Página 1 dos resultados de 10 itens digitais encontrados em 0.036 segundos

A maternidade em mães de crianças com doenças neurológicas crônicas: um estudo sobre a sobrecarga e a qualidade de vida; Motherhood in women having children with chronic neurological diseases: a study on the burdens and quality of life.

Pontes, Angela Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2008 PT
Relevância na Pesquisa
45.82%
Diversos estudos têm descrito o caráter impactante da doença crônica de uma criança na dinâmica familiar, sobretudo com relação à figura materna. O sofrimento da mãe cuidadora toma proporções vultosas, já que nesta situação estão envolvidas, não apenas a rotina estressante de cuidados, mas, sobretudo, a relação, que instintiva ou socialmente construída, liga uma mãe a seu filho. Fundamentado no campo de conhecimento psicanalítico sobre a teoria da vinculação e apego, o presente estudo tem como objetivo geral descrever e analisar a experiência de maternidade das mães na situação de adoecimento crônico do filho, enfatizando sua percepção sobre a sobrecarga emocional vivenciada e a própria qualidade de vida. Para tanto este estudo contou com 21 mães de crianças portadoras de Erros Inatos do Metabolismo (EIM), com envolvimento neurológico grave; acompanhados no Ambulatório de Erros Inatos do Metabolismo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP-USP); de ambos os sexos; com idade até 10 anos; cuja manifestação da doença se deu até os 3 anos de idade da criança e, há, pelo menos, 2 anos. A coleta de dados foi realizada em um encontro com cada participante, na seguinte seqüência: entrevista semi-estruturada; aplicação do WHOQOL-Bref e Burden Interview. A análise dos dados combinou métodos quantitativos para os instrumentos psicométricos e o sistema quantitativo-interpretativo para a entrevista. Os dados da entrevista foram relacionados àqueles obtidos pelos instrumentos...

Ajustamento familiar no contexto do diabetes tipo 2; Family adaptation in the diabetes type 2 environment

Caixeta, Camila Cardoso
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
35.8%
O diabetes mellitus tipo 2 é um dos principais problemas de saúde pública da atualidade. Esta doença se integra ao ambiente familiar, exigindo da pessoa portadora e de seus familiares ajustamentos para incluir os cuidados exigidos. Tais demandas exercem influencias sobre os indivíduos e sobre a família uma vez que estes se sentem responsáveis por se ajustarem a essa nova realidade a fim de gerenciar os cuidados exigidos. Entende se por ajustamento os movimentos contínuos que a família faz, ao longo do tempo, no sentido de conviver com o diabetes e, inserir as demandas que o diabetes impõe em suas vidas e rotinas. Assim, o objetivo desta pesquisa é compreender os processos de ajustamento da família frente às exigências que o diabetes tipo 2 impõe ao sistema familiar ao longo do tempo. Como referencial teórico, esta pesquisa se ancora nas perspectivas da Abordagem Sistêmica Familiar e, em algumas idéias sobre a experiência humana e os símbolos do Interacionismo Simbólico. Como método de pesquisa e de análise dos dados, utilizou se a Teoria Fundamentada nos Dados. Participaram 12 famílias que foram dividas em três grupos de convívio com o diabetes: os primeiros cinco anos de tratamento, o período de seis a dez anos...

Representações Sociais de Cancro construídas por estudantes de enfermagem

Fonseca, Ana; Lopes, M. J.
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Aula
POR
Relevância na Pesquisa
15.67%
REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE CANCRO CONSTRUÍDAS POR ESTUDANTES DE ENFERMAGEM TEMA E O REFERENCIAL TEÓRICO: Não obstante os avanços científicos e tecnológicos e o crescente aumento da percentagem de cura, o cancro permanece como algo temível, tido como ameaçador à vida da pessoa e envolto em mitos e crenças. Partindo da questão “quais as representações sociais de estudantes de enfermagem sobre o cancro?” realizou-se um estudo exploratório, no qual se usou a Teoria das Representações Sociais como referencial teórico-metodológico. OBJETIVOS: Analisar as representações sociais de estudantes de enfermagem sobre cancro, identificar a percepção de estudantes de enfermagem relacionada com o cancro e identificar as atitudes de estudantes de enfermagem associadas ao cancro. DESCRIÇÃO DOS PROCEDIMENTOS, INCLUINDO OS PARTICIPANTES E MÉTODO: Neste estudo exploratório a amostra foi constituída por doze estudantes de enfermagem finalistas. Recolheram-se dados, após consentimento livre e esclarecido, através de narrativas elaboradas pelos estudantes, antes e após um período de formação em enfermagem oncológica. Utilizou-se software Nvivo7. Procedeu-se a análise de dados...

Uma sombra o precede: lei da morte, hospitalidade e cuidados de suporte

Marques, Manuel Silvério
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /04/2010 POR
Relevância na Pesquisa
45.71%
O tópico “Saúde, complexidades e perplexidades” é uma óptima maneira de nos fazer pensar “sobre a morte e o morrer nas sociedades contemporâneas” sem facilidades e sem fingimentos. Bem hajam, pois, por esta oportunidade. O meu propósito neste trabalho é limitado: partilhar algumas interrogações em torno do desaparecimento da ordem social “hospitaleira”, ou seja, da invenção do moribundo anónimo. Antes quero deixar uma breve nota sobre a complexidade no horizonte da tensão inegável entre o decadente humanismo médico-assistencial e uma biomedicina “épica” e reificadora. Trata-se de aceitar o papel da incerteza e da incógnita no mundo da vida, no mundo das escolhas e dos valores: a medicina é, desde os gregos, uma prática de afrontamento e de redução do acaso (os gregos distinguiam, segundo o prognóstico, doenças do acaso e doenças da necessidade). Daqui a invenção do kairós, a boa ocasião, a exigência de acribia, a justa medida. Daqui a teoria da prudência, da precaução, o célebre preceito primo non nocere; muitos argumentos utilizados nos debates sobre as oposições aristotélicas tyché/techné (acaso/arte) e necessário/não necessário foram integrados na doutrina da Krisis, da decisão. No exercício da clínica (e na vida)...

Relatório de Trabalho de Projeto: Organização da Equipa de Enfermagem nas Salas de Emergência

Costa, Inês Fernandes
Fonte: Escola Superior de Saúde do Instituto politécnico de Setúbal Publicador: Escola Superior de Saúde do Instituto politécnico de Setúbal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
115.9%
Relatório de Trabalho de Projeto apresentado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Enfermagem Médico – Cirúrgica.; O presente relatório de trabalho de projeto surge no âmbito do 2º Curso de Mestrado em Enfermagem Médico – Cirúrgica da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal, no ano letivo 2012/2013 e a sua apresentação e discussão pública visam a obtenção do grau de Mestre nesta área científica. Descreve o percurso efetuado no Curso de Pós – Licenciatura de Especialização em Enfermagem Médico – Cirúrgica, considerando como parte integrante o já realizado no Curso de Pós-Graduação em Enfermagem Médico-Cirúrgica, nesta mesma instituição. No âmbito dos estágios realizados no Serviço de Urgência Geral de um Centro Hospitalar da Grande Lisboa foi desenvolvido um Projeto de Intervenção no Serviço, segundo a metodologia de trabalho de projeto, intitulado “Organização da Equipa de Enfermagem nas Salas de Emergência”. Os objetivos do presente trabalho de projeto são (1) enquadrar a prática desenvolvida através da Teoria da Incerteza na Doença de Merle Mishel, (2) realizar revisão bibliográfica acerca da temática do Projeto de Intervenção em Serviço realizado...

Relatório de trabalho de projeto: Guia de Transferência inter-hospitalar de Doente Crítico

Antunes, Sara
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2013 POR
Relevância na Pesquisa
55.94%
Relatório de Trabalho de Projeto apresentado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Enfermagem Médico-Cirúrgica; Este relatório fala-nos de um estudo, com recurso à metodologia de trabalho de projeto, em torno da identificação de um problema em Enfermagem Médico-Cirúrgica, planeamento de intervenção, execução e avaliação. Realizado em três estágios articulados entre si, tendo como objetivos, proporcionar um espaço de aprendizagem que conduza ao desenvolvimento de competências especializadas comuns e específicas em Enfermagem em Pessoa em situação crítica, obtenção de grau de mestre e desenvolvimento de boas práticas em contexto de trabalho. Relatório com duas dimensões: num Projeto de Intervenção em Serviço (PIS) e num Projeto de Aprendizagem Competências/Clínicas (PAC). O PIS, centrou-se nas transferências inter-hospitalares, realizadas num serviço de urgência, onde se detetou a necessidade da existência de um guia que sistematiza-se procedimentos, de modo a proporcionar qualidade e segurança na prestação de cuidados, ao doente transferido. Fundamentada pela Teoria Merle Mishel, Uncertainty in Illness Scale ou Teoria da Incerteza na doença, uma vez que...

Relatório de trabalho de projeto: avaliação da dor em cuidados intensivos

Silva, Mafalda
Fonte: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Saúde Publicador: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Saúde
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2013 POR
Relevância na Pesquisa
75.73%
Relatório de Trabalho de Projeto apresentado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Enfermagem Médico-Cirúrgica realizado sob orientação científica da Professora Doutora Alice Ruivo.; Este relatório traduz o percurso efetuado desde os Cursos de Pós Graduação em Enfermagem Médico-Cirúrgica, Pós Licenciatura de Especialização em Enfermagem Médico-Cirúrgica e Mestrado em Enfermagem Médico-Cirúrgica da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal (ESS/IPS), tendo como referencial as competências comuns e específicas do enfermeiro especialista em enfermagem em pessoa em situação crítica e, as competências de mestre em enfermagem médico-cirúrgica da ESS/IPS, desenvolvidas em contexto de estágio, tendo como objetivo, contribuir, suportados na evidência, para o desenvolvimento dos saberes teóricos e práxicos da enfermagem nesta área. No enquadramento conceptual, fazemos referência ao modelo de sinergia e à teoria da incerteza na doença, abordamos a dor como foco de atenção e a sua avaliação, e fazemos uma revisão alargada da literatura sobre o tema. Explicitamos o projeto de intervenção em serviço, onde utilizámos a metodologia de projecto. O problema que identificamos foca o incumprimento da norma de procedimento sobre a avaliação da dor numa unidade de cuidados intensivos. Os resultados do trabalho demonstraram que os enfermeiros avaliavam a dor...

Sentimentos das mães de crianças com paralisia cerebral à luz da teoria de Mishel

Gondim,Kamilla de Mendonça; Carvalho,Zuila Maria de Figueiredo
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
75.95%
As crianças com paralisia cerebral sofrem com as consequências da lesão ao cérebro, apresentando dificuldades que afetam as atividades da vida diária. A família, principalmente a mãe, deve receber apoio dos profissionais para enfrentar o problema. Este estudo objetivou analisar a incerteza das mães quanto à doença de seus filhos com base na Teoria da Incerteza na Doença de Mishel. É um estudo descritivo e qualitativo, realizado em duas instituições públicas especializadas em distúrbios neuromotor da cidade Fortaleza, nos meses de julho e agosto de 2009. Foram entrevistadas 12 mães de crianças com paralisia cerebral por meio de um formulário com as variáveis sócio-econômico-sanitário-demográficas e um roteiro de entrevista semiestruturado baseado na Teoria de Mishel, na versão pais/filhos. Constatamos que as mães apresentam muitas incertezas, principalmente quanto ao futuro da criança. Tais incertezas podem ser reduzidas mediante apoio e orientação dos profissionais de saúde, melhorando, assim, a qualidade de vida de todos os envolvidos.

Acolhimento à Família do Doente na Unidade de Cuidados Intermédios

Manco, Vítor
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
115.9%
O presente relatório de trabalho projeto é o produto final resultante da frequência do 2º Curso de Mestrado em Enfermagem Médico – Cirúrgica da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal. Incide sobre as atividades desenvolvidas ao longo deste percurso, que me permitiram adquirir as competências comuns e especificas de Enfermeiro Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica, bem como as competências de Mestre. Para a persecução de tais objetivos ao longo dos estágios, foram abordadas duas dimensões. O Projeto de Intervenção em Serviço (PIS) e o Projeto de Aprendizagem de Competências (PAC). De forma a dar suporte e consistência científica às intervenções de enfermagem foi realizado o enquadramento conceptual, abordando numa primeira fase a Teoria da Incerteza na Doença de Merle Mishel e numa segunda a problemática do acolhimento à família do doente agudo. Ao longo deste processo foi utilizada a metodologia de projeto. A realização do diagnóstico de situação, a definição de objetivos, o planeamento bem como a sua execução e avaliação culminaram no Projeto de Intervenção em Serviço denominado “Acolhimento à família do doente numa unidade de cuidados intermédios.” Uma comunicação eficaz e o estabelecimento de uma relação de ajuda com os familiares dos doentes são componentes vitais da qualidade de cuidados (Azoulay...

O Transporte Secundário do Doente Crítico por meio aéreo (Helitransporte)

Firmino, Sílvia
Fonte: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Saúde Publicador: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Saúde
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /02/2015 POR
Relevância na Pesquisa
55.9%
Relatório de Trabalho de Projeto apresentado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Enfermagem Médico – Cirúrgica; Neste Relatório procuramos sistematizar todo o percurso desenvolvido na aquisição das Competências Comuns do Enfermeiro Especialista e das Competências Especificas do Enfermeiro Especialista em Enfermagem em Pessoa em Situação Crítica, através de um Projeto de Intervenção em Serviço (PIS), o referencial teórico de enfermagem que o suporta, neste caso a Teoria de Médio Alcance de Merle Mishel, a Teoria da Incerteza na Doença, bem como uma reflexão acerca das competências de Mestre. A área do Projeto de Intervenção incidiu no Transporte Secundário do Doente Crítico por meio Aéreo (Helitransporte) numa UCIP de um Hospital da região Sul do País. Pretendemos dotar a equipa de enfermagem duma UCIP com conhecimentos teóricos no que concerne a toda a envolvência do transporte do doente crítico e consequentemente à uniformização dos cuidados de enfermagem, através da elaboração de uma norma de cuidados de enfermagem e de uma check list de verificação de procedimentos, visando práticas clinicas de enfermagem seguras. No âmbito dos estágios realizados numa unidade de cuidados intensivos polivalente de um Hospital do Centro Hospitalar do Algarve...