Página 1 dos resultados de 13 itens digitais encontrados em 0.048 segundos

Testes de Consciência Fonológica da Bateria de Avaliação Neuropsicológica de Coimbra : estudos de precisão e validade; Phonological Awareness Tests of Coimbra’s Neuropsychological Assessment Battery : reliability and validity studies

Albuquerque, Cristina Petrucci; Simões, Mário R.; Martins, Cristina
Fonte: Associação Iberoamericana de Diagnóstico e Avaliação Psicológica Publicador: Associação Iberoamericana de Diagnóstico e Avaliação Psicológica
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
126.35%
A Bateria de Avaliação Neuropsicológica de Coimbra (BANC) integra, entre diversos outros instrumentos de avaliação, três testes de consciência fonémica: um teste de eliminação e dois de substituição de fonemas. No presente trabalho, apresentam-se dados relativos às propriedades psicométricas destes testes, designadamente à precisão (consistência interna e estabilidade temporal), à validade de constructo (progressão dos resultados em função da idade e intercorrelações entre os testes), à validade discriminante (diferenciação do desempenho de grupos com e sem problemas de aprendizagem), e à validade concorrente (correlações com testes de inteligência, outros testes da BANC e os resultados escolares dos sujeitos). Os resultados obtidos atestam a adequação psicométrica do teste de eliminação e de um dos testes de substituição, sendo menos favoráveis, em termos de precisão e progressão em função da idade, no que concerne ao outro teste de substituição.; Coimbra’s Neuropsychological Assessment Battery contains, amongst several other assessment instruments, phonemic awareness tests: one phoneme elision test and two phoneme substitution tests. This paper presents data concerning their psychometric properties...

Consciência fonêmica, nomeação automática rápida e velocidade de leitura em escolares do ensino fundamental; Phonemic awareness, rapid automatized naming and reading rate in students of elementray school

Soares, Aparecido José Couto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
56.3%
A leitura é uma habilidade complexa composta por múltiplos processos interdependentes e envolve a integração de diferentes habilidades linguístico-cognitivas, em particular aquelas relacionadas ao processamento fonológico como a consciência fonológica e a nomeação automática rápida. Nos últimos anos, os pesquisadores brasileiros tem estudado a fluência de leitura, que possui como componentes a velocidade e acurácia, porém utilizando medidas que não consideram as características das palavras, como extensão e estrutura silábica. Nesse sentido, nota-se a importância de investigar mais profundamente qual a relação existente entre as habilidades subjacentes da leitura e seus parâmetros de fluência bem como as possíveis implicações no processo de aquisição e desenvolvimento da leitura. Dessa forma, o objetivo deste estudo foi investigar a influência da consciência fonêmica e da nomeação automática rápida na fluência de leitura de escolares do terceiro e quarto ano do ensino fundamental. Participaram desta pesquisa 29 crianças do terceiro ano (GP1) e 28 do quarto ano do ensino fundamental (GP2), num total de 57 sujeitos. As crianças foram avaliadas quanto à leitura por meio de textos adequados para sua escolaridade...

Relação entre habilidades auditivas e fonológicas em crianças com dislexia do desenvolvimento

Capellini, Simone Aparecida; Germano, Giseli Donadon; Cardoso, Ana Cláudia Vieira
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 235-251
POR
Relevância na Pesquisa
46.06%
A dislexia do desenvolvimento, dificuldade específica de leitura, é caracterizada pela dificuldade em realizar a decodificação fono-grafêmica e percepção de fonemas acusticamente semelhantes. Este estudo teve como objetivo caracterizar o desempenho de crianças com dislexia quanto às habilidades auditivas e de consciência fonológica, correlacionando-as. Participaram deste estudo crianças com dislexia e com bom desempenho escolar, submetidas a avaliações audiológica, do processamento auditivo e das habilidades fonológicas. Os resultados indicaram diferença estatisticamente significante entre as habilidades auditivas de seqüência para sons verbais, mensagem competitiva ipsi e contra-lateral, dicótico de dígitos e dissílabos alternados e ainda nos subtestes de síntese, segmentação, manipulação e transposição. Os achados deste estudo evidenciaram correlação entre provas de memória auditiva e manipulação silábica e fonêmica e associação entre habilidades auditivas e fonológicas, sugerindo que os processos auditivos interferem diretamente na percepção de aspectos acústicos, temporais e seqüenciais dos sons para formação de uma representação fonológica estável.; La dislexia del desarrollo, dificultad específica de lectura...

Avaliação fonoaudiologica em individuos com a Sindrome de Gilles de la Tourette

Fulvia Steluti Poleti
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
45.89%
Este estudo teve como objetivo avaliar os aspectos fonoaudiológicos em indivíduos com a Síndrome de Gilles de la Tourette (SGLT), caracterizando o desempenho fonoaudiológico da linguagem oral e escrita de 10 sujeitos que apresentam como diagnóstico a Síndrome de Gilles de la Tourette (GI ? grupo experimental) e comparando estes achados fonoaudiológicos com 10 sujeitos que apresentam desempenho esperado para idade e escolaridade (GII ? grupo controle). O processo diagnóstico fonoaudiológico verificou a comunicação oral e escrita dos sujeitos, tanto quanto as habilidades lingüísticas (fonologia, sintaxe, semântica e pragmática) como a fala (articulação das palavras, fluência verbal, voz e motricidade oral), por meio de avaliação fonoaudiológica clínica, provas e testes complementares. Os resultados foram: as crianças com a SGLT apresentaram comprometimentos quanto aos aspectos fonoaudiológicos. Na avaliação clínica, 50% das crianças com a SGLT apresentaram alterações quanto às habilidades fonológicas e 40% nas habilidades sintáticas, sendo que as alterações fonológicas incluíram dessonorização de obstruintes e substituição de líquida lateral. As alterações quanto à consciência fonológica ocorreram nas provas de rima...

Estudo do processamento auditivo e consciência fonológica em crianças com epilepsia benigna da infância com espículas centrotemporais; Auditory processing and phonological awareness in children with benign epilepsy with centrotemporal spikes

Maria Isabel Ramos do Amaral
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.15%
O distúrbio do processamento auditivo pode apresentar-se de forma isolada ou em comorbidade com alterações do desenvolvimento e/ou quadros neurológicos, como a Epilepsia Benigna da Infância com Espículas Centrotemporais (EBICT). Objetivo: analisar as habilidades do processamento auditivo e consciência fonológica em escolares com EBICT. Tipo do estudo: corte transversal comparativo prospectivo. Material e Método: o grupo estudo (GI) foi composto por 13 crianças com diagnóstico de EBICT e grupo controle (GII) por 17 crianças sem epilepsia, queixas auditivas e/ou escolares. Após avaliação neurológica e audiológica, foram aplicados os testes auditivos Dicótico de Dígitos, Dicótico Consoante-Vogal, Gaps-in-Noise, Padrão de Duração e a Prova de Consciência Fonológica (PCF). O desempenho foi comparado entre os grupos e verificou-se a correlação entre os testes auditivos e PCF. Resultados: GI apresentou desempenho estatisticamente inferior (p<0.001) ao GII nas tarefas de resolução temporal e ordenação temporal. Houve pior desempenho estatístico na habilidade de figura-fundo para sons linguísticos nas orelhas direita (p=0.026) e esquerda (p=0.025) em relação ao GII. O GI apresentou pior desempenho nas tarefas da prova silábica (p=0.001)...

Da influência do conhecimento ortográfico sobre o conhecimento fonológico : estudo longitudinal de um grupo de crianças falantes nativas do português europeu

Veloso, João
Fonte: Porto : [Edição do Autor] Publicador: Porto : [Edição do Autor]
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
36.11%
Neste trabalho é discutida a possibilidade de o conhecimento ortográfico dos sujeitos interferir sobre determinadas propriedades do seu conhecimento fonológico. O principal fundamento para essa discussão encontra-se especialmente em numerosos estudos da área da psicolinguística que se têm debruçado sobre dois assuntos: (i) a emergência da consciência fonémica dos sujeitos aparentemente exclusiva de indivíduos com conhecimento da escrita alfabética; (ii) o processamento linguístico, em diversas manifestações, que apresenta diferenças entre sujeitos atribuíveis ao conhecimento ortográfico. Um dos objectivos do presente trabalho consiste em integrar esta discussão no âmbito da linguística: sendo o conhecimento fonológico parte integrante do conhecimento da língua, e sendo este, segundo a linguística generativa, o objecto central de estudo da linguística, pareceu-nos relevante não circunscrever o estudo destas questões à esfera exclusiva da psicolinguística. Tendo em mente estes pressupostos e limitando o nosso campo de observação ao português europeu, procurámos investigar a influência do conhecimento ortográfico sobre o conhecimento fonológico a dois níveis: 1)mergência das capacidades de manipulação fonémica; divisões silábicas explícitas das sequências consonânticas Obstruinte+lateral e Obstruinte /*/+Obstruinte do português. Para tanto...

Competências fonológicas na transição do pré-escolar para o 1º ciclo do ensino básico

Rios, Ana Catarina Branquinho
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.13%
Objectivo/Tema: O presente trabalho assenta no estudo das capacidades metafonológicas de uma amostra de crianças de idade pré-escolar e início do 1º ano do 1º Ciclo do Ensino Básico (1º CEB). Método: Foi utilizada a proposta de Teste de Avaliação de Competências Fonológicas (TACF), desenvolvida no âmbito do trabalho, para investigar as capacidades metafonológicas de crianças de idade pré-escolar e início do 1º ano do 1º CEB, numa amostra de crianças do concelho de Tondela. Resultados: Verificou-se que a tarefa metafonológica que ofereceu menos dificuldade de realização às crianças da amostra foi a tarefa de consciência silábica, seguindo-se-lhe a tarefa de percepção global do comprimento da palavra, consciência fonémica, consciência lexical e, por último, como tarefa mais complexa em termos metafonológicos, a consciência intra-silábica. Discussão: Apesar da diversidade de tarefas metafonológicas existentes em testes nacionais e estrangeiros, dos procedimentos e materiais implicados nesses testes serem diferentes dos utilizados no TACF, encontraram-se semelhanças nos resultados obtidos pelo TACF e resultados publicados. ABSTRACT: Objective: this work investigates the meta-phonological capabilities of children at the pre-school and beginning of the first grade Method: a test of phonological skills was developed – named TACF- and applied to children in the municipality of Tondela. Results: it was found that the task offering less difficulty to the children of the sample was the task of syllabic conscience...

A consciência fonológica: uma questão de práticas consistentes e sistemáticas

Ruivo, Isabel
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.06%
A consciência fonológica é uma das competências fundamentais para fazer emergir todo o potencial linguístico da criança de forma a promover uma melhor literacia. O objetivo deste estudo é avaliar o desempenho de crianças de 5 anos das escolas infantis João de Deus comparativamente a crianças de outras escolas. A avaliação tem como base a aplicação da Bateria de Testes ACLLE1, num conjunto de tarefas relacionadas com algumas das aptidões essenciais, tais como as rimas, a consciência silábica e a fonémica. Pretendemos comparar o desempenho da amostra deste estudo com os resultados de um grupo de controlo. Esta é uma investigação qualitativa cuja abordagem metodológica tem como instrumento a ACLLE. Os resultados sugerem que há uma diferença significativa entre os dois grupos diretamente relacionados com a iniciação da leitura aos 5 anos nas escolas João de Deus. Revela-se fundamental a estimulação da consciência fonológica nas escolas infantis.

Desenvolver a consciência fonémica no pré-escolar, um programa de intervenção

Simões, Rita Rego Gomes
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
86.4%
O presente estudo tem como objectivos verificar o impacto de um treino fonológico num grupo de crianças em idade pré-escolar, mais concretamente, pretendemos analisar o impacto do programa de intervenção ao nível do desempenho infantil em diferentes tipos de tarefas de consciência fonológica, nomeadamente ao nível da classificação da sílaba inicial e classificação do fonema inicial. O estudo pretende também analisar o desenvolvimento das sessões do programa de intervenção enquanto parte integrante do processo ensino-aprendizagem, bem como os efeitos deste programa nas dinâmicas relacionais entre as crianças. Os participantes são 21 crianças na faixa etária dos 4 a 5 anos, divididos em dois grupos, o grupo experimental e o grupo de controlo. A sua idade, inteligência, conhecimento das letras e consciência fonológica foram controlados. Nos pré e pós-testes, a consciência fonológica das crianças foi avaliada através de duas provas de classificação. Entre os dois momentos, o GE realizou um programa de intervenção ao nível da consciência fonológica e o GC realizou actividades diversas, com legos e tangran. Em cada uma das seis sessões do programa de intervenção, as crianças eram convidadas a realizarem actividades com base na consciência fonémica...

Habilidades de processamento auditivo e consciência fonológica em crianças de cinco anos com e sem experiência musical

Escalda,Júlia; Lemos,Stela Maris Aguiar; França,Cecília Cavalieri
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.14%
OBJETIVOS: Investigar as relações entre experiência musical, habilidades de processamento auditivo e de consciência fonológica de crianças de 5 anos de idade com e sem experiência musical. MÉTODOS: Participaram 56 sujeitos de ambos os gêneros, na faixa etária de 5 anos, sendo 26 do Grupo Estudo, composto por crianças com experiência musical, e 30 do Grupo Controle, composto por crianças sem experiência musical. Todos os participantes foram avaliados por meio da Avaliação Simplificada do Processamento Auditivo e do Teste de Consciência Fonológica, e os dados foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: Observou-se diferença entre os resultados obtidos nos testes de memória sequencial verbal e memória sequencial não-verbal com quatro instrumentos, tarefas de identificação de rimas, síntese e exclusão fonêmica. A análise de regressão logística múltipla demonstrou que, com exceção do teste de memória sequencial para sons verbais com quatro sílabas, a diferença de desempenho observada nos testes e tarefas teve relação com a experiência musical dos sujeitos. CONCLUSÃO: A experiência musical promove o aprimoramento de habilidades auditivas e metalinguísticas de crianças de 5 anos.

O papel da consciência morfológica no aperfeiçoamento da linguagem escrita

Barbosa, Viviane do Rocio
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.13%
Resumo: O presente trabalho investiga questões referentes à consciência morfológica e tem como objetivo principal apresentar evidências empíricas que possam indicar o papel que as habilidades morfológicas desempenham sobre o aperfeiçoamento da linguagem escrita. Para cumprir este objetivo foi implementado um programa de intervenção baseado no ensino explícito de regras morfológicas em um grupo de alunos do 4º ano (faixa etária entre 9 e 10 anos) do Ensino Fundamental da Rede Pública de Ensino de Curitiba. Participaram da pesquisa 111 (cento e onze) alunos, separados em três grupos experimentais e um grupo de controle. Antes da intervenção os participantes foram submetidos a um pré-teste e após a intervenção a dois pós-testes (imediato e diferido). Nestes testes foram avaliadas quatro medidas de controle: Vocabulário (subteste do WISC III), Consciência Fonêmica (subtestes do CONFIAS), Consciência Morfológica (derivacional e flexional) e Prova aritmética, sendo avaliadas também quatro variáveis dependentes: três delas relativas ao desempenho na escrita de palavras e pseudopalavras (com diferentes elementos mórficos) e uma tarefa de compreensão leitora (cloze). A intervenção trabalhou com o ensino explícito de regras morfológicas abordando os seguintes elementos mórficos: "-esa" / "-eza" (morfologia derivacional)...

Instrução transmissiva ou construtivista nos programas de escrita inventada? Impacto na qualidade das escritas inventadas de crianças em idade pré-escolar

Almeida, Tiago Alexandre Fernandes
Fonte: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.18%
Tese submetida como requisito parcial para obtenção do grau de Doutoramento em Psicologia - Área de especialidade Psicologia da Saúde; O presente estudo tem como objectivos especificar a eficácia de dois tipos de instrução (transmissiva vs. construtivista) distintas nos programas de intervenção em escrita, manipulando as palavras facilitadoras e o tipo de orientação dado para analisar e refletir sobre as palavras escritas. Pretende-se verificar, por um lado, o impacto dos dois tipos de instrução nas conceptualizações infantis, número de fonetizações e consciência fonológica. Por outro, em cada um dos tipos de instrução, como é que a manipulação das variáveis palavra facilitadora e orientação para analisar as palavras influencia os processos de fonetização, o desenvolvimento das conceptualizações e da consciência fonológica. Participaram 107 crianças entre os 5 e os 6 anos de idade que foram distribuídas por 7 grupos (6 experimentais e 1 de controlo). Todos os participantes eram estatisticamente equivalentes no pré-teste quanto ao nível conceptual, idade, inteligência, conhecimento das letras, consciência fonológica e nível académico dos pais. Nos pré e pós-testes, as escritas inventadas das crianças foram avaliadas através de 40 palavras que nunca foram trabalhadas ao longo das 6 sessões de intervenção que cada participantes realizou individualmente. Na intervenção o tipo de instrução variava em função do grupo (construtivista ou transmissiva). Em cada sessão escreveram-se 10 palavras (2 facilitadoras por sessão) com as letras P e T. A natureza das palavras facilitadoras era diferente consoante o grupo (palavra facilitadora com o nome da primeira letra ou palavra facilitadora que se aproximava do som a primeira letra). Depois de cada palavra escrita as crianças foram confrontadas com uma produção escrita hipotética de nível silábico duma criança hipotética. Nessa confrontação era dado uma orientação especifica para analisarem as palavras (centrados no nome ou no som). O conjugação da instrução x palavra facilitadora x orientação foi a seguinte: G1 (instrução transmissiva x palavras facilitadoras cuja sílaba inicial coincidia com o nome da letra x identificação do nome da letra; G2 (instrução transmissiva x palavras facilitadoras cuja sílaba inicial coincidia com o som da letra x identificação do nome da letra); G3 (instrução transmissiva x palavras facilitadoras cuja sílaba coincidia com o som da letra x identificação do som da letra; G4 (instrução construtivista x palavras facilitadoras cuja sílaba inicial coincidia com o nome da letra x orientações para uma reflexão centrada no nome da letra); G5 (instrução construtivista x palavras facilitadoras cuja sílaba inicial coincidia com o som da letra x orientações para uma reflexão centrada no nome da letra); G6 (instrução construtivista x palavras facilitadoras cuja sílaba coincidia com o som da letra x orientações para uma reflexão centrada no som da letra) e Grupo de controlo (desenhos livres com base nas palavras ditadas nos grupos experimentais). Os objectivos específicos foram comparar entre os participantes dos 6 grupos experimentais e de controlo: os progressos nas conceptualizações sobre a escrita; as diferenças no número total de fonetizações; as diferenças no número de fonetizações da consoante inicial; as diferenças no número de fonetizações da vogal da primeira sílaba; as diferenças no desempenho nas provas de classificação silábica e análise silábica; e...

Evidences of Factorial Structure and Precision of Phonemic Awareness Tasks (TCFe); Evidencias de la Estructura Factorial y Precisión de las Pruebas de ConcienciaFonémica (TCFe); Evidências da Estrutura Fatorial e Precisão de Tarefas de Consciência Fonêmica (TCFe)

Godoy, Dalva Maria Alves; Cogo-Moreira, Hugo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2015 ENG
Relevância na Pesquisa
76.36%
Para avaliar a consciência fonológica, habilidade determinante para a aprendizagem da leitura e da escrita, é necessário prover evidências acerca do construto que um dado instrumento se propõe a mensurar de modo a fornecer parâmetros confiáveis tanto para a pesquisa empírica como para o desenvolvimento de programas de intervenção educacional e de reabilitação. No Brasil, até o momento, não há estudos de evidências de validade com base na estrutura interna para testes de consciência fonológica. Este artigo apresenta os resultados para a validade de um teste de consciência fonológica constituído por três sub-testes: duas tarefas de subtração do fonema inicial e uma de segmentação fonêmica. A análise fatorial confirmatória multidimensional foi aplicada a uma amostra de 176 estudantes brasileiros ( Midade= 9,3 anos) de 1º ao 5º ano do ensino fundamental. Resultados indicaram modelo bem ajustado, com itens de dificuldade mediana e cargas fatoriais altas; corroborando a estrutura interna e concepção teórica adequadas.; To assess phonological awareness - a decisive skill for learning to read and write - it is necessary to provide evidence about an instrument construct to present trustworthy parameters for both empirical research and the development of educational intervention and rehabilitation programs. In Brazil...