Página 1 dos resultados de 9347 itens digitais encontrados em 0.092 segundos

Uma análise sistêmica das transformações de uso do solo como suporte à decisão para o planejamento de Unidades de Conservação. Estudo de caso: Parque Nacional do Superagui - PR

Kuhn, Caroline
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.93%
Os estudos realizados sobre Unidades de Conservação, e a relação destas Unidades com a população que as habita, trataram em sua maioria dos aspectos antropo-sociológicos da questão. Visto que um aspecto essencial para uma melhor compreensão da questão das populações tradicionais e Unidades de Conservação, contudo pouco explorado, é o processo de mudanças de uso do solo nas regiões em que se inserem estas Unidades, esta pesquisa teve como pretensão preencher esta lacuna. Para tal, são analisadas as transformações de uso do solo em regiões com Unidades de Conservação ambiental e comunidades tradicionais nelas inseridas dentro da realidade brasileira, a fim de melhor compreender suas inter-relações, assim como as implicações de políticas de preservação ambiental incidentes nestas áreas. Esta análise se dá através de modelos de mudança de uso do solo, que são artifícios científicos com estrutura matemática e computacional para apoio ao Planejamento e Gestão Urbana e Regional, e que permitem a análise das causas e das conseqüências da dinâmica dos usos do solo, e quando cenários são utilizados, podem ainda dar suporte ao estabelecimento de políticas e ações de planejamento. Optou-se pela utilização de um sistema de modelagem espaço-temporal integrando um sistema de informações geográficas e um modelo de autômatos celulares como ferramenta de análise das mudanças de uso do solo...

Análise da alteração do uso do solo em bacias hidrográficas

Dornelles, Tales Farina
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.87%
O planejamento dos recursos hídricos é uma tarefa complexa pois trata diretamente dos interesses de diversos setores da sociedade e gera freqüentemente conflitos pelo uso. Em se tratando de bacias hidrográficas esta relação de interesses se mostra bastante latente pois verifica-se toda a sorte de atividades humanas que se distribuem no espaço, ao mesmo tempo em que se observa o declínio dos recursos ambientais. Assim sendo torna-se evidente a necessidade de se compreender as inter-relações entre as forças que estimulam o processo produtivo na bacia hidrográfica. A tarefa exige um estudo mais amplo da bacia, no qual se considere as relações entre as diversas ações empreendidas pelo homem nesta unidade do espaço geográfico. Neste sentido a alteração do uso do solo se apresenta como um indicador das principais forças que promovem o desenvolvimento de uma região. Compreender como se dá este processo e capturar o padrão de evolução destas atividades no espaço da bacia significa, dentro do contexto dos recursos hídricos, possibilitar um melhor planejamento e gerenciamento das águas, tanto no aspecto qualitativo quanto quantitativo. Esta dissertação discute uma metodologia para simular o padrão de alteração de classes de uso do solo em uma bacia hidrográfica de médio porte. Para isso foram utilizadas técnicas de geoprocessamento...

Forma urbana e tipo de uso do solo como fatores determinantes para a geração de áreas urbanas impermeáveis

Ribeiro, Rochele Amorim
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.89%
O impacto ambiental da urbanização através da crescente impermeabilização das superfícies e da inadequação da ocupação urbana às características naturais do sítio traduz um significativo aumento de eventos de enchentes em todos os centros urbanos mundiais. Desta forma, este trabalho tem como objetivo investigar a forma urbana e o tipo de uso do solo como fatores que caracterizam os impactos hidrológicos, considerando que estes são condicionantes que determinam o surgimento de áreas urbanas impermeáveis. Para realizar esta pesquisa, toma-se como objeto de estudo a cidade de Canoas (RS), selecionando 13 áreas urbanas pertencentes ao município, conforme o zoneamento urbano estabelecido pelo plano diretor municipal, que representam diversos tipos de ocupação, de uso do solo, de densidades e de configuração da forma urbana. A metodologia envolve a manipulação de dados provenientes da base digital cartográfica municipal, do levantamento censitário, das fotografias aéreas e das determinações do zoneamento municipal e do plano diretor. Estes dados são integrados através de um sistema de informações geográficas (SIG), permitindo a produção de dados relativos à forma urbana e ao uso do solo das unidades de estudo...

Diagnóstico da adequação do uso do solo, utilizando imagens CBERS-2, no município de Glorinha-RS

Cabral, Ângelo Reis
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.9%
A consciência de preservação ambiental vem crescendo a cada dia, juntamente com a demanda por recursos naturais, o que de certa forma já é um desafio à gestão ambiental. Nos termos da atual legislação brasileira, pode a administração municipal assumir também essa tarefa, contribuindo com mais precisão e rapidez à resolução desses conflitos. Nesse sentido, o presente trabalho buscou identificar a Adequação do Uso do Solo no município de Glorinha, pertencente à Região Metropolitana de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Para tanto, foram utilizadas imagens do Satélite Quickbird, disponíveis no software Google Earth e imagens do Satélite CBERS-2 de 08/03/06, disponíveis gratuitamente no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Para avaliar a adequação foi utilizado o zoneamento elaborado pela Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (METROPLAN) em 1994 resumido no Mapa de Capacidade de Uso Agrícola do Solo na Bacia Hidrográfica do Rio Gravataí. Para este diagnóstico, foi gerado um Mapa de Uso e Cobertura do Solo (2006) para o município de Glorinha através do processo de classificação das imagens CBERS-2. Esta base de informações foi posteriormente cruzada, em ambiente de SIG (Sistema de Informações Geográficas) com o zoneamento de capacidade proposto pela METROPLAN. Com esta nova base de informações...

Uma Abordagem fuzzy na detecção automática de mudanças do uso do solo usando imagens de fração e de informações de contexto espacial; A fuzzy approach to land use automatic change detection using fraction images and spatial context information

Zanotta, Daniel Capella
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.77%
Nesta dissertação está proposta uma metodologia para fins de detecção de mudanças do uso do solo em imagens multitemporais de sensoriamento remoto. Em lugar de classificar os pixels de imagens que cobrem uma cena, em duas classes exaustivas e mutuamente excludentes (mudança, não-mudança), propõe-se adotar uma abordagem do tipo fuzzy, na qual são estimados os graus de pertinência às classes mudança e não-mudança. Com este objetivo adota-se aqui uma abordagem em nível de sub-pixel na estimação dos graus de pertinência para cada pixel. Esta abordagem se mostra mais adequada para fins de modelagem do que ocorre em cenas naturais, onde as alterações que acontecem ao longo de um período de tempo tendem a apresentar uma variação contínua em lugar de discreta. Em uma segunda etapa, os graus de pertinência estimados recebem um ajustamento adicional por meio da introdução de informações de contexto espacial. A metodologia proposta foi testada por meio de três experimentos, um empregando uma imagem sintética e dois utilizando imagens reais. A partir da análise quantitativa dos resultados e comparação com estudos semelhantes, comprova-se a adequação da metodologia proposta.; In this dissertation it is proposed a new methodology to land use change detection in remote sensing multitemporal image data. Rather than applying a rigid labeling of the pixels in the image data into two classes (change...

Os zoneamentos de uso do solo como fatores de impacto regional : o caso do Litoral Norte do Rio Grande do Sul

Ilgenfritz, Maria da Graça Dutra
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.86%
Esta dissertação tem como objetivo investigar os zoneamentos do uso do solo propostos pelos planos diretores municipais a partir da Lei Federal 10.257/01 conhecida como o Estatuto da Cidade e os seus reflexos no espaço territorial regional. A expansão urbana e os possíveis comprometimentos no espaço regional podem gerar impactos urbanos e ambientais negativos na ausência de um planejamento integrado previsto nos planos diretores municipais. Soma-se a isso a pré-existência consolidada onde os zoneamentos mapeados não consideram as probabilidades de reversão e controle de cenários atuais bem como a dificuldade em prospectar cenários futuros melhores para determinada região, no caso o Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Não tendo encontrado metodologia correlata a ser aplicada na pesquisa, o estudo baseou-se na análise comparativa entre os zoneamentos de uso do solo aplicados aos limites físico-territoriais entre três municípios da região do litoral: Osório, Tramandaí e Imbé.. A pesquisa revelou que o planejamento regional integrado de planos, programas e ações dos planos diretores possui baixa aplicabilidade, sendo praticamente inexistente nos textos analisados. Os zoneamentos de uso do solo entre as fronteiras municipais...

Uma abordagem conjunta da configuração espacial, transporte e uso do solo : estudo de caso : plano diretor da área central de Managuá

Vargas, Francisco León Rodríguez
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.87%
O presente trabalho analisa o Plano Diretor do novo Centro de Manágua a partir de um estudo baseado na configuração espacial da malha urbana - diretamente sob a metodologia da Sintaxe Espacial - incluindo nesse estudo o sistema viário e a localização de atividades através de parâmetros usados pelos estudos do transporte e tráfego. Ao serem abordados esses aspectos conjuntamente, pretende-se investigar os efeitos da nova configuração da malha urbana, -do Centro Urbano projetado da cidade de Manágua e suas áreas de influencia - sobre os níveis de acessibilidade veicular, distribuição de fluxos e padrões de localização de uso do solo, e como esse tipo de estudo pode ser complementado ao inserir parâmetros de Transporte, normalmente usadas na análise da rede viária, da acessibilidade e de atratores de viagem. Com vistas a sustentar os objetivos propostos, o trabalho faz uma revisão geral dos principais conceitos aqui abordados, - Configuração Espacial, Transporte e Uso do Solo- começando pela Configuração Espacial como o motor primário que dá vida ao complexo urbano, gerando em grande parte o próprio desenvolvimento do Uso do Solo que tem por sua vez um impacto direto no Sistema de Transporte num processo de interação continuo. A utilização do ambiente SIG "ArcView" permitiu realizar essa abordagem conjunta cruzando as principais medidas da Sintaxe Espacial com os parâmetros selecionados de transporte e tráfego. Esse tipo de análise em conjunto além de melhorar os resultados da Sintaxe Espacial permite ter uma visão mais precisa do fenômeno urbano indicando uma forma de integrar aspectos do tráfego veicular aos índices estáticos da malha urbana.; El presente trabajo realiza un analisis del Plan Maestro del nuevo Centro de Managua a partir de un estudo basado en Ia configuraciOn espacial de Ia malla urbana — directamente bajo el modelo de la Sintaxis Espacial — incluyendo en este estudio el sistema vial y Ia localizaciOn de actividades a traves de parametros usados por los estudios de transporte y trafico. Al considerarse estos aspectos conjuntamente se pretende crear una herramienta altemativa que considere los principales componentes de la estructura urbana...

Modelo espacial de avaliação do uso do solo em ambiente SIG : o caso da localização industrial

Soares, Maria Elisabete Santos; Ramos, Rui A. R.; Mendes, José F. G.
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /05/2004 POR
Relevância na Pesquisa
105.9%
O planeamento do território, no qual se insere a localização industrial, obedece a um processo de classificação do uso do solo. Este diferencia o espaço territorial para um determinado tempo de vigência, devidamente regulamentado, possibilitando controlar as intervenções sobre o território. A localização de novas unidades industriais no território assume grande importância, quer do ponto de vista da sua estruturação, quer do ponto de vista do impacto ambiental causado. Assim, a escolha da sua localização deverá harmonizar diversos factores relativos às características físicas, políticas e sócio-económicas de uma dada região, de forma a conciliar os interesses dos investidores com os de uma gestão adequada do uso do solo. A apreciação da aptidão do uso do solo, quer qualitativa quer quantitativa, para a localização de novas indústrias, envolve a selecção e avaliação de um conjunto de critérios associados à decisão em causa. O modelo espacial de avaliação do Uso do Solo desenvolvido, e aqui apresentado, considera na sua formulação a perspectiva dos empresários industriais e do ordenamento do território permitindo desenvolver mapas de aptidão para um território em análise. O modelo espacial é implementado em ambiente SIG o que permite modelar e visualizar a contribuição de cada critério no processo de decisão e possibilita a identificação das áreas mais aptas para o uso industrial por comparação das diferentes alternativas espaciais existentes. O facto do modelo ser implementado em ambiente SIG torna fácil qualquer reavaliação da aptidão do território devido a alterações que impliquem variações na importância relativa dos critérios avaliados para o território em análise. A metodologia apresentada permite ainda que se obtenham diferentes mapas de acordo com diferentes estratégias associadas ao processo de decisão...

Corine Land Cover nível 5 - Contribuição para a Carta de uso do solo em Portugal Continental

Guiomar, Nuno; Batista, Teresa; Fernandes, João Paulo; Souto Cruz, Carlos
Fonte: Associação de Municípios do Distrito de Évora - AMDE Publicador: Associação de Municípios do Distrito de Évora - AMDE
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
105.85%
O uso e a ocupação do solo constituem o mais conjuntural de todos os elementos que caracterizam o espaço. Quer se trate do coberto vegetal, quer de qualquer estrutura de carácter antropogénico, a sua estabilidade temporal e estrutural é baixa. Isto determina que cada mancha de uso constitui, tendencialmente, um objecto pouco estável, necessitando a sua cartografia de permanente actualização. Muitos têm sido os sistemas de classificação propostos, com especial relevância para a classificação adoptada no projecto CORINE Land Cover (CLC), preparada para a escala 1:100000 e para a classificação EUNIS Habitat Classification (EHC), ainda em desenvolvimento, mais vocacionada para a classificação de habitats e formações vegetais. A adaptação destes sistemas hierárquicos para escalas mais detalhadas e para cobertos vegetais complexos, coloca novos desafios decorrentes, por um lado, da necessidade de usar metodologias de classificação automática, para dados da detecção remota e por outro, da indispensabilidade de um sistema de classificação detalhado, que não se resuma à classificação do coberto vegetal dominante, mas que permita também representar as especificidades funcionais do território associadas a cada tipologia de coberto ou de uso. É agora apresentado e discutido o desenvolvimento e implementação de uma nova classificação CLC integrada e adaptada a uma escala de maior detalhe (1:10000). A presente publicação está organizada em 2 partes. Uma impressa...

Relação de atributos do solo com a agregação de um Latossolo Vermelho sob sistemas de preparo e plantas de verão para cobertura do solo

Albuquerque,Jackson Adriano; Argenton,Jeferson; Bayer,Cimélio; Wildner,Leandro do Prado; Kuntze,Márcio Alekssander Granzotto
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
105.83%
O preparo de solo e as espécies vegetais que compõem o sistema de rotação de culturas têm expressivo efeito na qualidade física do solo, principalmente na estabilidade de agregados. Neste estudo, objetivou-se avaliar a estabilidade dos agregados de um solo cultivado com preparo reduzido (PR) e preparo convencional (PC) com utilização de plantas de cobertura. Dois experimentos foram efetuados em Chapecó (SC), num Latossolo Vermelho distroférrico em PR (1993-1998) e PC (1994-1998), nos quais foram avaliados cinco sistemas de cultura: milho + guandu anão; milho + mucuna cinza; milho + feijão-de-porco; milho + soja preta e milho isolado. O uso do solo degradou suas propriedades físicas, comparativamente ao sistema com mata nativa, reduziu o teor de C orgânico (CO) e a estabilidade dos agregados. As plantas de cobertura de verão aumentaram o teor de CO; entretanto, não modificaram o grau de floculação de argila e a estabilidade de agregados, quando comparadas às do sistema milho isolado. A recuperação de solos degradados por meio do uso de plantas de cobertura foi mais efetiva quando estas foram associadas ao preparo reduzido, evidenciando a importância de sistemas de manejo com baixo revolvimento e alto aporte de resíduos vegetais para aumentar o CO do solo.

Frações da matéria orgânica do solo após três décadas de cultivo de eucalipto no Vale do Rio Doce-MG

Lima,Augusto Miguel Nascimento; Silva,Ivo Ribeiro da; Neves,Júlio César Lima; Novais,Roberto Ferreira de; Barros,Nairam Félix de; Mendonça,Eduardo de Sá; Demolinari,Michelle de Sales Moreira; Leite,Fernando Palha
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
105.89%
As mudanças nas distintas frações da matéria orgânica do solo (MOS) sob cultivo do eucalipto são pouco conhecidas. Assim, o presente trabalho teve como objetivo avaliar o impacto do cultivo do eucalipto nos estoques de C das diversas frações da MOS, em solos ocupados anteriormente por pastagens degradadas, bem como verificar qual fração da MOS constitui-se um indicador mais sensível à mudança de uso do solo. O estudo foi realizado em plantações comerciais de eucalipto em dois locais na região do Vale do Rio Doce-MG (Belo Oriente e Virginópolis), onde foram determinados em amostras dos solos: C orgânico total (COT), C da fração leve (leve livre - FLL e leve oclusa - FLO), da fração pesada (areia - AR, silte + argila - S + A e argila - ARG), da biomassa microbiana (BM) e das frações húmicas (ácidos fúlvicos - FAF, ácidos húmicos - FAH e huminas - FH). Os resultados indicaram que, de maneira geral, os solos sob os diferentes tipos de uso em Virginópolis, em virtude da menor temperatura média anual e maior teor de argila, apresentaram maiores estoques de C em todas as frações da MOS em relação a Belo Oriente. Assim, o seqüestro de C no solo pelo cultivo do eucalipto foi maior em Virginópolis (14,2 t ha-1) que em Belo Oriente (10...

Qualidade química e física do solo sob vegetação arbórea nativa e pastagens no Pantanal Sul-Mato-Grossense

Cardoso,Evaldo Luis; Silva,Marx Leandro Naves; Curi,Nilton; Ferreira,Mozart Martins; Freitas,Diego Antônio França de
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
105.85%
A busca por aumento de produtividade da pecuária pantaneira tem motivado o desmatamento de áreas florestadas para a implantação de pastagem cultivada, gerando preocupação quanto à sustentabilidade dos recursos naturais. Para estudar alguns aspectos de uso do solo no Pantanal Sul-Mato-Grossense, este trabalho teve por objetivo avaliar as alterações nos atributos químicos e físicos do solo em razão da conversão da vegetação arbórea nativa em pastagem cultivada, bem como da submissão da pastagem nativa ao sistema de pastejo contínuo. Os ambientes de estudo consistiram de três remanescentes de vegetação arbórea nativa, representadas por uma floresta semidecídua (FN) e dois cerradões (CE1 e CE2), três pastagens de Brachiaria decumbens com 27, 26 e 11 anos de formação, implantadas em substituição a FN, CE1 e CE2, respectivamente, e uma pastagem nativa caracterizada pela predominância de Mesosetum chaseae e Axonopus purpusii, submetida a três diferentes sistemas de pastejo (contínuo e sem pastejo por 3 e 19 anos). Amostras de solo, deformadas e indeformadas, foram coletadas em cada ambiente de estudo, nas profundidades de 0-10 e 10-20 cm, com três repetições. A substituição da vegetação arbórea nativa por pastagem cultivada e o sistema de pastejo contínuo da pastagem nativa determinaram redução da qualidade química do solo...

Qualidade física do solo em um latossolo vermelho da região sudoeste dos cerrados sob diferentes sistemas de uso e manejo

Bono,José Antônio Maior; Macedo,Manuel Cláudio Motta; Tormena,Cássio Antônio
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
105.92%
A busca de sistemas de manejo do solo como aqueles que integram lavoura e pecuária, visando à recuperação e, ou, manutenção da qualidade do solo, é fundamental para o manejo sustentável da agropecuária. A hipótese deste estudo é que o uso do solo em sistema de integração lavoura-pecuária melhora as suas propriedades físicas, contribuindo dessa maneira para uma exploração agrícola sustentável do solo na região sudoeste do Cerrado. O objetivo deste trabalho foi verificar a influência de diferentes sistemas de manejo em algumas propriedades físicas de um solo na região dos Cerrados. O solo é classificado como Latossolo Vermelho distrófico, na região do Cerrado, onde foram avaliados os seguintes sistemas de manejo: solo sob vegetação natural; solo com implantação de lavoura de soja durante um ano e seguido de três anos de pastagens; solo com implantação de lavoura de soja durante quatro anos, seguidos por quatro anos de pastagem; solo com lavoura de soja contínua em sistema de plantio direto; e solo com pastagem continuamente. Foram avaliadas a densidade do solo, a resistência do solo à penetração e a estabilidade dos agregados em água, no período de 1995 a 2006. O uso do solo com a forrageira BRACHIARIA DECUMBENS como pastagem contínua proporcionou menor impacto nas propriedades físicas do solo...

Uso do solo e propriedades físico-mecânicas de Latossolo Vermelho

Ortigara,Cícero; Koppe,Ezequiel; Luz,Felipe Bonini da; Bertollo,Altamir Mateus; Kaiser,Douglas Rodrigo; Silva,Vanderlei Rodrigues da
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
105.84%
O preparo do solo, o tráfego de máquinas e o pisoteio animal em condições de umidade inadequada (consistência do solo no estado plástico) são alguns fatores que provocam deformações plásticas e não recuperáveis. Os objetivos deste trabalho foram determinar e avaliar as propriedades físicas e mecânicas do solo para caracterizar o estado de compactação e a capacidade de suporte de carga em três áreas com diferentes usos (pastejo rotacionado, mata nativa e preparo convencional). Foram coletadas amostras com estrutura preservada nas camadas de: 0,00-0,05; 0,05-0,10; e 0,10-0,15 m de um Latossolo Vermelho distrófico. O uso do solo provocou alterações nos valores de densidade do solo (de 0,84 Mg m-3, na mata nativa, a 1,48 Mg m-3, no pastejo rotacionado), pressão de pré-consolidação (de 16,5 kPa, no preparo convencional, a 79,4 kPa, no pastejo rotacionado), índice de compressão (de 0,14, no pastejo rotacionado, a 0,77, na mata nativa), resistência à penetração (de 0,45 MPa, no preparo convencional, a 2,56 MPa, no pastejo rotacionado) e macroporosidade (de 0,35 m³ m-3, na mata nativa, a 0,03 m³ m-3, no pastejo rotacionado). O pisoteio animal intensivo em área de pastagem causou alterações na estrutura do solo...

O uso do solo urbano pelas concessionárias

Figueiredo, Lúcia Valle
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
105.76%
Tece considerações acerca da repartição de competências constitucionais, do regime de concessão e permissão dos serviços públicos, e de uma série de questões referentes ao uso do solo pelas concessionárias, como direito de superfície e instalação de infraestrutura.

Função social do espaço urbano : uso do solo e construção de sustentabilidades

Pires, Maria Coeli Simões; Costa, Mila Batista Leite Corrêa da
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
105.77%
Adaptação da palestra “Função social do espaço urbano: uso do solo e construção de sustentabilidades”, proferida, em junho de 2012, no II Congresso Brasileiro de Direito e Sustentabilidade: Direito Administrativo e Gestão Sustentável

Valoração de serviços ecossistêmicos na bacia hidrográfica dos rios Mogi-Guaçu e Pardo (SP) e avaliação dos impactos da dinâmica de uso do solo.

ANDRADE, D. C.; ROMEIRO, A. R.; FASIABEN, M. do C. R.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 48., 2010, Campo Grande, MS. Tecnologias, desenvolvimento e integração social. Fortaleza: Itarget Tecnologia da Informação, 2010. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 48., 2010, Campo Grande, MS. Tecnologias, desenvolvimento e integração social. Fortaleza: Itarget Tecnologia da Informação, 2010.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 1-20.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.82%
O principal objetivo deste trabalho foi avaliar os impactos da dinâmica de uso dos solos sobre os valores dos serviços ecossistêmicos gerados pela bacia hidrográfica dos Rios Mogi-Guaçu e Pardo (estado de São Paulo). Os resultados encontrados mostram que a dinâmica do uso da terra na região entre os anos de 1988 e 2002 teve um impacto negativo no valor total de serviços gerados (perda líquida de 2,78% no valor dos serviços ecossistêmicos providos, sendo as pastagens e culturas anuais as categorias de uso do solo que mais contribuíram para essa redução). Demonstrou-se também os impactos sobre os serviços ecossistêmicos sob a hipótese de cumprimento da legislação ambiental. Através de estimativas do déficit de APP e RL (Área de Proteção Permanente e Reserva Legal, respectivamente) para o ano de 2002 (110.359,93 ha), simularam-se dois cenários nos quais, respectivamente, o déficit fosse liquidado exclusivamente em áreas de uso agrícola e em áreas agrícolas e de pastagens. Os resultados mostraram que em ambos os casos haveria ganho líquido no valor dos serviços ecossistêmicos (8,84 e 8,38% de aumento no valor em relação a 1988 para os dois cenários, respectivamente). Por fim, a análise permitiu demonstrar que o valor gerado em termos de serviços ecossistêmicos por unidade de área florestada é maior que o valor gerado caso essa mesma unidade estivesse sendo utilizada com outros tipos de uso...

Mudan??as na cobertura e uso do solo nos entornos da lagoa dos patos: al??m da dimens??o f??sica

Silva, Tatiana Silva da; Tagliani, Paulo Roberto Armanini
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
105.9%
A velocidade, magnitude e alcance espacial das altera????es humanas no ambiente n??o t??m precedentes. As mudan??as no uso e cobertura do solo em escala global t??m afetado aspectos chave do funcionamento da Terra. O entendimento da din??mica dessas mudan??as ?? ponto crucial na busca de uma produ????o e uso mais sustent??vel dos recursos naturais. Enquanto que alguns impactos ambientais s??o fortemente influenciados por for??as sociais e outros por for??as biof??sicas, as mudan??as na cobertura e uso do solo se d??o pela intera????o entre for??as naturais e humanas, requerendo uma abordagem interdisciplinar para analis??-las. O presente trabalho analisa a rela????o das mudan??as de uso do solo ocorridas no litoral m??dio do Rio Grande do Sul e os principais eventos hist??ricos, pol??ticos e tecnol??gicos desde a coloniza????o. Determinadas caracter??sticas ecol??gicas, geomorfol??gicas e de infra-estruturas instaladas afetam a suscetibilidade ?? mudan??a da regi??o. Mas s??o as pol??ticas, o mercado e/ou a tecnologia os verdadeiros gatilhos de mudan??a. O planejamento, para ser efetivo, deve considerar aspectos al??m de sua ??rea foco. Os entornos da Lagoa dos Patos tiveram as modifica????es de sua superf??cie influenciadas por eventos ocorridos em diversas escalas espaciais e temporais desde o in??cio de seu processo de ocupa????o. ?? preciso planejar de forma consistente com a heran??a hist??rica...

Degradação e uso do solo, aspectos fundiarios e socio-economicos da microbacia do Rio Jacutinga - Tupãssi, Parana

Moriya Roa, Miguel Angel Ken, 1959-
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
105.91%
Resumo: O trabalho foi realizado na miçrobacia do Rio Jacutinga, localizado no Município de Tupãssi, Oeste do Estado do Paraná, onde foram efetuados levantamentos de solo, uso atual, ocupação,diagnóstico sócio-econòmico c a r a c t e r i z a ç ã o das propriedades físicas e de fertilidade dos solos com os objetivos: í) analisar o histórico descrevendo as mudanças desde sua ocupação até seu estado atual: ii) investigar parâmetros e métodos de tratamento dos dados com base em propriedades do solo que identifique o estado de degradação dos solos da microbacia como um todo; iii) estabelecer relações entre os diagnósticos sócio-econòmico e os resultados das propriedades física e química de seus solos; iv) identificar critérios e estabelecer parâmetros que permitam o monitoramento e sua avaliação ex-post. Os resultados obtidos e analisados permitiram as conclusões: a) na década 1970/1980 concentraram-se as mudanças do meio físico e económico da microbacia; b) a variação de fertilidade dos solos se deu entre pontos e em profundidade de duas formas particulares: i) decorrentes da correção e fertilização pesada no tempo e na superfície peio uso inadequado de implementos agrícolas; ii) devido a ocorrência de unidades de solo distintos independente do manejo: c~) a densidade do solo e a resistência a penetração são parâmetros que refletem com alta significância o estado de degradação dos solos: d) as curvas padrão de compactação mostram relações entre o estado físico (IC e Ds) de solo com a produtividade: e) a metodologia proposta permite t e r o e s t a d o atual de d e g r a d a ç ã o do solo da m i c r o b a c i a e i d e n t i f i c a r a propriedade-produtor em relação ao manejo físico. Ao mesmo tempo serve para monitorar as ações direcionadas a melhorar as propriedades físicas como um sistema de controle de qualidade dos trabalhos: e f) a metodologia adotada no tratamento dos dados proporciona a comparação pontual das propriedades físicas (por área ou lote) em relação as curvas padrão (ÍC vs Uc/c e Ds vs j%) da microbacia. que permite avaliar a situação ue cada produtor- propriedade. A repetitividade da metodologia no tempo se traduziria num sistema de monitoramento da propriedade em relação a curva padrão de degradação. A obtenção de outra curva padrão...

Dinâmica do uso do solo e valoração de serviços ecossistêmicos: notas de orientação para políticas ambientais

Andrade, Daniel Caixeta; Universidade Federal de Uberlândia; Romeiro, Ademar Ribeiro; Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP); Fasiaben, Maria do Carmo Ramos; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, unidade de Informática Agropecuária (EMBRAP
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
105.82%
Este trabalho traz um exemplo de aplicação da valoração de serviços ecossistêmicos vis-à-vis a dinâmica de uso do solo da bacia hidrográfica dos rios Mogi-Guaçu e Pardo (bacia do MP, Estado de São Paulo), com o objetivo de demonstrar a relevância dessa ferramenta metodológica para a orientação de políticas ambientais. Os resultados encontrados mostram que a dinâmica do uso da terra na região entre os anos de 1988 e 2002 teve um impacto negativo no valor total de serviços gerados. Demonstram-se também os impactos sobre os serviços ecossistêmicos sob a hipótese de cumprimento da legislação ambiental (Código Florestal de 1965). Através de estimativas do déficit de APP (Área de Preservação Permanente) e RL (Reserva Legal) para o ano de 2002 (que corresponde a 110.359,93 ha), simularam-se dois cenários nos quais, respectivamente, o déficit foi liquidado exclusivamente em áreas de uso agrícola e em áreas agrícolas e de pastagens. A análise permitiu demonstrar que o valor gerado em termos de serviços ecossistêmicos por unidade de área florestada é maior que o valor que seria gerado caso essa mesma unidade fosse utilizada com outros tipos de uso...