Página 1 dos resultados de 117 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Management Alternatives for Urochloa decumbens Stapf. (Poaceae) Biological Invasion in Brazilian Savannas

Barbosa, Elizabeth Gorgone; Pivello, Vania Regina
Fonte: Association for Tropical Biology and Conservation; Bali Publicador: Association for Tropical Biology and Conservation; Bali
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
ENG
Relevância na Pesquisa
47.26%
Urochloa decumbens is an African grass, highly competitive and aggressive that was introduced in Brazil for cattle feeding and became one of the most serious invasive species in Brazilian savannas - Cerrado -, threatening the native biodiversity. The objective of this study was to evaluate the efficiency of different management techniques to control the invasive grass Urochloa decumbens. The study was conducted in two Cerrado reserves in São Paulo State, Brazil, from July/2007 toJuly/2009. Six cerrado patches infested by U. decumbens were selected, and a randomized block design was applied with the treatments: clipping once a year (CRI) and twice a year (CRII), clipping and soil grubbing once a year (CRSI) and twice a year (CRSII), shading with nylon mesh (SOM), and smothering by covering with canvas (ABF). After the treatments all biomass in the blocks was cut and separated into categories (U. decumbens, native grasses, and dicotyledonous species), in July/2008 (first year) and July/2009 (second year). The analyses followed permutation tests. In the first year the treatments ABF, CRII and CRSII statistically differed from control, showing to be the most effective to manage U. decumbens, however in the second year the treatments CRI and CRSI also showed to be effective. Therefore...

Padrões fenológicos de uma gramínea nativa do cerrado, Echinolaena inflexa (Poiret) chase, e de uma gramínea invasora do cerrado, Urochloa decumbens stapf

Zupo, Talita Marques; Pivello, Vania Regina
Fonte: Sociedade Botânica do Brasil; Manaus Publicador: Sociedade Botânica do Brasil; Manaus
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
46.94%
Nas fisionomias abertas do cerrado brasileiro, como os campos cerrados e campos sujos, as gramíneas perenes constituem o grupo de espécies mais freqüente e as principais contribuintes para a biomassa total. Várias espécies de gramíneas africanas foram introduzidas no Brasil e se tornaram importantes invasoras dos cerrados. Essas invasoras podem alterar os processos do ecossistema, além de afetar diretamente as populações nativas por competição, podendo causar extinções locais. A separação temporal da época reprodutiva é um dos fatores que permitem a coexistência de espécies em uma comunidade e, por outro lado, a sobreposição nos ciclos aumenta a competição pelos recursos limitantes, especialmente em climas sazonais. Assim, o conhecimento de aspectos reprodutivos das plantas nativas e exóticas se torna necessário na recuperação e conservação destes ecossistemas. Este trabalho se propõe a detectar os padrões fenológicos de uma gramínea nativa do cerrado, Echinolaena inflexa, e de uma gramínea invasora, Urochloa decumbens. Cinqüenta indivíduos de ambas as espécies foram marcados e acompanhados durante um ano, no Parque Estadual do Juquery (Franco da Rocha, SP). As fenofases detectadas foram: florescimento...

Eficiência do manejo no controle de duas espécies de gramíneas invasoras em Cerrados Paulistas; Management efficiency to control two invasive grasses in cerrado fragments, in São Paulo State

Barbosa, Elizabeth Gorgone
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
47.32%
Nos cerrados brasileiros, várias gramíneas africanas foram introduzidas, tornando-se invasoras e ameaçando a biodiversidade nativa. É, portanto, imprescindível a elaboração de medidas para seu controle. O objetivo deste estudo foi avaliar a eficiência e o custo de diferentes métodos para o controle das gramíneas invasoras Urochloa decumbens e Melinis minutiflora, em unidades de conservação de proteção ao cerrado. O trabalho foi desenvolvido no Cerrado Péde- Gigante e na Estação Ecológica de Itirapina (SP, Brasil), onde foram selecionadas seis manchas com dominância de U. decumbens e seis com M. minutiflora. Em cada mancha, aplicou-se um bloco randômico com os tratamentos: corte raso, uma vez (CRI, nov/2007) e duas vezes (CRII, nov/2007 e mar/2008), corte e revolvimento do solo, uma vez (CRSI, nov/2007) e duas vezes (CRSII, nov/2007 e mar/2008), sombreamento (SOM), abafamento (ABF), estes aplicados em julho/2007, permanecendo cobertos respectivamente com tela de nylon e lona até mar/2008. Ao final do experimento (jul/2008), a biomassa das parcelas foi cortada e separada em categorias (graminóides nativas, U. decumbens, M. minutiflora, dicotiledôneas). As análises basearam-se em testes de permutação. Posteriormente...

Controle de gramíneas exóticas invasoras em área de restauração ecológica com plantio total, floresta estacional semidecidual, Itu-SP; Control of Urochloa decumbens Stapf. in ecological restoration area by planting in total area, Semideciduous Forest, Itu SP.

Martins, Adriana Ferrer
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
47.45%
A atividade de restauração florestal é freqüentemente realizada em áreas degradadas, ocupadas por gramíneas exóticas invasoras, e o controle destas plantas é fator determinante no sucesso da restauração. Esta pesquisa tem o objetivo de testar intervenções para controle da gramínea exótica invasora Urochloa decumbens Stapf. em área de restauração florestal, com plantio de mudas nativas em área total. O delineamento utilizado foi o de blocos com parcelas subdivididas. Os tratamentos aplicados nas parcelas foram: 1. Não inversão de solo (R) e 2. Com inversão de solo por gradagem (G). Os tratamentos aplicados nas subparcelas foram: 1. Aplicação de herbicida na instalação e nas manutenções (H), 2. Plantio de feijão de porco (Canavalia ensiformes DC.) com aplicação de herbicida na instalação e nas manutenções só roçagem (H+FP), 3. Plantio de feijão de guandu (Cajanus cajan L.) com aplicação de herbicida na instalação e nas manutenções só roçagem (H+FG), 4. Plantio de feijão de porco (Canavalia ensiformes DC.) na instalação e nas manutenções só roçagem (FP), 5. Plantio de feijão de guandu (Cajanus cajan L.) na instalação e nas manutenções só roçagem (FG), 6. Roçagem na instalação e nas manutenções (sem aplicação de herbicida e sem plantio de adubos verdes) (s/Hs/AV). O desenvolvimento da gramínea foi avaliado pela altura e porcentagem de cobertura no solo e o desenvolvimento das mudas pela altura...

Aluminum tolerance on genotypes of signal grass

Bitencourt, Gislayne de Araujo; Chiari, Lucimara; Laura, Valdemir Antônio; Valle, Cacilda Borges do; Jank, Liana; Moro, José Roberto
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 245-250
ENG
Relevância na Pesquisa
47.52%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); O objetivo neste trabalho foi avaliar a tolerância ao alumínio de cinco genótipos de Urochloa decumbens (D24, CD24-2, CD24-27, CD24-45 e D62) e cinco de Urochloa ruziziensis (R30, R44, R46, R50 e R125) em cultivo hidropônico. Desses genótipos, foram coletados perfilhos uniformes que foram transferidos para duas soluções: solução 1 (200 μM CaCl2, pH 4,2) e solução 2 (200 μM CaCl2 + 200 μM AlCl3, pH 4,2). Após 21 dias, as plantas tiveram suas raízes separadas, coradas e digitalizadas para análise do comprimento da raiz principal e do diâmetro da raiz principal. O experimento foi realizado em delineamento inteiramente casualizado, em fatorial (genótipos × doses) com três repetições. Houve interação significativa entre genótipo e dose para comprimento e diâmetro da raiz principal, cujos resultados apresentaram, na média, diferença significativa para a maioria dos genótipos. As médias de comprimento da raiz principal na ausência e na presença de alumínio não foram significativas para D62 (Urochloa decumbens cv. Basilisk), CD24-45 e R46. Para diâmetro da raiz principal, as médias não foram significativas para CD24-2, CD24-27 e D62. O genótipo D62 foi o único classificado como tolerante ao alumínio e o R50...

Influência do estresse hídrico e salino na germinação de urochloa decumbens e urochloa ruziziensis

Rocha Pereira, Maria Renata; Martins, Cibele Chalita; Ferreira de Souza, Guilherme Sasso; Martins, Dagoberto
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia (UFU) Publicador: Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 537-545
POR
Relevância na Pesquisa
47.45%
Studies of the germination response of seeds subjected to artificial stresses are provided tools for better understanding of the survivability and adaptation of these species in natural stress conditions such as drought or saline soils, common in agricultural and forest regions, contributing significantly to the development of management strategies. Thus, the purpose of this study was to evaluate the possible effects of water and salt stress on germination of Urochloa decumbens and Urochloa ruziziensis. The test was conducted at the Faculty of Technology of São Paulo, campus of Capon Bonito. The seeds were sown with four replicates of 50 seeds in paper soaked in solutions with the potentials of 0.0, -0.2, -0.4 and -0.8 MPa, induced with polyethylene glycol (PEG 6000) and NaCl. The germination test was conducted at 25 degrees C in the presence of light, evaluating the first test score at seven days after sowing, and weekly germination (normal seedlings) until 35 days. We calculated the index of germination rate. The results allowed the conclusion that water stress causes a greater reduction in force, speed of germination and cumulative germination of seeds of U. decumbens and U. ruziziensis than salt stress. The species U. decumbens showed higher tolerance to water and salt stresses.; Os estudos relacionados com a resposta germinativa de sementes submetidas à condição de estresses artificiais são ferramentas para um melhor entendimento da capacidade de sobrevivência e adaptação destas espécies em condições de estresses naturais...

Effect of water stress on herbicide efficiency applied to Urochloa decumbens

Rocha-Pereira, Maria R.; Klar, Antonio E.; Martins, Dagoberto; Ferreira de Souza, Guilherme S.; Villalba, Juana
Fonte: Pontificia Univ Catolica Chile, Fac Agronomia Ingenieria Forestal Publicador: Pontificia Univ Catolica Chile, Fac Agronomia Ingenieria Forestal
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 211-220
ENG
Relevância na Pesquisa
47.23%
M.R. Rocha-Pereira, A.E. Klar, D. Martins, G.S. Ferreira de Souza, and J. Villalba. 2012. Effect of water stress on herbicide efficiency applied to Urochloa decumbens. Cien. Inv. Agr. 39(1): 211-220. This project aimed to measure the control efficiency of Acctil Coenzime A Carboxilase (ACCase)-inhibiting herbicides post-emergence applied to Urochloa decumbens (Stapf) R.D. Webster under different soil water contents. The experiment was conducted in a greenhouse at the Department of Plant Production, Faculty of Agronomic Sciences, UNESP, Botucatu, Silo Paulo. The experimental design was a completely randomized design with four replications, consisting of a 9 x 4 factorial, combined with three water management systems (-0.03, -0.07 and -1.5 MPa) and three herbicides (fluazifop-p-butyl, haloxyfop-methyl and sethoxydim + oil using four doses (100, 50, 25 and 0% of the recommended dose). Herbicide applications were conducted at two vegetative stages for all species: a 4-6 leaf stage and a 2-3 tiller stage. The physiological parameters evaluated were as follows: photosynthetic rate, stomatal conductance, transpiration, leaf temperature and plant dry matter. The visual assessments of phytotoxicity were performed 28 days after herbicide application. The control efficiency was lower in plants grown under soil water potential conditions of -1.5 MPa...

Densidades de plantas de Urochloa decumbens em convivência com Corymbia citriodora

Rocha Pereira, Maria Renata; Ferreira Souza, Guilherme Sasso; Cardoso Silva, Jose Iran; Matins, Dagoberto
Fonte: Universidade Estadual de Londrina (UEL) Publicador: Universidade Estadual de Londrina (UEL)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1803-1811
POR
Relevância na Pesquisa
46.81%
This study aimed to evaluate the effects of plant densities of Urochloa decumbens on the early growth of Corymbia citriodora. The experimental design was completely randomized design with four replications, each plot consisted of a of 60 L capacity vase. The signal grass densities were 0, 20, 40, 80 and 160 plants m(-2), along with one eucalyptus plant. At the end of eight months of living together increase in height and in diameter and plant dry mass of eucalyptus and signal grass were carried out. The eucalyptus characteristics were influenced by all the weed populations, the effect being more pronounced with the increasing of grass density.

Demografia e densidade de perfilhos de capim-braquiária sob pastejo em lotação intermitente

Portela,Jorge Nunes; Pedreira,Carlos Guilherme Silveira; Braga,Gustavo José
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.94%
O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de intensidades de pastejo e de frequências de desfolha na demografia e densidade de perfilhos de capim-braquiária (Urochloa decumbens syn. Brachiaria decumbens) sob lotação intermitente. Foram avaliados duas intensidades de pastejo (5 e 10 cm de altura pós-pastejo) e duas frequências de desfolha (período de descanso até que o dossel atingisse 95 e 100% de interceptação luminosa, IL), de agosto de 2007 a agosto de 2008. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, em arranjo fatorial com quatro repetições. Avaliaram-se as densidades populacionais e as taxas de aparecimento e sobrevivência de perfilhos basais (DPPb, TAPb e TSPb, respectivamente) e aéreos+basais (DPPab, TAPab e TSPab). As maiores TAPb e TAPab, no outono, foram obtidas nos pastos desfolhados a 10 cm. Porém, no final da primavera e no verão, a intensidade de 5 cm resultou em maiores taxas, que promoveram maior DPPb. No verão, a TSPb foi maior para pastos manejados à intensidade de 10 cm. O manejo da pastagem que resulta em maiores DPPab, TAPab e TSPab, durante as épocas de rápido crescimento dos pastos, é o de 10 cm de intensidade de pastejo e 95% de IL de frequência de desfolha.

Características produtivas e nutricionais do pasto em sistema agrossilvipastoril, conforme a distância das árvores

Paciullo,Domingos Sávio Campos; Gomide,Carlos Augusto Miranda; Castro,Carlos Renato Tavares de; Fernandes,Priscila Beligoli; Müller,Marcelo Dias; Pires,Maria de Fátima Ávila; Fernandes,Elizabeth Nogueira; Xavier,Deise Ferreira
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.94%
Os objetivos deste trabalho foram avaliar os efeitos de árvores dispostas em renques sobre as características produtivas e nutricionais de Urochloa decumbens e identificar a distância média, na qual ocorre o melhor aproveitamento do sombreamento moderado, em um sistema agrossilvipastoril. Os tratamentos consistiram em distâncias dos pontos de observação ao renque das árvores (0, 3, 6, 9, 12 e 15 m) e foram distribuídos em blocos ao acaso, com quatro repetições. A densidade de perfilhos e a massa e a taxa de acúmulo de forragem e a composição química do pasto foram avaliadas. A densidade de perfilhos, a massa e a taxa de acúmulo de forragem aumentaram com a distância do renque, com valores máximos de 392 perfilhos m-2, 1.347 kg ha-1 e 30,1 kg ha-1 por dia, respectivamente, a 9,1, 10,4 e 8,8 m de distância. Os teores de fibra em detergente neutro não variaram com a distância, enquanto os de fibra em detergente ácido e os de lignina variaram, mas sem um padrão definido de resposta. Os teores de proteína bruta diminuíram quadraticamente com a distância do renque e apresentaram valor máximo sob a copa das árvores (9,8%) e mínimo a 13,5 m de distância (6,5%). A região entre 7 e 10 m de distância do renque apresentou maior benefício da sombra moderada sobre as características do pasto.

Dinâmica da serapilheira em pastagens de braquiária em sistema silvipastoril e monocultura

Xavier,Deise Ferreira; Lédo,Francisco José da Silva; Paciullo,Domingos Sávio de Campos; Pires,Maria de Fátima Ávila; Boddey,Robert Michael
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.94%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da introdução de leguminosas arbóreas e eucalipto em pastagens de braquiária (Urochloa decumbens cv. Basilisk), na dinâmica da serapilheira. O estudo foi realizado em sistema silvipastoril e em monocultura, em 12 meses. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com seis repetições e cinco animais por piquete. Foram avaliadas a serapilheira existente e a depositada. A serapilheira existente teve média anual de 5.038 e 3.944 kg ha-1, no sistema silvipastoril e na monocultura, respectivamente. O sistema silvipastoril causou um acréscimo significativo na serapilheira depositada. A quantidade de nitrogênio da serapilheira depositada foi maior no sistema silvipastoril, do que na monocultura, respectivamente, 228 kg ha-1 por ano e 107 kg ha-1 por ano. A presença de leguminosas e de eucalipto em sistema silvipastoril proporcionou aumentos nas quantidades de nitrogênio, comprovados pela análise isotópica de 13C, e matéria seca de serapilheira. Incrementos na produção de serapilheira rica em nitrogênio pode contribuir para a sustentabilidade das pastagens de braquiária a longo prazo.

Aluminum tolerance on genotypes of signal grass

Bitencourt,Gislayne de Araujo; Chiari,Lucimara; Laura,Valdemir Antônio; Valle,Cacilda Borges do; Jank,Liana; Moro,José Roberto
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 EN
Relevância na Pesquisa
47.21%
The objective of this work was to evaluate aluminum tolerance of five genotypes of Urochloa decumbens (D24, CD24-2, CD24-27, CD24-45 e D62) and five genotypes of Urochloa ruziziensis (R30, R44, R46, R50 and R125) in hydroponic system. Uniform tillers were collected from these genotypes and transferred to two solutions: solution 1 (200 μM CaCl2, pH 4.2) and solution 2 (200 μM CaCl2 + 200 μM AlCl3, pH 4.2). Twenty-one days later, the roots of the plants were separated, stained and digitalized for analysis of the length and diameter of the main root. The experiment was conducted in a completely randomized design, in factorial (genotypes × doses) with three replications. A significant interaction occurred between genotype and dose for length and width of the main root, and the results presented in average, a significant difference for most genotypes. The means of main root length in the absence and presence of aluminum were not significant for D62 (U. decumbens cv. Basilisk), CD24-45 and R46. Means were not significant for the diameter of the main root for CD24-2, CD24-27 and D62. Genotype D62 was the only one classified as tolerant to aluminum and R50 the only one classified as sensitive. Most evaluated genotypes showed medium to low tolerance. This classification was based on confidence intervals (IC 99%) for the mean of the relative tolerance indices estimated for length and diameter of the main root. These results can be used in the choice of progenitors aiming at developing segregating populations for studies of inheritance and mapping of genes and/or loci related to aluminum tolerance in Urochloa.

Performance of dairy heifers grazing on Urochloa decumbens pastures deferred for two periods

Teixeira,Fábio Andrade; Silva,Fabiano Ferreira da; Bonomo,Paulo; Pires,Aureliano José Vieira; Nascimento,Paulo Valter Nunes; Gonçalves Neto,João
Fonte: Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM Publicador: Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 EN
Relevância na Pesquisa
47.23%
Voluntary intake and performance of dairy heifers grazing on Urochloa decumbens pastures with two deferral periods are evaluated. The totally randomized experimental design consisted of two treatments and seven replications, with two deferral periods: T1 = 95 and T2 = 140 days. Fourteen Holstein-Zebu heifers, average body weight (BW) 300 kg, were used. Intake of forage dry matter was 2.5% and 1.2 BW respectively for treatments 95 and 140 days. In treatment T2 the animals had an intake of only 139.5 g of CP, due to low nutrient content, or rather, 3.4% of CP in the forage available. There was an intake of NDF of 1.7% and 1.0 of BW for T1 and T2, respectively. The average daily weight gain was 785.8 g day-1 for T1 and average weight loss of -31.1 g day-1 for T2. Deferral of pastures Urochloa decumbens for 95 days to allow a 1.5 lodging index provides greater consumption and performance of dairy heifers. Deferral of Urochloa decumbens pastures to allow a 1.5 lodging index provides greater intake and performance of dairy heifers.

Aluminum tolerance on genotypes of signal grass.

BITENCOURT, G. de A.; CHIARI, L.; LAURA, V. A.; VALLE, C. B. do; JANK, L.; MORO, J. R.
Fonte: Revista Brasileira de Zootecnia, v.40, n.2, p.245-250, Fev. 2011. Publicador: Revista Brasileira de Zootecnia, v.40, n.2, p.245-250, Fev. 2011.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.21%
The objective of this work was to evaluate aluminum tolerance of five genotypes of Urochloa decumbens (D24, CD24-2, CD24-27, CD24-45 e D62) and five genotypes of Urochloa ruziziensis (R30, R44, R46, R50 and R125) in hydroponic system. Uniform tillers were collected from these genotypes and transferred to two solutions: solution 1 (200 μM CaCl2, pH 4.2) and solution 2 (200 μM CaCl2 + 200 μM AlCl3, pH 4.2). Twenty-one days later, the roots of the plants were separated, stained and digitalized for analysis of the length and diameter of the main root. The experiment was conducted in a completely randomized design, in factorial (genotypes × doses) with three replications. A significant interaction occurred between genotype and dose for length and width of the main root, and the results presented in average, a significant difference for most genotypes. The means of main root length in the absence and presence of aluminum were not significant for D62 (U. decumbens cv. Basilisk), CD24-45 and R46. Means were not significant for the diameter of the main root for CD24-2, CD24-27 and D62. Genotype D62 was the only one classified as tolerant to aluminum and R50 the only one classified as sensitive. Most evaluated genotypes showed medium to low tolerance. This classification was based on confidence intervals (IC 99%) for the mean of the relative tolerance indices estimated for length and diameter of the main root. These results can be used in the choice of progenitors aiming at developing segregating populations for studies of inheritance and mapping of genes and/or loci related to aluminum tolerance in Urochloa.; 2011

Características produtivas e nutricionais do pasto em sistema agrossilvipastoril, conforme a distância das árvores.

PACIULLO, D. S. C.; GOMIDE, C. A. de M.; CASTRO, C. R. T. de; FERNANDES, P. B.; MULLER, M. D.; PIRES, M. de F. A.; FERNANDES, E. N.; XAVIER, D. F.
Fonte: Pesquisa agropecuária Brasileira, Brasília, v.46, n.10, p.1176-1183, out. 2011 Publicador: Pesquisa agropecuária Brasileira, Brasília, v.46, n.10, p.1176-1183, out. 2011
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.94%
Os objetivos deste trabalho foram avaliar os efeitos de árvores dispostas em renques sobre as características produtivas e nutricionais de Urochloa decumbens e identificar a distância média, na qual ocorre o melhor aproveitamento do sombreamento moderado, em um sistema agrossilvipastoril. Os tratamentos consistiram em distâncias dos pontos de observação ao renque das árvores (0, 3, 6, 9, 12 e 15 m) e foram distribuídos em blocos ao acaso, com quatro repetições. A densidade de perfilhos e a massa e a taxa de acúmulo de forragem e a composição química do pasto foram avaliadas. A densidade de perfilhos, a massa e a taxa de acúmulo de forragem aumentaram com a distância do renque, com valores máximos de 392 perfilhos m-2, 1.347 kg ha-1 e 30,1 kg ha-1 por dia, respectivamente, a 9,1, 10,4 e 8,8 m de distância. Os teores de fibra em detergente neutro não variaram com a distância, enquanto os de fibra em detergente ácido e os de lignina variaram, mas sem um padrão definido de resposta. Os teores de proteína bruta diminuíram quadraticamente com a distância do renque e apresentaram valor máximo sob a copa das árvores (9,8%) e mínimo a 13,5 m de distância (6,5%). A região entre 7 e 10 m de distância do renque apresentou maior benefício da sombra moderada sobre as características do pasto.; 2011

Dinâmica da serapilheira em pastagens de braquiária em sistema silvipastoril e monocultura.

XAVIER, D. F.; LEDO, F. J. da S.; PACIULLO, D. S. C.; PIRES, M. de F. A.; BODDEY, R. M.
Fonte: Pesquisa agropecuária Brasileira, Brasília, v.46, n.10, p.1214-1219, out. 2011 Publicador: Pesquisa agropecuária Brasileira, Brasília, v.46, n.10, p.1214-1219, out. 2011
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.94%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da introdução de leguminosas arbóreas e eucalipto em pastagens de braquiária (Urochloa decumbens cv. Basilisk), na dinâmica da serapilheira. O estudo foi realizado em sistema silvipastoril e em monocultura, em 12 meses. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com seis repetições e cinco animais por piquete. Foram avaliadas a serapilheira existente e a depositada. A serapilheira existente teve média anual de 5.038 e 3.944 kg ha-1, no sistema silvipastoril e na monocultura, respectivamente. O sistema silvipastoril causou um acréscimo significativo na serapilheira depositada. A quantidade de nitrogênio da serapilheira depositada foi maior no sistema silvipastoril, do que na monocultura, respectivamente, 228 kg ha-1 por ano e 107 kg ha-1 por ano. A presença de leguminosas e de eucalipto em sistema silvipastoril proporcionou aumentos nas quantidades de nitrogênio, comprovados pela análise isotópica de 13C, e matéria seca de serapilheira. Incrementos na produção de serapilheira rica em nitrogênio pode contribuir para a sustentabilidade das pastagens de braquiária a longo prazo.; 2011

Demografia e densidade de perfilhos de capim-braquiária sob pastejo em lotação intermitente.

PORTELA, J. N.; PEDREIRA, C. G. S.; BRAGA, G. J.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasília, v.46, n.3, p.315-322, mar. 2011. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasília, v.46, n.3, p.315-322, mar. 2011.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.94%
Resumo ? O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de intensidades de pastejo e de frequências de desfolha na demografia e densidade de perfilhos de capim-braquiária (Urochloa decumbens syn. Brachiaria decumbens) sob lotação intermitente. Foram avaliados duas intensidades de pastejo (5 e 10 cm de altura pós-pastejo) e duas frequências de desfolha (período de descanso até que o dossel atingisse 95 e 100% de interceptação luminosa, IL), de agosto de 2007 a agosto de 2008. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, em arranjo fatorial com quatro repetições. Avaliaram-se as densidades populacionais e as taxas de aparecimento e sobrevivência de perfilhos basais (DPPb, TAPb e TSPb, respectivamente) e aéreos+basais (DPPab, TAPab e TSPab). As maiores TAPb e TAPab, no outono, foram obtidas nos pastos desfolhados a 10 cm. Porém, no final da primavera e no verão, a intensidade de 5 cm resultou em maiores taxas, que promoveram maior DPPb. No verão, a TSPb foi maior para pastos manejados à intensidade de 10 cm. O manejo da pastagem que resulta em maiores DPPab, TAPab e TSPab, durante as épocas de rápido crescimento dos pastos, é o de 10 cm de intensidade de pastejo e 95% de IL de frequência de desfolha.; 2011

The Allelopathic Effect of Eucalyptus Leaf Extract on Grass Forage Seed

Carvalho,F.P.; Melo,C.A.D.; Machado,M.S.; Dias,D.C.F.S.; Alvarenga,E.M.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 EN
Relevância na Pesquisa
47.06%
This study aimed to evaluate the allelopathic effect of various concentrations of an aqueous extract of eucalyptus leaves on Urochloa decumbens and Panicum maximum seeds. The extract was prepared from Eucalyptus urograndis leaves that were milled and mixed with distilled water in a 1:9 milled leaves: water ratio to obtain an extract with a defined concentration of 100%. In addition, dilutions of 50%, 25% and 12.5% were prepared, and a 0% dilution was used as a control. The experiment followed a completely randomized design, with four replicates, each of 50 seeds of U. decumbens and 50 seeds of P. maximum, arranged on filter paper moistened with each concentration of extract in a Gerbox plastic box. The results demonstrated the allelopathic potential of E. urograndis aqueous extracts applied to the seeds of U. decumbens and P. maximum. The 50% and 100% concentrations of leaf extract most strongly inhibited the germination, vigor and seedling growth of U. decumbens and P. maximum. The germination speed index and the root length were the characteristics that were most affected by the potentially allelopathic substances contained in the eucalyptus extracts at all concentrations.

Grass Weeds Interfering with Eucalypt: Effects of the Distance of Coexistence on the Initial Plant Growth

Graat,Y.; Rosa,J.O.; Nepomuceno,M.P.; Carvalho,L.B.; Alves,P.L.C.A.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 EN
Relevância na Pesquisa
47.28%
Two experiments were carried out to evaluate the initial plant growth of Eucalyptus urograndis growing in coexistence with Urochloa decumbens and U. ruziziensis. In 100-L box, one plant of U. decumbens or U. ruziziensis grew in coexistence with one plant of E. urograndis clones C219H or H15, respectively, in the distances of 0, 5, 10, 15, 20, 25, 30, 35, and 40 cm from the crop. After 30, 60, 90 (both clones), and 150 days (just for H15), growth characteristics were evaluated. Plants of both clones, growing in weed-free situations, showed a better growth and development than plants that grew in weedy situations, independently of the distance, having the highest plant height, stem diameter, dry mass of stem, and dry mass of leaves. As the same way, the number of branches, number of leaves, and leaf area of the clone C219H were similarly affected. Urochloa ruziziensis reduced the dry mass accumulation of stem and leaves by the rate of 0.06 and 0.32 g per plant, respectively, per each centimeter growing nearest to the crop, while U. decumbens reduced by 0.03 and 0.14 g per plant. The interference of U. decumbens and U. ruziziensis with E. urograndis is more intense when weedy plants grow in short distances from the crop.

Rela??es luminosas e desempenho do capim-braqui?ria em sistema agrossilvipastoril; Light relations and performance of signalgrass in silvopastoral system

Rodrigues, Cynara Oliveira Diniz
Fonte: UFVJM Publicador: UFVJM
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
47.07%
Os sistemas silvipastoris integram ?rvores, pastagem e animal sendo excelente alternativa de renda com pr?tica ambientalmente correta para os produtores rurais. No entanto, promove modifica??es na produ??o e qualidade do pasto, assim como na quantidade e qualidade da luz no sub-bosque. Portanto, o objetivo deste trabalho foi avaliar a influ?ncia dos diferentes arranjos espaciais das ?rvores e locais de amostragem na quantidade e qualidade da luz no sub-bosque e sua influ?ncia na produ??o e composi??o bromatol?gica da forragem. O trabalho foi conduzido na Fazenda Experimental de Santa Rita (FESR) pertencente ? Empresa de Pesquisa Agropecu?ria de Minas Gerais (EPAMIG), no per?odo de novembro de 2011 a abril de 2012. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso com esquema fatorial 3?4, com parcelas subdivididas. As parcelas foram representadas pelos arranjos espaciais de eucalipto (20?(3?2) m, 9?(2?2) m e 9?2 m) e os locais de amostragem (centro e lateral da entrelinha) e as subparcelas os ciclos de corte. Para a produ??o de massa seca do sistema, nas parcelas foram alocados os arranjos espaciais do eucalipto e nas subparcelas os ciclos de corte. Foi utilizado um sistema silvipastoril implantado em junho de 2008, em ?rea de pastagem degradada com predomin?ncia de Urochloa decumbens. Foram realizados quatro cortes sendo o primeiro em novembro de 2011 e os demais em janeiro/mar?o/abril 2012. Realizou-se monitoramento da radia??o fotossinteticamente ativa...