Página 1 dos resultados de 185 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Trissomia 21 e comportamentos disruptivos em sala de aula

Marques, Hélder Augusto Carreira
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.9%
Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação: Educação Especial, área de especialização em Domínio Cognitivo e Motor; O presente trabalho de investigação insere-se no âmbito do Mestrado em Ciências da Educação - Educação Especial, Domínio Cognitivo e Motor, da Universidade Fernando Pessoa e visa promover a inclusão e a participação de um aluno com Trissomia 21, associado a comportamentos disruptivos na sala de aula. A inclusão é o grande desafio que se coloca à escola. É fundamental que esta seja capaz de encontrar formas e meios de responder com eficácia às necessidades educativas das crianças com Trissomia 21 associadas a comportamentos disruptivos. É neste contexto, que pretendemos obter resposta à seguinte questão: De que forma um programa de intervenção, direcionado a um aluno com problemas disruptivos, associado a trissomia 21, influencia positivamente a mudança dos comportamentos? Neste trabalho apresentamos os resultados de um programa de modificação comportamental, analisando o seu contributo perante os problemas de indisciplina, tendo como participante alvo um aluno com Trissomia 21. Como enfoque realçamos a importância de uma abordagem preventiva e a resposta à intervenção que deve ser pensada em função do problema do aluno e das circunstâncias...

A Formação dos Educadores de Infância e a Inclusão de Crianças com Trissomia 21 no Jardim de Infância

Machado, Nélia Medeiros
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.84%
Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação: Educação Especial, área de especialização em Domínio Cognitivo e Motor; Tendo presente que o princípio da escola inclusiva consiste em dar as mesmas oportunidades de aprendizagem a todas as crianças devendo, as escolas ajustar-se às suas problemáticas e a cada especificidade, neste estudo o problema centra-se em torno da formação dos educadores de infância e a inclusão de crianças com Trissomia 21 no jardim de infância. Muitos educadores são deparados com crianças com esta síndrome incluídas nas suas salas e, muitas vezes, não se percepcionam como preparados para dar as respostas educativas adequadas à sua problemática podendo, dificultar o desenvolvimento das suas potencialidades. Pretende-se, assim, com este estudo analisar a relação existente entre a formação dos educadores de infância e a inclusão das crianças com Trissomia 21 no jardim de infância. Para o efeito, utilizou-se uma investigação do tipo qualitativo e quantitativo, em que através de uma entrevista semi-estruturada com questões abertas e fechadas, entrevistou-se 40 educadores de infância titulares de turma que leccionam na ilha de São Miguel na rede pública e privada que têm...

A criança com Trissomia 21 e os fatores ambientais

Rodrigues, Maria de Fátima Alves Gonçalinho da Silva
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.89%
Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação: Educação Especial, área de especialização em Domínio Cognitivo e Motor; Partindo da nossa experiência pessoal e profissional relacionada com a educação especial, o presente estudo surge como uma abordagem aos fatores ambientais que potenciaram o sucesso educativo de um aluno com Trissomia 21, no contexto educativo que frequenta. Os fatores ambientais constituem o ambiente físico, social e atitudinal em que as pessoas vivem e conduzem a sua vida, e como tal são determinantes para a sua funcionalidade. O problema de investigação formulou-se da seguinte forma: Como é que os fatores ambientais contribuem para o sucesso educativo de um aluno com Trissomia 21? O estudo empírico, de natureza qualitativa (estudo de caso único), foi efetuado numa sala de aula do ensino regular pertencente a um Centro Escolar de um Agrupamento de Escolas da região Douro Sul, tendo como participantes uma criança com Trissomia 21, a sua professora do 1.º ciclo, a sua terapeuta da fala e a sua encarregada de educação, sendo a recolha de dados efetuada a partir de análise de documentos, observação participante e entrevista semiestruturada. A informação recolhida nas entrevistas foi tratada através da técnica de análise de conteúdo. Os resultados revelam que o aluno ao longo da frequência do 1.º ciclo vivenciou uma experiência de sucesso. Revelaram-se como facilitadores os seguintes fatores ambientais: apoio e atitudes da família próxima; apoios e atitudes das pessoas em posição de autoridade e apoios dos profissionais de saúde. Esta perspetiva apresenta-se consistente com uma mudança do paradigma médico da deficiência para o chamado paradigma biopsicossocial...

A percepção dos professores do ensino básico face à inclusão das crianças/jovens com trissomia 21, nas turmas/escolas

Marcos, Eva Maria Correia São
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.84%
Tendo em mente que a escola inclusiva é um lugar onde todas as crianças e jovens aprendem juntos, com as mesmas oportunidades, pretende este estudo compreender a forma como os Professores do Ensino Básico percepcionam a inclusão de alunos com Trissomia 21, nas turmas/escolas do Ensino Regular. Várias são as investigações que têm vindo a demonstrar os ganhos significativos que estas crianças obtêm, quer ao nível do seu desenvolvimento pessoal e social, quer ao nível da sua qualidade de vida, se forem incluídas em turmas de ensino regular, logo no início da sua escolaridade. O trabalho é estruturado em duas partes. Na primeira, através de uma revisão de literatura, são abordados assuntos relacionados com o paradigma da inclusão em geral, o que se entende por necessidades educativas especiais dos alunos e o papel dos professores num contexto inclusivo. Refere-se, também, como a edificação do currículo pode contribuir para uma escola inclusiva, sofrendo adequações que tornem a resposta educativa ajustada às necessidades educativas especiais dos alunos, em geral, e, mais especificamente, dos alunos com Trissomia 21, enquadrando os mesmos na deficiência mental. A segunda parte cinge-se ao estudo empírico, o qual se desenvolve no âmbito de um modelo quantitativo de investigação seguindo um plano não-experimental e descritivo. Conta com uma amostra de cinquenta e dois professores pertencentes a dois Agrupamentos de Escolas do concelho de Coimbra...

Inclusão de crianças com trissomia 21 : o impacto da formação em necessidades educativas especiais na atitude dos docentes

Pereira, Cristina Manuela Azevedo
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.84%
O presente estudo procura reflectir sobre as atitudes dos professores com e sem formação em Necessidades Educativas Especiais perante a inclusão de crianças com Trissomia 21 no ensino regular de três agrupamentos do concelho de Baião. No estudo foram inquiridos 80 professores com e sem formação especializada, (40 em 2008 e os restantes 40 em 2011), os quais foram submetidos a um inquérito por questionário, cujas respostas foram analisadas estatisticamente. A elaboração deste trabalho constitui um desafio face à inclusão de crianças com Trissomia 21, as quais nem sempre o sistema educativo consegue dar uma resposta adequada. É necessário fazer emergir novos paradigmas, adequados às necessidades de cada aluno. A inclusão é ainda uma questão complexa, que exige algumas mudanças, nomeadamente de atitudes. O objectivo final deste estudo é determinar se a formação especializada dos professores influencia na atitude destes perante a inclusão de crianças com Trissomia 21 no ensino regular, nos diferentes anos. Apesar dos professores sentirem algumas dificuldades ao nível dos recursos humanos e pedagógicos, constatamos que os professores com formação especializada apresentam atitudes positivas face à inclusão destes alunos e que com o passar dos tempos...

Sexualidade nas NEE – Trissomia 21 : perspetivas dos docentes do Ensino Regular do 1.º, 2.º e 3.º Ciclo

Franco, Joana Rodrigues
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.94%
O seguinte trabalho de investigação foi realizado no âmbito da dissertação de Mestrado em Ciências da Educação: Educação Especial - Domínio Cognitivo-Motor. Este projeto de investigação intitula-se «Sexualidade nas NEE – Trissomia 21: Perspetivas dos docentes do Ensino Regular do 1º, 2º e 3º Ciclo» e tem como objetivo o estudo das perspetivas dos professores perante manifestações sexuais de alunos portadores de Trissomia 21 e divide-se em duas partes fundamentais: o enquadramento teórico e o enquadramento prático. No que diz respeito ao enquadramento teórico, primeiramente procedeu-se à definição da patologia; resumo da sua história; etiologia, ou seja, causas; tipos de trissomia; características, físicas e cognitivas; diagnóstico e intervenção. Seguidamente aprofundaram-se questões ligadas à parte da sexualidade: ideias gerais sobre a sexualidade dos deficientes, o desenvolvimento sexo-afetivo na trissomia 21, contraceção e deficiência mental e princípios e prática da Educação Sexual. Quanto ao enquadramento prático, o estudo do problema levantado, assim como das suas variáveis e hipóteses, foi feito através de um inquérito por questionário, respondido por 36 professores do Ensino Regular do 1º...

Promoção das capacidades de comunicação e de memorização de uma aluna com Trissomia 21 : Estudo de caso

Louro, Marta Sofia Pires
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.84%
Os alunos com Trissomia 21 necessitam de todo um trabalho em equipa, com os professores, terapeutas, entre outros, para que se possam desenvolver com maior estabilidade e harmonia. Por vezes, estes alunos apresentam problemas comunicativos e dificuldades ao nível da memorização, todavia são de um modo geral, muito alegres e sociáveis, embora teimosos. Este estudo pretende identificar as melhores estratégias a desenvolver para a promoção das capacidades de comunicação e de memorização de uma aluna com Trissomia 21 em contexto escolar. A linha de investigação vai ao encontro da recolha de dados, através de observações diretas, entrevistas semiestruturadas e análise documental, para assim conhecer melhor a aluna em estudo. Com esta investigação, pretende-se que toda a comunidade escolar, bem como todos os que pesquisem este estudo, beneficiem da apresentação e aprendizagem de várias estratégias, as quais posteriormente colocadas em prática possam vir a tornar os indivíduos com Trissomia 21 pessoas felizes. Na conclusão far-se-á o cruzamento de dados verificando se todos os objetivos propostos com este estudo foram atingidos.; Orientador : Jorge Serrano

A perceção de Educadores de Infância, Professores do 1º ciclo e Educação Especial em relação às dificuldades no Ensino de crianças portadoras de Trissomia 21

Realista, Maria João Marques Fernandes
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.03%
A Trissomia 21 é uma problemática com alta incidência na nossa sociedade e possuí características muito específicas que variam de indivíduo para indivíduo. A educação de uma criança com Trissomia 21 deve ter a mesma finalidade da educação de qualquer outra, ou seja, é necessário dar-lhe todas as oportunidades e todo o apoio necessário para que possa desenvolver as suas faculdades cognitivas e sociais até ao máximo que lhe for possível. Proponho, neste trabalho, a apresentação ao leitor de um conhecimento mais profundo sobre a perceção dos Educadores de Infância, Professores do 1º Ciclo e Educação especial e em qualquer situação profissional em relação às dificuldades no ensino de crianças portadoras de Trissomia 21. Considero que este conhecimento é de extrema importância para professores e educadores, pois assim, poderão ter uma perceção das dificuldades que sentem no ensino destas crianças, quais os obstáculos existentes, os aspetos considerados facilitadores no ensino destas crianças, refletir sobre a necessidade de formação adequada para trabalhar com estas crianças e que estratégias são utilizadas com maior frequência no ensino destas crianças de forma a estimular adequadamente a criança e proporcionar um desenvolvimento adequado. O trabalho está estruturado em duas partes. Na primeira...

Avaliação das competências para a aprendizagem académica numa criança com Tríssomia 21 : um estudo de caso

Gonçalves, Maria da Conceição Marques da Silva Ribeiro
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 17/10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.89%
Em termos gerais, tomando a revisão da literatura, podemos referir que as crianças com trissomia 21 apresentam limitações significativas no que respeita ao desempenho em atividades do quotidiano por incapacidades, principalmente, ao nível cognitivo que, consequentemente, se repercutem na sua capacidade para aprender diferentes atividades e tarefas. Mas, por outro lado, estas crianças como qualquer outra criança também apresentam um potencial de aprendizagem. A plasticidade do sistema nervoso central permite a possibilidade, através de uma adequada intervenção, da obtenção de um bom desenvolvimento biopsicossocial também nestes sujeitos. Porém, é necessário oferecer à criança e jovem oportunidades para o desenvolvimento das suas potencialidades cognitivas e sociais específicas até ao mais alto grau. Uma das primeiras fases desse processo é a correta avaliação da funcionalidade e incapacidade da criança e jovem para depois se poder planificar corretamente uma intervenção. Ou seja, uma correta avaliação da funcionalidade e incapacidade do sujeito vai permitir o estabelecimento, a jusante, de um plano de intervenção mais ajustado às suas necessidades efetivas. O nosso estudo exploratório assenta no paradigma qualitativo ou estudo de caso...

Trissomia 21 : aprendizagem de uma segunda língua : estudo de caso

Gomes, Mónica Pereira
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 19/09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
67.04%
As crianças com Trissomia 21 apresentam limitações próprias da sua condição genética (cromossoma adicional), as quais afetam os respetivos perfis de funcionalidade, incluindo as capacidades para a aprendizagem. Todavia, dependendo da dimensão das referidas limitações, estas podem não ser impeditivas da aprendizagem de uma segunda língua. A adoção de estratégias de ensino adequadas à forma e ritmo de aprendizagem destas crianças é referida na literatura como um fator crucial para garantir o sucesso da aprendizagem. Neste contexto, a aplicação das condições de ensino habitualmente utilizadas com crianças sem Trissomia 21 são, frequentemente, consideradas adversas à aprendizagem por crianças com esta condição. A presente dissertação, subordinada ao tema Trissomia 21 e a aprendizagem de uma segunda língua, centra-se nesta problemática. O seu principal objetivo é a avaliação das potencialidades de uma criança com Trissomia 21, que fala português, para a aprendizagem de uma língua estrangeira, no caso concreto o Inglês, quando sujeita a condições de ensino semelhantes às utilizadas com crianças sem a condição. No desenvolvimento da investigação adotou-se uma metodologia de estudo de caso centrado numa criança com Trissomia 21 e idade cronológica de 9 anos...

Dispositivos móveis no apoio a jovens com trissomia 21: prototipagem de uma aplicação na área das competências funcionais e sociais

Moreira, Paulo Jorge
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.88%
A persente dissertação descreve um estudo realizado no âmbito do Mestrado em Comunicação Multimédia da Universidade de Aveiro e cuja principal finalidade foi prototipar uma aplicação na área das competências funcionais e sociais, especificamente desenvolvida para o contexto dos dispositivos móveis e para apoiar jovens com Trissomia 21. Os jovens e adultos portadores de Trissomia 21 têm de ultrapassar múltiplas barreiras no seu dia-a-dia, em tarefas simples como cozinhar ou atravessar a estrada, mas também, e fundamentalmente, em atividades dos domínios funcional e social como fazer compras ou viajar de transportes públicas. Vários estudos científicos têm sido publicados sobre a utilização de aplicações educativas direcionadas para as crianças com Trissomia 21, sublinhando como estas aplicações poderão melhorar as suas competências funcionais e sociais. No entanto, para a faixa etária dos jovens não têm sido feitos muitos estudos, por comparação com a faixa etária das crianças. Os padrões tecnológicos evoluíram consideravelmente na última década e o aparecimento de dispositivos como os Smartphones, os Tablet, IPad ou M Surfaces contribuíram para um patamar de portabilidade e interatividade nunca atingido até então. Este novo contexto tecnológico claramente marcado pelo potencial de mobilidade e portabilidade dos dispositivos sugere um cenário que importa explorar...

Lipidómica do plama materno para o diagnóstico de diabetes gestacional e trissomia 21

Almeida, Lara Alexandra Monteiro
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.98%
Devido à elevada incidência das doenças pré-natais, as complicações que podem causar tanto a mãe como ao feto e a necessidade da recorrência a métodos invasivos (amniocentese, amostragem das vilosidades coriónicas) para o diagnóstico, é de extrema importância desenvolver métodos de diagnósticos pré-natais não invasivos com maior sensitividade que possam permitir, de forma rápida, o rastreio ou diagnóstico precoce e garantir o bem-estar da mãe e do feto. Os lípidos encontram-se associados ao desenvolvimento de várias patologias da gravidez, nomeadamente a diabetes gestacional, anomalias cromossómicas, malformações fetais, entre outros. A lipidómica, que se debruça sobre o estudo dos lípidos, constitui uma ferramenta analítica muito útil para a pesquisa de biomarcadores que possam ser indicadores de certas patologias. Assim, o objetivo deste trabalho foi investigar possíveis marcadores lipídicos presentes no plasma materno que possam ser indicativos de diabetes gestacional e trissomia 21. Numa primeira etapa foi feita a extração de amostras de plasma de mulheres saudáveis, utilizando cinco métodos de extração distintos, com o objetivo de escolher o melhor método, em termos de eficácia e reprodutibilidade...

A trissomia 21 e o impacto na família

Santos, Andreia Cláudia
Fonte: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
66.95%
Projeto de investigação no âmbito da Pós-Graduação em Educação Especial - Domínio Cognitivo e Motor, da Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti.; O presente projeto de investigação realizado no âmbito de uma pós-graduação em educação especial, no domínio cognitivo e motor resulta de um estudo realizado a várias famílias de crianças ou jovens com Trissomia 21. O estudo desenvolvido teve como objetivo aferir e refletir sobre o modo como o nascimento de uma criança com Trissomia 21 afetou toda a dinâmica familiar, isto é, quais as repercussões do nascimento de uma criança com Trissomia 21 no seio familiar. A Trissomia 21 é uma deficiência genética com características singulares que pode afetar de maneira importante o desenvolvimento das crianças. Tais especifidades envolvem não apenas a criança, como a família, especialmente os pais e mães, que precisam de aprender a lidar com um filho cujo desenvolvimento necessitará de cuidados e exigências que outras crianças sem deficiência não têm. O nascimento de uma criança com Trissomia 21 representa para os pais, a perda do filho idealizado, o que acarreta um aumento do stresse familiar e que terá implicações na dinâmica familiar.

Função Tiroideia em Doentes com Trissomia 21 – Casuística de Duas Consultas num Hospital Pediátrico Central

Castro, S; Amaral, D; Pinto, M; Pina, R; Lopes, L; Fonseca, G
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.84%
Em crianças e adolescentes com síndrome de trissomia 21 observa-se uma prevalência aumentada de alterações da função tiroideia. A mais frequentemente encontrada é o hipotiroidismo subclínico, seguida do hipotiroidismo clínico e, mais raramente, doença de Graves. O diagnóstico de hipotiroidismo é, por vezes, tardio pois os sintomas são confundidos com as manifestações características da trissomia 21, sendo portanto fundamental rastrear sistematicamente a função tiroideia nestas crianças. A velocidade de crescimento é um elemento clínico que pode contribuir quer para a valorização do diagnóstico quer da terapêutica apesar de esta não ser totalmente consensual. Descreve-se a casuística de um Hospital Central Pediátrico em foram seguidas quarenta e cinco crianças e adolescentes com trissomia 21, entre Janeiro de 2000 e Maio de 2008. Neste grupo de crianças, foram detectadas alterações da função tiroideia em dezanove; a alteração mais frequente foi o hipotiroidismo subclínico (treze) seguida do hipotiroidismo clínico (cinco); houve apenas um caso de hipertiroidismo. As alterações da função tiroideia aumentaram com a idade dos doentes, foram mais frequentes no sexo feminino e tiveram uma clínica inespecífica.

Função Tiroideia em Doentes com Trissomia 21 – Casuística de Duas Consultas num Hospital Pediátrico Central

Castro, S; Amaral, D; Pinto, M; Pina, R; Lopes, L; Fonseca, G
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.84%
Em crianças e adolescentes com síndrome de trissomia 21 observa-se uma prevalência aumentada de alterações da função tiroideia. A mais frequentemente encontrada é o hipotiroidismo subclínico, seguida do hipotiroidismo clínico e, mais raramente, doença de Graves. O diagnóstico de hipotiroidismo é, por vezes, tardio pois os sintomas são confundidos com as manifestações características da trissomia 21, sendo portanto fundamental rastrear sistematicamente a função tiroideia nestas crianças. A velocidade de crescimento é um elemento clínico que pode contribuir quer para a valorização do diagnóstico quer da terapêutica apesar de esta não ser totalmente consensual. Descreve-se a casuística de um Hospital Central Pediátrico em foram seguidas quarenta e cinco crianças e adolescentes com trissomia 21, entre Janeiro de 2000 e Maio de 2008. Neste grupo de crianças, foram detectadas alterações da função tiroideia em dezanove; a alteração mais frequente foi o hipotiroidismo subclínico (treze) seguida do hipotiroidismo clínico (cinco); houve apenas um caso de hipertiroidismo. As alterações da função tiroideia aumentaram com a idade dos doentes, foram mais frequentes no sexo feminino e tiveram uma clínica inespecífica.

As atitudes dos alunos do 2º ciclo do Ensino Básico e a integração de crianças portadoras de Trissomia 21

Ramos, Filomena Maria Durão
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.95%
Dissertação mest., Observação e Análise da Relação Educativa, Universidade do Algarve, 2007; Este estudo, de carácter exploratório, visa criar um instrumento no âmbito da análise e observação da relação educativa, que permita averiguar, através da percepção dos professores inquiridos, se as atitudes das crianças ditas «normais» promovem a integração das crianças portadoras de Trissomia 21 no 2º Ciclo do Ensino Básico Regular. A amostra deste estudo é constituída por professores do Ensino Especial e do Ensino Básico Regular que lidaram com a experiência de integração de crianças com Trissomia 21 na sala de aula, num total de 108 docentes, dos distritos de Leiria, Santarém, Castelo Branco, Lisboa, Portalegre e Évora. O estudo, teoricamente, desenvolve-se através de dois conceitos, atitude e integração, a partir dos quais foi possível construir o modelo explicativo teórico como um esquema de influências entre as atitudes dos alunos do 2º Ciclo do Ensino Básico Regular e a integração de crianças portadoras de Trissomia 21 na sala de aula. Após a análise e interpretação dos resultados, foi possível concluir que a integração dos alunos portadores de Trissomia 21 nas aulas do Ensino Regular é feita com sucesso. Face aos dados e aos resultados dos testes estatísticos realizados...

Intervenção psicomotora precoce; estudo da evolução do desenvolvimento global de um bebé com Trissomia 21

Mendes, Diogo Samuel Pereira
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.99%
Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciado em Reabilitação Psicomotora; O presente trabalho de investigação intitulado “Intervenção psicomotora precoce: estudo da evolução do desenvolvimento global de um bebé com Trissomia 21”, fundamentou-se num estudo da evolução neuropsicomotora de um bebé com Trissomia 21 submetido a uma intervenção psicomotora precoce, proporcionada através da realização do estágio final da Licenciatura em Reabilitação Psicomotora, na Clínica Pedagógica de Reabilitação Psicomotora da Universidade Fernando Pessoa. O objetivo geral desta investigação foi descrever a evolução neuropsicomotora de um bebé portador de Trissomia 21 que beneficiou de sessões de psicomotricidade. Trata-se de uma investigação realizada ao longo das sessões de psicomotricidade que um bebé portador de Trissomia 21 recebeu na Universidade Fernando Pessoa- Polo de Ponte de Lima, no qual foram registadas, em todas as sessões, as evoluções observadas no perfil neuropsicomotor do mesmo. Para a avaliação e intervenção da criança, foi utilizado o Currículo Carolina como apoio à estimulação psicomotora, de forma a anotar e observar a evolução do bebé no decorrer das sessões. Os resultados obtidos no final do estudo demonstraram uma evolução positiva das áreas do desenvolvimento neuropsicomotor investigadas...

Caracterização da Evolução Somática de Crianças Portuguesas com Trissomia 21 — Resultados Preliminares

Fernandes, Armando; Mourato, Ana Paula; Xavier, M.ª João; Andrade, David; Fernandes, Cláudio; Palha, Miguel
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Formato: application/pdf
Publicado em 25/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
67.06%
As crianças com trissomia 21 têm, reconhecidamente, um atraso do desenvolvimento estaturo-ponderal, com maior expressão ao nível do perímetro cefálico.Apresentamos os resultados preliminares de um estudo transversal descritivo, cujo objectivos foram os seguintes: 1 — a elaboração das curvas de percentis da evolução somática (peso, comprimento/estatura e perímetro cefálico) para as crianças portuguesas com trissomia 21, dos 0 aos 48 meses; 2 — a comparação entre o crescimento das crianças com trissomia 21 e uma população constituída pelos seus irmãos; e 3 — a comparação entre o crescimento das crianças com trissomia 21 portuguesas e americanas (tabelas de Cronk C e col).Concluímos que: 1 — existe um atraso de crescimento (peso, comprimento/estatura e perímetro cefálico) das crianças portuguesas com trissomia 21 em relação aos seus irmãos, em todos os parâmetros avaliados e em todos os grupos etários; 2 — as crianças portuguesas com trissomia 21, quanto ao peso e ao/à comprimento/estatura, apresentam valores semelhantes aos obtidos por Cronk C e col até aos 24 meses de idade; 3 — após os 30 meses, as crianças portuguesas com trissomia 21 são mais pesadas e mais altas do que as crianças americanas com trissomia 21. Justifica-se...

Administração de Cuidados a Portadores de Trissomia 21. O Ponto de Vista dos Pais

Lucas, Manuela; Pires de Matos, Paula; Palha, Miguel
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Formato: application/pdf
Publicado em 21/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.9%
Introdução: A Trissomia 21 é um problema insuficientemente valorizado na política de Administração de Saúde. Vários programas terapêutico/educacionais têm sido utilizados, nem sempre com resultados conhecidos. Crê-se ser possível a obtenção de maior proveito social sem aumento de custos se se conhecerem os resultados dos serviços prestados a este grupo, tornando-se urgente a necessidade de comparação das diferentes formas de intervenção.Objectivo Geral: Avaliar o grau de satisfação dos pais de crianças com Trissomia 21 face aos cuidados prestados no Centro de Desenvolvimento Infantil do Serviço de Pediatria do Hospital de Santa Maria, Lisboa.Material e Métodos: Efectuou-se um estudo de observação.Procedeu-se à aplicação de um questionário, composto por 44 itens, através de entrevista individual estruturada, aos pais de 50 crianças com Trissomia 21, com idades entre os O e os 6 anos. Procedeu-se à análise univariada de todas as variáveis. Relativamente às variáveis numéricas, apresentam-se os cálculos de medidas de tendência central e de dispersão. Procedeu-se igualmente à análise bivariada, utilizando os testes de T de Student, de Wilcoxon e de Fisher para verificação da independência entre as variáveis para o nível de significância de 5%.Resultados: A maioria das crianças (81%) nasceu de mães com idade inferior a 35 anos. A maioria das famílias seguidas no serviço (91%) pertencem à classe alta/média. Quanto à acessibilidade...

Formação docente em Educação Especial e perspetivas inclusivas sobre estratégias de intervenção com alunos portadores de trissomia 21 : contributos de um estudo de casotrabalho de projeto em Educação Especial

Tavares, Anabela Maria Mendonça da Silva; Felizardo, Sara Alexandre
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Relatório
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
67.03%
Curso de Formação Especializada em Educação Especial Domínio Cognitivo e Motor; O presente estudo situa-se no contexto do paradigma inclusivo e tem como propósito analisar a influência da formação docente em educação especial, alicerçada numa perspetiva inclusiva, visando a promoção e a melhoria de estratégias de intervenção com alunos portadores de Trissomia 21. Com este estudo é nossa pretensão provocar a emergência de uma reflexão conjunta sobre a postura dos docentes, com e sem formação em Necessidades Educativas Especiais, face à inclusão de crianças com Trissomia 21 nas escolas do ensino regular. Pretendemos, ainda, aferir as perceções das famílias destas crianças face à escola inclusiva, tendo em conta a formação docente especializada. O objetivo último deste estudo consiste em determinar se a formação especializada dos professores influencia a atitude destes, perante a inclusão de crianças com Trissomia 21 no ensino regular. A elaboração deste trabalho constitui um desafio face à inclusão de crianças com Trissomia 21, as quais nem sempre o sistema educativo consegue dar uma resposta adequada. Assim, é necessário fazer emergir novos paradigmas, adequados às necessidades de cada aluno...