Página 1 dos resultados de 226 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Cinema, propaganda e política: Hollywood e o Estado na construção de representações da União Soviética e do Comunismo em Missão em Moscou (1943) e Eu fui um comunista para o FBI (1951); Cinema, Propaganda and Politics: Hollywood and the State in the making of depictions of the Soviet Union and the Communism in Mission to Moscow (1943) and I Was a Communist for the FBI (1951)

Silva, Michelly Cristina da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.73%
A presente dissertação analisa dois filmes norte-americanos produzidos e distribuídos pelo estúdio Warner Bros., ambos baseados em histórias reais, que de distintas formas representaram, seja de forma idealista ou condenatória, a União Soviética, o Comunismo e os membros do Partido Comunista dos Estados Unidos (CPUSA). O primeiro, Missão em Moscou, dirigido pelo já renomado Michael Curtiz e lançado no contexto da Segunda Guerra Mundial, apresenta evidências de ter sido feito sob a tutela tanto da agência governamental Birô do Cinema- Secretaria de Informação da Guerra quanto do presidente dos Estados Unidos à época, Franklin Delano Roosevelt. Pela forma como interpretou fatos da história da Rússia e por sua campanha do país como membro dos países Aliados, o filme recebeu a denominação de pró-soviético pela literatura que o estudou. Já o segundo, Eu Fui um Comunista para o FBI, lançado apenas oito anos após Missão em Moscou, mas já no contexto da Guerra Fria, evidenciou, por outro lado, a tentativa da companhia cinematográfica em se alinhar à atmosfera de repúdio ao Comunismo reinante em boa parte da opinião pública norte-americana no período, bem como de tentar afastar as acusações do Comitê de Atividade Antiamericanas (HUAC) da presença dentro de Hollywood de elementos subversivos e de sua propaganda. Por sua representação...

A propaganda política Soviética : uma análise de dez cartazes de 1917 a 1945

Zardo, Guilherme Luthemaier
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.73%
Este trabalho intitulado “A Propaganda Política Soviética – Uma análise de dez cartazes de 1917 a 1945.” abrange a análise de dez cartazes da propaganda política soviética que se situam entre o ano de 1917 e o ano de 1945. Os objetivos são o resgate do contexto histórico de cada peça, a explicitação dos conceitos ideológicos propagados pelo regime e a demonstração das técnicas persuasivas utilizadas por aquela propaganda. A fundamentação se dará a partir da recomposição da história daquele período e do estudo de escritos clássicos sobre propaganda política, teoria comportamental, semiótica e mitologia.; Este trabalho intitulado “A Propaganda Política Soviética – Uma análise de dez cartazes de 1917 a 1945.” abrange a análise de dez cartazes da propaganda política soviética que se situam entre o ano de 1917 e o ano de 1945. Os objetivos são o resgate do contexto histórico de cada peça, a explicitação dos conceitos ideológicos propagados pelo regime e a demonstração das técnicas persuasivas utilizadas por aquela propaganda. A fundamentação se dará a partir da recomposição da história daquele período e do estudo de escritos clássicos sobre propaganda política, teoria comportamental...

Os últimos dias de União Soviética : análise da série de reportagens “a segunda revolução”, de Zero Hora

Novoa, João Vitor Cassela
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.68%
Esse trabalho busca entender o olhar do jornal Zero Hora, uma das principais publicações do Rio Grande do Sul em tiragem, para o final da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, em dezembro de 1991. Embora a data derradeira de existência do país fundado em 1917 sob as luzes ideológicas de Lênin e Trotsky seja de 31 de dezembro daquele ano, o conteúdo analisado foi dos dias 1 a 10 de dezembro de 1991, período em que saiu uma série de reportagens especiais sobre o fim da URSS, realizadas pelo correspondente Marcelo Rech, hoje editor-chefe do periódico, sob o título de “A Segunda Revolução”. O jornalista ficou no país do leste europeu em novembro daquele ano. A análise de conteúdo das dezenas de matérias levou em consideração todos os procedimentos metodológicos necessários separando nas categorias neutras, positivas e negativas para a URSS. Para aprofundar o material ao ponto de observador distante e mero receptor foi discutido o conceito de poder e discurso da mídia no campo político.

Terceira realidade : o poder político de Stalin sobre a fotografia

Silva, Rodrigo Petruzzi da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.9%
Esta pesquisa abrange a análise de cinco fotografias e suas devidas manipulações ocorridas durante o regime de Josef Stalin na União Soviética (1922-1953). Os objetivos são compreender de que maneira estas alterações afetaram a memória social soviética sobre os documentos fotográficos e seus personagens e quais os métodos utilizados pelo líder do governo para conseguir legitimar seu poder diante do povo. A base do conteúdo é composta por uma bibliografia que envolve o contexto histórico e social da União Soviética e conceitos sobre poder, fotografia, memória e documento social.; This research covers the analysis of five photographs and their proper manipulations occurred during the regime of Josef Stalin in the Soviet Union (1922-1953). The goals are to understand how these changes affected the Soviet social memory and photographic documents about their characters and what methods are used by the leader to get the government to legitimize its power to the people. The basis of the content consists of a bibliography which involves the historical and social context of the Soviet Union and concepts about power, photography, memory and social document.

A política externa soviética e seus impactos nas relações internacionais (1917-1985)

Brites, Alessandra Scangarelli
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.73%
O presente trabalho visa analisar a política externa da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) no período de 1917 a 1985. Até 1953, a política da URSS caracterizou-se como defensiva: buscava, em meio a um período de profunda crise do sistema capitalista, evitar as invasões a seu território, objetivando a modernização acelerada não apenas para integrar o país ao mundo produtivo e industrializado, como para também ter condições materiais de defender-se e de combater os inimigos em caso de guerra. No período posterior a 1953, o status de grande potência e líder do bloco socialista marcou um novo capítulo na história da política externa soviética – isso porque obterá um caráter mais reativo, em decorrência de um novo contexto internacional, que se estruturava na competição intersistêmica do bloco capitalista e socialista, como exposto por Fred Halliday. A URSS atuou no intuito de promover aliados e parcerias, especialmente no Terceiro Mundo. Dessa forma, como um todo, a URSS acabou por também promover uma política de coexistência pacífica contra o imperialismo, impulsionando uma mudança qualitativa nas relações de poder para as relações internacionais.; This study aims to analyze the foreign policy of the USSR in the period from 1917 to 1985. Until 1953...

Campeonato Mundial de Hóquei no Gelo 1963-1966 (União Soviética) - Selo comemorativo

sem registro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Selo Formato: 3,3 cm x 3,5 cm; image/jpeg
UND
Relevância na Pesquisa
66.82%
Selo alusivo às vitórias da União Soviética no Campeonato Mundial de Hóquei no Gelo nos anos de 1963 a 1966. A estampa exibe o desenho de um atleta com o taco e uniforme no qual se lê CCCP. O selo apresenta marcas do carimbo obliterado na correspondência da qual foi retirado.; O documento integra o acervo doado por Henrique Licht.

Basquetebol (União Soviética, 1971) - Selo comemorativo

CCCP
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Selo Formato: 3,5 cm x 3,5 cm; image/jpeg
UND
Relevância na Pesquisa
66.82%
Selo alusivo à um campeonato de basquetebol masculino realizado na União Soviética em 1971. A estampa exibe o desenho de dois atletas executando gestos técnicos da modalidade. O selo apresenta marcas do carimbo obliterado na correspondência da qual foi retirado.; O documento integra o acervo doado por Henrique Licht.

O papel de Nikita Khrushchev no Complexo Militar e Industrial, no quadro da Guerra Fria

Silva, Pedro Manuel Batista da
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.82%
A presente dissertação visa aferir a dimensão e a relevância das alterações operadas por Nikita Khrushchev, enquanto líder da União Soviética, no Complexo Militar e Industrial deste país, no período da Guerra Fria. Neste contexto, as mesmas serão analisadas e proceder-se-á, paralelamente, ao estudo do impacto das mesmas a nível interno, bem como a nível externo, na interacção da União Soviética com os restantes actores da comunidade internacional, nomeadamente os Estados Unidos. Mormente, como forma de contextualizar as referidas alterações, proceder-se-á também ao apuramento dos motivos que estiveram subjacentes à transmutação de uma componente relevante nas Relações Internacionais, o Complexo Militar e Industrial Soviético.

Réquiem para dois pássaros de gelo: a coreografia da exclusão na patinação artística soviética e a construção da potência esportiva mundial

Jesus,Diego Santos Vieira de
Fonte: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
56.9%
O objetivo é examinar os fatores responsáveis pela construção da hegemonia dos atletas soviéticos da patinação artística de duplas e da dança no gelo nas principais competições internacionais a partir da década de 1960, bem como os efeitos dessa hegemonia na construção da imagem da União Soviética como potência esportiva mundial. O uso do desempenho dos casais em competições era um veículo para a comunicação internacional dos sucessos do regime comunista na preparação técnica de sua população. O aparato criado em torno da patinação artística de duplas e da dança no gelo na União Soviética era imbuído de um viés político heteronormativo, que naturalizava as hierarquias que situavam a mulher numa posição de dependência em relação ao homem e contribuía para a exclusão de práticas que apontavam para o questionamento da ordem patriarcal erguida pelo regime comunista.

Os fatores determinantes da desaceleração econômica da União Soviética

Almeida Júnior, Antonio Carneiro
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.82%
Resumo: Esta dissertação constitui uma análise do crescimento econômico experimentado pela União Soviética durante a sua existência. Ela tem por objetivo atestar e caracterizar a desaceleração econômica enfrentada pela URSS, além de identificar suas causas, para comprovar ou não que esta desaceleração se deu devido ao esgotamento dos fatores extensivos do crescimento econômico e a dificuldade de fazer do crescimento intensivo o maior responsável pelo crescimento econômico. O objetivo do trabalho foi levado a cabo a parir da leitura crítica de bibliografia selecionada, através da qual foram coletados dados e relatos de órgãos estatísticos e pesquisadores. Além disso, o trabalho teve a Economia Política Marxista como base teórica. Por fim, chegou-se a conclusão de que a União Soviética entrou em um processo de desaceleração no início da década de 1960, o qual evoluiu para um processo de crise estrutural deflagrado em 1975 e para uma estagnação em 1989. Esta desaceleração foi causada pela redução do impacto do crescimento extensivo, pelo desaparecimento do motor do crescimento intensivo, com a criação do Comitê Coordenador para o Controle das Exportações Multilaterais, COCOM, e pela não criação de um novo incentivo direto do desenvolvimento tecnológico. A crise estrutural...

A infra-estrutura em informação científica e em Ciência da Informação na antiga União Soviética (1917-1991)

Santos Júnior, Roberto Lopes dos; Pinheiro, Lena Vania Ribeiro
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
67.06%
Análise da história e do desenvolvimento da infra-estrutura em informação científica na antiga União Soviética e na Rússia, na qual será feito um estudo sobre os principais órgãos, institutos de pesquisa e ensino e publicações sobre Informatika/ Ciência da Informação no país. O período estudado estende-se desde a ascensão do partido bolchevique na Rússia, em novembro de 1917, passando pelo desenvolvimento da Ciência da Informação no país, nas décadas de 1950 a 1970, até a dissolução da União Soviética, em dezembro de 1991, apresentando também algumas informações sobre a área após essa data. Nessa analise, destaca-se a atuação de organizações como, por exemplo, a do Instituto Estatal de Informação Científica e Técnica (VINITI), e aspectos relacionados a prestação de serviços e elaboração de produtos de informação, a formação profissional, os periódicos secundários relacionados a Informatika/ Ciência da Informação no país e eventos técnico-científicos ocorridos tanto na União Soviética como em âmbito internacional

Análise histórica sobre o desenvolvimento da Arquivologia na antiga União Soviética (1918-1985); Historical analysis about the development of the Archival Science in the Former Soviet Union (1918-1985)

Santos Junior, Roberto Lopes dos
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
67.02%
Estudo histórico identificando a evolução da Arquivologia na antiga União Soviética entre a revolução bolchevique de 1917 até meados dos anos 1980. Inicialmente, a pesquisa analisará o desenvolvimento e constituição da Arquivologia russa, da idade média até os últimos anos do czarismo no país. Posteriormente, será discutida a consolidação da Arquivística russa nas primeiras décadas da URSS, passando pelas primeiras legislações, congressos e cursos instituídos no país, além de um longo período de fechamento e repressão promovido pelo líder Josef Stalin entre os anos 1930 e 1940. Por fim será estudado o período de parcial reestruturação da Arquivologia no país entre as décadas de 1950 e 1980, analisando as iniciativas do governo comunista em tentar reorganizar e institucionalizar as práticas arquivísticas e os acervos documentais existentes na União Soviética, além da identificação de alguns problemas e impasses em que a Arquivologia soviética sofria nesse período.; Historical study identifying the evolution of the Archival Science in the former Soviet Union, between the Bolshevik revolution in 1917 until 1985. Initially, the research will examine the development and establishment of the Archival Science in Russia...

FOICES E MARTELOS NO OLIMPO: A POLÍTICA ESPORTIVA DA UNIÃO SOVIÉTICA E AS RELAÇÕES COM O MUNDO CAPITALISTA

Jesus, Diego Santos Vieira de; Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Fonte: Recorde: Revista de Historia do Esporte; Recorde: Revista de História do Esporte; Recorde: Revista de História do Esporte Publicador: Recorde: Revista de Historia do Esporte; Recorde: Revista de História do Esporte; Recorde: Revista de História do Esporte
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.9%
Resumo: O objetivo é examinar os principais fatores que explicam a política soviética para o esporte, em particular sua relação com o esporte internacional burguês. O argumento central aponta que, na década de 1920, tal política era voltada para um desenvolvimento harmonioso do indivíduo em face da necessidade de preparação para o trabalho e a defesa da União Soviética, bem como para uma crítica ao esporte competitivo burguês, que refletia uma estrutura socioeconômica de exploração dos indivíduos. Diante da decepção com o desempenho limitado do movimento esportivo comunista e do fortalecimento do esporte capitalista a partir da década de 1930, os soviéticos passaram a trabalhar dentro das organizações esportivas burguesas a fim de fortalecer o uso do esporte para a ampliação do prestígio nacional, a mobilização de trabalhadores estrangeiros e a demonstração da superioridade do regime comunista.Palavras-Chave: esporte, União Soviética, política internacional HAMMER AND SICKLE ON OLYMPUS: SOVIET SPORTS POLICY AND THE RELATIONS WITH THE CAPITALIST WORLDAbstract: The objective is to examine the main factors that explain Soviet policy for sport, in particular its relationship with the international bourgeois sport. The central argument points out that...

O CAMARADA DE UM AMOR SEM NOME: MEDO E DESEJO NA UNIÃO SOVIÉTICA (1917-1934)

de Jesus, Diego Santos Vieira
Fonte: Programa de Pós-Graduação em História Comparada (PPGHC) Publicador: Programa de Pós-Graduação em História Comparada (PPGHC)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.82%
O objetivo deste artigo é propor o reexame das explicações mais tradicionais sobre a posição do governo soviético com relação à homossexualidade masculina de 1917 a 1934. O argumento central aponta que a descriminalização da sodomia nos primeiros anos da Revolução Russa não significava que a homossexualidade masculina deixara de ser vulnerável à perseguição. Gradativamente, o mito de que a Rússia era uma nação “inocente” acerca da homossexualidade masculina ajudava a construir a imagem da heterossexualidade universal e pura como um padrão natural no tecido social, de forma que a homossexualidade masculina era paulatinamente relegada à Europa Ocidental – vista como reprodutora das “doenças da civilização” – e ao Oriente, concebido como “exótico” e “atrasado”. A criminalização da homossexualidade masculina a partir do governo de Stalin atuou constituindo a identidade da União Soviética como um Estado repressor. Porém, a permanência da subcultura homossexual masculina na União Soviética mostrava a incompletude do aparelho de construção estatal.

A Contabilidade na Antiga União Soviética

De Rocchi, Carlos Antônio
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais - Departamento de Ciências Contábeis Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais - Departamento de Ciências Contábeis
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2009 POR
Relevância na Pesquisa
57.02%
  A União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) foi um país do qual se sabe com precisão as datas de nascimento e de falecimento. Surgida em novembro de 1917 (20 de outubro pelo calendário juliano, que era adotado no Império Tzarista), deixou de existir em dezembro de 1991, quando seu desmembramento fez surgir a Comunidade dos Estados Independentes, que logo sofreria novas cisões e divisões.  Para os estudiosos da História da Contabilidade, o aspecto mais importante daquele País é o planejamento contábil soviético. Primeira experiência prática da implantação de uma economia totalmente planificada, a União Soviética precisaria ter contado com um eficiente planejamento contábil, necessário para o controle e avaliação de desempenho das unidades de produção e distribuição.  Tal planejamento contábil realmente existiu. Mas cabe questionar se ele foi realmente eficiente e, caso não tenha sido, cumpre investigar a influência que suas deficiências tiveram no desmoronamento do império comunista.   E, é claro, analisar tais deficiências e sugerir medidas corretivas. Que poderão ser úteis futuramente, em outros casos e novas situações.  O trabalho se propôe a discutir os aspectos do planejamento contábil na Antiga União Soviética e seu envolvimento e influência na formação de novas comunidades.

The infrastructure in scientific information and Information Science in the former Soviet Union (1917-1991); A infra-estrutura em informação científica e em Ciência da Informação na antiga União Soviética (1917-1991)

Santos Júnior, Roberto Lopes dos; Pinheiro, Lena Vânia Ribeiro; IBICT
Fonte: Departamento de Ciência da Informação – UFSC Publicador: Departamento de Ciência da Informação – UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; pesquisa histórica Formato: application/pdf
Publicado em 14/05/2010 POR
Relevância na Pesquisa
67.06%
Analysis of the history and development of the infrastructure in Scientific information in the former Soviet Union and Russia, where it will be done a study on the main organs, institutes and publications on Informatics / Information Science in the USSR. The study period extends from the rise of the Bolshevik party in Russia in November 1917, through development of information science in the country, in the decades from 1950 to 1970, until the dissolution of the Soviet Union in December 1991, and also some information on the area after that date. In this analysis, it will be discussed institutions like, for example, the State Institute of Scientific and Technical Information (Viniti), and other aspects related to the provision of services and products, development of information, training, related to the regular secondary Informatics / Information Science in the country and technical-scientific events occurring both in the Soviet Union and in the international context.; http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2010v15n29p24Análise da história e do desenvolvimento da infra-estrutura em informação científica na antiga União Soviética e na Rússia, na qual será feito um estudo sobre os principais órgãos, institutos de pesquisa e ensino e publicações sobre Informatika/ Ciência da Informação no país. O período estudado estende-se desde a ascensão do partido bolchevique na Rússia...

Réquiem para dois pássaros de gelo: a coreografia da exclusão na patinação artística soviética e a construção da potência esportiva mundial

Jesus, Diego Santos Vieira de; Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 15/04/2014 POR
Relevância na Pesquisa
56.9%
http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2013000300024O objetivo é examinar os fatores responsáveis pela construção da hegemonia dos atletas soviéticos da patinação artística de duplas e da dança no gelo nas principais competições internacionais a partir da década de 1960, bem como os efeitos dessa hegemonia na construção da imagem da União Soviética como potência esportiva mundial. O uso do desempenho dos casais em competições era um veículo para a comunicação internacional dos sucessos do regime comunista na preparação técnica de sua população. O aparato criado em torno dapatinação artística de duplas e da dança no gelo na União Soviética era imbuído de um viés político heteronormativo, que naturalizava as hierarquias que situavam a mulher numa posição de dependência em relação ao homem e contribuía para a exclusão de práticas que apontavampara o questionamento da ordem patriarcal erguida pelo regime comunista.

Análise sobre o desenvolvimento do campo de estudo em informação científica e técnica nos Estados Unidos e na antiga União Soviética durante a guerra fria (1945-1991)

Santos Junior, Roberto Lopes
Fonte: Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Inst. Publicador: Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Inst.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; audio/mpeg
Publicado em 13/02/2013 POR
Relevância na Pesquisa
67.02%
Analise histórica sobre o desenvolvimento da Ciência da Informação e do campo de estudo em informação científica e técnica nos Estados Unidos e na antiga União Soviética, entre o final da segunda guerra mundial até a dissolução da URSS, em 1991. Em relação aos EUA, será feito uma abordagem sobre a evolução inicial da área, influenciada pela contribuição de campos como a Ciência da computação, Comunicação, Documentação e Biblioteconomia; das iniciativas governamentais que estimularam o aumento do número de pesquisas relacionadas à informação no país, e sobre a consolidação epistemológica da Ciência da Informação e o desenvolvimento desse campo após os anos 1960. Em relação a URSS, será feita a descrição de como funcionavam os principais órgãos e institutos de pesquisa no país, os serviços de informação, os periódicos científicos, a formação profissional na área e, por último, os eventos técnico-científicos em Ciência da Informação ocorridos na antiga União Soviética e em âmbito internacional. A pesquisa, de forma preliminar, confirma a importância das cenas norte-americana e soviética para o desenvolvimento e consolidação da Ciência da Informação na segunda metade do século 20.

A INFRA-ESTRUTURA EM INFORMAÇÃO CIENTÍFICA E EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO NA ANTIGA UNIÃO SOVIÉTICA (1917-1991)

Santos Junior, Roberto Lopes dos; Pinheiro, Lena Vania Ribeiro
Fonte: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia Publicador: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion;
Publicado em 09/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.96%
Análise da história e do desenvolvimento da infra-estrutura em informação científica na antiga União Soviética e Rússia, na qual será feito um estudo sobre os principais órgãos, institutos de pesquisa e de ensino e publicações sobre Informatika/ Ciência da Informação no país. O período estudado estende-se desde a ascensão do partido bolchevique na Rússia, em novembro de 1917, passando pelo desenvolvimento da Ciência da Informação no país, nas décadas de 1950 a 1970, até a dissolução da União Soviética, em dezembro de 1991, apresentando também algumas informações sobre a área após essa data. Nessa análise, destaca-se a atuação de organizações como, por exemplo, o Instituto Estatal de Informação Científica e Técnica (VINITI), e aspectos relacionados à prestação de serviços e elaboração de produtos de informação, a formação profissional, os periódicos secundários relacionados à Informatika/ Ciência da Informação no país e eventos técnico-científicos ocorridos tanto na União Soviética como em âmbito internacional. link para o texto completo: www.periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2010v15n29p24/19539

Análise sobre o desenvolvimento do campo de estudo em informação científica e técnica nos Estados Unidos e na antiga União Soviética durante a guerra fria (1945-1991)

Santos Junior, Roberto Lopes dos
Fonte: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia Publicador: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion;
Publicado em 21/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
47.02%
Analise histórica sobre o desenvolvimento da Ciência da Informação e do campo de estudo em informação científica e técnica nos Estados Unidos e na antiga União Soviética, entre o final da segunda guerra mundial até a dissolução da URSS, em 1991. Em relação aos EUA, será feito uma abordagem sobre a evolução inicial da área, influenciada pela contribuição de campos como a Ciência da computação, Comunicação, Documentação e Biblioteconomia; das iniciativas governamentais que estimularam o aumento do número de pesquisas relacionadas à informação no país, e sobre a consolidação epistemológica da Ciência da Informação e o desenvolvimento desse campo após os anos 1960. Em relação a URSS, será feita a descrição de como funcionavam os principais órgãos e institutos de pesquisa no país, os serviços de informação, os periódicos científicos, a formação profissional na área e, por último, os eventos técnico-científicos em Ciência da Informação ocorridos na antiga União Soviética e em âmbito internacional. A pesquisa, de forma preliminar, confirma a importância das cenas norte-americana e soviética para o desenvolvimento e consolidação da Ciência da Informação na segunda metade do século 20. Palavras-chave: História da Ciência da Informação. Ciência da Informação nos Estados Unidos. Ciência da Informação na União Soviética. Link para o texto completo (PDF) http://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/217/233