Página 1 dos resultados de 243 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Modernização e aperfeiçoamento do sistema de controlo da câmara climática

Aires, Fernando Manuel Pinto
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.76%
A busca pelo bem-estar físico, fisiológico e psicológico humano vem de longa data. Porém, apenas nas últimas décadas, têm-se intensificado os estudos de conforto térmico de pessoas em ambientes interiores, avaliando os seus efeitos sobre o Homem. Em estudos realizados em câmaras climatizadas, P.O. Fanger definiu conforto térmico como sendo “uma condição da mente que expressa satisfação com o ambiente térmico”. Com a posterior normalização dos estudos de conforto térmico, através da ISO 7730 (1994), essa tornou-se sua a clássica definição. Com o intuito de proceder a investigações nesse âmbito, foi criada, na década de 90, uma câmara climática, localizada na nave principal do Laboratório de Aerodinâmica Industrial (LAI) da Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmica Industrial (ADAI), que, desde a sua colocação em funcionamento, tem sido de uma importância fundamental no estudo de ambientes térmicos interiores em diversificadas condições e para o ensaio de desempenho de sistemas de climatização. No interior dessa estrutura, a temperatura e a humidade são as duas variáveis (que influem no conforto térmico) que aí podem ser controladas. Tendo sido levadas a cabo diversas investigações...

Classificação climática segundo Köppen e Thornthwaite e caracterização edafoclimática referente à região de Santa Maria, RS; Climatic classification by Köppen and Thornthwaite and edaphoclimatic characterization related to Santa Maria region, State of Rio Grande do Sul, Brazil

Fabres, Tanira Marinho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/05/2009 PT
Relevância na Pesquisa
26.62%
O presente trabalho foi desenvolvido com objetivo de analisar a classificação climática segundo Köppen e Thornthwaite (comparando os valores de armazenamento de água no solo, evapotranspiração real, deficiência hídrica e excedente hídrico para realização do balanço hídrico cíclico mensal), e de propor uma caracterização edafoclimática referente à região mesoclimática de Santa Maria, RS utilizando uma série histórica de 35 anos (de 1969 a 2003). De acordo com os resultados, as seguintes conclusões podem ser apresentadas: (a) a classificação climática segundo Thornthwaite ou Köppen pode ser feita com base na classe mais freqüente ou utilizando os valores médios de temperatura e de chuva e a capacidade de água disponível de 50 mm; (b) classificação climática segundo Thornthwaite: A r B'3 a' (classe mais freqüente) ou B4 r B'3 a' (utilizando os valores médios de temperatura e de chuva); (c) classificação climática segundo Köppen: Cfga (classe mais freqüente) ou Cwga (utilizando os valores médios de temperatura e de chuva); e (d) A29/42S,53/42W,95,35,11,7,27,2,20,3,5,5,471,1/5,1235,2672,1802,20,953,887,915,50: caracterização edafoclimática proposta. Isso significa que a evapotranspiração real é pelo menos 90% da evapotranspiração potencial de referência (classe A de disponibilidade hídrica)...

Albedo em cerrado sensu stricto como resposta à variação climática e biológica: conexões com índice de vegetação, estoques de carbono e fluxos de CO2; Albedo in cerrado sensu stricto as response to climatic and bilogical variation: connections with vegetation index, carbon stocks and fluxes of CO2

Couto, Diogo Ladvocat Negrão
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.5%
Neste trabalho analisamos a influência da variabilidade climática sobre um ecossistema representado principalmente por cerrado sensu stricto, na Gleba Pé de Gigante, em Santa Rita do Passa Quatro, SP, durante o período de 2001 a 2007. Os dados coletados para esta análise são provenientes da torre micrometeorológica localizada no Parque Estadual de Vassunuga, cuja instalação está associada ao desenvolvimento do projeto temático Interação Biosfera- Atmosfera Fase 2: Cerrados e Mudanças de Uso da Terra. As propriedades físicas do clima utilizadas para análise foram a precipitação, a temperatura do ar e a radiação solar. Um levantamento teórico da biomassa acima e abaixo do solo foi realizado para caracterizar a vegetação quanto ao potencial de estoque de carbono existente. A biomassa da área coberta por campo cerrado foi de 67,1 Mg.ha-1, da área coberta por cerrado sensu stricto, 185,6 Mg.ha-1 e da área coberta por cerrado denso, 242,7 Mg.ha-1. Uma relação entre estoques de carbono e fluxos de CO2 foi estabelecida, onde uma tonelada de carbono em cerrado sensu stricto é capaz de assimilar, em média, 0,27 KgC.ha-1.dia-1 da atmosfera. A combinação de diferentes intensidades das propriedades climáticas formam condições ambientais variadas que contribuem para o estado da vegetação e sua produtividade. O principal parâmetro usado para avaliar o estado da vegetação foi o albedo...

Avaliação parasitológica e contaminação sazonal nas areias de parques públicos na região da zona leste da cidade de São Paulo; Rating parasitological contamination and seasonal sand in public parks region of the eastern city of Sao Paulo

Mello, Cleidenice Barbosa da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.46%
Introdução Nas últimas décadas, têm sido recorrente na literatura científica nacional e internacional, a constatação da contaminação de ambientes públicos abertos à comunidade por parasitas com potencial zoonótico e propagadores de infecções humanas. Os geohelmintos são parasitas que podem infectar o homem, entretanto, para que ocorra o embrionamento e, assim tornem-se infectantes requerem obrigatoriamente um período no solo com condições adequadas, principalmente, de temperatura e umidade. Objetivos Avaliar a contaminação do solo por geohelmintos em localidades públicas da zona leste da cidade de São Paulo e a influência da variação sazonal sobre a contaminação. Métodos Dez praças públicas com parque infantil e freqüentadas por pessoas e animais foram sorteadas. Por um período de 12 meses, foram coletadas aproximadamente 250 gramas de amostras de solo de cinco pontos diferentes de cada praça, através da técnica de quarteamento da ABNT foram obtidas 10 gramas de cada amostra, que foram processadas de acordo com a técnica de flotação em solução saturada de cloreto de sódio, para qualificação e quantificação dos parasitos. Utilizou-se o teste de Mann Whitney para comparação de quantidade de ovos e o de regressão linear simples para avaliar a correlação entre as variáveis climáticas. Resultados De um total de 1800 amostras analisadas...

Evidências geológicas de mudanças climáticas (greenhouse-icehouse) na Antártica Ocidental durante a passagem Eoceno-Oligoceno; Geological evidences of a climatic change (greenhouse-icehouse) of Western Antarctica during the Eocene-Oligocene transition

Canile, Fernanda Maciel
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/10/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.58%
Durante o Eoceno e o Oligoceno (55 a 23 Ma) a Terra esteve sujeita a período de grandes mudanças climáticas. Registros geológicos, reforçados por modelos climáticos, indicam que o clima global durante esse período passou de estágio praticamente livre de calotas polares para situacao climática próxima a que hoje podemos encontrar na Antártica. Grande parte desses registros são indiretos, retirados de sedimentos de fundo marinho ou de material fóssil. Evidência terrestre clara da variação climática (greenhouse-icehouse) para o Eoceno-Oligoceno pode ser encontrada em Wesele Cove, ilha Rei Jorge, Antártica Ocidental. Tais evidências correspondem a uma sucessão de cerca de 60m com pelo menos 13 derrames de lava basáltica, de alguns metros de espessura cada, sobreposta, em contato erosivo, por diamictito e arenito. A sucessão basáltica é correlacionada com a Formação Mazurek Point/Hennequin, datada radiometricamente como do Eoceno, e o diamictito e arenito correspondem ao Membro Krakowiak Glacier da Formação Polonez Cove, datada, paleontológica e radiométricamente como pertencente ao Oligoceno inferior. Cada camada de basalto toleítico exibe uma zona inferior, mais espessa (1 a poucos metros), de rocha fresca...

Classificações climáticas: variações temporo-espaciais e suas aplicações nos livros didáticos e como subsídio ao zoneamento agroclimático

Jurca, Janaína
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 100 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
26.65%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Geografia - FCT; Este estudo relaciona a importância da climatologia e do clima nas relações diretas com as atividades humanas. Tenta-se demonstrar como se comportam as classificações climáticas dentro de uma série temporal, analisar e comparar a classificação climática de Köppen resultante deste estudo com as classificações climáticas encontradas nos livros didáticos, confrontar a classificação climática de Köppen com a classificação climática de Strahler e fornecer um primeiro subsídio para um zoneamento agroclimático. Foram escolhidas duas classificações climáticas: Köppen, por sua ampla divulgação e Thornthwaite, por ser racional e de amplo uso na agronomia. Foram utilizados dados de médias mensais de temperatura e totais mensais de precipitação, com recorte temporal de 1950 a 1999, na área de estudo compreendendo o estado de São Paulo e a Região Sul do Brasil. As classificações climáticas de Köppen e Thornthwaite variam ano a ano; a de Thornthwaite detecta as pequenas variações espaciais climáticas com mais eficiência do que a de Köppen; o estado de São Paulo é o que apresenta maior variação nos tipos climáticos devido sua localização geográfica em uma área de transição climática; pela classificação de Thornthwaite toda a área de estudo apresenta variação nos tipos climáticos; os tipos climáticos do período da média não são exatamente os mais freqüentes; as representações de ambas as classificações em todos os períodos das médias...

Utilização de procedimentos multivariados na produtividade agrícola e climatica na região sudeste do Estado de Mato Grosso

Oliveira, José Roberto Temponi de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xv, 86 f. : il. color., gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.22%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Energia na Agricultura) - FCA; A necessidade de entender o relacionamento entre variáveis biológicas faz da análise multivariada uma metodologia com grande potencial de aplicação em várias áreas do conhecimento. Na agricultura, sua utilização vem auxiliando a compreensão e a obtenção de respostas altamente interessantes e práticas, que permitem optar pelo seu emprego, tanto pela eficiência como pela acurácia do método na interpretação dos resultados. A partir da utilização de técnicas multivariadas pautadas em procedimentos quantitativos mais robustos e sensíveis, buscou-se caracterizar o perfil produtivo e climático das microrregiões do Sudeste do estado de Mato Grosso e construir modelos para quantificar e aprofundar a interrelação entre produtividade e variáveis climáticas nas respectivas regiões. Para classificar microrregiões semelhantes segundo suas características, quando nenhuma suposição foi feita concernente ao número de grupos ou a estrutura do grupo, utilizou-se a análise de agrupamento. Buscando variáveis agrícolas e de produtividade e a incorporação de novos procedimentos multivariados na interrelação desses indicadores...

Variação sazonal das variáveis físicas e químicas em riachos de duas bacias da região centro-sul do estado do Paraná, sul do Brasil

Krupek, Rogério Antônio; Branco, Ciro Cesar Zanini; Peres, Cleto Kaveski
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 297-310
POR
Relevância na Pesquisa
36.24%
The present study was developed in two streams from the two different drainage basins located in the mid-southern region of Paraná state. In each stream were evaluated some physical and chemical parameters in open (without streamside vegetation) and shaded (with streamside vegetation) segments. Monthly samplings were carried out from January to December 2007. The following limnological parameters were measured: water temperature, specific conductance, oxygen saturation, pH, turbidity and current velocity. In the same stream were not observed differences among segments from the drainage basins, and nominal values and seasonal pattern have been very similar between open and shaded ambient. A Principal Component Analysis (PCA) showed small divergence between streams and segments, with separation of groups with base sampling dates. The results suggest that the region is homogeneous according to physical and chemical water conditions, therefore, stronger influenced for time factor, and diverging seasonal periods associated a climatic region condition.; O estudo foi desenvolvido em dois riachos de duas bacias de drenagens vizinhas, localizadas na região centro-sul do estado do Paraná. Em cada riacho foram avaliadas, sazonalmente, as características físico-químicas da água em segmento aberto (sem vegetação marginal) e sombreado (com vegetação marginal). Os trabalhos de campo foram realizados no período de janeiro a dezembro de 2007 através de amostragens mensais. Os seguintes parâmetros limnológicos foram avaliados: temperatura da água...

Influência climática do Parque da Cidade de Guimarães

Teles, Cláudia Marli Gonçalves
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
26.5%
Dissertação de mestrado em Geografia (área de especialização em Planeamento e Gestão do Território); Um dos principais problemas que o espaço urbano apresenta é a falta de vegetação. As áreas verdes são um dos elementos fundamentais na morfologia urbana, com uma importante função de a regularização do clima urbano. Apesar da importância do estudo da influência das áreas verdes no clima das cidades, em Portugal são relativamente poucos os trabalhos desenvolvidos com base na realização de medições da temperatura e da humidade relativa do ar durante mais do que um curto período de tempo (alguns dias do mesmo mês). Assim, nesta dissertação pretendeu-se avaliar a influência climática do Parque da Cidade de Guimarães, entre o final da primavera e o início do verão de 2013, durante o período mais quente do dia (14-15h), tendo por base os seguintes objetivos: (1) compreender as diferenças de temperatura e humidade relativa do ar existentes entre pontos de medição localizados no interior do parque e os pontos localizados na área edificada circundante ao Parque; (2) analisar a variação temporal da intensidade do efeito de ‘ilha de frescura’ do Parque (‘Park Cool Island’, ou PCI) e do grau de (des)conforto bioclimático (dado pelo índice quantitativo de desconforto...

Evolução, hegemonia e desaparecimento dos sirénios dos mares europeus ao longo do Cenozoico: causas endógenas (alterações climáticas globais) ou exógenas (ambiente galáctico)?

Prista, Gonçalo Abreu
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.62%
Tese de mestrado em Ciências do Mar, apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2012; Neste trabalho procurou-se compreender a evolução dos sirénios e do clima ao longo do Cenozoico, procurando responder às questões da extinção dos sirénios na Europa e da possível relação entre a variação climática cenozoica e o ambiente galáctico. Os sirénios são uma Ordem de mamíferos marinhos com espécies actuais e extintas. Actualmente ocorrem nas águas subtropicais e tropicais do Atlântico (manatins) e do Indo-Pacífico (dugongo). Entre o Eocénico e o Pliocénico (55,8 Ma a 2,7 Ma) existiram nos mares costeiros europeus e norte africanos. A degradação climática do Cenozoico (últimos 65 Ma) levou à perda de biodiversidade nesta Ordem e ao seu desaparecimento do contexto euro-norte africano. Foi feita uma revisão da evolução climática cenozoica e do registo fóssil de sirénios. Foram compilados 429 registos fósseis do sector costeiro marinho da Europa e do Norte de África, correspondendo a 3 Famílias, 3 Subfamílias, 15 Géneros, 29 Espécies e 1 Subespécie. As fanerogâmicas marinhas, principal alimento destes animais, foram também estudadas tendo em vista a sua actualidade e a sua evolução neste intervalo temporal. O estudo da relação entre o ambiente galáctico e o clima da Terra foi feito através do desenvolvimento de um modelo matemático para estimar a ocorrência de Supernovas na Via Láctea...

Doença respiratória e sazonalidade climática em menores de 15 anos em um município da Amazônia brasileira

Rosa,Antonia Maria; Ignotti,Eliane; Botelho,Clóvis; Castro,Hermano Albuquerque de; Hacon,Sandra de Souza
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.34%
OBJETIVO: Analisar a sazonalidade climática dos atendimentos ambulatoriais por doença respiratória (DR) em menores de 15 anos. MÉTODOS: Estudo epidemiológico descritivo, realizado com dados dos Registros de Ocorrências Ambulatoriais das unidades básicas de saúde referentes ao período 2004-2005, do município de Tangará da Serra (MT). As estimativas populacionais foram obtidas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e os dados de umidade relativa do ar e temperatura, do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Foram construídas taxas médias de atendimento ambulatorial por DR segundo sexo, faixa etária e localização anatômica. Calculou-se a razão seca/chuva dos atendimentos de acordo com a localização anatômica da DR. Utilizou-se o Epi-Info 3.2 para análise dos dados, com as diferenças de proporção testadas através do teste do qui-quadrado, ao nível de significância de 5%. RESULTADOS: Indivíduos do sexo masculino tiveram taxa quase 50% maior (37,3/25,0) de atendimentos ambulatoriais por doenças das vias aéreas inferiores que os do sexo feminino. As taxas de atendimentos ambulatoriais por DR em menores de 15 anos apresentaram variação com o aumento da idade, passando de 457,7‰ nos menores de 1 ano de idade para 133...

Mudança climática e os objetivos de desenvolvimento do milênio : o direito ao desenvolvimento, cooperação internacional e o mecanismo de desenvolvimento limpo

Orellana, Marcos A.
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.46%
Publicado em português, espanhol e inglês.; Título em espanhol: Cambio climático y los ODM: el derecho al desarrollo, cooperación internacional y el mecanismo de desarrollo limpio. -- Título em inglês: Climate change and the millennium development goals: the right to development, international cooperation and the clean development mechanism.; Apresenta os pontos conexos entre direitos humanos, Objetivos do Desenvolvimento do Milênio, cooperação internacional relativa à mudança do clima e o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo. Discute como os ODMs deveriam contribuir para gerar as capacidades necessárias para se combater a mudança climática, proporcionando oportunidades para melhorias mais amplas da economia, da governança, das instituições e das relações e responsabilidades intergeracionais.

A dimensão ambiental do desenvolvimento : implicações para além do seu gerenciamento técnico-administrativo em um contexto de mudança climática = The environmental dimension of development : implications beyond its technical and administrative management within a context of climate change

Kirsch, Heitor Marcos; Filippi, Eduardo Ernesto
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.41%
DOI: 10.5102/rdi.v9i3.1871

Adaptação à mudança climática e recursos hídricos: um estudo comparado entre União Europeia e Brasil = Adaptación al cambio climático y recursos hídricos: um estudio comparativo entre la Unión Europea y Brasil

Bravo, Álvaro A. Sánchez; Morais, Danusa Espíndola de
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.41%

O conceito de soberania na era pós-climática

Alcântara, Bruna Toso de; Silva, Maria Beatriz Oliveira da
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.41%

Mudanças climáticas no contexto brasileiro

Moreira, Eliane; Sanz, Flávia Souza Garcia
Fonte: Revista dos Tribunais Publicador: Revista dos Tribunais
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.65%

A política da justiça climática: conjugando riscos, vulnerabilidades e injustiças decorrentes das mudanças climáticas

Rammê, Rogério Santos
Fonte: Revista dos Tribunais Publicador: Revista dos Tribunais
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.41%

Variação temporal do fitoplâncton em um ponto amostral do Lago Guaíba, Rio Grande do Sul, Brasil

Andrade, Rodrigo da Rocha
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.32%
Dissertação (mestrado)-Universidade Federal do Rio Grande, Programa de Pós-Graduação em Biologia de Ambientes Aquáticos Continentais, Instituto de Ciências Biológicas, 2009.; Este trabalho analisou a variação temporal do fitoplâncton e sua relação com variáveis ambientais em um ponto amostral do Lago Guaíba, nos períodos de julho/1996 a junho/2006 (longa duração) e de setembro/2007 a agosto/2008 (ciclo anual). Na série de longa duração, clorofila-a e densidade total de indivíduos do fitoplâncton foram positivamente correlacionadas às temperatura do ar, da água, pH e transparência e negativamente correlacionada ao nível da água, profundidade, chuva e sólidos suspensos. Para o inverno, houve baixa densidade de indivíduos e predomínio de diatomáceas penadas e de cocóides verdes e outras unicelulares correlacionadas às baixas transparências e temperaturas. A primavera foi a estação mais chuvosa, com maior aporte de PT e N-orgânico e com águas menos frias. Houve aumento quantitativo de Bacillariophyceae e de Chlorophyceae (flagelados autotróficos unicelulares, cocóides verdes e outras unicelulares). O verão foi a estação menos chuvosa, de mais águas quentes e transparentes. O grupo mais representativo foi Cyanophyceae seguido de diatomáceas cêntricas e de Chlorophyceae (coloniais/cenobiais verdes e outras coloniais). No outono verificou-se significativo aumento da condutividade elétrica...

ANÁLISE DA VARIAÇÃO DA TEMPERATURA NA RESERVA PARTICULAR DO PATRIMÔNIO NATURAL, POUSADA DAS ARARAS, EM SERRANÓPOLIS-GO: uma abordagem topoclimática

Lopes, Regina Maria; Mariano, Zilda de Fátima; Cabral, João Batista Pereira; Martins, Alécio Perini
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 02/02/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.24%
O presente artigo teve por objetivo analisar a variação climática na escala topoclimática, utilizando dados de temperatura do ar, no período de abril de 2010 a março de 2011, na RPPN-Pousada das Araras-GO. Para analisar o gradiente térmico foi traçado um perfil topográfico, utilizando dados de temperatura do ar de 5 termohigrômetros, localizados ao longo da trilha da Pousada das Araras, em cotas altimétricas entre 543 m (cota inferior) a 619 m (cota superior). De acordo com os dados analisados nos horários das 15 e 21h a variação da temperatura média oscilou entre 19,7 a 25,6ºC. Verificou-se às 15h que a correlação foi acima dos 80% e às 21h constatou-se que ocorreu a inversão térmica entre os pontos P1 e P5.

VARIABILIDADE ESPACIAL DOS ATRIBUTOS CLIMÁTICOS NA ESTAÇÃO ECOLÓGICA DO TAIM (RS), SOB DOMÍNIO POLAR; SPATIAL VARIABILITY OF CLIMATE ATTRIBUTES ON ECOLOGICAL STATION OF TAIM (RS) UNDER POLAR CONDITIONS

Wollmann, Cássio Arthur; Simioni, João Paulo Delapasse
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2013 POR
Relevância na Pesquisa
26.58%
O objetivo geral desta pesquisa consistiu em analisar a distribuição espacial dos elementos do clima na Estação Ecológica do Taim/RS, sob domínio anticiclonal polar. Para a realização desta pesquisa climática in loco necessitou-se a realização de trabalho de campo na ESEC Taim, na qual foram instalados mini-abrigos meteorológicos em seis pontos distintos, que correspondem às bases de segurança e pesquisa da Unidade de Conservação e coletados dados de atributos do clima in loco. Mediu-se temperatura do ar e do solo, umidade relativa, pressão atmosférica e velocidade do vento. Ainda, foram confeccionados mapas de variação espacial dos elementos do clima e utilizou-se de cartas sinóticas e imagens de satélite para identificação dos sistemas atmosféricos atuantes. Após análise climática e cartográfica, viu-se que o clima é tão diverso e dinâmico quanto à natureza viva do local, especialmente nas variações térmicas, higrométricas e anemométricas, que nesta pesquisa primária, pode-se sugerir a divisão da ESEC Taim em duas grandes unidades climáticas: uma compreendida pela sua porção norte, com maior estabilidade higro-anemométrica, mas com grande variação espacial da temperatura, e outra em sua porção sul...