Página 1 dos resultados de 178 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Cooperação internacional na produção de etanol : limites e oportunidades

Oliveira Filho, Luiz Albino Barbosa de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.24%
Após a entrada em vigor do Protocolo de Kyoto em 2005 e a divulgação dos relatórios do IPCC sobre as mudanças climáticas, em 2007, muitos países passaram a buscar formas de produzir fontes alternativas de energia na tentativa de diminuir suas emissões de gases de efeito estufa. Por outro lado, a tentativa de alguns países de serem menos dependentes do petróleo e consolidarem políticas de segurança energética foi também um fator que contribuiu significativamente para a produção e consumo de fontes renováveis. Assim, a produção e a demanda de biocombustíveis apresentam-se como alternativa para o cumprimento de ambos os objetivos: redução de emissões e segurança energética. Quando analisamos custo de produção, produção por hectare, balanço energético e redução na emissão de gases de efeito estufa, a cana-de-açúcar apresenta-se como a matéria-prima mais competitiva para a produção de etanol. Entretanto, nem todos os países possuem tecnologia, condições agroclimáticas, estabilidade política para a produção dessa cultura. Este trabalho tem o objetivo de identificar as condições climáticas, socioeconômicas e políticas de países e sub-regiões localizados na zona intertropical, de modo a facilitar a disseminação da produção de etanol por meio da cooperação internacional. No entanto...

Um modelo de cooperação internacional em ciência, tecnologia e inovação : projeções para os BRIC

Leal, Hânder Costa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.41%
A tecnologia constitui um dos principais determinantes das Relações Internacionais contemporâneas. Nos últimos anos, uma série de fatores configura-se de maneira favorável ao Brasil, permitindo que o país aumente sua capacidade de produção em Ciência, Tecnologia e Inovação (C, T & I) e adote uma postura de doador líquido de cooperação internacional. Neste trabalho, mostraremos que o adensamento das relações de cooperação em C, T & I entre os BRIC constitui um caminho para que o Brasil aumente seu desempenho em C, T & I através da cooperação Sul-Sul. Utilizamos as abordagens teóricas realista e construtivista das Relações Internacionais para mostrar que a cooperação internacional em C, T & I é configurada em dois níveis: material e subjetivo. A construção de dois modelos interteóricos mostra que (i) a conjuntura internacional atual marca um período de crise de legitimidade de poder no sistema internacional, de modo que a cooperação internacional em C, T & I é configurada não apenas no nível material, mas também no nível subjetivo de interação entre os Estados e que (ii) na ausência de identidade coletiva entre os BRIC, a cooperação internacional em C, T & I estabelecida entre os quatro gigantes da nova ordem multipolar tende a acarretar a mesma assimetria observada na cooperação Norte-Sul em C...

Brasil e África : 30 anos de cooperação entre Brasília e Maputo

Hartmann, Alberto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.16%
A presente pesquisa investiga os principais movimentos diplomáticos e econômicos que ocorreram nas relações internacionais entre Brasil e Moçambique nos últimos 30 anos. Objetiva-se compreender aqui o que causou as fortes oscilações em tais relações neste período, nomeadamente o seu aprofundamento no último decênio, quando foram alcançados não só ganhos quantitativos, mas também ganhos qualitativos, a partir de uma intensa cooperação internacional. Para tanto, faz-se uso de três instrumentos de análise, quais sejam: acordos de cooperação, fluxos comerciais e visitas presidenciais. A partir dos métodos histórico-descritivo e dedutivo, constrói-se o argumento do presente trabalho. As suas seções abordam o interesse nacional, a formação política e econômica de Moçambique, o histórico das relações entre Brasil e Moçambique, os fluxos comercias dos países-membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e a cooperação bilateral entre Brasília e Maputo, sobretudo para o setor agrícola. Trabalha-se, por fim, com a hipótese de que o Brasil passou, a partir dos anos 2000, a adotar uma postura mais crítica para com a globalização, promovendo, assim, relações horizontais não apenas em termos de trocas comerciais...

A cooperação internacional em programas de produtos de defesa e seus atores: o caso Brasil e África do Sul no desenvolvimento do míssil A-Darter

Silva, Peterson Ferreira da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 234 p. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
66.12%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Relações Internacionais (UNESP - UNICAMP - PUC-SP) - FFC; Este projeto de pesquisa tem como tema a cooperação internacional em programas de produtos de defesa no entorno estratégico brasileiro. O objeto de investigação é o caso delimitado pela dinâmica dos diversos atores, e seus respectivos interesses, envolvidos no desenvolvimento conjunto Brasil-África do Sul do míssil ar-ar A-Darter. O foco da investigação, à luz das Relações Internacionais, será a interação entre os principais atores do setor de defesa brasileiro em seus contextos específicos porém interdependentes, isto é, diplomático, militar, empresarial e no que tange à sua gestão. O período analisado compreende os primeiros contatos de alto-nível, realizados em 2003, e o primeiro disparo em voo bem sucedido do A-Darter, ocorrido em julho de 2010. Argumenta-se a necessidade de mecanismos claros e permanentes de coordenação entre os principais atores do setor de defesa brasileiro de forma a maximizar os benefícios desse tipo de cooperação; The subject of this research project is the international cooperation on defence products programmes in the so-called Brazilian strategic interests area. The object of investigation is the dynamics and respective interests of the various players involved in the Brazil-South Africa joint development of the air-air missile A-Darter. Based on International Relations theory...

A cooperação internacional em programas de produtos de defesa e seus atores : o caso Brasil e África do Sul no desenvolvimento do míssil A-Darter; International cooperation on defense products programs and players : If the Bthe case of Brazilian-South African developpment A-Darter missile

Peterson Ferreira da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.12%
Este projeto de pesquisa tem como tema a cooperação internacional em programas de produtos de defesa no entorno estratégico brasileiro. O objeto de investigação é o caso delimitado pela dinâmica dos diversos atores, e seus respectivos interesses, envolvidos no desenvolvimento conjunto Brasil-África do Sul do míssil ar-ar A-Darter. O foco da investigação, à luz das Relações Internacionais, será a interação entre os principais atores do setor de defesa brasileiro em seus contextos específicos porém interdependentes, isto é, diplomático, militar, empresarial e no que tange à sua gestão. O período analisado compreende os primeiros contatos de alto-nível, realizados em 2003, e o primeiro disparo em voo bem sucedido do A-Darter, ocorrido em julho de 2010. Argumenta-se a necessidade de mecanismos claros e permanentes de coordenação entre os principais atores do setor de defesa brasileiro de forma a maximizar os benefícios desse tipo de cooperação; The subject of this research project is the international cooperation on defence products programmes in the so-called Brazilian strategic interests area. The object of investigation is the dynamics and respective interests of the various players involved in the Brazil-South Africa joint development of the air-air missile A-Darter. Based on International Relations theory...

Dinâmicas de conhecimento na cooperação internacional para o meio ambiente : uma análise do ônibus movido a hidrogênio no Brasil com recursos do fundo para o meio ambiente mundial (GEF); Knowledge dynamics in the international cooperation for development : an analyzing of the fuel cell bus in Brazil with resources from the global environment facility (GEF)

Nicole Aguilar Gayard
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.27%
No contexto de crescentes preocupações com a dimensão ambiental na agenda política global, tem havido um aumento de iniciativas de cooperação internacional para esta temática. O Fundo para o Meio Ambiente Mundial (GEF), criado em 1991, constitui um organismo multilateral, cujo financiamento se destina a projetos para a proteção do meio ambiente global, realizados em países em desenvolvimento. A proposta do GEF se enquadra no âmbito das assimetrias Norte-Sul para gerir os problemas ambientais, consistindo em um instrumento de auxílio aos países com menos recursos para participar na prevenção de problemas ambientais globais. A presente dissertação examina as dinâmicas de conhecimento envolvidas neste padrão de cooperação. Com base no referencial teórico do neofuncionalismo nas relações internacionais, discute-se o papel central que formas de expertise adquiriram na realização da cooperação internacional em geral, e mais especificamente, nas iniciativas voltadas ao meio ambiente, tendo sido incorporadas na estrutura das principais agências multilaterais de cooperação. A importância da expertise no estabelecimento de padrões e políticas ambientais é contraposta por abordagens - como os Estudos Sociais da Ciência e Tecnologia e a Teoria Cultural do Risco - que questionam a aparente neutralidade do conhecimento científico neste processo. Assim...

REFLEXÕES SOBRE O PROCESSO DE INTERNACIONALIZAÇÃO EM CURSOS SUPERIORES DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA: A EXPERIÊNCIA DA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE AMERICANA

Saes, Maria Elizete Luz; Succi, Osvaldo; Garbuio, Luciene Maria
Fonte: INPEAU Publicador: INPEAU
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.03%
Este trabalho apresenta um recorte temático de uma pesquisa em desenvolvimento na Faculdade de Tecnologia de Americana, vinculada ao Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, cujo objetivo é analisar criticamente as ações de internacionalização, para compreender suas características e refletir como tal processo pode contribuir com as estratégias de cooperação internacional, geração de novos conhecimentos e com o fortalecimento do ensino, pesquisa e extensão em instituições de ensino superior. A análise dos dados coletados a partir de pesquisa documental, questionários e entrevistas semiestruturadas fornecerá subsídios para proceder à caracterização dos programas e ações de internacionalização em desenvolvimento na Fatec Americana. Análises preliminares indicam que essas ações podem contribuir com a formação técnica e acadêmica de seus alunos, aperfeiçoar suas competências linguísticas bem como ampliar a capacidade de compreender diversidades interculturais em ambientes profissionais/educacionais. As reflexões ainda em desenvolvimento poderão contribuir também para que gestores acadêmicos procedam à adequação dos programas de internacionalização de instituições de ensino superior.

O papel da cooperação internacional no desenvolvimento científico brasileiro : o caso do acordo entre o Brasil e a Organização Européia para a Pesquisa Nuclerar (CERN)

Duarte, Rafael Pinto
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.19%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2008.; Este trabalho analisa o papel da cooperação internacional no processo de desenvolvimento científico e tecnológico brasileiro, tendo como base a cooperação entre o Brasil e a Organização Européia para Pesquisa Nuclear (CERN). Analisa a agenda internacional nas estratégias nacionais de desenvolvimento em C&T desde os anos 1970. Propõe uma visão estratégica de um ciclo que envolve intercâmbio e colaborações científicas internacionais como etapas iniciais que levam à Cooperação Internacional (CI), esta última verdadeiramente capaz de gerar desenvolvimento científico. O estudo de caso sobre a participação de cientistas brasileiros no CERN mostra que a CI só gera desenvolvimento científico se contar com a participação do Estado para garantir investimentos e apoio institucional aos cientistas brasileiros no longo prazo. Assim a CI torna-se elemento indispensável para a elaboração e execução de políticas públicas que vislumbrem o desenvolvimento científico e tecnológico nacional. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT; The present work studies the role of international cooperation on the Brazilian scientific and technological (S&T) development process...

Acesso aos recursos genéticos, transferência de tecnologia e bioprospecção

Platiau, Ana Flávia Barros; Varella, Marcelo Dias
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
55.86%
O que está em jogo nas negociações internacionais relativas à proteção da biodiversidade é muito mais do que questões ecológicas, é a construção jurídica do problema, dos responsáveis e de possíveis soluções. Com efeito, os interesses divergentes de desenvolvimento nacional face às empresas privadas tornam a questão do acesso aos recursos genéticos e a transferência de tecnologia fontes de consideráveis querelas entre Estados soberanos. Apesar disso, existem vários contratos de bioprospecção envolvendo Estados, comunidades tradicionais e firmas transnacionais. Nesse contexto, o Brasil, rico em biodiversidade e com razoável nível tecnológico, pretende elaborar uma legislação nacional de regulação de acesso aos recursos genéticos. No entanto, esse artigo procura analisar porque tal legislação em si carece de eficácia concreta perante o objetivo de garantir os resultados almejados, e que o objetivo principal do Brasil deve ser não o mero pagamento de royalties, mas sim verdadeiras "parcerias tecnológicas" com vistas a modernizar o parque tecnológico nacional. __________________________________________________________________________________ ABSTRACT; When mentioned the protection of biodiversity...

Cooperação Sul-Sul na área de saúde : dimensões bioéticas

Santana, José Francisco Nogueira Paranaguá de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
56.25%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2012.; Introdução: apresenta considerações sobre a saúde mundial, mencionando o paradoxal contraste entre a evolução das condições de vida da maioria das populações vis-à-vis o avanço científico, tecnológico e econômico global, bem como a intensificação da cooperação internacional ante essa situação; focaliza a reconfiguração da bipolaridade Leste-Oeste e Norte-Sul e o fortalecimento das relações Sul-Sul no contexto intergovernamental das Nações Unidas; destaca a relevância da bioética ante esses processos na área da saúde e ressalta o potencial dessa contribuição, a partir dos enfoques da bioética da intervenção e seus vínculos com a saúde coletiva na experiência brasileira. Objetivo: visa desenvolver uma reflexão crítica sobre as dimensões bioéticas dos processos de cooperação técnica entre países em saúde, levando em conta o contexto evolucional das relações entre os Estados nacionais (diplomacia). Metodologia: inclui cinco etapas realizadas sinergicamente – (1) revisão da produção científica catalogada em duas fontes bibliográficas representativas da literatura mundial sobre ciências da saúde (BVS/BIREME e PubMed)...

Cooperação em ciência, tecnologia e inovação entre Brasil e Japão no século XXI : contribuições para o desenvolvimento; Cooperation in science, technology and innovation between Brazil and Japan in the 21st century : contributions to development

Sant`Anna, Nanahira de Rabelo e
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.23%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Estudos Avançados e Multidisciplinares, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação Internacional, 2013.; A dissertação descreve e analisa o histórico recente das relações de cooperação em CT&I entre Brasil e Japão, com ênfase nos acordos assinados desde a década de 1970 e nos projetos realizados na primeira década do Século XXI, de modo a verificar as contribuições dessas ações de cooperação bilateral para a melhoria de competências em CT&I que repercutem no desenvolvimento brasileiro. As contribuições da cooperação bilateral em CT&I para o desenvolvimento são verificadas mediante comparação entre as estratégias e setores priorizados pelas políticas de CT&I de Brasil e Japão e as ações e áreas nas quais a cooperação bilateral foi realizada. Para tanto, são apresentadas as políticas de CT&I dos dois países, elaboradas desde as décadas finais do Século XX, destacando-se as orientações para cooperação internacional nelas contidas. O marco de referência teórica e conceitual caracteriza-se por exercício interdisciplinar entre três campos de estudo, Relações Internacionais, Economia e Sociologia. O método utilizado...

Cooperação internacional em ciência e tecnologia: oportunidades e riscos

Silva,Darly Henriques da
Fonte: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais Publicador: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.19%
O artigo analisa diferenças entre cooperação e colaboração científica e tecnológica. A cooperação internacional representa oportunidades para parceiros sobretudo as alianças estratégicas. Na colaboração Norte-Sul geralmente os países desenvolvidos definem o projeto/programa e detém a propriedade dos resultados. Reconhecer estas diferenças representa desafios e oportunidades mas também riscos para o Brasil.

Cooperação Internacional em Ciência e Tecnologia: Refletindo Conceitos e Questões Contemporâneas

Ribeiro,Maria Clotilde Meirelles; Baiardi,Amilcar
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Instituto de Relações Internacionais Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Instituto de Relações Internacionais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
56.21%
Oartigo discute a cooperação internacional para o desenvolvimento no eixo da Ciência e Tecnologia (C&T), analisando questões cruciais contemporâneas e questões brasileiras específicas. Partindo de contribuições de relevantes autores, o trabalho focaliza os conceitos centrais de ciência, tecnologia e cooperação internacional em C&T, com distintas visões de especialistas em diferentes períodos. Na sequência, aborda tipologias da cooperação internacional, introduzindo uma reflexão sobre a técnica e a natureza humana, e sobre distinções entre “técnica” e “tecnologia”, bem como especificidades dos vetores da cooperação científico-tecnológica e da cooperação técnica. Prosseguindo, o artigo traz um breve histórico da trajetória da cooperação internacional em C&T, notadamente nos momentos demarcados pela Guerra Fria, aporta exemplos concretos e debate dilemas, oportunidades, riscos e desafios, bem como a realidade do Brasil diante deste instrumento da política externa dos governos.

Vocabulário internacional de termos de metrologia legal

Inmetro, Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Folheto / Sheet
POR
Relevância na Pesquisa
55.91%
30 p.; O desenvolvimento e a consolidação da cultura metrológica vem-se constituindo em uma estratégia permanente das organizações, uma vez que resultam em ganhos de produtividade, qualidade dos produtos e serviços, redução de custos e eliminação de desperdícios. A construção de um senso de cultura metrológica não é tarefa simples, requer ações duradouras de longo prazo e depende não apenas de treinamentos especializados, mas de uma ampla difusão dos valores da qualidade em toda a sociedade. Cientes dessa responsabilidade, o INMETRO e o SENAI vêm celebrando regularmente convênios de cooperação que prevêem o desenvolvimento conjunto de ações nos campos das metrologia, da normalização e da avaliação da conformidade, entre as quais a produção e disseminação de literatura especializada. A presente edição certamente se insere neste contexto, dando prosseguimento a outras anteriormente publicadas. Ao disponibilizá-la o INMETRO e o SENAI têm a expectativa de tornar mais acessíveis conceitos e informações básicas, tanto para o público especializado como para toda a sociedade.

A cooperação entre Brasil e Estados Unidos na área de biocombustíveis

Marinho, Frederico de Almeida Castro
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.01%
97 f. : tab.; O propósito central da pesquisa é o de analisar a existência de três elementos que influenciam a ação de política externa do governo brasileiro na área dos biocombustíveis. O primeiro refere-se à evolução do etanol no Brasil e à alteração das condições matérias na área energética. O segundo refere-se ao destaque atribuído pelo governo de Luis Inácio Lula da Silva ao tema e aos rearranjos institucionais ocorridos recentemente. O terceiro constitui-se do objetivo de torná-los uma commodity internacional e de formar um mercado global, principalmente de etanol nesse primeiro momento.A sistematização e contextualização das ações para atingir esses objetivos foram desenvolvidas no âmbito bilateral, com os Estados Unidos, e no multilateral, com o intuito de analisar a dinâmica das ações da Política Eterna Brasileira nessas duas vertentes.A análise da evolução desse processo indica o adensamento da interação entre Brasil e Estados Unidos e das iniciativas nesse sentido. ____________________________________________________________________________________.; ABSTRACT: The main purpose of this research is to analyze the existence of three factors that influence the foreign policy actions of the Brazilian government in the area of biofuels. The first refers to the evolution of ethanol in Brazil and the material conditions in the energy sector. The second refers to the prominence given by the government of Luis Inácio Lula da Silva to the subject and the institutional rearrangements that have occurred recently. The third factor refers to the goal of turning biofuels into an international commodity and to establish a global market...

Autonomia e supremacia da comunidade científica : os acordos internacionais da FAPESP; Autonomy and supremacy of the scientific community : FAPESP's international agreements

Amanda Almeida Domingues
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/01/2015 PT
Relevância na Pesquisa
56.21%
Não há dúvidas de que a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) é uma das principais agências brasileiras financiadoras da colaboração internacional. Considerando a importância que conquistou, é preciso compreender e explorar a forma como a FAPESP se ergueu e se sustentou como tal. Este trabalho pretende analisar as características da colaboração internacional em pesquisa da FAPESP e como elas são operacionalizadas internamente com o objetivo de compreender tanto os fatores domésticos e internacionais que levaram a instituição a destinar uma grande parcela de seus recursos à cooperação internacional atualmente, quanto a forma como as comunidades científicas paulista e brasileira são afetadas por este fenômeno. Em termos metodológicos, este trabalho consiste em um estudo exploratório descritivo que comporta uma fase de revisão e coleta de dados ¿ materiais institucionais e entrevistas com a Diretoria Científica ¿ e uma etapa de análise dos resultados obtidos por meio de métodos quali e quantitativos. À primeira vista, seria possível presumir que, assim como sua contraparte federal (o CNPq), a agência seguiria uma estratégia bem delineada de cooperação internacional, com propósitos e objetivos bem definidos e que parte desta estaria intimamente ligada a metas de interesse do governo estadual. Os resultados...

Livro branco: ciência, tecnologia e inovação

Brasil. Ministério da Ciência e Tecnologia
Fonte: Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) Publicador: Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT)
Tipo: Documento de política
POT
Relevância na Pesquisa
75.92%
78 p.; Este documento traça rumos para os anos vindouros da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) brasileiras, num quadro de transformações mundiais. Traz uma síntese do que os inúmeros interlocutores da Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, realizada em setembro de 2001 acordaram entre si para formar e consolidar, em um ambiente estimulante e indutor da inovação, um Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação cuja base científica e tecnológica seja internacionalmente competitiva, ampla, diversificada e nacionalmente distribuída.

Dinâmica política e transformações internacionais: os desafios da cooperação internacional em Ciência e Tecnologia no Brasil │ International Political Dynamics and International Cooperation in Science and Technology in Brazil

da Costa, Maria Conceição; Universidade Estadual de Campinas; Domingues, Amanda Almeida; Universidade Estadual de Campinas
Fonte: Ibict Publicador: Ibict
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Revisão de Literatura; Pesquisa em documentos primários Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
86.34%
RESUMO Este trabalho apresenta a evolução histórica da cooperação internacional em Ciência e Tecnologia (C&T) no Brasil, relacionando-a às principais transformações internacionais nas relações entre os Estados e avalia criticamente algumas políticas recentes, apontando os desafios que permanecem no âmbito da cooperação internacional em C&T brasileira. A principal contribuição deste trabalho consiste na reflexão de que os desafios enfrentados pela colaboração internacional hoje advêm menos da dinâmica científica do que da política e não têm raízes internacionais.Palavras-chave: Ciência e Tecnologia; Cooperação Internacional; Políticas Públicas.ABSTRACT This paper presents the historical evolution of Science and Technology (S&T) international cooperation in Brazil, relating it to the major international changes in the relations between states. The paper also critically evaluates some recent policies, indicating the challenges that remain for international cooperation in S&T in Brazil. We argue that the current challenges confronted by international collaboration in S&T do not have international roots and their origins do not lie in the scientific sphere but rather in the political one.Keywords: Science and Technology; International Collaboration; Public Policy

As dinâmicas do conhecimento na cooperação internacional para o meio ambiente | Knowledge dynamics in international cooperation for environment

Costa, Maria Conceição da; UNICAMP; Gayard, Nicole Aguilar; UNICAMP
Fonte: Ibict Publicador: Ibict
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 24/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
56.11%
Resumo O artigo discute alguns elementos centrais presentes na cooperação internacional para o meio ambiente, como o papel desempenhado pela ciência na legitimação das soluções propostas para os problemas ambientais globais e a dualidade de interesses entre financiadores e recebedores da ajuda. Para embasar a análise, apresenta-se um projeto de cooperação ambiental desenvolvido no Brasil e financiado com recursos do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF): o ônibus brasileiro a hidrogênio. A análise proposta pretende situar este projeto no âmbito das assimetrias científicas entre Norte e Sul, a partir de um entendimento de que estas assimetrias desempenham um papel político fundamental nas negociações internacionais para o meio ambiente.Palavras-chave cooperação internacional, meio ambiente, ciência e tecnologia, assimetrias Norte-SulAbstract This paper discusses two central elements in international cooperation for the environment: the role played by science in the legitimation of the proposed solutions to global environmental problems and the duality of interests between donors and recipients of aid. To support the analysis...

Dinâmica política e transformações internacionais: os desafios da cooperação internacional em Ciência e Tecnologia no Brasil

Costa, Maria Conceição da; Domingues, Amanda Almeida
Fonte: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia Publicador: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion;
Publicado em 17/12/2015 PT
Relevância na Pesquisa
56.27%
Este trabalho apresenta a evolução histórica da cooperação internacional em Ciência e Tecnologia (C&T) no Brasil, relacionando-a às principais transformações internacionais nas relações entre os Estados e avalia criticamente algumas políticas recentes, apontando os desafios que permanecem no âmbito da cooperação internacional em C&T brasileira. A principal contribuição deste trabalho consiste na reflexão de que os desafios enfrentados pela colaboração internacional hoje advêm menos da dinâmica científica do que da política e não têm raízes internacionais.Palavras-chave: Ciência e Tecnologia; Cooperação Internacional; Políticas Públicas.Texto completo em: http://revista.ibict.br/liinc/index.php/liinc/article/view/714/496