Página 1 dos resultados de 125 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Frequency and precision of feedback and the adaptive process of learning a dual motor task; Frequência e precisão de "feedback" e o processo adaptativo de aprendizagem de uma tarefa motora de dupla demanda; Frecuencia y necesidad de feedback en el proceso adaptativo de aprendizaje de una tarea motora dual

Meira Junior, Cassio de Miranda; Maia, José Antonio Ribeiro; Tani, Go
Fonte: Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
36.68%
This work investigated the effects of frequency and precision of feedback on the learning of a dual-motor task. One hundred and twenty adults were randomly assigned to six groups of different knowledge of results (KR), frequency (100%, 66% or 33%) and precision (specific or general) levels. In the stabilization phase, participants performed the dual task (combination of linear positioning and manual force control) with the provision of KR. Ten non-KR adaptation trials were performed for the same task, but with the introduction of an electromagnetic opposite traction force. The analysis showed a significant main effect for frequency of KR. The participants who received KR in 66% of the stabilization trials showed superior adaptation performance than those who received 100% or 33%. This finding reinforces that there is an optimal level of information, neither too high nor too low, for motor learning to be effective.; O presente estudo investigou os efeitos da frequência e precisão de "feedback" na aprendizagem de uma tarefa motora de dupla demanda. Cento e vinte adultos foram aleatoriamente designados a seis grupos de diferentes níveis de frequência (100%, 66% ou 33%) e precisão (específico ou geral) de conhecimento de resultados (CR). Na fase de estabilização...

Comparação entre os efeitos do treino motor isolado e do treino motor em condição de tarefa dupla, sobre a marcha e a atenção, em idosos saudáveis e pacientes com doença de Parkinson; Comparison of the effects of single task and the dual-task condition motor training on the gait and on the attention in healthy elderly and Parkinsons disease patients.

Hattori, Erika Okamoto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
47%
A doença de Parkinson (DP) idiopática é uma patologia neurodegenerativa progressiva, caracterizada por sintomas motores como bradicinesia, rigidez muscular, tremor de repouso e instabilidade postural e sintomas não motores como alterações atentivas que influenciam o gerenciamento entre tarefas simultâneas. Mesmo no processo de envelhecimento saudável, há um declínio atentivo. Somando-se a isso, os núcleos da base estão envolvidos com a automatização de movimentos assim, observa-se prejuízo na habilidade de controle dos movimentos automáticos em pacientes com DP com agravamento na execução de tarefas duplas, já que estes passam a despender mais recursos atentivos para tarefas motoras. A habilidade de andar é uma das mais prejudicadas com o surgimento da DP, um comprometimento funcional que interfere no gerenciamento/divisão de recursos atentivos entre outras tarefas que ocorram simultaneamente. Atualmente, o tratamento fisioterapêutico para pacientes com DP prioriza a execução de tarefas motoras isoladas, principalmente quando os pacientes se encontram em estágios moderados e avançados da doença. Este estudo teve por objetivo comparar a eficácia entre dois tipos de treinamento em pacientes com DP e idosos saudáveis. Os grupos foram divididos em dois subgrupos...

Efeitos de um treinamento em condições de dupla-tarefa sobre o desempenho motor e habilidade de dividir a atenção em pacientes com doença de Parkinson.; Effects of training in dual-task situations on the motor performance and the abillity to divide attention in subjects with Parkinsons Disease

Souza, Cynthia Bedeschi de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.75%
A Doença de Parkinson (DP) é uma das patologias degenerativas do Sistema Nervoso Central (SNC) que mais tem recebido atenção dos pesquisadores tanto da área experimental como clinica. Apresenta como principais sintomas motores o tremor de repouso, alterações posturais, rigidez muscular e a bradicinesia, que afeta o controle automático dos movimentos, somados aos sintomas ditos não motores, não menos importantes, cada vez mais considerados no tratamento da DP apesar de não estarem incluídos para critério diagnóstico. Como exemplo tem-se a depressão, alterações de humor, entre outros, além das alterações nas funções cognitivas, como, por exemplo, memória e atenção. Estes últimos contribuem sobremaneira ao fato de os sujeitos com DP apresentarem grande dificuldade em realizar duas tarefas ao mesmo tempo, fenômeno conhecido como dual-task. Essa dificuldade, somada à dificuldade de controlar de forma automática os movimentos, justificam as condutas mais utilizadas na fisioterapia o treino com pistas externas e estratégias atencionais para controlar os movimentos, principalmente a marcha, conduta que ainda apresenta limitações do ponto de vista funcional no tratamento destes pacientes, à medida que aloca a atenção para o movimento...

A interferência da tarefa dupla, motora e cognitiva, no andar de pacientes com doença de Parkinson

Batistela, Rosangela Alice
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 90 f. : tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
46.75%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Ciências da Motricidade - IBRC; A capacidade de realizar tarefas duplas é altamente vantajosa e um pré-requisito para uma vida funcionalmente eficiente. Pacientes com DP, ao realizar tarefa cognitiva e andar, simultaneamente, revelam falta de automaticidade e alterações no padrão de andar. A tarefa cognitiva normalmente empregada requer contagem regressiva ou nomeação de objetos, que apresenta um componente motor, o falar. Poucos estudos verificaram o desempenho na tarefa secundária e empregaram tarefa cognitiva sem componente motor. Neste contexto, a principal questão que norteou este estudo foi: como indivíduos neurologicamente sadios e pacientes com DP idiopática modificam as características espaciais e temporais do andar frente à tarefa dupla com diferentes exigências? Assim, os objetivos do presente estudo foram: a) identificar as alterações comportamentais que ocorrem no andar de indivíduos com DP perante situações de tarefa dupla (motora, cognitiva e motora-cognitiva); b) comparar o comportamento locomotor e o desempenho na tarefa secundária entre pacientes com DP e indivíduos neurologicamente sadios. Participaram deste estudo 30 indivíduos com DP idiopática classificados entre os Estágios 1 e 2...

Efeito da tarefa dupla na variabilidade do andar livre e adaptativo de pacientes com demência de Alzheimer

Simieli, Lucas
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 25 f.
POR
Relevância na Pesquisa
46.87%
O objetivo do estudo foi analisar o efeito da tarefa dupla na variabilidade do andar livre e adaptativo em pacientes com demência de Alzheimer. Foram avaliados 30 indivíduos de ambos os sexos. Os participantes realizaram 5 tentativas para cada condição de andar (livre e adaptativo, com tarefa dupla e sem tarefa dupla), totalizando 20 tentativas.As variáveis espaço-temporais foram coletadas através de um sistema optoeletrônico. Para o andar livre foram considerados os cinco passos centrais da passarela. Para o andar adaptativo foram considerados os três passos anteriores ao obstáculo, o passo de ultrapassagem e o primeiro passo após a ultrapassagem. Os valores do desvio-padrão de cada variável de cada indivíduo nas 5 tentativas para cada condição de andar foram utilizados para calcular a variabilidade dos seguintes parâmetros: comprimento, largura, duração da fase de suporte simples e de duplo suporte, e velocidade de cada passo. Para verificar as diferenças entre as condições experimentais, foram empregadas ANOVAs, com medidas repetidas para a condição experimental. Os resultados indicaram que a tarefa dupla teve pouco efeito na variabilidade do andar livre de pacientes com DA. As variações ocorreram com maior frequência quando a tarefa dupla foi exigida concomitante com o obstáculo...

Avaliação da marcha em hemiparéticos após Acidente Vascular Encefálico submetidos à dupla tarefa motora e cognitiva

Jorge, Lais Machado; Souza, Luiza da Rosa
Fonte: Araranguá, SC Publicador: Araranguá, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 21 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.85%
TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Araranguá. Fisioterapia.; Introdução: O acidente vascular encefálico (AVE) é definido como uma redução do fluxo de sangue em uma região do cérebro. Após o AVE, os pacientes frequentemente apresentam déficits motores comprometendo a realização das atividades de vida diária, especialmente a marcha. O que configura um importante comprometimento na marcha é a perda da automatização, o que prejudica a capacidade de realizar duas atividades de forma concomitante. Esta capacidade de associar duas tarefas é chamada de dupla tarefa e é um importante componente para o desempenho funcional nas atividades de vida diária. Objetivo: Comparar o efeito da dupla tarefa, com demanda motora e cognitiva, na marcha de pacientes hemiparéticos pós-AVE. Materiais e métodos: Trata-se de um estudo observacional transversal, realizado no setor de fisioterapia da Unidade Básica de Saúde Paulo Luppin, no município de Balneário Arroio do Silva. Participaram do estudo seis indivíduos hemiparéticos, que foram submetidos a três tarefas. O instrumento utilizado foi a análise da marcha através do teste de caminhada de 10m (TC10m) e da medida da área de contato do pé. Resultados: Foi observado que os sujeitos pós-AVE aumentaram o número de passos e de passadas de forma significativa na dupla tarefa cognitiva (p= 0...

Memórias para acções : um estudo da prioridade de processamento numa tarefa de dupla codificação

Freitas, Marta Costa; Albuquerque, Pedro Barbas
Fonte: Colégio Internato dos Carvalhos Publicador: Colégio Internato dos Carvalhos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Partindo dos princípios gerais de funcionamento da memória episódica, desenvolve¬ram¬se diferentes explicações para a maior robustez da memória em tarefas auto¬performa¬tivas, ou seja, tarefas que implicam a sua realização motora, em comparação com tarefas verbais. Com o presente estudo pretendemos analisar o fenómeno da memória para acções, manipulando a variável de prioridade de processamento numa tarefa de dupla codificação. A experiência consistiu na apresentação de pares de acções em duas modalidades diferen¬tes (visual e auditiva) comparando os efeitos obtidos em tarefas auto¬performativas e ver¬bais. Os resultados do presente estudo mostraram: (1) a superioridade da memória para ac¬ções actuadas mesmo no caso dos participantes processarem em simultâneo duas acções e através de diferentes modalidades; (2) que as acções visualizadas são mais facilmente evo¬cadas do que as ouvidas; (3) e, por fim, que a prioridade de processamento é uma variável decisiva para a recordação de acções que competem entre si.; Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT); Centro de Investigação em Psicologia da Universidade do Minho (CIPsi)

Efeitos de vizinhança ortográfica no português brasileiro: um estudo com a tarefa de identificação perceptual

Justi,Francis Ricardo dos Reis; Roazzi,Antonio
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.28%
Esse estudo investigou os efeitos do número de vizinhos ortográficos (N) e do número de vizinhos ortográficos de maior frequência de ocorrência (NF) na tarefa de identificação perceptual. Trinta e dois estudantes de psicologia falantes do português brasileiro participaram do estudo. Os estímulos experimentais consistiram em 64 palavras que atenderam a uma manipulação fatorial 2 x 2 de N e NF. Os participantes apresentaram uma maior porcentagem de erros nas palavras com vizinhos ortográficos de maior frequência e uma menor porcentagem de erros nas palavras com muitos vizinhos ortográficos. Argumentou-se que esses resultados refletem o efeito dessas variáveis no processo de acesso lexical e que os modelos de Dupla Rota e PPD têm dificuldades em acomodá-los.

O desempenho da dupla tarefa na Doença de Parkinson

Teixeira,NB; Alouche,SR
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia Publicador: Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.87%
INTRODUÇÃO: A capacidade de o indivíduo realizar duas tarefas ao mesmo tempo é um pré-requisito para uma vida normal. Em circunstâncias normais, a realização concomitante de tarefas motoras e cognitivas é comum. OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi analisar o desempenho de pacientes com Doença de Parkinson na realização de dupla tarefa motora-cognitiva. MÉTODO: Dois grupos foram estudados. Um grupo foi composto por 10 indivíduos saudáveis e o outro por 10 pacientes com diagnóstico de Doença de Parkinson, ambos com idades entre 47 e 75 anos, pareados em relação ao gênero e idade. Foi solicitado que vestissem uma camisa de botões o mais rapidamente possível de forma isolada (tarefa simples) e enquanto verbalizavam nomes próprios femininos (dupla tarefa), em ordem aleatória. Cada tarefa foi repetida três vezes. O tempo de movimento e os erros cometidos foram analisados. RESULTADOS: Os pacientes levaram mais tempo para completar ambas as tarefas (p= 0,006) quando comparados aos indivíduos saudáveis. Ambos os grupos cometeram mais erros na dupla tarefa (p= 0,03). Houve uma redução no tempo de movimento com a repetição da tarefa (p= 0,039). CONCLUSÕES: Estes resultados sugerem que indivíduos com Doença de Parkinson apresentam um prejuízo no desempenho motor em relação ao grupo controle...

Desempenho de idosos em uma tarefa motora de demanda dupla de controle

Gehring,Paula Regina; Bertolassi,Marco Antonio; Nunes,Marcelo Eduardo Souza; Basso,Luciano; Meira Júnior,Cássio de Miranda; Santos,Suely dos
Fonte: Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.34%
A literatura sobre o processo de envelhecimento tem sistematicamente demonstrado a diferença de desempenho entre populações jovens e idosas. Em geral, os delineamentos de pesquisa envolvem indivíduos de 60 e até mesmo de 90 anos de idade, enquanto o grupo de jovens é representado por indivíduos em torno de 20 anos de idade. Esse procedimento pode ocultar mudanças de desenvolvimento que talvez influencie a interpretação dos resultados. Assim, o objetivo desse estudo foi examinar o efeito da idade cronológica no desempenho de uma habilidade motora. Foi utilizado um aparelho que possibilitou a execução de uma tarefa de posicionamento linear combinada ao controle de força. Os participantes receberam conhecimento de resultados verbal após a execução de 10 tentativas sobre o objetivo de atingir 20% da força máxima e o deslocamento de 35 cm. O desempenho foi medido pelo erro absoluto. A amostra contou com 150 participantes de 60 a 86 anos de idade, que realizaram as tentativas com a mão não-dominante e vendados. Os participantes foram divididos em três grupos etários (60, 70, 80 anos) e o desempenho também foi comparado a um grupo jovem (21 a 30 anos de idade). Houve correlação baixa, mas significante entre idade e controle de distância. Não houve diferença significante entre os grupos (exceto G20 e G80). Apesar da observação empírica dos instrutores sobre a diferença no desempenho motor de idosos de diferentes faixas etárias...

Os componentes motor e visual de uma tarefa-dupla devem ser associados ou isolados durante o treinamento?

Voos,Mariana Callil; Pinheiro,Gisele Braga; Cicca,Luciana Olcerenko; Lázaro,Andréia; Valle,Luiz Eduardo Ribeiro do; Piemonte,Maria Elisa Pimentel
Fonte: Universidade de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2008 PT
Relevância na Pesquisa
46.82%
As atividades diárias requerem o desempenho simultâneo de tarefas (tarefa-dupla), não estando claro se seu treino deve ser realizado com tarefas isoladas ou associadas. Este estudo visou verificar se a aquisição de uma tarefa-dupla ocorre por meio do treinamento de tarefas isoladas ou associadas. Vinte voluntárias foram submetidas a avaliação inicial, treinamento e avaliação final. Dez treinaram as tarefas associadas (TA) e as demais, isoladas (TI). A tarefa motora consistia na alternância de passos do chão a uma plataforma. A tarefa visual consistia na nomeação de dois estímulos (ônibus ou caminhão), um no centro e outro na periferia da tela do computador. O número de passos por segundo na ausência e na presença da tarefa visual, e o número de erros na tarefa visual na ausência e na presença da tarefa motora, foram contados e comparados estatisticamente. O grupo TA apresentou melhora tanto no desempenho motor (inicial 1,10 alternâncias/s, final 1,25 alternâncias/s, p=0,028), quanto no desempenho visual (inicial 9,3 erros, final: 6,9 erros, p=0,039). O mesmo não ocorreu com o grupo TI: a melhora motora não atingiu nível significativo, provavelmente devido à maior variabilidade no número de alternâncias de passo por segundo durante o treinamento...

Dupla-tarefa na doença de Parkinson: uma revisão sistemática de ensaios clínicos aleatorizados

Marinho,Marina Santos; Chaves,Priscila de Melo; Tarabal,Thaís de Oliveira
Fonte: Universidade do Estado do Rio Janeiro Publicador: Universidade do Estado do Rio Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.92%
Dupla-tarefa, ou tarefas simultâneas, envolve a execução de uma tarefa primária, que é o foco principal de atenção, e uma tarefa secundária, executada ao mesmo tempo. Portadores da doença de Parkinson apresentam uma deterioração na marcha quando performances de dupla-tarefa são requeridas. Sendo assim, o objetivo desta pesquisa foi realizar uma revisão sistemática de ensaios clínicos aleatorizados do efeito da intervenção da dupla-tarefa na marcha em portadores da doença de Parkinson. Foi realizada uma busca, por ensaios clínicos aleatórios, nas bases de dados MEDLINE, LILACS, SciELO, Cochrane e PEDro. Dois revisores extraíram os dados de forma independente e a qualidade metodológica foi avaliada utilizando-se a escala PEDro. Foram selecionados dois artigos, que abrangeram 175 participantes. Foi demonstrado que o treino com marcadores externos e com a música, que são formas de se treinar a dupla-tarefa, apresentou durante a marcha melhora na performance da marcha. Entretanto, são necessários ainda muitos estudos do tipo ensaios clínicos aleatorizados para verificar, principalmente, os efeitos da intervenção com a dupla-tarefa na marcha em portadores da doença de Parkinson.

Dupla tarefa e mobilidade funcional de idosos ativos

Fatori,Camila de Oliveira; Leite,Camila Ferreira; Souza,Luciane Aparecida Pascucci Sande de; Patrizzi,Lislei Jorge
Fonte: Universidade do Estado do Rio Janeiro Publicador: Universidade do Estado do Rio Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
36.71%
INTRODUÇÃO: Define-se "dupla tarefa" como a capacidade de efetivar uma ação primordial incorporada a uma segunda atividade. Em idosos, é presumível que a execução de ações simultâneas comprometa o equilíbrio postural, favorecendo quedas nesta população. OBJETIVOS: Avaliar o efeito de duplas tarefas na mobilidade funcional de idosos ativos e correlacionar o tempo utilizado para sua realização com a idade do indivíduo. MÉTODOS: Estudo transversal e observacional, que utiliza amostra de conveniência. Dezenove idosos do Programa Universidade Aberta à Terceira Idade da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, com idade entre 60 e 87 anos, classificados como ativos pelo International Physical Activity Questionnaire IPAQ e com escore mínimo de 23 pontos no Miniexame do Estado Mental MEEM foram avaliados em nove testes sequenciais. O primeiro deles exigia uma única tarefa, representada pelo teste Timed Up & Go TUG, utilizado para avaliação da mobilidade funcional de idosos. O TUG foi repetido em todos os demais testes, que incorporaram uma segunda ação - atividade manual em dois testes e atividade cognitiva em seis testes. RESULTADOS: Foram observados valores maiores em relação ao tempo gasto pelos idosos na realização de tarefas associadas...

Efeitos do treinamento de dupla tarefa no controle do equilíbrio dinâmico e estático de idosas pré-frágeis: um estudo piloto

Ribeiro, Viviane Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia; Movimento e Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia; Movimento e Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.87%
The increasing world population of older individuals has become a subject of growing research for prevention and reversibility of the frailty because it is a major risk factor for the occurrence of falls, especially when it involves everyday situations of dual task. Some rehabilitation programs have already used the methods of dual-task with general exercises for improving gait and postural control, but has been reported that these interventions have little specificity with limited success to improve certain aspects of static and dynamic position during the performance of functional tasks. This study aimed to verify the measures of postural control in a group of elderly women with fragility phenotype after physical therapy intervention program based on dual-task treadmill training. We selected six pre-frail elderly subjects, with a minimum age of 65, female, living in the community and randomly assigned to two groups. The survey was conducted twice a week for 45 minutes, for four weeks. The simple task intervention consisted only in training on a treadmill and the dual task consisted of in treadmill training associated with visual stimuli. The assessments were made with the use of the Berg Balance Scale (BBS) and the Balance Master® computerized posturography...

Desempenho motor em tarefas de atenção dividida em pacientes com comprometimento cognitivo leve e doença de Alzheimer; Motor performance in a dividided attention task in patients with mild cognitive impairment and Alzheimer\'s disease

Borges, Sheila de Melo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.67%
Desordens motoras são descritas no estágio final da doença de Alzheimer (DA), porém pesquisas recentes têm demonstrado que idosos com comprometimento cognitivo leve (CCL) e em fase inicial da DA apresentam alterações na marcha, especialmente em condições de atenção dividida (tarefa dupla). Esta pesquisa teve como objetivo avaliar o desempenho motor com e sem tarefa de atenção dividida em idosos com CCL e DA; e verificar se esta medida pode ser utilizada para diferenciar idosos cognitivamente saudáveis, com CCL e com DA. Foram avaliados 104 idosos (26 com DA leve, 42 com CCL e 36 cognitivamente saudáveis - controles) por meio do Timed Up and Go teste (TUG), em quatro condições experimentais: (1) tarefa simples (apenas o TUG), (2) TUG com tarefa cognitiva, (3) TUG com tarefa manual, e (4) tarefa tripla (com tarefa cognitiva e manual). Diferenças significativas foram observadas em todas as condições experimentais do TUG entre grupos diagnósticos, especialmente em relação ao tempo (em segundos) e número de passos (TUG 1-4) e paradas (TUG 2-4). Em relação à área sob a curva (AUC), as quatro formas do TUG apresentaram alto grau de discriminação entre os grupos diagnósticos em relação: 1) ao tempo (em segundos): AUC > 0...

Os componentes motor e visual de uma tarefa-dupla devem ser associados ou isolados durante o treinamento?; Should motor and visual components of a dual-task be associated or separated during training?

Voos, Mariana Callil; Pinheiro, Gisele Braga; Cicca, Luciana Olcerenko; Lázaro, Andréia; Valle, Luiz Eduardo Ribeiro do; Piemonte, Maria Elisa Pimentel
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2008 POR
Relevância na Pesquisa
46.82%
As atividades diárias requerem o desempenho simultâneo de tarefas (tarefa-dupla), não estando claro se seu treino deve ser realizado com tarefas isoladas ou associadas. Este estudo visou verificar se a aquisição de uma tarefa-dupla ocorre por meio do treinamento de tarefas isoladas ou associadas. Vinte voluntárias foram submetidas a avaliação inicial, treinamento e avaliação final. Dez treinaram as tarefas associadas (TA) e as demais, isoladas (TI). A tarefa motora consistia na alternância de passos do chão a uma plataforma. A tarefa visual consistia na nomeação de dois estímulos (ônibus ou caminhão), um no centro e outro na periferia da tela do computador. O número de passos por segundo na ausência e na presença da tarefa visual, e o número de erros na tarefa visual na ausência e na presença da tarefa motora, foram contados e comparados estatisticamente. O grupo TA apresentou melhora tanto no desempenho motor (inicial 1,10 alternâncias/s, final 1,25 alternâncias/s, p=0,028), quanto no desempenho visual (inicial 9,3 erros, final: 6,9 erros, p=0,039). O mesmo não ocorreu com o grupo TI: a melhora motora não atingiu nível significativo, provavelmente devido à maior variabilidade no número de alternâncias de passo por segundo durante o treinamento...

Estado de espírito e raciocínio: Em paradigma de tarefa dupla

Mota , Sandra da Conceição
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.79%
O objectivo deste estudo é clarificar a relação entre estados de espírito e raciocínio, através de tarefas de raciocínio, com recurso ao paradigma de tarefa dupla, tendo por base as teorias dualistas do processamento de informação e o Efeito do Estado de Espírito no Processamento de Informação (MIPE). O MIPE postula que o estado de espírito positivo associa-se ao processamento de informação heurístico e o estado de espírito negativo leva ao processamento analítico (Garcia-Marques, 1998). Recorrendo a tarefas de raciocínio com distintos níveis de dificuldade (cf. Johnson- Laird & Byrne, 1991), esperava-se que na tarefa fácil (inferências transitivas) os participantes, recorrendo a um processamento heurístico, apresentassem um bom desempenho nas tarefas principal e secundária, mantendo ou melhorando o estado de espírito, enquanto que na tarefa difícil (silogismos categóricos) se esperava que os participantes, recorrendo a um processamento analítico, tivessem um pior desempenho na tarefa secundária e um estado de espírito pior após a resolução da tarefa principal. Verificou-se que o grupo com a tarefa principal fácil distribuiu os recursos cognitivos por ambas as tarefas, apresentando um bom desempenho em ambas...

Frequency and precision of feedback and the adaptive process of learning a dual motor task; Frecuencia y necesidad de feedback en el proceso adaptativo de aprendizaje de una tarea motora dual; Frequência e precisão de "feedback" e o processo adaptativo de aprendizagem de uma tarefa motora de dupla demanda

Meira Junior, Cássio Miranda; Maia, José Antonio Ribeiro; Tani, Go
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2012 ENG
Relevância na Pesquisa
36.68%
This work investigated the effects of frequency and precision of feedback on the learning of a dual-motor task. One hundred and twenty adults were randomly assigned to six groups of different knowledge of results (KR), frequency (100%, 66% or 33%) and precision (specific or general) levels. In the stabilization phase, participants performed the dual task (combination of linear positioning and manual force control) with the provision of KR. Ten non-KR adaptation trials were performed for the same task, but with the introduction of an electromagnetic opposite traction force. The analysis showed a significant main effect for frequency of KR. The participants who received KR in 66% of the stabilization trials showed superior adaptation performance than those who received 100% or 33%. This finding reinforces that there is an optimal level of information, neither too high nor too low, for motor learning to be effective.; El presente estudio investigó los efectos de la frecuencia y necesidad de feedback en el aprendizaje de una tarea motora de dupla demanda. 120 adultos fueron aleatoriamente designados a seis grupos de diferentes niveles de frecuencia (100%, 66% o 33%) y necesidad (específico o general) de conocimiento de resultados (CR). En la fase de estabilización...

Desempenho de idosos em uma tarefa motora de demanda dupla de controle; Aging motor performance in a dual task control

Gehring, Paula Regina; Bertolassi, Marco Antonio; Nunes, Marcelo Eduardo Souza; Basso, Luciano; Meira Júnior, Cássio de Miranda; Santos, Suely dos
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.34%
A literatura sobre o processo de envelhecimento tem sistematicamente demonstrado a diferença de desempenho entre populações jovens e idosas. Em geral, os delineamentos de pesquisa envolvem indivíduos de 60 e até mesmo de 90 anos de idade, enquanto o grupo de jovens é representado por indivíduos em torno de 20 anos de idade. Esse procedimento pode ocultar mudanças de desenvolvimento que talvez influencie a interpretação dos resultados. Assim, o objetivo desse estudo foi examinar o efeito da idade cronológica no desempenho de uma habilidade motora. Foi utilizado um aparelho que possibilitou a execução de uma tarefa de posicionamento linear combinada ao controle de força. Os participantes receberam conhecimento de resultados verbal após a execução de 10 tentativas sobre o objetivo de atingir 20% da força máxima e o deslocamento de 35 cm. O desempenho foi medido pelo erro absoluto. A amostra contou com 150 participantes de 60 a 86 anos de idade, que realizaram as tentativas com a mão não-dominante e vendados. Os participantes foram divididos em três grupos etários (60, 70, 80 anos) e o desempenho também foi comparado a um grupo jovem (21 a 30 anos de idade). Houve correlação baixa, mas significante entre idade e controle de distância. Não houve diferença significante entre os grupos (exceto G20 e G80). Apesar da observação empírica dos instrutores sobre a diferença no desempenho motor de idosos de diferentes faixas etárias...

Ensino em dupla e a formação de equivalência de estímulos em crianças pré-escolares

Piccolo, Adriana Aparecida Tambasco; Universidade Federal de São Carlos; Goyos, Celso; Universidade Federal de São Carlos; Porto, Gisele; Universidade Federal de São Carlos
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2004 POR
Relevância na Pesquisa
36.63%
O ensino de discriminações condicionais em situação de dupla, procedimento pouco usual na literatura, e testes individuais para formação de equivalência foram investigados em dois experimentos realizados com crianças pré-escolares. No Experimento 1, os participantes das duplas do Grupo 1 interagiam livremente na resolução das tarefas; no Grupo 2, somente um participante da dupla podia responder à tarefa; em ambos os grupos, o reforço era fornecido para o desempenho da dupla; no Grupo 3 (controle), os participantes atuavam individualmente. Os participantes que responderam às tarefas aprenderam as discriminações condicionais e mostraram formação de equivalência. No Experimento 2, ambos os integrantes respondiam às tarefas e o reforço era dado pelo desempenho individual. De quatro duplas, somente em uma, ambos os integrantes mostraram formação de equivalência. A partir disso, quando se trata de ensino em dupla, parece que a situação social interfere no desempenho da tarefa e na formação de equivalência de um dos participantes das duplas.