Página 1 dos resultados de 3470 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Análise da porosidade, resistência mecânica e desgaste de cimentos de ionómero de vidro e resina composta

Rodrigues, Daniela Santos
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária; Os cimentos de ionómero de vidro e as resinas compostas são os materiais restauradores diretos mais usados em medicina dentária. Os ionómeros de vidro apresentam libertação e absorção de iões de flúor com potencial efeito preventivo e remineralizante no processo de cárie dentária. No entanto, apresentam pobres propriedades físico‒mecânicas quando comparados com as mais recentes resinas compostas. Este trabalho de mestrado teve como principal objectivo avaliar a influência da porosidade, composição química e microestrutura nos mecanismos de desgaste e resistência mecânica de resinas compostas e cimentos de ionómero de vidro aplicados em medicina dentária. Foi realizado um estudo experimental in vitro com amostras cilíndricas (6 x 4 mm) de três materiais restauradores diretos: 1) ionómero de vidro convencional (Ionofil®Molar, VOCO, Alemanha); 2) ionómero de vidro modificado por resina (Vitremer™, 3M, ESPE, EUA); 3) resina composta nanohíbrida (Grandio®SO, VOCO, Alemanha)Foi feita a análise da porosidade por microscopia óptica e microscopia electrónica de varrimento (FEG‒SEM). A rugosidade foi avaliada por parâmetros Ra e Rt por um rugosímetro com um comprimento de amostragem (cut‒off) de 0...

"Uso do cimento de ionômero de vidro na prática odontológica." ; Use of glass-ionomer cement in dental practice

Queiroz, Vania Aparecida Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/02/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
O objetivo deste trabalho foi verificar a utilização dos cimentos de ionômero de vidro na clínica odontológica e associá-la ao perfil do cirurgião-dentista. Foram enviados 340 questionários a todos os membros da Associação Brasileira de Odontologia que residiam em Ponta Grossa, estado do Paraná. Os dados requisitados incluíram: ano de formatura, grau de formação, meios de informação utilizados, tipos de cimentos de ionômero de vidro empregados, para quais indicações e em quais pacientes. No total, 138 profissionais responderam o questionário, sendo que, 126 destes foram selecionados e analizados, proporcionando retorno efetivo de 37%. Destes, 124 (98,41%) utilizavam cimento de ionômero de vidro na clínica odontológica para uma ou mais finalidades. Foi observado que todas as categorias de cimentos de ionômero de vidro convencionais (restaurador, forrador e de cimentação) eram mais utilizadas que os cimentos de ionômero de vidro modificados por resina, sendo que os cimentos de forramento e cimentação foram os mais citados, principalmente com indicações de forramento ou base cavitária e cimentação. Cerca de 65% dos participantes utilizava cimento de ionômero de vidro em qualquer paciente, independentemente da idade ou risco à cárie. O tempo de graduação...

Aplicação de técnicas de inteligência artificial em processos de fabricação de vidro.; The application of the techniques of artificial intelligence in the process of glass production.

Costa, Herbert Rodrigues do Nascimento
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/11/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
A Inteligência Artificial atualmente é um vasto campo de pesquisa. Existem diversas técnicas sendo pesquisadas, sendo que nesta tese foram utilizadas a Teoria Fuzzy, Árvores de Decisão e Redes Neurais. As três técnicas têm sido empregadas com sucesso nas mais diversas aplicações nas áreas de automação e controle, reconhecimento de padrões, reconhecimento de voz, detecção de falhas e classificação, entre outras. A Teoria Fuzzy permite trabalhar com as incertezas e provê um entendimento simbólico para compreensão do conhecimento. As Árvores de Decisão têm capacidade de construir decisões simbólicas para a classificação de problemas e, através do conhecimento obtido, pode-se construir regras simbólicas para uma tomada de decisão. A Teoria Fuzzy também pode ser incorporada às árvores de decisão, aumentando seu poder de representação e aplicabilidade. As Redes Neurais (algoritmo back-propagation) têm apresentado ótimos resultados na aprendizagem de funções e em problemas de classificação. A contribuição desta tese é mostrar a aplicação das três técnicas de Inteligência Artificial (IA) em processos de fabricação de Vidro. Os processos de fabricação do vidro foram analisados e a proposta da tese é a aplicação das técnicas de IA nas fábricas de produção de vidros para embalagens e vidros planos. Na primeira fábrica aplicam-se as técnicas de IA para classificar os defeitos que ocorrem no Vidro para Embalagens...

Avaliação da resistência à fratura de dentes com condutos alargados e reconstruídos com pinos de fibras de vidro pré-fabricados (associados a pinos acessórios ou fitas de fibras) ou com pinos anatômicos; Evaluation of fracture resistance of teeth with flared root canals reconstructed with prefabricated glass fiber posts (associated with accessory posts or fiber strips) or with anatomic posts

Kaizer, Osvaldo Bazzan
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
Avaliou-se a resistência à fratura de dentes tratados endodonticamente e reconstruídos com núcleos metálicos fundidos ou com diferentes procedimentos restauradores empregando pinos de fibras de vidro. Selecionaram-se 50 dentes caninos seccionados na junção cemento-esmalte, tratados endodonticamente e fixados em blocos de resina acrílica. Os dentes foram distribuídos aleatoriamente em cinco grupos, subdividididos de acordo com o tratamento instituído (10 espécimes cada): 1) núcleo metálico fundido com liga de Ni-Cr (grupo controle); 2) pino de fibras de vidro convencional FibreKor n° 2 (1,25mm de diâmetro); 3) pino de fibras de vidro envolvido por fitas de fibras de vidro (Interlig); 4) pino de fibras de vidro combinado com pinos acessórios de fibras de vidro (Reforpin); 5) pino anatômico (pino de fibras de vidro reembasado com resina composta de baixa viscosidade (Filtek Flow). O preparo do conduto nos cinco grupos simulou raízes com canais largos e foi executado de forma escalonada (dois degraus). Para este preparo, utilizou-se a ponta diamantada 1016HL (diâmetro de 1,8mm), que penetrou 10mm no conduto (profundidade total de preparo do conduto). A seguir, a ponta diamantada 3017HL (diâmetro de 2,5mm) penetrou 5mm no conduto. Realizou-se a cimentação dos pinos com sistema adesivo Scotchbond Multi-Uso Plus e cimento resinoso RelyX CRA. Coroas totais metálicas fundidas em liga de Níquel-Cromo foram cimentadas sobre a porção coronária de todos os espécimes. Os espécimes foram armazenados por 24 horas em água destilada a 37°C e submetidos ao teste de resistência à fratura sob compressão na máquina de ensaios universal Kratos. A carga foi aplicada em ângulo de 135° com o longo eixo da raiz...

Avaliação da adesão dental do cimento de ionômero de vidro e resina composta em função do tratamento dentinário com agentes clareadores; Evaluate of the dental bond strength of glass-ionomer cements and composite resin in dentin treated with bleaching agents

Néspoli, Fabiana Gomes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
O objetivo desse trabalho foi avaliar in vitro a diferença da força de cisalhamento da dentina quando submetida a ação de algumas substâncias utilizadas como clareadores dentais e posteriormente restaurados com cimento de ionômero de vidro e resina composta. Utilizou-se 152 terceiros molares superiores hígidos que tiveram suas superfícies palatinas desgastadas e preparadas para receber os materiais restauradores após o tratamento com os agentes clareadores.Os dentes foram divididos aleatoriamente em 12 grupos de acordo com as condições em teste a saber: G1: Soro+Resina, G2: Soro+Ionônero de vidro, G3: Perborato de Sódio+Soro+Resina, G4: Perborato de Sódio+Soro+Ionônero de vidro, G5: Perborato de Sódio+Peróxido de hidrogênio 6%+Resina, G6: Perborato de Sódio+Peróxido de hidrogênio 6%+ Ionônero de vidro, G7: Perborato de Sódio+ Peróxido de hidrogênio 35%+Resina, G8: Perborato de Sódio+Peróxido de hidrogênio 35%+ Ionônero de vidro, G9: Peróxido de hidrogênio 6%+Resina, G10: Peróxido de hidrogênio 6%+ Ionônero de vidro, G11: Peróxido de hidrogênio 35%+Resina, G12: Peróxido de hidrogênio 35%+ Ionônero de vidro.Ao término das restaurações os corpos de prova foram levados à máquina de ensaio universal (EMIC) e os resultados obtidos foram analisados através do teste de ANOVA a um critério e Tukey para comprovação de possíveis diferenças estatísticas .Por essas análises podemos concluir que os materiais restauradores tiveram um comportamento equivalente em todos os grupos e as diferenças significantes ocorreram mais por conta do agente clareador...

Programa de incentivo à destinação correta do vidro; Program of incentives to assign correct of glass

Salata, Robinson
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.25%
Muitas das ações e das preocupações orientadas para a destinação mais correta dos resíduos sólidos urbanos, particularmente do vidro de embalagens, acabam por não se concretizarem pela falta de informações básicas, geralmente muito simples e que podem ser disponibilizadas com facilidade. Neste trabalho propomos o desenvolvimento de um programa que incentive os usuários de embalagens de vidro a não descartarem, de maneira indiscriminada e inconsciente, este material. Trata-se, portanto, de um programa de incentivo que busca apoiar, técnica e informacionamente, todos aqueles que hoje são consumidores de embalagens de vidro, embora não tenham como garantir o retoro deste material às recicladoras ou à indústria vidreira. Este trabalho pretende se constituir em um instrumento de apoio a uma atuação mais correta das municipalidades e/ou instituições, na busca de uma destinação mais eficiente das embalagens de vidro consumidas em sua área de atuação. Apesar da indústria vidreira afirmar que tem capacidade instalada para reciclar todo o vidro produzido no Brasil, é sabido que mais da metade da produção anual de embalagens de vidro não retorna às fábricas de vidro. A razão principal é que não há comprador de caco de vidro para as cidades localizadas a mais de 500 km dos centros de produção. A proposta desenvolvida neste trabalho...

Efeito da adição de fibras de vidro particuladas nas propriedades mecânicas de resinas acrílicas utilizadas para a confecção de placas oclusais; Effect of addition of the particulate glass fibers in mechanical properties of acrylic resins used for the making occlusal splints

Soares, Rodrigo Gonçalves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
Placas oclusais são dispositivos intraorais utilizados no manejo de pacientes que apresentam desordens do sono, migrânia do tipo tensional e outros. No entanto são os cirurgiões dentistas que predominantemente utilizam as placas oclusais como tratamento do equilíbrio das arcadas dentárias nas disfunções temporomandibulares, prevenção de desgaste dental em pacientes com hábitos parafuncionais e na prevenção de traumas em atletas. Vários métodos têm sido empregados para reforçar resinas acrílicas, como reforço metálico e atualmente a incorporação de diferentes tipos de fibras tais como: carbono, polietileno e vidro. Contudo a adição de fibras de vidro com partículas menores em algumas propriedades mecânicas ainda permanecem desconhecidas. Objetivo: O objetivo desse estudo foi avaliar algumas propriedades mecânicas como a rugosidade de superfície, microdureza, módulo de elasticidade e resistência flexural em resinas acrílicas após a incorporação de fibras de vidro particuladas pré silanizadas. Material e método: Para avaliação das propriedades foram confeccionados vinte e quatro corpos de prova (65 x 10 x 3 mm) de cada marca comercial de resina acrílica, utilizadas para confecção de placas oclusais...

Fachadas de vidro : explorar os limites da utilização do vidro na construção

Bogas, Joana Maria Peixoto
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Dissertação de mestrado em Construção e Reabilitação Sustentáveis; O vidro é um material de construção com características muito particulares que, desde o início do século passado, tem visto a sua utilização aumentar em grande escala. O crescente desenvolvimento deste material e respectivo conhecimento das suas propriedades, levaram ao actual protagonismo do vidro relativamente a outros materiais. Actualmente deve ser dada especial atenção ao uso do vidro na construção de fachadas, de forma a assegurar-se a segurança e a redução do uso de energia na utilização dos edifícios. A presente Dissertação procura explorar os limites da utilização do vidro na construção, em particular no que respeita à sua utilização em fachadas, isto, através da análise do vidro isoladamente, primeiro definindo-o como “material”, seguindo-se uma descrição da sua “aplicação”, considerando diferentes sistemas de fixação. Concluindo, para complementar o entendimento das suas particularidades, o seu “comportamento”, analisando características como o factor solar e o coeficiente de transmissão térmica. Inicialmente, é feita uma análise bibliográfica da temática em questão para introduzir os leitores nas actuais possibilidades da construção em vidro. Pretende-se que este estudo ajude o projectista na selecção e especificação de vidros...

Vidro estrutural em condições extremas: aplicações em ambiente submerso; Structural glass in extreme conditions: underwater applications

Sousa, João Tiago Maia
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.27%
Dissertação de mestrado integrado em Engenharia Civil; O vidro é um material milenar. No entanto, a sua utilização na construção tem apenas alguns séculos. Depois de uma constante evolução no processo de fabrico de vidro, nos dias de hoje é possível criar painéis de vidro liso com elevadas resistências, que além de serem usados como elementos decorativos, cada vez mais são utilizados como elementos estruturais. Nesta dissertação foi feito um estudo da aplicação do vidro como elemento estrutural num caso muito específico, a sua utilização em ambiente submerso, nomeadamente a sua utilização em piscinas e aquários. Este tipo de estruturas, devido aos seus requisitos funcionais, requer elevados cuidados no processo de estudo e dimensionamento. Ao longo deste trabalho foram estudadas soluções estruturais de vidro laminado tendo em consideração os fatores que influenciam a aplicação deste tipo de material em ambiente submerso. Neste contexto, o estudo compreendeu uma componente de trabalho experimental e posteriormente uma avaliação com recurso a modelos numéricos do comportamento estrutural dos elementos de vidro estudados. Numa primeira fase procedeu-se ao ensaio experimental do vidro em flexão simples tendo por base a norma EN 1288-3...

Conformação automática de formas complexas em vidro de mesa

Frade, José Manuel Couceiro Barosa Correia
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
Os objectivos do presente trabalho foram a investigação dos principais defeitos que ocorrem nos produtos de vidro de mesa produzidos por processos automáticos e o desenvolvimento de novos vidros e tecnologias que permitam aumentar os rendimentos de produção, ou a flexibilidade da operação de conformação. A viscosidade influencia a facilidade de conformação dos produtos. Temperaturas de gota mais baixas, espessuras de parede de produtos mais elevadas e baixas áreas de transferência térmica facilitam a ocorrência de defeitos, sobretudo mecânicos e de superfície. Foram identificados os produtos de vidro de mesa que apresentam maiores dificuldades na conformação, designados por produtos de forma complexa. Por ser um factor relevante na prática, discutiu-se o efeito da quantidade de casco usado na elaboração dos vidros sobre a conformação de produtos de forma complexa. A quantidade de casco influencia a volatilização de fundentes que por sua vez tem efeito sobre as propriedades de trabalhabilidade do vidro. Desenvolveram-se novos vidros compatíveis com a utilização de queimos enriquecidos em oxigénio que são utilizados para reduzirem os defeitos mecânicos e de superfície nos produtos de vidros de mesa prensados. A compatibilidade vidro/tecnologia fez-se com uma modificação do sistema de afinação do vidro. Os vidros modificados apresentam propriedades físicoquímicas semelhantes à do vidro inicial e por isso indicam viabilidade comercial. A tecnologia dos canais corantes foi utilizada para modificar a trabalhabilidade de um vidro base a partir da introdução até 5 % de fritas incolores ricas em Li2O. Os valores de RMS (velocidade relativa de máquina) desceram de 106...

O vidro na ciência e na arte : discursos partilhados

Monteiro, Paulo António da Costa
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.31%
O presente trabalho pretende contribuir para o entendimento das relações entre a Arte e a Ciência através dos objectos e técnicas do vidro, criados e desenvolvidas ao longo dos séculos pelos artistas numa busca do aperfeiçoamento e da expressão. A evolução do vidro ao longo de 5000 anos vem no sentido da adaptação às solicitações técnicas colocadas pelos criadores de objectos em vidro que no reconhecimento das suas propriedades físicas como dureza, resistência, condutibilidade e fragilidade alargam o leque de aplicações à medida que a ciência aprofunda o conhecimento dos materiais. O vidro é considerado por muitos investigadores como um líquido arrefecido, amorfo, adquirindo propriedades plásticas quando fundido, tornando-se maleável. Na Idade Média o vidro de Veneza tornou-se conhecido em toda a Europa e, nos séculos XV e XVI, a sua fabricação atingiu grande perfeição em ornamentação e técnica. Com a industrialização, o vidro passou a ser amplamente utilizado através da mecanização e da produção em série. No domínio do vidro artístico a componente manual revela-se decisiva à medida que são introduzidos no mercado, novos materiais e novas tecnologias de fabrico. É contudo, através de objectos de grande qualidade artística e material que o vidro se revela no seu esplendor. O vidro tem tido um papel determinante nas ciências...

Valorização de resíduos para a produção de espumas à base de vidro

Fernandes, Hugo Alexandre Gonçalves da Rocha
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
O presente trabalho focou-se na valorização de resíduos industriais, incluindo resíduos de vidro plano, cinzas volantes, lamas de mármore e lixas à base de carboneto de silício. Os resíduos de vidro plano e as cinzas volantes foram usados como as “matérias-primas” principais. O carboneto de silício comercial ou derivado da calcinação das lixas, bem como carbonatos de cálcio e de magnésio na forma de lamas de mármore e de dolomite, foram utilizados como agentes expansivos. Os resultados mostraram que é possível produzir espumas à base de vidro utilizando todos os diferentes tipos de agentes expansivos, embora o SiC seja o mais eficaz, requerendo apenas a adição optimizada de 1% em peso para maximizar a fracção de poros. A adição de 1% de SiC permitiu obter valores de densidade aparente de ≈0,20 g.cm-3 e de resistência mecânica à compressão de cerca de 0,8 MPa, a qual pode ser incrementada para ≈2,6 MPa pela adição de um vidro à base de Anortite-Diopside preparado no laboratório, sem que os valores de densidade aparente fossem significativamente afectados (0,25 g.cm-3). Por outro lado, a substituição do SiC comercial pelas lixas calcinadas mostrou-se igualmente eficaz na produção de espumas com propriedades semelhantes. A incorporação de cinzas volantes nas formulações das espumas mostrou-se viável até teores de cerca de 20%...

O vidro como material plástico: transparência, luz, cor e expressão

Almeida, Teresa Maria Castro de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.26%
A presente tese de doutoramento procura focar o vidro como material plástico para a concepção de obras de arte. Os seus alicerces caracterizam-se pelo estudo técnico sobre o uso do vidro e a sua aplicação na realização de obras com pressupostos estéticos e artísticos. Hoje a arte em vidro apresenta-se inovadora e contemporânea, procurando uma componente ligada à pesquisa e à experimentação. Portugal possui uma ampla história ligada à tradição do vidro, em especial ao vitral. No que concerne à sua aplicação na arte contemporânea, assistimos a um renovado interesse por parte de vários artistas. No entanto, quando se trabalha com o vidro, é necessário o artista conhecer e dominar a técnica que utiliza, para assim compreender as potencialidades que o material oferece e empregá-las de acordo com o seu modus operandi. Cria-se uma relação entre a ciência e a arte, uma descoberta e utilização de novos conhecimentos, em que se pretende manter uma relação estreita entre o cientista e o artista através do desenvolvimento de novos materiais, nomeadamente os vidros e esmaltes luminescentes e a adição de óxidos de metais de transição 3d na sua composição. Neste sentido foram desenvolvidos estudos minuciosos sobre a técnica de kilncasting onde se utilizou o vidro sonoro superior produzido no CRISFORM (Centro de Formação Profissional para o Sector da Cristalaria)...

Estabilização da cor vermelha no vidro industrial

Barros, Ricardo Jorge Santos
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
A obtenção de cor vermelha no vidro é um dos mais antigos e complexos desafios da indústria vidreira, devido ao conjunto de variáveis que influenciam a química dos cromóforos responsáveis pela cor no vidro e cujo impacto depende do restrito controlo das condições de produção. Este trabalho, baseado num estágio, em parceria com a fábrica Atlantis, VAA, pretendeu ser uma aproximação laboratorial ao desafio industrial que é a estabilização da cor do vidro vermelho, utilizando como pigmento o sulfosseleneto de cádmio. Dele resultou uma melhor compreensão das variáveis associadas aos mecanismos de produção da cor vermelha no vidro, e um conjunto de sugestões a por em prática na fábrica. Começou-se pela identificação e quantificação da dispersão de cores, produzidas na fábrica utilizando o sistema CIE-Lab, e fez-se a caracterização química, estrutural e térmica do vidro vermelho, recorrendo a técnicas como fluorescência de raios-X microscopia eletrónica de transmissão, e análises térmicas diferencial, termogravimétrica e dilatométrica. Partindo da composição utilizada na indústria, procedeu-se também à fusão laboratorial de várias cargas, estudando o efeito de variáveis como a temperatura de fusão...

Reciclagem de vidro laminado: utilização dos vidros de baixa granulometria como carga abrasiva na formulação de vernizes de alto tráfego para pisos de madeira

Vargas,Isabella M.; Wiebeck,Hélio
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
O vidro laminado, especialmente o proveniente dos pára-brisas, é de difícil reciclagem após sua utilização, sobretudo o resíduo de vidro constituído de partículas pequenas (com baixa granulometria). O vidro muito fino se caracteriza como um resíduo, uma vez que não pode ser recuperado na indústria vidreira, pois nos grandes fornos de fusão de vidro evita-se a utilização deste material para impedir que ocorra o fenômeno de arraste de pó pela chaminé, bem como a deposição de vidro fundido nas paredes internas do forno e do regenerador[1]. Neste estudo duas granulometrias de vidro foram utilizadas - malha 200 e 325 mesh - na formulação de vernizes baseados num oligômero uretano-acrilado e usado para pintura e proteção de pisos de madeira. A cura desses vernizes foi por meio de radiação ultravioleta. Os resultados encontrados mostraram que a resistência à abrasão do verniz com a adição de vidro fino aumentou significativamente.

Recuperação dos isoladores de vidro das linhas de transmissão condenados por corrosão e avaliação da aplicação de nanotecnologia na redução de acúmulo de poluentes

Carlos da Silva, Luiz; Hideki Shinohara, Armando (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.26%
As cadeias de isoladores de vidro são largamente utilizadas tanto para isolar os condutores de eletricidade da terra como suportá-los mecanicamente nas torres das linhas de transmissão. Em termos construtivos, um isolador de vidro para linhas de transmissão de energia elétrica possui uma campânula metálica, disco de vidro temperado, pino metálico e argamassa de cimento Portland ou cimento aluminoso. A argamassa tem função estrutural de fixar o pino metálico ao disco de vidro temperado, podendo suportar cargas mecânicas elevadas de 80 kN a 120 kN. Eletricamente, um isolador comporta-se como um capacitor, e a suportabilidade da tensão de disrupção de um isolador depende de vários parâmetros, tais como da distância de caminho entre os condutores elétricos, limpeza, atmosfera envolvida, tipo e integridade do material utilizado na fabricação. Para exemplificar, o sistema CHESF (Companhia Hidrelétrica do São Francisco), empresa brasileira de produção, transmissão e comercialização de energia elétrica a nove estados do norte-nordeste, possui cerca de 20 mil km de linhas de transmissão e mais de 3 milhões de isoladores de vidro instalados, que representam 80 % do total de isoladores em operação. A CHESF substitui anualmente cerca de 60.000 isoladores de vidro danificados por novos isoladores...

Melhoramento da tensão disruptiva de cadeias de isoladores de vidro para linhas de transmissão

Roberta Pereira Leite, Luiza; Hideki Shinohara, Armando (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.19%
As cadeias de isoladores de vidro são largamente utilizadas tanto para isolar os condutores de eletricidade da terra como suportá-los mecanicamente nas torres das linhas de transmissão. A quebra parcial ou total das partes vítreas dos isoladores de vidro, por exemplo, por vandalismo, reduz drasticamente a suportabilidade à tensão elétrica devido à diferença de potencial e é um problema mundial porque é responsável por um número significativo de desligamentos não programados pelas empresas do setor elétrico. Na presente dissertação, visou-se estudar a tensão de disrupção numa cadeia de isoladores de vidro com diferentes unidades com a parte vítrea quebrada simulando uma linha de transmissão de 230 kV. Visou-se também desenvolver técnicas para aumentar a suportabilidade à tensão de disrupção aumentando a rigidez dielétrica da atmosfera em torno da cadeia de isoladores, assim como dos isoladores com aplicação de materiais dielétricos. Os seguintes experimentos foram realizados visando atingir os objetivos: (i) caracterizar os isoladores por radiografia digital para conhecer detalhes de sua estrutura interna; (ii) estudar a influência da distribuição dos isoladores de vidro com as saias vítrea quebradas ao longo da cadeia com dezesseis unidades...

Blindagem balística de compósito polimérico contra o vandalismo e proteção UV para cadeias de isoladores de vidro em linhas de transmissão

de Almeida Yanaguizawa de Carvalho, Juliana; Hideki Shinohara, Armando (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.17%
O objetivo deste trabalho foi induzir a absorção UV de vidros soda-cal sílica por irradiação gama, bem como avaliar as propriedades mecânicas, elétricas e a microestrutura do policarbonato (PC), com e sem tratamento térmico, e do compósito epóxi-vidro, com a finalidade de se obter um protótipo para linhas de transmissão composto por uma cadeia de isoladores de vidro absorvedor de radiação UV solar e escudos balísticos contra a quebra da parte vítrea por vandalismo. Vidros soda-cal sílica foram irradiados com fonte de 60Co em doses de 0,5 kGy a 50 kGy e apresentaram um aumento substancial na absorção UV: o comprimento de onda de corte (cut-off) passou de 295 nm para valores acima de 600 nm, dependendo da dose de irradiação. Notou-se a instabilidade dos centros de cor induzidos pela irradiação gama acima de 10 kGy, em temperatura ambiente, através de medidas de densidade óptica relativa e alterações nos espectros UV-Vis monitoradas por cerca de um ano e dois meses. A estabilização dos centros de cores induzidos ocorreu em torno de 40 dias após a irradiação. Ensaios de alta tensão numa cadeia com dezesseis isoladores de vidro, sendo nove quebrados (condição de isolamento mínimo) em diferentes arranjos...

Avaliação de concretos reforçados por confinamento com manta de fibra de vidro estrutural e pré-impreganada

Pereira, Fábio Sérgio da Costa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais; Processamento de Materiais a partir do Pó; Polímeros e Compósitos; Processamento de Materiais a part Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais; Processamento de Materiais a partir do Pó; Polímeros e Compósitos; Processamento de Materiais a part
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.23%
Due to the occurrence of diseases in the use of structural reinforcements in composites, with presentation of concrete blanket detachment, has been identified the need to evaluate the performance of concrete reinforced with glass fiber. This study aims to evaluate these concretes by means of testing methodologies, using concrete with low resistance with structural reinforcement for confinement by preimpregnated glass fiber and traditional fiberglass blanket. The first stage of work was the development of methodologies for analysis, opting for four types, such as the acoustic survey, strength to compressive, the pull-off and ultrasound. Next, tests were carried out using the four selected methodologies in 30 of proof-of-specimens by 5x10 cm, 15 were reinforced with the traditional fiberglass blanket with 5specimens exposed to test a marine environment of marine coastline of Natal-RN and 15 were reinforced with a pre-impregnated glass fiber blanket, as well as 5specimens exposed to a test environment of the marine coastline of Natal-RN. After conducting the acoustic survey, it has been verified a lack of delaminating and air bubbles in the samples, confirming the absence of gross shortcomings in the implementation of the ribs both the traditional fiberglass blanket and in the preimpregnated fiber glass blanket. After carrying out methods of pull-off and compressive strengthening test it was observed that the reinforced proof-bodies with pre-impregnated glass blanket showed maximum stresses higher than the traditional fiberglass blanket; consequently a greater grip with the formation of a smaller area of . fracture...

Vidros da Terra. O vidro tardomedieval e moderno em Portugal (séculos XIV-XVII). O contributo da arqueologia

Medici, Teresa
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
Neste trabalho procurou-se investigar a produção, o uso e a circulação dos objectos em vidro, em Portugal, entre a Idade Média tardia e o início da época moderna, tendo, como fonte principal, a arqueologia. A partir de espólios procedentes de escavações arqueológicas levadas a cabo em várias localidades do país (Tarouca, Coimbra, Lisboa, Almada, Beja e Tavira), procurámos construir o quadro da evolução tipológica deste material, do séc. XIV até ao séc. XVII, colmatando, assim, uma lacuna existente nos estudos sobre cultura material portuguesa. O estudo tipológico foi integrado com outros aspectos, respeitantes aos processos tecnológicos que permitem a laboração do vidro e a produção de objectos. As análises químicas, realizadas sobre uma selecção de peças, permitiram identificar as matérias-primas utilizadas para o fabrico. Esta classificação tipológica constituiu base suficiente para traçar a evolução do uso e da circulação do vidro, em Portugal, nas épocas consideradas. Os dados recolhidos foram utilizados de forma transversal e reagrupados a partir de outros pontos de vista, a saber: a provável origem das peças, a evolução cronológica dos tipos e as modalidades de uso do vidro em Portugal. Combinando os dados arqueométricos com o estudo estilístico...