Página 1 dos resultados de 5 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Estudo de cin??tica de viremia do v??rus dengue sorotipo 3 em formas cl??nicas da dengue com diferentes n??veis de gravidade

Silva, Ana Maria da
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
36.75%
Estudos que relacionam a cin??tica de viremia, o estado de imunidade do hospedeiro e as formas cl??nicas da dengue s??o importantes para uma melhor compreens??o da patog??nese da doen??a. A quantifica????o da magnitude da replica????o viral ?? fundamental no entendimento da progress??o da doen??a para formas cl??nicas mais graves. O presente trabalho foi realizado com o objetivo de estudar a cin??tica de viremia do v??rus dengue sorotipo 3 (DENV-3) nos diferentes tipos de infec????o e formas cl??nicas. Dois kits (DSSS-P26 e DSSS-P29), espec??ficos para detec????o e determina????o da carga viral do DENV-3 por PCR em tempo real, foram testados e validados, sendo escolhido e utilizado o kit DSSS-P29 que apresentou um limite de detec????o de 10 c??pias de RNA. Foram analisadas 314 amostras de soro seq??enciais de 85 pacientes, al??m de 209 primeiras amostras coletadas na fase aguda (per??odo febril). Os n??veis de viremia foram os mesmos em infec????es prim??rias e secund??rias e diferentes formas cl??nicas, quando analisadas amostras seq??enciais. O tempo mediano de dura????o da viremia foi de 10 dias. A carga viral m??xima foi observada entre o primeiro e o terceiro dia ap??s o in??cio dos sintomas. Foi detectada viremia ap??s a defervesc??ncia em todas as formas cl??nicas. A redu????o dos n??veis de plaquetas foi mais acentuada nas infec????es prim??rias...

Crescimento e metabolismo do nitrogênio em juvenis de Trachinotus marginatus alimentados com diferentes níveis proteicos

Silva,E.M.; Monserrat,J.M.; Sampaio,L.A.; Tesser,M.B.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
16.48%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o crescimento e alterações no metabolismo do nitrogênio, além da composição do fígado e do músculo de juvenis de pampo Trachinotus marginatus alimentados com 43, 54 ou 64% de proteína bruta (PB43, PB54 e PB64, respectivamente). Grupos de 10 juvenis (1,47±0,14g) foram estocados em nove tanques de 50L, em sistema de recirculação de água marinha, durante 55 dias, alimentados quatro vezes ao dia com as rações pré-definidas. O ganho em peso, a taxa de crescimento específico e a conversão alimentar não apresentaram diferença significativa (P>0,05). Contudo, o acréscimo de proteína consumida aumentou o índice hepatossomático e a taxa de excreção de amônia pós-prandial, bem como diminuiu a retenção proteica. Os peixes alimentados com a dieta PB43 apresentaram menor concentração da transaminase glutâmico oxalacética hepática, além de menor concentração de triglicerídeos no músculo e fígado (P<0,05). A composição da carcaça, o teor de glicogênio e de proteínas totais para músculo e fígado não mostraram diferenças significativas (P>0...

Toxidade aguda de rutina e bixina de Bixa orellana

Lima, Leonardo Ramos Paes; Oliveira, T?nia Toledo de; Nagem, Tanus Jorge; Pinto, Alo?sio da Silva; Lima, Ednaldo Queiroga de; Silva, Jos? Francisco da
Fonte: Universidade Federal de Ouro Preto Publicador: Universidade Federal de Ouro Preto
Tipo: Artigo publicado em periodico
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.65%
As subst?ncias rutina e bixina foram escolhidas para estudo uma vez que nosso laborat?rio de pesquisas busca efeitos farmacol?gicos de flavon?ides e corantes naturais em v?rias plantas brasileiras. Foram avaliadas a toxidade aguda de bixina e rutina na dose di?ria de 0,01 mol/Kg em coelhos hiperlipid?micos induzidos por colesterol a 0,5% e ?cido c?lico a 0,1%, durante vinte e oito dias, ap?s os quais fo-ram dosadas ur?ia, creatinina, ?cido ?rico, prote?nas totais, c?lcio, transaminase glut?mico oxalac?tica (TGO) e transaminase glut?mico pir?vica (TGP). Os resultados evidenciaram que bixina e rutina reduziram os n?veis desses par?metros que permitem avaliar as altera??es no metabolismo de amino?cidos, prote?nas, dos ?cidos nucleicos e mineral, ficando demonstrado a inocuidade da bixina e da rutina. ____________________________________________________________________________________________________; ABSTRACT: This work evaluates the acute toxicity of bixin and rutin in the daily dosis of 0.01 mol/kg in hyperlipidaemics rabbits induced by cholesterol at 0.5% and colic acid at 0.1%, during twenty-eight days, after which serum urea, creatinin, uric acid, total protein, calcium, glutamic oxaloacetic transaminase (GOT) and glutamic pyruvic transaminase (GPT)...

Efecto del ??cido alfa lipoico sobre el da??o oxidativo inducido por cadmio en coraz??n, cerebro, ri????n, h??gado y pulm??n de ratas

Prabhu, R.; Upaganlawar, A.; Balaraman, R.
Fonte: Universidad de Granada, Facultad de Farmacia Publicador: Universidad de Granada, Facultad de Farmacia
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
26.52%
En el presente estudio se investig?? el efecto protector del ??cido alfa lipoico (ALA) sobre el da??o oxidativo inducido por el cadmio en ratas. El cadmio (100 ppm) suministrado a ratas normales dio lugar a un aumento significativo de los niveles de transaminasa glut??mico-oxalac??tica s??rica (SGOT), transaminasa glut??mico-pir??vica s??rica (SGPT) y fosfatasa alcalina (ALP). En los animales expuestos al cadmio se observ?? igualmente un aumento significativo del nivel de peroxidaci??n lip??dica (LPO) y una disminuci??n de los niveles de glutati??n reducido (GSH), super??xido dismutasa (SOD), catalasa (CAT) y ATPasas de la membrana (Na+K+-ATPasa, Ca2+-ATPasa y Mg2+-ATPasa) en cerebro, pulm??n, ri????n, h??gado y coraz??n en comparaci??n con el grupo de control. La administraci??n conjunta de ALA (25mg/kg/d??a, i.p.) y cadmio durante treinta d??as dio lugar a una disminuci??n significativa de los niveles de SGOT, SGPT y fosfatasa alcalina en suero hasta niveles cercanos a los normales. El uso de ALA tambi??n supuso una reducci??n del nivel de MDA y un aumento de los niveles de SOD, CAT, GSH y ATPasas unidas a la membrana en todos los ??rganos de los animales tratados con cadmio hasta niveles cercanos a los normales. El presente estudio demuestra el da??o inducido por radicales libres derivados de la administraci??n de cadmio sobre distintos ??rganos y el efecto antioxidante del ALA que protege a los ??rganos frente a este da??o cuando se administra conjuntamente con cadmio.; This study investigated the protective effect of alpha lipoic acid (ALA) on cadmium induced oxidative damage in rats. Cadmium (100ppm) fed to normal rats resulted in signifi cant increase in the level of serum glutamate oxaloacetate transaminase (SGOT)...

Fontes de lip?deos associados com ion?foro para cordeiros em confinamento; Lipids sources sssociated with ionophore for confined lambs

Soares, Sandro Braga
Fonte: UFVJM Publicador: UFVJM
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.48%
Foi realizado um estudo avaliando a utiliza??o de duas fontes de lip?dio e uma ra??o controle, associadas a dois n?veis de monensina na alimenta??o de cordeiros. O ensaio de desempenho foi realizado no Setor de ovinocultura da Fazenda Experimental do Moura, Curvelo-MG, da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri. Foram utilizados 36 cordeiros, 18 machos inteiros e 18 F?meas, Santa In?s x Texel, terminados em sistema intensivo, alimentados com seis dietas: dieta controle (RC), ?leo de soja (OS), gr?o de soja (GS), controle com adi??o de monensina (RC+M), ?leo de soja com adi??o de monensina (OS+M) e gr?o de soja com adi??o de monensina (GS+M). Os animais foram abatidos ap?s 87 dias de confinamento, sendo avaliados o desempenho, as caracter?sticas de carca?a, os pesos e percentagens dos componentes da carca?a e n?o carca?a. O ensaio de digestibilidade foi realizado nas depend?ncias do Laborat?rio de Pesquisa Animal da Universidade Federal de Lavras, sendo utilizadas18 borregas Santa In?s com 6 meses de idade e 29kg, confinadas em gaiolas de metabolismo por 21 dias, sendo 14 dias de adapta??o de 7 dias de coleta de fezes, urina, sobras e amostras de ra??o. Os tratamentos foram constitu?dos das ra??es citadas acima, e no pen?ltimo dia do per?odo experimental realizou-se a coleta de sangue dos animais para avalia??o de constituintes sangu?neos indicadores do metabolismo energ?tico...