância, contribuir para a diminuição da morbilidade e mortalidade associada à infeção e suas complicações, servindo de suporte à orientação de medidas de prevenção e controlo da doença de forma precisa. Na época 2012/2013 foram notificados um total de 1436 casos de síndroma gripal (SG). A atividade gripal foi considerada moderada e o maior número de notificações foi observado entre o final de Janeiro e a primeira quinzena de Março. O período epidémico ocorreu entre as semanas 4/2013 e 11/2013, com um valor máximo de 69...

Botulismo no Brasil, 2000-2008: epidemiologia, achados clínicos e diagnóstico laboratorial; Botulism in Brazil, 2000-2008: epidemiology, clinical findings and laboratorial diagnosis

Rowlands, Ruth Estela Gravato; Ristori, Christiane Asturiano; Lopes, Giselle Ibette S. Lopez; Paula, Ana Maria Ramalho de; Sakuma, Harumi; Grigaliunas, Raquel; Lopreato Filho, Roberto; Gelli, Dilma Scala; Eduardo, Maria Bernadete de Paula; Jakabi, Miyoko
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2010 ENG
Relevância na Pesquisa
36.46%
Botulismo é uma doença rara e potencialmente letal, resultante da ação de uma neurotoxina produzida pelo Clostridium botulinum. No presente estudo, estão descritos os resultados da investigação laboratorial de 117 casos suspeitos de botulismo notificados ao sistema de vigilância, ocorridos no Brasil no período de janeiro de 2000 a outubro de 2008. Os dados obtidos sobre as fontes de transmissão, os tipos de toxina identificados e de amostras analisadas serão discutidos. Foram analisadas 193 amostras clínicas e 81 amostras de alimentos para detecção e identificação de neurotoxina botulínica. Entre as amostras clínicas, 22 (11,4%) amostras apresentaram resultado positivo para toxina (nove do tipo A, cinco do tipo AB e em oito o tipo não foi identificado) e entre as amostras de alimentos, oito (9,9%) foram positivas (cinco do tipo A, uma do tipo AB e em duas o tipo não foi identificado). Dos 38 casos considerados positivos para botulismo, 27 foram confirmados pelo bioensaio em camundongo. O diagnóstico laboratorial de botulismo é importante para elucidação dos casos, principalmente de botulismo alimentar, para confirmação dos diagnósticos clínicos e identificação das toxinas nos alimentos, provendo subsídios para as medidas de controle sanitário; Botulism is a rare and potentially lethal illness caused by Clostridium botulinum neurotoxin. We describe the findings of a laboratorial investigation of 117 suspected cases of botulism reported to the surveillance system in Brazil from January 2000 to October 2008. Data on the number and type of samples analyzed...

A definição de medicamentos prioritários para o monitoramento da qualidade laboratorial no Brasil: articulação entre a vigilância sanitária e a Política Nacional de Medicamentos

Pontes Junior,Durval Martins; Pepe,Vera Lúcia Edais; Osorio-de-Castro,Claudia Garcia Serpa; Massena,Elisa Prestes; Portela,Margareth Crisóstomo; Miranda,Maria do Carmo; Silva,Raulino Sabino da
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.48%
A Política Nacional de Medicamentos tem como importante diretriz a qualidade dos medicamentos oferecidos à população. Objetivou-se definir prioridades para análise pelo Programa Nacional de Verificação da Qualidade de Medicamentos. Como critério, utilizou-se a presença do medicamento em, no mínimo, três Programas de Assistência Farmacêutica do Ministério da Saúde. Critérios adicionais foram a presença na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais de 2002 (RENAME) e a indicação para as vinte principais causas de Anos de Vida Perdidos Ajustados por Incapacidade (DALY). Informações do Ministério da Saúde e legislação foram fontes da pesquisa. Classificaram-se os medicamentos segundo o Anatomical Therapeutic Chemical Classification System (ATC) da OMS. Nos 13 programas de assistência farmacêutica, existiam 893 produtos classificados em 449 diferentes códigos ATC. Foram considerados prioritários 28 fármacos, 26 constantes na RENAME e 12 indicados nas causas de DALY. Recomenda-se, à Agência Nacional de Vigilância Sanitária e à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, estabelecer estratégia integrada para garantia de qualidade integral desses medicamentos, abrangendo qualidade laboratorial...