Página 1 dos resultados de 6829 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Uma tradição viva: raízes para a alma - uma análise fenomenológica de experiências de pertencer em uma comunidade rural de Minas Gerais; A live tradition: roots for the soul a phenomenological analysis of belonging experiences in a rural community of Minas Gerais

Araujo, Renata Amaral
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.85%
O tema abordado nessa tese refere-se à constituição do sujeito contemporâneo dentro de uma perspectiva cultural especificamente marcada pela experiência religiosa: a devoção a Nossa Senhora de Nazareth em Morro Vermelho (Caeté/MG). Utilizando-se desse campo fértil de expressão da nossa cultura brasileira as festas populares , buscamos investigar, descrever e discutir como, dentro desse contexto, emerge a experiência do pertencer como uma maneira de conceber a si mesmo. Para alcançar esse objetivo, verificamos como a experiência comunitária em Morro Vermelho, ordenada pela devoção mariana, contribui para a dinâmica do pertencer, ensejando a experiência de pertença local. Para isso, foi necessário: a) análise de três entrevistas coletadas durante os preparativos e a realização propriamente dita da festa de Nossa Senhora de Nazareth, em 2001, à luz da seguinte problematização: a relação entre o desenvolvimento da devoção, para os moradores de Morro Vermelho, e a emergência da experiência de pertencer a esse local; b) o delineamento dos elementos presentes na experiência comunitária dessa vila que favorecem a experiência do pertencer; c) a compreensão da dinâmica do pertencer, assim como vivida pelos entrevistados...

Roberto Bolaño: aproximações à tradição literária do apócrifo; Roberto Bolaño: approximations to the literary tradition of the apocryphal

Queiroz, Maria de Fátima de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.79%
Este trabalho analisa alguns diálogos entre o livro La literatura nazi en América, do escritor chileno Roberto Bolaño (1953 2003), e a tradição literária do apócrifo. Para tanto, recortamos uma linha de escritas apócrifas que relaciona o factual com o fictício, a memória e a imaginação para tramar uma narrativa feita a partir de experiências de leitura, criatividade e a dissolução dos conceitos de biografia e história. Nessa perspectiva, num primeiro momento, resgatamos de modo panorâmico uma linhagem de obras que constitui uma família literária dentro de uma tradição mais ampla: Vidas Imaginárias, de Marcel Schwob; Retratos reales e imaginarios, de Alfonso Reyes; Historia universal de la infamia, de Jorge Luís Borges; e La sinagoga de los Iconoclastas, de Rodolfo Wilcock. Num segundo momento, focamos a obra de Jorge Luis Borges, visando um estudo mais detalhado de alguns de seus textos e os de Bolaño. A partir do rearranjo de formas emprestadas da tradição literária, Bolaño desenvolve procedimentos de escrita que são aprimorados em toda a sua obra, fortalecendo o diálogo com seus precursores numa escrita que se configura como fruto de um contínuo exercício de revisão e de reelaboração.; This essay analyzes some dialogues between Roberto Bolaño´s La literatura nazi en América and the literary tradition of the apocryphal. To do so...

Artes marciais chinesas: histórias de vida de mestres brasileiros e as tensões entre a tradição e o modelo esportivo; Chinese martial arts: life histories of brazilian masters and the tensions between tradition and the sports model

Tralci Filho, Marcio Antonio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.96%
Essa dissertação se propôs a discutir o conceito de tradição, bem como a sua importância, no campo das artes marciais chinesas (Kung Fu) no Brasil. Para tanto, recorri às histórias orais de vida de cinco mestres brasileiros, discípulos de chineses, como fontes primárias para contribuir com essa discussão. Essas narrativas foram cotejadas com os referenciais teóricos a respeito da relação mestre-discípulo, da relação entre tradição e autoridade e de certos momentos da história do Kung Fu, com destaque para o intenso processo de transformação sofrido por essas práticas ao longo do século XX, o que abarcou, inclusive, a migração de alguns mestres para o Brasil. Em concordância com o esboço metodológico proposto por Pierre Bourdieu, a análise desse elemento específico do Kung Fu, a tradição, foi precedida por um delineamento de seu - campo esportivo, o qual revelou que as artes marciais chinesas apresentam, de fato, uma grande dispersão em suas denominações, não somente em relação às suas diversas manifestações, mas também pelas experiências de vida dos mestres de cada denominação e sua relação com questões de classe social, de capital social, de gênero, de raça/etnia e de territorialidade. A respeito da tradição...

A influência da tradição na tradução e interpretação de Isaías 52.13-53.12; The influence of tradition in the translation and interpretation of Isaiah 52.13-53.12

Ribeiro Neto, Jose
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.9%
Esta pesquisa procura analisar a influência da tradição na tradução e interpretação da perícope de Isaías 52.13-53.12. Inicialmente esta pesquisa discute a teoria de Eugene A. Nida, que tem sido a principal teoria nas discussões de tradução da Bíblia. Juntamente com a análise da teoria de Nida analisou-se também as principais discussões sobre tradução de outras vertentes acadêmicas e o uso das mesmas pelas principais tradições religiosas: judaicas, católicas e protestantes. Por meio de estudo de casos específicos de tradução dessas diversas correntes religiosas analisou-se as influências teológicas na tradução de textos tais como Isaías 14.12 na tradição protestante, Isaías 9.5-6 na tradição judaica. A pesquisa abordou o uso da paráfrase como meio utilizado pelas tradições religiosas para defender suas doutrinas em textos sensíveis da Bíblia Hebraica, bem como o poder da tradição interpretativa como interferência na produção de traduções alinhadas às posições teológicas das respectivas tradições. A pesquisa procura delinear de forma breve, a história dos princípios de interpretação da tradição cristã e do judaísmo rabínico. As principais versões produzidas por essas tradições interpretativas: LXX...

No ritmo binário : o concurso de danças tradicionais e a identidade gaúcha no Encontro de Artes e Tradição Gaúcha (ENART)

Rosa, Rafael Paulus da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.79%
O Rio Grande do Sul geralmente é pensado por algumas peculiaridades. Entre elas, encontra-se a figura do tipo social, o gaúcho. Este tipo social é exaltado desde o século XIX, com a criação do Partenon Literário, em 1868. Na década de 40, durante o pós-guerra, se intensificou um movimento para exaltar a identidade regional e este tipo social, sendo criados os primeiros Centros de Tradições Gaúchas (CTGs), espaços dedicados à preservação da tradição e cultura gaúchas. Este movimento adquiriu proporções muito além do âmbito regional sul-rio-grandense. No contexto atual, verifica-se uma desterritorialização e expansão do tradicionalismo gaúcho, levando, exaltando e comemorando esse tipo social além das fronteiras do Rio Grande do Sul. O Encontro de Artes e Tradição Gaúcha (ENART), nessas circunstâncias, como evento organizado pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), incumbe-se da (re)afirmação do gaúcho como tipo social representante do Rio Grande do Sul. Este trabalho procurou fazer uma revisão bibliográfica sobre o processo de formação da identidade gaúcha e a representação do ser gaúcho nos dias atuais, através de sua arte, mais especificamente às danças tradicionais gaúchas. Na tradição etnográfica de observação participante...

O indianismo sob a ótica de Gonçalves Dias e José de Alencar: tradição ou ruptura

Sanches, Rafaela Mendes Mano
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 190 f.
POR
Relevância na Pesquisa
36.79%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Letras - IBILCE; A partir das forças ideológicas, estéticas e literárias que constroem a convenção romântica brasileira no século XIX, estudaremos o modo como Gonçalves Dias e José de Alencar imprimem seus posicionamentos críticos e literários, e o modo como manifestam um olhar particularizado sobre a representação da cultura mítica do índio. Propomos elaborar um percurso analítico das afirmações românticas brasileiras, fundamentadas por princípios que se opõem à estrutura clássica. Por outro lado, levantaremos questões estéticas da tradição ocidental, considerando que as diretrizes citadas, as afirmações românticas e a tradição ocidental, alimentam as visões críticas e estéticas dos dois literatos abordados. Assim, as linguagens literárias de Dias e Alencar, vistas sob o trânsito de tensões clássicas e românticas, mapeiam caminhos para o registro de uma representação literária diferenciada. Entre tradição e ruptura, apontaremos, por meio de cartas, de prólogos e das “Poesias Americanas”, de Gonçalves Dias, e por meio de cartas, de ensaios literários, e do romance O Guarani, de José de Alencar...

Cultura e tradição : as Festas Nicolinas

Freitas, Nadina Manuela Rodrigues
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.9%
Dissertação de mestrado em Estudos da Criança (área de especialização em Associativismo e Animação Sócio-Cultural); As Festas Nicolinas, tradição estudantil de Guimarães, é o tema deste trabalho de investigação. Estas festas constituem uma tradição muito antiga da cidade de Guimarães, e como tantas outras tradições, não é imóvel, pois ao longo do tempo acompanhou e adaptou-se às transformações ocorridas na sociedade, mantendo, no entanto, uma das características pela qual a torna especial: continuam a ser os jovens estudantes a organizar e a animar as Festas Nicolinas e, concomitantemente, a perpetuar a tradição. Compreender o que são as Festas Nicolinas a partir das perspetivas dos seus principais responsáveis, a Comissão de Festas Nicolinas, é o objetivo principal deste estudo. Para tal, a metodologia utilizada é o estudo de caso de orientação etnográfica que se insere no paradigma interpretativo, cujo principal objetivo é o de compreender a realidade em causa. A observação participante e a análise documental foram os instrumentos privilegiados nesta investigação. Para a recolha de informação no terreno usei as notas de campo registadas num diário de bordo, as quais foram posteriormente interpretadas; foram utilizadas...

Tradição em transformação: representações sociais de tradição em associações culturais

Cordeiro, Ana Filipa Oliveira
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.85%
Dissertação conducente à obtenção do grau de Mestre em Educação Social e Intervenção Comunitária; Na sociedade atual, o fenómeno da globalização parece ter encolhido o planeta. Emergem hoje referências culturais a nível mundial que vêm atestar as teorias defensoras da tendência para uma cultura global, promotora de homogeneidade. Por conseguinte, destaca-se hoje a importância da ligação a culturas específicas – em particular às práticas reconhecidas pelas comunidades, grupos, e indivíduos que as criam, mantêm e transmitem como ferramentas essenciais do seu próprio desenvolvimento – como é o caso das que se inserem no âmbito da cultura tradicional. Propomos neste projeto um aprofundamento dos significados da cultura popular, especificamente, aquela tida por tradicional portuguesa. Isto, considerando um grupo específico, particularmente no que respeita à música e dança, através da exploração das representações sociais do conceito-processo de tradição. Devido à complexidade do domínio em estudo, apresentada no enquadramento teórico, optou-se por uma abordagem metodológica de carácter plural. Assim, a investigação com fundamentação empírica passou pela realização inicial de entrevistas a atores de diferentes associações culturais com ligação à música e/ou dança tradicional portuguesa. De modo complementar...

Tradição clássica e judaico-cristã em Miguel Torga

Albuquerque, José Marques
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
36.79%
Tese de Doutoramento em Língua e Cultura Portuguesas; A cultura ocidental provém, sobretudo, de duas tradições: da judaico-cristã e da greco-latina. Os mitos, que as corporizam, são e sempre foram motivos de sedução nas sociedades e têm-se manifestado em diversas formas artísticas. A literatura não é exceção. No panorama literário português, destaque especial para o escritor que será objeto de estudo desta dissertação: Miguel Torga. Nas suas obras em geral, mas sobretudo no Diário e na poesia propriamente dita, há um fundo de referências e alusões aos mitos do mundo clássico e da tradição judaico-cristã. Aí, Torga reatualiza toda uma diversidade de mitos gregos, tirando partido do seu significado e aplicando-os quer a si mesmo quer à sua terra. Através deles, o poeta, enquanto artista, exprime os problemas que acompanham o Homem desde sempre: as angústias, as inquietações, as dúvidas, as expetativas. De igual modo, se manifesta evidente a presença sistemática de registos de carácter religioso que remetem para a tradição bíblica. O Outro Livro de Job é uma das obras de Torga mais densas, no que diz respeito à recriação desses elementos matriciais. Grande parte da sua profundidade de sentido e da beleza de expressão poética são devidos justamente ao jogo de alusões e citações que sublinham o carácter intertextual do texto. A linha de força que orienta esta investigação consiste...

Convívio e Dispersão: da Tradição Poética em Ensaios de António Ramos Rosa e Haroldo de Campos

Hansen, Júlia de Carvalho
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.02%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Estudos Portugueses; No fazer poético moderno, a relação entre inovação e tradição adquire dinâmicas específicas que, segundo Octavio Paz, configuram a modernidade literária como “tradição de ruptura”. A tradição não se extingue, mas é questão de escolha e posição dos poetas, o que cria problemas de legitimação dos fazeres poéticos em que o ensaio se torna o meio privilegiado para a teoria dos poetas. Esta dissertação traça os sentidos atribuídos para tradição e para o tempo em “Ruptura dos Gêneros na Literatura Latino-Americana”, de Haroldo de Campos, e nos dois primeiros ensaios de Poesia, Liberdade Livre, de António Ramos Rosa. Ambos defendem que a poesia não responde a normas e posicionam-se diferentemente perante a tradição. Campos elege autores, utilizando a ruptura como marca evolutiva na definição de linhas de continuidade em comparações sincrônicas. Seu gesto distancia-se de uma tradição crítica brasileira e funda outra tradição nacional, enquadrando o acontecimento da poesia concreta. Para Ramos Rosa a poesia é criação que liberta das ruínas do excesso de razão. O poeta acede ao núcleo espontâneo que divide com o homem: ser humano. As questões de ambos relacionam-se com as escritas em ensaios de poetas não-lusófonos. São eles: Los Hijos del Limo...

O que a comparação entre a tradição religiosa e os novos movimentos religiosos nos ensina sobre o sujeito hoje?

Lo Bianco,Anna Carolina
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.85%
O artigo toma a distinção feita por Freud (1939/1996) em "Moisés e o monoteísmo", entre uma tradição herdada e uma tradição comunicada, para comparar alguns traços das religiões tradicionais com características dos novos movimentos religiosos. Usando os recursos epistemológicos que mais tarde foram desenvolvidos por Lacan, observa que a religião monoteísta mantém relação com uma tradição herdada, pondo em cena um real. Argumenta que tanto essa relação quanto a tradição foram perdidas nas práticas das seitas atuais. Conclui que devido ao afastamento dessa dimensão que remete a um real, as novas práticas religiosas recebem uma inflexão que as coloca ao lado da mera prescrição comportamental, fazendo de seus adeptos, sujeitos de uma nova economia psíquica.

O balancê no Arraial da Capital : quadrilha e tradição no São João do Recife

Menezes Neto, Hugo; Selma Ferreira Albernaz, Lady (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.85%
Este trabalho analisa os usos da tradição nas quadrilhas juninas do Recife e Região Metropolitana. Dedica-se especificamente à compreensão de três principais aspectos: o campo de embates simbólicos que se forma com o agenciamento dos conteúdos tradicionais pelos quadrilheiros; os agentes e as formas de regulação desses conteúdos; e como a tradição se coaduna com outras categorias, suscitadas a partir da organização interna e da dinâmica de produção, para a conformação da idéia de movimento quadrilheiro. Para tanto, revisita a história das quadrilhas juninas do Recife e Região Metropolitana, a fim de entender como as mudanças estéticas impulsionaram a constituição do referido campo. Ainda procura analisar a interação entre as quadrilhas juninas a comunidade, os concursos e o poder público, pensando como essa relação incide sobre os conteúdos da tradição. Por fim, lança um olhar sobre a organização interna das quadrilhas juninas com o intuito de mostrar os bastidores da manifestação artística mais emblemática São João do Recife, fazendo um exercício reflexivo para perceber como a tradição atravessa sua dinâmica de preparação e de que forma compõe importante valor constitutivo da idéia de um movimento quadrilheiro; Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

A produtividade do sentido no acontecer da verdade da tradição em Gadamer

Gustavo da Silva Carvalho, Luís; Luiz Pelizzoli, Marcelo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.9%
No contexto da Filosofia contemporânea, a hermenêutica vem impondo-se como uma disciplina de grande destaque. Podemos dizer que, hoje, o seu maior expoente é o filósofo alemão Hans-Georg Gadamer. Em sua hermenêutica, o homem compreende-se essencialmente como um ser de tradição, onde encontra a sua identidade e a sua substância. Ancorado em Verdade e método, demonstramos o vínculo do conceito de tradição com o conceito de ethos e direito natural em Aristóteles. Procuramos refletir sobre as implicações deste vínculo essencial do ser humano com o seu passado. Esta tese foi atacada por conter, segundo os seus críticos, uma feição fundamentalmente reacionária e subserviente ao princípio de autoridade. Vários filósofos atacaram a teoria de Gadamer sob a alegação de que ela não faz justiça à vocação crítica da Filosofia. O mais notável dentre eles foi o filósofo contemporâneo Jürgen Habermas, que abriu caminho para as contestações à posição gadameriana. A tradição, na visão de Gadamer, não representa uma cadeia semântica inexorável, ao contrário, o seu sentido encontra-se num processo constante de re-significações. O passado não exerce uma opressão simbólica absoluta, não se configura como um conjunto de idéias que obstaculizam a emancipação dos indivíduos. A tradição é a própria substância da razão que se preserva na história. Aliás...

A (des) continuidade da tradição marxista no pós-marxismo de Ernesto Laclau e Chantal Mouffe

Rodrigues Cavalcanti Alves, Ana; Veras Soares, Eliane (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.85%
Neste trabalho buscamos investigar continuidades e descontinuidades da tradição marxista no pós-marxismo de Ernesto Laclau e Chantal Mouffe. Tomamos como ponto de partida a identificação de conceitos e formas discursivas oriundos do marxismo que são prolongados na transição para o enfoque pós-marxista. Para tanto, discutimos, primeiramente, a complexidade intrínseca à idéia de tradição marxista em diferentes momentos de sua história. Essa discussão permitiu apreender os debates e preocupações desenvolvidos no interior da tradição marxista que foram herdados pelo pós-marxismo, como a tentativa de combater o economicismo e afirmar a centralidade da política. O pós-marxismo também herda os dilemas políticos decorrentes da crise do marxismo e tenta repensar uma estratégia socialista na nova conjuntura do último quartel do século XX. Num segundo momento, abordamos as respostas à crise do marxismo que contribuíram para a constituição de um terreno pós-marxista e assinalamos como o grupo Socialismo ou Barbárie, a retomada do pensamento de Gramsci, as idéias de Derrida e a psicanálise exerceram forte influência sobre o enfoque de Laclau e Mouffe. Como desdobramento dessa análise, analisamos o desenvolvimento intelectual de Laclau e Mouffe e ressaltamos que há um contínuo diálogo crítico com a tradição marxista e um esforço no sentido de superar todo pressuposto essencialista inerente ao pensamento marxista. Por fim...

Brincadeira do reisado na comunidade Cipó, Pedro II PI: mediação cultural, tradição e modernidade

Sousa, Luciano de Melo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.79%
This research studies the tradition of epiphany in the community of Cipó de Baixo, which belongs to the city of Pedro II, in the state of Piauí. Readings were made seeeking to emphasize the processivity of the play that navigates between permanence and change. The study starts with a social context of the community, in dialogue with the life history of the owner of the epiphany, Raimundo Milú: strong figure who, along with his family networks, as well as networks of patronage and friendship, struggles for the resistence of the play. The description of the ceremony of Kings, with its constituent parts, punctuates the remarkable character of Cipó community epiphany. This detailed understanding of the play favors the understanding of some of the social vines that serve as the basis for the warp of this cultural practice: modernization vine, where we explore the general motivation of Cipó community epiphany transformations - modernity; family and community exchange vine, which describes the scheme that holds the permanence of the play; masculinity vine, explains the strong gender system that crosses Cipó community epiphany; reinvented tradition vine, where we locate the uniqueness of Cipó community epiphany tradition and its dialogues with modern dynamism; conflict between generation vine...

Em cada canto, um conto, uma canção: o velho, a tradição oral e a educação no Mato Grande/RN

Aquino, Maria Elizabete Sobral Paiva de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.85%
This dissertation is about an Education which is made concrete through orality and gestuality of the elderly joking masters of the territory of Mato Grande/RN and proposes a reflection about the exchange between these two knowledges and school education. Thus, it presents the following objectives: identifying the joking elderly in the region; recording their life experiences related to the jokes of the tradition and the way they realize such references at present; besides investigating and recording educative practices which consider the elderly s jokes at the present education. The investigation is supported by the metaphor in the making of a quilt as a methodological resource in the actions of measurement, choice of patches, sewing and binding off. The mapping of the territory of Mato Grande/RN has enabled the identification of seventeen joking elderly people. It considers and records their experiences with the popular amusements and from them, it discusses the ways through which the oral tradition in Mato Grande may be recognized in four categories/actions, namely, narrating, singing, dancing and getting old, which are analyzed under the studies by authors like Benjamin, Zumthor, Almeida, Porpino, among others. Finally, it also focuses the relation between the elderly...

A tradição oral nas práticas do ensino Pré-Escolar e 1.º ciclo do Ensino Básico

Furtado, Catarina da Graça Pacheco
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 21/01/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.93%
Mestrado (PES II), Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico, 21 de Janeiro de 2015, Universidade dos Açores.; O relatório de estágio, em apreço, pretende dar conta da nossa intervenção educativa no âmbito das disciplinas de Prática Educativa Supervisionada I e II (PESI e PESII), do mestrado em Educação Pré-escolar e Ensino do 1.ºCiclo do Ensino Básico. Além de darmos a conhecer todo um trabalho desenvolvido, ao longo deste processo educativo, do conjunto de áreas e conteúdos da nossa intervenção, em contexto pré-escolar e escolar, selecionamos a questão da tradição oral para um estudo mais aprofundado. Os motivos que estiveram na base da escolha deste tópico foram: (1) as escolas e as crianças, de alguma forma, contribuem para a perpetuação de textos de tradição oral e (2) estes textos têm-se revelado de grande pertinência pedagógico-didática em contextos de aprendizagem pelo potencial que encerram ao nível da mensagem e da exploração de outras áreas e domínios do saber. Conferindo ao presente documento um pendor teórico e prático, apresentaremos uma descrição/reflexão acerca da nossa prática educativa, correlacionada com a aplicação de textos da tradição oral no Pré-escolar e no Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Sobre a nossa experiência concluímos que é importante fomentar contextos de aprendizagem favorecedores da divulgação do património oral junto da população estudantil. Concomitantemente...

Através da compreensão da historicidade para uma historicidade da compreensão como apropriação da tradição

Schuck, Rogério José
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.93%
A presente tese pretende oferecer uma contribuição para a compreensão das discussões da Hermenêutica filosófica, sobretudo do pensamento de Hans-Georg Gadamer. O texto inicia com a abordagem da tradição moderna de construção do conhecimento, mais especificamente com a Teoria do Conhecimento, para, na seqüência, abrir a discussão em torno da verdade em outro sentido, como um acontecer no qual já sempre estamos imersos na e pela tradição. Através da compreensão da historicidade, somos levados a perceber limites internos à pretensão moderna na construção do conhecimento. Possibilita-se, assim, fazer uma crítica a tal perspectiva, uma vez que não consegue dar conta de suas pretensões, abrindo espaço para discutirmos a questão do conhecimento por outras vias, de modo especial vinculado à arte, história e linguagem, temas centrais em Verdade e Método. Desse modo, o texto caminha na direção de uma historicidade da compreensão como apropriação da tradição, demonstrando, desde a origem do conceito compreender, que Heidegger e Gadamer podem ser considerados herdeiros legítimos da tradição que vem de Schleiermacher, Dilthey e Droysen. Assim sendo, a apropriação da tradição nos permite perceber que estamos diante da descoberta da tradição como acontecer...

La tradition n'est plus ce qu'il était ...; A tradição não é mais o que era...

Gèrard, Lenclud; Collège de France/CNRS/EHESS
Fonte: Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Brasília (PPGHIS/UnB) Publicador: Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Brasília (PPGHIS/UnB)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado por Pares Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.93%
En partant des réfléxions de P. Boyer et de J. Pouillon, l’article revient au problème de la tradition, en ajoutant une perspective historique à la vision des ethnologues. De cette façon, l’auteur réfléchit sur l’historicité de la tradition et sur la problématique du faire l’histoire de la tradition. La notion de tradition permet de comprendre comment la perception moderne de l’histoire en tant que changement/rupture crée la tradition même et, aussi, comment les définitions courantes donnent lieu a des équivoques, comme ceux de la conservation dans le temps, du message culturel et d’une certaine manière de transmission.; O artigo parte das reflexões de P. Boyer e de J. Pouillon para retomar o problema da tradição, indo além da experiência dos etnólogos para introduzir uma perspectiva histórica: da historicidade da tradição, à problemática do fazer a história da tradição. A noção de tradição é abordada por meio de um fio condutor que permite compreender o quanto a percepção moderna da história como mudança/ruptura cria a própria tradição, e o quanto as definições mais correntes ensejam equívocos, como o da conservação no tempo, o da mensagem cultural e o de um certo modo de transmissão.

A que tradição pertence a tradição gramatical russa?

Seriot, Patrick
Fonte: RUA Publicador: RUA
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 22/07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.9%
Trata-se de suspender a evidência do sentido de tradição e de sua pertinência ao refletir sobre uma história das idéias gramaticais na Rússia, propondo ir além do antagonismo de uma sobredeterminação da tradição ocidental (greco-latina) versus uma filiação exclusiva a uma tradição grega que se oporia radicalmente à latina. Mostra-se que o que se apresenta freqüentemente como uma diferença espacial Leste/Oeste (ortodoxo/católico) é na realidade uma ruptura ideológica. A diferença não é entre tradição grega e latina, mas entre uma atitude com respeito à língua fundamentada na razão e uma outra, na fé.