Página 1 dos resultados de 203 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Accountability horizontal nos relatórios de gestão de universidades federais brasileiras; Horizontal Accountability in the Management Reports of Brazilian Federal Universities

Fontenele, Ricardo André Macêdo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
96.65%
O objetivo desta pesquisa foi verificar o nível de Accountability Horizontal dos Relatórios de Gestão das Universidades Federais Brasileiras apresentados ao Tribunal de Contas da União (TCU), como instrumento de avaliação de resultados pré-estabelecidos no orçamento da União, avaliando a adequação dos relatórios às dimensões de Accountability informacional, justificação e enforcement. Por intermédio do método de análise de conteúdo, utilizou-se de técnicas de tipologia textual da teoria linguística para classificar o nível de Accountability dos relatos das realizações da ação orçamentária 4009 dos Relatórios de Gestão das Universidades Federais em informacional (1º nível) ou em justificação (2ª nível), assim como para verificar se os normativos do TCU contribuíram com Enforcement (3º nível) para o aumento do nível de Accountability Horizontal. Análise dos RG e dos Normativos procedeu-se pela elaboração, com base na teoria revisada, e aplicação de duas matrizes: "Matriz de Análise da Dimensão Responsabilidade da Ação 4009" e a "Matriz de Análise da Dimensão Enforcement dos normativos do TCU sobre os Relatórios de Gestão das Universidades Federais". Ao final das análises, considerando os resultados da aplicação das duas matrizes...

Universidades federais brasileiras : uma contribuição à discussão sobre crise e declínio nas organizações

Sá, Raquel Cristina Radamés de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Relevância na Pesquisa
76.39%
Trata do problema da crise e declínio nas organizações. Aborda os fatore condicionantes de uma situação de declínio bem com as suas consequências no interior das organizações. Apresenta um estudo exploratório sobre as Universidades Federais Brasileiras

REUNI E AS FONTES DE FINANCIAMENTO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS BRASILEIRAS

SOARES, THIAGO COELHO; SERRA, FERNANDO ANTONIO RIBEIRO; PEREIRA, MAURICIO FERNANDES; MAZON, GISELE
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.65%
Este artigo consiste, objetivamente, em uma verificação do custo por aluno das universidades federais brasileiras comparativamente ao custo por aluno matriculado nas ações do REUNI. Para tanto, foram coletados documentos do Ministério da Educação (MEC) referente ao Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Brasileiras (REUNI) e os gastos com as universidades federais. Assim, esta pesquisa teve caráter qualitativo e quanto aos fins pode ser considerada descritiva. Os resultados da pesquisa mostram que o custo por aluno de R$5.981 das universidades federais é 4,25 vezes maior do que os R$1.400 que representa o custo por aluno do REUNI. Este custo do REUNI também é muito abaixo comparando com o custo por aluno de qualquer país americano. Os gastos com o REUNI referente a investimento e custeio deve ser de 1,565 bilhão em 2009. Este valor representa 3,86% do orçamento total do Ministério da Educação e 10,2% di valor a ser repassado as universidades federais. Isto mostra que a expansão da educação superior brasileira está mais parecida com a expansão japonesa, focada no volume de instituições de ensino superior particulares, contrapondo ao sistema norte-americado.

Uma metodologia de avaliação da eficiência produtiva de universidades federais brasileiras

Belloni, José Angelo
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 245f.| il., tabs. +
POR
Relevância na Pesquisa
76.69%
Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico.; Esta tese trata da avaliação do desempenho de universidades federais brasileiras sob o ponto de vista do critério da eficiência produtiva. Foi elaborada uma metodologia de avaliação da eficiência produtiva, através da construção de indicadores da eficiência produtiva, que respeitam os princípios e características da avaliação institucional, e propõem ações e estratégias que conduzem a um aumento da produtividade da universidade. A metodologia desenvolvida consiste no uso interativo de técnicas estatísticas e Análise por Envoltória de Dados (DEA) e foi testada em um estudo de caso relativo às universidades federais brasileiras. Foram construídos um conjunto de indicadores da qualidade da pós-graduação e da pesquisa e um indicador da qualidade da graduação. Propriedades da técnica DEA permitiram considerar conjuntamente variáveis representativas das várias dimensões que caracterizam as atividades universitárias em uma análise global da instituição e, ao mesmo tempo, contemplar características próprias de cada universidade, em respeito à sua identidade institucional. Seis das 33 universidades federais avaliadas foram consideradas tecnicamente eficientes. Para cada uma das demais instituições a metodologia identificou ações e estratégias de melhoria da produtividade. Verificou-se que a propriedade de retornos constantes à escala de operação não se aplica às universidades federais. A agregação das metas de produção de todas as universidades permitiu a estimação de um limite superior para o crescimento da produção total de resultados no conjunto das universidades federais. As maiores possibilidades de crescimento da produtividade concentram-se em alterações nos projetos acadêmicos da maioria das universidades...

Gestão das universidades federais brasileiras

Pessoa, Maria Naiula Monteiro
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xvii, 343 f.| il., grafs., tabs. +
POR
Relevância na Pesquisa
76.54%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico.; Face as atuais dificuldades inerentes à gestão nas universidades federais brasileiras, abrangendo desde a escassez de recursos à rigidez da estrutura administrativa, associada à escassa literatura acerca de trabalhos na área de gestão universitária, o propósito do presente estudo é o de desenvolver um modelo de gestão para as universidades federais brasileiras, fundamentado no Balanced Scorecard (BSC), voltado ao monitoramento, de forma integrada, das diversas iniciativas organizacionais, no sentido de auxiliar na racionalização do uso dos recursos humanos e materiais disponíveis. No intuito de verificar a funcionalidade desse modelo, bem como evidenciar possíveis dificuldades e limitações no que se refere à sua implementação, fez-se uma aplicação piloto na Universidade Federal do Ceará. Essa aplicação corroborou um conjunto de expectativas que afloraram quando da formulação do modelo. Constatou-se que, apesar das dificuldades na implementação de alguns dos passos estabelecidos na arquitetura do modelo proposto, sua aplicação é possível e viável. Esse resultado é uma conseqüência do propósito assumido, quando do desenho do modelo...

Configurações estratégicas em universidades federais brasileiras

Freitas, Ieda Maria Araujo Chaves
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 280 f.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
76.6%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; A tese defende que, com base na abordagem da configuração, é possível analisar o comportamento estratégico de universidades federais brasileiras no processo de adequação ao contexto ambiental, ao longo do tempo. A pesquisa foi desenvolvida com base na abordagem qualitativa e descritiva para análise dos fenômenos observados. Foi utilizado o estudo multicasos em três universidades federais brasileiras: a Universidade Federal de Santa Catarina; a Universidade Federal do Ceará e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Os dados foram coletados utilizando-se fontes primárias, através de entrevistas semi-estruturadas, aplicadas com os representantes da coalizão dominante das três universidades. As fontes secundárias foram constituídas por: livros, periódicos, relatórios, documentos legais (Regimentos e Estatutos) e Resoluções. O período de abrangência da pesquisa foi 28 anos, envolvendo as décadas de 70, 80 e 90. Um modelo de análise foi construído com o embasamento das Teorias da Administração que se mostrou válido para a análise das configurações estratégicas em universidades e organizações não universitárias. Os resultados alcançados revelaram que o conceito de configuração estratégica de adaptação reativa...

Categorias de análise de clima organizacional em universidades federais brasileiras

Rizzatti, Gerson
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 305 f.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; O presente trabalho objetivou estabelecer e validar um conjunto de componentes e seus respectivos indicadores com a finalidade de compor as categorias de análise do clima organizacional, no âmbito das universidades federais da região sul do Brasil. Para o desenvolvimento da pesquisa, foi utilizado o método dedutivo, desenvolvendo-se o estudo do clima organizacional, seqüencialmente, pela predicação de suas categorias e respectivos componentes e indicadores Considerando esta abordagem, o trabalho de campo foi realizado nas Universidades Federais de Santa Catarina, de Santa Maria e do Paraná. Participaram da amostra, três informantes-chave de cada universidade, selecionados entre servidores com tempo de serviço superior a 20 anos em instituições de ensino superior, com vasto conhecimento sobre o assunto e larga experiência acadêmico-administrativa no âmbito de universidades. A pesquisa teve início com a sistematização de um conjunto de componentes por categoria, para a análise de clima nas universidades federais. Após a sistematização, verificou-se, junto aos informantes-chave das universidades selecionadas...

Planejamento das Atividades de Auditoria Interna nas Universidades Federais Brasileiras: apresentação do embasamento normativo.

Platt Neto, Orion Augusto; Cruz, Flávio da; Vieira, Audi Luiz
Fonte: INPEAU Publicador: INPEAU
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.58%
Este artigo apresenta um enfoque normativo sobre o planejamento anual que deve ser realizado nas unidades de auditoria interna componentes da estrutura administrativa das universidades federais brasileiras. Deste modo, o objetivo do artigo é apresentar as normas relativas à elaboração e ao acompanhamento da execução do plano anual de atividades de auditoria interna, que devem ser seguidas pelas universidades federais. Esta se trata de uma pesquisa aplicada, de natureza qualitativa e de caráter exploratório. O âmbito da pesquisa é restrito às instituições dedicadas ao ensino superior, componentes da administração indireta na esfera federal brasileira. Foi utilizada a análise documental da legislação brasileira sobre controle e auditoria interna na administração pública. A pesquisa que embasou o artigo justifica-se, entre outros motivos, como contribuição à literatura da área, que sofre de escassez quanto às referências direcionadas para a auditoria interna nas universidades. Como resultados, foram apresentadas as bases normativas mais recentes que regulam as o planejamento das atividades das unidades de auditoria interna nas universidades federais, bem como a elaboração do Plano Anual de Atividades da Auditoria Interna (PAINT). As ações de auditoria interna nas universidades federais têm sua base normativa derivada da Constituição Federal de 1988...

Gestão das Universidades Federais Brasileiras

Souza, Irineu Manoel de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 399 f.| grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
76.58%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2009; As transformações no âmbito das organizações complexas exigem novas formas de gestão, maior flexibilidade organizativa, com sistemas decisórios mais participativos. Essas transformações requerem a busca da melhoria da qualidade nas estruturas e processos administrativos. As instituições universitárias continuam a enfrentar demandas que as teorias organizacionais tradicionais não conseguem atender. Nesse contexto, questiona-se qual a contribuição da gestão do conhecimento para a gestão das IFES. A partir do cenário evidenciado, sugere-se identificar as efetivas contribuições da gestão do conhecimento para a excelência da gestão das universidades federais. Como metodologia de estudo, além da abordagem quantitativa, foi adotada a abordagem qualitativa. Na pesquisa quantitativa, foi utilizada a modalidade survey, por meio de aplicação de questionário às 53 (cinquenta e três) Universidades Federais Brasileiras, criadas e consolidadas até o ano de 2008, inclusive. Na abordagem qualitativa foram efetuadas entrevistas semi-estruturadas com os reitores...

Contribuições do plano de desenvolvimento institucional e do planejamento estratégico na gestão de universidades federais brasileiras

Silva, Júlio Eduardo Ornelas
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 150 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
76.62%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração, Florianópolis, 2013; A educação superior é uma área social que contribui significativamente para o desenvolvimento tecnológico e científico de uma nação, sendo responsável pelo ingresso de países na sociedade do conhecimento. No Brasil, as universidades exercem grande influência nesse contexto, por concentrar, além da formação de profissionais de excelência, a pesquisa nas diversas áreas da ciência. Essas instituições, por muito tempo, passam por problemas em suas gestões, ora em decorrência da falta de recursos, ora pela baixa capacidade de gestão. A partir de 2004, legislações federais determinaram a prática do planejamento em instituições de educação superior, por meio do Plano de Desenvolvimento Institucional - PDI, visando a melhoria da educação superior brasileira. Por não haver uma cultura de planejamento nas universidades, essas instituições estão aprendendo a planejar, e algumas inclusive, dizem fazer também o planejamento estratégico. Com menos de dez desde o início da obrigatoriedade do PDI, e por não haver pesquisas científicas sobre planejamento nas universidades federais...

Um modelo para avaliar o impacto da assimetria de informação na gestão de organizações sociais com aplicação às universidades federais brasileiras

França, José Mairton de F.
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 174 f.| grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
76.53%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; Nesta pesquisa é desenvolvido um modelo de avaliação do impacto da assimetria de informação na gestão de organizações sociais. Modelos de Análise Envoltória de Dados (DEA) alternativos foram estimados, com base nos fundamentos da Economia da Informação, de maneira que expressem os objetivos dos diferentes membros de uma organização: Principal e Agente. Os multiplicadores estimados são entendidos como as valorações atribuídas, pelo Principal e pelo Agente, aos insumos e produtos nos processos produtivos sociais. Nesse sentido, um terceiro modelo DEA com assimetria de informação (DEA-AI), que incorpora os diferenciais entre essas valorações, é desenvolvido e aplicado. A aplicação é feita mediante o caso do sistema de universidades federais brasileiras, nas quais o Ministério da Educação (MEC) é tratado como Principal e os reitores das universidades federais são tratados como Agentes. Verificou-se que o Modelo DEA-AI é hábil em avaliar o impacto da assimetria de informação na gestão de universidades federais.

Motivação como ferramenta para a gestão das universidades federais brasileiras

Sales, Sóstenes Diniz
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: vii, 206 f.| il., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
76.65%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção; Esta tese tem por objetivo a construção de um modelo de gestão voltada à motivação de pessoal que auxilie líderes de instituições federais brasileiras de ensino superior no atendimento aos objetivos organizacionais. A pesquisa iniciou com um levantamento dos conceitos aplicados ao processo de liderança, inclusive fora do contexto universitário. As divergências e pontos em comum entre os diversos autores analisados foram sistematicamente categorizados. Partiu-se então para uma investigação de modelos de gestão bem sucedidos vigentes em universidades federais brasileiras, identificando possíveis estratégias que os gestores utilizavam para proporcionar maior motivação aos liderados. Foram realizadas entrevistas em três universidades federais, basicamente com relação aos postos de liderança ocupados pelo reitor, por diretores de centro e por chefes de departamento. Tanto os gestores como os respectivos subordinados foram questionados quanto à opinião sobre a condução das atuais gestões, bem como a opinião quanto às características mais importantes que um gestor deveria possuir. Como decorrência da comparação entre as informações observadas no levantamento conceitual da literatura e os resultados da entrevista com gestores e servidores...

Perfil da produção científica dos docentes dos departamentos de Contabilidade das Universidades Federais do Sul do Brasil

Vieira, Amanda Martins
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: f.; 87 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.56%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Curso de Ciências Contábeis; As universidades federais brasileiras têm como uma de suas funções produzir e disseminar conhecimento, incentivando seus docentes a desenvolver e publicar trabalhos científicos. Nesse sentido, considera-se que os docentes dessas instituições constituem seu patrimônio intelectual e, por isso, devem contribuir com suas propostas. Sendo assim, esta pesquisa se propôs a responder a seguinte questão: Qual o perfil da produção científica dos docentes dos departamentos de Contabilidade das universidades federais brasileiras? O objetivo geral deste estudo é traçar o perfil da produção científica dos docentes vinculados aos departamentos de Contabilidade de três universidades federais do Sul do Brasil (UFSC, UFPR, UFRGS) nos anos de 2008 e 2009. Quanto aos aspectos metodológicos, trata-se de pesquisa descritiva, tendo abordagem qualitativa do problema e fazendo uso de dados secundários, visto que foram extraídos da Plataforma Lattes dos docentes. Este estudo configura-se como pesquisa documental tendo os dados sido tratados por meio da técnica de análise de conteúdo. Os principais resultados revelaram que: (i) foram identificados 117 veículos em que os docentes publicaram trabalhos...

OS MODELOS DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E PLANOS DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL EM UNIVERSIDADES FEDERAIS BRASILEIRAS

Silva, Julio Eduardo Ornelas; Cunha, José Paulo da; Medeiros, Cinthia Alexsandra de; Melo, Michelle Bianchini de; Koslosky, Mariana; Ramos, Alexandre Moraes
Fonte: INPEAU Publicador: INPEAU
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
86.53%
Realizou-se neste artigo a análise dos modelos de planejamento estratégico e planos de desenvolvimento institucional de oito universidades federais brasileiras, sendo elas: Universidade Federal de Alagoas, Universidade Federal do Amapá, Universidade Federal da Grande Dourados, Universidade Federal do Maranhão, Universidade Federal de Minas Gerais, Universidade de Brasília, Universidade Federal do Pará e Universidade Federal de Santa Catarina. Para concretização do estudo, foram realizadas análises por meio da interpretação de documentos e entrevistas com os gestores destas instituições. Percebeu-se que as universidades possuem padrões de comportamentos semelhantes, no que diz respeito ao objeto do estudo, umas seguindo modelos próprios de planejamento estratégico e outras cumprem apenas as exigências legais ao elaborarem seus planos de desenvolvimento institucional. Contudo, é notável a preocupação das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) em criar uma visão de futuro, tornando suas universidades cada vez mais competitivas.

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E ADMINISTRAÇÃO DE PROJETOS EM UNIVERSIDADES FEDERAIS BRASILEIRAS

Silva, Julio Eduardo Ornelas; Seemann, Daniel Kurten; Melo, Michelle Bianchini de; Amante, Cláudio José; Ramos, Alexandre Moraes; Silva, Gabriela Tavares da
Fonte: INPEAU Publicador: INPEAU
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.46%
O planejamento estratégico é um meio pelo qual uma organização define o seu futuro, indicando os meios para se chegar aos objetivos e conquistar a visão pretendida. A sua prática contribui para o autoconhecimento institucional, e proporciona mudanças na condução das suas práticas de modo a trazer efetividade e estratégia. Um bom planejamento exige que sua elaboração seja conduzida de maneira correta, e a administração de projetos pode contribuir no processo de elaboração, por possuir diretrizes sistemáticas com início, meio e fim. O presente artigo tem por objetivo verificar se a construção dos planejamentos estratégicos de universidades federais brasileiras apresentam características da administração de projetos. Para responder ao objetivo, foram realizadas entrevistas in loco com gestores de universidades federais que participaram do processo de elaboração do planejamento estratégico de suas instituições. Os resultados indicam que os planejamentos são estratégicos e que o início e a finalização do processo apresentam características da administração de projetos, no entanto, a condução do processo, ou os meios, são divergentes, acarretando dificuldades na aceitação e implementação do planejamento estratégico institucional.

Indicadores para a avalilação da gestão das universidades federais brasileiras : um estudo da influência dos gastos sobre a qualidade das atividades acadêmicas do período 1998-2006

Fernandes, José Lúcio Tozetti
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
76.58%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, 2009.; Em um ambiente no qual é crescente a demanda pela prestação de contas das ações do Estado quanto ao atendimento das necessidades da população e à melhoria do bem-estar social, é esperada uma postura das universidades federais, como instituições públicas, que maximizam a alocação dos recursos públicos e a prestação de serviços acadêmicos de qualidade à sociedade. Nesse sentido, o emprego de indicadores é ferramenta útil no auxílio do monitoramento e da transparência dos atos dos gestores públicos. Esta pesquisa analisa a relação dos gastos executados pelas universidades federais brasileiras com a qualidade das atividades de ensino, de pesquisa e de extensão no período de 1998 a 2006. Para alcançar o objetivo proposto, foram desenvolvidos conjuntos de indicadores que revelaram a qualidade das atividades acadêmicas e a forma de gastos das universidades. Com os indicadores desenvolvidos, foram calculados 180 modelos para a detecção das relações entre a qualidade e os gastos das universidades. De maneira geral, os resultados da pesquisa mostram que as universidades responsáveis por maiores gastos correntes apresentaram pior qualidade das atividades de ensino na graduação...

Uma avaliação estratégica da situação de crise e mudança das universidades federais brasileiras

Sleutjes, Maria Helena Silva Costa
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
76.74%
Este trabalho de dissertação trata da administração universitária na área do governo federal. A pesquisa realizada investiga a situação de crise e mudança das Universidades Federais Brasileiras, através de três instmmentos: pesquisa bibliográfica que compõe a base teórica da investigação; entrevistas tendo como amostra a opinião de dirigentes universitários das Universidades Federais localizadas no Rio de Janeiro, quais sejam: Universidade Federal do Rio de Janeiro: Universidade Federal Fluminense: Universidade do Rio de Janeiro e Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro; e um questionário fechado contendo questões pontuais sobre a situação de crise das Universidades Federais Brasileiras, também aplicado ao mesmo gmpo entrevistado. O estudo realizado aborda questões relevantes para a compreensão da crise nestas instituições tais como: missão das Universidades Federais Brasileiras; Ensino, Pesquisa e Extensão e sua indissociabilidade; a relação Governo - Universidades Federias Brasileiras: a relação Universidade -Sociedade; diferenças entre ensino superior público e privado no país; a questão da gratuidade nas Universidades Federais no Brasil; a massificação do ensino superior; a questão do corporativismo; a autonomia universitária...

Trabalho e saúde: um desafio para a gestão de pessoas da Universidade Federal do Tocantins

Mesquita, Tássia Reury da Piedade
Fonte: Universidade Federal do Tocantins; BR; Programa de Pós-Graduação em Gestão de Políticas Públicas - Gespol; Palmas Publicador: Universidade Federal do Tocantins; BR; Programa de Pós-Graduação em Gestão de Políticas Públicas - Gespol; Palmas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.62%
The context of constant transformations on the complex organizational environments require new forms of management, more flexible and participatory structures. The universities face difficulties that the main traditional organizing principles do not solve. In this plot, it is emphasized the importance of having a consolidated human resources management policy in these institutions, in order to establish a humanized organizational structure committed in promoting the health of servers. This research seeks to answer how is developed people management policy of the Federal University of Tocantins (UFT) in relation to health promotion actions of its employees. Specifically, sought to analyze how the Personnel Management from UFT puts into practice the promotion of health of your servers. Monitor the process of creating the Pro-Rectory of Personnel Management and Development to make a better management of issues relating to the health of your servers; and study the policies of people management, that are already well succeeded in others Brazilian federal universities, with a focus on actions aimed at promoting the health of servers. It is a study of case from the type observational exploratory, primarily qualitative. Participated two population groups: one compound of eight servers from the UFT involved with the creation of the Pro-Rectory of Personnel Management and Development...

Conciliando administração de projetos com planejamento estratégico na gestão de universidades federais brasileiras

Silva, Julio Eduardo Ornelas; Seemann, Daniel Kurten; Melo, Michelle Bianchini de; Amante, Cláudio José; Ramos, Alexandre Moraes; Silva, Gabriela Tavares da
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2014 POR
Relevância na Pesquisa
76.46%
http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2014v7n3p93O planejamento estratégico é um meio pelo qual uma organização define o seu futuro, indicando os meios para se chegar aos objetivos e conquistar a visão pretendida. A sua prática contribui para o autoconhecimento institucional, e proporciona mudanças na condução das suas práticas de modo a trazer efetividade e estratégia. Um bom planejamento exige que sua elaboração seja conduzida de maneira correta, e a administração de projetos pode contribuir no processo de elaboração, por possuir diretrizes sistemáticas com início, meio e fim. O presente artigo tem por objetivo verificar se a construção dos planejamentos estratégicos de universidades federais brasileiras apresentam características da administração de projetos. Para responder ao objetivo, foram realizadas entrevistas in loco com gestores de universidades federais que participaram do processo de elaboração do planejamento estratégico de suas instituições. Os resultados indicam que os planejamentos são estratégicos e que seus escopos possuem muitas características da administração de projetos, no entanto, a condução do processo, ou os meios, são divergentes, acarretando dificuldades na aceitação e implementação do planejamento estratégico institucional.

Contribuições do PDI e do Planejamento Estratégico na gestão de Universidades Federais

Silva, Júlio Eduardo Ornelas; Universidade Federal de Santa Catarina; Melo, Pedro Antônio de; Ramos, Alexandre Moraes; Amante, Cláudio José; Silva, Flora Moritz da; UFSC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 09/09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
76.45%
http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2013v6n3p269Este artigo pretendeu analisar as contribuições do Plano de Desenvolvimento Institucional e do Planejamento Estratégico na gestão de universidades federais brasileiras, no qual foram realizadas análises documentais e entrevistas in loco em oito universidades federais, sendo a UFAL, a UFGD, a UFMA, a UFMG, a UFPA, a UFSC, a UnB e a UNIFAP. As características das universidades estudadas são peculiares, no entanto, a experiência dos gestores entrevistados evidenciou que tanto o PDI quanto o planejamento estratégico trazem contribuições para a gestão das universidades, ao possibilitar o autoconhecimento, o delineamento de metas, objetivos e estratégias, propiciando um rumo às universidades e, em alguns casos,  trilhando o futuro com uma visão competitiva.ESTA PESQUISA RECEBEU APOIO E FINANCIAMENTO DA CAPES/OBEDUC.