Página 1 dos resultados de 271 itens digitais encontrados em 0.056 segundos

Histórias de suicídios não consumados: um estudo sobre os significados construídos em torno da tentativa de suicídio

Santos, Marisa Isabel Valido
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
106.34%
Partindo do pressuposto que os seres humanos constroem significado para as suas experiências de vida através da narração de histórias (para si e para os outros), neste estudo analisamos narrativas de tentativas de suicídio com o objetivo de aceder aos significados sobre os quais os sujeitos edificam este comportamento. A sua evocação foi feita através de um guião de entrevista semiestruturado realizado a 12 pessoas, residentes na região do Alentejo e que fizeram pelo menos uma tentativa de suicídio. Os dados assim obtidos foram submetidos a uma análise temática e os principais resultados indicam que as tentativas de suicídio narradas estão associadas com a ocorrência de acontecimentos de vida como, problemas de saúde, perdas, problemas conjugais, relacionais e decorrentes do processo de envelhecimento. Os motivos apontados para este ato foram o sofrimento, ausência de sentido para a vida, desesperança e infelicidade. A maioria das tentativas de suicídio ocorreu nas próprias habitações com a presença física de familiares, sendo a ingestão de medicamentos o método mais utilizado. Após as tentativas, o arrependimento é o sentimento mais relatado pelos participantes; SUMMARY: Assuming that humans construct meaning for their life experiences through storytelling (for yourself and others)...

Tentativa de suicídio em meio prisional: estudo exploratório de uma população de reclusos com e sem condutas autodestrutivas não fatais

Pragosa, Carla Sofia de Matos
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
116.49%
Tese de mestrado, Medicina Legal e Ciências Forenses, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2012; Introdução: O suicídio constitui uma das principais causas de morte violenta nas prisões em todo o mundo. Vários estudos têm mostrado que o número de suicídios nas prisões é mais elevado do que na população em geral, e que a tentativa de suicídio constitui um forte preditor do suicídio consumado. No entanto, os factores de risco subjacentes às tentativas de suicídio em meio prisional são ainda insuficientemente conhecidos. Objectivos: Com o objectivo de contribuir para uma melhor compreensão do fenómeno, este estudo pretende caracterizar uma população de indivíduos que cometeram tentativas de suicídio na prisão, identificando factores pessoais, características de personalidade e sintomas psicopatológicos, bem assim como outros factores de risco associados à ideação suicida e à passagem ao acto. Sujeitos e métodos: Foram estudados 157 indivíduos do sexo masculino, distribuídos por três grupos: um grupo experimental constituído por indivíduos que cometeram tentativa(s) de suicídio na prisão (N=52), um grupo de controlo, cujos sujeitos não possuíam antecedentes de tentativas de suicídio (N=52)...

O adolescente que faz uma tentativa de suicídio e o seu processo de autonomia

Galhordas, João Gonçalo Almeida
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2000 POR
Relevância na Pesquisa
106.38%
Dissertação de Mestrado em Psicopatologia e Psicologia Clínica; Este Trabalho teve como objectivo estudar como é que os adolescentes que efectuaram uma tentativa de suicídio (Grupo Experimental) vivem o seu processo de autonomia e comparar estas vivências com o Grupo de Controlo, constituído por jovens que nunca fizeram uma tentativa de suicídio. Pretendeu-se confirmar as hipóteses de que, os jovens que tentavam o suicídio apresentavam valores mais baixos de Independência Conflitual de Independência Ideológica; de Independência Emocional e de Independência Comportamental; que apresentavam valores mais elevados relacionados com as características de psicopatologia (nomeadamente de ansiedade e de depressão) avaliadas pelos três questionários utilizados; que existiram alguns acontecimentos de vida que poderiam predispor a este tipo de comportamento e que o suporte social era percepcionado por estes jovens como sendo mais limitado. Seleccionou-se uma amostra de jovens que efectuaram o comportamento suicidário, obtida através da Consulta do Núcleo de Estudos do Suicídio do Hospital de Santa Maria de Lisboa e de uma consulta privada e seleccionou-se uma amostra de adolescentes do Grupo de Controlo constituída por jovens que estudavam em escolas secundárias da Area Metropolitana de Lisboa. Utilizaram-se...

Tentativa de suicídio entre pacientes com uso nocivo de bebidas alcoólicas internados em hospital geral

Lima,Daniela Dantas; Azevedo,Renata Cruz Soares de; Gaspar,Karla Cristina; Silva,Viviane Franco da; Mauro,Marisa Lúcia Fabrício; Botega,Neury José
Fonte: Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
116.33%
OBJETIVO: Detectar fatores associados a histórico de tentativa de suicídio (TS) em pacientes internados em hospital geral que fazem uso nocivo de bebidas alcoólicas. MÉTODO: 4.352 pacientes admitidos consecutivamente foram avaliados utilizando-se um rastreamento do qual constavam as escalas AUDIT (Alcohol Use Disorder Identification Test) e HAD (Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão). Fixando-se histórico de tentativa de suicídio ao longo da vida como variável dependente, foram realizados testes do qui-quadrado e regressão logística múltipla. RESULTADOS: Uso nocivo de álcool (AUDIT > 8) foi detectado em 423 pacientes. Dentre eles, 60 (14,2%) apresentavam sintomas de depressão (HAD > 8) e 34 (8%) tinham histórico de TS. Este se associou a ser adulto jovem [razão de chance (RC) = 3,4], depressão (RC = 6,6), uso pregresso de psicofármaco (RC = 7) e ter SIDA (RC = 24). CONCLUSÃO: Os resultados fortalecem a necessidade de detectar e tratar adequadamente condições que, combinadas, aumentam consideravelmente o risco de suicídio.

O Suicídio e suas relações com a psicopatologia: análise qualitativa de seis casos de suicídio racional

Mello,Marcelo Feijó de
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2000 PT
Relevância na Pesquisa
106.44%
Foram avaliados sistematicamente 44 pacientes, admitidos em enfermaria psiquiátrica de hospital geral logo após tentativa de suicídio. Estes indivíduos foram submetidos a entrevista qualitativa, usando-se um guia geral de entrevista. Os resultados foram avaliados, procurando-se referir a tentativa de suicídio a uma patologia psiquiátrica. Em seis casos, não se encontrou relação entre tentativa de suicídio e doença mental. Um destes pacientes tinha história de doença psiquiátrica prévia, porém não foi possível ligar o suicídio a esta. A análise de conteúdo destes casos por meio de um enfoque fenomenológico-existencial procurou estabelecer os significados da tentativa de suicídio para cada paciente. O autor concluiu que as tentativas de suicídio nem sempre expressam doença mental subjacente e que fatores sociais e individuais podem exercer papel decisivo. Assim, estudos clínicos e epidemiológicos concernentes ao suicídio dever-se-iam basear em conceitos mais sólidos.

Tentativas de suicídio em um hospital geral no Rio de Janeiro, Brasil

Werneck,Guilherme L.; Hasselmann,Maria Helena; Phebo,Luciana Barreto; Vieira,Denise E.; Gomes,Vera Lúcia de O.
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2006 PT
Relevância na Pesquisa
106.3%
A história pregressa de tentativa de suicídio é um importante preditor do suicídio e de novas tentativas. Este artigo apresenta o perfil dos casos de tentativas de suicídio detectados por meio de um sistema de monitoramento para esses agravos em um hospital geral no Rio de Janeiro, Brasil. Entre abril de 2001 e março de 2002 foram registrados 160 tentativas de suicídio, sendo 68% entre mulheres e 26% entre adolescentes. A ingestão de pesticidas e o abuso de medicamentos foram os principais métodos utilizados. Mulheres utilizaram os dois métodos na mesma proporção, enquanto 2/3 dos homens empregaram pesticidas. Em relação à prevalência dos fatores de risco para tentativas de suicídio, identificou-se que 21% dos pacientes haviam procurado serviços de saúde nos trinta dias anteriores ao evento, 28% referiram tentativas anteriores, 23% fizeram referência a casos de tentativas ou suicídio na família. Ainda que os dados populacionais disponíveis sejam escassos, as tentativas de suicídio parecem ser um evento importante de morbidade, particularmente entre adolescentes e adultos jovens. Sistemas de vigilância para esse agravo podem ser úteis para um melhor conhecimento do problema.

Prevalências de ideação, plano e tentativa de suicídio: um inquérito de base populacional em Campinas, São Paulo, Brasil

Botega,Neury José; Marín-León,Letícia; Oliveira,Helenice Bosco de; Barros,Marilisa Berti de Azevedo; Silva,Viviane Franco da; Dalgalarrondo,Paulo
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
106.32%
O objetivo foi estimar as prevalências ao longo da vida de ideação, planos e tentativas de suicídio na população. Quinhentos e quinze indivíduos residentes em Campinas, São Paulo, Brasil, foram selecionados utilizando-se amostragem estratificada por conglomerados e avaliados por entrevista do Estudo Multicêntrico de Intervenção no Comportamento Suicida. Calculamos prevalências ponderadas, com os respectivos intervalos de 95% de confiança (IC95%). As prevalências foram de 17,1% (IC95%: 12,9;21,2) para ideação, 4,8% (IC95%: 2,8;6,8) para planos e 2,8% (IC95%: 0,09;4,6) para tentativas de suicídio. O comportamento suicida foi mais freqüente em mulheres e em adultos jovens. A existência de um plano de como tirar a própria vida, em termos de freqüência, situa-se próximo da tentativa (relação de 5:3). De cada três tentativas de suicídio, apenas uma chegou a ser atendida em um serviço médico. As prevalências se assemelham à maioria dos estudos de outros países. É essencial coletar diretamente na comunidade informações sobre o comportamento suicida, abarcando-o em sua abrangência.

Tentativa de suicídio: o traumático via ato-dor

Macedo,Mônica Medeiros Kother; Werlang,Blanca Susana Guevara
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
106.4%
A ocorrência de uma tentativa de suicídio é forte preditor para que um suicídio venha a acontecer. Neste artigo, aborda-se a tentativa de suicídio considerando-o um ato-dor decorrente da vivência de situações traumáticas. A partir da análise de cinco casos de pessoas que tentaram o suicídio, investiga-se a complexidade dessa situação por meio de uma metodologia qualitativa. Uma série de quatro entrevistas semidirigidas, elaborada para esse estudo, foi o principal instrumento para coletar os dados. Esses foram analisados por meio do método de Análise Interpretativa e com base na Teoria Psicanalítica. Foram identificadas cinco asserções que permitiram concluir a importância do dano psíquico provocado pelo trauma, assim como evidenciar a relevância do acolhimento e da escuta na situação da tentativa de suicídio.

Trauma, dor e ato: o olhar da psicanálise sobre uma tentativa de suicídio

Macedo,Mônica Medeiros Kother; Werlang,Blanca Susana Guevara
Fonte: Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Publicador: Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
106.3%
As relações existentes entre trauma, dor psíquica e ato são abordadas por meio da análise do caso clínico de uma pessoa que efetivou uma tentativa de suicídio. Explora-se a inter-relação entre o traumático, a ruptura das barreiras de proteção ao psiquismo e o predomínio do irrepresentável que tem como conseqüência o ato de tentar tirar a própria vida. A partir da metapsicologia psicanalítica, nomeia-se a tentativa de suicídio como um ato-dor.

Estudo sobre tentativa de suicídio por envenenamento no Recife PE, Brasil

Cláudia da Cruz Pires, Maria; Coelho Bastos Filho, Othon (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
106.36%
As tentativas e os suicídios têm se tornado um problema de saúde pública, sendo o autoenvenenamento um dos métodos mais utilizados de atentar contra a própria vida. Este estudo foi realizado em pacientes que tentaram suicídio por envenenamento (TSE) e foram atendidos na Restauração, o maior hospital público de Pernambuco. Objetivo: descrever o perfil sociodemográfico; identificar os principais agentes utilizados; apontar alguns estressores associados à TSE e analisar as diferenças de gênero. Método: o estudo quantitativo, descritivo, analítico, do tipo corte transversal, que avaliou 110 pacientes, com idades entre 14 e 78 anos, atendidos com TSE, no período de janeiro a agosto de 2009. Os instrumentos de avaliação utilizados foram a entrevista padronizada Mini International Neuropsychiatric Interview Brazilian, versão 5.0.0 (MINI), e formulário de entrevista especialmente desenvolvido para o estudo. Resultados: do total, 70% eram mulheres; idade média de 28,8 anos; 58,2% entre 14 e 28 anos; 63,6% encontravam-se sem convívio conjugal; 54,5% estavam desempregados; 85,5% sem profissão; 75,5% declararam-se dependentes de terceiros financeiramente; 67,3% admitiram ter uma crença religiosa; 98,2% com pelo menos um transtorno psiquiátrico. Dentre os estressores...

Indicadores de risco para tentativa de suicídio por envenenamento: um estudo de caso-controle

Pires, Maria Cláudia da Cruz; Bastos Filho, Othon Coelho (Orientador); Sougey, Everton Botelho (Coorientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
106.5%
O suicídio é um fenômeno humano complexo, universal e que representa um grande problema de saúde pública. Considerando o envenenamento o método mais utilizado para a tentativa de suicídio, este trabalho propôs investigar alguns possíveis indicadores de risco neste tipo de tentativa. Trata-se de um estudo caso-controle, realizado em uma emergência geral de um hospital público na cidade do Recife. A amostra contou com 220 indivíduos, distribuídos em dois grupos, compostos por 110 pacientes cada um, que estavam em tratamento, sendo o grupo dos casos aqueles sobreviventes de tentativa de suicídio por envenenamento e os controles, pacientes sem história de intoxicação/envenenamento ou tentativa de suicídio. Foram utilizados dois instrumentos de avaliação: a Entrevista Diagnóstica Estruturada e Padronizada M.I.N.I – Mini Internacional Neuropsychiatric Interview – e um formulário sócio demográfico de pesquisa, confeccionado para atender aos objetivos do estudo. Este questionário foi aplicado em forma de entrevista onde constam os dados sociodemográficos, a história clínica, os antecedentes pessoais e hereditários e alguns dados da curva de vida. Para análise dos dados, foram construídas tabelas uni e bidimensionais com as frequências absolutas e relativas...

Relação amorosa e tentativa de suicídio na adolescência : uma questão de (des)amor

Azevedo, Ana Karina Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
106.51%
Suicide rates have been rising all over the world. In Rio Grande do Norte state, a study carried out by Dutra (1999) investigated suicide rates among youngsters and found that in 1997 alone 244 cases of suicide attempt were registered. The author took an interest in studying this phenomenon among adolescents after reviewing Dutra s study and the technical literature on suicide. In addition to that, another topic caught her attention and raised new research questions: suicide attempts motivated by love, i.e., the end of a relationship, the fantasy of being abandoned by a partner. These have made the author to question how love manifested itself among adolescents and how it could become a reason for adolescents to give up their lives. Based on the data she analyzed and the research questions she developed, her research objective was to understand how adolescents who have attempted suicide because of love-related reasons have gone through this experience. The theoretical reference for the research was the Client-centered Therapy and more specifically, the construct self , according to Carl Rogers. The methodological strategy was inspired by the existential-phenomenological strategy. It used the narrative as a research instrument...

Tentativa de suicídio: desejo de morte ambivalência entre viver e morrer

Crocetta, Maria Elesiane Damasio Cardoso
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Monografia de Curso de Pós-graduação Lato Sensu
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.49%
Monografia apresentada ao Setor de Pós-graduação da Universidade do Extremo Sul Catarinense - UNESC, para a obtenção do título de especialista em Saúde Mental.; A presente pesquisa apresenta como tema central “Tentativa de suicídio: desejo de morte ambivalência entre viver e morrer”, tendo como objetivo geral desta pesquisa, conhecer os motivos e fatores de risco envolvidos nas possíveis tentativas de suicídio e as consequências que levam uma pessoa a tirar a sua própria vida. Este estudo objetiva de maneira específica: verificar na literatura possíveis motivos e fatores de risco envolvidos na tentativa do suicídio; averiguar os métodos utilizados na tentativa do suicídio; Identificar o perfil e os locais onde mais ocorrem as tentativas de suicídio; verificar a existência de trabalhos preventivos em relação à tentativa de suicídio. Trata-se de uma pesquisa de natureza teórica bibliográfica, sendo uma revisão de literatura, pois foi desenvolvida a partir de materiais científicos anteriormente elaborados, como livros e artigos científicos, favorecendo assim o pesquisador a obter um maior conhecimento sobre o objeto de estudo. Com o desenvolvimento desse trabalho verificou-se que os instintos de vida e instintos de morte habitam lado a lado dentro de todo ser humano em momentos nos quais as pulsões de morte sobrepõem-se às pulsões de vida...

Tentativa de suicídio e ideação suicida na adolescência : Uma amostra clínica

Caldeira, Patrícia Isabel Beijoca
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
106.35%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; A fase conflitual da adolescência, torna-se preocupante quando o suicídio passa a ser a única alternativa para ultrapassar as dificuldades (WHO, 2014). As causas da tentativa de suicídio são multideterminadas, tendo diversos fatores que devem ser explorados mediante três ângulos, nomeadamente consoante uma 1) perspetiva individual; 2) uma perspetiva familiar e uma 3) perspetiva social (Sampaio, 1991). O objetivo do presente trabalho é analisar alguns fatores protetores e de risco numa amostra de adolescentes com ideação suicida e que cometeram tentativa de suicídio, recolhida num hospital público. Para além de uma análise detalhada destes fatores, tem-se como objetivo perceber qual o efeito do género e da idade na perceção que os adolescentes têm relativamente à sua relação com os familiares. Para a concretização destes objetivos contou-se com 271 adolescentes, 81 do sexo masculino e 190 do sexo feminino. Os resultados mais relevantes evidenciaram que continua a existir um maior número de tentativas de suicídio no sexo feminino; a maioria do diagnóstico sindromático é a depressão e ansiedade; as explicações e significados dos comportamentos suicidários continuam a evidenciar uma multidimensionalidade convergente em três níveis: social...

Tentativa de suicídio na adolescência: considerações sobre a dificuldade de realização diagnóstica e a abordagem do profissional de enfermagem; Intento de suicidio en la adolescencia: consideraciones acerca de la dificultad de realización diagnóstica y la aproximación del profesional de enfermería; Adolescent suicide attempt: diagnosis difficulties and how nursing professionals handle this issue

Avanci, Rita de Cássia; Pedrão, Luiz Jorge; Costa Júnior, Moacyr Lobo da
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2005 POR
Relevância na Pesquisa
116.41%
Este trabalho tece considerações sobre Tentativas de Suicídio entre adolescentes relacionado-as com os preconceitos existentes e a atual abordagem dos profissionais de enfermagem frente à questão. Foi embasado na literatura pertinente, principalmente em um estudo epidemiológico da tentativa de suicídio na adolescência, realizado numa Unidade de Emergência, e na experiência prática profissional nesta mesma Unidade, onde se convive com esses adolescentes e seus familiares. Foram abordados temas que tratam da dificuldade da realização do diagnóstico de tentativa de suicídio relacionados ao preconceito da sociedade e do papel do profissional de enfermagem frente a esse paciente.; Este estudio reflexiona sobre los intentos de suicidio entre adolescentes, relacionándolos con prejuicios existentes y cómo los profesionales de enfermería se enfrentan esta situación actualmente. La investigación tuvo como base bibliografía relevante del tema, principalmente en un estudio epidemiológico de intento de suicidio en la adolescencia, realizado en una Unidad de Emergencia así como en la experiencia de la práctica profesional de Enfermería en esta misma Unidad, a través de la convivencia con estos adolescentes y sus familiares. Los temas que aborda este artículo fueron la dificultad de efectuar el diagnóstico de intento de suicidio relacionado con los prejuicios sociales...

Teste de Rorschach: respostas diferencial em pacientes com e sem tentativa de suicídio; Teste de Rorschach: respostas diferenciales entre pacientes con y sin intento suicida; Rorschach Test: differential responses in patients with and without suicide attempt

Cuadra Peralta, Alejandro Adrian; academico universidad de tarapaca, arica-chile; Maza, Oscar Ochoa de la; Académico del Departamento de Psicología de la Universidad de Tarapacá.; González, Margarita Cornejo; Psicóloga. Universidad de Tarapacá; Huan
Fonte: Eduff Publicador: Eduff
Tipo: ; ; ; Avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2009 ES
Relevância na Pesquisa
106.38%
Sumário Este estudo teve por objetivo identificar respostas diferenciais entre os grupos de não-pacientes, pacientes diagnosticados com depressão, pacientes com diagnóstico de transtorno personalidade e pacientes com depressão e suicídio através dos indicadores tentativas de suicídio potencial escala proposta por Passalacqua e col. (1997). A amostra total foi de 70 indivíduos do sexo feminino, com grupos de cerca de 18 pessoas cada. Diferença significativa foi encontrada em seis indicadores entre os quatro grupos . Com estes indicadores foi uma análise discriminante, com uma alta capacidade de diferenciar os diversos subgrupos, especialmente naqueles pacientes com tentativa de suicídio e do resto do povo. É dada uma fórmula  para calcular a probabilidade de pertencer a um grupo de tentativas de suicídio. Chave: Suicide, intenção do suicide, Psicodiagnóstico de Rorschach  ; Sumário Este estudo teve por objetivo identificar respostas diferenciais entre os grupos de não-pacientes, pacientes diagnosticados com depressão, pacientes com diagnóstico de transtorno personalidade e pacientes com depressão e suicídio através dos indicadores tentativas de suicídio potencial escala proposta por Passalacqua e col. (1997). A amostra total foi de 70 indivíduos do sexo feminino...

Tentativa de suicídio na adolescência: avaliação do efeito de género na depressão e personalidade

Lopes,Paula; Barreira,David Pires; Pires,Ana Matos
Fonte: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde Publicador: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2001 PT
Relevância na Pesquisa
106.3%
O presente trabalho debruça-se sobre aspectos clínicos relativos à tentativa de suicídio na adolescência. Assim, pesquisou-se a existência de sintomatologia depressiva, bem como de traços disfuncionantes da personalidade em adolescentes com história prévia de tentativa de suicídio e efectuou-se um estudo comparativo entre sexos. Constituiram-se duas amostras, uma composta por indivíduos do sexo feminino (n=12) e outra por indivíduos do sexo masculino (n=10), com idades compreendidas entre os 15 e os 18 anos. Todos os sujeitos foram avaliados com o Children’s Depression Inventory (CDI) e com o Mini-Mult. Os resultados sugerem a existência de um efeito de género quer na expressão clínica do quadro depressivo, quer na presença de traços patológicos da personalidade.

Tentativas de suicídio em um hospital geral no Rio de Janeiro, Brasil

Werneck,Guilherme L.; Hasselmann,Maria Helena; Phebo,Luciana Barreto; Vieira,Denise E.; Gomes,Vera Lúcia de O.
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2006 PT
Relevância na Pesquisa
106.3%
A história pregressa de tentativa de suicídio é um importante preditor do suicídio e de novas tentativas. Este artigo apresenta o perfil dos casos de tentativas de suicídio detectados por meio de um sistema de monitoramento para esses agravos em um hospital geral no Rio de Janeiro, Brasil. Entre abril de 2001 e março de 2002 foram registrados 160 tentativas de suicídio, sendo 68% entre mulheres e 26% entre adolescentes. A ingestão de pesticidas e o abuso de medicamentos foram os principais métodos utilizados. Mulheres utilizaram os dois métodos na mesma proporção, enquanto 2/3 dos homens empregaram pesticidas. Em relação à prevalência dos fatores de risco para tentativas de suicídio, identificou-se que 21% dos pacientes haviam procurado serviços de saúde nos trinta dias anteriores ao evento, 28% referiram tentativas anteriores, 23% fizeram referência a casos de tentativas ou suicídio na família. Ainda que os dados populacionais disponíveis sejam escassos, as tentativas de suicídio parecem ser um evento importante de morbidade, particularmente entre adolescentes e adultos jovens. Sistemas de vigilância para esse agravo podem ser úteis para um melhor conhecimento do problema.

O Suicídio e suas relações com a psicopatologia: análise qualitativa de seis casos de suicídio racional

Mello,Marcelo Feijó de
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2000 PT
Relevância na Pesquisa
106.44%
Foram avaliados sistematicamente 44 pacientes, admitidos em enfermaria psiquiátrica de hospital geral logo após tentativa de suicídio. Estes indivíduos foram submetidos a entrevista qualitativa, usando-se um guia geral de entrevista. Os resultados foram avaliados, procurando-se referir a tentativa de suicídio a uma patologia psiquiátrica. Em seis casos, não se encontrou relação entre tentativa de suicídio e doença mental. Um destes pacientes tinha história de doença psiquiátrica prévia, porém não foi possível ligar o suicídio a esta. A análise de conteúdo destes casos por meio de um enfoque fenomenológico-existencial procurou estabelecer os significados da tentativa de suicídio para cada paciente. O autor concluiu que as tentativas de suicídio nem sempre expressam doença mental subjacente e que fatores sociais e individuais podem exercer papel decisivo. Assim, estudos clínicos e epidemiológicos concernentes ao suicídio dever-se-iam basear em conceitos mais sólidos.

Prevalências de ideação, plano e tentativa de suicídio: um inquérito de base populacional em Campinas, São Paulo, Brasil

Botega,Neury José; Marín-León,Letícia; Oliveira,Helenice Bosco de; Barros,Marilisa Berti de Azevedo; Silva,Viviane Franco da; Dalgalarrondo,Paulo
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
106.32%
O objetivo foi estimar as prevalências ao longo da vida de ideação, planos e tentativas de suicídio na população. Quinhentos e quinze indivíduos residentes em Campinas, São Paulo, Brasil, foram selecionados utilizando-se amostragem estratificada por conglomerados e avaliados por entrevista do Estudo Multicêntrico de Intervenção no Comportamento Suicida. Calculamos prevalências ponderadas, com os respectivos intervalos de 95% de confiança (IC95%). As prevalências foram de 17,1% (IC95%: 12,9;21,2) para ideação, 4,8% (IC95%: 2,8;6,8) para planos e 2,8% (IC95%: 0,09;4,6) para tentativas de suicídio. O comportamento suicida foi mais freqüente em mulheres e em adultos jovens. A existência de um plano de como tirar a própria vida, em termos de freqüência, situa-se próximo da tentativa (relação de 5:3). De cada três tentativas de suicídio, apenas uma chegou a ser atendida em um serviço médico. As prevalências se assemelham à maioria dos estudos de outros países. É essencial coletar diretamente na comunidade informações sobre o comportamento suicida, abarcando-o em sua abrangência.