Página 1 dos resultados de 1440 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Uma chama na Amazonia: campesinato, consciencia de classe e educação: o movimento sindical dos trabalhadores rurais de Santarem (PA), (1974-85)

Leroy, Jean-Pierre
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.7%
O campesinato santareno (lavradores, pescadores, posseiros, colonos etc.) é extremamente diversificado, guindo-se três trajetórias: a) a do campesinato de beirario, oriundo do tempo do Brasil-colônia; b) a do campesinato do planalto, formado por nordestinos fugidos das secas e do latifúndio e por sobreviventes do auge da borracha; c) a do campesinato das estradas, que se origina na penetração da Amazônia em consequência do modelo capitalista dominante. Porém todos se identificam pela mesma ameaça de exclusão frente a este modelo que lhes atinge direta ou indiretamente. As condições econômico-sociais criadas pela história, a conjuntura e a ação de determinados agentes sociais - da Pastoral, educadores e lavradores - propiciaram, em meados dos anos 70, a eclosão de um movimento de trabalhadores rurais. Este movimento é visto num primeiro período (1974-78) como comunitário, de ação e perspectivas limitadas; num segundo período (1978-82) se define, predominantemente, como movimento voltado para a organização sindical dos trabalhadores rurais; no terceiro período analisado (1983-85),a organização sindical dos camponeses impõe a sua força relativa à "cidade política", presente na cidade de Santarém...

Um estudo das condições de vida e de trabalho e sua relação com a saúde entre trabalhadores rurais do município de Sertãozinho/SP

Almussa, Aline
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 150 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
66.69%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Psicologia - FCLAS; O trabalho rural, em especial na lavoura canavieira, está condicionado a intensas cargas de trabalho, submetendo os trabalhadores a riscos como: acidentes de trabalho; exposição a agrotóxicos e doenças osteomusculares. O objetivo geral dessa pesquisa foi identificar as histórias de vida e as condições de trabalho, relatadas e percebidas pelos trabalhadores rurais do município de Sertãozinho/SP. Como objetivos específicos buscamos: Verificar os fatores de risco relacionados ao trabalho no contexto estudado; Analisar a percepção dos trabalhadores acerca de sua saúde; Identificar as estratégias de defesa utilizadas pelos trabalhadores rurais. Utilizamos como instrumentos de coleta de dados as Fichas de Cadastro do Programa de Agentes Comunitários de Saúde, da Estratégia Saúde da Família; Entrevistas individuais semi-estruturada; Registros fotográficos. Participaram do estudo 46 (quarenta e seis) trabalhadores, sendo 35 do gênero masculino e 11 do gênero feminino; 25 residentes no bairro Jardim Alvorada e 21 no distrito de Cruz das Posses. A faixa etária dos trabalhadores oscilou entre 20 (vinte) e 60 (sessenta) anos. Os dados foram analisados quantitativamente e qualitativamente. Os dados de natureza quantitativa foram tabulados e analisados em formas de tabelas e quadros. Os dados qualitativos foram analisados tomando como referência a Teoria do Desgaste Mental no Trabalho da autora Seligmann-Silva (1994) a qual considera que as situações de trabalho são correlacionadas ao desgaste mental...

Condições e procedimentos na manipulação de agrotóxicos por trabalhadores rurais

Zoldan, Rosangela
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ix, 96 f.| tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
66.67%
Dissertação(mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Estatísticas do Ministério da Saúde em 2000 revelam que mais de cinco mil agricultores brasileiros são intoxicados todos os anos com pesticidas e oito em cada cem casos ocorrem por pesticidas agropecuários. Estudos sobre as intoxicações ocupacionais com agrotóxicos demonstram que o uso inadequado dos produtos, a alta toxicidade e a não utilização de equipamentos de proteção individual na manipulação representam um dos principais problemas de saúde pública enfrentados no meio rural brasileiro. Nas atividades de produção agrícola em que são utilizados agrotóxicos, o trabalhador, a sua família, o meio ambiente e o consumidor se expõem, seja pela manipulação ou pelo consumo de produtos que receberam agrotóxicos durante o cultivo. Dessa forma, e as intoxicações por agrotóxicos representam um dos principais riscos de acidentes a que os trabalhadores rurais estão expostos. Quanto aos acidentes de trabalho, estudos demonstram que o fator material, representado pelas condições inseguras do trabalho e o fator humano, pelos atos inseguros no trabalho são os principais fatores causadores desses acidentes.O objetivo desta pesquisa foi caracterizar as condições e os procedimentos na manipulação de agrotóxicos por trabalhadores rurais. Foram selecionadas 23 famílias de trabalhadores rurais de um município do Meio Oste de Santa

"Só se eu arranjasse uma coluna de ferro pra agüentar mais...” : contexto de produção agrícola, custo humano do trabalho e vivências de bem-estar e mal-estar entre trabalhadores rurais

Guimarães, Magali Costa
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.83%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2007.; A investigação ergonômica no contexto produtivo agrícola ainda é incipiente e necessária. Relevante se torna para a melhoria dos processos, a concepção de produtos, equipamentos e instrumentos mais adaptados a este contexto e, principalmente, para melhoria das condições de trabalho e de vida dos trabalhadores dedicados às atividades rurais. Respaldando-se nos conceitos elaborados em Ergonomia da Atividade: contexto de produção de bens e serviços, custo humano do trabalho, estratégias de mediação individual e coletiva e vivências de bem-estar e mal-estar no trabalho, a presente pesquisa teve como objetivo identificar a inter-relação contexto produtivo agrícola, custo humano do trabalho e vivências de bem-estar e mal-estar entre trabalhadores rurais envolvidos no processo de colheita de feijão. O estudo investigou trabalhadores rurais pertencentes a um Condomínio Rural, localizado em Unaí/MG, que realizam a atividade de arranquio e ajuntamento do feijão. A Análise Ergonômica do Trabalho deu suporte às técnicas e procedimentos empregados. O trajeto metodológico compreendeu a elaboração e utilização de diagrama corporal, entrevistas semi-estruturadas...

A participação dos trabalhadores rurais na definição e no acompanhamento das políticas locais de saúde, no município de Itaberaí - GO

Nagy, Maria Rodrigues
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.78%
Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2010.; O objetivo deste estudo foi analisar o processo de organização e participação dos trabalhadores rurais, do município de Itaberaí – GO, na definição e no acompanhamento das políticas locais de saúde, mediante a caracterização da organização e funcionamento da rede pública de saúde; caracterização do perfil de saúde da população; verificação da atuação do Conselho Municipal de Saúde; identificação e analise da atuação das lideranças do movimento sindical e dos movimentos sociais dos trabalhadores rurais, no que tange a elaboração das pautas de reivindicações da saúde; e analise do processo de participação dos trabalhadores rurais assentados na definição das políticas locais de saúde e de estratégias que possibilitam o atendimento das suas demandas e necessidades de saúde. Foi desenvolvida pesquisa descritiva e exploratória, na modalidade de estudo de caso, com uma amostra de 11 participantes, composta por conselheiros de saúde, lideranças sindicais rurais, lideranças de movimentos sociais de luta pela terra e trabalhadores rurais assentados, submetidos à entrevista semi estruturada; foram levantados também documentos junto à Secretaria e o Conselho Municipal de Saúde para a caracterização do setor saúde no município pesquisado. A análise do material empírico foi orientada pela análise de conteúdo...

Conflitos agrários : negociação e resistência dos trabalhadores rurais em Governador Valadares no Vale do Rio Doce (1950-1964)

Morais, Michelle Nunes de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.78%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História, Programa de Pós-Graduação em História, 2013.; Esta dissertação de mestrado apresenta uma pesquisa sobre conflitos agrários. A abordagem do tema pauta-se sob a perspectiva da Cultura Política. O objeto de estudo é a negociação e resistência dos trabalhadores rurais de Governador Valadares n0 Vale do Rio Doce entre os anos de 1950 a 1964. Nosso objetivo é compreender 0 processo histórico/social dos conflitos agrários, atuando na identificação das formas de negociação e resistências dos posseiros e a transformação deste em trabalhador rural, buscando perceber se a experiência da expropriação possibilitou a organização dos trabalhadores n0 Sindicato dos Trabalhadores na Lavoura de Governador Valadares e estudar a organização dos proprietários de terras da região na Associação Rural e os discursos instrumentalizados pelos mesmos para justificar suas ações contra os trabalhadores rurais. As questões norteadoras deste trabalho são: o processo de expropriação dos posseiros e as formas de negociação e resistência que os mesmos buscaram n0 decorrer da década de 1950 e a organização do Sindicato dos trabalhadores na Lavoura de Governador Valadares e a consequente polarização do conflito entre Trabalhadores Rurais (organizados n0 Sindicato) e os Proprietários de Terras (organizados na Associação Rural). A hipótese que trabalhamos parte do pressuposto que os conflitos noticiados na década de 1950 foram estruturantes para os confrontos entre 0 Sindicato dos Trabalhadores da Lavoura e a Associação Rural de Governador Valadares...

An??lise de atendimentos de emerg??ncia a trabalhadores rurais num Hospital de Nova Friburgo - RJ

Vieira, Jo??o Luiz Rufino
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
66.7%
Introdu????o: Os trabalhadores rurais, al??m do crescente risco de intoxica????o por agrot??xicos, est??o sujeitos a outros riscos decorrentes da utiliza????o de maquin??rio e equipamentos manuais, assim como da proximidade com ??reas naturais, expondo esses indiv??duos ao contato com animais pe??onhentos. Est??o expostos ainda ??s condi????es clim??ticas e a sobrecarga f??sica decorrente de fatores organizacionais como repetitividade, levantamento freq??ente de peso e posi????es inadequadas. Objetivos: Analisam-se neste estudo os principais problemas de sa??de que levam agricultores do munic??pio de Nova Friburgo-RJ a procurar atendimento m??dico de emerg??ncia e estabelecer poss??veis inter-rela????es desses agravos com o processo de produ????o rural. Caracterizam-se, tamb??m, entre os atendimentos por causas externas, aqueles que podem configurar a ocorr??ncia de acidentes de trabalho. M??todo: O estudo se baseia na an??lise das informa????es contidas nos Boletins de Atendimento M??dico (BAM) provenientes do Hospital Municipal Raul Sert?? em Nova Friburgo???RJ, no qual constam os dados pessoais do trabalhador, assim como a causa do atendimento e o diagn??stico. Foram selecionados os BAMs referentes aos atendimentos a trabalhadores rurais nos anos de 2003 a 2005...

Contratos no mercado de trabalho agrícola: o caso das cooperativas de trabalhadores rurais

Staduto,Jefferson A. R.; Rocha Jr,Weimar F.; Bitencourt,Mayra B.
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
66.7%
O objetivo central deste estudo é analisar os sistemas de contratação do trabalhador temporário na agricultura brasileira, e, principalmente, por meio das cooperativas de trabalhadores rurais, e considerando a ótica das instituições jurídicas. O estudo foi abordado a partir da abordagem da Nova Economia Institucional. As instituições jurídicas são importantes componentes na formatação do sistema de contratação; a atuação dessas instituições tende a restringir algumas formas de contratação e incentivar outras. Verificou-se que as instituições jurídicas apresentavam grandes restrições quanto ao funcionamento e contratação das cooperativas de trabalhadores rurais, pois muitas delas apresentavam um caráter fraudulento, acarretando perda de diretos trabalhistas à mão-de-obra que prestava serviço nas propriedades rurais por meio das cooperativas. Além disso, as empresas que contratavam essas cooperativas estariam gerando elevados riscos potenciais de custos de transação adotando este sistema de contração de trabalhadores rurais.

Aliança e oposição: relações entre trabalhadores rurais e o MST

Paula da Silva Eleutério, Adriana; Maria Pereira da Silva, Zelia (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.72%
O modelo agrário brasileiro aponta uma realidade de elevada concentração fundiária, constituída historicamente pela ação das classes dominantes que utilizam a terra como instrumento de poder econômico e político e para efeito de especulação. Diante da situação no campo, a luta pela terra significa uma luta contra o seu monopólio exercido pelo capital, representado pelos latifundiários, grandes empresas e grupos econômicos. Considerando o atual contexto, este estudo tem como objetivo analisar a relação de aliança e oposição entre trabalhadores rurais do município de Touros, Estado do Rio Grande do Norte, e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra MST , em uma área que se encontrava em conflito pela posse da terra, identificando-se as determinações que se fizeram presentes, no conflito intraclasse social. A pesquisa de campo foi realizada no referido município, utilizando-se, como instrumentos para a coleta de dados, a observação, associada a entrevistas semi-estruturadas e à pesquisa documental. Os resultados desta pesquisa evidenciaram que existem: concepções diferentes acerca da luta pela terra, bem como divergências nas suas estratégias e no seu encaminhamento, entre o Sindicato de Trabalhadores Rurais de Touros STR de Touros e o MST...

O silêncio dos silenciados: a desproteção social dos trabalhadores rurais

Dal Castel, Vanderléia de Lurdes
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
66.74%
O estudo discute os vários ângulos que perpetuam a desproteção social do trabalhador rural nos processos de adoecimento e acidentes no trabalho. A própria trajetória histórica da inserção dos trabalhadores no campo dos direitos sociais é marcada pela desigualdade social no conjunto de ações destinadas a assegurar o direito à saúde, à previdência social e à assistência social na sociedade brasileira. Condição que expõe o trabalhador e sua família a diferentes formas de violências e precarização das condições de vida, saúde e trabalho. Privilegiaram-se nesta investigação informações epidemiológicas de notificações de agravos à saúde dos trabalhadores do meio rural. Para isso, o banco de dados do Relatório Individual de Notificação de Agravo (RINA) que faz parte do Sistema de Informação em Saúde e Trabalho (SIST-RS) e vem registrando os acidentes do trabalho da população urbana e rural, juntamente com as Comunicações de Acidentes de Trabalho (CATs), contribuíram para dar visibilidade à problemática das subnotificações no âmbito rural. Sistematizaram-se somente os agravos dos trabalhadores rurais da sexta Coordenadoria Regional da Saúde de Passo Fundo/RS, no período de abr. /2000 a mar. /2003. De forma complementar...

O saber penal como instrumento legitimador do processo de criminalização dos trabalhadores rurais sem-terra: apontamentos acerca da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito da Reforma Agrária e Urbana (CPMI da Terra); The criminal knowledge to legitimate the criminalization of landless process: notes on the Joint Parliamentary Committee of Inquiry and Urban Land Reform (CPMI of Land)

Borges, Guilherme Martins Teixeira
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Direito Agrário (FD); Faculdade de Direito - FD (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Direito Agrário (FD); Faculdade de Direito - FD (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.76%
This dissertation aims to analyze the relationship between the action of landless rural workers, especially the activities of members of the Landless Rural Workers Movement (MST), and the criminalization process of his conducts by Criminal Law. Therefore, this study aims to verify scientifically know as the criminal knowledge can be a legitimate instrument to promote the criminalization and stigmatization of these landless workers. Thus, the work takes as its starting point the characterization of their research subject, namely, the landless rural workers in its meaning of agrarian social movement, why it held an approach to the construction of social inequality and its correlation with the emergence and structuring of social movements, for, in the end, weave important considerations about what is meant by social Movement and Agrarian MST. Following aimed to explain how the criminal know contemporary Brazilian still shows a strong influence of the positivist criminological thought inaugurated by the Italian school centuries ago. It is shown how positivist criminology was responsible for creating a conception of social dangerousness and embrace a segregationist and selective criminological project, such that those individuals who were "classified" as a threat...

Trabalho e trabalhadores rurais: memórias e experiências Patrocínio/MG. 1970-2008

Santos, Janaina Jácome dos
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.76%
O presente texto procura refletir sobre as práticas sociais dos trabalhadores rurais que residem na cidade de Patrocínio no estado de Minas Gerais. Procuro pensar significativamente a categoria de trabalhador temporário, pois há uma forte presença destes na cidade. Muitos saem de suas cidades de origem em busca de trabalho em outras regiões do Brasil, o migrar é algo que vem acontecendo em todo o território brasileiro e em especial nas regiões que possuem a economia voltada para o setor agrícola. As safras consideradas sazonais são as que mais atraem esses trabalhadores, em Patrocínio o modo de produção predominante é o café. A cafeicultura teve inicio na década de 1970 emprega uma grande quantidade de trabalhadores rurais, com base nesses dados elegemos essa década para iniciarmos também a minha pesquisa, assim o período de abrangência é de 1973 até o ano de 2008. Nesse espaço temporal busco analisar e compreender as vivências dos trabalhadores dentro do social, refletindo através das suas experiências trazidas nas suas entrevistas. A memória é percebida aqui como algo construído dentro do processo histórico vivido, assim as falas são elaboradas a partir de um ponto em comum que é o social, entendido como um ambiente entrecruzado por lutas e conflitos entre os sujeitos que o constituem. Trago como fonte não somente a oralidade...

A foice, o martelo e outras ferramentas de ação política: os trabalhadores rurais e têxteis de Magé/RJ (1956-1973)

Ribeiro, Felipe Augusto dos Santos
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.68%
A presente tese pretende analisar a ação política dos trabalhadores rurais e têxteis do municí-pio de Magé, Estado do Rio de Janeiro, entre os anos de 1956 e 1973, com destaque para as atuações dessas duas categorias em parceria, bem como as suas formas de organização e lutas. Ao considerarmos este município como um cenário privilegiado para se investigar as conexões entre o rural e urbano – tendo em vista que a cidade foi uma pródiga produtora de alimentos e tornou-se um polo industrial têxtil – nosso intuito será mapear a participação dos diversos partidos políticos, lideranças, grupos e instituições que dialogavam com esses trabalhadores para além do mito da “foice o e martelo”. Deste modo, buscamos contribuir com os estudos sobre história do trabalho, enfatizando a articulação entre as lutas coletivas e as ferramentas de ação política utilizadas por esses tecelões e lavradores, analisados de forma conjunta nesta pesquisa.; This thesis of doctoral aims to analyze the political action of rural and textile workers of city Magé, State of Rio de Janeiro, between 1956 and 1973, highlighting the performance in partnership of these two categories, as well their forms of the organization and struggles. As we consider this city as an privileged scenario to investigate the connections between the rural and the urban - given that was a important producer of food and became a textile industrial center - our aim will be to map the participation of various political parties...

A luta pela terra no norte de Minas e o processo de territorialização do movimento dos trabalhadores rurais sem-terra - MST: o estudo da Brigada Camilo Torres

Feitosa, Antonio Maurílio Alencar
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.78%
Essa Dissertação tem como objeto de estudo a Brigada Camilo Torres. O Objetivo do nosso trabalho foi analisar a organização de luta pela terra do Movimento dos Trabalhadores rurais Sem-Terra ,a partir da Brigada Camilo Torres no Norte de Minas Gerais. O referencial fundamenta-se nos autores que discutem a questão agrária no Brasil e os conflitos entre o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra e latifundiários proporcionando maior aprofundamento sobre o assunto abordado. Utilizou-se uma metodologia de natureza qualitativa-quantitativa pautada em entrevistas semiestruturadas com os acampados/assentados da Fazenda Sanharó, com os coordenadores do MST e com o agente da Comissão de Pastoral da Terra. Utilizaram-se também documentos cartográficos, jornais e fotografias. Os resultados da pesquisa sinalizam que a luta pela posse de terra no Norte de Minas na Brigada Camilo Torres é uma conquista do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra. Os resultados indicam também que a brigada é uma nova estratégia de luta pela espacialização e territorialização. Concluiu-se que o MST no Norte de Minas desempenhou papel fundamental na luta pela terra e resgate da cidadania dos excluídos do processo de modernização capitalista da agricultura. O uso social da terra pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra no Norte de Minas...

NÃO ESTUDOU, FICA NA ROÇA E VAI PRO CABO DA ENXADA : SENTIDOS E SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS À ESCOLA PELOS TRABALHADORES RURAIS EM GOIÁS; NOT STUDIED, IT IS IN AND GO PRO COUNTRYSIDE HOE HANDLE": SENSES AND MEANINGS ASSIGNED TO SCHOOL FOR WORKERS IN RURAL GOIÁS

ALMEIDA, Rosivaldo Pereira de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Educação; Ciências Humanas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Educação; Ciências Humanas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.77%
The work "NOT STUDIED, IT IS IN AND GO PRO COUNTRYSIDE HOE HANDLE": SENSES AND MEANINGS ASSIGNED TO SCHOOL FOR WORKERS IN RURAL GOIÁS is a research project carried out of the Coordination Education, Labor and Social Movements of Post-Graduate Education, Federal University of Goias, in order to grasp the meanings assigned to the school by rural workers in Pennsylvania This is a case study from the municipality City of Goiás. José de Souza Martins is the theoretical study of the concept of rural workers and small owner, as well as the expansion of capital in countryside. Pierre Bourdieu contributes to better systematize the meanings and the meanings of school today. The research showed that the design of rural workers in the school's social advancement of their children and they found means to leave the country to city, especially by entering elementary school.; O trabalho NÃO ESTUDOU, FICA NA ROÇA E VAI PRO CABO DA ENXADA : SENTIDOS E SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS À ESCOLA PELOS TRABALHADORES RURAIS EM GOIÁS é uma pesquisa desenvolvida junto à Linha de Pesquisa Educação, Trabalho e Movimentos Sociais, do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Goiás, com o objetivo de apreender os sentidos e significados atribuídos à escola pelos trabalhadores rurais em Goiás. Trata-se de um estudo de caso desenvolvido no município Cidade de Goiás. J. S. Martins é o referencial teórico do estudo acerca do conceito de trabalhador rural e pequeno proprietário...

Aprendizado da sobrevivencia : trabalhadores rurais de Araçuai (MG)

Carneiro, Ana Maria
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.78%
O objetivo deste estudo é a análise da educação dos trabalhadores rurais de Araçuaí a partir de suas condições de trabalho e vida, bem como de suas representa- - çoes. A educação é enfocada como uma pritica social - açao humana, social e historlcamente determinada. Para tan to, analisa-se o meio em que estes trabalhadores rurais vivem, as suas condições econõmicas e políticas, as rel.ações sociais que estabelecem entre si e com as demais clas ses e as suas organizações. A inclusão de todos estes aspectos tem por trás uma postura teórica, uma forma de perceber a realidade so' cial. Trata-se de analisar o conjunto de práticas e re - presentações dos trabalhadores rurais de Araçuaí como ex pressao de sua inserção ~uma totalidade concreta. A educação existe dentro de todas estas relações. ~ determinada, em última anál ise, pelos interesses e pelas relações de força entre os diferentes agentes sociais nela envolvidos. Enfim, a educação dos trabalhado- 'res rurais está ligada as suas lutas como uma classe face ã outras classes da socieqade. ~ portanto, expressão do que eles são e de como lutam para defender seus interes - ses. O estudo está dividido em duas partes, cada uma com três capítulos. Na primeira parte e analisado o contexto econõmico e pol ítico...

Participação social dos trabalhadores rurais assentados do movimento sem terra, no Sistema Único de Saúde

Cunha, Alexandre Pareto da
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xxiii, 61 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
66.78%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2010; Este estudo teve como objetivo analisar a compreensão dos trabalhadores rurais de assentamentos da reforma agrária sobre a sua participação social no Sistema Único de Saúde - SUS. Trata-se de um estudo descritivo-exploratório com abordagem qualitativa, no qual o referencial teórico foram os pressupostos de Paulo Freire. O percurso metodológico foi baseado em entrevistas semi-estruturadas, analisadas por meio da 'análise temática' proposta por Maria Cecília Minayo. Participaram da pesquisa oito trabalhadores rurais assentados em terras do projeto de reforma agrária do INCRA. Foram identificadas quatro categorias: 1ª- O conhecimento do trabalhador rural de seus direitos e deveres ante o SUS; 2ª - A percepção do trabalhador rural sobre o enfermeiro e sua ação no incentivo à participação social no SUS; 3ª - A preocupação do poder público local em incentivar a participação dos assentados na formulação e fiscalização das políticas de saúde; e 4ª - O significado e a importância da participação social no SUS para o trabalhador rural. Esta pesquisa...

Indicadores da gordura corporal e qualidade de vida de trabalhadores rurais

Fachineto, Sandra
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xi, 62 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
66.81%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Desportos, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Florianópolis, 2009.; O aumento de sobrepeso e obesidade ja e evidenciado na populacao rural brasileira. Contudo, as relacoes entre excesso de peso e qualidade de vida ainda sao pouco explorados. Objetivo: Relacionar os indicadores de gordura corporal com a qualidade de vida relacionada a saude (QVRS) de trabalhadores rurais, de ambos os sexos e com idade acima de 18 anos, do municipio de Sao Miguel do Oeste, SC. Metodos: Trata-se de uma pesquisa descritiva do tipo correlacional. Fizeram parte da amostra 211 trabalhadores rurais, sendo 84 homens e 127 mulheres. Para a coleta dos dados foi utilizado o questionario Medical Outcomes 36-Item Short-Form Health Survey (SF-36) para avaliacao da QVRS e medidas antropometricas (massa corporal, estatura e circunferencias do quadril e da cintura) para determinar os indicadores de gordura corporal (IMC, CC e RCQ). Os dados foram analisados estatistico SPSS 11.0 atraves da estatistica descritiva, do teste de Kruskal-Wallis, de Mann-Whitney e da analise de correlacao de Spearman. O nivel de significancia adotado foi de p.0,05. Resultados: A media de idade para os homens foi de 41...

Trabalhadores Rurais e Cidadania no Brasil - 1930-1964

de Morais, Michelle Nunes; Universidade de Brasília
Fonte: Em tempo de histórias Publicador: Em tempo de histórias
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 11/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.67%
Este trabalho se originou nas discussões da disciplina “Brasil República: Cidadania e Poder” do curso de Mestrado em História da Universidade de Brasília. Tomamos para estudo a questão agrária e a exclusão dos trabalhadores rurais à cidadania, no período compreendido de 1930 até 1964 no Brasil. Buscamos compreender a questão agrária brasileira através do estudo da legislação e das constituições do país, assim como compreender a situação dos trabalhadores rurais na legislação trabalhista. Foi negado o status de cidadão aos trabalhadores rurais, ficando os mesmos marginalizados.

A pesquisa-ação como ferramenta para informação sobre agrotóxicos: o caso de trabalhadores rurais da Zona da Mata, Rondônia, Brasil

Eliseu Adilson Sandri; Unesc - Faculdades Integradas de Cacoal; Dâmaris Silveira; Universidade de Brasília-UnB; Mauricio Homem de Mello; Universidade de Brasília-UnB; Luiz Alberto Simeoni; Universidade de Brasília
Fonte: Revista de Administração e Negócios da Amazônia Publicador: Revista de Administração e Negócios da Amazônia
Tipo: Artigo Avaliado por Pares; Pesquisa-ação Formato: application/pdf
Publicado em 13/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.78%
A região da Zona da Mata em Rondônia, Brasil, destaca-se pela grande produção de grãos e cereais, e também tem sido evidenciada pela utilização de grande quantidade e variedade de agrotóxicos por trabalhadores rurais locais. Considerando tal cenário, uma série de atividades foi planejada em municípios da Zona da Mata, no âmbito de uma pesquisa-ação, com o propósito de informar os trabalhadores rurais quanto aos riscos da má utilização de agrotóxicos e incentivar mudanças de rotina e a busca de informações técnicas. A pesquisa-ação foi desenvolvida em duas etapas. A primeira consistiu em eventos de integração entre trabalhadores rurais, órgãos públicos e o pesquisador; a segunda parte, realizada doze meses depois, consistiu da avaliação do impacto das atividades da primeira etapa na rotina de utilização de agrotóxicos.  Os achados revelaram que a maioria dos técnicos dos órgãos públicos (87,5%) e dos trabalhadores rurais (70,0%) entrevistados afirmou ter havido um aumento das consultas à assistência técnica. Quanto à utilização de agrotóxicos...