Página 1 dos resultados de 46991 itens digitais encontrados em 0.075 segundos

Repositório Institucional em uma Universidade Pública Brasileira: a experiência da Universidade de São Paulo

Ferreira, Sueli Mara S. P.; Abdalla, Eidi Raquel F.; Gomi, Edson S.; Haar, Ewout Ter; Dudziak, Elisabeth; Fischi, Rosa Maria
Fonte: Universidade do Minho; Braga Publicador: Universidade do Minho; Braga
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
75.56%
A experiência com a construção de um Repositório e uma Política Institucional de Acesso Aberto à Produção Técnico-Científica, Artística e Didática da Universidade de São Paulo (USP) é o desafio apresentado neste trabalho. Tendo em vista que a USP ocupa posição de liderança na América Latina conforme ranking internacional de produção científica, congrega 5.732 docentes e mais de 80 mil alunos de graduação e pós-graduação, e tem seu sistema de informação composto por 43 bibliotecas distribuídas em diferentes campi na capital e em diversas cidades do interior do estado de São Paulo, foram necessárias múltiplas e complexas estratégias para a mudança de paradigma e inserção no cenário atual do acesso aberto. Dentre elas, podem ser citadas a composição de grupo multiplicador composto de professores e bibliotecários, criação de espaço de referência cobrindo temas diversificados sobre o acesso aberto, workshop e palestras diversas realizadas em variados campi e bibliotecas, fórum aberto para discussão do acesso aberto na USP e elaboração de carta de intenções em fase de assinatura e endosso pela comunidade uspiana. Paralelo a essas atividades, que buscaram o envolvimento da comunidade...

Implantação e resultados de programa de qualidade em universidade pública: estudo de caso da Universidade de São Paulo; Implementation and results of a quality program at a public university: case study of the University of São Paulo

Miranda, Olga Maria Zulzke de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
65.68%
Esta tese teve como objetivo realizar uma retrospectiva histórica do processo de implantação e dos resultados de um Programa de Qualidade e Produtividade, aplicado a uma universidade pública. A contribuição desta tese é relevante pela sistematização de um grande conjunto de dados dispersos que, organizados, preservam a memória desse Programa na Universidade de São Paulo (USP), dão transparência às ações de um órgão público e propiciam o aprendizado organizacional. Metodologicamente é caracterizado como um estudo de caso, de natureza exploratória com abordagem qualitativa, abrangendo, com maior ênfase, o período de 1996 a 2006. Utilizaram-se levantamentos de dados primários, com entrevistas a docentes exdirigentes e funcionários técnicos administrativos da USP e pesquisa documental. Acrescidos com a observação participante da pesquisadora, foram evidenciados aspectos relativos ao contexto em que foi instituído, seu processo, conteúdo, resultados e avaliação sobre o Programa, segundo percepção dos entrevistados. Os achados desta pesquisa mostraram a influência do Programa de Qualidade em aspectos tangíveis e intangíveis da organização. São tangíveis os aumentos das relações alunos por professor e alunos por funcionários...

O trabalho acadêmico do professor universitário no processo de desenvolvimento do espaço público na universidade federal : um estudo de caso na Universidade Federal de Santa Catarina e na Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Búrigo, Carla Cristina Dutra
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.7%
A presente pesquisa é um estudo de caso de natureza qualitativa, com apoio nos pressupostos teóricos do materialismo histórico. Tem por objetivo compreender como o trabalho acadêmico (o ensino, a pesquisa e a extensão) se manifesta no processo de organização, desorganização e de desenvolvimento do espaço público na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), nos últimos dez anos, com o avanço do neoliberalismo que incide sobre as Universidades, enfraquecendo os seus espaços públicos, e diante das relações vivenciadas pelo professor no processo de execução desse trabalho. Com base nas analises dos documentos pertinentes (leis, decretos, regimentos e outros), na literatura pesquisada, na experiência da investigadora e como profissional vinculada à UFSC, e nas entrevistas semi-estruturadas realizadas com os professores dessas Universidades, com respaldo nas distintas áreas de conhecimentos da CAPES, esta pesquisa se desenvolve a partir da tese de que, no exercício do trabalho acadêmico, o professor universitário tem possibilidades de, através das relações que estabelece com o seu trabalho, organizar, desorganizar, na perspectiva de desenvolvimento, diante das condições atuais de realização do trabalho...

Os jovens provenientes do segmento popular e o desafio do acesso à universidade pública: a exclusão que antecede o vestibular

Silva, Hilda Maria Gonçalves da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 188 f. : il., gráfs.
POR
Relevância na Pesquisa
75.61%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Educação Escolar - FCLAR; O presente trabalho tem como objetivo apreender os motivos que levam muitos dos jovens oriundos das escolas públicas de educação básica de nosso país a sequer prestarem os concursos vestibulares para o ingresso no ensino superior público. Ou seja, busca-se levantar as causas dessa abstenção por parte de um majoritário número de jovens oriundos das camadas menos favorecidas da população. O desenvolvimento dessa pesquisa de abordagem qualitativa, contou com a análise documental dos relatórios dos vestibulares da Unesp e com a aplicação de entrevistas junto a uma amostragem de estudantes e professores da 3ª série do ensino médio. Para alcançar os objetivos aqui propostos, tornou-se relevante entender o processo de construção da exclusão dos segmentos populares do acesso, primeiramente à educação fundamental e posteriormente aos níveis mais avançados de educação. Fez-se necessário, ainda, realizar uma digressão histórica acerca da trajetória de construção da caracterização do ensino superior público no Brasil. O aporte teórico utilizado é orientado pelos estudos de Robert Castel (1998) e Pierre Bourdieu (2008...

Reações da universidade pública a reforma administrativa do Estado

Freitas, Aparecida do Rocio
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 118 f. : il., gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
85.72%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciências Sociais - FCLAR; A presente tese versa sobre as reações da Universidade Pública a Reforma Administrativa do Estado. O objetivo é identificar as reações ocorridas na comunidade universitária, decorrente da proposta de transformações à Universidade Pública estabelecidas no Plano Diretor de Reforma do Aparelho do Estado, do Governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso. Aborda o movimento de redefinição da esfera pública (ressalta a Universidade) tendo por meta a reorganização desse espaço social, sob a égide da teoria gerencial que destaca a valorização da administração privada, a descentralização, a autonomia mas, com controle centralizado por resultados. Aborda também, as reações transformadas em ações nas Universidades Públicas. O corpus da pesquisa é documental, analítico-dedutiva. Depreende através desse estudo, que a comunidade universitária considera a proposta de Reforma Administrativa envolve a mercadorização da Universidade Pública. Isto é, um passo significativo que leva ao processo de privatização. A reação foi contrária ao projeto porém, buscou refletir e propor alterações com a finalidade de se adequar às novas exigências do contexto global. Em razão da natureza da Universidade Pública...

Desafios da universidade pública na hipermodernidade

Martelli, Carla Gandini Giani
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 151-177
POR
Relevância na Pesquisa
85.66%
This article supposes that the Brazilian public university has dilemmas and challenges due to a more complex process that affects the whole society: Brazil has to deal with specific problems of its modernization process, at the same time that it is under pressure by the new challenges that are resulted from the globalization process. Based on a specialized literature, the aim of this article is to show how this interweaving modern/hypermodern process is challenging Brazilian public university toward more and more complex and diversified demands.; Este artigo parte do pressuposto de que os dilemas e desafios por que passa a universidade pública brasileira são resultados de um processo mais amplo que atinge toda a sociedade: o Brasil tem que lidar com problemas específicos derivados de seu processo de modernização, ao mesmo tempo em que está pressionado pelos novos desafios que advém do processo de globalização hipermoderna. Num diálogo com a bibliografia especializada, o artigo tem como objetivo mostrar como essa imbricação moderno/hipermoderno coloca a universidade pública brasileira diante de demandas cada vez mais complexas e diversificadas.

Análise do processo de criação das atividades de ensino na implantação do Campus de Araranguá da Universidade Federal de Santa Catarina sob a ótica da gestão social

Perardt, Susany
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 242 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
65.69%
Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração Universitária, Florianópolis, 2013.; O tema deste trabalho repousa na discussão da gestão social no processo de expansão e interiorização da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) no âmbito do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Brasileiras (REUNI). A partir desta temática, o objeto de estudo desta pesquisa foi definido dentro de um recorte temporal e delimitado, especificamente, para uma dimensão da estrutura da Universidade pesquisada: o Campus de Araranguá. Assim, o objetivo geral foi analisar o processo de criação das atividades de ensino na implantação do Campus de Araranguá da Universidade Federal de Santa Catarina sob a ótica da gestão social. A Universidade Pública Federal, ao se constituir numa instituição social e num espaço público, visa o interesse público em detrimento ao interesse privado, por meio da participação de diferentes atores sociais no processo decisório e nas práticas da instituição, o que evidencia e fortalece a legitimidade da Universidade perante a sociedade na qual está inserida. A fundamentação teórica...

A universidade pública sob nova perspectiva

Chaui,Marilena
Fonte: Editora Autores Associados Publicador: Editora Autores Associados
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
65.68%
Afirma a universidade como instituição social, que exprime de maneira diferenciada a estrutura e o modo de funcionamento da sociedade. Critica a mudança sofrida pela universidade pública brasileira, nos últimos anos, definida pela reforma do Estado como organização social. Analisa as diferenças entre instituição social e organização social, exemplificando seus reflexos na universidade pública: contratos de gestão; avaliação por produtividade; flexibilidade, diminuição dos tempos de formação; docência como mera transmissão de conhecimentos e pesquisa operacional. Apresenta e discute o conceito de sociedade do conhecimento e a nova concepção de educação permanentes ou continuada, idéias básicas apresentadas pelos organismos internacionais para a modernização das universidades. Conclui apresentando os pontos que considera fundamentais para a mudança da universidade pública, na perspectiva da formação e da democratização: colocar-se contra a exclusão social; redefinir e afirmar a autonomia universitária; desfazer a confusão entre democratização do ensino superior e massificação; revalorizar a docência como processo de formação; revalorizar a pesquisa, orientando-a pela idéia de cidadania e exigindo o financiamento por fundos públicos redefinidos; adotar perspectiva claramente crítica com relação às idéias de sociedade do conhecimento e de educação permanente ou continuada.

Universidade pública e fundações privadas: a hegemonia privatista na produção de discurso e na apropriação dos recursos; Universities and private foundations: the privatist hegemony in the discourse production and the resources appropriation

Ramos, Giovane Saionara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
65.69%
Esta tese tem por finalidade analisar a atuação das fundações privadas ditas de apoio no interior da universidade pública ao intermediarem financiamentos para a execução de parte dos projetos e programas da instituição universitária e a forma como essa parceria se materializa sob a perspectiva de uma economia capitalista dependente e heterônoma. A regulamentação das fundações privadas e a sua relação com as universidades tem sido objeto de questionamento por parte dos movimentos docente e estudantil e, também pelos órgãos de controle, particularmente, o Tribunal de Contas da União (TCU) e a Controladoria Geral da União (CGU). Desde então, publicações e estratégias de enfrentamento à privatização da universidade vêm sendo articuladas às lutas mais gerais das IFES, IEES e dos movimentos sociais, embora a presença desses entes privados tenha encontrado respaldo numa parcela expressiva da comunidade universidade para prosseguir nos seus objetivos. A questão crucial e que muitos dos defensores desses entes privados não reconhecem publicamente é que determinados contratos e convênios realizados por meio dessas fundações afrontam os princípios do direito público previstos na Constituição Federal e...

Pelo direito ao grito : as lutas silenciadas da Universidade Pública Haitiana por reconhecimento, independência e democracia; Por el derecho al grito las luchas silenciadas de haití y su universidad pública en la búsqueda por reconocimiento, independencia y democracia; For the right to scream: the silenced struggles of haiti and its public university for recognition, independence and democracy; Pour le droit au cri: les luttes silencieuses d'haïti et de son université publique pour la reconnaissance, l'indépendance et la démocratie

Marques, Pâmela Marconatto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.74%
Esta dissertação dedica-se à apresentação e análise da Universidade de Estado do Haiti - única Universidade Pública do país – e sua história de luta, confronto e resistência, que permanece profundamente desconhecida por seus vizinhos latino-americanos, entre os quais se inclui o Brasil. Entendemos que esse desconhecimento não está restrito à Universidade haitiana, em particular, mas estende-se ao país, de forma geral, cuja compreensão mais complexa e densa vem sendo obstaculizada por uma cobertura midiática que geralmente é marcada pela exacerbação do exotismo, da pobreza ou da tragédia haitiana. Sucede que, desde o terremoto de janeiro de 2010, o Haiti vem sendo alvo de uma série de discursos etnocêntricos, empenhados em justificar práticas que só podem ser definidas como coloniais na medida em que se apresentam como caminho/instrumento de salvação do país de uma suposta “impossibilidade de existir por si próprio” ou de “resolver seus próprios problemas”. Esses discursos, que povoam relatórios internacionais de todos os gêneros, além de inspirar receituários para a superação da suposta inviabilidade do país, em geral, e da precariedade de sua Universidade Pública, em particular, nos parecem herdeiros dos discursos coloniais que legitimavam a exploração de um povo sobre outro. Parece-nos...

Classes populares na universidade pública brasileira e suas contradições : a experiência do alto uruguai gaúcho

Pereira, Thiago Ingrassia
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.75%
O tema central desta pesquisa é a democratização do acesso ao ensino superior. Pensar a universidade pública brasileira e seu acesso às classes populares é uma tarefa que me implica como pesquisador e sujeito político. Articulando as dimensões ontológicas, epistemológicas e metodológicas, situo minha atividade de pesquisa a partir do campo da Educação Popular. Nesse sentido, tomo a recente experiência de conquista e instalação da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), em especial, do Campus Erechim, Rio Grande do Sul, como um “inédito-viável” e procuro discutir os desdobramentos da presença das classes populares na nova universidade, tendo em vista o projeto “popular” que acompanha a gênese da universidade que emerge no cenário educacional brasileiro. Considero que uma nova universidade não nasce no vazio, por isso, situo os primeiros passos da instituição presente nos três estados da região sul do país a partir do contexto do ensino superior em nível nacional e regional, dos propósitos do Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI), política pública constituída em 2007, e do papel exercido pelo Movimento Pró-Universidade, que é um coletivo de movimentos sociais com atuação na Mesorregião da Grande Fronteira do MERCOSUL. Contudo...

AUTOESTIMA Y CUALIDAD DE VIDA DE UNA SERIE DE GESTANTES ATENDIDAS EN RED PÚBLICA DE SALUD; SELF-ESTEEM AND QUALITY OF LIFE IN A SERIES OF PREGNANT WOMEN ATTENDED IN A PUBLIC HEALTH NETWORK; AUTOESTIMA E QUALIDADE DE VIDA DE UMA SÉRIE DE GESTANTES ATENDIDAS EM REDE PÚBLICA DE SAÚDE

Santos, Alinne Barbosa dos; Universidade Federal do Acre; Santos, Karolynne Elena Peluti; Universidade Federal do Acre; Monteiro, Gina Torres Rego; Fundação Oswaldo Cruz; Prado, Patrícia Rezende do; Universidade Federal do Acre; Amaral, Thatiana Lameir
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; artigo original; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 28/06/2015 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
65.7%
El objetivo fue describir los niveles de autoestima y de cualidad de vida de gestantes atendidas en la red pública de salud de Rio Branco, estado de Acre. Fueron entrevistadas 352 gestantes de la zona urbana, con edad gestacional ≥35 semanas, en 2011. Fue empleada la Escala de Autoestima de Rosenberg y el Cuestionario de Cualidad de Vida de la Organización Mundial de Salud. El perfil de la muestra fue de 21 a 25 años (40,9%), solteras (79,3%), no blancas (82,9%), escolaridad enseñanza media o superior (66,7), renta familiar menor que dos sueldos mínimos (60,2%), multigestas (59,4%) y gravidez actual deseada (85,5). Menor autoestima fue presentada por las embarazadas no casadas y por las de mayor clasificación económica. Se observó menor cualidad de vida, en el dominio físico, entre aquellas de más de 30 años. Así, la presencia de compañero y la clasificación económica parecen influenciar la autoestima, y la edad, la cualidad de vida de las mujeres en el periodo gestacional.; This paper aims to describe the self-esteem and quality of life levels of pregnant women attended in the public health network of Rio Branco, Acre. Three hundred and fifty-two pregnant women from the urban area with ≥35 weeks gestational age were interviewed in 2011. The Rosenberg Self-Esteem Scale and the World Health Organization Quality of Life (WHOQOL) Questionnaire were used in this study. The sample profile evidenced the following information on these women: 40.9% were in the 21-25 age range...

Desafios da universidade pública na hipermodernidade; Challenges of brazilian public university in the hypermodernity

Martelli, Carla Gandini Giani; Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho- UNESP- Campus Araraquara
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Revisão da Literatura; Formato: application/pdf
Publicado em 02/08/2013 POR
Relevância na Pesquisa
85.66%
http://dx.doi.org/10.5007/1984-8951.2013v14n104p151 Este artigo parte do pressuposto de que os dilemas e desafios por que passa a universidade pública brasileira são resultados de um processo mais amplo que atinge toda a sociedade: o Brasil tem que lidar com problemas específicos derivados de seu processo de modernização, ao mesmo tempo em que está pressionado pelos novos desafios que advém do processo de globalização hipermoderna. Num diálogo com a bibliografia especializada, o artigo tem como objetivo mostrar como essa imbricação moderno/hipermoderno coloca a universidade pública brasileira diante de demandas cada vez mais complexas e diversificadas.; This article supposes that the Brazilian public university has dilemmas and challenges due to a more complex process that affects the whole society: Brazil has to deal with specific problems of its modernization process, at the same time that it is under pressure by the new challenges that are resulted from the globalization process. Based on a specialized literature, the aim of this article is to show how this interweaving modern/hypermodern process is challenging Brazilian public university toward more and more complex and diversified demands.

O processo de gestão de desenvolvimento do espaço público na universidade: uma prática educativa e social

Búrigo, Carla Cristina Dutra; UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - UFSC; Ramos, Cléia Silveira; UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - UFSC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
75.67%
http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2014v7n3p43O presente artigo tem por objetivo refletir sobre o desenvolvimento do espaço público, na universidade pública federal, como uma prática educativa e social. Este estudo parte dos resultados de pesquisa realizada na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), sobre a publicização das solenidades de colação de grau, em nível de graduação (RAMOS, 2012). A partir da década de 90, as formaturas da UFSC foram privatizadas sendo, no ano de 2004, resgatado o seu caráter público. A partir dos resultados da pesquisa, foi possível observar fortes evidências de que a formatura pública é envolvida por relações de mediações que refletem diretamente no seu caráter público, democrático e isonômico. Assim, ela se constitui em um processo que se apresenta em constante movimento, contribuindo para a organização ou para a desorganização do espaço público e da identidade da Universidade como instituição social. A Universidade é uma instituição complexa caracterizada pela diversidade da sua comunidade interna e externa. Aliado a isto, as relações que se manifestam no seu fazer diário, diante das políticas públicas educacionais, fazem com que a formatura como uma prática educativa e social...

A Contribuição da universidade pública para a inovação e o desenvolvimento regional: a percepção de gestores e pesquisadores

Ferreira, André; Universidade Federal Fluminense; Leopoldi, Maria Antonieta; Universidade Federal Fluminense Universidade Federal do Rio de Janeiro
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 28/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
75.57%
http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2013v6n1p60Este artigo apresenta um estudo de caso sobre o Polo Universitário de Volta Redonda (PUVR-UFF), novo campus da Universidade Federal Fluminense (UFF), localizado na Região do Médio Paraíba Fluminense (RMP-RJ). O objetivo do artigo é identificar os limites e as possibilidades de contribuição de uma universidade pública para a inovação e o desenvolvimento regional. O referencial teórico é baseado no conceito de universidade empreendedora. Foi realizada uma pesquisa qualitativa conduzida junto a 5 gestores da estrutura central da UFF (UFF-Sede) e 14 gestores e pesquisadores do PUVR-UFF. Os principais resultados indicam que ainda são incipientes os esforços empreendidos pelo PUVR-UFF para estimular atividades inovativas entre o seu corpo docente, bem como ações de que estimulem o desenvolvimento regional. Na percepção dos entrevistados as principais barreiras do PUVR-UFF estão relacionadas à necessidade de melhoria dos processos burocráticos da universidade, ampliação da divulgação da universidade e seus trabalhos junto à sociedade e ao estabelecimento de mecanismos que estimulem a transformação da pesquisa básica em tecnologia e inovação. Os dados da pesquisa também indicam a importância de líderes acadêmicos capazes de mobilizar a universidade na realização de atividades de interação com a sociedade...

Determinação do cálculo do custo por vaga e matrícula efetiva em universidade pública; DETERMINATION OF THE CALCULATION OF COST PER SEAT AND EFFECTIVE ENROLLMENT IN PUBLIC UNIVERSITY

Heusi, Aline Cristina da Silva; Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC; Moraes, Mário César Barreto; Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC; Raupp, Fabiano Maury; Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC; Beuren, Ilse Maria;
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 18/11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
85.62%
http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2015v8n3p70O objetivo deste artigo é apresentar os resultados correspondentes à determinação do cálculo de custo por vaga e matrícula efetiva em uma Universidade Pública, especificamente, no Centro de Artes da Universidade do Estado de Santa Catarina. A adoção de sistemas de custos pelas organizações públicas é relevante por diversas razões, como: previsão legal, auxílio na tomada de decisões, análise de produtividade, eficiência e eficácia, priorização de políticas públicas, entre outras. Trata-se de uma pesquisa descritiva e interpretativa, realizada por meio de um estudo de caso, com abordagem qualitativa e quantitativa. A coleta de dados foi realizada por meio de relatórios gerenciais, relatórios de sistemas e entrevistas informais. A análise dos dados, realizada por meio de técnicas descritiva e interpretativa, aponta que o custo por vaga de graduação, neste estudo de caso, importou em uma média de R$ 23.200,72/ano e o custo médio de matrícula efetiva em R$ 19.679,25/ano na graduação. O custo por vaga de Pós-Graduação importou em uma média de R$ 35.528,99/ano e o custo médio de cada matrícula efetiva em R$ 43.714,25/ano.; The purpose of this article is to present the results for the determination of the estimate cost per seat and effective enrollment in a public university...

A trajetória e a funcionalidade da universidade pública brasileira

Falqueto, Júnia Maria Zandonade; Mestrado Profissional em Administração -MPA Programa de Pós-Graduação em Administração Faculdade de Administração, Contabilidade e Economia -FACE Universidade de Brasília; Farias, Josivania Silva; Universidade d
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 28/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
75.62%
http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2013v6n1p22Este trabalho propõe uma reflexão sobre o modelo de gestão das universidades federais brasileiras. O objetivo principal é analisar a influência de dois importantes modelos de gestão pública (a burocracia e o gerencialismo) na gestão universitária do País. Inicialmente, discute-se a trajetória da universidade na América Latina, enfatizando o histórico brasileiro. Em seguida, analisa-se a influência do modelo burocrático. Por fim, delineia-se a lógica gerencial na gestão da educação superior brasileira, admitindo se tratar de um novo paradigma à gestão universitária. Parte-se de um aparato teórico que subsidia o desenvolvimento da discussão acerca da trajetória e da funcionalidade dessas instituições. Os resultados evidenciaram que as universidades brasileiras são geridas a partir de estruturas burocráticas, ocasionando um cenário de conflitos na tomada de decisão e de pouca eficiência, embora já se verifique, na literatura e também no cotidiano dessas organizações, o discurso gerencialista, que pressupõe o ajuste das universidades à lógica de gestão do setor privado. Não se defende aqui que universidades públicas devam ser desvirtuadas para a lógica privatizadora do bem público e gratuito...

On how to save the Public University from itself; Sobre como salvar la Universidad Pública de ella misma; De como salvar a Universidade Pública dela mesma

Assmann, Selvino José; UFSC - Florianópolis - SC; Leis, Héctor Ricardo; UFSC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Ensaio Formato: application/pdf
Publicado em 15/08/2008 POR
Relevância na Pesquisa
75.73%
This paper is an analysis of the impediments of the contemporary public university, in particular, to contribute to the development of the country. For such end, it is shown the deficit of graduates in the area of engineering and the democratic of its administrative management. Merit and academic excellence are demanded as main factors of the necessary reform in the public university. Key-words: Public university; Brazil; Análisis de los obstáculos de la universidad pública contemporánea, en particular, para contribuir al desarrollo del país. Para tal fin se muestra el déficit de diplomados en el área de las ingeniarías y el democratismo de su gestión administrativa. Se reivindican el mérito y la excelencia académica como factores principales de la reforma necesaria en la universidad pública. Palabras-clave: Universidad pública; Brasil  ; http://dx.doi.org/10.5007/1807-1384.2008v5n1p122Análise dos entraves da universidade pública contemporânea, em particular, para contribuir ao desenvolvimento do país. Para tal fim se mostra o déficit de diplomados na área das engenharias e o democratismo de sua gestão administrativa. Reivindicam-se o mérito e a excelência acadêmica como fatores principais da reforma necessária na universidade pública. Palavras-chave: Universidade pública; Brasil

Reflexões sobre a extensão na universidade pública brasileira

Carvalho, Sonia Marise Sales; Universidade de Brasília
Fonte: ParticipAção; ParticipAção Publicador: ParticipAção; ParticipAção
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 21/12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
75.67%
Este artigo reflete sobre o lugar da extensão na universidade pública a partir de proposições sobre a gestão e a política contidas no Plano Nacional de Extensão, documento elaborado a partir das reflexões ocorridas nos encontros de extensão das universidades públicas federais. O objetivo que orienta a atividade de extensão tem sido o de reforçar o papel social da universidade, traduzido na valorização e na ampliação de suas relações sociais com a sociedade e na troca entre os saberes populares e científicos, como vetores da produção de conhecimentoHá o desejo de que a extensão possa reforçar o caráter público da universidade e a relação orgânica com a comunidade em que esteja inserida. A análise deste artigo se desenvolveu a partir da prática por nós vivenciada com a extensão, como professora de universidade pública. Tal vivência se deu por meio do exercício da coordenação da extensão na Faculdade de Educação da Universidade de Brasília, quando respondíamos pelo gerenciamento de três projetos de ação contínua e de dois cursos, sendo também representante daquela faculdade nas reuniões da câmara de extensão e das comissões de trabalhos realizados em torno das atividades referentes a esse campo de atuação no espaço universitário. Compreende-se que o espaço da extensão reforça a missão institucional da universidade pública e se torna o lugar apropriado de reconhecimento da função da universidade no seu caráter social e inclusivo.

Conexão de saberes: a extensão da Universidade de Brasília em Ceilândia e as expectativas dos jovens de origem popular

Almeida, Verônica Lima da Fonseca; Universidade de Brasília; Zaneti, Izabel Cristina Bruno Bacellar; Universidade de Brasília; Makiuchi, Maria de Fátima R.; Universidade de Brasília; Silva, Danielle Guedes; Universidade de Brasília; Silva, Yara Ribe
Fonte: ParticipAção; ParticipAção Publicador: ParticipAção; ParticipAção
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 21/12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
75.63%
A maioria dos jovens de origem popular passa grande parte da sua vida estudando na rede pública de ensino. No entanto, ao término do Ensino Médio, a maioria não consegue garantir o seu ingresso em universidades públicas, o que demonstra que estes jovens estão em condição de desigualdade. Neste quadro, muitos desistem de entrar na universidade enquanto outros continuam tentando novos vestibulares. Este artigo1 objetiva discutir a situação dos jovens de origem popular da cidade de Ceilândia, DF, alunos do ensino médio e suas expectativas em relação ao Ensino Superior. Esta expectativa é levantada pelos conexistas do Projeto Caminhadas para a Universidade em Ceilândia, utilizando como instrumento metodológico um questionário contendo questões abertas e fechadas. Os resultados demonstram que os investigados, em sua maioria, já prestaram vestibular para adquirir experiência, tendo os cursos de letras, direito e pedagogia como destaque. Conclui-se que a maioria dos jovens tem o objetivo de entrar na universidade pública com o intuito de fazer concurso público e ter um cargo efetivo, enquanto uma minoria busca continuidade nos estudos para se realizar na área escolhida.