Página 1 dos resultados de 10 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Aspectos morfológicos macro e microscópicos do estômago de tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla)

Pinheiro,A.C.O.; Lima,A.R.; Carvalho,A.F.; Pereira,L.C.; Branco,É.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.94%
Diante do escasso conhecimento morfofisiológico do trato digestório do Tamandua tetradactyla, este trabalho pretendeu esclarecer a morfologia do estômago dessa espécie. Utilizaram-se seis espécimes, sendo três machos e três fêmeas jovens, provenientes da área de Mina Bauxita Paragominas - PA, doados, após morte por atropelamento, ao Laboratório de Pesquisa Morfológica Animal (LaPMA). Os animais foram fixados com solução aquosa de formaldeído (10%), seguido de dissecação, avaliação da topografia do estômago, com posterior descrição, mensuração e coleta de material para microscopia. As análises topográfica e macroscópica revelaram que o estômago, unicavitário, com presença de pequena e grande curvaturas, estava localizado no antímero esquerdo da cavidade abdominal, ligado cranialmente ao esôfago e caudalmente ao duodeno, e apresentou um aumento de superfície na região pilórica (toro pilórico). Histologicamente, era constituído por epitélio colunar simples (região glandular), epitélio estratificado pavimentoso (região aglandular), lâmina própria...

Morfologia, topografia e irrigação do coração do Tamandua tetradactyla

Pinheiro,G.S.; Branco,É.; Pereira,L.C.; Lima,A.R.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.94%
O Tamandua tetradactyla é uma espécie da ordem Xenarthra que apresenta coloração amarelada na cabeça, nos membros e na parte anterior do dorso, sendo o restante do corpo negro, formando uma espécie de colete, por isso também é chamado de "tamanduá-de-colete". Objetivou-se descrever a morfologia, a topografia e a irrigação cardíaca do Tamandua tetradactyla. Foram utilizados quatro espécimes jovens, provenientes da área de Mina Bauxita - Paragominas, Pará, que foram doados à Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA, após morte por atropelamento. O sistema arterial foi preenchido com látex contrastado, e os animais foram fixados em uma solução de formaldeído a 10%. A cavidade torácica foi acessada e permitiu a análise topográfica do coração, com posterior mensuração, descrição morfológica e vascular. O coração estava localizado entre o terceiro e o quinto espaço intercostal, apresentando duas artérias coronárias, direita e esquerda, que se originaram do seio aórtico. O tipo de irrigação para esta espécie variou entre a do tipo equilibrada e a direita. Nos sulcos coronários...

A structural model of the Fábrica Nova region, Santa Rita syncline, Quadrilátero Ferrífero: flanking folds as a folding mechanism

Rossi,Daniel Quinaud; Endo,Issamu
Fonte: Escola de Minas Publicador: Escola de Minas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 EN
Relevância na Pesquisa
16.94%
Abstract This study focuses on the eastern flank of the Santa Rita syncline (Dorr 1969), with specific emphasis on the region known as Fábrica Nova. Important iron ore deposits are located on the flanks of this structure, such as Timbopeba, Alegria, São Luiz, Tamanduá, Almas and Fábrica Nova. The Santa Rita syncline is a fold with N-S axial direction and of subregional scale, with roots in the adjacent basement of the Santa Bárbara Complex and sectioned by the Água Quente thrust fault. The hypothesis of this study is that the structural framework of the region resulted from the superposition of at least three deformation phases on the Ouro Preto nappe. The Fábrica Nova mine, located in the central portion of the study area, is embedded in a synformal structure with a 100/20 trending axis named Fábrica Nova synform. The proposed model to explain the particular structural geometry of this region is based on the flanking folding mechanism (Passchier 2001). This mechanism may have been developed by E-W crustal shortening during the F4 tectonic deformation phase.

Novel 12S mtDNA findings in sloths (Pilosa, Folivora) and anteaters (Pilosa, Vermilingua) suggest a true case of long branch attraction

BARROS, Maria Claudene; SAMPAIO, Maria Iracilda da Cunha; SCHNEIDER, Horacio
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
16.94%
We sequenced 12S RNA mtDNA for the majority of the extant species of sloths and anteaters and compared our results with previous data obtained by our group using 16S RNA mtDNA in the same specimens and to GenBank sequences of the extinct giant sloth Mylodon. Our results suggest that pigmy-anteaters may be a case of the long-branch attraction phenomenon and also show the large genetic difference between the Amazonian and Atlantic forest three-toed sloths, contrasting with the small differences observed between the two non-Atlantic forest forms of sloths. These results have important implications for the taxonomy of sloths and anteaters and strongly suggest the placement of pigmy anteaters in their own family (Cyclopidae) and raising the taxonomic status of Bradypus torquatus to a genus.

Phylogenetic analysis of 16S mitochondrial DNA data in sloths and anteaters

BARROS, Maria Claudene; SAMPAIO, Maria Iracilda da Cunha; SCHNEIDER, Horacio
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
16.94%
We sequenced part of the 16S rRNA mitochondrial gene in 17 extant taxa of Pilosa (sloths and anteaters) and used these sequences along with GenBank sequences of both extant and extinct sloths to perform phylogenetic analysis based on parsimony, maximum-likelihood and Bayesian methods. By increasing the taxa density for anteaters and sloths we were able to clarify some points of the Pilosa phylogenetic tree. Our mitochondrial 16S results show Bradypodidae as a monophyletic and robustly supported clade in all the analysis. However, the Pleistocene fossil Mylodon darwinii does not group significantly to either Bradypodidae or Megalonychidae which indicates that trichotomy best represents the relationship between the families Mylodontidae, Bradypodidae and Megalonychidae. Divergence times also allowed us to discuss the taxonomic status of Cyclopes and the three species of three-toed sloths, Bradypus tridactylus, Bradypus variegatus and Bradypus torquatus. In the Bradypodidae the split between Bradypus torquatus and the proto-Bradypus tridactylus / B. variegatus was estimated as about 7.7 million years ago (MYA), while in the Myrmecophagidae the first offshoot was Cyclopes at about 31.8 MYA followed by the split between Myrmecophaga and Tamandua at 12.9 MYA. We estimate the split between sloths and anteaters to have occurred at about 37 MYA.

An?lise morfom?trica do sistema auditivo perif?rico da pregui?a (Bradypus variegatus)

SOUSA, P?ssi Socorro Lima de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
16.94%
A superordem Xenarthra ? composta de 31 esp?cies viventes de tatus, tamandu?s e pregui?as. As arbor?colas pregui?as pertencem a dois g?neros, Choloepus e Bradypus, cuja diverg?ncia se deu a aproximadamente 40 milh?es de anos atr?s. As similaridades entre os dois taxa, tais como a presen?a de algas verdes nos p?los e habilidade locomotora suspens?ria, s?o not?veis exemplos de evolu??o convergente. A exata posi??o da linhagem Xenarthra entre os mam?feros na ?rvore filogen?tica ainda n?o ? completamente compreendida, com alguns rearranjos na ?rvore da fam?lia dos mam?feros placent?rios, considerando os Xenarthras mais relacionados entre Afrotheria (que inclui musaranhos, porcos-da-terra, peixes-boi e elefantes) ou a Boreoeutheria (que inclui primatas, roedores, carn?voros e ungulados). O objetivo deste trabalho ? descrever pela primeira vez caracter?sticas morfol?gicas dos ouvidos m?dio e interno de Bradypus variegatus e compar?-las a outros mam?feros placent?rios que possuam dados publicados na literatura. N?s usamos 13 esp?cimes adultas post-mortem (machos e f?meas) e 15 cr?nios da cole??o do Museu Paraense Em?lio Goeldi. Al?m das medi??es, foram usadas t?cnicas de microscopia ?ptica, microscopia eletr?nica de varredura e tomografia computadorizada. Atrav?s da ?rvore filogen?tica das pregui?as...

Morfologia funcional e desenho corporal da cintura p?lvica e membros posteriores dos Tamandu?s (Mammalia : Xenarthra : Myrmecophagidae)

OLIVEIRA, Manuela Fran?a de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
38.28%
Entre os mam?feros, os xenartros s?o, sem d?vida alguma um grupo bastante singular no que diz respeito ? morfologia, fisiologia e h?bitos locomotores e alimentares. Dentro da ordem Xenarthra, a fam?lia Myrmecophagidae ? a que tem recebido nos ?ltimos anos, menos aten??o em termos de trabalhos sobre morfologia funcional e biomec?nica, em especial dos membros posteriores. Visando contribuir para o enriquecimento do conhecimento biol?gico acerca da natureza morfofuncional e biomec?nica dos membros posteriores (f?mur e t?bia) e cintura p?lvica destes animais [g?neros Cyclopes (tamandua?), Tamandua (tamandu?-de-colete) e Myrmecophaga (tamandu?-bandeira)], este trabalho prop?e um estudo osteol?gico descritivo-comparativo destas estruturas, enfatizando os principais pontos com reflexo na funcionalidade biomec?nica ligada aos h?bitos locomotores. Para isso, al?m das descri??es osteol?gicas, foram tomadas vinte e tr?s medidas p?s-cranianas distribu?das entre a cintura p?lvica, f?mur, t?bia, ?mero e r?dio. A partir de tais medidas, foram calculados treze ?ndices osteom?tricos, os quais provaram ser eficazes na caracteriza??o morfofuncional dos tr?s g?neros mirmecofag?deos, al?m de separ?-los biomecanicamente em seus estilos locomotores.; ABSTRACT: Among mammals...

Filogenia molecular dos xenarthra (Mammalia): an?lise do grupo cingulata a partir de sequ?ncias nucleot?dicas do gene mitocondrial rRNA 16S

PAMPLONA NETO, Christ?vam
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
27.67%
Os Xenarthra s?o o grupo de mam?feros que inclui os tatus, os tamandu?s e as pregui?as. A Am?rica do Sul serviu de cen?rio para a hist?ria natural do grupo que, somente no fim do Cenoz?ico, dispersou-se para a Am?rica Central e, com uma perda de variedade, chegou ? Am?rica do Norte e ? algu-mas ilhas do Caribe. Trinta e uma esp?cies est?o descritas dentro da linha-gem dos Xenarthra. Elas est?o classificadas em 13 g?neros, quatro fam?lias (Bradypodidae, Megalonychidae, Myrmecophagidae e Dasypodidae) e duas ordens (Cingulata e Pilosa). A filogenia deste grupo tem sido alvo de diver-sas pesquisas que analisaram tanto dados morfol?gicos, quanto moleculares. Delsuc et al. (2003) analisaram seq??ncias de genes mitocondriais e nucleares e confirmaram a monofilia das tr?s subfam?lias (Dasypodinae, Euphacti-nae e Tolypeutinae) inclusas na fam?lia Dasypodidae. Delsuc et al. (2003) geraram a seguinte ?rvore: (((Bradypus, Choloepus)100, ((Myrmecophaga, Tamandua)100, Cyclopes)100), ((D. kappleri, D. novemcinctus)100, (Toly-pentes, (Priodontes, Cabassous)54)100, (Zaedyus, (Euphractus, Chaetophrac-tus)60)100)). Gaudin (2005) apresentou um trabalho que reviu e ampliou as an?lises morfol?gicas apresentadas at? ent?o, concluindo que os tatus atu-ais est?o divididos em dois grupos...

Helmintofauna parasit??ria de Dasypus novemcinctus (Xenarthra: Dasypodidae) no sul do Rio Grande do Sul, Brasil; Helminthfauna of Dasypus novemcinctus (Xenarthra: Dasypodidae) in southern of Rio Grande do Sul State, Brazil

GOMES, S??mara Nunes
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Biologia; Programa de P??s-gradua????o em Parasitologia; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Biologia; Programa de P??s-gradua????o em Parasitologia; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
16.94%
Armadillos belong to the order Cingulata and are included in the superorder Xenarthra, which also belong to sloths and anteaters, hairy members of the order, which were restricted to the Neotropical region, occurring mainly in South America. Popularly known as nine banded armadillo, Dasypus novemcinctus occurs in the southern United States to South America, with wide distribution in Brazil. They are of great importance in the epidemiology of parasitc diseases, and potential disseminators of zoonoses. Since knowledge of helminths is important because it may assist in making decisions on future actions preservationists, as well as parasite control programs in these animals in captivity in zoos, therefore, the objective was to identify the helminths that parasitize Dasypus novemcinctus, in southern Rio Grande do Sul. The experiment consisted of examining 30 specimens of D. novemcinctus from the municipalities of Arambar??, Camaqu??, Cristal, S??o Louren??o do Sul, Cap??o do Le??o e Pinheiro Machado, taken with the permission of SISBIO / RS and trampled on the access roads to these towns. The animals were necropsied, had their organs removed, individually and separately analyzed by stereomicroscope to collect helminths. Parasites of the phylum Nematoda were identified as Bairdascaris dasypodina...

TOPOGRAFIA DO CONE MEDULAR NO TAMANDUÁ-MIRIM (Tamandua tetradactyla Linnaeus, 1758) (XENARTHRA: MYRMECOPHAGIDAE); Topography of the medullar cone in lesser anteater (Tamandua tetradactyla Linnaeus, 1758)

MACHADO, G. V.; UFPR; SANTOS, P. S.; UNISEP
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
16.94%
Objetivando a busca de dados relativos à topografia do cone medular, foram dissecados três espécimes adultos de tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla), todos machos, os quais foram previamente fixados em solução aquosa de formol a 10%, e mantidos em solução semelhante. Após o afastamento da pele e remoção da musculatura epiaxial, procedeu-se a remoção dos arcos vertebrais, em toda a extensão da coluna vertebral, visualizando-se assim a medula espinhal in situ. A base do cone medular foi registrada na altura da vértebra L1, e sua extremidade anotada, em todos os animais estudados, entre a quinta (L5) e sexta (L6) vértebras lombares, o que denota um longo e afilado cone medular, acompanhado pela cauda eqüina. Ressalte-se que a espécie em apreço apresenta seis vértebras lombares. ; aiming at the search of data to the topography of the medullar cone, three adult lesser anteater (Tamandua tetradactyla), all males,  were dissected, which were previously fixed in 10% aqueous formalin solution, and maintained in similar solution. Following skin incision, epiaxial musculature and vertebral arches were removed...