Página 1 dos resultados de 21 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

Políticas de valorização do magistério: remuneração, plano de carreira, condições de trabalho - uma análise da experiência de Belo Horizonte; Policies directed to valuate teaching professionals: remuneration, career plan, working conditions - analyze by the municipality of Belo Horizonte

Rocha, Maria da Consolação
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/05/2009 PT
Relevância na Pesquisa
35.58%
Este estudo tem por objetivo analisar as políticas de valorização do magistério realizadas pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte durante os governos de 1993 a 2007, considerando os elementos: condições de trabalho, jornada de trabalho e plano de carreira. Situado entre os estudos de Estado, Sociedade e Educação, a pesquisa desenvolve uma abordagem da complexidade das relações de mudanças, de interpenetrações, de articulação e conflitos entre as ações do Estado, no nível de poder executivo municipal e seus agentes, por um lado, e a organização, reivindicações e lutas dos/as profissionais da educação que atuam na Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte (RMEBH), por outro. A metodologia de estudo de caso envolve o uso de análise documental e de entrevista como instrumentos para a compreensão do seu objeto. Três partes constituem este estudo. Na primeira parte analisamos as definições de política de valorização do magistério, a partir das reflexões de João Monlevade, documentos de organismos internacionais como a UNESCO e a OCDE, documentos do Ministério da Educação, documentos de movimentos sociais, entre eles a CNTE, Sind-UTE/MG e Sind-REDE/BH, legislações federais, estaduais e municipais. Consideramos também o debate sobre carreira docente...

A qualificação e a formação da identidade profissional dos agricultores familiares da região de Januária - MG

Sampaio, Ronaldo Mauricio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
35.52%
Este estudo de tese propõe uma discussão sobre as conexões existentes entre os cursos de qualificação profissional, gestados pelos programas governamentais PLANFOR e PNQ, e a formação da identidade profissional dos agricultores familiares na região de Januária - MG. Estes programas, gestados no início dos anos de 1990, num contexto de profundas mudanças no mundo do trabalho, foram implantados, também no meio rural, na busca por uma profissionalização do agricultor, capaz de conceber-lhes uma identidade profissional e integrá-los ao novo modelo de desenvolvimento. A disseminação dos novos padrões relacionados com a produtividade fez com que se tornassem mais complexas as relações com o mundo do trabalho e, por consequência, uma maior exigência de especialização dos trabalhadores. Pelo menos teoricamente, o acesso à tecnologia através da qualificação tende a proporcionar aumento da produção e da produtividade, o que geraria excedentes que levassem o agricultor a comercializar e se inserir nos mercados consumidores. Esse modelo de desenvolvimento para o campo se desenvolve a partir das políticas públicas de qualificação, mas nem todos os agricultores familiares assimilam essa receita e constroem estratégias de manutenção das suas condições de agricultura de tradição camponesa. A construção de identidades profissionais de agricultores se consolida naturalmente pelos processos sociais...

Colhendo possibilidades: uma análise do programa AgroVida

Canesqui, Flávia Gonçalves
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 100 f. : mapa, gráfs.
POR
Relevância na Pesquisa
25.59%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Serviço Social - FCHS; Esta investigación analiza un programa de la política de asistencia social de la ciudad de Alterosa/MG a partir de la perspectiva de sus usuarios – trabajadores rurales asalariados – y de los profesionales relacionados con su implementación – técnicos agrícolas y asistente social. El conjunto de los análisis resulta en una evaluación del programa, que apunta para la necesidad de acercar la política de asistencia social al mundo del trabajo de sus usuarios. En la realidad social de la ciudad de Alterosa, esta aproximación revela los procesos agrarios que componen la cuestión social, facilitando el entendimiento de su producción en la contemporaneidad, repasando por las transformaciones ocurridas en el mercado de trabajo, presentes, también, en el medio rural. Para evaluar el programa de Labranza Comunitaria “AgroVida”, se ha utilizado la técnica de la entrevista, compuesta por declaraciones de los sujetos relacionados en su efectividad. El análisis de las declaraciones, traduce las innovaciones, como también, los límites de un programa social que tiene la intencionalidad de pautar el mundo del trabajo y...

Açúcar amargo: condições de vida e trabalho das famílias de cortadores de cana, atendidas pela Política Pública de Assistência Social no município de Pitangueiras-SP

Santos, Meire Cristina de Souza
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 123 f.
POR
Relevância na Pesquisa
25.59%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Serviço Social - FCHS; El presente estudio se refiere a las condiciones de vida y trabajo de las familias de cortadores de caña, atendidas por la Política Pública de Asistencia Social en el município de Pitangueiras/SP. Nuestro intento es contribuir con el conocimiento sobre parte significativa de los usuarios del Trabajo Social, ya que esta es una necesidad y una omisión apuntada por algunos estudiosos. Inicialmente se debate la cuestión agraria, la proletarización del hombre del campo y sus rebatimientos en la cuestión social en Brasil. Enseguida problematiza los avanzos, desafíos y límites de la Política Pública de Asistencia Social en Brasil y su organización en el município objetivo de este estudio. El trabajo de campo fue realizado inicialmente a partir de un levantamiento en los formularios de Registro Único del Gobierno Federal, en los que se constató que un contingente expresivo de familias que tiene en su composición trabajadores campesinos asalariados son usuarios de la Política Pública de Asistencia Social, en el município de Pitangueiras/SP. Después de esta primera etapa, con la contribución de las asistentes sociales del órgano gestor de la Política de Asistencia Social fueron seleccionados sujetos significativos para esta encuesta y realizadas citas con los mismos en sus viviendas. Fueron realizadas diez citas (dos de ellas con los mismos sujetos)...

Programas de prevenção à saúde do trabalhador no serviço público

Pereira, Carmen Lúcia Gill Alves
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
25.6%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; O presente estudo tem como tema "Programas de Prevenção à Saúde do Trabalhador no Serviço Público". Nele, objetivou-se conhecer casos bem sucedidos de práticas preventivas de órgãos públicos, visando a estabelecer modelos e parâmetros que auxiliassem na construção de uma política de prevenção à saúde para o Setor. O estudo abordou as políticas de prevenção instituídas pelo Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais - TJMG. A pesquisa foi desenvolvida através de entrevista com os principais atores sociais que vivenciaram a construção e a implantação dessas políticas. Inicialmente, constatou-se que a Instituição, para fazer frente à alta incidência de casos de Lesões por Esforços Repetitivos - LER, formulou políticas de prevenção, resultado de anos de trabalho participativo e de construção social. Sob a coordenação/orientação de consultores externos (convênio com a Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG), os técnicos da Instituição analisaram o trabalho de quatro setores representativos (aprenderam fazendo), sendo emitido Relatório Final intitulado "Avaliação das condições de Trabalho no Tribunal de Justiça - MG" (ASSUNÇÃO et al....

Relação entre cor de pele e desigualdade de renda e riqueza no século xix: evidências a partir das listas nominativas de Mariana (MG) e Viçosa (MG)

Silva, Amanda Maciel da
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 60 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
25.48%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Curso de Graduação em Ciências Econômicas.; Este trabalho tem por objetivo analisar, a partir do estudo da sócio economia mineira em listas nominativas de Mariana e Viçosa do século XIX, a existência de relação entre cor de pele e distribuição ocupacional, além de investigar quais mecanismos podem ser indicativos dessa relação bem como seus efeitos sobre a distribuição de renda e riqueza. Para tal análise foi feito cruzamento de dados característicos dos habitantes listados, como cor de pele, ocupação, renda e posse de escravos para fazer um mapeamento da organização social e econômica. Os resultados dessa análise possibilitam identificar de que maneira a cor de pele impactava na alocação dos trabalhadores, moldando uma renda diferenciada para negros e brancos, onde os negros eram alocados em ocupações que exigiam maior esforço físico, que eram mais desprezadas e auferiam menor remuneração, caracterizando nitidamente a existência de desigualdade racial e de renda no Brasil do século XIX. Análises qualitativas e quantitativas, como o cálculo do índice de Gini para distribuição de renda e riqueza são os métodos que nos possibilitaram afirmar que os brancos eram mais beneficiados que os negros livres tanto no acesso a renda e riqueza quanto no acesso a serviços e bem estar. Acreditamos que essa estrutura...

Humanização dos serviços de saúde

Queiroz, Patrícia de Sousa Fernandes
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
25.66%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política, Florianópolis, 2015.; Este trabalho refere-se ao estudo dos avanços, paradoxos e desafios da Política Nacional de Humanização na atenção e gestão dos serviços de saúde encontrados nos discursos dos consultores dessa política e dos trabalhadores e gestores do SUS de Januária - MG. Através das entrevistas foi possível identificar: 1) a polissemia que o termo humanização assume nos territórios reforça uma concepção romântica e desloca a perspectiva apresentada pela Política Nacional de Humanização, sendo necessário, portanto, uma ressignificação do termo para que o movimento da humanização das práticas de atenção e gestão seja desviado de uma possível idealização do humano e passe a ser compreendido como um processo de caráter instituinte e que se constrói coletivamente através da inclusão dos diferentes sujeitos envolvidos na produção de saúde; 2) a lógica hegemônica de produção de saúde encontra-se alicerçada num modelo autoritário e não favorece a democratização institucional; 3) as instituições formadoras reiteram o modelo biomédico e exclui a produção de subjetividades do processo de produção de saúde; 4) os consultores percebem uma tensionalidade entre a lógica da PNH e o modo de fazer das outras políticas de saúde. Sobre este último item...

Clipping 2015-05-Maio

UFSC, Agecom
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
;
Relevância na Pesquisa
15.43%
Clipping de 01, 02, 03 e 04/05/2015: Hospital Universitário / UFSC / SUS / HU / Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares / Cláudio Márcio Araújo da Gama / Sindicato dos Servidores da UFSC / MEC / Consulta pública / Gestão do HU / CUn / Conselho Universitário / Ebserh / Lei 12.550 / Sistema Único de Saúde / Alacoque Lorenzini Erdmann / SindSaúde de Santa Catarina / Simone Hagemann / Curso de Medicina / Carlos Eduardo Pinheiro / Patrimônio / Elevado do Rio Tavares / Sambaqui / Materiais fossilizados / Ilha de Santa Catarina / Osvaldo Paulino da Silva / Universidade Federal de Santa Catarina / Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional / Iphan / Rio Tavares / Ciclovias / Calçadas / Dia do Trabalho / Novas profissões / Naturólogos / Gerontólogos / Ministério do Trabalho / Dia do Trabalho / Mototaxista / Condutor de turismo de aventura / Marilise Ferraz / Cerimonialista / Unisul / Curso de graduação em Naturologia / Fernanda Verzola / Espaço Carpe Diem / Florianópolis / Mônica Joesting Siedler / Núcleo de Estudos da Terceira Idade / Ricardo Hermes / Festas / Campus da UFSC / Prefeitura do Campus / Polícia Militar / Projeto Escola da Terra / Secretaria de Educação de Joinville / Pronacampo / Ministério da Educação / Comunidades rurais / Cláudia Fidelis / Joinville / Marcela Fehrenbach / Editora Poetisa / Brasil / O coelho de veludo / EdUFSC / Macbeth / William Shakespeare / Rafael Rafaelli / Editora Unisul / Histórias da literatura brasileira / Carlos Nejar / Academia Brasileira de Letras / Carta de Caminha / Mata Atlântica / Borboletas / Gabriela Corso da Silva / Lecota / Laboratório de Ecologia Terrestre Animal / Malva Isabel Medina Hernández / Parque Estadual da Serra do Tabuleiro / Santo Amaro da Imperatriz / Frugívoras / Lepidoptera nymphalidae / Santa Catarina / Rio Grande do Sul / Rio Grande do Norte / Morpho Epistrophus / Ilha de Santa Catarina / Nymphalidae / Borboletário / Parque Ecológico do Córrego Grande / Hesperiidae / Lycaenidae / Papilionidae / Pieridae / Riodinidae / Udesc / JK / Faculdade de Direito / Celso Ramos / Juscelino Kubitscheck / Plameg / Plano de Metas do Governo / Besc / Banco do Estado de Santa Catarina / Universidade para o Desenvolvimento de Santa Catarina / Esag / Escola Superior de Administração e Gerência / Desenvolvimento humano / Educação / Atlas de Exclusão Social / Brasília / Vale do Itajaí / Colonização alemã / Pomerode / Ronnie Aldrin / SC / Ricardo Amorim / Lauro Mattei / Políticas públicas / Sistema educacional / Migração / Planalto Serrano / Oeste / Angela Albino / Xanxerê / Serra catarinense / Pobreza / Emprego / Desigualdade / Alfabetização / Escolaridade / Concentração juvenil / Violência / Joana Wachoz / São José / Grande Florianópolis / Casa do Educador / Adelina Dal Pont / Obéde Pereira Lima / UERJ / Universidade do Estado do Rio de Janeiro / Localização geodésica da linha preamar média de 1831...

Trabalho rural e condições de saúde das famílias do MST e dos bóias-frias : o caso de Unaí-MG; Rural work and health conditions of families in the Landless Workers’ Movement - MST and temporary rural workers : the case of Unaí, MG; Trabajo rural y las condiciones de salud de las familias del Movimiento Sin Tierra - MST y de trabajadores rurales temporales : el caso de Unaí, MG

Carneiro, Fernando Ferreira; Sá, Waltency Roque de; Búrigo, André Campos; Viana, Francisco Cecílio; Bertolini, Valéria Andrade; Tambellini, Anamaria Testa; Silva, José Ailton da
Fonte: Revista coordenada pelo Núcleo de Estudos de Saúde Pública (NESP) do Departamento de Saúde Coletiva (DSC) da Universidade de Brasília (UnB) Publicador: Revista coordenada pelo Núcleo de Estudos de Saúde Pública (NESP) do Departamento de Saúde Coletiva (DSC) da Universidade de Brasília (UnB)
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
35.65%
Colaboração editorial da Faculdade de Ciência da Informação (FCI) da UnB; Esse texto é baseado em um estudo comparativo sobre as condições de saúde das famílias do MST e dos bóias-frias de Unaí-MG com enfoque nas relações de trabalho, produção, segurança alimentar, organização política, acesso aos serviços e políticas públicas. Foram coletados dados por meio de questionários aplicados a 202 famílias, e realizadas observação estruturada e discussões em grupo. Serão destacados também os resultados do processo de apresentação e discussão dos dados analisados para as comunidades pesquisadas. Os trabalhadores bóias-frias apresentaram um alto índice de insegurança alimentar (39,5%) e estavam mais expostos aos agrotóxicos se comparados aos assentados e acampados. A grande maioria das famílias de boias-frias gostaria de mudar de ocupação e entre o que havia de pior no trabalho estava a hora de acordar e o deslocamento. Mais da metade das famílias do assentamento conseguia viver apenas da produção do lote e entre as famílias acampadas 22,1% conseguiam retirar seu sustento do lote. As famílias do MST têm maior dificuldade de acesso ao SUS, porem o fato de ser Sem Terra, estar organizado, melhora as perspectivas de sua saúde em comparação com os bóias-frias. A modernização conservadora no campo brasileiro têm agravado as condições de vida e trabalho dos bóias-frias...

Avaliação do almoço servido a participantes do programa de alimentação do trabalhador

Savio,Karin Eleonora Oliveira; Costa,Teresa Helena Macedo da; Miazaki,Édina; Schmitz,Bethsáida de Abreu Soares
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
25.54%
OBJETIVO: Face à expansão do Programa de Alimentação do Trabalhador no País e sua atualização na normatização dos aspectos nutricionais, foi avaliado o consumo alimentar de trabalhadores participantes do programa, por meio da análise nutricional do almoço servido e do estado nutricional da população atendida. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal com amostra representativa dos trabalhadores participantes do Programa de Alimentação do Trabalhador no Distrito Federal (n=1.044) que almoçam em 52 Unidades de Alimentação e Nutrição. Foram avaliadas variáveis socioeconômicas e sociodemográficas, medidas antropométricas para o cálculo do Índice de Massa Corporal e o consumo alimentar obtido pelo método da pesagem e pela observação direta da montagem dos pratos. RESULTADOS: Observou-se que 43% da população estudada apresentam excesso de peso, sendo 33,7% com sobrepeso e 9,3% com obesidade, com maiores percentuais no sexo masculino. A mediana do valor energético do almoço foi de 515 Kcal para as mulheres e de 736 Kcal para os homens. O consumo mediano de fibras foi de 6,0 g para o sexo feminino e de 8,3 g para o sexo masculino, e o consumo mediano de colesterol foi acima de 90 mg nos indivíduos com excesso de peso. CONCLUSÕES: Os resultados indicam risco nutricional nessa população...

Relações e estratégias de (des)envolvimento rural: políticas públicas, agricultura familiar e dinâmicas locais no município de Espera Feliz (MG)

Silva,Márcio Gomes da; Dias,Marcelo Miná; Silva,Sandro Pereira
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
35.57%
Este texto apresenta a análise das relações estabelecidas entre organizações de agricultura familiar e políticas públicas de desenvolvimento rural a partir de uma pesquisa realizada no município de Espera Feliz (MG). Constatou-se que inserção da "agricultura familiar" na agenda governamental provocou mudanças na atuação do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) de Espera Feliz, com a adoção de dispositivos coletivos utilizados pelos agricultores como estratégia de ação coletiva. Esses dispositivos sofreram adaptações em suas regras de reciprocidade, passando a constituir estruturas institucionais formalizadas. A partir do acesso a determinadas políticas públicas, criaram-se aproximações com mediadores sociais com vistas a potencializar as estratégias desenvolvidas pelas organizações locais. Essa relação torna-se conflituosa na medida em que há divergência das orientações coletivas para o desenvolvimento. As relações estabelecidas e analisadas puderam ser caracterizadas como relações de complementaridade, de dominação normativa e de dificuldades e tensões. Nesse conjunto de relações, forjaram-se aproximações entre as organizações e mediadores sociais que atuam no município.

Processo saúde-doença: um estudo das representações sociais de trabalhadores com DORT

Caetano,Vanusa Caiafa; Cruz,Danielle Teles; Silva,Girlene Alves; Leite,Isabel Cristina Gonçalves; Carvalho,Simone Meira
Fonte: IMS-UERJ Publicador: IMS-UERJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
25.5%
O artigo origina-se de pesquisa que analisou as representações sociais do processo saúde-doença entre trabalhadores portadores de distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT), usuários do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) de Juiz de Fora, MG. O recurso de apreensão das informações foram entrevistas semiestruturadas, realizadas junto a 12 trabalhadoras com idade entre 29 e 55 anos. As informações foram submetidas a análise temática. A partir dos temas de análise, chamados "representação da saúde" e "representação da doença", para essas trabalhadoras, o adoecimento e a incapacidade laboral representam uma lacuna dolorosa e a destruição dos projetos de vida. Os quadros de deterioração das condições de vida e degradação do trabalho, refletidos sobre a saúde das trabalhadoras, nos levam a sustentar que a prevenção dos problemas de saúde que encontraria maior grau de resolução seria o replanejamento da organização do processo de trabalho e da efetiva atuação das políticas públicas de saúde, através de representações simbólicas mais amplas sobre saúde, doença e cura.

A participação popular em Ipatinga (MG, Brasil): conquistas e desafios do setor de saúde

Batista,Elizabeth da Costa; Melo,Elza Machado de
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
25.48%
Com a implementação do Sistema Único de Saúde (SUS) a partir dos anos 90, observase a passagem de um sistema político, administrativo e financeiramente centralizado para um cenário em que milhares de agentes passam a se constituir sujeitos fundamentais no campo da saúde. Entender como esses diferentes atores conseguiram absorver e garantir à comunidade o direito de participar na tomada de decisão em política pública de saúde foi o objetivo deste trabalho, que procura investigar o discurso democrático e a prática participativa implementada pelo Partido dos Trabalhadores (PT) no município de Ipatinga (MG). Utilizamos como referencial a Teoria da Ação Comunicativa, de Habermas, e a partir dela um modelo de democracia entendido como a institucionalização dos processos discursivos de formação da opinião e da vontade. A partir desse referencial teórico, integrado aos principais pressupostos da Reforma Sanitária Brasileira, foi feito o estudo das políticas municipais de saúde de Ipatinga, no que diz respeito às suas bases e relações democráticas. Os resultados obtidos indicam que há uma importante história democrática no município, com indícios, no entanto, de retrocessos na prática participativa do setor saúde...

Distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho: o perfil dos trabalhadores em benefício previdenciário em Diamantina (MG, Brasil)

Alcântara,Marcus Alessandro de; Nunes,Gabriela da Silveira e; Ferreira,Bárbara Coura Moreira dos Santos
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
25.54%
O objetivo foi identificar o perfil de trabalhadores que receberam benefício temporário ou permanente por DORT entre 2002 e 2005 na Agência de Previdência Social (APS) Diamantina e comparar a prevalência dessa população. A amostra foi obtida através de bancos de dados contendo variáveis sociodemográficas e clínicas. O perfil foi semelhante ao longo dos anos. As características mais prevalentes foram trabalhadores residentes em Diamantina, entre 40 e 59 anos, nível de escolaridade no ensino fundamental, sem diferenças quanto ao gênero. A maioria estava empregado no setor de serviços, com renda abaixo de um salário mínimo. O benefício mais concedido foi auxílio-doença previdenciário. O diagnóstico mais comum foi Dorsalgia, com tempo médio do benefício de 10 meses. Observou-se tendência crescente de acometimento por DORT e evolução dos afastamentos para aposentadoria por invalidez ao longo dos anos. O presente estudo possibilitou conhecer o perfil do trabalhador afastado por DORT nessa APS. Observou-se tendência de crescimento dos índices de afastamento refletindo a tendência mundial. Assim, sugere-se implementação de políticas de prevenção, promoção e reabilitação da saúde desta população.

Aprendizado da sobrevivencia : trabalhadores rurais de Araçuai (MG)

Carneiro, Ana Maria
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
35.66%
O objetivo deste estudo é a análise da educação dos trabalhadores rurais de Araçuaí a partir de suas condições de trabalho e vida, bem como de suas representa- - çoes. A educação é enfocada como uma pritica social - açao humana, social e historlcamente determinada. Para tan to, analisa-se o meio em que estes trabalhadores rurais vivem, as suas condições econõmicas e políticas, as rel.ações sociais que estabelecem entre si e com as demais clas ses e as suas organizações. A inclusão de todos estes aspectos tem por trás uma postura teórica, uma forma de perceber a realidade so' cial. Trata-se de analisar o conjunto de práticas e re - presentações dos trabalhadores rurais de Araçuaí como ex pressao de sua inserção ~uma totalidade concreta. A educação existe dentro de todas estas relações. ~ determinada, em última anál ise, pelos interesses e pelas relações de força entre os diferentes agentes sociais nela envolvidos. Enfim, a educação dos trabalhado- 'res rurais está ligada as suas lutas como uma classe face ã outras classes da socieqade. ~ portanto, expressão do que eles são e de como lutam para defender seus interes - ses. O estudo está dividido em duas partes, cada uma com três capítulos. Na primeira parte e analisado o contexto econõmico e pol ítico...

Avaliação do almoço servido a participantes do programa de alimentação do trabalhador; Assessment of lunch served in the Workers' Food Program, Brazil

Savio, Karin Eleonora Oliveira; Costa, Teresa Helena Macedo da; Miazaki, Édina; Schmitz, Bethsáida de Abreu Soares
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/04/2005 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
25.58%
OBJETIVO: Face à expansão do Programa de Alimentação do Trabalhador no País e sua atualização na normatização dos aspectos nutricionais, foi avaliado o consumo alimentar de trabalhadores participantes do programa, por meio da análise nutricional do almoço servido e do estado nutricional da população atendida. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal com amostra representativa dos trabalhadores participantes do Programa de Alimentação do Trabalhador no Distrito Federal (n=1.044) que almoçam em 52 Unidades de Alimentação e Nutrição. Foram avaliadas variáveis socioeconômicas e sociodemográficas, medidas antropométricas para o cálculo do Índice de Massa Corporal e o consumo alimentar obtido pelo método da pesagem e pela observação direta da montagem dos pratos. RESULTADOS: Observou-se que 43% da população estudada apresentam excesso de peso, sendo 33,7% com sobrepeso e 9,3% com obesidade, com maiores percentuais no sexo masculino. A mediana do valor energético do almoço foi de 515 Kcal para as mulheres e de 736 Kcal para os homens. O consumo mediano de fibras foi de 6,0 g para o sexo feminino e de 8,3 g para o sexo masculino, e o consumo mediano de colesterol foi acima de 90 mg nos indivíduos com excesso de peso. CONCLUSÕES: Os resultados indicam risco nutricional nessa população...

IMPRENSA DE POUSO ALEGRE (MG) NA BATUTA DA POLÍTICA REPUBLICANA

Andrade, Eugênia Nunes de
Fonte: Escritas: Revista do Curso de História de Araguaína Publicador: Escritas: Revista do Curso de História de Araguaína
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 10/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
25.48%
Compreender as dinâmicas sociais do comércio em Pouso Alegre/MG, a partir da interpretação dos anúncios publicados no jornal Correio Sul-Mineiro1 e das fotografias do cotidiano dos trabalhadores e dos imigrantes na cidade na primeira década do século XX. Refletiremos as relações de poder entre a publicidade da época com o progresso técnico-econômico, o jogo de tensões políticas e as disputas sociais no ambiente urbano.    

Distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho: o perfil dos trabalhadores em benefício previdenciário em Diamantina (MG, Brasil)

Alcântara,Marcus Alessandro de; Nunes,Gabriela da Silveira e; Ferreira,Bárbara Coura Moreira dos Santos
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
25.54%
O objetivo foi identificar o perfil de trabalhadores que receberam benefício temporário ou permanente por DORT entre 2002 e 2005 na Agência de Previdência Social (APS) Diamantina e comparar a prevalência dessa população. A amostra foi obtida através de bancos de dados contendo variáveis sociodemográficas e clínicas. O perfil foi semelhante ao longo dos anos. As características mais prevalentes foram trabalhadores residentes em Diamantina, entre 40 e 59 anos, nível de escolaridade no ensino fundamental, sem diferenças quanto ao gênero. A maioria estava empregado no setor de serviços, com renda abaixo de um salário mínimo. O benefício mais concedido foi auxílio-doença previdenciário. O diagnóstico mais comum foi Dorsalgia, com tempo médio do benefício de 10 meses. Observou-se tendência crescente de acometimento por DORT e evolução dos afastamentos para aposentadoria por invalidez ao longo dos anos. O presente estudo possibilitou conhecer o perfil do trabalhador afastado por DORT nessa APS. Observou-se tendência de crescimento dos índices de afastamento refletindo a tendência mundial. Assim, sugere-se implementação de políticas de prevenção, promoção e reabilitação da saúde desta população.

Avaliação do almoço servido a participantes do programa de alimentação do trabalhador

Savio,Karin Eleonora Oliveira; Costa,Teresa Helena Macedo da; Miazaki,Édina; Schmitz,Bethsáida de Abreu Soares
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
25.54%
OBJETIVO: Face à expansão do Programa de Alimentação do Trabalhador no País e sua atualização na normatização dos aspectos nutricionais, foi avaliado o consumo alimentar de trabalhadores participantes do programa, por meio da análise nutricional do almoço servido e do estado nutricional da população atendida. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal com amostra representativa dos trabalhadores participantes do Programa de Alimentação do Trabalhador no Distrito Federal (n=1.044) que almoçam em 52 Unidades de Alimentação e Nutrição. Foram avaliadas variáveis socioeconômicas e sociodemográficas, medidas antropométricas para o cálculo do Índice de Massa Corporal e o consumo alimentar obtido pelo método da pesagem e pela observação direta da montagem dos pratos. RESULTADOS: Observou-se que 43% da população estudada apresentam excesso de peso, sendo 33,7% com sobrepeso e 9,3% com obesidade, com maiores percentuais no sexo masculino. A mediana do valor energético do almoço foi de 515 Kcal para as mulheres e de 736 Kcal para os homens. O consumo mediano de fibras foi de 6,0 g para o sexo feminino e de 8,3 g para o sexo masculino, e o consumo mediano de colesterol foi acima de 90 mg nos indivíduos com excesso de peso. CONCLUSÕES: Os resultados indicam risco nutricional nessa população...

A participação popular em Ipatinga (MG, Brasil): conquistas e desafios do setor de saúde

Batista,Elizabeth da Costa; Melo,Elza Machado de
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
25.48%
Com a implementação do Sistema Único de Saúde (SUS) a partir dos anos 90, observase a passagem de um sistema político, administrativo e financeiramente centralizado para um cenário em que milhares de agentes passam a se constituir sujeitos fundamentais no campo da saúde. Entender como esses diferentes atores conseguiram absorver e garantir à comunidade o direito de participar na tomada de decisão em política pública de saúde foi o objetivo deste trabalho, que procura investigar o discurso democrático e a prática participativa implementada pelo Partido dos Trabalhadores (PT) no município de Ipatinga (MG). Utilizamos como referencial a Teoria da Ação Comunicativa, de Habermas, e a partir dela um modelo de democracia entendido como a institucionalização dos processos discursivos de formação da opinião e da vontade. A partir desse referencial teórico, integrado aos principais pressupostos da Reforma Sanitária Brasileira, foi feito o estudo das políticas municipais de saúde de Ipatinga, no que diz respeito às suas bases e relações democráticas. Os resultados obtidos indicam que há uma importante história democrática no município, com indícios, no entanto, de retrocessos na prática participativa do setor saúde...