Página 1 dos resultados de 139 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Estimativas de herdabilidade e tendências genéticas para características de crescimento e reprodutivas em bovinos da raça Nelore: Estimates of heritability and genetic trends for growth and reproduction traits in Nelore cattle

Laureano, M. M. M.; Boligon, A. A.; Costa, R. B.; Forni, S.; Severo, J. L. P; Albuquerque, Lucia Galvão de
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 143-152
POR
Relevância na Pesquisa
46.76%
Foram estimados os coeficientes de herdabilidade e a mudança genética para peso à desmama (PD), peso ao sobreano (PS), ganho de peso do nascimento à desmama (GND), ganho de peso da desmama ao sobreano (GDS), perímetro escrotal (PE) e idade ao primeiro parto (IPP) em animais da raça Nelore. Foram utilizados dados de 128.148 animais nascidos entre 1984 e 2006. Os componentes de variância foram estimados pelo método da máxima verossimilhança restrita, e os valores genéticos foram preditos por modelos mistos aplicando-se modelo animal bicaracterística, incluindo peso à desmama em todas as análises. As tendências genéticas foram estimadas pela regressão dos valores genéticos sobre o ano de nascimento dos animais. Os coeficientes de herdabilidade do efeito direto estimados foram de 0,23 (0,07) (PD); 0,24 (0,02) (PS); 0,21 (0,01) (GND); 0,23 (0,01) (GDS); 0,46 (0,02) (PE) e 0,15 (0,01) (IPP). As tendências genéticas diretas estimadas foram de 0,171 (0,01); 0,219 (0,02); 0,186 (0,03) e 0,224 (0,02) kg/ano para PD, PS, GND e GDS, respectivamente, o que representa incrementos de 0,10; 0,08; 0,13 e 0,22% nas médias das mesmas características ao ano, respectivamente. Para o PE e a IPP no período de 1984 a 1995, as tendências genéticas foram nulas...

Tendências genéticas para escores visuais de conformação, precocidade e musculatura à desmama de bovinos Nelore

Forni, Selma; Federici, Juliana de Freitas; Albuquerque, Lucia Galvão de
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 572-577
POR
Relevância na Pesquisa
46.68%
Os objetivos neste estudo foram estimar os coeficientes de herdabilidade e a mudança genética nos escores visuais de conformação (C), precocidade (P) e musculatura (M) à desmama de bovinos Nelore e avaliar as mudanças promovidas pelo programa de seleção ao qual os animais foram submetidos. Foram utilizados dados de 56.076 animais nascidos entre 1990 e 2002. Os componentes de variância foram estimados por máxima verossimilhança restrita e os valores genéticos foram preditos pelo método dos modelos mistos aplicando-se um modelo animal. As tendências genéticas foram estimadas pela regressão dos valores genéticos sobre o ano de nascimento dos animais. Os coeficientes de herdabilidade do efeito direto estimados foram de 0,122±0,012; 0,153±0,012; e 0,124±0,012 e, para o efeito materno, de 0,043±0,010; 0,038±0,009; e 0,056±0,010 para C, P e M, respectivamente. As tendências genéticas diretas estimadas foram de 0,013; 0,022 e 0,018 pontos de escore ao ano para C, P e M, respectivamente, o que representa incremento anual de 0,42; 0,67 e 0,60% ao ano em relação à média fenotípica. As tendências genéticas do efeito materno foram de -0,0020; -0,0010; e -0,0009 pontos de escore ao ano para C, P e M, respectivamente...

Estimativas de herdabilidade e tendências genéticas para características de crescimento e reprodutivas em bovinos da raça Nelore: Estimates of heritability and genetic trends for growth and reproduction traits in Nelore cattle

Laureano,M.M.M; Boligon,A.A; Costa,R.B; Forni,S; Severo,J.L.P; Albuquerque,L.G
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.76%
Foram estimados os coeficientes de herdabilidade e a mudança genética para peso à desmama (PD), peso ao sobreano (PS), ganho de peso do nascimento à desmama (GND), ganho de peso da desmama ao sobreano (GDS), perímetro escrotal (PE) e idade ao primeiro parto (IPP) em animais da raça Nelore. Foram utilizados dados de 128.148 animais nascidos entre 1984 e 2006. Os componentes de variância foram estimados pelo método da máxima verossimilhança restrita, e os valores genéticos foram preditos por modelos mistos aplicando-se modelo animal bicaracterística, incluindo peso à desmama em todas as análises. As tendências genéticas foram estimadas pela regressão dos valores genéticos sobre o ano de nascimento dos animais. Os coeficientes de herdabilidade do efeito direto estimados foram de 0,23 (0,07) (PD); 0,24 (0,02) (PS); 0,21 (0,01) (GND); 0,23 (0,01) (GDS); 0,46 (0,02) (PE) e 0,15 (0,01) (IPP). As tendências genéticas diretas estimadas foram de 0,171 (0,01); 0,219 (0,02); 0,186 (0,03) e 0,224 (0,02) kg/ano para PD, PS, GND e GDS, respectivamente, o que representa incrementos de 0,10; 0,08; 0,13 e 0,22% nas médias das mesmas características ao ano, respectivamente. Para o PE e a IPP no período de 1984 a 1995, as tendências genéticas foram nulas...

Parâmetros genéticos e tendências genéticas e fenotípicas para escores visuais na fase pós-desmama de bovinos da raça Aberdeen Angus

Weber,Tomás; Rorato,Paulo Roberto Nogara; Lopes,Jader Silva; Comin,Juliana Grigoletto; Dornelles,Mariana de Almeida; Araújo,Ronyere Olegário de
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.72%
Neste trabalho, foram avaliados, na fase de pós-desmama, 28.349 animais da raça Aberdeen Angus, nascidos entre os anos de 1993 e 2003 e criados em 141 fazendas. Os objetivos deste trabalho foram estimar parâmetros genéticos e avaliar a tendência genética e a fenotípica para os escores de avaliação visual (EVs), conformação (C), precocidade (P), musculatura (M) e tamanho (T). Os componentes de (co)variância foram estimados por REML, utilizando um modelo animal. As estimativas de herdabilidade foram: 0,13; 0,11; 0,16 e 0,13 para C, P, M e T, respectivamente. As correlações genéticas obtidas entre os escores visuais variaram de 0,01 a 0,92. As tendências genéticas e fenotípicas para C, P, M e T (pontos/ano) foram: 0,0054 e 0,0189; 0,0035 e -0,0013; 0,0057 e 0,0217 e 0,0026 e -0,0016, respectivamente. As herdabilidades estimadas sugerem baixa resposta à seleção direta. As correlações genéticas entre os EVs foram altas entre C, P e M (0,79 a 0,92) e foram baixas entre estes e T (0,01 a 0,30). As tendências genéticas mostram que a seleção está promovendo ganho genético de pequena magnitude, porém, as tendências fenotípicas, com valores negativos para algumas características, indicam que deve ser dada mais atenção para as condições ambientais.

Tendências genéticas dos efeitos genéticos direto e materno em características reprodutivas de suínos

Pires,Aldrin Vieira; Lopes,Paulo Sávio; Torres,Robledo de Almeida; Euclydes,Ricardo Frederico; Silva,Martinho de Almeida e; Costa,André Ribeiro Corrêa da
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
66.79%
Foram utilizados dados de peso da leitegada ao nascimento (PLN), peso da leitegada aos 21 dias (PL21), tamanho de leitegada ao nascimento (TLN), tamanho de leitegada ao desmame (TLD) e taxa de mortalidade (TM), para avaliar a tendência genética atribuída aos efeitos genéticos aditivos diretos e maternos, em suínos Duroc, Landrace e Large White. As estimativas dos componentes de (co)variância foram obtidas pelo método da máxima verossimilhança restrita (REML). As tendências genéticas dos efeitos genéticos direto e materno foram calculadas pela regressão das médias dos valores genéticos preditos das características, em relação ao ano de nascimento das porcas. As estimativas de tendências genéticas dos efeitos diretos mostraram que pouco ou praticamente nenhum progresso ocorreu nas características de leitegada, havendo tendências genéticas negativas (-0,0382 a 0,0756 kg no PLN, -0,1119 a 0,1118 kg no PL21, -0,0031 a 0,0509 leitões no TLN, -0,0217 a 0,0084 leitões no TLD e 0,0997 a --0,0059% na TM), evidenciando a dificuldade de se obterem ganhos genéticos expressivos nas características reprodutivas. Estes resultados destacam a importância de se utilizar a informação de parentes no melhoramento genético destas características...

Estimativas de (Co)Variâncias e Tendências Genéticas para Pesos em um Rebanho Canchim

Mello,Silvio de Paula; Alencar,Maurício Mello de; Silva,Luiz Otávio Campos da; Barbosa,Rogério Taveira; Barbosa,Pedro Franklin
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2002 PT
Relevância na Pesquisa
46.71%
Os objetivos deste trabalho foram obter estimativas de (co)variâncias e estimar a tendência genética para os pesos ao nascimento (PN), à desmama (PD) e a um ano de idade (P12) em um rebanho da raça Canchim. Foram utilizados dados de 6.517 animais, nascidos de 1953 a 1996, para estimar os valores genéticos pelo método da máxima verossimilhança restrita livre de derivadas, empregando-se um modelo que incluiu os efeitos fixos de grupo de contemporâneos (ano/época de nascimento/sexo do bezerro) e a covariável idade da vaca ao parto (efeitos linear e quadrático) e os efeitos aleatórios genéticos direto e materno e de ambiente permanente. Foram estimadas tendências genéticas para os efeitos aditivos diretos, maternos e do total maternal, pela regressão ponderada das médias anuais (ou de gerações) dos valores genéticos diretos, maternos e do total maternal sobre o ano de nascimento (ou geração) dos animais. As estimativas de herdabilidade direta foram iguais a 0,39; 0,48; e 0,63 para PN, PD e P12, respectivamente, enquanto as estimativas de herdabilidade materna foram, na mesma ordem, 0,03; 0,04; e 0,05, respectivamente. As tendências genéticas diretas anuais foram iguais a 0,046; 1,336; e 1,619 kg para PN, PD e P12...

Tendências genéticas para características relacionadas à velocidade de crescimento em bovinos Nelore na região nordeste do Brasil

Malhado,Carlos Henrique Mendes; Martins Filho,Raimundo; Lôbo,Raimundo Nonato Braga; Facó,Olivardo; Azevedo,Danielle Maria Machado Ribeiro; Souza,Julio César de; Oliveira,Sonia Maria Pinheiro
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
46.72%
Foram estimados os parâmetros e as tendências genéticas dos efeitos direto e materno na característica dias para ganhar 160 kg (D160) na fase pré-desmama e do efeito direto na característica dias para ganhar 240 kg (D240) na fase pós-desmama, em bovinos da raça Nelore, nascidos no período de 1965 a 2001, na região Nordeste do Brasil. Os parâmetros e as predições dos valores genéticos foram estimados utilizando o aplicativo MTDFREML. Para D160, o modelo incluiu os efeitos aleatórios genéticos direto e materno e de ambiente permanente, além dos efeitos fixos de grupo contemporâneo e da covariável idade da vaca ao parto, admitindo a covariância entre o efeito direto e materno igual a zero. Para D240 foram considerados os mesmos efeitos fixos, porém, apenas o efeito genético direto como efeito aleatório. As tendências genéticas foram estimadas pela regressão dos valores genéticos sobre o ano de nascimento dos animais. As estimativas de herdabilidade direta e materna para D160 foram, respectivamente, 0,12 ± 0,01 e 0,07 ± 0,02. A estimativa de herdabilidade direta para D240 foi 0,16 ± 0,02. As tendências genéticas dos efeitos diretos foram significativas, com valores estimados de -0,14 e -0...

Tendências genéticas para escores visuais de conformação, precocidade e musculatura à desmama de bovinos Nelore

Forni,Selma; Federici,Juliana de Freitas; Albuquerque,Lucia Galvão de
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.68%
Os objetivos neste estudo foram estimar os coeficientes de herdabilidade e a mudança genética nos escores visuais de conformação (C), precocidade (P) e musculatura (M) à desmama de bovinos Nelore e avaliar as mudanças promovidas pelo programa de seleção ao qual os animais foram submetidos. Foram utilizados dados de 56.076 animais nascidos entre 1990 e 2002. Os componentes de variância foram estimados por máxima verossimilhança restrita e os valores genéticos foram preditos pelo método dos modelos mistos aplicando-se um modelo animal. As tendências genéticas foram estimadas pela regressão dos valores genéticos sobre o ano de nascimento dos animais. Os coeficientes de herdabilidade do efeito direto estimados foram de 0,122±0,012; 0,153±0,012; e 0,124±0,012 e, para o efeito materno, de 0,043±0,010; 0,038±0,009; e 0,056±0,010 para C, P e M, respectivamente. As tendências genéticas diretas estimadas foram de 0,013; 0,022 e 0,018 pontos de escore ao ano para C, P e M, respectivamente, o que representa incremento anual de 0,42; 0,67 e 0,60% ao ano em relação à média fenotípica. As tendências genéticas do efeito materno foram de -0,0020; -0,0010; e -0,0009 pontos de escore ao ano para C, P e M, respectivamente...

Estudos genéticos sobre a leitegada em suínos da raça Landrace criados no Rio Grande do Sul

Lourenço,Fernanda Fernandes; Dionello,José Laurino; Medeiros,Gil Carlos Rodrigo; Rosa,Valmir Costa da
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
46.79%
Avaliaram-se parâmetros e tendências genéticas em suínos da raça Landrace em uma amostra constituída de 927 avós, 2.537 mães e 8.887 leitegadas registradas nos arquivos de dados da Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS), no estado do Rio Grande do Sul. As estimativas dos componentes genéticos foram obtidas pelo Método REML utilizando-se um modelo que incluiu os efeitos genéticos diretos e maternos; os efeitos comuns de leitegada; os efeitos fixos de grupo contemporâneo (granja, ano de nascimento dos leitões e estação do ano); e as co-variáveis número de partos da mãe e idades da mãe ao primeiro e ao último parto. As tendências genéticas diretas e maternas foram avaliadas por meio da regressão dos valores genéticos diretos e maternos sobre o ano de nascimento da mãe. As herdabilidades genéticas aditivas e maternas foram, respectivamente, de 0,0018 e 0,0117 para número de leitões ao nascimento (NLN), 0,0031 e 0,0088 para número de leitões aos 21 dias (NLD), 0,0237 e 0,0132 para peso médio ao nascimento (PMNasc), 0,0002 e 0,0081 peso médio ajustado para os 21 dias (PMD), 0,0000 e 0,0070 para ganho médio diário (GMD) e 0,0280 e 0,0103 para natimortos (NatMort). A análise de variância para as tendências genéticas...

Parâmetros genéticos e tendências genéticas e fenotípicas para características produtivas e de conformação na fase pré-desmama em uma população da raça Aberdeen Angus

Weber,Tomás; Rorato,Paulo Roberto Nogara; Lopes,Jader Silva; Comin,Juliana Grigolleto; Dornelles,Mariana de Almeida; Araújo,Ronyere Olegário de
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.75%
Com os objetivos de estimar parâmetros genéticos e avaliar a tendência genética e a fenotípica para as características peso ao nascer (PN), ganho médio diário do nascimento à desmama (GMDND), peso à desmama ajustado para 205 dias (P205) e para os escores visuais de conformação, precocidade, musculatura e tamanho, na fase pré-desmama, foram utilizados 23.176 registros de animais da raça Aberdeen Angus, nascidos entre 1994 e 2004. Os componentes de (co)variância foram estimados pelo REML, utilizando-se um modelo animal. As herdabilidades diretas variaram de 0,10 (musculatura) a 0,27 (PN) e as maternas, de 0,07 (GMDND) a 0,21(P205). As correlações genéticas entre GMDND e os escores visuais variaram de 0,55 a 0,66 e para os escores visuais entre si, de 0,50 a 0,92. As tendências genéticas para PN, GMDND, P205 foram 17,5; 1,1 e 220,9 (g/ano) e para os escores visuais as tendências genéticas foram próximas de zero; as fenotípicas foram 29,8; -3,3 e 467,9 (g/ano). As herdabilidades diretas estimadas sugerem ser possível obter ganho genético por meio da seleção, embora com pequeno ganho para os escores visuais. As correlações genéticas entre GMDND e os escores visuais indicam que a seleção para a primeira promove melhoria nos escores visuais e vice versa. As tendências genéticas indicam progresso genético...

Tendências genéticas para características relacionadas à velocidade de crescimento em bovinos Nelore na Região Nordeste do Brasil.

MALHADO, C. H. M.; MARTINS FILHO, R.; LOBO, R. N. B.; FACÓ, O.; AZEVÊDO, D. M. M. R.; SOUZA, J. C. de; OLIVEIRA, S. M. P.
Fonte: Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa, MG, v. 34, n. 1, p. 60-65, jan./fev., 2005. Publicador: Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa, MG, v. 34, n. 1, p. 60-65, jan./fev., 2005.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.72%
Foram estimados os parâmetros e as tendências genéticas dos efeitos direto e materno na característica dias para ganhar 160 kg (D160) na fase pré-desmama e do efeito direto na característica dias para ganhar 240 kg (D240) na fase pós-desmama, em bovinos da raça Nelore, nascidos no período de 1965 a 2001, na região Nordeste do Brasil. Os parâmetros e as predições dos valores genéticos foram estimados utilizando o aplicativo MTDFREML. Para D160, o modelo incluiu os efeitos aleatórios genéticos direto e materno e de ambiente permanente, além dos efeitos fixos de grupo contemporâneo e da covariável idade da vaca ao parto, admitindo a covariância entre o efeito direto e materno igual a zero. Para D240 foram considerados os mesmos efeitos fixos, porém, apenas o efeito genético direto como efeito aleatório. As tendências genéticas foram estimadas pela regressão dos valores genéticos sobre o ano de nascimento dos animais. As estimativas de herdabilidade direta e materna para D160 foram, respectivamente, 0,12 ± 0,01 e 0,07 ± 0,02. A estimativa de herdabilidade direta para D240 foi 0,16 ± 0,02. As tendências genéticas dos efeitos diretos foram significativas, com valores estimados de -0,14 e -0,41 dias/ano para D160 e D240...

Tendências genéticas para peso, perímetro escrotal e escores de avaliação visual à desmama, em bovinos da raça Canchim.

BARICHELLO, F.; ALENCAR, M. M. de; TORRES JÚNIOR, R. A. de; SILVA, L. O. C. da.
Fonte: In: REUNION ASOCIACION LATINOAMERICANA DE PRODUCCION ANIMAL, 20.; REUNION ASOCIACION PERUANA DE PRODUCCION ANINAL, 30.; CONGRESSO INTERNACIONAL DE GANDEIRA DE DOBLE PROPOSTO, 5., 2007, Cuzco, Perú. Annales... Cuzco: ALPA: APPA, 2007. Publicador: In: REUNION ASOCIACION LATINOAMERICANA DE PRODUCCION ANIMAL, 20.; REUNION ASOCIACION PERUANA DE PRODUCCION ANINAL, 30.; CONGRESSO INTERNACIONAL DE GANDEIRA DE DOBLE PROPOSTO, 5., 2007, Cuzco, Perú. Annales... Cuzco: ALPA: APPA, 2007.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.84%
O objetivo neste trabalho foi estimar as tendências genéticas aditivas diretas e aditivas maternas para as características peso (PD), perímetro escrotal (PE) e escores de avaliação visual de conformação frigorífica (CF), umbigo (UM) e qualidade de pelagem (PEL) de bovinos da raça Canchim, obtidas à desmama, utilizando dados de animais nascidos de 1999 a 2005. As tendências genéticas foram obtidas pela regressão das médias dos valores genéticos anuais no ano de nascimento, ponderada pelo número de observações. Os valores genéticos foram obtidos pelo método da máxima verossimilhança restrita utilizando-se modelos animais unicaracterísticas compostos pelos efeitos fixos de grupo de contemporâneo (criador, ano e época de nascimento, sexo e regime alimentar) e das covariáveis proporção de Charolês no animal, proporção de Charolês na mãe, heterozigose na mãe, idade da vaca ao parto (linear e quadrático) e idade do bezerro à desmama (linear), além dos efeitos aleatórios genéticos aditivos diretos, genéticos aditivos maternos, de ambiente permanente materno (exceto para PEL) e residual. Os resultados mostraram tendências genéticas aditivas diretas anuais para PD, PE e CF significativas e iguais a 0...

Parâmetros e tendências genéticas do peso de bovinos criados à pasto no Brasil.

SOUZA, J. C.; SILVA, L. O. C. da; GONDO, A.; FREITAS, J. A.; MALHADO, C. H. M.; FERRAR FILHO, P. B.; SERENO, J. R. B.; LAMBERSON, W. R.
Fonte: Archivos de Zootecnia, v. 60, n. 231, p. 457-465, 2011. Publicador: Archivos de Zootecnia, v. 60, n. 231, p. 457-465, 2011.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.72%
Parâmetros e tendências genéticas para os pesos aos 120 (P120: n= 86 852), 205 (P205: n= 86 852), 365 (P365: n= 61 637) e 550 (P550: n= 36 187) dias de idade foram estimados para animais da raça Nelore criados a campo nas regiões Centro-Oeste e Sudeste no Brasil. Os dados são provenientes da ABCZ/EMBRAPA e foram obtidos no período entre 1975 a 2001. Os parâmetros foram obtidos utilizando o programa MTDFREML, em análise unicaracterística. Os efeitos fixos foram grupo de contemporâneos (combinação de estação (água e seca), ano, sexo e fazenda) e a covariável idade da vaca ao parto (linear e quadratico). Como efeito aleatório utilizou-se o efeito aditivo direto, aditivo materno, e de ambiente permanente. As estimativas das variâncias genéticas, direta e materna, ambientais e fenotípicas e as covariâncias entre o efeito direto e materno foram 51,1; 17,9; 190,5; 280,4 e -12,0 para P120; 128,6; 47,2; 695,7; 932,4 e -25,9 para P205; 435,9; 32,2; 2934,0; 3604,9 e -27,4 para P365; 607,9; 177,7; 5637,7; 6602,5 e -117,6 para P550. Os valores de herdabilidades direta encontram-se na faixa de 0,09 a 0,18; herdabilidade materna variaram de 0,01 a 0,06, correlação direta materna entre -0,23 a -0,36 e o efeito de ambiente permanente igual a 0...

Tendências genéticas e fenotípicas para características produtivas e reprodutivas para fêmeas da raça Nelore.

RORATO, P. R. N.; ARAÚJO, R. O. de; MARCONDES, C. R.; EVERLING, D. M.; BRESOLIN, T.; WEBER, T.
Fonte: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MELHORAMENTO ANIMAL, 9., 2012, João Pessoa. Anais... João Pessoa. SBMA, 2012. Publicador: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MELHORAMENTO ANIMAL, 9., 2012, João Pessoa. Anais... João Pessoa. SBMA, 2012.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.71%
Objetivou-se estimar as tendências genéticas e fenotípicas, utilizando Inferência Bayesiana, para um indicador de produtividade e para características reprodutiva e produtivas para fêmeas da raça Nelore. O arquivo de trabalho estava constituído de 3.029 registros de animais, filhas de 357 touros e 3.029 vacas. Foi adotado um modelo animal tetracaracterística, considerando como aleatórios os efeitos genéticos aditivos diretos e os residuais e como fixos o efeitos do ano de nascimento e do grupo de contemporâneos. As tendências genéticas diretas para o peso aos 365 e aos 550 dias de idade, para a idade da vaca ao parto e para o indicador de produtividade total, foram: 101,1 e 126,2 g/ano; -1,10 dias/ano e 116,2 g/bezerro desmamado/ano, respectivamente. As tendências fenotípicas foram desfavoráveis para todas as características avaliadas. As tendências genéticas obtidas para as características avaliadas indicam que a seleção realizada vem promovendo progresso genético; contudo, melhorias nas condições de ambiente devem ser implementadas, para que o genótipo dos indivíduos se expresse com maior eficiência.; 2012

Tendências genéticas e fenotípicas para características produtivas e reprodutivas para fêmeas da raça Nelore.

RORATO, P. R. N.; ARAÚJO, R. O. de; MARCONDES, C. R.; EVERLING, D. M.; BRESOLIN, T.; WEBER, T.
Fonte: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MELHORAMENTO ANIMAL, 9., 2012, João Pessoa. Anais... João Pessoa: SBMA, 2012. Publicador: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MELHORAMENTO ANIMAL, 9., 2012, João Pessoa. Anais... João Pessoa: SBMA, 2012.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.71%
Objetivou-se estimar as tendências genéticas e fenotípicas, utilizando Inferência Bayesiana, para um indicador de produtividade e para características reprodutiva e produtivas para fêmeas da raça Nelore. O arquivo de trabalho estava constituído de 3.029 registros de animais, filhas de 357 touros e 3.029 vacas. Foi adotado um modelo animal tetracaracterística, considerando como aleatórios os efeitos genéticos aditivos diretos e os residuais e como fixos o efeitos do ano de nascimento e do grupo de contemporâneos. As tendências genéticas diretas para o peso aos 365 e aos 550 dias de idade, para a idade da vaca ao parto e para o indicador de produtividade total, foram: 101,1 e 126,2 g/ano; -1,10 dias/ano e 116,2 g/bezerro desmamado/ano, respectivamente. As tendências fenotípicas foram desfavoráveis para todas as características avaliadas. As tendências genéticas obtidas para as características avaliadas indicam que a seleção realizada vem promovendo progresso genético; contudo, melhorias nas condições de ambiente devem ser implementadas, para que o genótipo dos indivíduos se expresse com maior eficiência.; 2012

Selección de modelos, parámetros genéticos y tendencias genéticas en las evaluaciones genéticas nacionales de bovinos Brangus y Salers

Domínguez-Viveros,Joel; Rodríguez-Almeida,Felipe A.; Ortega-Gutiérrez,Juan A.; Flores-Mariñelarena,Alberto
Fonte: Colegio de Postgraduados Publicador: Colegio de Postgraduados
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 ES
Relevância na Pesquisa
66.81%
Los objetivos del presente estudio fueron definir modelos estadísticos para las evaluaciones genéticas nacionales de bovinos Salers (SL) y Brangus (BR), estimar parámetros genéticos, y predecir valores genéticos (vgd=directos, vgm=maternos) y analizar sus tendencias. Las variables estudiadas fueron los pesos al nacimiento (PN; SL=3583, BR = 17107) y al destete ajustado a 205 d (PD; SL=3518, BR = 16119), utilizando los pedigríes de las Asociaciones Mexicanas de Criadores de SL (n = 10531) y BR (n=35894). La definición de modelo se inició con un modelo mixto completo que incluyó el efecto fijo de año-época-sexo-rancho, más la covariable edad de la vaca. Como aleatorios el modelo incluyó los efectos genéticos directos y maternos, la covarianza entre éstos y los efectos maternos de ambiente permanente. La selección del mejor modelo fue realizada con proporción de verosimilitudes, criterios de información de Akaike y de Schwarz. Los resultados de selección de modelos coinciden con las tres metodologías usadas. En BR el modelo completo fue seleccionado para PN y PD. En SL para PN el modelo seleccionado incluyó los efectos genéticos directos y maternos, más la covarianza entre ellos; mientras que para PD el modelo seleccionado consideró los efectos genéticos directos y maternos...

Tendencias genéticas y fenotípicas para producción de leche de ganado Holstein en dos modalidades de control de producción

Toledo Alvarado,Hugo O.; Ruiz López,Felipe de Jesús; Vázquez Peláez,Carlos G.; Berruecos Villalobos,José M.; Elzo,Mauricio A.
Fonte: Instituto Nacional de Investigaciones Forestales, Agrícolas y Pecuarias Publicador: Instituto Nacional de Investigaciones Forestales, Agrícolas y Pecuarias
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 ES
Relevância na Pesquisa
66.61%
Se utilizaron registros de producción de leche ajustada a 305 días, equivalente edad adulta y dos ordeñas de la primera lactancia, del Programa Nacional de Mejoramiento Genético en México PNMG (n= 163,885), que incluye a la Asociación Holstein de México (AHM) (n= 43,668) y al Banco Nacional de Información Lechera (BNIL) (n= 120,217). El objetivo del estudio fue el análisis de las tendencias genéticas de poblaciones Holstein en México. Se utilizó el método del Mejor Predictor Lineal Insesgado para predecir los valores genéticos (VG) de los animales con un modelo animal usando el programa ASREML, el modelo incluyó el grupo hato-año-estación de parto como efecto fijo, y animal y residuo como aleatorios. Se estimaron los promedios de los VG de los sementales ponderados por el número de hijas y no ponderados del PNMG, AHM y BNIL. Así como los promedios ponderados de los VG de los sementales del PNMG de acuerdo a su país de origen (EUA, Canadá, México y Otros). También se estimaron los promedios de VG y valores fenotípicos (VF) para las vacas en producción. Los VG y VF promedios de las vacas del PNMG, AHM y BNIL aumentaron entre el 2007 y el 2011. Ganaderos de la AHM escogieron sementales con mayores VG que los del BNIL. Sin embargo...

Tendencias genéticas y fenotípicas para características de producción y composición de la leche en cabras Saanen de México

Torres-Vázquez,José Antonio; Valencia-Posadas,Mauricio; Castillo-Juárez,Héctor; Montaldo,Hugo H
Fonte: Instituto Nacional de Investigaciones Forestales, Agrícolas y Pecuarias Publicador: Instituto Nacional de Investigaciones Forestales, Agrícolas y Pecuarias
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 ES
Relevância na Pesquisa
46.78%
Con el objetivo de estimar las tendencias genéticas y fenotípicas, se analizaron registros de primera lactancia estandarizados a 305 días para producción de leche (MILK, n = 1041), producción de grasa (FAT, n = 487), producción de proteína (PROT, n = 477), producción de lactosa (LACT, n = 401), contenido de grasa (%FAT, n = 487), contenido de proteína (%PROT, n = 477) y contenido de lactosa (%LACT, n = 401), obtenidos entre 2000 y 2006 en 10 rebaños de cabras Saanen de Guanajuato, México. Los valores genéticos aditivos predichos (VGP) se obtuvieron mediante modelos animales univariados que incluyeron grupos genéticos de progenitores fantasmas. Las tendencias genéticas se estimaron a partir de la regresión de los VGP en el año de nacimiento. Las tendencias fenotípicas se estimaron a partir de la regresión de los registros en el año de nacimiento. Las tendencias genéticas anuales para MILK, FAT, PROT y LACT fueron de 2.99 ± 1.06 kg, -0.21 ± 0.09 kg, -0.10 ± 0.04 kg y -0.19 ± 0.09 kg, respectivamente (P<0.05). Las tendencias genéticas anuales para %FAT, %PROT y %LACT fueron cercanas a cero (P>0.05). La tendencia genética anual para MILK fue de 0.32 % de la media fenotípica. Estos resultados indican que es preciso usar criterios más adecuados de selección...

Parámetros y Tendencias Genéticas para Característica de Crecimiento Predestete en una Población Bovina Multirracial en Colombia

Vergara,Oscar D; Martínez,Nicolás A; Almanza,Roberto; Patiño,René M; Calderon,Alfonso
Fonte: Revista de la Facultad de Ciencias Veterinarias. Universidad Central de Venezuela. Publicador: Revista de la Facultad de Ciencias Veterinarias. Universidad Central de Venezuela.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 ES
Relevância na Pesquisa
46.72%
El presente estudio tuvo como objetivo estimar las heredabilidades, correlaciones, heterosis y tendencias genéticas para peso al nacer (PN) y al destete ajustado (PDA; 270 d) en una población multirracial Angus×Brahman en el Trópico bajo colombiano. Se utilizaron 561 registros de pesos al nacer y al destete entre los años 1999 al 2010. Los datos fueron analizados mediante un modelo bivariado que incluyó los efectos fijos de grupo contemporáneo (año-época de nacimiento-sexo), edad de la madre, efectos genéticos directos y maternos de raza, heterosis individual y materna; y los efectos aleatorios genéticos directos y maternos del animal, ambiente permanente materno y residual. Los componentes de varianza se estimaron por el método de máxima verosimilitud restringida, mediante el programa AIREML. Las heredabilidades directas estimadas para PN y PDA fueron 0,08 ± 0,005 y 0,10 ± 0,006, respectivamente. La heredabilidad materna para PN fue de 0,04 ± 0,002 y 0,08 ± 0,005 para PDA. Se encontraron correlaciones genéticas negativas entre efectos directos y maternos para PN (-0,51 ± 0,02) y PDA (-0,21 ± 0,03) y entre efectos directos para PN y maternos para PDA (-0,50 ± 0,02). Las tendencias genéticas para efectos directos y maternos fueron cercanas a cero y no significativas (P>0...

Tendencias Genéticas y Fenotípicas de Características de Crecimiento en el Ganado Brahman de Registro de México.

Parra-Bracamonte,Gaspar Manuel; Martínez-González,Juan Carlos; García-Esquivel,Francisco Javier; González-Reyna,Arnoldo; Briones-Encinia,Florencio; Cienfuegos-Rivas,Eugenia Guadalupe
Fonte: UNIVERSIDAD DEL ZULIA Publicador: UNIVERSIDAD DEL ZULIA
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2007 ES
Relevância na Pesquisa
66.8%
El objetivo de este estudio fue estimar las tendencias fenotípicas y genéticas para las características de crecimiento: peso al nacimiento (PN), peso al destete (P205), peso al año (P365) y peso a los 550 días (P550), en ganado Brahman de registro de México. Los datos correspondieron a 23.570 registros de pesos de becerros que se encontraban en el Programa de Control de Desarrollo Ponderal (PCDP) de la Asociación Mexicana de Criadores de Cebú (AMCC). Para las tendencias fenotípicas se utilizaron los promedios ajustados de las variables por el año de nacimiento; y para las tendencias genéticas fueron ajustadas las medias de los valores genéticos predichos (VGP) por año de nacimiento. Los períodos ajustados fueron de 1993 a 2003. Los VGP se estimaron mediante las diferencias esperadas de progenie (DEP’s) obtenidas en un estudio previo. Todos los ajustes de cambio fenotípico fueron significativos (P<0,05), resultando de 0,142; 2,134; 8,570 y 12,820 kg/año para PN, P205, P365 y P550, respectivamente. Para las tendencias genéticas directas, se obtuvieron cambios significativos para P205 y P550 (P<0,05); y las estimaciones fueron, 1 g/año para PN; 191 g/año para P205; 262 g/año para P365; y 608 g/año para P550, respectivamente. Para el cambio genético materno...