Página 1 dos resultados de 1325 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Resistência a temperaturas elevadas de vigas parcialmente embebidas com betão

Gonçalves, Carlos Alberto de Jesus
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.47%
Este trabalho foi desenvolvido para o preenchimento dos requisitos da obtenção do grau de mestre em Engenharia da Construção. A motivação para este trabalho está relacionada com a ausência do conhecimento sobre o comportamento a temperaturas elevadas de elementos de viga parcialmente embebidos com betão (PEB) e a necessidade de apresentação de formulações simplificadas para a análise de vigas PEB à flexão. Foram realizados 27 ensaios à flexão na tipologia de 4 pontos, sendo que 9 ensaios foram realizados à temperatura ambiente e 18 a elevadas temperaturas. Das vigas ensaiadas à temperatura ambiente, 5 ensaios foram realizados com vigas parcialmente embebidas em betão PEB e 4 com o perfil metálico IPE100. Das vigas ensaiadas a elevadas temperaturas, todas PEB, 12 foram testadas para a um nível de temperatura de 400 °C considerando diferentes condições de ligação dos estribos com a alma do perfil, 3 a nível de temperatura de 200 °C e 3 a nível de temperatura de 600 °C. A resistência à flexão diminui com a temperatura, como esperado. O modo de deformação correspondente ao estado limite último das nas vigas ensaiadas foi por encurvadura lateral torsional (LTB) em quase todos os ensaios...

Contribuição ao projeto de vigas delgadas de seção "L" de concreto pré-moldado; Contribution to the design of precast concrete slender L-shaped beams

Pastore, Marcus Vinícius Filiagi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.44%
Esta dissertação tem por objetivo contribuir para o projeto estrutural de vigas delgadas de seção "L" de concreto pré-moldado, também conhecidas no Brasil como vigas suporte-peitoril. O projeto deste tipo de viga apresenta uma maior complexidade que o de vigas usuais pela seção transversal assimétrica, carregamento excêntrico e as várias possibilidades de ligações viga-pilar e viga-laje. Em função de sua ligação com a laje, o comportamento deste tipo de viga pode apresentar diferentes modelos: a) com torção de equilíbrio; b) sem torção de equilíbrio; e c) com restrição parcial da rotação da laje. É mostrado que para relações altura da viga/largura da mesa inferior maiores que 2,5, a variação da orientação dos eixos principais de inércia com relação aos eixos vertical e horizontal pode ser desprezada. Além disso, o centro de cisalhamento pode ser considerado situado na linha de centro da alma para grandes relações altura da viga/altura da aba. Também são discutidas as ações e efeitos a serem considerados no projeto de vigas de seção "L". Em relação ao estado limite último, é mostrado que os procedimentos de dimensionamento de momento fletor e força cortante não diferem dos outros tipos de vigas de concreto...

Análise probabilística de vigas de concreto armado recuperadas à flexão, através do método de Monte Carlo utilizando um modelo de elementos finitos; Probabilistic analysis of reinforced concrete beams rehabilitated for flexure, through the Monte Carlo method using a Finite Element model

Paliga, Charlei Marcelo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.5%
O objetivo deste trabalho é apresentar um modelo para análise probabilística de vigas de concreto armado recuperadas à flexão, através da utilização conjunta do método de simulação de Monte Carlo e do método dos Elementos Finitos. Para uma análise da confiabilidade, foram projetadas vigas de concreto armado seguindo as recomendações da NRR 6118:2003. Após, foi considerado que as armaduras tracionadas de flexão sofreram reduções de 10%, 20% e 30% na sua área da seção transversal, sendo, então, feita uma análise da segurança estrutural remanescente. Para o projeto de recuperação das vigas danificadas, estão apresentados os procedimentos do Bulletin 14 da fédération internationale du béton (fib) para o dimensionamento de sistemas de reforço com material compósito colado externamente às estruturas. Assim, a confiabilidade destas vigas recuperadas pôde ser estimada e comparada à confiabilidade das vigas originais. Dentro do processo de simulação, a resposta em termos da carga de ruptura das vigas de concreto armado recuperadas foi obtida através de uma análise numérica não-linear utilizando um modelo de elementos finitos. Devido à importância do deslizamento entre o substrato de concreto e o sistema de reforço estrutural...

A consideração da não-linearidade física no cálculo de flecha em vigas de concreto armado; The consideration of material nonlinearity on the assessment of deflection in reinforced concrete beams

Pedro Alexandre Conde Bandini
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/05/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.44%
A fim de atender a requisitos de Estados Limites de Serviço, uma estrutura de concreto deve satisfazer critérios, dentre eles o controle de deslocamentos excessivos. As normas de projeto de estruturas de concreto estabelecem limites máximos para flechas em vigas que devem ser verificados em etapa de projeto. Portanto, métodos que estimem os deslocamentos em vigas de concreto armado de maneira satisfatória devem ser utilizados por engenheiros estruturais com o intuito de se projetar estruturas que atendam às condições de segurança e de serviço. No presente trabalho foram desenvolvidos e implementados os procedimentos numéricos FLECHA-0 e FLECHA-T que permitem analisar o comportamento de vigas de seção retangular, bi-apoiadas, de concreto armado submetidas à flexão simples. Os procedimentos consideraram a não-linearidade física para o cálculo de flecha imediata e flecha total, nesta sendo também considerados os efeitos de fluência e retração. Adotou-se a análise da seção transversal em camadas para integração das tensões e obtenção dos esforços internos. A consideração da não-linearidade física foi introduzida através do emprego de modelos constitutivos adequados para concreto e aço, e a colaboração do concreto entre fissuras foi considerada através de modelo de tension-stiffening para o concreto tracionado pós-fissuração em região de tração efetiva. A análise de efeitos diferidos de fluência e retração foi desenvolvida mediante emprego de método para cálculo de curvatura em elementos fletidos. Os procedimentos numéricos foram implementados computacionalmente e foram validados através da comparação com resultados experimentais de vigas ensaiadas à flexão obtidos por outros pesquisadores. Também foram avaliadas as recomendações referentes ao cálculo de flecha em vigas apresentadas pelas normas brasileira e europeia. Devido aos resultados obtidos na análise comparativa a modelos experimentais...

Vigas de concreto armado reforçadas com fibras de carbono /

Fortes, Adriano Silva
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xii, 224f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.49%
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico.; Neste trabalho estuda-se o comportamento de vigas de concreto armado reforçadas com polímero reforçado com fibras de carbono (PRFC), designado fita de fibra de carbono. Esse reforço das vigas dá-se mediante a técnica de colagem, com adesivo epoxídico, no banzo tracionado das peças. Pretende-se, também, verificar a possibilidade de utilização da fita de fibra de carbono inserida no concreto fresco, como parte da armadura. Inicialmente, elaborou-se uma revisão bibliográfica dos principais materiais e procedimentos utilizados em reparo e reforço de elementos estruturais de concreto armado. Apresentam-se os mais recentes estudos experimentais referentes a reforço de vigas de concreto armado, realizados por outros pesquisadores. Na seqüência, apresenta-se um estudo experimental de nove vigas de concreto armado de seção transversal "T", de tamanho real, para avaliar o comportamento das peças segundo as técnicas propostas. Dividiram-se os ensaios em cinco grupos. No primeiro com duas vigas de referência, utiliza-se apenas a armadura convencional. O segundo apresenta uma viga que difere das vigas de referência apenas pela colocação de uma fita de fibra de carbono inserida no concreto fresco sobre a armadura convencional (segunda camada). O terceiro grupo é composto por uma viga reforçada com duas fitas de fibra de carbono. O quarto grupo possui duas vigas reforçadas com uma fita de fibra de carbono. Estas vigas foram reforçados antes da aplicação de carregamento...

Análise teórica-experimental do comportamento à flexão de vigas de concreto reforçado com fibras de aço

Gava, Giovanna Patrícia
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xxii, 277 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.5%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil.; Este trabalho teve como objetivo principal estudar, teórica e experimentalmente, o comportamento após a fissuração de vigas de concreto reforçado com fibras de aço submetidas à flexão. Foi verificada a validade de um modelo teórico-experimental desenvolvido por Prudêncio Jr. et al. (2006), que é baseado em ensaios de flexão de vigas para a obtenção de parâmetros relacionados à contribuição das fibras de aço nos esforços de tração. Foram realizados diversos estudos preliminares à validação do modelo. Inicialmente, foram desenvolvidos os procedimentos de ensaio para monitorar as cargas, os deslocamentos, as deformações e a abertura de fissuras durante o ensaio de flexão de vigas de concreto reforçado com fibras de aço. Em seguida, foi investigada a influência da presença e do posicionamento de entalhes para induzir a fissuração em local pré-determinado nos resultados dos ensaios de flexão de vigas, sendo proposta uma nova configuração de viga com entalhes laterais que apresenta resultados semelhantes aos encontrados nas vigas sem entalhes. Posteriormente, foi verificada a viabilidade técnica do emprego de transdutores de deslocamento e do processo de análise de imagens fotográficas para o monitoramento da abertura de fissuras. Comparou-se os resultados dos ensaios de flexão de vigas conduzidos de acordo com a ASTM C 1018 : 1994b e a ASTM C 1399 : 2002...

Estudo experimental de sistemas de reforço ao cisalhamento em vigas de concreto armado utilizando-se polímetro reforçado com fibras de carbono (PRFC)

Menon, Nara Villanova
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xxxv, 295 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.47%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil; O presente trabalho estuda o comportamento de materiais compósitos de PRFC em sua aplicação como material estrutural de reforço e recuperação em vigas de concreto armado submetidas ao esforço cortante. É apresentado o estado atual do conhecimento relacionado com o assunto onde se introduzem diferentes modelos conceituais e de dimensionamento de reforços ao cisalhamento com sistemas de PRFC. Quatro sistemas de reforços ao cisalhamento em vigas de concreto armado foram estudados nesta pesquisa: sistemas com laminados em tiras, laminados em L, laminados embutidos no concreto e faixas de tecido de PRFC. Com a finalidade de se obter maiores argumentos qualitativos e quantitativos foram utilizados vários sistemas de reforço em protótipos iguais permitindo assim um maior potencial de conhecimento sobre os tipos de reforços ao cisalhamento com sistemas de PRFC. Destaca-se que no estudo realizado em vigas com armadura transversal convencional reforçadas ao cisalhamento com PRFC foi analisada a diferença da posição de colagem externa das lâminas de reforço, sobre ou entre os estribos internos A literatura específica nada menciona sobre este assunto. Para o programa experimental os protótipos foram reunidos em cinco séries. A primeira série foi constituída por vigas com sistemas de reforços em laminados que foram embutidos na superfície do concreto. Para a segunda série foram utilizados protótipos reforçados com laminados inseridos e uma faixa adicional de laminado colada na região inferior das faces das vigas. A terceira série de vigas continha protótipos com sistemas de reforços com sistemas de laminados colados externamente nas laterais das vigas...

Avaliação teórica e experimental de vigas em “I” pré-fabricadas de madeira com flange de Painéis de Lâminas Paralelas (LVL) e Alma de Painéis de Partículas Orientadas (OSB) e Compensado; Theoretical and experimental behavior of wood i-joists, made from laminated veneer lumber (LVL) flange and webbed with orienthed strandboard (OSB) and plywood

Santos, Airton Mauro de Lára
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.52%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, 2008.; Os produtos engenheirados de madeiras (PEM) vêem se expandindo globalmente, estes são produzidos a partir da junção de mais de um composto de madeira, utilizando a melhor propriedade de cada um desses elementos, dando qualidade e eficiência as estruturas. As vigas em “I” pré-fabricadas de madeira, que usam painéis estruturais para o material da alma e a madeira serrada de pequena dimensão ou compostos estruturais de madeira - structural composite lumber (SCL) para os flanges, são consideradas a segunda geração dos PEM. Este produto substitui a utilização de grandes volumes de madeira serrada em aplicações de assoalho e telhado, para os edifícios residenciais e comerciais. Os objetivos do presente trabalho foram de estimar para as vigas em “I” por meio de modelos teóricos a rigidez a flexão (EI), módulo de ruptura (fM) e flecha (δ), e comparar estes valores com os valores obtidos experimentalmente por meio de ensaios de flexão estática; e comparar as vigas em “I” produzidas com diferentes compostos. Foram produzidos dois tipos de vigas em “I” uma com os flanges de painéis de lâminas paralelas (LVL) e alma de compensado e outra com os flanges de LVL e a alma de chapas de fibras orientadas (OSB). A alma e os flanges foram ensaiados para que suas propriedades fossem utilizadas nos modelos teóricos. Depois de realizados os ensaios de flexão estática os valores experimentais foram comparados por análise da variância com os valores teóricos. Para as vigas em “I” com alma de compensado somente para o fM não foi observada diferença significativa entre os valores experimentais e teóricos...

Análise do comportamento elástico de vigas adaptativas com ligas de Ni-Ti em temperaturas inferiores a Mf e superiores a Af; Elastic behavior analysis of adaptivte beams based Ni-Ti alloys at below Mf and above Af temperatures; Análisis del comportamento elástico de vigas adaptatiyas con aleaciones de Ni-Ti en temperaturas interiores a Mf y superiores a At

Campo Ceballos, Diego Andrés
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.5%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Mecânica, 2012.; Pesquisadores alemães desenvolveram o polipropüeno copolímero random PP. na busca de um sistema de condução de água capaz de suportar altas pressões e altas temperaturas. Este material liberou a produção de tubos e conexões resistentes à água quente, mas. por ser um material polimérico. a rigidez destas tubulações decresce com o aumento da temperatura. Este trabalho apresenta a pesquisa do comportamento mecânico ã flexão de vigas compósitas híbridas constituídas de um tubo cilíndrico de polipropüeno (PP) e uma barra circular sólida de liga de Ní-Ti. incorporada na superfície externa do tubo. fixada com uma camada bobinada de nylon impregnada com resina epóxi. Os tubos de PP podem operar em temperaturas de até 80°C. aquecendo as ligas Ní-Tí até temperaturas acima de Aí. permitindo observar a contribuição do fio no aumento da rigidez das vigas compósitas fabricadas. Inicialmente, foi caracterizada a liga de Ni-Ti apresentando temperaturas de transformação de fase de M5= 46.24°C. Mf = 31,72 °C, As= 37.67°C e Af = 60.17°C, obtidas do ensaio de calorimetria diferencial de varredura (DSC)...

Reforço híbrido à flexão de vigas “t” de concreto armado com compósitos de fibras de carbono e fibras de vidro

Silva, Juliano Rodrigues da
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, 2014.; Esta tese descreve uma pesquisa experimental sobre reforço à flexão de vigas de concreto armado com seção transversal “T” com a colagem de materiais compósitos de fibras de carbono (PRFC) e de vidro (PRFV) na superfície do concreto. Foram ensaiadas 14 vigas “T” simplesmente apoiadas, divididas em três grupos. Essas vigas, com um vão livre de 4,00 m e com taxa de armadura de 0,63%, foram submetidas a duas cargas concentradas aplicadas a 1,50 m dos apoios. As vigas foram dimensionadas para trabalhar entre os domínios dois e três (subarmadas). Duas vigas sem reforço foram ensaiadas como referência e doze vigas foram reforçadas, sendo o grupo A com duas camadas de PRF, o grupo B com três camadas e o grupo C com duas camadas e com pré-carregamento. A análise do comportamento das vigas foi realizada com os resultados das cargas e modos de ruptura, deformação específica das armaduras de flexão e de cisalhamento, deformação específica do concreto, deformação específica do reforço, deslocamento vertical das vigas e o desenvolvimento das fissuras. Os resultados experimentais foram comparados entre si e com as estimativas prescritas pelas normas técnicas Boletim 14 fib (2001)...

Estado de arte sobre ensaios de vigas de betão estrural sujeitas à torção

Filipe, Mário Nelson Ferreira
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.5%
Neste trabalho estuda-se o “estado de arte” sobre ensaios experimentais de vigas de betão estrutural à Torção. O estudo realizado tem por objetivo efetuar uma base bibliográfica significativa, relativa a vigas de betão estrutural ensaiadas à Torção. Esta compilação é apresentada na forma de uma Base de Dados de forma a simplificar a sua consulta. Para tal, realizou-se uma recolha bibliográfica através de uma ampla pesquisa. Foram consideradas para pesquisa, vigas de seção cheia e de seção vazada. A pesquisa foi dividida em 3 fases distintas. Primeiramente, foram pesquisados ensaios experimentais de vigas à Torção Pura. De seguida, foram pesquisados ensaios experimentais de vigas à Torção com Interação de Esforços. Por fim, foram pesquisados ensaios experimentais de vigas à Torção com Pré-Esforço. Após a realização da pesquisa, organizou-se e estruturou-se o conjunto de estudos compilados, relativos a ensaios de vigas à Torção, por forma a construir uma Base de Dados. Para isso, foi elaborado e devidamente preenchido, um ficheiro em formato Excel, que caracteriza-se individualmente, mas de forma homogénea, toda a informação relativa ao ensaio de cada viga do conjunto total de vigas. É realizado um estudo estatístico ao conjunto de vigas compiladas do ponto de vista global e posteriormente...

Pré-esforço transversal em vigas em caixão sujeitas à torção

Martins, Tiago Filipe Coutinho dos Santos
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.5%
Neste trabalho é estudado um estudo paramétrico do comportamento de vigas de betão armado sujeitas à torção. São incluídas neste trabalho vigas com secção vazada, vigas de resistência normal e de alta resistência e vigas com pré-esforço longitudinal e/ou pré-esforço transversal. O estudo teórico teve por base um modelo baseado na analogia da treliça espacial com ângulo variável, tendo em conta o comportamento não linear dos materiais. O modelo utilizado no presente trabalho tem algumas modificações em relação ao original e foram introduzidas por Andrade em 2010 [4] com o objectivo de prever o comportamento global das vigas à torção em todas as suas fases comportamentais, desde o início do carregamento até à rotura. Para apoiar as análises realizadas ao longo deste trabalho, foi utilizado o aplicativo computacional desenvolvido pelo autor referido anteriormente – TORQUE_MTEAVmod – que permite o estudo da previsão do comportamento global de vigas à torção tendo por base a proposta do modelo de treliça espacial com ângulo variável modificado. Com este trabalho pretende-se fazer uma análise sobre a influência do pré-esforço nas vigas em caixão quando sujeitas à torção. Para tal, foi simulada a introdução de pré-esforço em 9 vigas com secção vazada e feito um estudo sobre a capacidade de rotação em torção das tais vigas referidas Analisa-se e discute-se...

Produção de vigas estruturais de madeira avaliadas por meio de ensaios estáticos e dinâmicos

Cunha, Alexsandro Bayestorff da
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.49%
O objetivo geral do presente estudo foi avaliar tecnicamente a produção de elementos / vigas estruturais de Pinus taeda, voltados para a construção civil e habitacional, que foram confeccionados com três diferentes adesivos e avaliados através de sistema de classificação destrutivo e não-destrutivo. O trabalho foi desenvolvido utilizando-se peças de madeira serrada, chapas de OSB (Oriented Strand Board) e três adesivos: Resorcina Fenol Formaldeído, Melamina Uréia Formaldeído e Poliuretano. O processo de fabricação das vigas envolveu a classificação das peças, usinagem de emendas, formação das lamelas, montagem e prensagem das vigas. Já os ensaios envolveram a determinação do Módulo de Elasticidade Dinâmico (MOEd) através do Stress Wave Method; além da obtenção do Módulo de Elasticidade (MOE) e de Ruptura (MOR) pelos ensaios destrutivos por meio de uma máquina universal de ensaios. Os resultados foram analisados através da Análise da Variância e do Teste de Tukey. A análise econômica foi fundamentada no custo da matéria-prima utilizada para a composição das vigas. Concluiu-se que o sistema de classificação visual utilizado na seleção de peças para as vigas estruturais de Madeira Laminada Colada foi insuficiente para se atingir os valores máximos de módulo de elasticidade; o processo de classificação visual pode ser utilizado no destopo e pré-classificação das peças para a composição das lamelas; o posicionamento correto das lamelas através do método dinâmico de classificação teve como conseqüência direta o aumento médio do módulo de elasticidade; os valores de MOE e MOR das vigas estruturais demonstraram a superioridade do poliuretano...

Utilização da madeira comercial do hibrido de Eucalyptus urophylla S.T. Blake X Eucalyptus grandis Hill ex Maiden na confecção de vigas laminadas coladas

Nielsen, Ingrid Raquel
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.47%
Este estudo foi conduzido com o objetivo de produzir e avaliar o comportamento de vigas laminadas coladas horizontalmente, confeccionadas a partir de tábuas obtidas de madeira comercial de dois clones híbridos de Eucalyptus urophylla S.T. Blake x Eucalyptus grandis Hill ex Maiden, provenientes de plantios do Estado de São Paulo. Essas tábuas foram classificadas de forma mecânica em ensaio de flexão estática não-destrutivo. Algumas propriedades de resistência mecânica e rigidez das tábuas foram avaliadas e correlacionadas com as propriedades das vigas no teste de flexão estática. Inicialmente foram testados corpos de prova livres de defeitos pelo teste de flexão estática. Esse resultados foram utilizados como subsídios para a determinação dos limites das classes de esforços, bem como, para a caracterização das propriedades mecânicas da madeira. As tábuas, que formaram as vigas, foram previamente classificadas por densidade e por módulo de elasticidade à flexão. Foi dada preferência a duas classes de densidade, por apresentarem maior número de tábuas. Foram elas: classe de densidade 2, variando de 0,61 a 0,65 g/cm3, e classe de densidade 3, de 0,66 a 0,70 g/cm3. Para cada material genético foram confeccionadas 18 vigas laminadas coladas...

Avaliação da utilização de madeira comercial de Pinus taeda L. e da adequabilidade da Norma Europeia Unificada(CEN), na construção de vigas laminadas coladas

Matsunaga, Dirce Kinue
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.47%
Este estudo foi conduzido com o objetivo de verificar o comportamento de vigas laminadas coladas produzidas com madeira comercial de Finus taeda L., classificadas mecanicamente, correlacionando-se as propriedades de resistência e de rigidez das tábuas com as propriedades das vigas no teste de flexão estática. A análise foi realizada através de equações de regressão e de relações matemáticas por diagramas representativos de tal comportamento na prática. Na fase inicial, foram testados corpos de prova livres de defeitos, sendo os resultados utilizados como subsídio para a determinação dos limites das classes de esforços e para a caracterização das propriedades mecânicas da madeira. A classificação da madeira foi baseada nas classes de resistência estabelecidas pelas especificações do Comitê Europeu de Normatização-CEN. As vigas laminadas foram construídas, com dimensões nominais de 13 x 23 x 400 cm., sendo confeccionados oito grupos de vigas, com média de trê repetições em cada grupo e submetidas ao teste mecânico destrutivo em flexão estática. Os resultados experimentais obtidos foram analisados estatisticamente, pela correlação dos valores de rigidez, determinados nas vigas, formadas pelos oito tratamentos...

Pré-esforço transversal em vigas em caixão sujeitas à torção

Martins, Tiago Filipe Coutinho dos Santos
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.5%
Neste trabalho é estudado um estudo paramétrico do comportamento de vigas de betão armado sujeitas à torção. São incluídas neste trabalho vigas com secção vazada, vigas de resistência normal e de alta resistência e vigas com pré-esforço longitudinal e/ou pré-esforço transversal. O estudo teórico teve por base um modelo baseado na analogia da treliça espacial com ângulo variável, tendo em conta o comportamento não linear dos materiais. O modelo utilizado no presente trabalho tem algumas modificações em relação ao original e foram introduzidas por Andrade em 2010 [4] com o objectivo de prever o comportamento global das vigas à torção em todas as suas fases comportamentais, desde o início do carregamento até à rotura. Para apoiar as análises realizadas ao longo deste trabalho, foi utilizado o aplicativo computacional desenvolvido pelo autor referido anteriormente – TORQUE_MTEAVmod – que permite o estudo da previsão do comportamento global de vigas à torção tendo por base a proposta do modelo de treliça espacial com ângulo variável modificado. Com este trabalho pretende-se fazer uma análise sobre a influência do pré-esforço nas vigas em caixão quando sujeitas à torção. Para tal, foi simulada a introdução de pré-esforço em 9 vigas com secção vazada e feito um estudo sobre a capacidade de rotação em torção das tais vigas referidas Analisa-se e discute-se...

Estado de arte sobre ensaios de vigas de betão estrural sujeitas à torção

Filipe, Mário Nelson Ferreira
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.5%
Neste trabalho estuda-se o “estado de arte” sobre ensaios experimentais de vigas de betão estrutural à Torção. O estudo realizado tem por objetivo efetuar uma base bibliográfica significativa, relativa a vigas de betão estrutural ensaiadas à Torção. Esta compilação é apresentada na forma de uma Base de Dados de forma a simplificar a sua consulta. Para tal, realizou-se uma recolha bibliográfica através de uma ampla pesquisa. Foram consideradas para pesquisa, vigas de seção cheia e de seção vazada. A pesquisa foi dividida em 3 fases distintas. Primeiramente, foram pesquisados ensaios experimentais de vigas à Torção Pura. De seguida, foram pesquisados ensaios experimentais de vigas à Torção com Interação de Esforços. Por fim, foram pesquisados ensaios experimentais de vigas à Torção com Pré-Esforço. Após a realização da pesquisa, organizou-se e estruturou-se o conjunto de estudos compilados, relativos a ensaios de vigas à Torção, por forma a construir uma Base de Dados. Para isso, foi elaborado e devidamente preenchido, um ficheiro em formato Excel, que caracteriza-se individualmente, mas de forma homogénea, toda a informação relativa ao ensaio de cada viga do conjunto total de vigas. É realizado um estudo estatístico ao conjunto de vigas compiladas do ponto de vista global e posteriormente...

Análise experimental de vigas em concreto armado com furo na alma próximo ao apoio utilizando armadura de reforço

Campos, Lucas
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.47%
Artigo submetido ao Curso de Engenharia Civil da UNESC - como requisito parcial para obtenção do Título de Engenheiro Civil.; Na construção civil os furos e aberturas em vigas de concreto armado são muito utilizados, resultado muitas vezes da falta de compatibilização dos projetos complementares. O presente trabalho apresenta uma análise experimental de vigas em concreto armado com furo próximo ao apoio. Para isso foram moldadas três vigas de alma cheia como referência e seis vigas com furo na região de apoio, sendo que dessas seis, três receberam uma armadura de reforço. O modelo de ensaio foi de uma viga bi-apoiada, com uma única força concentrada, aplicada de forma lenta e crescente até a ruptura a uma distância de 2,5h (altura da viga) do apoio conforme norma européia EN:1168 (2005). Após o carregamento foram coletadas informações relacionadas à fissuração e deformação no ELU e a carga de ruptura das vigas. De posse dos resultados, observou-se que as vigas com armadura de reforço tiveram um melhor desempenho no aparecimento e abertura de fissuras e uma maior capacidade de carga quando comparadas as vigas sem armadura de reforço e até mesmo com as vigas de alma cheia.

Estudo das propriedades mecânicas de vigas de madeira maciça armadas com barras de aço CA-50 fixadas com resina epoxílica

Tiscoski, Alexandra Longo
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.49%
Artigo submetido ao Curso de Engenharia Civil da UNESC - como requisito parcial para obtenção do Título de Engenheiro Civil.; Analisando o desempenho estrutural de vigas de madeira, nota-se uma grande deformação quando submetida à aplicação de cargas, reduzindo drasticamente a capacidade de suporte. Desta forma, neste trabalho foi desenvolvido um sistema de reforço para vigas de madeira através da adição de barras de aço CA-50 com resina epoxílica em vigas de Eucalyptus Citriodora, criando um modelo de viga de madeira armada com o objetivo de torná-las mais rígidas e consequentemente aumentar sua capacidade de suporte. Foram criados dois grupos de amostras, uma de vigas de referência (puramente de madeira maciça), e outro grupo de vigas armadas, de modo a proporcionar um comparativo em suas propriedades mecânicas. No laboratório foram desenvolvidos os ensaios de umidade, resistência à flexão estática em quatro pontos e ensaio de aderência entre resina/madeira e resina/aço para verificar a eficácia das vigas armadas e compará-las com as vigas de referências. Analisando os resultados dos ensaios, obteve-se nas vigas armadas um ganho de resistência média de 13,25% em comparação com as vigas de referência. Além disso...

Comportamiento analítico-experimental a cortante en vigas de concreto fibroreforzado

Juárez,C. A.; Mendoza-Rangel,J. M.; Valdez-Tamez,P. L.; Durán-Herrera,A.; González,J. R.
Fonte: Instituto Mexicano del Cemento y del Concreto, A.C. Publicador: Instituto Mexicano del Cemento y del Concreto, A.C.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 ES
Relevância na Pesquisa
37.47%
La presente investigación propone una comparativa analítica-experimental del comportamiento a cortante por tensión diagonal en 32 vigas de concreto reforzado, utilizando adicionalmente fibras de acero como reforzamiento. Se investigaron dos relaciones agua/cemento (a/c) = 0.55 y 0.85, además del efecto de la variación en la fracción del volumen (Vf) de las fibras (0.5, 1.0, 1.5 %) y el control (0 %). Las vigas fueron fabricadas por duplicado para cada relación (a/c), ocho pares de vigas con estribos y ocho pares de vigas sin estribos. Se ensayaron las 32 vigas bajo carga estática produciendo altos valores de esfuerzo cortante en la zona de claro a cortante. Los resultados mostraron que la resistencia experimental a cortante en las vigas fibroreforzadas, con estribos y sin estribos, es considerablemente mayor que la fuerza teórica estimada por el código del ACI-318. Adicionalmente, se evaluaron procedimientos teóricos de predicción de resistencia a cortante en vigas de concreto fibroreforzadas, mediante la comparación de tres modelos matemáticos obtenidos de la literatura (Imam, Swamy y Narayanan) y los datos experimentales de las 32 vigas ensayadas a cortante por tensión diagonal. Se encontró que los tres modelos predicen adecuadamente el efecto de la relación a/c...