Página 1 dos resultados de 235 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Supporting information visualization through topic maps

Marcos, Adérito; Oliveira, Alexandre Rocha; Malgueiro, Octávio; Grave, Luís
Fonte: Conselho de Educação, Ciência e Tecnologia, Junta da Estremadura, Reino de Espanha Publicador: Conselho de Educação, Ciência e Tecnologia, Junta da Estremadura, Reino de Espanha
Tipo: Parte de Livro
Publicado em /11/2002 ENG
Relevância na Pesquisa
66.36%
We are living a phenomenon of accelerated information production with different accessing sources. Hence users are faced with a growing problem: accessing (navigation) and filtering specific information contained in large datasets, which are increasing in size. Procedures such as data filtering and gathering are now simplified through a new concept known as Topic Maps. The application of Virtual Reality technologies enables to present and interact with multidimensional information in a 3D space. In this paper we present INSPHERE, a new visual metaphor for information visualization,based on both, Virtual Reality techniques, and “geographical information maps” provided by Topic Maps.

TM-Builder : um construtor de ontologias baseado em topic maps

Librelotto, Giovani Rubert; Ramalho, José Carlos; Henriques, Pedro Rangel
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 29/09/2003 POR
Relevância na Pesquisa
66.44%
Este artigo tem como objectivo introduzir uma arquitectura genérica de um extrator de ontologia (Ontology Builder) a partir de uma família de documentos XML. Este Ontology Builder é obtido através de uma especificação de ontologias. Após, é apresentada uma instancia da referida arquitetura, a qual ao processar uma família de documentos XML, gera uma especificação em XTM (XML Topic Maps). Para descrever este processo de extração do conhecimento dos documentos XML, é definida uma nova linguagem XML chamada XSTM (XML Specification for Topic Maps). A arquitetura e a linguagem propostas são ilustradas por meio de um estudo de um caso real: a especificação da ontologia ligada a autores e artigos apresentada em uma conferencia sobre XML (XATA) realizada na Universidade do Minho.; This paper aims at introducing a generic architecture of a ontology extractor (Ontology Builder) from instances of a family of XML documents. This Ontology Builder comes from an ontology specification. After, it presents an instance of this architecture that process a family of XML documents, resulting, as output, a specification in XTM (XML Topic Maps). To describe the extraction of knowledge from XML documents to produce a XTM, a new XML language called XSTM (XML Specification for Topic Maps) is defined. The proposed architecture and language are illustrated by a real case study: the ontology specification connected to the authors and papers presented in a conference about XML (XATA) realized at University of Minho.

Extração de topic maps no Oveia : especificação e processamento

Librelotto, Giovani Rubert; Ramalho, José Carlos; Henriques, Pedro Rangel
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2004 POR
Relevância na Pesquisa
66.53%
Este artigo apresenta uma solução para conquistar, com o uso de ontologias, interoperabilidade entre sistemas de informação heterogêneos (formados por bases de dados relacionais e documentos anotados, entre outros). O Oveia é um extrator de ontologias representadas no formato Topic Maps. Sua arquitetura é composta por duas especificações e os referentes processadores: a primeira, escrita na linguagem XSDS (XML Specification for DataSources/DataSets), especifica os dados a serem extraídos das fontes de informação; enquanto que segunda, escrita na linguagem XS4TM (XML Specification for Topic Maps), é responsável por declarar as ontologias a serem geradas. Com base nestas especificações, o extrator busca as informações nas fontes de informação e produz um topic map. Este topic map gerado pode ser armazenado em formato XTM (XML Topic Maps) ou em uma base de dados relacional. Essa dupla capacidade (manipular vários tipos de fontes de informação e armazenar o resultado em um suporte diferente) é uma clara vantagem na comparação com outras ferramentas de extração de ontologias; nomeadamente com o seu antecessor, o TM-Builder, que apenas permitia lidar com documentos XML, relativo ao qual este representa uma evolução justificativa.; This paper presents a proposal based on ontology to achieve semantic interoperability in a heterogeneous information system. Oveia is an ontology extractor...

Constraining XML topic maps with XTche

Librelotto, Giovani Rubert; Ramalho, José Carlos; Henriques, Pedro Rangel
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 10/02/2005 ENG
Relevância na Pesquisa
66.48%
This paper presents a process for specifying constraints on topic maps with a constraint language. This language allows to express contextual conditions on classes of Topic Maps. With XTche, a topic map designer defines a set of restrictions that enables to verify if a particular topic map is semantically valid. As the manual checking of large topic maps (frequent in real cases) is impossible, it is mandatory to provide an automatic validator. The constraining process presented in this paper is composed by a language and a processor. The language is based on XML Schema syntax. The processor is developed in XSLT language. The XTche processor takes a XTche specification and it generates a particular XSLT stylesheet. This stylesheet can validate a specific topic map (or a set of them) according to the constraints in the XTche specification. In this paper we will show, in abstract terms and with concrete examples, how to specify Topic Maps schemas and constraints with XTche.; Microsoft

Ulisses : um navegador conceptual para topic maps

Librelotto, Giovani Rubert; Ramalho, José Carlos; Henriques, Pedro Rangel
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 10/10/2005 ENG
Relevância na Pesquisa
66.59%
A norma ISO-IEC 13250 – Topic Maps – faz a ponte entre os domínios de representação de conhecimento e gestão de informação. Tópicos e associações formam uma rede semântica estruturada sobre os recursos de informação. Este artigo tem por objectivo a visualização eficiente desta camada semântica, a qual é um assunto crítico porque topic maps podem conter milhões de tópicos e associações. Este artigo é dividido em 3 partes. Primeiro, apresenta-se brevemente os conceitos de Topic Maps. Então, são revistas algumas técnicas de visualização de Topic Maps. Finalmente, é descrita a ferramenta de visualização ao desenvolvida e descrita a forma de ser utilizada – e aprimorada – para a visualização de Topic Maps.; The ISO standard ISO-IEC 13250 – Topic Maps – provide a bridge between the domains of knowledge representation and information management. Topics and topic associations build a structured semantic link network above information resources. This research aims at visualizing this semantic layer efficiently, which is a critical issue as topic maps may contain millions of topics and associations. This paper has 3 parts. First, we depict briefly basic Topic Maps concepts. Then, we review a few topic map visualization techniques. Finally...

Navegando na rede semântica dos topic maps com o Ulisses

Librelotto, Giovani Rubert; Azevedo, Renato Preigschadt de; Ramalho, José Carlos; Henriques, Pedro Rangel
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 15/02/2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.44%
A norma ISO-IEC 13250 Topic Maps, composta principalmente de tópicos interligados através de associações, define uma rede semântica estruturada sobre um sistema de informação, criando uma ponte entre a gestão de informação e os domínios de representação de conhecimento. A estrutura de dados que um topic map representa é um grafo; portanto, uma das melhores maneiras de visualizar um grafo é percebendo sua estrutura de vértices (tópicos) e arestas (associações). Assim sendo, este artigo tem por objetivo a visualização eficiente desta camada semântica através de navegadores Web, permitindo que todos os vértices (tópicos) do grafo topic map sejam acessados em uma navegação conceitual, seja por ligações HTML (links), seja navegando no próprio grafo visualmente. Para apresentar essa abordagem de navegação em Topic Maps, divide-se o artigo em 3 partes: primeiro, apresentam-se os conceitos básicos de Topic Maps, para então, descrever algumas técnicas de sua visualização. Por fim, descrever-se-á a ferramenta de visualização desenvolvida, caracterizando as técnicas empregadas em seu desenvolvimento.

Topic maps constraint specification languages : comparing AsTMa!, OSL, and XTche

Librelotto, Giovani Rubert; Azevedo, Renato Preigschadt de; Ramalho, José Carlos; Henriques, Pedro Rangel
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 21/03/2007 ENG
Relevância na Pesquisa
66.61%
Topic maps are an ISO standard for the representation and interchange of knowledge, with an emphasis on the findability of information. A topic map can represent information using topics (representing any concept), associations (which represent the relationships between them), and occurrences (which represent relationships between topics and information resources relevant to them). They are thus similar to semantic networks and both concept and mind maps in many respects. According to Topic Map Data Model (TMDM), Topic Maps are abstract structures that can encode knowledge and connect this encoded knowledge to relevant information resources. In order to cope with a broad range of scenarios, a topic is a very wide concept. On one hand, this makes Topic Maps a convenient model for knowledge representation; but on the other hand, this can also put in risk the topic map consistency. A set of semantic constraints must be imposed to the topic map in order to grant its consistency. Currently, we can find three approaches to constrain Topic Maps -- AsTMa!, OSL, and XTche -- that allow us to specify constraints and to validate the instances of a family of topic maps against that set of rules. With these resemblances it is easy to conclude that they are quite similar. However they differ in some fundamental concepts. These three Topic Maps constraint specification languages were hardly tested and benchmarked with a huge test suite. The most significant results will be discussed in this paper. In this article...

Topic maps constraint languages : understanding and comparing

Librelotto, Giovani Rubert; Azevedo, Renato Preigschadt de; Ramalho, José Carlos; Henriques, Pedro Rangel
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 05/12/2007 ENG
Relevância na Pesquisa
66.36%
Topic Map Constraint Language (TMCL) provides a means to express constraints on topic maps conforming to ISO/IEC 13250. In this article, we will use a test suite and show, step-by-step, the way we handled several kinds of Topic Maps constraints in many di

Comparing topic maps constraint specification languages

Librelotto, Giovani Rubert; Azevedo, Renato Preigschadt de; Ramalho, José Carlos; Henriques, Pedro Rangel
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /10/2007 ENG
Relevância na Pesquisa
66.36%
Topic Map Constraint Language (TMCL) provides a means to express constraints on topic maps conforming to ISO/IEC 13250. In this article, we will use a test suite and show, step-by-step, the way we handled several kinds of Topic Maps constraints in many di

Estruturando o conhecimento com a norma ISO 13250 Topic Maps

Librelotto, Giovani Rubert; Ramalho, José Carlos; Henriques, Pedro Rangel
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.44%
A norma ISO/IEC 13250 Topic Maps [Biezunsky et al., 1999] é uma norma para organização e representação de conhecimento sobre um domínio específico, que permite a descrição de temas e de seus relacionamentos. Steve Pepper [Pepper, 2000] define tema como um termo usado para designar alguma coisa, independentemente de ser algo concreto (por exemplo, um automóvel ou uma pessoa) ou apenas uma abstração mental (por exemplo, um sentimento). Um topic map pode ser visto como um conjunto organizado de tópicos (representação formal de temas de um universo de discurso), contendo: (1) uma estrutura hierárquica de tópicos (definido pelas relações é-um ou contém); (2) vários nomes para cada tópico (ou tema de um índice); (3) ponteiros (ocorrências) entre tópicos e documentos externos (conectando os temas aos recursos de informação); e (4) relacionamentos semânticos (associações) entre tópicos. No âmbito de representação de conhecimento (Knowledge Representation), os Topic Maps possuem as seguintes características principais: (1) permitem estabelecer uma rede associativa estruturada entre os tópicos; (2) organizam hierarquicamente os recursos num novo domínio de informação/conhecimento, relacionando-os com os tópicos; e (3) propiciam a interoperabilidade entre recursos de informação distintos...

Topic maps constraint languages : understanding and comparing

Librelotto, Giovani Rubert; Azevedo, Renato Preigschadt de; Ramalho, José Carlos; Henriques, Pedro Rangel
Fonte: Inderscience Publicador: Inderscience
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 ENG
Relevância na Pesquisa
66.49%
Topic map constraint language (TMCL) provides a means to express constraints on topic maps conforming to ISO/IEC 13250. In this article, we will use a test suite and show, step-by-step, the way we handled several kinds of topic maps constraints in many different instances in order to answer questions like: Do they do the same job? Are there some kinds of topic maps constraints that are easier to specify with one of them? Do you need different background to use the tools? Is it possible to use them in similar situations (the same topic maps instances)? May we use them to produce an equal result? How do AsTMa!, OSL, Toma and XTche relate to TMCL? What kind of constraints each one of these three cannot specify? We will conclude this paper with a summary of the comparisons accomplished between those topic maps constraint languages over the use case proposed.

Criação e aplicação de um modelo baseado em Topic Maps à documentação educativa

Colmenero Ruiz, Mª Jesus; García-Quismondo, Miguel Ángel Marzal; Ramalho, José Carlos
Fonte: Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas (APBAD) Publicador: Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas (APBAD)
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /04/2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.52%
As políticas da União Europeia para a sociedade da informação estão a promover um modelo educativo baseado na aquisição de competências e na aprendizagem ao longo da vida. A eficácia da aprendizagem neste modelo educativo assenta numa educação digital, na qual os recursos digitais estruturam, organizam e representam o seu conteúdo de acordo com as suas potencialidades educativas. Descrevem-se os passos prosseguidos na aplicação da norma ISO/IEC 13250:2000 Topic Maps como escolha para a organização e representação do conhecimento de uso educativo, adaptando a recuperação deste tipo de informação a um modelo de aprendizagem centrado no educando, tal como as actuais políticas europeias promovem. Numa primeira parte apresenta-se a análise realizada sobre as várias metodologias para a representação do conhecimento: thesaurus, mapas conceptuais e ontologias. Discutem-se as características que levaram à selecção dos Topic Maps como a metodologia a ser utilizada neste projecto. Numa segunda parte, apresenta-se a norma ISO/IEC 13250:2000 Topic Maps e discute-se de que forma nos irá auxiliar a criar um ambiente de aprendizagem centrado no educando e utilizando os recursos educativos (objectos de ensino, artigos...

Topic Maps: Una realidad en constante expansión

Sánchez-Cuadrado, Sonia; Morato Lara, Jorge; Llorens Morillo, Juan; Moreiro González, José Antonio; Arellano Pardo, María del Carmen; Beltrán Orenes, Pilar
Fonte: International Institute of Informatics and Systemics Publicador: International Institute of Informatics and Systemics
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf; text/plain
Publicado em /07/2003 SPA
Relevância na Pesquisa
66.33%
Los Topic Maps son un estándar que se está implantando en el web y que posibilita la navegación conceptual. Se presenta una panorámica de los Topic Maps que refleje los distintos aspectos de su interés. Estos son, por un lado los que representan alguna novedad en su implantación en el web, como la navegación conceptual o la inferencia, por otro lado, los que concentran una gran actividad investigadora en este estándar, como las reglas de consistencia, validación o las propiedades que permitan la inferencia.; Segunda Conferencia Iberoamericana en Sistemas, Cibernética e Informática CISCI 2003 (2a. Orlando 31 de julio al 2 de agosto de 2003). EE.UU: International Institute of Informatics and Systemics, p. 260-264

Herramienta de creación y edición de topic maps : Topic Map Creator (TMCreator)

Pérez Diezma, Francisco Javier
Fonte: Universidade Carlos III de Madrid Publicador: Universidade Carlos III de Madrid
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; info:eu-repo/semantics/masterThesis Formato: application/pdf
Publicado em //2009; 2009 SPA
Relevância na Pesquisa
66.28%
Actualmente la Web está evolucionando hacia un tipo de Web extendida, que está dotada de un mayor significado, ayudando al usuario a encontrar respuesta a cada una de sus preguntas de una forma rápida y sencilla. A esta evolución se le ha denominado Web Semántica. El principal objetivo de la Web Semántica es hacer de la Web un medio más colaborativo y más entendible. Para conseguir dicho objetivo la Web Semántica se apoya en nuevas técnicas de inteligencia artificial y nuevas tecnologías web, desarrollando herramientas y sistemas que permitan compartir, descubrir y acceder al conocimiento. A partir del enfoque descrito anteriormente surgen gran variedad de herramientas, sistemas y lenguajes de programación. Estas tecnologías son utilizadas para asignar semántica a documentos, estructuras y objetos de la web, así como aportar a las computadoras la posibilidad de entender e interpretar cada uno de ellos. De todas las tecnologías que permiten dar semántica a documentos, estructuras, etc., nos centraremos en los Topic Maps, cuyo inicio es planteado como una respuesta a la necesidad de establecer estructuras de índices.

Introducción al modelo Topic Maps (ISO/IEC13250:2003)

Colmenero-Ruiz, María Jesús
Fonte: Universidade Carlos III de Madrid Publicador: Universidade Carlos III de Madrid
Tipo: info:eu-repo/semantics/publishedVersion; info:eu-repo/semantics/article Formato: application/pdf
Publicado em //2005 SPA
Relevância na Pesquisa
66.39%
Se realiza una revisión del estándar ISO/IEC 13250:2003 Topic Maps, resaltando sus posibilidades en el ámbito documental. Tras describir su evolución histórica y la situación actual se desarrollan los conceptos que componen este modelo, los tres elementos básicos (topic, association, y occurrence) y dos más (scope y public subject), analizando sus posibilidades para la organización del conocimiento, como estructura de navegación semántica y para la interoperabilidad. Se analizan los elementos más interesantes de la especificación XTM 1.0 y, por último, se detallan algunos de los entornos en los que está siendo aplicado.; It was made a revision of standard ISO/IEC 13250:2003 Topic Maps, standing out its possibilities in the documentary scope. After describes its historical evolution and the present situation the concepts that compose this model, the three basic elements (topic, association, and occurrence) are developed and two more (scope and public subject), analyzing its possibilities for the organization of the knowledge, like semantic structure of browsingn and for the interoperability. The most interesting elements of specification XTM 1,0 are analyzed and, finally, some of the surroundings are detailed in which it is being applied.

Educational potential of topic maps and learning objects for m-learning in the knowledge society

MARZAL,Miguel Ángel; PEDRAZZI,Silvia
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2015 EN
Relevância na Pesquisa
66.33%
The aim of the article is to present topic maps as a model for managing digital education content and learning objects for the design of digital teaching materials as the building blocks for an ideal educational model for the knowledge society: mlearning. We assess the educational benefits of topic maps using double entry tables for m-learning and propose criteria for determining the effectiveness of learning objects in mlearning. The findings reveal a need for further research for the effective management of educational content specific to mlearning, which is considered in pedagogical models such as in connectivism.

Aplicación del modelo Topic Maps a la documentación educativa en los Centros de Recursos para el Aprendizaje y la Investigación (CRAI)

Colmenero Ruiz, María Jesús
Fonte: Universidade Carlos III de Madrid Publicador: Universidade Carlos III de Madrid
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/octet-stream; application/octet-stream; application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
66.6%
Las bibliotecas educativas, en general, y las universitarias, en particular, tienen como función principal servir de apoyo a la razón de ser de las instituciones en las que se inscriben: la enseñanza. Dicha función educativa está adquiriendo un papel preeminente en una Sociedad de la Información que hace necesario que sus ciudadanos sean competentes en el medio digital, nuevo espacio soporte de la información, y protagonistas de su aprendizaje a lo largo de la vida, y por la implantación del Espacio Europeo de Enseñanza Superior, en particular, con la adopción de un nuevo modelo educativo que se sustenta en la adquisición de competencias, en el concepto de "aprender a aprender" y donde el elemento activo y central del aprendizaje es el alumno. El nuevo espacio digital tiene características distintivas propias e impone nuevas formas de lectura lo que plantea la necesidad de una revisión de las herramientas asociativas de utilidad documental para su adaptación a la organización de los recursos educativos electrónicos a este medio. En este marco, se propone la idoneidad de la norma ISO/IEC 13250:2000 Topic Maps como modelo para la consecución de este fin. Adoptando una metodología de investigación cualitativa, descriptiva en esencia...

Constraining topic maps : a TMCL declarative implementation

Ramalho, José Carlos; Librelotto, Giovani Rubert; Henriques, Pedro Rangel
Fonte: IDEAlliance Publicador: IDEAlliance
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 02/08/2005 ENG
Relevância na Pesquisa
66.48%
This paper describes the design of an XML language to formally specify constraints over Topic Maps (XTche). This language allows to express contextual conditions on classes of Topic Maps that are further processed by a XSLT based processor. With XTche, a topic map designer defines a set of restrictions that guarantee that a particular topic map is semantically valid. Topic Maps tend to grow quite fast. Most times the designer has some restrictions in mind like: what kind of topics should be used for abstract concepts, what topics may link to resources and what topics can not, ... All these restrictions tend to blur when things get big or if the some member of the team changes. In these situatiations an automatic system able to validate the restrictions is desirable. The constraining process presented in this paper is composed of a language and a processor. The language is based on XML Schema syntax (we have used the same syntax and concepts in a similar approach to RDFS). The processor is developed in XSLT language. XTche processor is very similar to the Schematron or XCSL processors: it's an high-level stylesheet that takes a XTche specification as input and generates a specific XSLT stylesheet. This stylesheet when applied to the Topic Map validates the constraints in the XTche specification. In this paper we will show...

Using the ontology paradigm to integrate information systems; Oveia : expanding the topic maps frontier

Librelotto, Giovani Rubert; Souza, Weber; Ramalho, José Carlos; Henriques, Pedro Rangel
Fonte: Instituto Politécnico Publicador: Instituto Politécnico
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2004 ENG
Relevância na Pesquisa
66.44%
Ontology based websites are one possible implementation of the Semantic Web. There are several languages for ontology specification: RDF, OWL, Topic Maps. Topic Maps follow a structure formally specified what makes them a good choice for semantic website specification. The process of ontology development based in topic maps is complex, time consuming, and it requires a lot of human and financial resources, because they can have a lot of topics and associations, and the number of information resources can be very large. To overcome this problem a new environment is proposed, Oveia. Oveia is composed by four components which have relevant contributions to the Semantic Web area. This paper describes these components in detail. Two components representing a metadata extractor: heterogeneous data integration (through XSDS specifications) and an homogeneous intermediate data representation for the extracted metadata (datasets). The Ontology builder who builds an ontology from metadata stored in a set of datasets (construction rules are specified in a new domain specific language: XS4TM). The Ontology builder stores the result in XTM files or in relational databases according to the Topic Map structure. Finally, Ulisses, the navigational component...

Introducción al modelo Topic Maps (ISO/IEC13250:2003) Introduction to Topic Maps model(ISO/IEC13250:2003)p. 77-102

Ruiz, Maria Jesús Colmenero
Fonte: Universidade Estadual de Campinas Publicador: Universidade Estadual de Campinas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2005 POR
Relevância na Pesquisa
66.44%
Se realiza una revisión del estándar ISO/IEC 13250:2003 Topic Maps, resaltando sus posibilidades en el ámbito documental. Tras describir su evolución histórica y la situación actual se desarrollan los conceptos que componen este modelo, los tres elementos básicos (topic, association, y occurrence) y dos más (scope y public subject), analizando sus posibilidades para la organización del conocimiento, como estructura de navegación semántica y para la interoperabilidad. Se analizan los elementos más interesantes de la especificación XTM 1.0 y, por último, se detallan algunos de los entornos en los que está siendo aplicado. Abstract The librarian capability of guiding the information sources system learning It was made a revision of standard ISO/IEC 13250:2003 Topic Maps, standing out its possibilities in the documentary scope. After describes its historical evolution and the present situation the concepts that compose this model, the three basic elements (topic, association, and occurrence) are developed and two more (scope and public subject), analyzing its possibilities for the organization of the knowledge, like semantic structure of browsingn and for the interoperability. The most interesting elements of specification XTM 1...