Página 1 dos resultados de 1712 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

A pequena empresa e seu ambiente organizacional: construção de um mapa das práticas dos dirigentes de uma empresa de tecnologia da informação com base na teoria da dependência de recursos e na teoria institucional; The small company and its organizational environment: construction of a map of managers' practices of an information technology company on the basis of resources dependence theory and institutional theory

Carvalho, Kristiane Cêra
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.39%
O principal objetivo da pesquisa é construir um mapa, informado pelas "Teorias Ambientais", das práticas do dirigente da pequena empresa relacionadas ao ambiente organizacional. Os objetivos específicos são: compreender as especificidades da pequena empresa de tecnologia da informação, como o dirigente compreende o ambiente organizacional e quais são as práticas relacionadas a ele. Pretendeu-se adotar uma postura subjetivista-interpretativa. O quadro teórico de análise é a etnometodologia. De acordo com as teorias ambientais estudadas, o ambiente organizacional é composto por grupos de interesse e instituições que fornecem recursos e legitimidade para a organização. As práticas relacionadas ao ambiente são atendimento das demandas dos grupos de interesse, alteração do ambiente organizacional e conformidade institucional. A pequena empresa apresenta algumas especificidades que podem ser compreendidas mediante três dimensões: dirigente, organização e contexto. Foi realizado um estudo de caso em uma pequena empresa da área de tecnologia da informação de Campinas-SP. Mediante análise da conversação e observação do cotidiano da empresa, puderam-se compreender as principais práticas dos dirigentes relacionadas ao ambiente organizacional. Foi construído um mapa representativo destas práticas...

Estratégia institucional no contexto empresarial : o setor farmacêutico e a regulamentação dos medicamentos genéricos no Brasil

Queiroz, Marco Aurélio Lima de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
56.29%
Este trabalho procurou desenvolver o conceito de estratégia institucional, ilustrando sua aplicação no contexto específico da disputa de mercado pelas empresas farmacêuticas por ocasião da regulamentação dos medicamentos genéricos no Brasil. Estratégia institucional implica uma compreensão combinada das facetas técnica e institucional do ambiente e das organizações, e o reconhecimento da condição e das possibilidades de agência como socialmente construídas, sendo pertinente e relevante para aqueles que desejam formular e executar estratégias empresariais. O conceito apóia-se em elementos amplamente discutidos em Teoria Institucional em estudos organizacionais, porém negligenciados nas abordagens predominantes no campo da Estratégia Empresarial, ancoradas em pressupostos da economia neoclássica. Através de análise documental e análise de conteúdo, em perspectiva longitudinal, buscou-se caracterizar estratégias institucionais empregadas pelos laboratórios farmacêuticos, verificando-se a influência que tiveram sobre a regulamentação do setor, e o conseqüente impacto sobre o desempenho econômico das empresas. Os resultados encontrados, em linha com o referencial teórico desenvolvido, sugerem que as empresas empreenderam manobras institucionais...

A certificação em gerenciamento de projetos à luz da teoria institucional : um estudo de caso

Kuwamoto, Paula Emiko
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
66.34%
Esta dissertação reúne os principais conceitos em gerenciamento de projetos. Em destaque, trata dos modelos de maturidade em gerenciamento de projetos, principalmente os derivados do modelo CMM (Capability Maturity Model), e suas respectivas certificações quando existentes. Como perspectiva teórica para a reflexão sobre o tema, foi utilizada a Teoria Institucional, com ênfase nos conceitos de legitimidade, isomorfismo e comportamento cerimonial. Para buscar a comprovação de indícios das pressões do ambiente nas organizações em busca de conformidade e legitimidade frente a um campo de atuação, em detrimento da eficiência, foi usada uma pesquisa qualitativa explanatória, através de um estudo de caso que analisou o processo de certificação de maturidade em gerenciamento de projetos, um campo fértil e ainda inexplorado, principalmente ao analisarmos a situação brasileira.

Novas competências e gerência internacional : uma análise a partir da perspectiva institucional

Oderich, Cecília Leão; Lopes, Fernando Dias
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.37%
Os estudos sobre gerência internacional vêm obtendo crescente espaço na produção científica no campo da administração. Os enfoques, anteriormente mais restritos ao tratamento macroeconômico, passam a contemplar temáticas da gerência ao nível da organização. Nesse sentido, aumenta o interesse dos pesquisadores por estudos interculturais, envolvendo trabalhos sobre comprometimento, qualidade de vida no trabalho, cultura e novas competências gerenciais. O contexto intercultural envolvendo novos formatos organizacionais, tais como alianças e networks, decorrentes de ações entre organizações de países de culturas distintas, lança novos desafios à formulação de políticas de recursos humanos. Entre as preocupações centrais neste campo destaca-se a compreensão das novas competências gerenciais. Considerando o significativo desenvolvimento dessa temática na área de recursos humanos, este artigo busca conciliar os estudos realizados com o interesse específico sobre competências com estudos dirigidos para entender o comportamento das organizações frente às pressões do contexto social e cultural, ou contexto institucional. Nesse sentido, pretende-se analisar uma temática de interesse dominante na área de recursos humanos com uma teoria que tem se mantido no âmbito mais restrito da área de organizações...

A responsabilidade social corporativa no marco da teoría institucional

Sánchez-Fernández, María Dolores
Fonte: CICS Publicador: CICS
Tipo: Trabalho em Andamento
Publicado em /07/2012 GLG
Relevância na Pesquisa
66.53%
O objetivo deste trabalho corresponde a um enquadramento teórico ao analisar e correlacionar os fundamentos teóricos da teoria institucional e responsabilidade social corporativa (RSC), baseando-se na literatura académica relacionada. Aborda diversos conceitos, nomeadamente as principais características da RSC e do comportamento socialmente responsável pela adoção de práticas de RSC. A partir dessas relações foram estabelecidas as primeiras proposições a partir das quais a pesquisa se pode desenvolver. A base fundamental para a ligação de práticas de RSC e teoria institucional é através da legitimidade. A teoria institucional baseia-se em três pilares, os quais têm ênfases diferentes que levam a implicações diferentes. Existem diferentes tipos e fontes de legitimidade identificadas por vários autores que têm suas próprias características, para as quais as as empresas podem adotar diversas estratégias, e que se identificam com três mecanismos distintos de acordo com a literatura da teoria institucional. Este artigo apresenta uma nova orientação para tomada de decisões estratégicas quanto à legitimidade e à adopção de um comportamento socialmente responsável das empresas.; O obxecto deste traballo corresponde ao marco teórico...

Análise do processo de adaptação estratégica de uma empresa produtora de cachaça à luz da Teoria Institucional e da Visão Baseada em Recursos

Rodrigues Neto,Antonio; Freitas,Lucia Santana de
Fonte: Escola de Administração da UFRGS Publicador: Escola de Administração da UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.31%
A realização deste trabalho teve como objetivo principal conhecer o processo de adaptação estratégica da empresa Vargem Bela, produtora de cachaça no Brejo paraibano. Primeiro, identificou-se os eventos críticos ocorridos no período de 1961 a 2007 e verificou-se sob quais condições estes eventos ocorreram, para então, analisá-los sob a perspectiva da Teoria Institucional e da Visão Baseada em Recursos. Com essa finalidade, foi feita uma revisão na literatura existente sobre as referidas teorias, com ênfase nos trabalhos de DiMaggio e Powell (2005), no que diz respeito à Teoria Institucional, e Peteraf (1993) e Barney e Herterly (2007) no que se refere à Visão Baseada em Recursos. O trabalho é uma pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória, que se deu através de um estudo de caso que teve sua sustentação metodológica baseada no trabalho de Pettigrew (1987), sobre métodos de adaptação estratégica de empresas, onde são investigados três elementos da mudança: o contexto (interno e externo), o conteúdo e o processo. A pesquisa possibilitou concluir que o processo de adaptação estratégica vivido pela empresa, apresenta características diferentes em dois períodos temporais distintos. O primeiro período...

Enfoques da teoria institucional nos modelos de avaliação institucional brasileiros

Schlickmann,Raphael; Melo,Pedro Antônio de; Alperstedt,Graziela Dias
Fonte: Universidade de Sorocaba Publicador: Universidade de Sorocaba
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.38%
Este artigo tem como objetivo identificar quais enfoques da perspectiva institucional foram predominantes nos modelos de avaliação institucional propostos pelos governos às universidades brasileiras. Quanto à abordagem, podemos caracterizar o estudo como qualitativo; a verificação dos enfoques foi realizada tomando-se por base a revisão teórica acerca dos diferentes enfoques da teoria institucional, do histórico da avaliação institucional no Brasil, bem como a caracterização de cada modelo avaliativo proposto pelos governos, a partir da década de 1970. O estudo evidenciou que os modelos de avaliação institucional ao longo dos governos apresentaram diferentes enfoques institucionais, sendo que houve uma predominância dos enfoques regulador e normativo, embora o cognitivo seja o que permeia o atual sistema de avaliação institucional brasileiro.

Percepções de pesquisadores sobre atividades cooperativas de P&D: uma análise com base na teoria institucional

Aguiar,Afrânio Carvalho
Fonte: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração Publicador: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.21%
Estudo visando captar as percepções de pesquisadores de Minas Gerais, experientes em pesquisa cooperativa, quanto a: i) motivação para parcerias em P&D; ii) dinâmica e estabilidade de alianças; iii) consecução de objetivos fixados para as atividades compartilhadas. Foram analisadas 47 questões, definidas a partir de literatura sobre redes organizacionais e sobre redes cooperativas de pesquisa, respondidas por 305 pesquisadores, de um público-alvo de 673 cientistas. Aplicou-se o método de Analise Fatorial às questões, que então gerou 11 fatores, que se agruparam nas dimensões Criação de Redes, Operação e Resultados. A aplicação da Teoria Institucional revelou alto isomorfismo na percepção dos pesquisadores quanto aos conteúdos das questões, fato revelado pelas técnicas estatísticas empregadas. Foram identificadas pressões coercitivas exercidas pelas Agências de Fomento à Pesquisa, que parecem cultivar mitos racionalizados relativos à eficiência das atividades cooperativas. Aspectos diversos levantados na investigação indicam que o mecanismo de redes cooperativas, para o desenvolvimento das atividades de P&D, se encontra, no Brasil, em fase de pré-institucionalização.

Três contribuições conceituais neofuncionalistas à teoria institucional em organizações

Crubellate,João Marcelo
Fonte: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração Publicador: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.37%
Os esforços mais recentes na teoria institucional em organizações buscam a superação de dicotomias tradicionais quanto a níveis de análise, quanto à relação entre estruturas e capacidade de agência enquanto fontes das práticas sociais e outras. Se em outras áreas da teoria social os esforços de superação destas dicotomias já contam com avanços significativos, em teoria das organizações tais tentativas são muito mais recentes e vêm sendo feitas, na sua maioria, por apropriação de conceitos e teorias de outras áreas, principalmente da Sociologia. Neste sentido o objetivo principal deste ensaio teórico é descrever os conceitos de abertura e fechamento sistêmicos, dupla contingência e expectativa de expectativas - conceitos próprios da teoria dos sistemas sociais autopoiéticos, na perspectiva desenvolvida por Niklas Luhmann - e analisar as possibilidades evidenciadas por tais conceitos para novos encaminhamentos em relação a embates teóricos que há pelo menos duas décadas são travados no âmbito da teoria institucional em organizações.

Em busca de um melhor entendimento da contabilidade gerencial através da integração de conceitos da psicologia, cultura organizacional e teoria institucional

Guerreiro,Reinaldo; Frezatti,Fábio; Casado,Tânia
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.44%
Pesquisas empíricas constatam que apesar de fatores indutores e facilitadores do ambiente externo, o que se observa é o baixo grau de implementação de novas técnicas e conceitos de contabilidade gerencial nas empresas. A teoria institucional é uma abordagem sociológica que tem sido aplicada na área contábil para estudar esse fenômeno. Essa teoria foca a contabilidade como uma instituição dentro da empresa, isto é, uma rotina formada por hábitos que dá sentido a determinado grupo de pessoas. O ponto central sobre o qual repousa a teoria institucional é a idéia de hábitos de um grupo de pessoas: a instituição é estruturada a partir de rotinas e as rotinas dependem de hábitos. A hipótese de pesquisa que se coloca é que determinados conceitos da psicologia e da cultura organizacional podem contribuir para uma melhor compreensão da abordagem institucional aplicada à Contabilidade Gerencial. Nesse contexto, o objetivo deste ensaio é aprofundar o nível de entendimento sobre as causas do gap que existe entre a teoria e a prática da Contabilidade Gerencial. O método de pesquisa utilizado envolve a correlação entre a abordagem institucional com a abordagem de cultura organizacional e ainda com o conceito de inconsciente da psicologia...

Estratégia como contexto interfirma - uma análise a partir da imersão social e da teoria institucional no setor de carcinicultura norte-rio-grandense

Lopes,Fernando Dias; Baldi,Mariana
Fonte: Universidade Presbiteriana Mackenzie Publicador: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.27%
Apesar de Baum e Dutton (1996) terem chamado atenção há mais de uma década para a imersão da estratégia, os trabalhos sobre estratégia mantêm-se mais influenciados pelos teóricos da economia do que pelos teóricos da sociologia. A concepção atomizada revela-se tanto no nível de análise como no conceito de ambiente. Oliver (1996) afirma que teóricos de estratégia explicam as vantagens diferenciadas das firmas e sua capacidade de obtenção de lucro a partir das ineficiências de mercado. Explicações da ineficiência dos mercados e da heterogeneidade das firmas centram-se exclusivamente nas características da firma e dos mercados. Este artigo vai ao encontro do argumento desses autores de que diferenças sustentáveis da firma e retornos acima do normal não são somente uma função da sua capacidade e das características da indústria e do mercado. A imersão das organizações e dos mercados em um contexto institucional tem um profundo impacto sobre o seu desempenho. Este artigo enfatiza a estratégia como contexto interfirma, combinando a perspectiva da imersão social e a teoria institucional para uma análise do setor de carcinicultura norte-rio-grandense. Consiste em um estudo qualitativo, histórico, baseado na análise de documentos e na análise de entrevistas realizadas com dirigentes empresariais e de associações do setor. O objetivo foi evidenciar como a estratégia adotada pelas organizações do setor pode ser explicada pela dinâmica do contexto social. Assim...

Institucionalização das iniciativas socioambientais das organizações: interfaces entre a teoria do desenvolvimento social de Habermas e o isomorfismo da teoria institucional

Kelm,Martinho Luis; Renz,Cíntia Lisiane da Silva; Allebrandt,Sérgio Luís; Sausen,Jorge Oneide
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.26%
Este artigo estabelece uma discussão a partir da premissa de que a institucionalização envolve processos por meio dos quais valores sociais (práticas, crenças e obrigações) assumem o status de regras de pensamento e de ação social. Busca, assim, indicar como uma sociedade viabiliza a materialização de novos padrões de racionalidade, de modo que estes passem a interferir nas concepções de realidade de seus sujeitos. O estudo apresenta um modelo de análise sistêmico da responsabilidade social corporativa, integrando os conceitos da lógica do desenvolvimento social, proposta por Jürgen Habermas, e os processos de isomorfismo observados nas organizações e oriundos da teoria institucional. Com o intuito de fornecer um modelo de análise teórico-empírica do tema, as iniciativas socioambientais são justificadas, inicialmente, pelo seu papel como fator de diferenciação ou como estabelecedor da reputação da organização e de seus produtos e serviços. Na sequência, observa-se um processo de normatização, quando é definido um novo padrão mínimo de atuação das organizações e, porque não dizer, de maturidade social, reiniciando nesse ponto uma nova busca de diferenciais competitivos e avanços sociais. Esse enfoque de investigação da atuação das empresas na arena socioambiental rompe com a perspectiva ingênua e voluntarista de que a emergência dessas iniciativas ocorra conforme diferentes níveis de conscientização do meio empresarial.

Do terroir ?? globaliza????o: uma an??lise institucional com base em mondovino

Machado-da-Silva, Cl??vis Luiz; Walter, Silvana Anita; Cruz, Ana Paula Capuano da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.41%
Realizamos, no presente artigo, uma an??lise do filme-document??rio Mondovino, que explora a disputa entre produtores que defendem a globaliza????o da produ????o do vinho e aqueles que defendem o terroir, em pa??ses como It??lia, Fran??a e Estados Unidos. Com base nos fundamentos conceituais da teoria institucional, procuramos analisar por meio desse document??rio o campo institucional da produ????o vin??cola nos espa??os sociais referidos, destacando as press??es para mudan??a e os elementos de resist??ncia a ela. A tens??o entre o local e o global constitui tanto o cen??rio do filme-document??rio como o l??cus da an??lise institucional decorrente. A an??lise desta tens??o foi efetivada a partir da concep????o de dualidade entre os conceitos de persist??ncia e mudan??a institucional, em conformidade com uma perspectiva estruturacionista da teoria institucional. Os procedimentos metodol??gicos implicaram primeiramente na transcri????o literal do filme e na an??lise de conte??do das falas dos diversos atores sociais. A an??lise de conte??do foi levada a efeito mediante uso do software Atlas.ti 5.0. Essas an??lises permitiram averiguar que h?? dois grupos fundamentais envolvidos na situa????o em estudo: os que defendem o processo de mudan??a da maneira de produ????o do vinho...

Pesquisa institucional em contabilidade: uma revisão nos principais periódicos nacionais e internacionais

Soeiro, Tiago de Moura; Wanderley, Cláudio de Araújo(Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
56.5%
Motivado pela crescente utilização da Teoria Insitucional em Contabilidade, principalmente na Contabilidade Gerencial, esta dissertação teve como objetivo proposto estudar como estão os avanços e tendências nas pesquisas em contabilidade, a nível nacional e internacional, com relação ao uso da teoria institucional, em comparação a pesquisa realizada por Moll, Burns e Major (2006). A abordagem metodológica escolhida para esta pesquisa, foi a revisão da literatura dos artigos publicados nos melhores periódicos nacionais e internacionais. Dos periódicos nacionais foram selecionadas as revistas de contabilidade a partir do estrato da Qualis CAPES, níveis de A1 até B2, totalizando um total de 10 revistas, e os periódicos internacionais foram selecionados a partir dos estratos mais elevados do Ranking da Association of Business School (ABS), grade 3 e 4, o que totalizou 21 periódicos. Para a coleta dos artigos foi buscado diretamente no site institucional do periódico, mais especificamente no campo destinado a pesquisa, os termos Institucional/Institutional e Teoria Institucional/Institutional Theory, para identificar os artigos que utilizaram a teoria. Sendo assim, foram identificados 121 artigos, 25 nacionais e 96 internacionais. Posteriormente foram analisados individualmente cada artigo e removidos aqueles que não fizeram uso significativo da teoria institucional e que não estavam relacionados com contabilidade. Após esta filtragem restou um total de 94 artigos que estão analisados nesta dissertação...

Evidências de elementos de institucionalização do Balanced Scorecard na obra "A estratégia em a ção": um olhar baseado na teoria institucional; Evidence of institutionalizing elements in the Balanced Scorecard in the book Strategy in action: a view based on institutional theory

Russo, Paschoal Tadeu; Parisi, Claudio; Megliorini, Evandir; Almeida, Claudiane Barbosa de
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/04/2012 ENG; POR
Relevância na Pesquisa
66.21%
The Balanced Scorecard (BSC) is a methodology that allows managers to define and implement a set of financial or nonfinancial indicators in a balanced way to assess an organization's performance from four viewpoints. Many companies are unsuccessful in their implementation of the BSC. This lack of success may be attributed to different factors, such as strategic problems, planning failures, and poorly defined targets and goals. However, the failed implementation may be attributed in part to the failure to institutionalize habits and routines. In this regard, this objective of this paper is to use institutional theory to determine whether the book Strategy in Action: Balanced Scorecard contains evidence that the BSC model proposed by the authors (Kaplan & Norton) includes elements that favor the model's institutionalization. For this purpose, a qualitative bibliographic survey was prepared. The survey revealed 404 clues that were rated according to Tolbert and Zucker's description of the processes inherent to institutionalization and to Scott's proposed framework of legitimation/legitimizing. These findings suggest that the book primarily legitimizes the BSC by examining organizations and describes it as an acknowledged management instrument. The aspects supporting the semi-institutional stage (26% of the findings) and the total institutionalization stage (10% of findings) suggest that the authors intended to propose a tool without focusing on the institutionalization process...

Em busca de um melhor entendimento da contabilidade gerencial através da integração de conceitos da psicologia, cultura organizacional e teoria institucional; The search for a better understanding of management accounting by integrating concepts from psychology, organizational culture and institutional theory

Guerreiro, Reinaldo; Frezatti, Fábio; Casado, Tânia
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2006 POR
Relevância na Pesquisa
66.44%
Pesquisas empíricas constatam que apesar de fatores indutores e facilitadores do ambiente externo, o que se observa é o baixo grau de implementação de novas técnicas e conceitos de contabilidade gerencial nas empresas. A teoria institucional é uma abordagem sociológica que tem sido aplicada na área contábil para estudar esse fenômeno. Essa teoria foca a contabilidade como uma instituição dentro da empresa, isto é, uma rotina formada por hábitos que dá sentido a determinado grupo de pessoas. O ponto central sobre o qual repousa a teoria institucional é a idéia de hábitos de um grupo de pessoas: a instituição é estruturada a partir de rotinas e as rotinas dependem de hábitos. A hipótese de pesquisa que se coloca é que determinados conceitos da psicologia e da cultura organizacional podem contribuir para uma melhor compreensão da abordagem institucional aplicada à Contabilidade Gerencial. Nesse contexto, o objetivo deste ensaio é aprofundar o nível de entendimento sobre as causas do gap que existe entre a teoria e a prática da Contabilidade Gerencial. O método de pesquisa utilizado envolve a correlação entre a abordagem institucional com a abordagem de cultura organizacional e ainda com o conceito de inconsciente da psicologia...

Fatores que influenciam a adoção de artefatos de controle gerencial nas empresas brasileiras: um estudo exploratório sob a ótica da teoria institucional

Oyadomari, José Carlos; Mendonça Neto, Octávio Ribeiro de; Cardoso, Ricardo Lopes; Lima, Marianda Ponciano de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2008 POR
Relevância na Pesquisa
56.31%
O presente estudo tem um caráter exploratório e seu objetivo é entender, à luz da Teoria Neo-Institucional, a adoção de artefatos de contabilidade gerencial no ambiente empresarial brasileiro. Para tanto, foi utilizada uma amostra não probabilística de 27 empresas de médio e grande porte, para as quais se enviou um questionário estruturado com questões fechadas, construído a partir da Teoria Neo-Institucional e de pesquisas anteriores em Contabilidade Gerencial. Os dados obtidos foram analisados com base em técnicas de estatística descritiva e os resultados obtidos permitem concluir que: (1) há uma adoção do tipo cerimonial na implementação dos artefatos; (2) o mecanismo mimético é o mais importante na adoção desses artefatos; (3) a obtenção do conhecimento sobre novos artefatos ocorre, preponderantemente, pela forma de socialização do conhecimento; (4) as consultorias têm um papel importante na adoção dos artefatos; (5) a imposição dos acionistas é pequena, sendo, portanto, minimizado o mecanismo coercitivo; (6) a decisão da escolha dos artefatos é prerrogativa do corpo diretivo e gerencial da empresa. Deve-se considerar a limitação deste estudo em relação ao tamanho da amostra e às técnicas de análise dos dados. Para pesquisas futuras...

Compliance in the recognition of intangible assets: a study from the perspective of institutional theory; Conformidad en el reconocimiento de activos intangibles: un estudio en la perspectiva de la teoría institucional; Conformidade no reconhecimento de ativos intangíveis: um estudo na perspectiva da teoria institucional

Liszbinski, Bianca Bigolin; UFSM - Universidade Federal de Santa Maria; Kronbauer, Clóvis Antônio; UNISINOS - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Macagnan, Clea Beatriz; UNISINOS - Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Patias, Tiago Zardin; UNIPAMPA
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.52%
This study aimed to analyze the compliance of a group of brazilian companies to the required standards for the accounting recognition of intangible assets, from the point of view of institutional theory. This is the descriptive study of qualitative and quantitative evidence that basically involved the consultation in annual accounts of a sample of companies classified in the BM&FBOVESPA Bovespa Index of a temporary space that includes exercises characterized by changes that occurred in the institutional matrix related to intangibles. The data analysis consisted in verifying adherence of companies to this new context and in the process of institutionalization of the matrix required for the recognition of intangible assets. The observed evidences reveal a gradual convergence of the studied sample to the new institutional matrix related to intangibles, besides checking the possible use of the assumptions of institutional theory to explain the change in the accounting procedures applied to the recognition of these elements.; Este estudio tuvo como objetivo analizar la conformidad de un grupo de empresas brasileñas hacia las normativas exigidas para el reconocimiento contable de activos intangibles, desde el punto de vista de la teoría institucional. Se trata del estudio descriptivo de evidencias cualitativas y cuantitativas que involucró básicamente la consulta en demostraciones contables de una muestra de empresas clasificadas en el Índice Bovespa de la BM&FBOVESPA de un espacio temporal que incluye ejercicios caracterizados por las modificaciones que ocurrieron en la matriz institucional relacionada a los intangibles. El análisis de los datos consistió en la verificación de la adherencia de las empresas a este nuevo contexto y en el proceso de institucionalización de la matriz exigida para el reconocimiento de los activos intangibles. Las evidencias observadas revelan una convergencia gradual de la muestra estudiada hacia la nueva matriz institucional relativa a los intangibles...

The strategic adaptation process of a high education institution based on institutional theory; O processo de adaptação estratégica em uma instituição de ensino superior sob a ótica da teoria institucional

Alperstedt, Graziela Dias; UDESC - Florianópolis - SC; Martignago, Graciella; Graciella Martignago; Fiates, Gabriela Gonçalves Silveira; UNISUL - Florianópolis - SC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2006 POR
Relevância na Pesquisa
66.31%
This article is the outcome of an investigation which aimed at analyzing the strategic adaptation process of a high education institution based on the Institutional Theory. It is a qualitative, longitudinal case study. Data were obtained from primary as well as secondary sources. Data analysis was carried out in a descriptive-interpretative way, thus allowing the identification of 14 critical events during the organization’s lifetime and those events were grouped under 6 strategic periods. In general, the adaptation of the organization showed variations from one strategic period to another. The importance of organizational leadership and their “rationalized myths” is stressed in this process. Stakeholders’ relevance varied for the different phases of the organization’s lifetime and so did management style and the organization’s strategic behavior. The case displays strong correlations with the Institutional Theory.; Este artigo é resultante de uma pesquisa a qual teve como objetivo analisar o processo de adaptação estratégica de uma organização universitária a partir da Teoria Institucional. Trata-se de um estudo de caso longitudinal qualitativo. Os dados foram obtidos a partir de fontes primárias e secundárias. A análise dos dados foi realizada de forma descritivo-interpretativa permitindo a identificação de 14 eventos críticos durante a vida da organização...

A Gestão Ambiental Como Fonte de Vantagem Competitiva Sustentável: Contribuições da Visão Baseada em Recursos e da Teoria Institucional

Finazzi Santos, Patrick Michel; Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade de Brasília.; Porto, Rafael Barreiros; Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade de Brasília.
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Teórico Formato: application/pdf
Publicado em 03/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.21%
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2175-8077.2013v15n35p152 Este artigo de natureza teórica almeja discutir o papel da gestão ambiental na geração de vantagem competitiva a uma firma. Seu objetivo é verificar em que condições a gestão ambiental pode contribuir com a vantagem competitiva sustentável, segundo os arcabouços teóricos da Visão Baseada em Recursos (VBR) e da Teoria Institucional (TI). Para tal, fundamentado no trabalho de Hart (1995), foram sugeridas três estratégias ambientais (Produtividade dos Recursos, Negócios Sustentáveis e Reputação Corporativa) por meio das quais se deu o diálogo entre a gestão ambiental, a VBR e a TI. Verificou-se, por intermédio de sete proposições de pesquisas, que a VBR e a TI fornecem referências complementares para entender a relação entre gestão ambiental e vantagem competitiva. A vantagem competitiva, nos termos da VBR, é movida pela capacidade de a empresa em desenvolver e acumular recursos ecológicos valiosos, raros, imperfeitamente imitáveis, insubstituíveis e não-comercializáveis capazes de causar heterogeneidade em relação aos seus concorrentes. A TI evidenciou que as empresas possuem percepções distintas acerca das pressões sociais de natureza ecológicas...