Página 1 dos resultados de 4178 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

A contribuição de marketing para a geração e apropriação de valor para o acionista : um estudo na indústria de franchising

Souza, Ricardo Fasti de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Relevância na Pesquisa
46.15%
As transações são unidades focais relevantes para o entendimento de vários fenômenos em marketing, sendo que é de especial interesse para esse estudo descrever, explicar e prever o processo de apropriação de valor para o acionista nas relações entre dois agentes econômicos. A descrição da apropriação de valor para o acionista é desenvolvida utilizando-se os seguintes grupos teóricos: economia dos custos de transação; teoria da vantagem comparativa; teoria da vantagem competitiva; teoria do agenciamento e quase-renda. É relevante citar que a integração de conceitos mercadológicos e econômicos, principalmente no que se refere a como o processo de marketing se relaciona com o mecanismo de captura de fluxos de renda em uma estrutura de díade, onde os membros são tomados em conta simultaneamente para análise. A explicação é construída baseada principalmente em um modelo proposto pelo autor que encampa as fontes geradoras de valor, fontes de poder e grau de dependência como os construtos que contribuem para a elucidação do processo de apropriação de valor em transações. A previsão será por conta de uma aplicação de modelagem econométrica à indústria de franchising no Brasil no ano de 2000. A variável dependente é a razão entre taxa de franquia e investimento para a abertura de uma nova unidade...

Valor percebido e a nova lógica dominante de serviço : estudo da indústria brasileira de equipamentos de refrigeração para transporte de cargas

Lazzaretti, Thatiana Marjorie
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.18%
Levitt (1960) apresentou o termo Miopia em Marketing e discutiu sobre o perigo de as organizações centralizarem seu foco no produto e descuidarem da real necessidade dos clientes, já que o produto é apenas um meio para atender à necessidade do cliente e não o fim em si. Na mesma linha, Shostack (1977), quase duas décadas mais tarde, enfatizou a urgência de se entender a posição do Marketing na economia pós-industrial de serviços, em que a lógica tradicional focada em produtos não mais atendia adequadamente o mercado. Portanto, não é recente a visão de que a posse do bem físico é secundária para o atendimento das necessidades do consumidor, sendo fundamental pensar no benefício que o bem proporciona ao cliente quando do seu uso. Mais recentemente, Vargo e Lusch (2004a) retomaram a discussão sobre a importância de as organizações atentarem para as necessidades dos clientes em vez de apenas focarem na transação, ou seja, na ideia de troca de um produto por um valor monetário. Estes autores emergiram novamente com a ideia de que as empresas precisam entregar benefícios aos seus clientes e a que apropriação do serviço gerado pela oferta da empresa é mais importante do que a transferência de posse do bem físico. Eles retomam...

Valor e meio ambiente : elementos para uma abordagem evolucionista

Mauricio de Carvalho Amazonas
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/02/2001 PT
Relevância na Pesquisa
46.21%
O presente trabalho parte do entendimento de que, em primeiro lugar, a questão ambienta! fez do conceito de Desenvolvimento Sustentável e da necessidade de Valoração Ambienta! os elementos balizadores dos desenvolvimentos no campo da Economia do Meio Ambiente. Identificando que a abordagem neoc1ássica - centrada em uma conceituação de Valor Ambienta! baseada no individualismo metodológico e no utilitarismo - não de adequa a incorporar os requisitos de Desenvolvimento Sustentável, o presente trabalho busca encontrar nos marcos evolucionistas uma visão e abordagem mais condizentes com a natureza da questão ambienta!, tendo assim como objetivo identificar os elemento conceituais potencialmente constitutivos de uma visão de valor ambienta! por esta abordagem. Investigando fundamentos e elaboração das teorias econômicas "institucionalistas" lato senso e das diferentes abordagens presentes no campo da economia ecológica, procurou-se estabelecer, em primeiro lugar, os marcos constitutivos de uma visão geral de Evolução, para a qual se propôs um conceito também genérico de Ordem como elemento unificador e direcionador do processo evolutivo; em segundo lugar, discutiu-se a natureza da interação entre economia e ambiente enquanto um processo de coevolução e de conflito hierárquico entre estes dois sistemas...

Concepção de estratégias organizacionais para inovação do valor

Fernandes, Marcelo Alessandro
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.16%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; O presente estudo pretende estabelecer os requisitos necessários para concepção de métodos que propicie estratégias para Inovação do Valor. A partir da Fundamentação teórica são abordados temas referentes à Economia do Conhecimento onde se considera a distinção entre criação de valor e apropriação de valor. A abordagem científica é discutida para apoiar o posicionamento do estudo e as definições pertinentes sobre sua prática. São discutidas as relações entre estratégia como criação de valor e o valor face o desenvolvimento econômico. Com isto, é feita uma aproximação entre processos de aprendizagem remetendo ao conceito de descontinuidade, e este ao de inovação, referindo os diversos graus de modificação que se pode conferir na estrutura mercadológica. A Inovação do Valor vem introduzir nova acepção de descontinuidade como método estratégico a ser desenvolvido. Os princípios epistemológicos referentes ao método conduzem a uma discussão onde são referenciadas as diferentes abordagens possíveis. A pesquisa passa então, buscar apoio empírico...

O valor-trabalho como fundamento dos preços

Gontijo,Cláudio
Fonte: Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas Publicador: Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.18%
Este artigo procura demonstrar que a lei do valor possui caráter axiomático e representa fundamento necessário do sistema de preços de produção. Abandoná-la significa romper com o princípio da autofundamentação da ciência, formulado em O Capital, abrir mão do princípio unificador da economia clássica em favor de teorias baseadas em hipóteses graciosas e renunciar a uma teoria geral das economias de mercado. A proposta neorricardiana de se derivar a taxa de lucro e os preços diretamente dos "coeficientes técnicos de produção" e do salário real omite a duração da jornada e a intensidade do trabalho, escamoteando o conteúdo social dessas variáveis.

Continuidade e ruptura em economia política ou quantidade e qualidade na teoria do valor

Lopes,Tiago Camarinha
Fonte: Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas Publicador: Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.29%
O artigo mostra no que consiste a continuidade e a ruptura entre a Economia Política Clássica e o Capital. É defendido que o âmbito da crítica de Marx aos economistas clássicos abrange tanto o lado quantitativo quanto qualitativo do valor com a ressalva de uma diferença importante: enquanto a análise sobre a quantidade do valor corresponde a uma crítica construtiva e a linha de continuidade, a qualidade do valor representa a ruptura e a Crítica da Economia Política em sentido mais estreito e que encaminha a ciência econômica para o materialismo histórico. O artigo propõe que as controvérsias recorrentes sobre Marx e os economistas clássicos devem ser solucionadas a partir da explicitação de duas perguntas básicas relativas à teoria do valor que ajudam a capturar plenamente o efeito de Marx sobre a Economia Política Clássica.

Criação de valor: incorporando elementos da economia dos custos de transação na visão porteriana

Toledo,Ana Graziele Lourenço; Bandeira-de-Mello,Rodrigo
Fonte: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração Publicador: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.2%
Este ensaio teórico analisa o papel dos custos de transação ao longo da cadeia de valor tal como concebida na visão porteriana, objetivando propor um aparato conceitual que combine as visões da firma como um conjunto de atividades ligadas por elos e como um nexo de transações e custos que ocasionem perda de valor. Utilizando-se do levantamento bibliográfico que apresenta os conceitos da vantagem competitiva de Porter e da economia dos custos de transação, elaborou-se um framework que contempla a criação de valor pela firma em três dimensões: valor criado pelas atividades, custo das atividades e custo dos elos; identificou-se também que o custo dos elos é moderado pela matriz institucional, estruturas de governança, economias de escala e escopo da firma; sendo que a incorporação destes constructos se constitui como a contribuição deste ensaio. Conclui-se que, apesar de divergentes em suas orientações para a lucratividade, a visão porteriana e a dos custos de transação apresentam potencial para integração, pois a análise da criação de valor na firma torna-se incompleta ao utilizar-se de somente uma das abordagens.

Sobre la naturaleza y causas del valor económico

Franch Meneu, José Juan
Fonte: Universidade Autônoma de Madrid Publicador: Universidade Autônoma de Madrid
SPA
Relevância na Pesquisa
56.03%
Tesis doctoral inédita. Universidad Autónoma de Madrid, Facultad de Ciencias Económicas y Empresariales, Departamento de Economía y Hacienda Pública, 1990

Direito de recesso e respectivo valor de reembolso em companhias

Marangoni, Sérgio Ricardo Nutti
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.18%
Direito de recesso e valor de reembolso em companhias devem ser interpretados conjuntamente. São duas faces da mesma moeda. A aferição do valor de reembolso, conforme previsto no artigo 45 e respectivos parágrafos da Lei 6.404/1976, não é necessariamente feita pelo valor de patrimônio líquido da companhia. Ali se estabelece apenas um piso, no caso de previsão estatutária sobre o tema. No caso de silencia estatutário, há uma lacuna quanto ao critério de aferição do valor de reembolso. A melhor interpretação é uma interpretação sistemática e finalística da norma, no sentido de que o valor das ações a serem reembolsadas deve ser o valor mais próximo do real. Atualmente, na maioria dos casos, o valor econômico é o que melhor representa o real valor de uma companhia e, portanto, em caso de silencia estatutário, deveria prevalecer como critério de aferição do valor de reembolso. Como fundamentos deste raciocínio, utiliza-se do conceito e função do direito de recesso em companhias, suas características, principalmente a taxatividade de suas hipóteses e possibilidade de reversão da decisão motivadora do recesso, seu histórico legislativo, mormente as influências políticas e econômicas na definição de suas hipóteses. O trabalho analisa...

Relação entre os ativos intangíveis e o valor de mercado das empresas brasileiras

Sallaberry, Jonatas Dutra
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.18%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Programa Multi-institucional e Inter-Regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, 2014.; A presente dissertação teve como objetivo analisar a relação dos ativos intangíveis com o valor de mercado das empresas brasileiras, entre 2003 e 2012. A amostra foi extraída da base de dados Economática®, em 40 períodos trimestrais. A análise foi realizada por meio de dados em painel, para as 147 empresas da amostra balanceada, utilizando-se os softwares Gretl e Eviews 7. Em relação à hipótese de que o valor dos ativos intangíveis não reconhecidos são capazes de influenciar o valor de mercado da empresa, o coeficiente da variável referente ao patrimônio líquido mostrou-se negativo, ao contrário do esperado, além disso, a variável explanatória apresentou p-valor elevado, não sendo possível corroborá-la. Em relação a os intangíveis reconhecidos, identificou-se que são capazes de influenciar o valor de mercado da empresa empregando variáveis explicativas contendo os intangíveis reconhecidos, o goodwill e o diferido. O goodwill revelou-se significativo ao nível de 1%, o grupo de intangíveis a 5%...

Economía matemática: antecedentes, evolución y algunos desarrollos recientes

Chávez Castro, Álvaro Hernando
Fonte: Facultad de Economía Publicador: Facultad de Economía
Tipo: info:eu-repo/semantics/book; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Publicado em /07/2005 SPA
Relevância na Pesquisa
56.1%
Se presenta aquí, en forma breve, el origen de la matematización económica y el campo de la economía matemática. Un enfoque histórico inicial divide dicho campo en un primer periodo denominado marginalista, otro donde se utiliza la teoría de los conjuntos y modelos lineales y por último un periodo que integra los dos anteriores. Posteriormente, se analiza la evolución de la Teoría del Equilibrio General desde Quesnay, pasando por Walras y desarrollos posteriores hasta su culminación con los trabajos de Arrow, Debreu y sus contemporáneos. Finalmente, se describe la influencia de las matemáticas, en especial de la optimización dinámica, en la teoría macroeconómica y a otras áreas de la economía.; This document briefly presents the origin of application of mathematics to economics and of the mathematical economics. It begins with a historical approach that presents the marginalist period, later a set theory period and lineal models and finally, a period that combines the two precedents. Later, it analyze the evolution of General Equilibrium Theory from Quesnay, Walras and others developments, until the contributions of Arrow Debreu and theirs contemporaries. Finally, it ends describing the influence from mathematics...

Medidas de riesgo, características y técnicas de medición: una aplicación del VaR y el ES a la tasa interbancaria de Colombia

Melo Velandia, Luis Fernando; Becerra Camargo, Oscar Reinaldo
Fonte: Facultad de Economía Publicador: Facultad de Economía
Tipo: info:eu-repo/semantics/bookPart; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2006 SPA
Relevância na Pesquisa
46.17%
Este texto describe en detalle diversas metodologías que permiten calcular dos medidas utilizadas para cuantificar el riesgo de mercado asociado a un activo financiero: el valor en riesgo VAR y el Expected Shortfall (ES). Los métodos analizados se basan en técnicas estadísticas apropiadas para el caso de series financieras, como son los modelos ARIMA, GARCH y modelos basados en la teoría del valor extremo. Estas metodologías se aplican a las variaciones diarias de la tasa interbancaria de Colombia para el período comprendido entre 1995 y 2004. Los conceptos utilizados en este texto suponen que el lector esté familiarizado con algunos elementos básicos de estadística, series de tiempo y finanzas. Se trata, por tanto, de un texto escrito para estudiantes de economía y finanzas de últimos cursos de pregrado, maestría y para profesionales interesados en el tema.

Valor de marca verde y su relación con: imagen de marca verde, satisfacción verde y confianza verde

Herrera Urzúa, Daniela; Quezada Scrivanti, Gabriela
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
56.2%
Seminario para optar al título de Ingeniero Comercial, Mención Administración; Hoy en día, las nuevas tendencias de los consumidores, los llevan a preferir productos ecológicos o que no dañen el medio ambiente. Estos son impulsados y motivados por el evidente daño de nuestro planeta, producido por el consumismo del ser humano y de los sectores industriales, los cuales poco a poco han ido acabando con los recursos disponibles. Este estudio se enfoca en el sector del retail en Chile, utilizando como representante de éste la multitienda Falabella, debido a que es una de las pocas existentes en Chile, que posee políticas medioambientales declaradas y a su liderazgo en ventas. Para que todas las industrias existentes, incluyendo el retail, sobrevivan a esta tendencia verde, deben ofrecer alternativas ecológicas y atraer a los consumidores de una forma distinta a lo tradicional. Esta investigación se enfoca en el green marketing, destacando su relevancia actual, y en cuatro componentes de éste: Valor de marca verde, Confianza Verde, Satisfacción Verde e Imagen Verde. A partir de estos se formulan las siguientes hipótesis, las cuales buscan evaluar la relación existente entre dichos constructos: H1: La imagen de marca verde está relacionada positivamente con la satisfacción verde. H2: La imagen de marca verde está relacionada positivamente con la confianza verde. H3: La imagen de marca verde está relacionada positivamente con el valor de marca verde. H4: La satisfacción verde está relacionada positivamente con el valor de marca verde. H5: La confianza verde está relacionada positivamente con el valor de marca verde. Para aceptar o rechazar dichas hipótesis...

Valor agregado sustentable en la minería mundial

Rojas Sandoval, Gabriel
Fonte: Universidad de Chile; CyberDocs Publicador: Universidad de Chile; CyberDocs
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
46.18%
En este seminario se evalúa si la minería realiza o no una contribución al logro del desarrollo en forma sustentable. Para ello se analiza el desempeño de 10 de las mayores compañías mineras del mundo, en su dimensión ambiental, económica y social, por medio de un indicador integrado, llamado Valor Agregado Sustentable (VAS), desarrollado por Figge & Hahn (2004). Siguiendo la regla de capital constante o regla de Hartwick, se establece un benchmark considerado sustentable, contra el cual se compara el desempeño de las diferentes compañías. Si una compañía hace un uso más eficiente de los recursos que el benchmark, esta obtendrá un VAS positivo, realizando una contribución al desarrollo sustentable. Los resultados indican que estas compañias en conjunto realizan una contribución al logro del desarrollo sustentable, al crear en el 2010 Valor Agregado Sustentable por 7.845 MMUSD respecto de la economía mundial en su conjunto, contraviniendo la creencia común de que la minería sería una actividad insustentable.

Fatores críticos de sucesso e valor estratégico da implementação de uma metodologia formal de projetos de sistemas em uma empresa de distribuição de medicamentos; Factores críticos de suceso y valor estratégico de la implementación de una metodología formal de proyectos de sistemas en una empresa de distribución de medicamentos

Brodbeck, Ângela Freitag; Dottori, Carlos Ernesto; Hoppen, Norberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2011 POR
Relevância na Pesquisa
46.19%
A escolha da Tecnologia de Informação (TI) adequada e a cuidadosa implementação de projetos de Sistemas de Informação podem significar o sucesso ou o fracasso de alguns negócios das organizações. Por isso, esta pesquisa buscou identificar os Fatores Críticos de Sucesso (FCS) na implementação de uma metodologia formal de projetos de sistemas, bem como o Valor Estratégico (VE) e os motivos da adoção dessa metodologia, em uma empresa distribuidora de medicamentos de grande porte da Região Sul do Brasil. Utilizou-se o método de estudo de caso único, e os dados coletados foram analisados quanti e qualitativamente. Os FCS"contar com apoio da alta administração","possibilitar mudanças nos processos de negócio","gerente de projeto com habilidades necessárias" e"responsabilizar usuários capazes e envolvidos" destacaram-se como os mais relevantes, assim como os elementos de VE"prazo dos projetos e qualidade dos produtos" e"economia direta". Dois dos principais motivos que levaram à adoção da metodologia foram a pressão por redução de custos e a melhoria de processos tanto internos quanto externos. Uma das principais contribuições desta pesquisa, porém, foi identificar elementos, já apontados pela literatura alguns anos atrás...

Value and growth stocks in Brazil: risks and returns for one - and two-dimensional portfolios under different economic conditions; Ações de valor e de crescimento no Brasil: riscos e retornos de carteiras uni e bidimensionais em diferentes estados da economia

Santos, Leandro da Rocha; Montezano, Roberto Marcos da Silva
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2011 ENG
Relevância na Pesquisa
46.28%
Para fins de pesquisas empíricas, ações de valor são geralmente definidas como aquelas negociadas a baixos índices preço/lucro (preço da ação dividido pelos lucros por ação), baixos índices preço/valor patrimonial (preço Cont da ação dividido pelo valor patrimonial por ação) ou altos dividend yields (dividendos por ação divididos pelo preço da ação). Ações de crescimento, por outro lado, são aquelas negociadas a altos índices preço/lucro, altos índices preço/valor patrimonial ou baixos dividend yields. Pesquisas acadêmicas brasileiras e internacionais mostram que as ações de valor têm melhor desempenho do que as de crescimento, contrariando a Hipótese de Mercados Eficientes, que estabelece que os preços de mercado das ações são as melhores estimativas de seus valores intrínsecos. A maioria dos estudos utiliza um único múltiplo para classificar carteiras em percentis; riscos (geralmente definidos como coeficiente beta ou desvio-padrão) e retornos são então calculados para as carteiras de valor e de crescimento. No presente paper, busca-se contribuir para a crescente literatura sobre o tema empregando uma metodologia ainda não testada no mercado brasileiro. Construíram-se carteiras classificadas pelos índices preço/lucro e preço/valor patrimonial...

Impacto da mensuração a valor justo na crise financeira mundial: Identificando a percepção de especialistas em economia e mercado financeiro; MEASURING THE IMPACT OF FAIR VALUE IN THE GLOBAL FINANCIAL CRISIS: IDENTIFYING THE PERCEPTION OF ECONOMIC EXPERTS AND FINANCIAL MARKET

Barreto, Eric; Murcia, Fernando Dal Ri; Lima, Iran Siqueira
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Trabalho de cunho exploratório-descritivo, com entrevista semi-estruturada; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 27/09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.23%
Em busca das razões que ocasionaram a crise financeira mundial, diversos aspectos relacionados à regulamentação dos mercados têm sido discutidos. Na área de contabilidade, questiona-se, especialmente, se a mensuração pelo valor justo (fair value), caracterizada por sua inerente subjetividade, teve algum impacto na deflagração ou no agravamento da crise financeira mundial. Dentro desse contexto, o presente estudo tem como objetivo identificar a percepção de especialistas em economia e mercado financeiro no que diz respeito ao impacto da mensuração a valor justo na crise financeira mundial. Para isso, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 13 profissionais com extenso conhecimento nas áreas de economia e mercados financeiros, incluindo os ex-ministros da Fazenda e os ex-presidentes do Banco Central do Brasil. Os resultados encontrados indicam que a contabilidade a valor justo não teve um papel decisivo na deflagração da crise financeira e que tampouco poderia ter evitado a mesma. Ao contrário, alguns especialistas mencionaram que a crise global talvez fosse descoberta mais tardiamente, caso os bancos não utilizassem uma contabilidade baseada no valor justo. Para os entrevistados, entre os principais fatores que ocasionaram a crise financeira...

As várias dimensões da lei do valor; As várias dimensões da lei do valor

Borges Neto, João Machado
Fonte: Nova Economia; Nova Economia Publicador: Nova Economia; Nova Economia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
46.26%
This article intends to demonstrate that the law of value can be understood based on three successive versions, through which it becomes progressively more complex. The least complex law is the law of value determined by years worked. The second version is the law of social work distribution (which may also be interpreted as the law of equilibrium in the distribution of social work). Examination of the impact of intrasectorial competition among capitals in the capitalist economy leads to the third version of the law of value, the law of minimization of abstract work time. In this manner, the law of value is a dynamic law which forms the basis for general laws of capitalist economy development. Finally, in the international scene, the law of value is presented as the law of high-profit generation and of the widening of inequality.; Oartigo procura mostrar que a lei do valor pode ser entendida a partir de três versões sucessivas, em que ela se torna progressivamentemais complexa. A versão mais simples é a de lei da determinação do valor pelo tempo de trabalho. A segunda versão é a de lei da distribuição do trabalho social (o que também pode ser interpretado como lei do equilíbrio na distribuição do trabalho social ). O exame do impacto da concorrência intra-setorial entre os capitais na economia capitalista conduz à terceira versão da lei do valor...

O valor-trabalho como fundamento dos preços

Gontijo, Cláudio
Fonte: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações Publicador: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 08/01/2016 POR
Relevância na Pesquisa
56.21%
Este artigo procura demonstrar que a lei do valor possui caráter axiomático e representa fundamento necessário do sistema de preços de produção. Abandoná-la significa romper com o princípio da autofundamentação da ciência, formulado em O Capital, abrir mão do princípio unificador da economia clássica em favor de teorias baseadas em hipóteses graciosas e renunciar a uma teoria geral das economias de mercado. A proposta neorricardiana de se derivar a taxa de lucro e os preços diretamente dos “coeficientes técnicos de produção” e do salário real omite a duração da jornada e a intensidade do trabalho, escamoteando o conteúdo social dessas variáveis.Abstract The law of value as the foundation of the prices The law of value as the foundation of the prices This article shows that the law of value is axiomatic and constitutes the necessary foundation of the prices of production. Giving up this foundation means to break with the self-found principle of science, to abandon the unifying principle of classical economics in favor of unsystematic theories based on ad hoc hypotheses and to give up on a general theory of market economies. The neoRicardian proposal to determine prices and the profit rate directly from “technical coefficients” and the real wage omits the length of the working-day and the intensity of the labor process...

Continuidade e ruptura em economia política ou quantidade e qualidade na teoria do valor

Lopes, Tiago Camarinha
Fonte: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações Publicador: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 03/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.31%
O artigo mostra no que consiste a continuidade e a ruptura entre a Economia Política Clássica e o Capital. É defendido que o âmbito da crítica de Marx aos economistas clássicos abrange tanto o lado quantitativo quanto qualitativo do valor com a ressalva de uma diferença importante: enquanto a análise sobre a quantidade do valor corresponde a uma crítica construtiva e a linha de continuidade, a qualidade do valor representa a ruptura e a Crítica da Economia Política em sentido mais estreito e que encaminha a ciência econômica para o materialismo histórico. O artigo propõe que as controvérsias recorrentes sobre Marx e os economistas clássicos devem ser solucionadas a partir da explicitação de duas perguntas básicas relativas à teoria do valor que ajudam a capturar plenamente o efeito de Marx sobre a Economia Política Clássica. Abstract In this paper, continuity and rupture between the classical political economy and Capital is shown. The author defends the idea that Marx’s critique covers both the quantitative and qualitative aspects of the classical theory of value. While quantitative analysis corresponds to a constructive critique and to the line of continuity, the qualitative aspect of value represents the rupture and the critique of political economy in its narrower sense...