Página 1 dos resultados de 180 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Dinâmicas transnacionais da emigração portuguesa em França

Ramos, Sara Frias Moura
Fonte: FEUC Publicador: FEUC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
27.4%
Os movimentos de populações, e mais especificamente as migrações, são um tema ainda pouco estudado na disciplina de Relações Internacionais. Ora um tal fenómeno afeta e modela as relações que se estabelecem entre as vertentes do triângulo que se forma entre o país de origem, o país de acolhimento e o migrante. Guiado por esta convicção, o presente trabalho tem como objetivo analisar a emigração portuguesa para França à luz do conceito de transnacionalismo. A crise económica que se vive atualmente em Portugal tem levado inúmeros portugueses a procurar uma vida melhor fora do país, reproduzindo de certa forma o movimento de emigração em grande escala dos anos 60 e 70. Tradicional destino de eleição, a França tem acolhido nos últimos anos um contingente significativo de portugueses, cujo processo de emigração e integração se enquadra num contexto consideravelmente diferente, permitindo uma mobilidade livre graças à União Europeia. Focando-nos na comunidade portuguesa instalada na região de Aquitaine, procuramos saber em que medida estes migrantes se inscrevem na categoria de "transmigrantes" tal como ela é definida por Nina Glick Schiller, Linda Basch e Cristina Blanc-Szanton, ou seja, "migrantes que desenvolvem e mantêm múltiplas relações – familiares...

Identidades viajeiras : família e transnacionalismo no contexto da experiência migratória de moçambicanos para as minas da terra do Rand, África do Sul

Mungoi, Dulce Maria Domingos Chale João
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.1%
A partir da análise antropológica da experiência migratória de moçambicanos para a África do Sul, em particular para as minas de ouro, platina e carvão, a presente tese busca compreender as dinâmicas migratórias internacionais no contexto da economia capitalista e procura olhar essa realidade a partir de uma perspectiva teórica das migrações circulares transnacionais, lançando novas questões para a análise do fenômeno migratório contemporâneo. A tese procura colocar em evidência as dimensões transnacional, social, econômica, política, histórica e simbólica desse fluxo, enfatizando aspectos macro (gerais) e micro (específicos). Nos aspectos macro, são considerados o papel dos Estados moçambicanos e sul-africano, as relações que eles estabelecem com o mercado e os mecanismos jurídico e burocrático que orientam esse fluxo. Nos aspectos micro, consideram-se as questões relacionadas diretamente com o impacto do fenômeno migratório na vida familiar e profissional dos sujeitos que migram, assim como os aspectos ligados às relações de gênero e trajetórias que recriam e atualizam as múltiplas identidades do migrante no contexto da sua transição entre os países de origem e de acolhimento.; From the anthropological analysis of the Mozambican migratory experience to South Africa...

Jovens em movimento: os TCKs e a formação da identidade pessoal en contexto transnacional

Branco, Lidiane da Silveira Vaz, 1976-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
27.1%
Tese de mestrado, Antropologia Social e Cultural, 2012, Instituto de Ciências Sociais, Universidade de Lisboa; Nesta dissertação debato questões relacionadas com o processo de formação da pessoa e o sentimento de pertença entre jovens que crescem num contexto familiar de grande mobilidade transnacional, resultante da inserção de seus pais em profissões altamente qualificadas – como as de diplomata, militares em escalões mais altos, embaixadores ou mesmo missionários – e que por isso participam e ao mesmo tempo contribuem para o que chamamos de cultura transnacional e/ou “terceira cultura”. A dissertação propõe-se enquadrar a vivência do que Ruth Useem cunhou como Third Culture Kids (TCKs), explorando teorias sobre cultura, identidade e transnacionalismo que iluminam a formação da identidade pessoal desta elite social, com particular referência aos trabalhos de Ulf Hannerz e as alianças possíveis e úteis entre as reflexões deste autor e os estudos sobre a formação da pessoa de Christina Toren. Partindo de um estudo exploratório realizado entre jovens residentes atualmente em Lisboa/Cascais, fundamentado em três estudos de caso, reflito sobre os dilemas vividos por estes jovens e seu enquadramento familiar. Mostro neste texto que em alguns casos estes jovens e seus pais ganham consciência da existência de um modelo hegemónico que valoriza a criação de “raízes” em locais específicos...

As comunidades políticas transnacionais : o caso das associações da Guiné-Bissau em Portugal

Sá, Ilsa de Fátima Cá e
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /01/2012 POR
Relevância na Pesquisa
27.59%
Mestrado em Desenvolvimento e Cooperação Internacional; A presente investigação incide sobre o estudo das actividades políticas transnacionais dos migrantes guineenses em Portugal, tendo em conta o seu impacto no país de origem. A investigação é efectuada de acordo com as premissas do transnacionalismo migrante e do transnacionalismo político, assim como da análise da história política recente da Guiné-Bissau e os seus fluxos migratórios.; This research focuses on the study of transnational political practices of the Bissau-Guinean migrants in Portugal, taking into accounts its impact on the country of origin. This study is conducted in accordance with the assumptions of migrant transnationalism, political transnationalism as well as of recent political history of Guinea-Bissau and its migrations flows.

Dinâmicas transnacionais protagonizadas por Associações de Migrantes Guineenses em Portugal

Carreiro, Maria João
Fonte: CIES-ISCTE Publicador: CIES-ISCTE
Tipo: Trabalho em Andamento
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
27.1%
Este working paper problematiza a ligação das associações de migrantes guineenses com as respectivas comunidades de origem, à luz das referências teóricas sobre transnacionalismo migrante. Num primeiro momento, são sumariamente apresentados alguns dos elementos que têm conduzido o debate científico internacional sobre este conceito, destacando-se a produção teórica sobre um tipo específico de actor transnacional, as denominadas Hometown Associations. Apresenta-se em seguida a investigação realizada sobre as associações de migrantes guineenses em Portugal, analisando-se a partir de três exemplos concretos o caso específico das associações de migrantes manjacos. A partir dessa referência empírica, reflecte-se sobre o papel destas associações enquanto actores transnacionais, propondo-se, por último, uma validação dos principais pressupostos do quadro teórico inicialmente definido.; This working paper problematizes the connection between Guinean migrant associations and their original communities, in the light of theoretical references on migrant transnationalism. In the first place, it presents a summary of some of the elements that have driven international scientific debate on this concept, in particular the theoretical production on a specific type of transnational actor...

“Si canua kan’kadja nona tchiga”. Trajectórias, experiências e narrativas pessoais no presente migratório

Costa, Teresa Carvalho
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
27.1%
Este trabalho analisa a trajectórias e experiências do presente migratório de três sujeitos originários da Guiné-Bissau. As suas experiências presentes são marcadas por um processo de exclusão particular. N´Duba Nhaga, Gastão Correia e João Correia, no início das suas trajectórias, habitam um bairro de casas de auto-construídas, alvo de um programa de intervenção que visa a erradicação deste espaço residencial e o realojamento dos moradores em bairros de habitação social. Nem todos os moradores tiveram direito ao realojamento, entre os quais estes três sujeitos. A partir desta experiência de exclusão, estes indivíduos procuram contrariar estes sentidos de marginalidade através da sua participação política numa Comissão de Moradores. A percepção da exclusão leva os sujeitos a questionarem os sentidos da experiência migratória, mas o engajamento político permite aos sujeitos contrariar estes significados através de processos de reconstrução e negociação identitária que valorizam as suas experiências pessoais. A experiência migratória é aqui analisada a partir de narrativas biográficas dos sujeitos. Através das narrativas pessoais eles contextualizam a sua trajectória migrante num sistema de relações sociais mais amplo que molda as suas percepções...

Uma infância separada: o impacto do transnacionalismo nas crianças e nas relações familiares

Marinho, Luena
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 10/03/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.4%
O presente artigo tem como objectivo reflectir sobre os efeitos das migrações no domínio das relações familiares, no bem-estar das crianças e na formação da sua identidade. O modo de vida criado pelo transnacionalismo leva a alterações nas relações de parentesco, a partir dos cuidados à distância e várias formas de parentalidade. Interessará analisar a forma como as crianças são afectadas psicológica e socialmente ao serem educadas separadas dos seus pais, tendo em conta, nomeadamente, factores como o género, o tipo de migração e as relações entre os vários actores implicados nos cuidados transnacionais das crianças, pais, cuidadores e as próprias crianças.

Migration strategies in Africa: the role of gender, households and social networks

Bove, Sarah
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 31/03/2011 ENG
Relevância na Pesquisa
27.1%
Mestrado em Sociologia; Esta tese é uma reflexão sobre as relações que se estabelecem entre o género, o agregado familiar e redes sociais, realçando a forma como se articulam, através do espaço e do tempo, para caracterizar os padrões da migração rural-urbana na África Subsariana. A migração interna e externa não será diferenciada aqui, sendo que os migrantes vêm a migração intra-regional e intra-continental como extensão do movimento interno. Partindo do pressuposto que a migração é uma construção social que influencia e é influenciada pelo género, a contribuição desta tese é realçar o papel do género nos processos migratórios, e acentuar como afecta cada fase das estratégias de migração do agregado familiar e das redes sociais em África. Até agora, estas estratégias dinâmicas foram concebidas à luz de padrões de migração de fluxos migratórios da América Latina e Ásia para América do Norte e Europa; enquanto as migrações Africanas são normalmente analisadas numa perspectiva mais estática, tendo por base explicações históricas, económicas e de desenvolvimento. A perspectiva genderizada da migração mostra como o género penetra várias identidades e instituições ligadas às migrações...

A Escala das Coisas – Circulação de Objectos em Redes Migratórias Cabo-Verdianas

Rodrigues, Maria Daniela Filipe
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
27.4%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Migrações, Interetnicidades e Transnacionalismo.; Esta dissertação analisa aspectos materiais das migrações contemporâneas através de um estudo de caso. Debruça‐se sobre os objectos que circulam nas redes transnacionais familiares de migrantes cabo‐verdianos a viver na Alta de Lisboa. Segue um enquadramento teórico segundo o qual as vivências transnacionais podem ser abordadas localmente, utilizando a noção de habitus. Este conceito é operacionalizado através da análise da apropriação de coisas em contextos de consumo transcultural. Recorreu à recolha de narrativas e a trabalho etnográfico no espaço doméstico para estudar as trajectórias dos sujeitos, das famílias e das coisas; as arenas e canais destes fluxos; e os condicionamentos, motivações e estratégias envolvidos na sua circulação. A relação entre circulação de coisas e a manutenção de laços familiares à distância é exaltada e, no contexto da etnografia, a casa é a arena central destas práticas. A análise de televisões, telefones, computadores, fotografias e mesas de jantar, demonstra como a materialidade das casas transnacionais se altera...

A dimensão cultural da imigração

Seyferth,Giralda
Fonte: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS Publicador: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
27.1%
Este trabalho tem por objetivo analisar aspectos da dimensão cultural da imigração, em consonância com etnicidade, focalizando um caso exemplar no contexto da colonização europeia em Santa Catarina - a "colônia Blumenau" - num período histórico marcado pela instauração da República (em 1889) e pelo aumento expressivo das entradas de estrangeiros no Brasil, permeado por um sistema mundial produzido, entre outras coisas, pela expansão imperialista. A partir desse caso é possível perceber como certas formas de circulação de bens culturais, inclusive ideias, valores e ideologias étnicas, contribuíram para a construção da etnicidade teuto-brasileira, apontando para a longa duração do transnacionalismo. O surgimento de subsistemas culturais naquela situação histórica de formação do Estado nacional republicano põe em evidência a difícil conciliação entre a nação e a diversidade cultural produzida pela imigração.

Sedução e identidade nacional: dançarinas eróticas brasileiras no Queens, Nova York

Maia,Suzana
Fonte: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
27.1%
Este artigo examina a trajetória de mulheres brasileiras que trabalham como dançarinas eróticas em bares noturnos da cidade de Nova York. Parte-se do pressuposto de que processos de globalização e transnacionalismo estão relacionados não apenas a transformações políticoeconômicas, como também a mudanças na maneira com que as pessoas se relacionam, como utilizam seus corpos e realizam seus desejos. Tais transformações devem também ser entendidas em relação ao regime colonial e pós-colonial, em que representações sobre seus corpos ganham inteligibilidade. A maioria das mulheres consideradas pela pesquisa é proveniente das classes médias e, quanto à raça, tendem a se autodenominar "morenas". A partir de trabalho de campo realizado durante os anos de 2004 e 2005, eu analiso de que forma essas posições e identidades sociais são traduzidas de um contexto a outro, e como novas hierarquias sociais são construídas num contexto transnacional. Tomando como foco de estudo o Blue Diamond, um bar localizado no bairro do Queens, este artigo examina como tais reconfigurações transnacionais são articuladas através das interações cotidianas entre dançarinas e entre essas e seus clientes

Transnacionalismo migratorio y ciudadanía en mutación

Velasco Arroyo, Juan Carlos
Fonte: Progresa Ediciones Publicador: Progresa Ediciones
Tipo: Artículo Formato: 424808 bytes; application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.4%
El presente artículo trata de mostrar cómo el fenómeno en alza del transnacionalismo migratorio tiene la virtud de sacar a la luz las contradicciones internas del proyecto moderno de ciudadanía nacional. Este objetivo se aborda en dos pasos, más unas consideraciones finales, que no conclusivas. En primer lugar, se señala cómo el establecimiento de redes transnacionales inciden en la forma que los migrantes tienen de vincularse al país receptor sin dejar de mantener lazos con sus lugares de procedencia (1); a continuación, se da cuenta de algunas de las consecuencias que la persistencia de estos nuevos lazos transfronterizos ejercen sobre la concepción de la ciudadanía (2); y, finalmente, se apuntan algunas reflexiones acerca de la necesidad de ligar las políticas migratorias a una comprensión exigente de la justicia social (3).; Peer reviewed

Repensando la etnicidad y el transnacionalismo desde el análisis de redes personales

Ávila Molero, Javier
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2015 SPA
Relevância na Pesquisa
37.8%
La etnicidad y el transnacionalismo se ha entendido desde los vínculos que los migrantes mantienen con personas de su sociedad y cultura de origen, pero no desde una vision “integral” de sus vínculos, que incluya también a personas de la sociedad de destino o de otros orígenes culturales. El artículo presenta una propuesta para “medir” la etnicidad y el transnacionalismo en los migrantes desde el análisis de las propiedades de composición de sus redes personales. Los resultados del estudio se elaboraron con una muestra de 293 redes de los siguientes colectivos migrantes: argentinos, dominicanos, peruanos, marroquíes y senegaleses en Barcelona, España. Los datos muestran que las redes de los migrantes tienen una estructura transnacional “multisituada” no solo entre los países de origen y destino sino también otros terceros y una composicón multiétnica. Los datos muestran también que entre los migrantes recientes los niveles de transnacionalismo son mayores y entre los migrantes más antiguos los niveles de transnacionalismo son mayores.; Ethnicity and transnationalism has been understood for the ties that migrants maintain with members of their society and culture of origin, but not from a "holistic" vision of its links...

Fuera de China : autoorganización de las comunidades chinas en el extranjero y transnacionalismo

Beltrán Antolín, Joaquín
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2015 SPA
Relevância na Pesquisa
37.4%
La sociedad china a lo largo de la historia ha desarrollado diversos tipos de organizaciones fuera del control del Estado con el objetivo de defender y promover intereses de segmentos sociales específicos. Los movimientos migratorios internos e internacionales de China han dado lugar también a la creación de numerosas asociaciones que se diferencian por sus objetivos, funciones y criterios para reclutar a los miembros. Existe un debate sobre el control o no por parte del Estado de las asociaciones de migrantes, así como sobre la legitimidad de las mismas. En este trabajo se analizarán estos debates y sus conexiones con el transnacionalismo, afectando a conceptos como lealtad, nacionalismo e “integración”.; Chinese society throughout history has developed various types of organizations outside the control of the state in order to defend and promote interests of specific social segments. Internal and international migratory movements from China have led also to the creation of many associations which differ by its objectives, functions and criteria for recruiting members. There is a debate about the control, or not, by the Chinese State on migrants' associations abroad, as well as on their legitimacy. In this paper will be analyzed these debates and their connections with transnationalism...

El transnacionalismo en el empresariado asiático de España

Beltran, Joaquín
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2007 SPA
Relevância na Pesquisa
27.4%
El presente artículo se articula en torno a dos fenómenos interrelacionados. En primer lugar, el empresariado asiático en España, que incluye las actividades económicas de carácter empresarial desarrolladas por personas originarias de diferentes países de Asia y por sus descendientes. En segundo lugar, el transnacionalismo, tanto en el ámbito familiar como de redes sociales, que enfatiza los vínculos mantenidos y movilizados que superan las fronteras de los estados-nación e inciden directamente en las actividades económicas. A partir de estas premisas, se ofrece una tipología de empresas y transnacionalismo que abarca tanto a las distintas fases de la trayectoria empresarial como a sus actividades económicas concretas.

Transnacionalismo. Emergencia y fundamentos de una nueva perspectiva migratoria

Blanco F. de Valderrama, Cristina
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Article; info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2007 SPA
Relevância na Pesquisa
37.4%
El desarrollo de nuevas tecnologías en el ámbito de los transportes y de las comunicaciones tiene grandes repercusiones en la gestación, la duración y las modalidades de los movimientos migratorios internacionales. El abaratamiento de los precios de los transportes, su mayor rapidez, la incorporación de nuevas tecnologías en la comunicación, la telemática, etc. posibilitan que, hoy día, cualquier parte del mundo esté «cerca» del resto. Las distancias físicas se acortan, los movimientos se multiplican y el contacto virtual con los otros se hace posible en cualquier rincón del planeta. Esta situación tendrá consecuencias no sólo sobre la cantidad de movilidad de gentes a través de las actuales fronteras, sino también sobre las características mismas de las migraciones y sobre los propios conceptos de «origen» y de «destino», así como sobre sus relaciones a través de las poblaciones migrantes. Ante las nuevas circunstancias de movilidad, se hace necesario revisar los tradicionales paradigmas de integración de los inmigrantes en las sociedades receptoras. En este contexto, destaca la emergencia de una nueva perspectiva o enfoque migratorio: el transnacionalismo. El presente artículo tiene como objetivo presentar las líneas maestras de esta nueva perspectiva de la mano de los principales sociólogos y antropólogos que defienden su validez e idoneidad para abordar nuevas formas de movilidad internacional.; The growth of new technologies in the area of the transport and of the communications has big repercussions in the gestation...

Migración, transnacionalismo y multiculturalismo. La vinculación de jóvenes uruguayos en Barcelona con su país de origen

Arocena y Mariana Zina, Felipe
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2011 SPA
Relevância na Pesquisa
37.4%
Las preguntas que guían este trabajo son fundamentalmente dos: ¿de qué manera los jóvenes uruguayos emigrados en Barcelona se han integrado en su nuevo país de destino? y ¿cómo se vinculan con su país de origen viviendo fuera de fronteras? Las conclusiones generales, influidas por las teorías del multiculturalismo y el transnacionalismo, sugieren que un número significativo de los inmigrantes uruguayos en España tiende a desarrollar estrategias de integración en el país de acogida en paralelo con la recreación de su identidad uruguaya y su sentido de pertenencia al país de origen. Este proceso termina conformando una nueva ‘identidad guionada’ que permite que se construyan sólidos puentes de vinculación entre la nación uruguaya que vive afuera y adentro de fronteras; This paper will answer two questions: how young Uruguayan immigrants in Barcelona have integrated to their new country of destiny?, and how they relate to their country of origin living overseas? The general conclusions, influenced by the theories of transnationalism and multiculturalism, suggest that a significant number of Uruguayan immigrants in Barcelona develop integration strategies in their new country as they recreate in a parallel way their Uruguayan identity and their sense of belonging to the old homeland. In this process they conform a new hyphenated identity...

Migración, lucha por la vivienda y transnacionalismo socio-político: El caso de Movimiento por Justicia del Barrio

Piñeyro Nelson,Carlos
Fonte: UNAM, Facultad de Ciencias Políticas y Sociales, División de Estudios de Posgrado Publicador: UNAM, Facultad de Ciencias Políticas y Sociales, División de Estudios de Posgrado
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 ES
Relevância na Pesquisa
37.59%
La visión predominante dentro de los estudios migratorios mexicanos para explicar la acción colectiva de los migrantes en Estados Unidos es el transnacionalismo; es decir, el interés y la participación política de la "diáspora" dentro de lo ocurrido en sus lugares de origen. Este trabajo cuestiona dicha noción y la pone en debate a profundidad, proponiendo como alternativa el paradigma de transnacionalismo socio-político. Sin embargo, se enfatiza cómo los migrantes se organizan en primera instancia para mejorar sus condiciones de vida en las sociedades receptoras. Ello no implica indiferencia hacia su país de nacimiento. Significa que la perspectiva transnacional pasa a un segundo plano. Para ello, se muestra la historia de Movimiento por Justicia del Barrio, organización de inmigrantes indocumentados (mayoritariamente mexicanos), en la Ciudad de Nueva York, Estados Unidos, y su lucha por detener el proceso de gentrificación en el barrio East Harlem. También se describen los lazos desarrollados por este grupo con organizaciones en México y se analiza su visión política.

De cómo el transnacionalismo facilita la participación de los inmigrantes mexicanos en la política estadounidense

Escamilla Hamm,Patricia H.
Fonte: Red Internacional de Migración y Desarrollo Publicador: Red Internacional de Migración y Desarrollo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 ES
Relevância na Pesquisa
27.59%
Este artículo examina el impacto del transnacionalismo político en la participación de los inmigrantes mexicanos en la política estadounidense. Se sugiere que la participación de los inmigrantes en la política mexicana facilita su intervención en los Estados Unidos en lugar de entorpecerla, como alegan algunos críticos. Apoyándose en investigaciones sobre transnacionalismo político y en un modelo de participación política, este artículo sugiere que las actividades transnacionales (por ejemplo, el cabildeo o la membresía en organizaciones de migrantes) permiten desarrollar experiencia y habilidades cívico-políticas que pueden utilizarse en el contexto estadounidense. El estudio se centra en el caso de algunos mexicanos involucrados en la campaña de cabildeo para promover la aprobación del voto ausente (1998-2006) y muestra lo que han aprendido a través del ejercicio del transnacionalismo y las maneras en que lo han utilizado en su actividad política en Estados Unidos. Con esto se contribuye al estudio del tema desde una nueva perspectiva y también se corroboran investigaciones previas al constatar que aquellos que participan regularmente en los procesos y asuntos políticos mexicanos no sólo no ignoran la política estadounidense sino que se involucran en ella de manera sustancial.

Migración y transnacionalismo: Experiencias de inmigrantes en el transporte público de San Diego, California, 2004

Valdéz-Gardea,Gloria Ciria; Balslev Clausen,Helene
Fonte: El Colegio de Sonora Publicador: El Colegio de Sonora
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 ES
Relevância na Pesquisa
37.4%
Con la idea de que las prácticas cotidianas entre los inmigrantes mexicanos permiten construir y redefinir el espacio transnacional, como punto de partida, en este artículo se explorará la noción de la migración desde la perspectiva del transnacionalismo, en el marco de las tendencias contemporáneas del fenómeno migratorio en México. Al examinar las interacciones de los inmigrantes en el transporte público en San Diego, California, se buscará entender cómo se crean y recrean sus acciones. Este acercamiento desde un espacio social, permite analizar las interacciones específicas entre sociedades con historias y procesos de desarrollo diferentes.