Página 1 dos resultados de 2126945 itens digitais encontrados em 0.293 segundos

Os efeitos da proximidade geográfica para o estímulo da interação universidade-empresa

Garcia, Renato de Castro; Araújo, Veneziano de Castro; Romero, Suelene Mascarini de Souza; Santos, Emerson Gomes dos
Fonte: Universidade Federal do Paraná. Departamento de Economia; Curitiba Publicador: Universidade Federal do Paraná. Departamento de Economia; Curitiba
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
55.29%
Este trabalho tem como objetivo principal investigar o papel da proximidade geográfica para o fomento das interações universidade-empresa no Brasil, a partir de um exame das interações registradas no Diretório dos Grupos de Pesquisa da base Lattes do CNPq, entre os grupos de pesquisa da universidade e as empresas. O principal argumento do trabalho é que a proximidade geográfica pode fomentar as interações universidade-empresa, uma vez que é capaz de criar canais específicos de comunicação, o que facilita o intercâmbio de informações e o compartilhamento do conhecimento e estimula as formas de relacionamento entre a pesquisa acadêmica na universidade e as atividades inovativas das empresas. Os resultados da análise mostram que parcela significativa das interações universidade-empresa ocorre no mesmo espaço geográfico. A presença de grupos de pesquisa acadêmica na região, a localização de atividades inovativas nas empresas e a diversificação da estrutura produtiva local são fatores estimulam as interações universidade-empresa. Por fim, foram identificados efeitos espaciais importantes nas relações entre os grupos de pesquisa e as empresas, especialmente na análise de níveis geográficos mais desagregados

Movimento estudantil, gestão democrática e autonomia na Universidade

Ferraro, Karina Perin
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 209 f.
POR
Relevância na Pesquisa
55.29%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Educação - FFC; Este trabalho procura discutir a intervenção e contribuição do movimento estudantil (ME) para a construção da autonomia e gestão democrática da Universidade Estadual Paulista (UNESP). O movimento de democratização da gestão foi desencadeado em 1984 pelas entidades representativas dos três segmentos da comunidade universitária, isto é, estudantes, docentes e funcionários, o qual resultou na primeira reforma democrática desta instituição. A autonomia outorgada pelo Governo Estadual em 1989 às Universidades Estaduais Paulistas, a saber: Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e UNESP, consolidou-se como um aspecto da gestão democrática. Esse movimento de democratização foi retomado, de forma explícita, em 2007 pelas Universidades Estaduais Paulistas, em resposta ao conjunto de decretos promulgados pelo Governador José Serra. Neste contexto, o trabalho tem como objetivo geral verificar a intervenção e contribuição do ME para a construção da autonomia e gestão democrática da UNESP. Os objetivos específicos são analisar a literatura e documentação disponível sobre a temática; verificar o desenvolvimento da autonomia e da gestão democrática na UNESP no período determinado...

O público e o privado na politica de cooperação Universidade-Empresa da Universidade Estadual Paulista - UNESP

Sabia, Cláudia Pereira de Pádua
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 211 f.
POR
Relevância na Pesquisa
55.29%
Pós-graduação em Educação - FFC; O estudo teve como objetivo identificar a política de cooperação universidade-empresa da Universidade Estadual Paulista - UNESP - contrapondo os interesses do setor privado e os da universidade. Buscou analisar o posicionamento e a atuação da UNESP, identificar as políticas públicas de incentivo à cooperação, detectar a posição do segmento docente e, em última instância, analisar se os interesses da universidade e os interesses privados têm sido conciliados nas ações práticas da instituição. O objeto do estudo está contido no contexto de mudanças da universidade, provocadas principalmente pela diminuição do papel do Estado em vários setores, particularmente o educacional, que traz como uma das conseqüências o processo de privatização. O estudo considerou que a regulamentação da política universidadeempresa não é explícita, além de ser omissa e permissiva, ou seja, não foram identificadas, na pesquisa, ações efetivas no sentido de definir claramente as linhas de atuação para a parceria com o setor empresarial. Na atuação prática, constatou-se a inexistência de qualquer instrumento de controle dessas atividades, somada ao fato de o gerenciamento dos recursos obtidos pelos convênios ser feito pelas fundações de apoio sem a devida prestação de contas. Dessa forma...

A Universidade Federal do Maranhão e o Projeto Prata da Casa: as ações e contradições

Santos, Maria José Albuquerque
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 199 p. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
55.29%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Educação - FFC; A presente pesquisa intitulada: A Universidade Federal do Maranhão e o Projeto Prata da Casa: as ações e as contradições analisou os dez anos de atuação do Projeto Prata da Casa, na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), as ações do referido projeto, em que momento e de que forma essas atividades conseguiram causar um impacto acadêmico-científico e cultural no ensino, pesquisa e extensão. A referência teórica assenta suas bases na questão do Estado, na leitura de autores clássicos, procurando-se estabelecer um diálogo. Na discussão sobre Universidade busca-se compreender a história da Universidade brasileira, as Políticas Públicas para a Universidade Pública brasileira, especificamente, a Universidade Federal do Maranhão. Essa discussão objetiva responder a problemática anunciada na seguinte pergunta: Após dez anos de atuação, que impacto acadêmico-científico e cultural foi provocado na UFMA pelo Projeto Prata da Casa? Por meio de sua atuação, ocorreram modificações substantivas na qualificação do quadro docente e no desenvolvimento das áreas de ensino, pesquisa e extensão? Quais modificações e quais os resultados acadêmico-científicos? O impacto de um processo docente – educativo se traduz em seus efeitos sobre uma população ampla: comunidade...

Reações da universidade pública a reforma administrativa do Estado

Freitas, Aparecida do Rocio
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 118 f. : il., gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
55.28%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciências Sociais - FCLAR; A presente tese versa sobre as reações da Universidade Pública a Reforma Administrativa do Estado. O objetivo é identificar as reações ocorridas na comunidade universitária, decorrente da proposta de transformações à Universidade Pública estabelecidas no Plano Diretor de Reforma do Aparelho do Estado, do Governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso. Aborda o movimento de redefinição da esfera pública (ressalta a Universidade) tendo por meta a reorganização desse espaço social, sob a égide da teoria gerencial que destaca a valorização da administração privada, a descentralização, a autonomia mas, com controle centralizado por resultados. Aborda também, as reações transformadas em ações nas Universidades Públicas. O corpus da pesquisa é documental, analítico-dedutiva. Depreende através desse estudo, que a comunidade universitária considera a proposta de Reforma Administrativa envolve a mercadorização da Universidade Pública. Isto é, um passo significativo que leva ao processo de privatização. A reação foi contrária ao projeto porém, buscou refletir e propor alterações com a finalidade de se adequar às novas exigências do contexto global. Em razão da natureza da Universidade Pública...

O engavetamento de modelos de ensino superior dentro da universidade pública

Adoue, Silvia Beatriz
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 120-127
POR
Relevância na Pesquisa
55.28%
This paper explores the contradictions between models conflicting today in Brazilian universities. The conglomeration of isolated institutions, integrated and multifunctional university and university-enterprise, service provider. This last model attempts to integrate higher education institutions to supply chains dominated by capital. Public universities were designed to provide innovative services and train staff researchers for such activity. The training of skilled workforce would be fundamentally task of private universities. But in any case, the onus would be on this training students. This model has been driven from the 1990s, with "instruction manuals" of the World Bank, and in 2000, with the IMF recommendations and, in the case of Latin American universities, Fundación Universia, sponsored by the Santander Bank. The question remains: the university will be able to organize the productive forces which have around research goals and staff training for independent development.; Este artigo trata das contradições entre modelos de educação superior que se sucedem no Brasil e que convivem de maneira conflitante hoje na universidade brasileira. O conglomerado de instituições isoladas, a universidade integrada e multifuncional e a universidade-empresa...

Modelo facilitador de transferência de tecnologia universidade empresa

Farias, Luciano Ferreira
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 163 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
55.29%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica, Florianópolis, 2009; A Transferência de tecnologia é uma área de conhecimento que se preocupa em levar o conhecimento científico para a sociedade na forma de produtos, processos e serviços tecnológicos. Possui um papel muito importante na promoção da inovação tecnológica e do desenvolvimento das comunidades e regiões, através da geração de empregos qualificados e rendas. Na prática, os principais agentes envolvidos nos processos de transferência de conhecimento são os pesquisadores instituições de pesquisas e as empresas. Esta dissertação verificou as possibilidades de transferência de tecnologia da universidade para as empresas, e tem como objetivo, propor um modelo que incorpore informações de mercado e econômicas aos conhecimentos oriundos das pesquisas desenvolvidas através da iniciativa da própria universidade, ou seja, pesquisas não encomendadas, e assim, proporcionar possibilidades de parcerias e transferência destas pesquisas. O modelo foi estruturado de forma que possa considerar informações técnicas precisas e dados concretos de mercado e econômicos em uma seqüência lógica de três macros fases...

Cooperação universidade-segmento empresarial

Tecchio, Edivandro Luiz
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 145 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
55.3%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração, Florianópolis, 2010; A inovação se apresenta, na atual sociedade, como uma alternativa para a consolidação do desenvolvimento econômico dos países e fonte de vantagem competitiva para as organizações. O processo de inovação é complexo e exige a interação entre diversos agentes, o que leva os países a criarem os chamados Sistemas Nacionais de Inovação, como uma opção para a promoção de inovações. No contexto dos países subdesenvolvidos as universidades assumem um importante papel perante os Sistemas Nacionais de Inovação, pois elas são consideradas um grande repositório de conhecimentos. No entanto, para que a inovação aconteça o conhecimento deve ser levado ao setor produtivo, uma vez que, quem insere a inovação na sociedade são as empresas. Assim, a cooperação Universidade-Segmento empresarial apresenta-se como um arranjo interinstitucional que congrega as ações de três agentes determinantes no processo de inovação: o governo, a universidade e o segmento empresarial. Mediante este contexto, este trabalho tem como objetivo analisar o processo de cooperação Universidade-Segmento empresarial na Universidade Federal de Santa Catarina. Quanto aos procedimentos metodológicos o estudo caracteriza-se como: estudo de caso...

A visão da Fundação CERTI sobre seu papel na relação Universidade-Empresa para desenvolvimento inovativo

Campos, Michelle Quint
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 164 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
55.28%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Curso de Graduação em Ciências Econômicas.; Este trabalho tem com objetivo avaliar a relação universidade-empresa a partir de um estudo de caso comparativo sobre a evolução no ultimo triênio dos centros de referencia da Fundação CERTI localizada em Florianópolis, Santa Catarina. Para tanto, foram realizadas pesquisas em documentos específicos da Fundação CERTI, como relatório de atividades dos últimos anos, e entrevistas junto a colaboradores com grande conhecimento sobre o funcionamento e características dos centros que integram a Fundação CERTI. A referência teórica é apoiada nos debates sobre inovação a partir da visão de Schumpeter e dos Neo-Schumpeterianos, destacando o comportamento inovativo que auxilia a construção de um ambiente competitivo, mediante constante ganho de conhecimento. São debatidos também conceitos básicos como difusão tecnológica, rotina, cumulatividade, aprendizagem, sistema de inovação, com relevante destaque para o arcabouço teórico envolvendo a relação universidade-empresa. A segunda parte do trabalho aborda diretamente a Fundação CERTI, iniciando com um breve histórico, seguida pela apresentação de forma descritiva da evolução dos Centros de Referência da Fundação CERTI nos anos de 2008...

Massa crítica : a Universidade de Lisboa presta contas

Universidade de Lisboa. Reitoria
Fonte: Reitoria da Universidade de Lisboa Publicador: Reitoria da Universidade de Lisboa
Tipo: Livro
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
55.29%
Contém: Mensagem do Reitor / António Sampaio da Nóvoa. - p.7; Cursos, Estudantes e Diplomados. - p.9; Orçamento da Universidade - p.11; O Processo de Bolonha e a reforma dos estudos - p.13; Conselho Consultivo da Universidade de Lisboa - p.15; Laboratórios Associados e centros de investigação - p.17; Contratação de novos doutorados - p.19; Outras estruturas de investigação - p.21; A Declaração de Lisboa da European University Association - p.23; Mobilidade dos estudantes - p.25; Institutos e Programas Internacionais - p.27; A Universidade de Lisboa no mundo e a língua portuguesa - p.29; Prémio Universidade de Lisboa - p.31; Novos públicos, Maiores 23 anos - p.33; Percursos dos estudantes: Sucesso e Empregabilidade - p.35; Bibliotecas - p.37; Garantia de qualidade - p.37; Museus da Politécnica - p.39; Aula Magna, actividade cultural e cidade universitária - p.41; Associativismo estudantil na Universidade de Lisboa - p.43; Acção social, prémios e mecenato - p.45; Escolas Politécnicas de Lisboa - p.49; Revisão dos Estatutos da Universidade A Convenção - p.51; História da Universidade de Lisboa - p.53; O ex-libris para a Universidade de Lisboa - p.55

University in Brazil: from its origins to university reform – 1968; A Universidade no Brasil: das origens à Reforma Universitária de 1968

Fávero, Maria de Lourdes de Albuquerque; Universidade Federal do Rio de Janeiro
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 21/03/2007 POR
Relevância na Pesquisa
55.29%
The article situates the attempts for the creation of universities in Brazil, from the time it was a Colony up to the Empire and the beginning of the Republic periods, which were unsuccessful. It registers the issuing of several legal apparatuses concerning higher education during the first Republic, even though the creation of universities as a whole had been postponed until 1920by the Federal Government, year in which the University of Rio de Janeiro was created. It also acknowledges the discussions carried out within the Brazilian Academies of Sciences and of Education about the concepts, functions and models of university. The article analyses the Reform of Higher Education by Francisco Campos (1931) and discusses its centralizing approach. It pinpoints the creation of the University of São Paulo (1934) and that of the University Federal District (1935) at the same period, pointingout that those express different concepts to the federal proposal. It situates the University of Brazil (1937) as a model, created in 1920 under the denomination of URJ and recognized in 1931. The article also discusses the university after 1945, highlighting the awareness of its situation by several sectors of the society from the 50s onwards...

University-industry interaction for innovation and a technology transfer; Interação universidade-empresa para a inovação e a transferência de tecnologia

Albiero Berni, Jean Carlo; Universidade Federal de Santa Maria; Maffini Gomes, Clandia; Universidade Federal de Santa Maria; Perlin, Ana Paula; Universidade Federal de Santa Maria; Marques Kneipp, Jordana; Universidade Federal de Santa Maria; Frizzo, Kami
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
55.29%
Universities have in society, the commitment for development of teaching, research and extension. These institutions hold scientific knowledge, researchers and structure that can contribute to the evolution of the techniques applied in the productive sector. On the other side, Companies have as main objective to reach existing demands in the consumer market though innovation and implementation of new ideas. The university-industry interaction can lead to new methods and improvements in products and processes, benefiting those involved. In Santa Maria/RS, there is a favorable environment for this kind of interaction. Some initiatives have been promoted by the Federal University of Santa Maria (UFSM), as example, the Technology Incubator of Santa Maria (ITSM). The aim of this work is to analyze the main factors that motivate the relationship university-company, the main barriers and opportunities generated from this interaction. For the study used an exploratory research in which five people were interviewed of the university and incubated two enterprises.; http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2015v8n2p258As universidades assumem, perante a sociedade, o compromisso do desenvolvimento do ensino, da pesquisa e da extensão. Por sua vez...

O processo de gestão de desenvolvimento do espaço público na universidade: uma prática educativa e social

Búrigo, Carla Cristina Dutra; UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - UFSC; Ramos, Cléia Silveira; UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - UFSC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
55.29%
http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2014v7n3p43O presente artigo tem por objetivo refletir sobre o desenvolvimento do espaço público, na universidade pública federal, como uma prática educativa e social. Este estudo parte dos resultados de pesquisa realizada na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), sobre a publicização das solenidades de colação de grau, em nível de graduação (RAMOS, 2012). A partir da década de 90, as formaturas da UFSC foram privatizadas sendo, no ano de 2004, resgatado o seu caráter público. A partir dos resultados da pesquisa, foi possível observar fortes evidências de que a formatura pública é envolvida por relações de mediações que refletem diretamente no seu caráter público, democrático e isonômico. Assim, ela se constitui em um processo que se apresenta em constante movimento, contribuindo para a organização ou para a desorganização do espaço público e da identidade da Universidade como instituição social. A Universidade é uma instituição complexa caracterizada pela diversidade da sua comunidade interna e externa. Aliado a isto, as relações que se manifestam no seu fazer diário, diante das políticas públicas educacionais, fazem com que a formatura como uma prática educativa e social...

Relação universidade – empresa: estágio supervisionado como canal de marketing de relacionamento

Cervi, Cleber; UNIJUÍ; Froemming, Lurdes Marlene Seide; Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 09/09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
55.29%
http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2013v6n3p210O Estágio Supervisionado é uma prática que traz benefícios, através da interação, para todas as partes envolvidas – aluno, universidade e empresa. As Instituições de Educação Superior (IES) procuram maneiras de se adequar a nova realidade do ensino superior e do setor de serviços. Neste contexto, o marketing de relacionamento torna-se importante, pois além de se ter serviço de qualidade é necessário ter bom relacionamento com os públicos com que as IES e universidades se relacionam. Diante disso, este trabalho enfoca o público comunidade empresarial (KOTLER e FOX, 1994) e o Estágio Supervisionado em Administração (ESA), do curso de administração de uma universidade comunitária do Rio Grande do Sul. Buscou-se conhecer como o ESA pode ser um canal de relacionamento entre universidade e comunidade empresarial, aproximando as duas instituições. A pesquisa é de caráter exploratório e descritivo (MALHOTRA, 2001), articulada como estudo de caso (YIN, 2001). Percebe-se que o ESA propicia interação entre universidade e comunidade empresarial e esta interação deve ser utilizada estrategicamente para divulgar o nome da universidade, criar uma imagem favorável junto a comunidade...

A Contribuição da universidade pública para a inovação e o desenvolvimento regional: a percepção de gestores e pesquisadores

Ferreira, André; Universidade Federal Fluminense; Leopoldi, Maria Antonieta; Universidade Federal Fluminense Universidade Federal do Rio de Janeiro
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 28/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
55.3%
http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2013v6n1p60Este artigo apresenta um estudo de caso sobre o Polo Universitário de Volta Redonda (PUVR-UFF), novo campus da Universidade Federal Fluminense (UFF), localizado na Região do Médio Paraíba Fluminense (RMP-RJ). O objetivo do artigo é identificar os limites e as possibilidades de contribuição de uma universidade pública para a inovação e o desenvolvimento regional. O referencial teórico é baseado no conceito de universidade empreendedora. Foi realizada uma pesquisa qualitativa conduzida junto a 5 gestores da estrutura central da UFF (UFF-Sede) e 14 gestores e pesquisadores do PUVR-UFF. Os principais resultados indicam que ainda são incipientes os esforços empreendidos pelo PUVR-UFF para estimular atividades inovativas entre o seu corpo docente, bem como ações de que estimulem o desenvolvimento regional. Na percepção dos entrevistados as principais barreiras do PUVR-UFF estão relacionadas à necessidade de melhoria dos processos burocráticos da universidade, ampliação da divulgação da universidade e seus trabalhos junto à sociedade e ao estabelecimento de mecanismos que estimulem a transformação da pesquisa básica em tecnologia e inovação. Os dados da pesquisa também indicam a importância de líderes acadêmicos capazes de mobilizar a universidade na realização de atividades de interação com a sociedade...

Universidade empreendedora: a ótica dos empresários sobre o posicionamento empreendedor da universidade na contribuição para o desenvolvimento regional; Entrepreneurial university: the perspective of entrepreneurs on theplacement entrepreneur of the university in contribution to regional development

Chais, Cassiane; Universidade de Passo Fundo – UPF; Machado, Claralucia Prates; Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS; Scopel, Alexandra Mazzochi; Universidade de Caxias do Sul - UCS; Bohrer, Cristina; Faculdade Meridional - IMED
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
55.29%
http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2015v8n4p57A interação universidade-empresa está elencada como uma ferramenta propulsora do desenvolvimento tecnológico de um país. A empresa concentra suas atividades produtivas na economia e a universidade possui seu pilar na pesquisa e no conhecimento. Com estes importantes atores concentrando ações em conjunto, o desenvolvimento regional possui chances de atingir índices importantes de desenvolvimento para uma nação.  Dessa forma, esta pesquisa buscou identificar a opinião de empresários sobre a importância do posicionamento empreendedor da universidade para o desenvolvimento de uma região. Para tanto, foi realizado um estudo multicaso com empresários, que possuem envolvimento com diferentes universidades. Foi empregada uma pesquisa exploratória de natureza qualitativa, cuja a técnica para a coleta de dados foi a aplicação de um questionário estruturado com perguntas abertas para três empresas indicadas pelos núcleos, em cada uma das três regiões de atendimento do PEPI: Região da Produção, Serra e Metropolitana do Estado do Rio Grande do Sul. Verificou-se que o empresariado anseia que as Universidades estejam presentes no contexto na qual estão inseridas e que a interação é dependente da visão e da necessidade de cada empresa.; The university-industry interaction is alienated as a driving tool technologicaldevelopment of a country. The company focuses its production activities in the economy and the university has its pillar in research and knowledge. With these key players focusing actions together...

Concepções de universidade no Brasil: uma análise a partir da missão das universidades públicas federais brasileiras e dos modelos de universidade

Souza, Janice Aparecida Janissek de; Universidade Federal da Bahia - UFBA; Santos, Elder Carlos dos; Universidade Federal da Bahia - UFBA; Lobo, Angelo Souza; Universidade Federal da Bahia - UFBA; Melo, Leonardo Cardoso de; Universidade Federal da Bahia -
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
55.29%
http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2013v6n4p216 O objetivo do presente artigo é realizar uma associação entre as principais dimensões que caracterizam a missão de universidades públicas brasileiras com os conceitos centrais que definem os modelos de universidade. Utilizaram-se procedimentos de coleta e análise de dados de forma qualitativa a partir de dados secundários, ou seja, já existentes na literatura. Foram analisadas as missões de oito universidades públicas federais brasileiras disponibilizadas na íntegra no trabalho de Ferreira (2009). Procedimentos de análise de conteúdo foram realizados identificando categorias e subcategorias representativas das ideias mais centrais contidas no texto. Para proceder a associação entre a missão, o perfil do egresso e o modelo de universidade, considerou-se a similaridade de ideias entre as características centrais dos modelos de universidade (humboldtiano, napoleônico e americano) e as subcategorias identificadas na análise de conteúdo da missão. Foi possível constatar que as universidades públicas brasileiras apresentam um modelo híbrido que combina tanto as características que a definem como um centro de construção do saber puro e crítico, isento às pressões externas como as que envolvem a formação de profissionais preparados para atuarem no mercado e as destinadas a atender demandas específicas da sociedade.

A implantação do planejamento estratégico em organizações complexas: o caso da Universidade do Estado de Santa Catarina

Moritz, Mariana Oliveira; Universidade Federal de Santa Catarina; Moritz, Gilberto de Oliveira; Universidade Federal de Santa Catarina; Melo, Michelle Bianchini de; Universidade Federal de Santa Catarina; Silva, Flora Moritz da; Universidade Federal de Sa
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2012 POR
Relevância na Pesquisa
55.29%
http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2012v5n1p228 O presente artigo busca descrever como prática de gestão, a implantação do planejamento estratégico em uma organização complexa, no caso o Plano 20, cujo desenvolvimento e ação ocorrem na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). O referencial teórico buscou entrelaçar aspectos da complexidade da universidade enquanto organização e os processos que abarcam gestão e planejamento estratégico pertencentes a ela, dando vistas a caracterização da UDESC e do Plano 20. Esta pesquisa de caráter descritivo e qualitativo culminou na percepção da implantação da ferramenta estratégica como ação de difícil adesão interna, mas que no entanto motiva aqueles que acreditam ser esse o primeiro passo para a realização de mudanças na universidade.

Reflexões sobre a extensão na universidade pública brasileira

Carvalho, Sonia Marise Sales; Universidade de Brasília
Fonte: ParticipAção; ParticipAção Publicador: ParticipAção; ParticipAção
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 21/12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
55.29%
Este artigo reflete sobre o lugar da extensão na universidade pública a partir de proposições sobre a gestão e a política contidas no Plano Nacional de Extensão, documento elaborado a partir das reflexões ocorridas nos encontros de extensão das universidades públicas federais. O objetivo que orienta a atividade de extensão tem sido o de reforçar o papel social da universidade, traduzido na valorização e na ampliação de suas relações sociais com a sociedade e na troca entre os saberes populares e científicos, como vetores da produção de conhecimentoHá o desejo de que a extensão possa reforçar o caráter público da universidade e a relação orgânica com a comunidade em que esteja inserida. A análise deste artigo se desenvolveu a partir da prática por nós vivenciada com a extensão, como professora de universidade pública. Tal vivência se deu por meio do exercício da coordenação da extensão na Faculdade de Educação da Universidade de Brasília, quando respondíamos pelo gerenciamento de três projetos de ação contínua e de dois cursos, sendo também representante daquela faculdade nas reuniões da câmara de extensão e das comissões de trabalhos realizados em torno das atividades referentes a esse campo de atuação no espaço universitário. Compreende-se que o espaço da extensão reforça a missão institucional da universidade pública e se torna o lugar apropriado de reconhecimento da função da universidade no seu caráter social e inclusivo.

Conexão de saberes: a extensão da Universidade de Brasília em Ceilândia e as expectativas dos jovens de origem popular

Almeida, Verônica Lima da Fonseca; Universidade de Brasília; Zaneti, Izabel Cristina Bruno Bacellar; Universidade de Brasília; Makiuchi, Maria de Fátima R.; Universidade de Brasília; Silva, Danielle Guedes; Universidade de Brasília; Silva, Yara Ribe
Fonte: ParticipAção; ParticipAção Publicador: ParticipAção; ParticipAção
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 21/12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
55.29%
A maioria dos jovens de origem popular passa grande parte da sua vida estudando na rede pública de ensino. No entanto, ao término do Ensino Médio, a maioria não consegue garantir o seu ingresso em universidades públicas, o que demonstra que estes jovens estão em condição de desigualdade. Neste quadro, muitos desistem de entrar na universidade enquanto outros continuam tentando novos vestibulares. Este artigo1 objetiva discutir a situação dos jovens de origem popular da cidade de Ceilândia, DF, alunos do ensino médio e suas expectativas em relação ao Ensino Superior. Esta expectativa é levantada pelos conexistas do Projeto Caminhadas para a Universidade em Ceilândia, utilizando como instrumento metodológico um questionário contendo questões abertas e fechadas. Os resultados demonstram que os investigados, em sua maioria, já prestaram vestibular para adquirir experiência, tendo os cursos de letras, direito e pedagogia como destaque. Conclui-se que a maioria dos jovens tem o objetivo de entrar na universidade pública com o intuito de fazer concurso público e ter um cargo efetivo, enquanto uma minoria busca continuidade nos estudos para se realizar na área escolhida.