Página 1 dos resultados de 38 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Tecendo o estético e o sensível através do bordado na literatura infantil brasileira; Weaving the aesthetic and sensitive through the embroidery on Brazilian children's literature

Maia, Mara Jane Sousa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
16.75%
A literatura infantil desperta um duplo interesse: a história narrada pelo texto verbal e a depreendida das imagens que ilustram as capas e as páginas. Enquanto o texto verbal pode levar o leitor a uma compreensão do mundo e de valores culturais e morais, o texto visual pode despertar os sentidos pela experiência estésica. Do escrito ao tocado, do lido ao experimentado, o aprendizado é feito sob diferentes materialidades e discursos. Este trabalho delimita-se a analisar cinco livros destinados ao público infanto-juvenil com ilustrações feitas pelo grupo mineiro de bordadeiros Matizes-Dumont: Exercícios de ser criança, de Manoel de Barros; A moça tecelã, de Marina Colasanti; Menino do rio doce, de Ziraldo; A bola e o goleiro, de Jorge Amado; A menina, a gaiola e a bicicleta/Céu de passarinho, de Rubem Alves e Carlos Brandão. A fundamentação teórica adotada para a análise desse corpus é a semiótica francesa, abarcando seus desdobramentos recentes, como a semiótica das paixões, a semiótica plástica, a enunciação e a tensividade. Os desdobramentos tensivos, por sinal, caminham livremente em todas as análises como efeito de sentido. A possibilidade de trabalhar com diferentes linhas de análise, demonstra a riqueza desse corpus que ora mostra sua força no texto verbal...

Entre expressões e conteúdos: do semissimbolismo às categorias tensivas; Between expressions and contents: from semisymbolism to tensive categories

Lemos, Carolina Lindenberg
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
16.75%
A noção de semissimbolismo trouxe para a semiótica da Escola de Paris a possibilidade de um estudo mais sistemático das contribuições da expressão para o sentido do texto. A partir de então, foi possível reconhecer categorias no nível da manifestação textual que eram homologadas a pares de oposição no conteúdo. Apesar do ganho teórico que representou, o semissimbolismo guardava ainda limitações, principalmente porque estabelecia relações transitórias e contingentes, que não permitiam uma comparação entre objetos distintos. Com os desenvolvimentos da semiótica tensiva, novas perspectivas de relacionar expressão e conteúdo foram abertas. Ao se valer de termos vindos de componentes expressivos, a semiótica de Claude Zilberberg propôs categorias suficientemente gerais para que fossem aplicáveis aos dois planos da linguagem. Assim, tudo ocorre como se as categorias semissimbólicas, que formavam pares específicos para expressão, de um lado, e conteúdo, de outro, encontrassem na semiótica tensiva o termo complexo que reúne as categorias de cada plano num nível mais abstrato de análise. Tomando como objeto um conjunto de filmes publicitários, o presente trabalho propõe testar e estender os usos da semiótica tensiva...

Semiótica e tensividade: o fazer missivo, seus desdobramentos teóricos e modos de aplicação; Semiotics and the tensive model: le faire missif, its theoretical development and application methods

Ribeiro, Camila dos Santos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
27.41%
Recentemente, a semiótica greimasiana vem assistindo ao desenvolvimento de uma nova posição quanto à abordagem do universo de sentido. A chamada semiótica tensiva, desenvolvida principalmente por Claude Zilberberg, traz à baila a discussão de alguns problemas não explorados ou não esclarecidos pelo modelo de Greimas como, por exemplo, a possibilidade da análise dos conteúdos sensíveis ao lado dos conteúdos inteligíveis esses já contemplados pelo percurso gerativo do sentido canônico; ou ainda o movimento de transvalorização de um nível a outro. Em meio a tamanha renovação do modelo greimasiano, Zilberberg publica, em 1986, o texto Pour introduire le faire missif, contido na revista de estudos semióticos RSSI. Logo de início, Zilberberg nos apresenta o conceito de missividade como uma tentativa de dar à sintaxe seu espaço merecido na teoria semiótica, de modo que aquela não mais fosse vista apenas como mobilizadora da semântica e sim como possuidora de uma atividade que lhe é própria. A missividade é então dividida em dois fazeres básicos: um remissivo, o qual promoveria a parada, e um emissivo, o qual instituiria a parada da parada. É ao encontro do conceito de missividade introduzido por Claude Zilberberg e ao seu posterior caminhar na semiótica tensiva que nossa pesquisa se apresenta. Em paralelo...

Palavra dramática: voz e tensividade; Dramatic word: voice and tension

Simonetti, Alpha Condeixa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
16.75%
O presente estudo procura descrever os usos da voz nas encenações teatrais, colocando em relevo suas especificidades enquanto objeto sonoro, bem como as marcas deixadas na esfera acústica pela instância do sujeito da enunciação. Como metodologia de análise, contemplamos o arcabouço teórico da semiótica de filiação estrutural e francesa, de modo que buscamos uma primeira aproximação entre os processos de significação mobilizados pela voz do ator teatral e o modelo tensivo desenvolvido atualmente. Para chegar à parte empírica de nosso estudo, refletimos sobre as bases fundamentais da teoria, revisitando o debate sobre as definições de teatralidade contemporânea e, assim, sobre as possibilidades de análise da gestualidade vocal produzida no momento de atuação. Para a descrição de um corpus, selecionamos determinadas cenas a partir de duas elaborações cênicas diferentes, ambas concebidas por Antunes Filho, sobre uma mesma obra trágica, Medeia de Eurípides. Comparamos os usos da voz em relação às construções das personagens e aos seus posicionamentos nas situações dramáticas, observando desse modo as qualificações modais e passionais sugeridas pelas encenações.; This study tries to describe the uses of voice in theatrical performances...

Samuel Beckett: do figurativo ao figural; Samuel Beckett: from figurative to figural

Merçon, Francisco Elias Simão
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/07/2012 PT
Relevância na Pesquisa
16.75%
Companhia, publicada originalmente em inglês no ano de 1980, é uma narrativa construída na fronteira entre imaginação e enunciação por um sujeito solitário que, deitado de costas no escuro, fabula continuadamente em busca de companhia. Ela se inclui entre as narrativas de Samuel Beckett cuja trama se passa no espaço mental de seus protagonistas, na região comumente chamada de manicômio do crânio. Conhecida por características que a mantêm distante dos esquemas teóricos universais, apresenta uma abundância de programas narrativos que se anulam uns aos outros, resultando num forte clima de incerteza implicado na situação desse homem deitado de costas no escuro, protagonista da história. Contribuem para esse efeito, também, o emprego de anáforas, que não remetem a nenhuma referência segura; a hipóstase dos papéis actanciais, em que actantes se fazem passar por atores; a estruturação dos parágrafos, distribuídos sem relação lógica explícita que os articule uns aos outros; a articulação de determinados eixos semânticos (como luminosidade, solidão, subjetividade, silêncio, entre outros) sob ótica de uma sublógica da língua, que estabelece o primado das relações complexas sobre as articulações da significação pautadas em dicotomias. Com base na teoria semiótica francesa...

O tempo na interpretação musical: uma escuta tensiva; Time and musical performance: a tensive hearing

César, Marina Maluli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
16.75%
Este trabalho tem como fundamentação teórica a semiótica de linha francesa e seus recentes desenvolvimentos tensivos. Tomamos como objeto de nosso estudo as variações de ritmo e andamento presentes em um texto sonoro, pela abordagem do plano de expressão musical. O objetivo deste trabalho consiste em compreender como tais possibilidades discursivas se articulam durante a realização da obra por um intérprete, a partir das indicações presentes na partitura. Após considerações iniciais sobre o texto e o intertexto musical, cuja finalidade é determinarmos o modo como estas potencialidades são manifestadas, consideramos o tempo em diferentes níveis segundo Gérard Grisey (1987, 2004, 2008) e Messiaen (1996, 1995, 1994). Em um segundo momento, buscamos articular os diferentes tipos de escuta segundo Schaeffer (1966) e Greimas (2008) ao considerar o ouvir como um fazer, o qual requer a aquisição de competências para tal. Partiremos da noção de ritmo em uma perspectiva fundamentada na semiótica tensiva em considerações sobre este tema propostas por Greimas e Courtés (1986), Valéry (2007), Zilberberg (1990, 1996, 2001, 2011) e Tatit (1998, 2010b). Finalmente, com apoio dos estudos sobre temporalidade realizados por Zilberberg e dos desenvolvimentos propostos por Tatit...

O papel das didascálias na instauração de paixões em The December Man; The role of didascalie in the establishment of passions in The December Man

Marsicano, Diego
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
16.75%
As didascálias, também conhecidas como rubricas ou indicações cênicas, ocuparam quase sempre um lugar marginal nos manuscritos e nas edições impressas de peças teatrais, figurando frequentemente como notas no canto da página ou abaixo das falas, que por sua vez recebiam todo o destaque. Entretanto, as didascálias constituem um elemento essencial na construção do sentido da peça, independentemente do fato de determinada montagem ter seguido integralmente as rubricas originais do autor ou ter criado outras para substituí-las. Esta dissertação se debruça sobre a instauração de paixões através das gradações tensivas observadas a partir das didascálias e de seus possíveis desdobramentos, na peça canadense The December Man (LHomme de Décembre), de Colleen Murphy. Para tanto, analisamos o discurso teatral segundo a semiótica greimasiana, a partir dos três níveis de abstração, a fim de estabelecermos a construção do sentido na peça. Como nosso objetivo inicial era investigar uma possível coerência entre o texto ficcional (falas) e o natural (rubricas), fizemos também um levantamento de algumas acepções e práticas atinentes às indicações cênicas, ficando claro que são majoritariamente entendidas como termo acessório ao texto e não como elementos intrínsecos. Outro de nossos objetivos era fornecer aos encenadores subsídios capazes de motivar as ações das personagens sobre o palco. Assim...

Afirmação da identidade no discurso quilombola em perspectiva semiótica: o caso das bonecas pretas do Quilombo de Conceição das Crioulas; The identity affirmation in the 'quilombola'. Discourse through the semiotics perspective: the case of the black dolls from 'Quilombo de Conceição das Crioulas'

Vilela, Ilca Suzana Lopes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.75%
Nesta tese, analisou-se o discurso quilombola tendo como objeto teórico a construção do efeito de sentido de afirmação da identidade na relação com a estratégia de manipulação por sedução o objeto empírico sendo as bonecas pretas do Quilombo de Conceição das Crioulas, situado em Salgueiro PE, na tentativa de: discutir o que é uma identidade semiótica, como se produz esse efeito textual-discursivamente e o que significa a afirmação da identidade pelos sujeitos; analisar como se constrói o efeito de sentido de identidade no corpus; cotejar a afirmação da identidade com a semiótica da manipulação; refletir sobre o conceito de manipulação e seus desdobramentos na Semiótica greimasiana e explicitar, no corpus, a gestão do sentido tanto pela intencionalidade com que, implicitamente, o enunciador engendra uma imagem-fim positiva do enunciatário, quanto pelo excedente passional que sobrevém ao discurso. Os resultados da discussão teórica e sua incidência na análise do corpus demonstram que a identidade semiótica é um simulacro e para o efeito de sua afirmação são necessários elementos sintáxicos que produzam a repetição que, no discurso das bonecas, realiza-se com o recurso à isotopia, à aspectualização...

Condições semióticas da repetição; Semiotic constraints to repetition

Lemos, Carolina Lindenberg
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/01/2015 PT
Relevância na Pesquisa
16.75%
Trazida de áreas diversas dos estudos do homem, a repetição ganha papel central nesta tese de teor semiótico. Trata-se de fenômeno muito presente em todas as ações humanas e, em especial, nos textos. O caráter opcional de certas repetições nos textos traz à baila o problema de sua função, uma vez que, em certos casos, parece agir diretamente sobre o ritmo do conteúdo e o fluxo de entradas e saídas do campo de presença. Esse caráter regulador do ritmo divide a pesquisa em duas questões. De um lado, o efeito rítmico parece apontar para uma estrutura subjacente. Nesse sentido, podemos nos perguntar: qual é a configuração dessa estrutura? De que forma participa a repetição? Ou ainda, qual o seu lugar no esquema semiótico? De outro lado, a repetição parece envolver certa contradição: de que maneira um fenômeno que não traz novidades, apenas a retomada do conhecido, pode, por vezes, criar um efeito de tensão ou surpresa? Para responder a essas perguntas, partimos de uma revisão do papel da repetição em duas áreas vizinhas: a retórica e uma determinada corrente linguística. Essa discussão nos permitiu enxergar insuficiências nessas abordagens que podem ser supridas pela semiótica. Uma vez dentro da perspectiva semiótica...

O ponto de vista em semiótica: fundamentos teóricos e ensaio de aplicação em A hora da estrela

Prado, Maria Goreti Silva
Fonte: Cultura Acadêmica Publicador: Cultura Acadêmica
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
16.75%
A autora defende a hipótese de que o conceito de ponto de vista em Semiótica diluiu-se no corpo da teoria, porém ressurgiu sob outra roupagem a partir das reflexões sobre a tensividade. Utilizando como objeto de análise a novela A hora da estrela, de Clarice Lispector, ela procura estabelecer as origens desse conceito e seguir seus traços de permanência, verificando ainda como a noção de ponto de vista substituída pela noção de campo de presença opera em uma narrativa concreta. A escolha de A hora da estrela de modo algum foi aleatória. Para a autora, a novela fornece informações relevantes para o enfoque da pesquisa, por apresentar, por exemplo, uma construção enunciativa complexa, atravessada por diferentes pontos de vista. A fundamentação teórica empregada na análise é aquela preconizada pela Semiótica francesa em seus desdobramentos mais atuais, desenvolvidos principalmente por Claude Zilberberg e Jacques Fontanille. Muito devido ao trabalho deles, se em um primeiro momento a Semiótica focou-se nos conteúdos inteligíveis do discurso, atualmente aborda os seus conteúdos sensíveis, abrindo novas perspectivas para a disciplina

Cronopoiese e cronotrofia na história em quadrinhos

Portela, Jean Cristtus; Tomasi, Carolina
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 21-27
POR
Relevância na Pesquisa
16.75%
This article proposes a reflection on the “continuities of the process” in narratives, defined by the closure of the space and by the waiting in time (chronopoiesis), as well as on the “halts of the process” in narratives, defined by the opening of the space and by the repose in time (chronotrophy). In Claude Zilberberg?s proposal about the missive making (le faire missif ), it means, the profound making that governs the becoming of the narratives, temporality and spatiality are related to the categories of closure and opening. The terms chronopoiesis and chronotrophy, established by Zilberberg from the Greek stems, have etymologically in common the stem “krónos”, the time. The first term is added to “poiesis”, “creation”; the second comes together with “trophê”, the “feeding”, the “development”. The remissive making, that carries the “continuities of the process”, is chronopoietic (the expectant temporality, which creates the waiting time), and spatially closed. On the other hand, the emissive making, which carries the “halts of the process”, is chronotrophic (the “originating” temporality, because it is “fed”, creating the passing time) and spatially open. Our reflection on chronopoiesis and chronotrophy aims at verifying if these temporal operations of the missivity necessarily correspond to spatial closures and openings...

A palavra poética de Arnaldo Antunes

Paula, Luciane de
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1-14
POR
Relevância na Pesquisa
16.75%
This article reflects on Arnaldo Antunes‟ (AA) poetics. For this purpose, both the contributions of Fontanille and Zilberberg regarding tensivity, as well as some ideas of Tatit regarding song semiotics. The aim is to think about how the dance between enunciation and enunciate is structured in AA within poetical architecture as exemplified here based on the analysis of the poem “Palavra”. The hypothesis is that the tension between the two central nuclei of the poem, metalanguage and erotism, are the essential compositional marc of AA poetical stylistics. The results lead to the reflection that the musical tension is the game that guarantees the movement between the density of the word and the erotic fluidity of the authorial (metalinguistic) act of production.; Este artigo reflete sobre a poética de Arnaldo Antunes (AA). Para isso, pauta-se, tanto nas contribuições de Fontanille e Zilberberg, no que concerne à tensividade, quanto nas ideias de Tatit, no que se refere ao estudo da semiótica da canção. O objetivo é pensar em como se estrutura a dança entre enunciação e enunciado na arquitetônica poética de AA, exemplificada aqui pela análise do poema “Palavra”. A hipótese é a de que a tensão entre os dois núcleos centrais do poema analisado...

Conto e canção sob interseções semióticas : uma experiência realizada na escola pública Sargento Lima

Salvador, Thais Cristina de Melo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
16.75%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, Programa de Pós-Graduação em Literatura, 2013.; A presente pesquisa investiga as relações semióticas entre o gênero conto e o gênero canção através de teorias da semiótica do texto narrativo e da tensividade das canções, tendo como base referencial os estudos de Luiz Tatit e Diana Barros. Também conceitua as teorias semióticas da narrativa musical e em prosa e realiza uma investigação sobre as consequências nos hábitos de leitura no ambiente da escola pública Sargento Lima provocadas por este método de associação. Diferenças entre aplicação ou não desta associação semiótica foram observadas através de pesquisa quantitativa e qualitativa utilizando questionários e aplicação metodológica da proposta de sistema Inter semiótico entre conto e canção. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT; This research investigates the semiotic relations between short story and songs through the semiotic theories of narrative text and tone of songs based on referential studies Luiz Tatit and Diana Barros. It also establishes the semiotic theories of narrative and musical prose and make a research about the effects on reading habits in the public school “Sargento Lima” caused by this method of association. Differences between the use or not use this association semiotics were observed through qualitative and quantitative research by questionnaires and methodological application of the proposed Inter semiotic system between story and song.

Ritmo no Design Editorial: Método de análise da tensividade na paginação sequencial

Thais Trizoli
Fonte: Universidade do Porto Publicador: Universidade do Porto
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
16.75%

Efeitos metafóricos e graus de presença da enunciação no enunciado

Saraiva,José Américo Bezerra; Leite,Ricardo Lopes
Fonte: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Publicador: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
16.75%
Este artigo assume como referencial teórico os postulados da Semiótica Discursiva, mormente na sua versão Tensiva (FONTANILLE; ZILBERBERG, 2001; FONTANILLE, 1998), que concebe o discurso como um campo de presença dotado de um centro sensível e de horizontes a partir dos quais as grandezas semióticas são moduladas em termos de presença e ausência, ou seja, um campo no qual as grandezas se tonificam ou se atonizam em relação a uma instância de natureza proprioceptiva. Nosso objetivo é analisar três notas jornalísticas com o propósito de acompanhar as modulações da presença da enunciação no enunciado. Supomos inicialmente que estas modulações promovem a tensão entre isotopias concorrentes, repercutem no grau de sua profundidade e, nestas notas, especificamente, geram um efeito metafórico graduável em termos de modo de existência semiótica. Os exemplos analisados mostram a necessidade de adotar um tratamento mais complexo para as relações entre enunciação e enunciado, sobretudo se quisermos levar em consideração a tensão entre estas duas instâncias, sempre regulada pelos modos de existência semiótica.

Dialogism and tensivity; Dialogismo e tensividade

Mendes, Conrado Moreira
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.96%
In this paper, we articulate the idea of dialogism, which comes from theories of Bakhtin Circle, with the concept of tensivity, developed in the field of tensive semiotics. In our view, in the case of fait divers (feature story), dialogic relations, that constitute any discourse, overdetermine the enunciatee’s want-to-know (expectation), making it more intense, tonic. To verify our proposal, we relate the Isabella Nardoni case, broadcasted by the Brazilian TV news, Jornal Nacional, with two tales of Brothers Grimm (2012) and also with the typology of detective fiction, proposed by Todorov (2006). From what we can demonstrate through the analysis, dialogical relations – belonging to the scope of interdiscourse – reverberate in intradiscourse with respect to tensivity, that is, by gradations of intensity and extensity.; Neste artigo, articula-se a noção de dialogismo, advinda das teorias do Círculo de Bakhtin, com o conceito de tensividade, desenvolvido no âmbito da semiótica de vertente tensiva. Propõe-se que, em se tratando do fait divers, relações dialógicas, que constituem qualquer dizer, sobredeterminam a expectativa, o querer-saber, do enunciatário desse gênero do discurso, tornando-a mais intensa, tônica. Para verificar talproposta...

Modalidade, paixão e aspecto; ; Modalité, passion et aspect

Calbucci, Eduardo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 07/12/2009 POR
Relevância na Pesquisa
17.41%
A complexidade da análise semiótica deve-se, em muitos casos, à indesejada polissemia de alguns conceitos, que nem sempre são empregados da mesma forma por pesquisadores diferentes. Na tentativa de facilitar a utilização de alguns termos técnicos na análise discursiva, este artigo fará uma retomada de três desses conceitos problemáticos: modalidade, paixão e aspecto. Partindo dos primeiros trabalhos de Algirdas Julien Greimas e chegando às conquistas teóricas dos estudiosos da tensividade, como Claude Zilberberg e Jacques Fontanille, procuraremos estabelecer correlações e distinções entre os processos de modalização e de aspectualização, estudando como esses processos interferem na questão das paixões. Começaremos pelas modalidades, mostrando como, de início, a análise modal estava ligada ao percurso do /fazer/ nas transformações narrativas e como o estudo posterior do percurso do /ser/ abriu espaço para as paixões. Em seguida, discutiremos como as paixões entraram na análise semiótica e como esse conceito está intimamente associado ao problema da tensividade. Por fim, trataremos do aspecto: primeiro de acordo com uma definição morfológica e, depois, aumentando-lhe o raio de alcance teórico, para tentar abarcar algumas das acepções atuais da noção de aspectualização. A todo tempo...

Análise semiótica de "Desencanto", de Manuel Bandeira;

Almeida, Dayane Celestino de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2007 POR
Relevância na Pesquisa
27.41%
Ao longo de sua carreira, Manuel Bandeira escreveu vários poemas que podem ser considerados "poéticas", ou seja, eles tratam do "fazer poesia", ora dizendo para quê a poesia serve, ora dizendo como ela deve ser. Este trabalho apresenta uma análise de um desses poemas - "Desencanto" - sob a perspectiva da semiótica francesa. Especial atenção foi dada à organização do plano da expressão, à aspectualidade e à tensividade no poema.; Throughout his career, Manuel Bandeira wrote some poems that talk about “making poetry”, saying either what the poetry is for or how it should be. This paper presents an analysis of one of these poems – “Desencanto” – from the French semiotics point of view. A special attention was given to the organization of the expression plan, the aspectualization and the tensiveness.

O tempo mnésico da enunciação e o tempo crônico do enunciado em Carlota Joaquina; O tempo mnésico da enunciação e o tempo crônico do enunciado em Carlota Joaquina

Nascimento, Geraldo Carlos do
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 25/11/2001 POR
Relevância na Pesquisa
27.41%
The corpus of this work is the movie Carlota Joaquina - Princesa do Brazil by Carla Camurati. It intends to attract attention to the narrative re ources adopted in the construction of the movie and, especially, to the possibilities of a reading sketch elaborated from greimasian semiotics. It incorporates, thus, studies developed by Claude Zilberbeg, which referto the compatibilization o f the modalities with deeper leveis of the generation of meaning path, as aspectualization and tensiveness.; Este trabalho toma como corpus o filme Carlota Joaquina – Princesa do Brazil, de Carla Camurati. Pretende chamar a atenção para os recursos narrativos adotados na construção do filme e, sobretudo, para as possibilidades de um esboço de leitura elaborado a partir da semiótica greimasiana. Incorpora, para tanto, estudos desenvolvidos por Claude Zilberberg referentes à compatibilização das modalidades com níveis ainda mais profundos do percurso de geração de sentido, como aspectualização e tensividade.

A encenação da violência: um exemplo no filme Cidade de Deus; A encenação da violência: um exemplo no filme Cidade de Deus

Caetano, Kati Eliana
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 23/12/2004 POR
Relevância na Pesquisa
27.41%
O objetivo deste trabalho é examinar certos dispositivos e efeitos de presentificação dos sentidos sobre o destinatário na organização do discurso. Trata-se da análise de uma cena do filme brasileiro Cidade de Deus, considerada exemplar para a discussão teórica aqui proposta porque deflagradora de isotopias da violência cotidiana nas favelas brasileiras e, ao mesmo tempo, responsável pelas alterações do fluxo de atenção do espectador. Esse momento é visto como representativo, na medida em que metaforiza, do ponto de vista temático, o devir dos sujeitos desse microuniverso social e, da perspectiva da tensividade do texto, prenuncia acelerações virtuais no ritmo da narrativa filmica e na percepção do ouvinte, convertido em observador sensível dos acontecimentos.; This work analyses certain meaning effects of presence in relation to the addressee in the organization ofthe discourse. It is about one of the scenes of the Brazilian film City of God (Cidade de Deus) considered an example for the discussion proposed here because it creates isotopies o f everyday violence in the Brazilian slums and, at the same time, is responsable for the enunciatee's attention flood alterations. As far as this moment creates metaphors as concems the thematic point ofview...