Página 1 dos resultados de 2014 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Relação dos mascons com a topografia, anomalia Bouguer, anomalia ar-livre e o geóide lunar de referência

Petini, Italo Santin; Molina, Eder Cassola
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas; São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas; São Paulo
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
37%
Diferentemente da Terra, não é possível fazer estudos gravimétricos diretamente na superfície da Lua, portanto existe a necessidade de sondas em torno desta para obtermos dados, coisa que não é muito difícil, uma vez que a Lua está relativamente próxima da Terra. A forma como algumas sondas espaciais se comportaram na órbita lunar, sofrendo alguns desvios, por exemplo, levaram à descoberta que em alguns pontos específicos da superfície da Lua havia partes com concentração de material mais denso, partes estas conhecidas como mascons (mass concentration), as quais apresentam anomalias gravitacionais significativas. O objetivo deste projeto consiste em procurar a relação existente entre os mascons lunares e a topografia, juntamente com as anomalias Bouguer e Ar-livre, além do geóide de referência lunar. Utilizando os dados coletados pela sonda Clementine foram feitos mapas detalhados da topografia lunar, da anomalia Bouguer, da anomalia ar-livre e do geóide de referência, que no final foram relacionados de forma qualitativa. Como esperado foi notado que a maioria dos mascons encontra-se num nível topográfico negativo, uma vez que estes se localizam em crateras, sendo alguns mais profundos enquanto outros se encontram mais próximos à superfície. Nas correlações com a anomalia Bouguer...

Estudos de caso de tornados, uso e ocupação do solo, topografia e análise meteorológica destes eventos atmosféricos no sul e sudeste do Brasil; Case studies of tornadoes, land use and occupation, topography and meteorological analysis of these atmospheric events in the southern and southeastern regions of Brazil.

Bertoni, Bruno Gomez Leguizamon
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
De acordo com a literatura os tornados são exemplificados como uma violenta coluna de ar giratória, que se forma a partir da base de uma nuvem de tempestade, visualizado como uma nuvem em forma de funil cuja circulação toca o solo. Estes eventos atmosféricos severos causam grandes conseqüências para a sociedade atual e ocorrem com freqüência nas regiões sul e sudeste do território nacional. Diante deste contexto, a presente dissertação tem como objetivo apresentar a análise da ocorrência de tornados nas regiões Sul e Sudeste do Brasil entre o período de 1960 a 2008 e sua correlação entre topografia e uso e ocupação do solo utilizando imagens de satélites da Agência Européia Espacial (sigla em inglês ESA GlobalCover 2009), além de dados de topografia da missão SRTM (Shuttle Radar Topography Mission) e levantamentos do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e IGC (Instituto Geográfico e Cartográfico). Para a análise dos tornados foram escolhidos quatro municípios (Indaiatuba-SP, Lins-SP, Guaraciaba-SC e São Gabriel-RS) selecionados pela grande recorrência de eventos ocorridos em seus territórios e exaustivamente estudados, caracterizando sua gênese, desenvolvimento e dissipação, indicando seus parâmetros meteorológicos...

Estimativa e mapeamento da radiação solar incidente em superfícies com topografia heterogênea na zona de produção vitivinícola Serra Gaúcha; Estimation and mapping of solar radiation on surfaces with heterogeneous topography in the serra gaucha wine production zone

Weber, Eliseu Jose
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
A radiação solar exerce papel determinante nos processos de troca de energia entre a atmosfera e a superfície terrestre e afeta todos os processos físicos, químicos e biológicos nos ecossistemas. Em áreas com topografia heterogênea a radiação incidente varia em função da altitude, da declividade e da orientação da superfície, bem como da posição da mesma em relação a superfícies vizinhas. Para estimar a radiação solar nessas condições, além da atenuação atmosférica, é necessário considerar a situação topográfica da superfície e sua interação com a radiação incidente. O objetivo geral deste estudo foi efetuar e avaliar a estimativa e o mapeamento da radiação solar incidente na zona de produção vitivinícola Serra Gaúcha, considerando simultaneamente a influência da atmosfera e da topografia. Foram utilizados dados de radiação solar global média decendial de 4 estações meteorológicas, um Modelo Digital de Elevação, receptores GPS e programas de Sistemas de Informação Geográfica (SIG). A atmosfera foi caracterizada pela fração difusa (Kd), estimada por meio de três relações empíricas a partir do índice de claridade (Kt), e pela transmitância direta, calculada por diferença e corrigida de três formas para o menor caminho óptico com base no ângulo zenital médio. A radiação incidente na superfície foi estimada para períodos decendiais...

Topografia da córnea após perfuração ocular

Jankov,Mirko; Reggi,José Ricardo de Abreu; Lui Netto,Adamo; Naufal,Sandra Cayres; Dantas,Paulo Elias Corrêa; Dantas,Maria Cristina Nishiwaki
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.1%
Objetivo: Estudar a topografia de córnea após perfurações oculares grau 1. Métodos: Por meio de estudo clínico transversal controlado, foram realizados exames de topografia computadorizada de córnea (topógrafo EyeTech CT-2000) em ambos os olhos em 21 pacientes que haviam sido atendidos e submetidos à correção cirúrgica de perfuração corneana em um dos olhos pela equipe do Pronto Socorro do Departamento de Oftalmologia da Santa Casa de São Paulo no período de janeiro a dezembro de 1998. Os olhos contralaterais formaram o grupo controle. Resultados: Quinze pacientes (71%) apresentaram lesões menores que 4 mm. O astigmatismo topográfico no grupo de olhos perfurados foi 2,66 ± 2,64 D, e 0,52 ± 0,25 D no grupo controle. Ao comparar distribuição dos pacientes com astigmatismo topográfico maior ou menor que 2,00 D nas categorias do tamanho médio e da configuração da lesão, observaram-se diferenças estatisticamente significativas (p=0,04 e p=0,02 respectivamente). A localização não mostrou diferença estatisticamente significativa (p=1,00). Não houve diferença estatisticamente significativa (p=0,98) entre o poder dióptrico corneal de olhos perfurados e do grupo controle. A distribuição, quanto ao padrão topográfico corneal...

Uso da topografia de córnea na adaptação de lente de contato rígida gás-permeável em pacientes portadores de ceratocone: descrição de técnica e resultados preliminares

Gomes,José Álvaro Pereira; Lani,Luiz Alexandre; Juliano,Yara; Gomes,Roseli; Pedro,Erik Alessandro; Anbar,Roberto
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.1%
Objetivo: Apresentar um método prático baseado nos valores topográficos para adaptação de lente de contato rígida gás-permeável (LCRGP) em pacientes com ceratocone. Método: Foram estudados 33 olhos de 17 pacientes consecutivos portadores de ceratocone, no período de julho de 1997 a abril de 1999. O exame inicial consistiu de medida da acuidade visual, refração, biomicroscopia e topografia de córnea com o topógrafo computadorizado Eye Sys. As sessões de adaptação foram feitas com lentes de contato de teste, com curva-base selecionada a partir da topografia de córnea. Foi considerada como referência inicial o valor médio de K 1,5 mm superior ao centro óptico de cada olho a 90º. Resultados: A adaptação de lente de contato rígida gás-permeável foi bem sucedida em 30 olhos (91%). Em todos esses casos houve melhora significativa da acuidade visual, que no final variou de 20/20 a 20/60. Para a adaptação inicial, foram necessárias, em média, 3 ± 1 tentativas. Foi realizada readaptação com sucesso em 3 casos (10%). Na maioria dos casos (57%), as lentes pedidas possuíam curva-base com valor mais próximo de K 1,5 mm a 90º em relação a K. Esse achado foi comprovado por análise estatística das medidas individualmente e das médias das diferenças entre as duas medidas topográficas e a curva-base final de lente pedida. Conclusão: A adaptação baseada na topografia de córnea 1...

Validade da topografia de córnea na cirurgia refrativa com excimer laser

Silva Filho,Orlando da; Schor,Paulo; Campos,Mauro; Abreu,Mariza Toledo de; Beer,Sandra Maria Canelas
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.1%
OBJETIVO: Avaliar os resultados refracionais e a segurança do procedimento cirúrgico PRK (ceratectomia fotorrefrativa) com base na topografia de córnea no pré-operatório. MÉTODOS: Participantes - 44 sujeitos que tinham realizado cirurgia refrativa, com o procedimento ceratectomia fotorrefrativa, os quais apresentaram topografias irregulares pré-operatórias. O grupo controle consistiu de 44 sujeitos com topografia regular pré-operatória. Os 88 olhos foram submetidos a ceratectomia fotorrefrativa utilizando-se o "Summit Apex plus Excimer Laser". As topografias irregulares e regulares foram obtidas pelo "Corneal Analysis System"(EyeSys), sendo consideradas como topografias irregulares os seguintes achados: ápice deslocado acima de 1,5 D (AD), asfericidade maior que 0,25 D/mm (AS), obliquidade maior que 15 graus (OB), assimetria inferior-superior igual ou maior que 1,5 D (IS), curvatura maior que 47 D (CU) e combinação de 2 critérios (CB). Principal efeito medido: perda de uma ou mais linhas que foram definidas com segurança para o prognóstico. RESULTADOS: Todos os pacientes foram acompanhados por 6 meses. Verificou-se perda significativa de acuidade visual corrigida em pacientes submetidos ao procedimento PRK-AD (p< 0...

PRK em olhos com topografia atípica e pentacam normal

Alves,Ermano de Melo; Barbosa,Ana Karina Pinto; Machado,Katherine Sales
Fonte: Sociedade Brasileira de Oftalmologia Publicador: Sociedade Brasileira de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37%
OBJETIVO: Avaliar a segurança do PRK em olhos com topografia de córnea atípica, porém sem características de ceratocone no Pentacam. MÉTODOS: Foram analisados dados de pacientes submetidos à PRK que apresentavam topografia corneana atípica e tomografia normal no pré-operatório. A amostra foi composta de dezenove olhos de dez pacientes. Foram considerados critérios de irregularidade corneana: aumento de curvatura superior a 47D com assimetria inferior-superior menor que 1,5D, ápice deslocado acima de 1,5D e assimetria inferior-superior maior ou igual a 1,5D. Todos tinham índices de elevação anterior, elevação posterior e perfil de progressão paquimétrica obtidos através do Pentacam considerados normais. A segurança foi avaliada quanto à perda da acuidade visual e/ou desenvolvimento de doença ectásia. RESULTADOS: Dos dez pacientes, nove (90%) eram do sexo feminino e um (10%) do sexo masculino. A média de idade foi de 31,8 anos, variando de 24 a 47 anos. A distribuição quanto à irregularidade corneana apresentou 11 olhos (57,89%) com aumento da curvatura acima de 47D e assimetria inferior-superior menor que 1,5D, 3 olhos (15,78%) com deslocamento do ápice acima de 1,5D, 2 olhos (10,52%) com assimetria inferior-superior acima de 1...

Topografia do carcinoma basocelular e suas correlações com o gênero, a idade e o padrão histológico: um estudo retrospectivo de 1.042 lesões

Souza,Cláudia Fernanda Dias; Thomé,Emanuela Plech; Menegotto,Paula Fatuch; Schmitt,Juliano Vilaverde; Shibue,José Roberto Toshio; Tarlé,Roberto Gomes
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37%
FUNDAMENTOS: O carcinoma basocelular corresponde a 75% dos tumores cutâneos. A exposição solar e a genética estão relacionadas à sua etiologia. Espera-se que diferenças comportamentais e biológicas proporcionem padrões diferenciados de acometimento entre os sexos. OBJETIVOS: Avaliar a topografia das lesões e suas correlações com gênero, idade e tipo histológico. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de pacientes tratados por carcinoma basocelular entre 1999 e 2008 no ambulatório de câncer da pele da Santa Casa de Misericórdia de Curitiba. Avaliamos sexo, idade, localização, tipo histológico, situação das margens, histórico de fotoexposição e antecedentes familiares de câncer cutâneo. RESULTADOS: Contabilizamos 1.042 lesões em 545 pacientes (61% mulheres), sendo mais numerosas nos homens (p < 0,01). As idades variaram entre 27 e 95 anos (mediana = 65). Os homens apresentavam mais fotoexposição (p < 0,01). As lesões extracefálicas foram mais frequentes recentemente (p < 0,01). O comprometimento de margens foi maior na cabeça (p < 0,01). o tipo superficial foi menos frequente na cabeça (p < 0,01) e se associou a idades menores nas mulheres (p < 0,01). a cabeça abrigou 74% das lesões, e as pernas, 2%. as mulheres apresentaram predileção para pernas...

Topografia de moiré como método de avaliação postural: revisão do estado da arte

Porto,Flávia; Gurgel,Jonas Lírio; Farinatti,Paulo de Tarso Veras
Fonte: Universidade do Estado do Rio Janeiro Publicador: Universidade do Estado do Rio Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37%
Desde 1970, o fenômeno de moiré vem sendo empregado como método de diagnóstico clínico em análises topográficas do corpo humano. Como método de avaliação postural, a topografia de moiré (TM) auxilia na análise dos desvios posturais nos planos frontal, sagital e transverso, através de uma única fotografia (topograma) obtida do dorso do indivíduo. O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão bibliográfica cuja abordagem incluiu as principais características do fenômeno de moiré e sua utilização como método topográfico para as análises clínicas, sobretudo aquelas relacionadas aos desvios posturais. Foi feito um levantamento bibliográfico nas principais fontes de pesquisa acadêmica internacionais e nacionais, e todo o material passou por critérios de seleção e análise preestabelecidos. Os resultados demonstraram uma evolução no método da topografia de moiré, isto é, percebeu-se uma preocupação crescente em melhorar a precisão e a acuidade do método, bem como em facilitar as interpretações dos topogramas por meio da utilização de softwares. Em destaque, observou-se a prevalência do uso das técnicas de moiré de Sombra e de Projeção nas análises clínicas, em detrimento de outras técnicas de moiré. Somado a isso...

Efeito da adição de carboneto de silício em pó na geração de microtrincas e na topografia da superfície na usinada por descargas elétricas do aço-rápido ABNT M2; Effect of the addition of silicon carbide powder on the microcrack generation and on the surface topography in electrical discharge machining of ABNT M2 high speed steel,

Rodrigues, Jean Robert Pereira
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37%
Este trabalho investiga a topografia de superfície e a geração de microtrincas superficiais e subsuperfíciais em peças de Aço Rápido ABNT M2, usinadas por descargas elétricas, com e sem adição de carboneto de silício em pó a três fluídos dielétricos comerciais A, B, C (identificados no trabalho), utilizando-se um eletrodo-ferramenta de cobre eletrolítico em regime de desbaste. A avaliação das microtrincas contou com a utilização dos microscópios eletrônico de varredura e óptico, e se deu através de dois parâmetros: a densidade de microtrincas e o valor médio de seus comprimentos. Para a avaliação da textura superficial, adotou-se o parâmetro Ra como parâmetro para análise do acabamento superficial, enquanto que a topografia de superfície foi avaliada através do microscópio eletrônico de varredura. De forma geral pode-se afirmar que as amostras usinadas com a adição de pós de SiC apresentaram significativas melhorias no acabamento superficial, quando comparadas com as usinadas com EDM convencional. Sob o ponto de vista das microtrincas, observou-se que a adição de pós não teve muita influência sobre o comprimento médio, no entanto, a ação destes foi mais positiva sobre a densidade. Tais resultados...

Empilhamento pelo m?todo superf?cie de reflex?o comum 2-D com topografia e introdu??o ao caso 3-D

OLIVA, Pedro Andr?s Chira
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37%
O m?todo de empilhamento s?smico CRS simula se??es s?smicas ZO a partir de dados de cobertura m?ltipla, independente do macro-modelo de velocidades. Para meios 2-D, a fun??o tempo de tr?nsito de empilhamento depende de tr?s par?metros, a saber: do ?ngulo de emerg?ncia do raio de reflex?o normal (em rela??o ? normal da superf?cie) e das curvaturas das frentes de onda relacionadas ?s ondas hipot?ticas, denominadas NIP e Normal. O empilhamento CRS consiste na soma das amplitudes dos tra?os s?smicos em dados de m?ltipla cobertura, ao longo da superf?cie definida pela fun??o tempo de tr?nsito do empilhamento CRS, que melhor se ajusta aos dados. O resultado do empilhamento CRS ? assinalado a pontos de uma malha pr?-definida na se??o ZO. Como resultado tem-se a simula??o de uma se??o s?smica ZO. Isto significa que para cada ponto da se??o ZO deve-se estimar o trio de par?metros ?timos que produz a m?xima coer?ncia entre os eventos de reflex?o s?smica. Nesta Tese apresenta-se f?rmulas para o m?todo CRS 2-D e para a velocidade NMO, que consideram a topografia da superf?cie de medi??o. O algoritmo ? baseado na estrat?gia de otimiza??o dos par?metros de f?rmula CRS atrav?s de um processo em tr?s etapas: 1) Busca dos par?metros, o ?ngulo de emerg?ncia e a curvatura da onda NIP...

Efeito da topografia em sondagens eletromagn?ticas bidimensionais nos dom?nios da frequ?ncia e do tempo

BARROS, S?rgio Brochado Ribeiro de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.1%
O efeito da topografia de um vale, uma colina, um declive e um aclive, em sondagens eletromagn?ticas bidimensionais no dom?nio da freq??ncia, causa uma varia??o nos valores da amplitude e da fase da componente Hz devido a um meio homog?neo. A amplitude ? menos afetada que a fase. A parede do vale mais pr?xima da linha de corrente causa uma forte diminui??o dos valores da fase, enquanto que a parede do vale mais distante da linha causa um forte aumento. Os efeitos de uma colina s?o opostos aos do vale. Os efeitos do declive e do aclive num meio homog?neo, s?o similares, respectivamente, aos observados pelas paredes do vale e da colina mais pr?ximas da linha de corrente. A resposta de um corpo condutivo retangular num meio homog?neo pr?ximo a uma linha de corrente sofre pequenas varia??es devido a presen?a de um vale ou de uma colina situada longe da linha de corrente. Por?m, se essas fei??es topogr?ficas estiverem sobre o corpo, elas afetam fortemente a fase e a amplitude da componente Hz e apenas a amplitude, no caso da componente Hx. A resposta transiente n?o ? afetada pela topografia para tempos muito baixos, pois nesse caso se investiga uma fin?ssima camada da superf?cie, assim como para tempos muito altos porque a profundidade de investiga??o ? muito grande comparada com a dimens?o da topografia. Para os modelos aqui estudados...

A topografia como elemento fundamental do Sistema de Artilharia de Campanha

Simões, Pedro
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em /07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37%
O presente trabalho de investigação aplicada está subordinado ao tema “A Topografia como elemento fundamental do Sistema de Artilharia de Campanha”. O objetivo desta investigação é analisar a possibilidade da Secção de Topografia (SecTopo), orgânica dos Grupos de Artilharia de Campanha (GAC) participar no Reconhecimento, Escolha e Ocupação de Posição (REOP) das Baterias de bocas-de-fogo (Btrbf), e posteriormente enviar os elementos topográficos diretamente para o Sistema Automático de Comando e Controlo (SACC). A metodologia aplicada na realização do presente trabalho baseia-se essencialmente na obra “Manual de Investigação em Ciências Sociais” da autoria de Raymond Quivy e Luc Van Campenhoudt, embora ao longo do trabalho também sejam referenciados outros autores que foram considerados relevantes. Durante a análise ao exercício Trovão que acompanhámos de perto, conseguimos registar vários aspectos interessantes, dos quais destacamos: a utilização de um GPS de navegação para determinar as coordenadas de cada boca-de-fogo é bastante útil; a utilização do Forward Observer System (FOS) para enviar os elementos topográficos diretamente para o SACC não constitui um método com claras vantagens. Relativamente às conclusões...

Relatório de Estágio Curricular – Costa e Costa Topografia e Informática, Lda (Fundão)

Mata, Cristiana
Fonte: Instituto Politécnico da Guarda Publicador: Instituto Politécnico da Guarda
Tipo: Relatório
POR
Relevância na Pesquisa
37.22%
No âmbito do Curso de Especialização Tecnológica em Topografia e Sistemas de Informação Geográfica leccionado na Escola Superior de Tecnologia e Gestão da Guarda, realizou-se um estágio, do qual se apresenta um resumo das actividades desenvolvidas, facultando os conhecimentos adquiridos ao longo deste período. O estágio teve início a 9 de Agosto de 2010 e terminou a 22 de Outubro de 2010, tendo tido a duração total de 420 horas. Pretende-se assim, dar a conhecer o conjunto de tarefas desenvolvidas na empresa Costa e Costa Topografia e Informática, Lda, as quais contribuíram de certa forma, quer em termos profissionais quer em termos pessoais, para tornar mais sólidos os conhecimentos adquiridos ao longo do referente curso, tendo sempre presente, que a realidade prática se cruza constantemente com o conhecimento teórico. Deste contacto com a realidade, e porque assim está estabelecido, resulta então o relatório de estágio, onde se retracta a vivência do aluno estagiário na empresa, expondo todas as actividades desenvolvidas pelo mesmo e os obstáculos naturalmente encontrados. Assim, como resultado desses três meses de estágio numa empresa de Topografia sediada no Fundão, nasce o presente relatório que se divide em três partes fundamentais. Na primeira apresenta-se uma breve caracterização da empresa Costa e Costa Topografia e Informática...

Avaliação da topografia corneana e correlação com a intensidade da dermatocálase antes e após blefaroplastia superior

Frantz, kariza Aiko
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (FM); Faculdade de Medicina - FM (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (FM); Faculdade de Medicina - FM (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.1%
The purpose was to determine, using Orbscan examination, if dermatochalasis can lead to changes in corneal topography and to correlate any changes in corneal topography after blepharoplasty with the intensity of dermatochalasis. We analyzed 46 eyes from 23 patients without eyelid or corneal pathologies. We obtained measurements of the distance between the upper eyelid margin and upper eyelid crease (margin-crease distance) through digital images. Orbscan examinations were performed before and after upper blepharoplasty. The patients' age ranged from 41 to 64 years, with 01 (4.3%) male and 22 (96.7%) females. There was no statistically significant difference between the topographic parameters analyzed before and after upper blepharoplasty. Also there was no correlation between the margin-crease distance in millimeters and the difference of astigmatism after blepharoplasty. We conclude that dermatochalasis, in this study, did not lead to changes in corneal topography. The corneal astigmatism did not change significantly after upper blepharoplasty.; O objetivo do estudo foi determinar, por meio do exame de Orbscan, se a dermatocálase pode levar a alterações na topografia corneana e correlacionar as eventuais mudanças na topografia corneana...

Relação entre solo, vegetação e topografia em área de cerrado (Parque Estadual de Vassununga, SP): como se expressa em mapeamentos?

Ruggiero,Patricia Guidão Cruz; Pivello,Vânia Regina; Sparovek,Gerd; Teramoto,Edson; Pires Neto,Antônio Gonçalves
Fonte: Sociedade Botânica do Brasil Publicador: Sociedade Botânica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37%
Foram investigadas as relações entre mapas de fitofisionomias, solos e topografia, na Gleba Pé-de-Gigante (21º37'30''S; 47º37'30''W, SP). A área estudada constitui a planície de inundação do córrego Paulicéia e colinas no entorno, onde predominam fisionomias de cerrado, havendo também manchas de floresta estacional, floresta ripária e campo úmido, sobre solos predominantemente arenosos. As cartas temáticas analisadas compreenderam: a) mapa pré-existente de fisionomias de vegetação, b) mapa hipsométrico, baseado em curvas de nível de 5 em 5 m e c) mapa de solos, feito a partir de dados químicos e físicos do solo (amostras coletadas em 54 pontos, nas profundidades: 0-5, 5-25, 40-60 e 80-100 cm) e fotografias aéreas (1988, 1:40.000). Os mapas foram re-classificados, para se obter diferentes níveis de detalhamento, e cruzados, em sistema de informação geográfica. Nas tabelas de contingência, geradas a partir dos cruzamentos, foi aplicado o teste de Qui-quadrado e obtido o valor de correlação de Cramér, para investigar a relação entre os mapeamentos. A floresta estacional semidecídua se mostrou fortemente associada à classe geral de Latossolos, e o campo cerrado às altitudes de 620-650 m, provavelmente associado à dinâmica sub-superficial da água. O detalhamento da informação mapeada nos temas analisados não garantiu melhores resultados à interpretação de suas relações...

Surface topography of hydroxyapatite affects ROS17/2.8 cells response; A topografia de superfície da hidroxiapatita afeta a resposta de células ROS17/2.8

Rosa, Adalberto Luiz; Beloti, Márcio Mateus; van Noort, Richard; Hatton, Paul Vincent; Devlin, Anne Jane
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2002 ENG
Relevância na Pesquisa
37.1%
Hydroxyapatite (HA) has been used in orthopedic, dental, and maxillofacial surgery as a bone substitute. The aim of this investigation was to study the effect of surface topography produced by the presence of microporosity on cell response, evaluating: cell attachment, cell morphology, cell proliferation, total protein content, and alkaline phosphatase (ALP) activity. HA discs with different percentages of microporosity (< 5%, 15%, and 30%) were confected by means of the combination of uniaxial powder pressing and different sintering conditions. ROS17/2.8 cells were cultured on HA discs. For the evaluation of attachment, cells were cultured for two hours. Cell morphology was evaluated after seven days. After seven and fourteen days, cell proliferation, total protein content, and ALP activity were measured. Data were compared by means of ANOVA and Duncan’s multiple range test, when appropriate. Cell attachment (p = 0.11) and total protein content (p = 0.31) were not affected by surface topography. Proliferation after 7 and 14 days (p = 0.0007 and p = 0.003, respectively), and ALP activity (p = 0.0007) were both significantly decreased by the most irregular surface (HA30). These results suggest that initial cell events were not affected by surface topography...

Topografia do cone medular do cachorro-do-mato-de-orelhas-pequenas (Atelocynus microtis Sclater, 1882): relato de caso

Saldanha, Kylma Lorena; Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA.; Lima, Ana Rita; Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA.; Branco, Érika; Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA.
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 08/09/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2011v24n4p135A anestesia epidural é uma das técnicas anestésicas mais utilizadas devido à boa margem de segurança, eficiência e rapidez na aplicação. Decorrente de sua importância faz-se necessário ter conhecimento preciso da topografia do cone medular das espécies. Portanto, este trabalho teve como objetivo descrever a topografia do cone medular do cachorro-do-mato-de-orelhas-pequenas (Atelocynus microtis), com o propósito de fornecer dados anatômicos úteis para a prática de anestesias epidurais. Foi utilizado um exemplar jovem, macho, após morte natural, proveniente da Área de Mina Bauxita de Paragominas-PA, o qual foi fixado e armazenado em solução aquosa de formaldeído a 10%. O animal Foi dissecado mediante afastamento da pele e da musculatura epiaxial, procedendo-se a secção e remoção dos arcos vertebrais favorecendo a visualização da medula espinhal. O Atelocynus microtis apresentou sete vértebras lombares e três sacrais. Após a individualização das estruturas anatômicas de interesse, foram tomadas as mensurações do cone medular com o auxílio de paquímetro. A intumescência lombar localizou-se entre as vértebras L3 e L6, o cone medular foi observado em nível da sétima vértebra lombar (L7) e seu ápice na terceira vértebra sacral (S3) totalizando um comprimento de 3...

Topografia da gordura corporal e sua asociação com a glicemia, trigliceridemia, colesterolemia e índice aterogênico; Body fat topography and its association with glycemia, triglycedemia, cholesterolemia and atherogenic index

Lima, William Alves; Mestrado em Educação Física UCB-DF (2005)
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; "Artigo Não Avaliado por Pares"; Descritiva Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 12/06/2006 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
37.17%
A gordura corporal é muito importante para o funcionamento normal do organismo, porém, o acúmulo em excesso deste substrato, está ligado a distúrbios no metabolismo lipídico promovendo alterações sangüíneas das concentrações de glicose (GE), colesterol total (CT), triglicérides (TG), lipoproteínas de alta densidade (LAD) e lipoproteínas de baixa densidade (LBD) e consequentemente, alterando o índice aterogênico (IA). Alterações nos valores pré-estabelecidos nestes metabólitos sangüíneos são indicadores de risco para doenças cardiovasculares. Por isso o objetivo deste estudo foi verificar se a topografia da gordura corporal e a gordura corporal relativa influenciam as concentrações plasmáticas de GE, CT, TG, LAD, LBD e o IA em homens adultos. Para tanto foram mensurados 125 homens, funcionários de uma empresa metalúrgica, os quais tiveram a gordura corporal relativa e a topografia desta (%G pernas, %G tronco e %G braços) estimada pela absortometria de raio-X de dupla energia e, os metabólitos sangüíneos mensurados em jejum de 12 h pelo método enzimático com espectrofotômetro semi-automático. O IA foi calculado através de três diferentes fórmulas: IA1 = CT ¸ LAD; IA2 = CT – LAD; IA3 = LBD ¸ LAD. O tratamento estatístico adotado foi a regressão linear múltipla pelo método stepwise (p < 0...

Diagnóstico del queratocono subclínico por topografía de elevación

Arntz,A; Durán,JA; Pijoán,JI
Fonte: Archivos de la Sociedad Española de Oftalmología Publicador: Archivos de la Sociedad Española de Oftalmología
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/12/2003 SPA
Relevância na Pesquisa
37.1%
Objetivo: Definir los parámetros más eficaces de la topografía de elevación para la detección del queratocono subclínico. Métodos: Se estudiaron con Orbscan‚ las córneas de pacientes con diagnóstico clínico de queratocono (grupo 1, n=35), con queratocono subclínico diagnosticados por topografía de elevación (grupo 2, n=14) y un grupo control de pacientes miopes pareados por sexo, edad y equivalente esférico refractivo (grupo 3, n=35). Se analizaron los siguientes parámetros: localización del ápex, elevación de las caras anterior y posterior de la córnea, paquimetría mínima, profundidad de cámara anterior y diámetro corneal. Resultados: La ubicación más frecuente del ápex fue en el sector inferotemporal (53%). El promedio de máxima elevación de la cara anterior fue 56,73 D.E. 25,95 mm en el grupo 1, y de 20,35 D.E. 8,04 mm en el grupo 2, siendo ambos significativamente diferentes al grupo control (p<0,001). El promedio de la máxima elevación de la cara posterior fue 126,23 D.E. 57,7 mm en el grupo 1 y 54,28 D.E. 9,55 mm en el grupo 2, siendo ambos resultados significativamente diferentes al grupo control (p<0,001). El mínimo espesor y la profundidad de cámara anterior también mostraron diferencias estadísticamente significativas entre los grupos estudiados. No hubo diferencias en los valores de diámetro corneal. Conclusiones: Los parámetros de elevación de cara anterior...