Página 1 dos resultados de 2145 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Comparação entre os resultados para hepatite B e C dos laboratórios do banco de sangue e da vigilância epidemiológica do estado do Rio Grande do Sul no ano de 2007

Faraco, Fernando José Cezimbra
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.97%
Introdução: este documento trata de questões relativas à vigilância epidemiológica das hepatites B e C em doadores de sangue que foram notificados no SINAN NET no ano de 2007 no estado do Rio Grande do Sul. Faz parte uma revisão bibliográfica sobre os marcadores sorológicos e técnicas utilizadas pelos laboratórios do banco de sangue e vigilância epidemiológica. Relata as definições e os fluxos estabelecidos pelo PNHV e um artigo que compara os resultados do laboratório do banco de sangue com o laboratório da vigilância epidemiológica. Método: Discute os resultados obtidos neste estudo transversal, com as evidencias levantadas na revisão bibliográfica e busca responder as questões que serviram de estímulo para realização deste estudo. Os resultados concordam? Quanto se gasta para repetir os marcadores? Quanto tempo leva para um doador definir sua situação em relação à doença? Qual a proporção de doadores no quantitativo dos casos notificados de hepatites virais? Resultados: o coeficiente Kappa para o marcador HBsAg foi de 0,74 para o Anti-HBc 0,72 , para HBsAg e Anti-HBc associados foi 0,98 e para o Anti-HCV foi de 0,82. O gasto para repetição destes marcadores foi de R$ 28.956,55. O tempo de espera para o doador definir sua situação em relação à doença foi de uma mediana de 162 dias. A proporção de doadores notificados foi de 7...

Vigilância epidemiológica na enfermagem: concepções e objeto de ação

Meza, Hilsa Emília
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 97 f. : mapa, gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
66.87%
Pós-graduação em Enfermagem - FMB; As mudanças na política de saúde do país, a partir da década de 80, introduziram desafios quanto à forma de planejar, gerenciar e avaliar em contextos descentralizados e autônomos, nos quais exigem articulação intersetorial e intergovernamental e a participação da comunidade nas decisões do setor. A descentralização passou a ser entendida como uma prioridade para a consolidação do SUS. Apesar dos avanços, as atividades de vigilância, e outras de caráter coletivo permanecem historicamente dissociadas. Neste sentido, o presente estudo teve como objetivo geral identificar a concepção e o objeto de ação dos profissionais de enfermagem da Rede Pública de Saúde do município de Bauru. Trata-se de um estudo descritivo, com abordagem quantitativa, sendo utilizado um questionário estruturado contendo questões fechadas e abertas. A população do estudo envolveu enfermeiros e auxiliares de enfermagem. Desta maneira, esta pesquisa teve a participação de: 35 (95%) enfermeiros e 91(81%) auxiliares de enfermagem. Em relação à questão conceituação de vigilância em saúde, surgiram cinco grupos de significados, que foram categorizados para fins deste estudo, como: Quebra da cadeia epidemiológica em relação às doenças de notificação compulsória...

Vigilância Epidemiológica da Infecção

Neto, MT
Fonte: Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hopitalar de Lisboa Central, EPE Publicador: Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hopitalar de Lisboa Central, EPE
Tipo: Aula
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.9%
Em controlo de infecção os conceitos de epidemiologia e vigilância são de importância fundamental tal como definir o Plano de Vigilância de um Programa de Controlo de Infecção. Do mesmo modo é importante delinear objectivos e decidir a população alvo, definir que eventos irão ser englobados na vigilância e decidir que taxas irão ser determinadas. Os objectivos devem ser claros e realizáveis e o plano de vigilância deve estar acoplado a uma estratégia de prevenção. O objectivo primário deve ser conhecer a taxa de infecção endémica. A vigilância pode ser baseada numa ocorrência sentinela ou baseado na população. Os instrumentos epidemiológicos podem ser estudos de prevalência, estudos de prevalência caso-controlo ou estudos de incidência. Para determinação das taxas tem que ser conhecido o denominador. Os marcadores de vigilância epidemiológica estão bem definidos e é possível encontrar dados na bibliografia para comparar resultados. Contudo deve ser sempre tido em consideração que deve ser feito um ajuste para a gravidade da doença. O sistema de vigilância epidemiológica deve ser sujeito a avaliação no que respeita a rigor, efectividade e impacto económico. Em conclusão um sistema de vigilância epidemiológica deve ter objectivos claros e ser programado face à realidade da unidade de saúde onde vai ser implantado. Apesar do seu principal objectivo ser reduzir o risco...

Vigilância Epidemiológica da Infecção

Neto, MT
Fonte: Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hopitalar de Lisboa Central, EPE Publicador: Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hopitalar de Lisboa Central, EPE
Tipo: Aula
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.9%
Em controlo de infecção os conceitos de epidemiologia e vigilância são de importância fundamental tal como definir o Plano de Vigilância de um Programa de Controlo de Infecção. Do mesmo modo é importante delinear objectivos e decidir a população alvo, definir que eventos irão ser englobados na vigilância e decidir que taxas irão ser determinadas. Os objectivos devem ser claros e realizáveis e o plano de vigilância deve estar acoplado a uma estratégia de prevenção. O objectivo primário deve ser conhecer a taxa de infecção endémica. A vigilância pode ser baseada numa ocorrência sentinela ou baseado na população. Os instrumentos epidemiológicos podem ser estudos de prevalência, estudos de prevalência caso-controlo ou estudos de incidência. Para determinação das taxas tem que ser conhecido o denominador. Os marcadores de vigilância epidemiológica estão bem definidos e é possível encontrar dados na bibliografia para comparar resultados. Contudo deve ser sempre tido em consideração que deve ser feito um ajuste para a gravidade da doença. O sistema de vigilância epidemiológica deve ser sujeito a avaliação no que respeita a rigor, efectividade e impacto económico. Em conclusão um sistema de vigilância epidemiológica deve ter objectivos claros e ser programado face à realidade da unidade de saúde onde vai ser implantado. Apesar do seu principal objectivo ser reduzir o risco...

A vigilância epidemiológica no âmbito municipal: avaliação do grau de implantação das ações

Bezerra,Luciana Caroline Albuquerque; Freese,Eduardo; Frias,Paulo Germano de; Samico,Isabella; Almeida,Cínthia Kalyne Alves de
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.91%
O objetivo deste estudo foi avaliar o grau de implantação da vigilância epidemiológica na Secretaria Municipal de Saúde do Recife, Pernambuco, Brasil. A estratégia do trabalho consistiu num estudo de caso utilizando-se uma abordagem normativa. Foi delineado o modelo lógico da vigilância epidemiológica, a partir do qual foram selecionados critérios que compuseram uma matriz submetida a especialistas usando-se a técnica de consenso - método Delphos. Essa matriz consensuada originou os questionários das entrevistas. Foram abordados três níveis de análise: nível central, 6 distritos sanitários e 62 equipes de saúde da família. O estudo revelou que a vigilância epidemiológica está parcialmente implantada no município, a partir do grau de implantação dos três níveis de análise, sendo o nível central o único em que a vigilância epidemiológica encontra-se implantada, enquanto que nos distritos sanitários e nas equipes de saúde da família está parcialmente implantada. Em que pese a descentralização das ações de vigilância epidemiológica para os municípios, os níveis do sistema municipal possuem necessidades diferenciadas para atender ao que está normatizado, entre elas, a elaboração de normas internas especificando as atribuições dos três níveis.

A vigilância epidemiológica e a perspectiva de trabalho no território: Secretaria Municipal de Saúde - Ribeirão Preto

Villa,Tereza Cristina Scatena; Palha,Pedro Fredemir; Muniz,Jordana Nogueira; Cardozo-Gonzales,Roxana I.; Pinto Neto,José Martins; Assis,Marluce Maria Araujo
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 PT
Relevância na Pesquisa
66.87%
Este estudo procurou analisar como se conforma a prática na vigilância epidemiológica na Secretaria Municipal da Saúde (SMS-RP) sob a orientação dos princípios do SUS e da perspectiva da Vigilância em Saúde face ao processo de municipalização da saúde na década de 90, utilizando as seguintes dimensões: território; problemas; intersetorialidade, referenciada pelo conceito positivo de saúde e pelo paradigma da produção social de saúde. Através de uma abordagem qualitativa utilizou-se fontes documentais, 17 entrevistas semi-estruturadas e a técnica de análise temática, identificando os temas: De Vigiar a Educar e Prevenir: A prática na Vigilância Epidemiológica - Uma proposta de trabalho no território. Conclui-se que a potencialidade das ações de Vigilância Epidemiológica (VE) está relacionada à perspectiva de um trabalho no território na construção da Vigilância em Saúde assegurando o conteúdo técnico dessas ações e a participação de diferentes categorias profissionais em um mesmo projeto de trabalho, que não necessita ser executada por todos os profissionais no mesmo processo de produção, espaço e tempo.

A vigilância epidemiológica na prática dos serviços de saúde

da Silva, Alcides Milton; Philippi, Jane Maria de Souza
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.87%
Este objeto inicia abordando a vigilância epidemiológica na prática dos serviços de saúde pelo seu conceito exposto na Lei Orgânica da Saúde de 1990, explica que ela por muito tempo não passou apenas de observação sistemática, de como as campanhas de erradicação da malária e varíola transformaram-na em uma etapa de um programa, mas que após a eliminação do risco, ela era desativada e ainda apresenta um quadro com destaques para as fases de 1960, 1975 quando foi instituído o Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica e 1990, quando surge o SUS. Enfatiza que a prioridade passa a ser o fortalecimento dos sistemas municipais de vigilância epidemiológica, com autonomia para priorizar seus problemas de saúde. Segue detalhando quais são as suas funções, explanado sobre a coleta de dados e a força e o valor da informação inerente em sua fidedignidade, a responsabilidade de conduzir uma boa investigação epidemiológica e lembra que a principal fonte de dados é a notificação compulsória de doenças. Explica o que é esta notificação e quais as doenças que deverão estar relacionadas na lista de notificação, além dos critérios de seleção para que estas constem na lista. Termina explicando que apesar de haver subnotificação no Brasil...

Conhecimento do enfermeiro sobre as ações de vigilância epidemiológica no Hospital Universitário Onofre Lopes, Natal, RN

Ribeiro, Luciana Melo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
67.03%
This is an exploratory descriptive study with quantitative approach, aiming to verify the nurses' knowledge concerning the epidemiological surveillance activities at the Onofre Lopes hospital (HUOL), in Natal, Rio Grande do Norte. The study was performed with 63 nurses from the hospital and the data were collected through a questionnaire. All data were analyzed using descriptive statistics. The results were discussed and organized into four sections: nurses' knowledge on hospital epidemiological surveillance; procedures of the professional nurse through compulsory notification diseases; difficulties found by nurses to register the compulsory notification diseases and suggestions of strategies to joint epidemiological surveillance service with the care practices of nurses. The results showed that 55.55% of nurses know the main action of epidemiological surveillance, compulsory notification of diseases, and that 42.86% reported to the Hospital Epidemiology Center , while 57.14% did not allocate the information for this service. Most nurses found it difficult to perform notification for not knowing its flow; for the surveillance service does not operate 24 hours and for vagueness on diagnostic of disorders. Suggestions of strategies to improve the quality of epidemiological information are focused on training of nurses in hospital epidemiological surveillance; working in partnership with the surveillance center; diffusion of information on surveillance and conducting a daily active search. It comes to conclusion that most nurses don't notify the Surveillance Center about Compulsory Notification Diseases and it wasn't observed the incorporation of integrality values between the hospital surveillance and all nurses...

Avaliação da prática de vigilância epidemiológica nos serviços públicos de saúde no Brasil

Carvalho,Marília Sá; Marzocchi,Keyla B. F.
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/1992 PT
Relevância na Pesquisa
66.95%
São apresentados os resultados da avaliação de processo das atividades de vigilância epidemiológica, realizada em 1985, em 948 unidades de saúde situadas em 98 dos mais populosos municípios de cada Estado brasileiro. Foram analisados os seguintes aspectos: fluxo de informações, análise de dados e realização de investigação epidemiológica. Foram considerados potencialmente determinantes do desempenho: inserção institucional, atividades de vacinação, aspectos gerenciais e capacitação em serviço. A análise estatística baseou-se na análise de correspondência múltipla e na classificação hierárquica ascendente, disponíveis no programa "Systeme Portable Pur L' Analise De Données -SPAD". As unidades avaliadas não apresentaram padrão uniforme de desempenho, sendo classificadas em seis grupos segundo a atuação na vigilância epidemiológica. Em 53,7% das unidades foi observado desrespeito às normas mais elementares das atividades de vigilância epidemiológica. A presença de atividades de vacinação nas unidades estava relacionada com um melhor desempenho em vigilância epidemiológica. Foi apontada a necessidade de rever o modelo de vigilância epidemiológica ainda em uso no país, pois não é mais concebível a redução da epidemiologia dos serviços de saúde às doenças transmissíveis ou o gerenciamento dos serviços e programas sem a informação epidemiológica.

A vigilância epidemiológica na prática dos serviços de saúde

da Silva, Alcides Milton; Philippi, Jane Maria de Souza
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Unidade 2 do módulo 16 que compõe o Curso de Especialização em Saúde da Família. Arquivo .zip contendo página html com recursos de texto, imagens e animações em flash.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.89%
Este objeto inicia abordando a vigilância epidemiológica na prática dos serviços de saúde pelo seu conceito exposto na Lei Orgânica da Saúde de 1990, explica que ela por muito tempo não passou apenas de observação sistemática, de como as campanhas de erradicação da malária e varíola transformaram-na em uma etapa de um programa, mas que após a eliminação do risco, ela era desativada e ainda apresenta um quadro com destaques para as fases de 1960, 1975 quando foi instituído o Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica e 1990, quando surge o SUS. Enfatiza que a prioridade passa a ser o fortalecimento dos sistemas municipais de vigilância epidemiológica, com autonomia para priorizar seus problemas de saúde. Segue detalhando quais são as suas funções, explanado sobre a coleta de dados e a força e o valor da informação inerente em sua fidedignidade, a responsabilidade de conduzir uma boa investigação epidemiológica e lembra que a principal fonte de dados é a notificação compulsória de doenças. Explica o que é esta notificação e quais as doenças que deverão estar relacionadas na lista de notificação, além dos critérios de seleção para que estas constem na lista. Termina explicando que apesar de haver subnotificação no Brasil...

Relato de uma experiência de ensino de enfermagem em saúde coletiva: a informática no ensino de vigilância epidemiológica; Experiencia de la enseñanza de enfermería en salud colectiva: uso de la informática en la enseñanza de la vigilancia epidemiológica; An experience of nursing education in collective health: the use of the informatics to teach epidemiological surveillance

Nichiata, Lúcia Yasuko Izumi; Takahashi, Renata Ferreira; Fracolli, Lislaine Aparecida; Gryschek, Anna Luiza de Fátima Pinho Lins
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2003 POR
Relevância na Pesquisa
66.87%
Discute-se a informática na educação, os benefícios, implicações éticas e ideológicas da apropriação desta no ensino de enfermagem e no trabalho do enfermeiro. Relata o desenvolvimento de conteúdo de vigilância epidemiológica na disciplina Enfermagem em Saúde Coletiva com Enfoque nas Doenças Transmissíveis do curso de graduação oferecida em 2000. Utilizando-se do banco de dados de aids, os alunos expressaram sua compreensão sobre os problemas de saúde da população, tomando exemplarmente os casos de aids em São Paulo, associando à indicadores socioeconômicos.; El presente artículo presenta la discusión sobre las aplicaciones de la informática en la educación y los benefícios e implicancias éticas e ideológicas de la apropiación de esta herramienta, en la enseñanza de enfermería y en el trabajo del enfermero.Relata el desarrollo del contenido sobre vigilancia epidemiológica en la disciplina Enfermería en Salud Colectiva con Enfoque en las Enfermedades Transmisibles del pre grado ofrecida en el 2000. Utilizándose el banco de datos sobre el SIDA, los alumnos fueron incentivados a expresar su comprensión y reflexión sobre los problemas de salud, asociando la ocurrencia y los perfiles de esa epidemia...

Possibilidades e limites do trabalho de vigilância epidemiológica no nível local em direção à vigilância à saúde; Possibilidades y límites del trabajo de vigilanica epidemiologica en los servicios sanitarios hacia la vigilancia de la salud; Possibilities and limits of epidemiological surveillance at the local level towards health surveillance

Rodrigues, Verônica Maria; Fracolli, Lislaine Aparecida; Oliveira, Maria Amélia Campos de
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2001 POR
Relevância na Pesquisa
67.01%
O estudo tem como marco referencial o processo de trabalho em saúde e em enfermagem, e como objetivos descrever e analisar as ações de Vigilância Epidemiológica (VE) desenvolvidas em uma unidade de saúde, buscando identificar o quanto se aproximam da estratégia de Vigilância à Saúde (VS). Utilizou-secomo referência um check-list elaborado com base nas ações de VE preconizadas pelo Ministério da Saúde. Os dados obtidos demonstraram que na unidade de saúde estudada, as ações de VE restringiam-se à notificação e ao controle das doenças transmissíveis e que o trabalho da enfermeira na VE caracteriza-sepor atividades burocráticas. Conclui-sepela necessidade de se ampliarem as discussões sobre as formas de operacionalização da VS nos serviços de saúde.; La investigación tuvo los objetivos de describir las acciones de Vigilancia Epidemiologica desarolladas en un servicio sanitário de atención primaria y analisarias desde concepciones del processo salud-enfermidad y del proceso de trabajo en salud y en enfernmeira a fin de identificar en que medida las acciones se acercam de la estrategia de Vigilancia de la salud. Como referencia se uso un listado de chequeo com las acciones de la Vigilancia Epidemiologica que son preconizadas por el Ministerio de salud de Brazil. Los dados han demuenstrado que en el servicio investigado las acciones de Vigilancia Epidemiológica se limitam a la notificación y al control de las enfermedades transmissibles. Los resultados también muestraron que el trabajo de la enfermeria em la Vigilancia Epidemiologica se caracteriza por ias actividades burocráticas . La conclusón es que la necesidad de se extender las discusiones acerca de las formas de operar la Vigilancia de la salud en los servicios sanitarios.; The aim of this study is to describe and analyze Epidemiological Surveillance activities (ES) developed in a Health Care Unit and to identify their adherence to recommended Health Surveillance (HS) strategies. A checklist with the activities recommended by the Ministry of Health was used to conduct interviews with health professionals involved in ES activities. The data obtained from these interviews showed that Epidemiological Surveillance activities are limited to the notification and control of infectious diseases...

A vigilância epidemiológica e a perspectiva de trabalho no território: Secretaria Municipal de Saúde ;-; Ribeirão Preto; La vigilancia epidemiológica y la perspectiva de trabajo en el territorio: secretaria municipal de salud de Ribeirão Preto; Epidemiological surveillance and the perspective of working in the territory: Ribeirão Preto Municipal Health Secretariat

Villa, Tereza Cristina Scatena; Palha, Pedro Fredemir; Muniz, Jordana Nogueira; Cardozo-Gonzales, Roxana I.; Pinto Neto, José Martins; Assis, Marluce Maria Araujo
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2002 POR
Relevância na Pesquisa
67.04%
Este estudo procurou analisar como se conforma a prática na vigilância epidemiológica na Secretaria Municipal da Saúde (SMS-RP) sob a orientação dos princípios do SUS e da perspectiva da Vigilância em Saúde face ao processo de municipalização da saúde na década de 90, utilizando as seguintes dimensões: território; problemas; intersetorialidade, referenciada pelo conceito positivo de saúde e pelo paradigma da produção social de saúde. Através de uma abordagem qualitativa utilizou-se fontes documentais, 17 entrevistas semi-estruturadas e a técnica de análise temática, identificando os temas: De Vigiar a Educar e Prevenir: A prática na Vigilância Epidemiológica - Uma proposta de trabalho no território. Conclui-se que a potencialidade das ações de Vigilância Epidemiológica (VE) está relacionada à perspectiva de um trabalho no território na construção da Vigilância em Saúde assegurando o conteúdo técnico dessas ações e a participação de diferentes categorias profissionais em um mesmo projeto de trabalho, que não necessita ser executada por todos os profissionais no mesmo processo de produção, espaço e tempo.; Este estudio buscó analizar como se constituye la práctica de la Vigilancia Epidemiológica en la Secretaria Municipal de Salud (SMS-RP) bajo la orientación de los principios del SUS y de la perspectiva de la Vigilancia de cara al proceso de municipalización de la salud en la década del 90 utilizando las siguientes dimensiones: territorio...

Fase actual de control de la vigilancia epidemiológica de la poliomielitis en España

Tello Anchuela,Odorina
Fonte: Revista Española de Salud Pública Publicador: Revista Española de Salud Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/10/2013 SPA
Relevância na Pesquisa
66.89%
En España, el último caso de poliomielitis por virus salvaje autóctono ocurrió en 1988. Desde entonces los casos detectado por el sistema de vigilancia epidemiológica corresponden o bien a casos importados, casos asociados a la vacuna o derivados de la vacuna oral (VDPV). El Plan de Actuaciones necesarias para la Consecución del Certificado de Erradicación de la Poliomielitis se inició en 1997. Las actividades incluidas fueron consensuadas con las comunidades autónomas y aprobadas en el Consejo Interterritorial del Sistema Nacional de Salud. El plan integra actividades de vigilancia epidemiológica y actividades de Laboratorio: - Implantar un sistema de vigilancia eficaz de parálisis flácida agudas (PFA) en menores de 15 años. - Alcanzar y mantener altas cobertura de inmunización (del 95% en la serie primaria, en menores de 2 años). - Vigilancia medioambiental mediante la vigilancia de enterovirus. En la aplicación del Plan en España se han mantenido altas coberturas de vacunación y especial preocupación por evitar bolsas de susceptibles en grupos de población vulnerables. El Sistema de Vigilancia de Parálisis Flácida Aguda en menores de 15 años ha sido constantemente evaluado mediante los indicadores de calidad referidos a la sensibilidad...

Las páginas web de los servicios de vigilancia epidemiológica como instrumento de difusión de la información en 2006

Caffaro Rovira,Mercedes; García Pérez,Jorge; Varela Santos,Carmen; Herrera Guibert,Dionisio; Mateo Ontañón,Salvador de
Fonte: Revista Española de Salud Pública Publicador: Revista Española de Salud Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/12/2006 SPA
Relevância na Pesquisa
66.93%
Fundamento: Teniendo en cuenta que una de las misiones de la Red Nacional de Vigilancia Epidemiológica es aportar información para la acción, se hace imprescindible su difusión en tiempo oportuno. El objetivo de este trabajo es conocer el contenido de las páginas web del Centro Nacional de Epidemiología y de los Servicios de Vigilancia Epidemiológica de las Ciudades y Comunidades Autónomas y evaluar su oportunidad en el tiempo. Métodos: Se realizó una revisión del contenido de las páginas web de los Servicios de Vigilancia durante el período del 3 de abril al 5 de mayo de 2006. La difusión de la información se consideró «en tiempo oportuno» si la consulta durante la semana 17 ofrecía el boletín de la semana epidemiológica 15. Resultados: El 90% de los Servicios de Vigilancia epidemiológica tiene página web. El 50% ofrece el listado de las enfermedades de declaración obligatoria y la definición de caso. Protocolos de actuación el 44% y tablas dinámicas el 11%. En el 83% de las páginas se tiene acceso a los boletines epidemiológicos, el 6% está actualizado en tiempo oportuno. El 77% de las páginas ofrece la información semanal de la gripe y de ellas el 78% en la semana 15. El 72% tiene un sistema de búsqueda...

Avaliação da prática de vigilância epidemiológica nos serviços públicos de saúde no Brasil

Carvalho,Marília Sá; Marzocchi,Keyla B. F.
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/1992 PT
Relevância na Pesquisa
66.95%
São apresentados os resultados da avaliação de processo das atividades de vigilância epidemiológica, realizada em 1985, em 948 unidades de saúde situadas em 98 dos mais populosos municípios de cada Estado brasileiro. Foram analisados os seguintes aspectos: fluxo de informações, análise de dados e realização de investigação epidemiológica. Foram considerados potencialmente determinantes do desempenho: inserção institucional, atividades de vacinação, aspectos gerenciais e capacitação em serviço. A análise estatística baseou-se na análise de correspondência múltipla e na classificação hierárquica ascendente, disponíveis no programa "Systeme Portable Pur L' Analise De Données -SPAD". As unidades avaliadas não apresentaram padrão uniforme de desempenho, sendo classificadas em seis grupos segundo a atuação na vigilância epidemiológica. Em 53,7% das unidades foi observado desrespeito às normas mais elementares das atividades de vigilância epidemiológica. A presença de atividades de vacinação nas unidades estava relacionada com um melhor desempenho em vigilância epidemiológica. Foi apontada a necessidade de rever o modelo de vigilância epidemiológica ainda em uso no país, pois não é mais concebível a redução da epidemiologia dos serviços de saúde às doenças transmissíveis ou o gerenciamento dos serviços e programas sem a informação epidemiológica.

La vigilancia epidemiológica internacional en Cuba 2009-2011

Sánchez Tarragó,Nancy; Arriola Martínez,Yudaimys
Fonte: Centro Nacional de Información de Ciencias Médicas Publicador: Centro Nacional de Información de Ciencias Médicas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 ES
Relevância na Pesquisa
66.96%
Introducción: el incremento de los riesgos para la salud pública que se constata en las últimas décadas y la puesta en vigor del nuevo Reglamento Sanitario Internacional 2005, refuerzan el papel de la vigilancia de la salud pública y de los mecanismos de notificación y respuesta oportunas. La vigilancia epidemiológica internacional es uno de los componentes de la vigilancia en salud del Sistema Nacional cubano. Objetivo: analizar el comportamiento de la vigilancia epidemiológica internacional en Cuba entre el 2009 y el 2011. Métodos: Se realizó el análisis a partir del reconocimiento de los principales eventos de salud pública compilados en el boletín Situación Epidemiológica Internacional que edita la Dirección Nacional de Epidemiología y sus fuentes de información fundamentales. Resultados: durante los años 2009 a 2011 se publicaron en el boletín 3 092 artículos, de ellos, la mayoría se relacionó con enfermedades transmisibles y sobre la situación epidemiológica tras la ocurrencia de desastres naturales. Los principales temas abordados fueron los brotes de dengue, cólera, influenza A (H1N1) y sarampión, fundamentalmente en países latinoamericanos y africanos, lo que coincidió con los principales riesgos en Cuba por el intenso intercambio de colaboración...

A vigilância epidemiológica no âmbito municipal: avaliação do grau de implantação das ações

Bezerra,Luciana Caroline Albuquerque; Freese,Eduardo; Frias,Paulo Germano de; Samico,Isabella; Almeida,Cínthia Kalyne Alves de
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.91%
O objetivo deste estudo foi avaliar o grau de implantação da vigilância epidemiológica na Secretaria Municipal de Saúde do Recife, Pernambuco, Brasil. A estratégia do trabalho consistiu num estudo de caso utilizando-se uma abordagem normativa. Foi delineado o modelo lógico da vigilância epidemiológica, a partir do qual foram selecionados critérios que compuseram uma matriz submetida a especialistas usando-se a técnica de consenso - método Delphos. Essa matriz consensuada originou os questionários das entrevistas. Foram abordados três níveis de análise: nível central, 6 distritos sanitários e 62 equipes de saúde da família. O estudo revelou que a vigilância epidemiológica está parcialmente implantada no município, a partir do grau de implantação dos três níveis de análise, sendo o nível central o único em que a vigilância epidemiológica encontra-se implantada, enquanto que nos distritos sanitários e nas equipes de saúde da família está parcialmente implantada. Em que pese a descentralização das ações de vigilância epidemiológica para os municípios, os níveis do sistema municipal possuem necessidades diferenciadas para atender ao que está normatizado, entre elas, a elaboração de normas internas especificando as atribuições dos três níveis.

Fase actual de control de la vigilancia epidemiológica de la poliomielitis en España

Tello Anchuela,Odorina
Fonte: Ministerio de Sanidad y Consumo Publicador: Ministerio de Sanidad y Consumo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2013 ES
Relevância na Pesquisa
66.89%
En España, el último caso de poliomielitis por virus salvaje autóctono ocurrió en 1988. Desde entonces los casos detectado por el sistema de vigilancia epidemiológica corresponden o bien a casos importados, casos asociados a la vacuna o derivados de la vacuna oral (VDPV). El Plan de Actuaciones necesarias para la Consecución del Certificado de Erradicación de la Poliomielitis se inició en 1997. Las actividades incluidas fueron consensuadas con las comunidades autónomas y aprobadas en el Consejo Interterritorial del Sistema Nacional de Salud. El plan integra actividades de vigilancia epidemiológica y actividades de Laboratorio: - Implantar un sistema de vigilancia eficaz de parálisis flácida agudas (PFA) en menores de 15 años. - Alcanzar y mantener altas cobertura de inmunización (del 95% en la serie primaria, en menores de 2 años). - Vigilancia medioambiental mediante la vigilancia de enterovirus. En la aplicación del Plan en España se han mantenido altas coberturas de vacunación y especial preocupación por evitar bolsas de susceptibles en grupos de población vulnerables. El Sistema de Vigilancia de Parálisis Flácida Aguda en menores de 15 años ha sido constantemente evaluado mediante los indicadores de calidad referidos a la sensibilidad...

Las páginas web de los servicios de vigilancia epidemiológica como instrumento de difusión de la información en 2006

Caffaro Rovira,Mercedes; García Pérez,Jorge; Varela Santos,Carmen; Herrera Guibert,Dionisio; Mateo Ontañón,Salvador de
Fonte: Ministerio de Sanidad y Consumo Publicador: Ministerio de Sanidad y Consumo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 ES
Relevância na Pesquisa
66.93%
Fundamento: Teniendo en cuenta que una de las misiones de la Red Nacional de Vigilancia Epidemiológica es aportar información para la acción, se hace imprescindible su difusión en tiempo oportuno. El objetivo de este trabajo es conocer el contenido de las páginas web del Centro Nacional de Epidemiología y de los Servicios de Vigilancia Epidemiológica de las Ciudades y Comunidades Autónomas y evaluar su oportunidad en el tiempo. Métodos: Se realizó una revisión del contenido de las páginas web de los Servicios de Vigilancia durante el período del 3 de abril al 5 de mayo de 2006. La difusión de la información se consideró «en tiempo oportuno» si la consulta durante la semana 17 ofrecía el boletín de la semana epidemiológica 15. Resultados: El 90% de los Servicios de Vigilancia epidemiológica tiene página web. El 50% ofrece el listado de las enfermedades de declaración obligatoria y la definición de caso. Protocolos de actuación el 44% y tablas dinámicas el 11%. En el 83% de las páginas se tiene acceso a los boletines epidemiológicos, el 6% está actualizado en tiempo oportuno. El 77% de las páginas ofrece la información semanal de la gripe y de ellas el 78% en la semana 15. El 72% tiene un sistema de búsqueda...