Página 1 dos resultados de 550 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Estudo da alteração da dimensão vertical de oclusão (DVO) em dentaduras completas variando-se a fase de inserção da resina acrílica para microondas em mufla e utilizando-se a técnica do propiciador de espaço; Influence of acrylic resin stages and of the space propitiator technique on vertical dimension of occlusion in total dentures

Oshiro, Adriana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/09/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.45%
As alterações de dimensão vertical de oclusão em dentaduras completas foram avaliadas através da mudança da fase de inserção (arenosa ou pegajosa) da resina acrílica de microondas Onda-Cryl em muflas próprias com a utilização ou não da técnica do propiciador de espaço. Foram confeccionadas dentaduras superiores em cera, corretamente articuladas com uma dentadura inferior previamente montada em articulador semi-ajustável, sendo realizadas as medidas de dimensão verticais iniciais através de um relógio micrométrico. Estas próteses superiores em cera foram divididas em quatro grupos de 10 elementos cada para acrilização: grupo F (inserção da resina acrílica na fase fibrilar em mufla, sem a utilização da técnica do propiciador de espaço), grupo FP (inserção na fase fibrilar, com utilização da técnica do propiciador de espaço), grupo A (fase arenosa, sem a técnica do propiciador de espaço) e grupo AP (fase arenosa, com a técnica do propiciador de espaço). O ciclo de polimerização em todos os grupos foi de 3 minutos a 30% da potência, 4 minutos com 0 (zero) de potência e 3 minutos a 90% da potência, em forno microondas de 800 Watts, conforme as instruções do fabricante. Após a acrilização...

Avaliação da alteração da dimensão vertical na qualidade do sono em pacientes idosos portadores de prótese totais bimaxilares; Assessment of the impact of vertical dimension alterations on the quality of sleep in elderly patients who wear upper and lower full dentures

Chaccur, Danilo Chucralla
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/09/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.3%
A população idosa possui alta prevalência de edentulismo e, conseqüentemente, é afetada por problemas a ele associados. A perda da dimensão vertical de oclusão (DVO) é um destes problemas que compromete o desempenho do sistema estomatognático. Logo, doenças relacionadas ao colapso da musculatura, como a síndrome da apnéia obstrutiva do sono (SAOS), tornam-se enfermidades relevantes para pacientes nesta faixa etária. Sendo assim, medidas terapêuticas eficazes e de baixo custo, como a utilização de um dispositivo intraoral (DIO) para liberação do fluxo aéreo, devem ser empregadas contribuindo para a qualidade do sono destes pacientes. A intenção deste estudo foi avaliar a efetividade subjetiva e objetiva do aumento da DVO, em 19 pacientes idosos, portadores de próteses totais (PTs) bimaxilares, antes e depois da terapia com o dispositivo intraoral (DIO), especialmente desenvolvido para aumentar a DVO, sem provocar avanço mandibular. Para isso, questionários de rastreamento da qualidade do sono e polissonografias foram realizadas, em três momentos distintos: momento basal sem PTs, momento com PTs e momento com DIO. Concluiu-se que o DIO testado pode contribuir para uma melhor qualidade de sono dos pacientes e dos parceiros do sono...

Comparação entre o efeito do aumento da dimensão vertical de oclusão e do avanço mandibular na qualidade do sono em pacientes idosos portadores de próteses totais bimaxilares; Comparison between the vertical dimension of occlusion increase and mandibular advance effects on sleep quality in elderly patients wearing maxilar and mandibular complete dentures

Fróes, Thiago Carôso
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.3%
A população idosa possui alta prevalência de edentulismo e, conseqüentemente, é afetada pelos problemas a ele associados. A perda da dimensão vertical de oclusão (DVO) é um destes problemas que compromete, entre outros fatores, o desempenho do sistema estomatognático. Logo, doenças relacionadas ao colapso da musculatura da via aérea superior (VAS), como a síndrome da apnéia obstrutiva do sono (SAOS), tornam-se enfermidades relevantes para pacientes nesta faixa etária. Sendo assim, medidas terapêuticas eficazes e de baixo custo, como a utilização de aparelhos intraorais (AIOs) para liberação do fluxo aéreo, podem ser empregadas contribuindo para a qualidade do sono destes pacientes. O objetivo deste estudo foi avaliar parâmetros subjetivos e objetivos do sono, em 10 pacientes idosos portadores de Próteses totais (PTs) bimaxilares, após a utilização de novas PTs confeccionadas no Programa Envelhecer Sorrindo e após o uso de dois AIOs: um dispositivo intraoral (DIO), especialmente desenvolvido para aumentar a DVO sem provocar avanço mandibular, e um aparelho de avanço mandibular (AAM). Para isso, questionários de rastreamento da qualidade do sono e polissonografias (PSGs) foram realizados, em quatro momentos distintos: sem as PTs...

Restabelecimento da dimensão vertical de oclusão diminuída : revisão de literatura; Re-establishment of diminished occlusal vertical dimension : a literature review

Sczepanik, Marcelo Sá Carneiro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.45%
Dimensão vertical de oclusão é a distância medida entre dois pontos quando a maxila e a mandíbula estão em contato. A sua diminuição pode ter como causas desgaste dentário e ausência de elementos dentários posteriores em excesso. Para que se tenha uma reabilitação protética adequada, é, muitas vezes, necessário que se restabeleça ou se aumente a dimensão vertical do paciente afetado. Caso contrário, o profissional poderá ter insucesso no tratamento realizado por falta de adaptação por parte do paciente. O tratamento adequado deve levar em conta as questões funcionais, estéticas, psicológicas, emocionais e financeiras do paciente em questão, bem como obter um resultado que traga conforto para este. Esta revisão de literatura tem como objetivo abordar as principais características do processo de aumento ou restabelecimento de dimensão vertical de oclusão, buscando avaliar todos os passos que envolvem o seu restabelecimento. Desde o conceito de dimensão vertical de oclusão, as causas e as consequências da sua diminuição, as características dos pacientes que apresentam este distúrbio, a correta avaliação e diagnóstico deles, até os tratamentos disponíveis na literatura.; Vertical dimension of occlusion is the distance measured between any two points when the occlusion members are in contact. Its decline may have some causes such as dental wear and the excessive absence of posterior teeth. To have an adequate prosthetic rehabilitation...

Comparison of the occlusal vertical dimension after processing complete dentures made with lingualized balanced occlusion and conventional balanced occlusion

Manzolli Basso, Michael Frederico; Nogueira, Sergio Sualdini; Arioli-Filho, Joao Neudenir
Fonte: Mosby, Inc Publicador: Mosby, Inc
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 200-204
ENG
Relevância na Pesquisa
46.19%
Statement of problem. An increase in occlusal vertical dimension (OVD) may occur after processing complete dentures. Although many factors that generate this change are known, no information is available in the dental literature regarding the effect that the occlusal scheme may have on the change in OVD.Purpose. This in vitro study compared the increase in OVD, after processing, between complete dentures with teeth arranged in lingualized balanced occlusion and conventional balanced occlusion.Material and methods. Thirty sets of complete dentures were evaluated as follows: 15 sets of complete dentures were arranged in conventional balanced occlusion (control) and 15 sets of complete dentures were arranged in lingualized balanced occlusion. All dentures were compression molded with a long polymerization cycle. The occlusal vertical dimension was measured with a micrometer (mm) before and after processing each set of dentures. Data were analyzed using an independent t test (alpha=.05).Results. The mean increase in the OVD, after processing, was 0.87 +/- 0.21 mm for the control group and 0.90 +/- 0.27 mm for the experimental group. There was no significant difference between the groups.Conclusion. After processing, dentures set in lingualized balanced occlusion showed an increase in OVD similar to those set in conventional balanced occlusion.

Evaluation of the occlusion vertical dimension of complete dentures after microwave disinfection

Basso, Michael F. M.; Giampaolo, Eunice T.; Machado, Ana L.; Pavarina, Ana C.; Vergani, Carlos Eduardo
Fonte: Wiley-Blackwell Publicador: Wiley-Blackwell
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: E815-E821
ENG
Relevância na Pesquisa
66.28%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Processo FAPESP: 05/04693-4; Objectives: An increase in occlusal vertical dimension (OVD) after microwave disinfection may result in the need for adjustments in the complete dentures. This in vitro study evaluated the increase in OVD of maxillary complete dentures submitted to microwave disinfection protocols.Material and methods: Thirty sets of complete dentures were evaluated as follows: Group 1-15 sets had the maxillary complete dentures submitted to microwave disinfection (650 W/ 3 min), once a week, for 4 weeks. Group 2-15 sets had the maxillary complete dentures submitted to microwave disinfection (650 W/ 3 min), three times a week, for 4 weeks. The vertical dimension was measured with a micrometre (in mm) before disinfection protocols (baseline readings) and after each week of disinfection. Data were analysed using Wilcoxon and Friedman tests (a = 0.05).Results: For Group 1, no significant difference was found between the increases in OVD and zero, and no significant difference was found between the weeks. For Group 2, the increases in OVD were significantly greater than zero, and the Friedman test showed that weeks 3 and 4 had significantly greater changes than week 1 and that week 4 had significantly greater change than week 2.Conclusion: Microwave disinfection only promoted significant increase in OVD in Group 2...

Changes in occlusal vertical dimension in microwave processing of complete dentures.

Barbosa, Débora Barros; Compagnoni, Marco Antonio; Leles, Cláudio Rodrigues
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 197-200
ENG
Relevância na Pesquisa
66.28%
This study investigated the effect of different microwave curing cycles on the changes in occlusal vertical dimension of complete dentures. Four test groups with 12 maxillary dentures each were evaluated. Groups 1, 2 and 3 were polymerized with different cycles by microwave radiation and Group 4 was the control and cured by water bath. The average pin opening for all groups was less than 0.5 mm. There was no significant difference between the groups polymerized by the microwave method and the control group. However, analyses of the vertical dimension changes showed statistically significant differences between groups 2 (0.276 +/- 0.141 mm) and 3 (0.496 +/- 0.220 mm).

Disfunção craniomandibular em pacientes desdentados totais com alteração da dimensão vertical. -

Ricci, Weber Adad
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 220 f. il.
POR
Relevância na Pesquisa
46.47%
Pós-graduação em Reabilitação Oral - FOAR; O presente estudo procurou avaliar a prevalência de sinais e sintomas de disfunção craniomandibular (D.C.M.) em 100 pacientes desdentados totais, portadores de próteses totais duplas, dos quais 58 apresentavam dimensão vertical normal (Grupo 1) e 42 dimensão vertical com alteração (Grupo 2). Os dados foram obtidos a partir de um índice anamnésico simplificado e de exame físico. Após a análise estatística, foi possível observar que: 1. em relação ao índice anamnésico utilizado, a análise estatística mostrou haver associação entre a dimensão vertical e os sintomas de D.C.M. (p=0,016); 2. quanto ao número de regiões sensíveis à palpação muscular, foi constatada uma associação estatisticamente significante com a dimensão vertical (p=0,014); 3. quando avaliados os grupos musculares isoladamente, apenas a palpação intraoral do músculo pterigóideo lateral apresentou associação estatisticamente significante com a dimensão vertical (p=0,05). Conclui-se, por meio deste estudo, que existe uma evidência de associação entre a dimensão vertical e os sinais e sintomas de D.C.M. considerando-se a metodologia empregada e a população estudada.; The present study evaluated the prevalence of signs and symptoms of temporomandibular disorders in 100 patients wearing complete upper and lower dentures...

Prevalência de sinais e sintomas de disfunção craniomandibular em pacientes desdentados totais (com dimensão vertical restabelecida e diminuída) e pacientes dentados naturais

Ricci, Weber Adad
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 258 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
56.43%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Reabilitação Oral - FOAR; O presente estudo procurou avaliar a prevalênica de sinais e sintomas de Disfunção Craniomandibular (DCMs) em três grupos específicos de pacientes: Grupo A1- Pacientes desdentados totais com a dimensão vertical corretamente estabelecida (constituído por 74 indivíduos); Grupo A2- Pacientes desdentados totais com a dimensão vertical diminuída (constituído por 80 indivíduos); Grupo B- Pacientes dentados com a dimensão vertical preservada (constituído por 61 indivíduos). Os sintomas foram avaliados através de índice anamnésico e os sinais estudados foram à sensibilidade muscular e articular à palpação, os sons articulares e os hábitos parafuncionais. Associação estatisticamente significante foi constatada para o índice anamnésico (prevalente em A2 e B), o número de regiões sensíveis à palpação muscular (prevalente em A2), os hábitos parafuncionais (prevalente em B) e os sons articulares (prevalente em B). Pode-se concluir que a dimensão vertical pode ser um fator contribuinte ou até mesmo perpetuante da disfunções craniomandibulares.; The present study evaluated the prevalence of signs and symptoms of craniomandibular disorders (CMDs) in three specific groups of patients: Group A1 - Edentulous patients with the vertical dimension correctly established (constituted by 74 individuals); Group A2 - Edentulous patients with the reduced vertical dimension (constituted by 80 individuals); Group B - Dentate patients with the preserved vertical dimension (constituted by 61 individuals). The symptoms were appraised through anamnestic index and the investigated signs were the muscular and articular tenderness to the palpation...

Avaliações eletrognatograficas e eletromiograficas computadorizadas em pacientes submetidas a terapia com aparelhos oclusais planos e reabilitados com proteses totais duplas com variação na dimensão vertical de oclusão; Computerized elecrtomyography and electrognatography evaluations in patients submetted to occlusal appliance therapy and total prosthesis rehabilitation with occlusal vertical dimension variance

Henrique Casselli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.43%
Este estudo teve como objetivo investigar por meio de avaliações eletrognatográficas e eletromiográficas computadorizadas o padrão de movimentação mandibular e a atividade elétrica dos músculos temporal anterior, masseter e supra-hioideos de 16 pacientes sem sintomas de alterações funcionais do sistema estomatognático, reabilitados com próteses totais duplas e com variação da dimensão vertical de oclusão (DVO). Inicialmente, todos os pacientes foram submetidos às avaliações supra-citadas e à utilização, por trinta dias, de um aparelho intra-oral de cobertura oclusal plana sobre a prótese usual superior. Ao término desse período foi realizado o segundo conjunto de avaliações e então os pacientes foram reabilitados com próteses novas preservando a existência de um espaço funcional livre de 3mm. Após 60 dias de uso das novas próteses realizou-se o terceiro conjunto de avaliações, sendo então suprimido o espaço funcional livre obtendo-se um aumento da dimensão vertical de oclusão. As dentaduras inferiores modificadas foram utilizadas por mais 60 dias, ao término dos quais se realizou o quarto e último conjunto de avaliações. Os dados coletados foram submetidos à análise de variância pelo Anova e Teste de Tukey ao nível de significância 5% e também pela análise estatística não-paramétrica pelo Teste de Friedman. Os resultados obtidos revelaram que...

Avaliação da dimensão vertical de oclusão e superficie de contato em função de diferentes tecnicas de inclusão e polimerização; Changes in occlusal vertical dimension and area of occlusive contacts in complete dentures using differential flasking and curing technics

Lais Regiane da Silva Concilio
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/03/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.49%
O objetivo deste estudo foi avaliar a influência da técnica de processamento laboratorial na área de contato em máxima intercuspidação e dimensão vertical de oclusão em pares de próteses totais analisadas antes e após processamento laboratorial. Para isto foram confeccionadas 40 pares de próteses, separadas aleatoriamente em 4 grupos de acordo com o método de polimerização e tipo de mufla: GI ? polimerizadas em água 73oC / 9 horas em muflas monomaxilares; GII ? polimerizadas por energia de microondas 20 min. a 20% de potência e 5 minutos a 60% de potência em muflas monomaxilares; GIII ? polimerizadas em água 73oC / 9 horas em muflas bimaxilares; GIV ? polimerizadas por energia de microondas 20 min. a 20% de potência e 5 minutos a 60% de potência em muflas bimaxilares. Foi realizada a mensuração da DVO e da Superfície de Contato antes e após o processamento laboratorial. Para a mensuração da DVO foi utilizada uma base plana e rígida na qual encaixava-se o paquímetro digital e o articulador. Foram realizadas 3 mensurações em cada fase e calculadas as médias. Para a avaliação das superfícies de contato foi utilizado o software Qwin 550 (Leica®), que foram mensuradas 3 vezes em cada amostra nos períodos pré e pós processamento...

Avaliação cefalometrica do controle vertical em pacientes dolicofaciais com maloclusão de classes II : divisão 1 tratados segundo a terapia bioprogressiva; Cephalometric assessment of vertical control in dolicofacial patients with Class II : division 1 malocclusion, treated according to bioprogressive therapy

Viviane Santini Tamburus
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/04/2007 PT
Relevância na Pesquisa
56.37%
O presente estudo teve o objetivo de investigar o controle vertical do tratamento ortodôntico com AEB cervical, por meio de avaliação cefalométrica, em 26 pacientes dolicofaciais (13 do sexo feminino e 13 do masculino), com maloclusão de Classe II, divisão 1, idade média de 114 meses. O tratamento ortodôntico envolveu a utilização do AEB cervical no arco superior, com 350g de força, por 12-14 horas diárias e arco base no arco inferior até a obtenção da chave de oclusão normal dos molares, e depois foi complementado até a finalização dos casos, segundo a terapia bioprogressiva, com duração média de 56 meses. A avaliação consistiu na análise das seguintes grandezas, em dois momentos, inicial e final do tratamento ortodôntico, as quais foram submetidas à análise estatística pelo teste ?t? de Student: FMA, SN.GoGn, ANB, Fg-S, S-FPm, comprimento maxilar, comprimento mandibular, AFP, AFA, IAF,IMPA, ângulo do plano oclusal, ângulo do plano palatino, QT, LS e ângulo Z. Osresultados mostraram que o tratamento não modificou o padrão de crescimento,ocorrendo estabilidade do plano mandibular (alteração de -1,62º), plano oclusal (alteração de -0,008) e plano palatino (alteração de -0,59º). Ocorreu a correção ânteroposterior das bases apicais verificadas pela redução significativa da grandeza ANB (alteração de -2...

Determinação da dimensão vertical usando o teste fonético

Velho, Karoliny Duarte
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 63 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.32%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Odontologia.; A determinação da Dimensão Vertical é uma das etapas mais importantes em reabilitações orais. Várias técnicas têm sido utilizadas para mensurá-la, no entanto, nenhum dos métodos existentes é cientificamente exato. Desta forma, esta revisão tem como objetivo abordar os métodos de mensuração da Dimensão Vertical, com enfoque no método fonético e sua aplicabilidade na prática clínica.; The determination of the Vertical Dimension is one of the most important steps in the oral rehabilitation. Several techniques have been used to measure it, however, none of the existing methods is scientifically accurate. Thus, the purpose of this review is to address the methods of measuring Vertical Dimension and to focus on the phonetic method and its applicability in the clinical practice.

Changes in occlusal vertical dimension in microwave processing of complete dentures

Barbosa,Débora Barros; Compagnoni,Marco Antonio; Leles,Cláudio Rodrigues
Fonte: Fundação Odontológica de Ribeirão Preto Publicador: Fundação Odontológica de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 EN
Relevância na Pesquisa
66.28%
This study investigated the effect of different microwave curing cycles on the changes in occlusal vertical dimension of complete dentures. Four test groups with 12 maxillary dentures each were evaluated. Groups 1, 2 and 3 were polymerized with different cycles by microwave radiation and Group 4 was the control and cured by water bath. The average pin opening for all groups was less than 0.5 mm. There was no significant difference between the groups polymerized by the microwave method and the control group. However, analyses of the vertical dimension changes showed statistically significant differences between groups 2 (0.276 ± 0.141 mm) and 3 (0.496 ± 0.220 mm).

Full mouth rehabilitation of a patient with reduced vertical dimension using multiple metal ce ramic restorations

Jain, Ashish R; Nallaswamy, Deepak; Ariga, Padma; Philip, Jacob Mathew
Fonte: Medknow Publications & Media Pvt Ltd Publicador: Medknow Publications & Media Pvt Ltd
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 EN
Relevância na Pesquisa
46.35%
Rehabilitation of a patient with severely worn dentition after restoring the vertical dimension is a complex procedure and assessment of the vertical dimension is an important aspect in these cases. This clinical report describes the full mouth rehabilitation of a patient who was clinically monitored to evaluate the adaptation to a removable occlusal splint to restore vertical dimension for a period 1 month and provisional restorations to determine esthetic and functional outcome for a period of 3 months. It is necessary to recognizing that form follows function and that anterior teeth play a vital role in the maintenance of oral health. Confirmation of tolerance to changes in the vertical dimension of occlusion (VDO) is of paramount importance. Articulated study casts and a diagnostic wax-up can provide important information for the evaluation of treatment options. Alteration of the VDO should be conservative and should not be changed without careful consideration.

Vertical growth control during maxillary expansion using a bonded Hyrax appliance

Pinto, Francisco Marcelo Paranhos; Abi-Ramia, Luciana Baptista Pereira; Stuani, Andrea Sasso; Stuani, Maria Bernadete Sasso; Artese, Flavia
Fonte: Dental Press International Publicador: Dental Press International
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
56.23%
INTRODUCTION: Rapid maxillary expansion (RME) for the treatment of maxillary deficiency and posterior crossbite may induce changes in the vertical dimension. Expanders with occlusal splints have been developed to minimize unwanted vertical effects. OBJECTIVE: This preliminary study used cephalometri radiographs to evaluate the vertical effects of RME using a Hyrax appliance in children with maxillary deficiency. METHOD: Twenty-six patients (11 boys; mean age = 8 years and 5 months) with maxillary deficiency and posterior crossbite were treated using a Hyrax appliance with an acrylic occlusal splint. Radiographs and cephalometric studies were performed before the beginning of the treatment (T1) and after RME active time (T2), at a mean interval of 7 months. Results were compared with normative values. RESULTS AND CONCLUSIONS: At the end of treatment, there were no statistically significant changes, and measurements were similar to the normative values. Data showed that there were no significant effects on vertical growth, which suggests that appliances with occlusal splints may be used to correct transverse deficiencies regardless of the patient's growth pattern.

Avaliação cefalométrica do espaço aéreo faríngeo, da posição do osso hioide da postura da cabeça antes e após terapia com aparelhos oclusais lisos e planos; Cephalometric evaluation of the pharyngeal airway space, the position of the hyoid bone and head posture before and after treatment with flat and plane occlusal appliances

Luzmila Rojas Del Aguila
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.3%
O objetivo desta pesquisa foi analisar por meio da cefalometria a influência da dimensão vertical de oclusão (DVO), utilizando um aparelho oclusal liso e plano, no espaço aéreo faríngeo, na posição do osso hioide e na postura da cabeça. Foram selecionados trinta voluntários desdentados totais, usuários de próteses totais, com dimensão vertical deficiente, inscritos no banco de pacientes do CETASE (Centro de Estudos e Tratamentos das Alterações Funcionais do Sistema Estomatognático) da Faculdade de Odontologia de Piracicaba. Foram realizadas tomadas radiográficas cefalométricas de perfil com a cabeça em posição natural, antes e após o uso dos aparelhos por um período de 90 dias. Foram obtidas medidas lineares e angulares do espaço aéreo faríngeo, da posição do osso hioide e da postura da cabeça. Os dados coletados foram submetidos à análise estatística pelo teste t de Student com nível de significância de 5%. As medidas iniciais e finais do espaço aéreo faríngeo, da posição do osso hioide e da postura da cabeça apresentaram diferenças estatisticamente significantes após o tratamento instituído. Os resultados demonstraram que existe relação entre essas estruturas e, que a restauração da DVO com aparelhos oclusais lisos e planos tem influência nestas relações.; The aim of this study was to analyze by means of cephalometry the influence of occlusal vertical dimension (OVD)...

Influência da alteração da dimensão vertical de oclusão na postura da cabeça e da coluna cervical, em voluntários edêntulos portadores de disfunção temporomandibular, tratados com aparelhos oclusais planos; Influence of change in the vertical dimension of occlusal ithe posture of the head and cervical spine in healthy edentulous patients with temporomandibular disorder treated with flat occlusal appliances

João Paulo dos Santos Fernandes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.42%
O objetivo neste trabalho foi analisar a influência da dimensão vertical de oclusão na postura da coluna cervical e da cabeça por meio de aferições de medidas angulares craniocervicais. Foram selecionados 17 voluntários desdentados totais, com sinais clínicos de diminuição de dimensão vertical de oclusão, portadores de sinais e sintomas de disfunção temporomandibular e usuários de próteses totais, inscritos no cadastro de pacientes do CETASE (Centro de Estudos e Tratamento das Alterações Funcionais do Sistema Estomatognático) da Faculdade de Odontologia de Piracicaba. Os voluntários utilizaram o aparelho de cobertura oclusal plana para o restabelecimento da dimensão vertical de oclusão e do tônus muscular, por um período de 120 dias. Telerradiografias em norma lateral foram realizadas antes (com as próteses totais antigas) e após o período de 120 dias. Foram traçadas as linhas Sela-Násio (SN), a Linha Odontoídea (OD), a Linha CVT (Tangente da Vértebra Cervical), e o Plano mandibular (LM). Cinco medidas angulares craniocervicais foram realizadas: SN/OD; SN/LM; SN/CVT; LM/OD e OD/CVT e duas medidas lineares foram feitas: S-OD e S-CVT. Os dados obtidos foram submetidos à análise estatística pelos testes t de Student e teste de Wilcoxon pareado com nível de significância de p<0...

Cephalometric Approach to the Occlusal Vertical Dimension Reestablishment

Zielak, João César; Gulin Neto, David; da Cunha, Leonardo Fernandes; Deliberador, Tatiana Miranda; Giovanini, Allan Fernando
Fonte: Hindawi Publishing Corporation Publicador: Hindawi Publishing Corporation
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
46.28%
The occlusal vertical dimension (OVD) refers to the length of the face as determined by the amount of separation of the jaws. Its determination is important for the manufacture of restorations. However, defining the correct occlusal vertical dimension for edentulous patients is one of the most important steps for function and esthetics rehabilitation. Cephalometry is a standardized method of assessing dental and facial proportions and their interrelation. Additionally, cephalometric analysis of the facial vertical dimension can establish an individual pattern for each patient. This analysis should become a permanent part of each patient's record. Hence, this study presented a case report with the use of cephalometry as an auxiliary tool in the rehabilitation of OVD. Clinical relevance showed that cephalometric analysis can be an accurate and convenient instrument to treatment planning and prognostic of oral rehabilitation. The reader should understand the clinical implications of using cephalometry as a tool in the rehabilitation of OVD.

Vertical growth control during maxillary expansion using a bonded Hyrax appliance

Pinto,Francisco Marcelo Paranhos; Abi-Ramia,Luciana Baptista Pereira; Stuani,Andrea Sasso; Stuani,Maria Bernadete Sasso; Artese,Flavia
Fonte: Dental Press International Publicador: Dental Press International
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2012 EN
Relevância na Pesquisa
56.23%
INTRODUCTION: Rapid maxillary expansion (RME) for the treatment of maxillary deficiency and posterior crossbite may induce changes in the vertical dimension. Expanders with occlusal splints have been developed to minimize unwanted vertical effects. OBJECTIVE: This preliminary study used cephalometri radiographs to evaluate the vertical effects of RME using a Hyrax appliance in children with maxillary deficiency. METHOD: Twenty-six patients (11 boys; mean age = 8 years and 5 months) with maxillary deficiency and posterior crossbite were treated using a Hyrax appliance with an acrylic occlusal splint. Radiographs and cephalometric studies were performed before the beginning of the treatment (T1) and after RME active time (T2), at a mean interval of 7 months. Results were compared with normative values. RESULTS AND CONCLUSIONS: At the end of treatment, there were no statistically significant changes, and measurements were similar to the normative values. Data showed that there were no significant effects on vertical growth, which suggests that appliances with occlusal splints may be used to correct transverse deficiencies regardless of the patient's growth pattern.