Página 1 dos resultados de 13 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Culpabilidade e função: análise crítica da culpabilidade na obra de Günther Jakobs; Culpability and function: critical analysis of the Günther Jakobss culpability theory

Ribeiro, Thaísa Bernhardt
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
26.37%
A expansão do Direito Penal é um fenômeno jurídico da pós-modernidade que se encontra intrinsecamente relacionado com a configuração da sociedade atual como sociedade de riscos. Tal conjuntura social, política, tecnológica, econômica e, inevitavelmente, jurídica afeta a construção dos institutos dogmático-penais. Neste diapasão é possível observar novidades na realidade dogmática: o surgimento ou incremento dos crimes de perigo abstrato, o aumento da relevância da omissão, bens jurídicos supra-individuais, discussão sobre a responsabilidade penal da pessoa jurídica, dentre outros. O efeito deste novo contexto social expansivo da punição não implica apenas o surgimento de novas estruturas dogmáticas, mas, também, ocasiona a reconstrução das categorias dogmático-penais clássicas. A culpabilidade é um instituto pré-existente que enfrenta modificações de natureza semântica, ou seja, não está sendo construída no afã da novidade, mas reconstruída silenciosamente sob o manto dos costumes. Este estudo busca lançar luzes sobre a reconstrução histórica e funcional da culpabilidade, analisando e valorando as alterações práticas e teóricas sofridas pelo citado instituto no contexto da expansão penal na sociedade de risco. Para tal...

A noção de modelo na ciência cognitiva: do funcionalismo à sistêmica

Silva, Adilson Luiz da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 113 f.
POR
Relevância na Pesquisa
26.09%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Filosofia - FFC; A presente dissertação tem como objetivo apresentar uma reflexão crítica sobre dois modelos explicativos encontrados na Ciência Cognitiva, a saber, o modelo funcionalista e o modelo sistêmico. O primeiro desses modelos orientou epistemologicamente as pesquisas tradicionais da Ciência Cognitiva no que diz respeito a compreensão das capacidades cognitivas. O Segundo modelo, por sua vez, constitui uma vertente inovadora adotada pela Ciência Cognitiva Dinâmica. Ao apresentar as mudanças no percurso investigativo, do primeiro ao segundo modelo da Ciência Cognitiva, abordamos os fundamentos teóricos de cada um destes de modo a tratar dos seus principais pressupostos ontológicos.; This work aims at presenting a critical reflexion on two explanation models found in Cognitive Science, that is the functionalist and systemic ones. The first has epistemologically directed traditional researches in Cognitive Science with regard to the comprehension of cognitive abilities. The second constitutes an innovative variant adopted by Dynamic Cognitive Science. By indicating the changes in the investigating course, from the first model to the second one...

The Conservative Physiology of the Immune System. A Non-Metaphoric Approach to Immunological Activity

Vaz, Nelson M.; Ramos, Gustavo C.; Pordeus, Vitor; Carvalho, Claudia R.
Fonte: Hindawi Publishing Corporation Publicador: Hindawi Publishing Corporation
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2006 EN
Relevância na Pesquisa
16.37%
Historically, immunology emerged as a biomedical science, concerned with host defense and production of anti-infectious vaccines. In the late 50s, selective theories were proposed and from then on, immunology has been based in a close association with the neo-Darwinian principles, such as random generation of variants (lymphocyte clones), selection by extrinsic factors (antigens)—and, more generally, on genetic determinism and functionalism. This association has had major consequences: (1) immunological jargon is full of “cognitive” metaphors, founded in the idea of “foreignness”; (2) the immune system is described with a random clonal origin, coupled to selection by random encounters; and (3) physiological events are virtually absent from immunological descriptions. In the present manuscript, we apply systemic notions to bring forth an explanation including systemic mechanisms able to generate immunological phenomena. We replace “randomness plus selection” and the notion of foreignness by a history of structural changes which are determined by the coherences of the system internal architecture at any given moment. The importance of this systemic way of seeing is that it explicitly attends to the organization that defines the immune system...

An examination of emotion-based strategies in ’altruistic’ mobilisation: a case study of the animal rights movement.

Grivas, Rebecca
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2008
Relevância na Pesquisa
26.09%
This thesis examines the emotion-based strategies employed by activists for the purpose of persuading individuals to participate directly in social movements. In particular, the emphasis is placed on getting people involved in ‘altruistic’ mobilisation; a descriptive utilised in order to distinguish these movements from previous research done in which a tangible material gain is presented as an inducement for participation. The thesis investigates the animal rights movement as it pertains to the issue of animal vivisection, and endeavours to identify the linguistic strategies employed by these activists with the goal of understanding how to facilitate ‘altruistic’ movements more generally. A textual analysis, which was consistent with Halliday’s (2004) systemic functional linguistics, was conducted on mobilisation pamphlets written by groups seeking support for either animal vivisection or animal rights. To this end, the analysis considered both the original movement (i.e. the anti-vivisection movement) and the counter-movement (i.e. the pro-research movement). The analysis considers the linguistic and visual strategies used by movement organisers in placing a moral onus on the reader to support the movement. From this analysis it is argued that the success of the animal rights movement stems from its ability to present graphic visual imagery that supplies evidential support for the claims being made in text. In addition...

Controle social pela propriedade : a desapropriação do latifúndio e a justiça social (uma análise sistêmica-Brasil e Portugal); Social control by property : the dispossession of the latifundium and the social justice (a systemic analysis- Brazil and Portugal)

Soares, Rafael Machado
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 01/09/2014 POR
Relevância na Pesquisa
26.09%
Tese de doutoramento em Ciências Jurídicas (ramo de conhecimento em Ciências Jurídicas Públicas); O solo enquanto meio de produção e de sustentação econômica sempre foi um privilégio de poucos. O seu acesso foi/é uma busca constante em função da segurança que essa estrutura oferece frente as incertezas sociais e econômicas. Tanto a Constituição Brasileira quanto a Portuguesa garantem o direito de propriedade, no entanto, o acesso a essa estrutura acaba ainda por ser uma eterna busca. A dificuldade de acesso à propriedade advém de inúmeros fatores, no qual se destaca a verdade capitalista tão presente na pós-modernidade. Essa verdade propaga a ideologia da busca da propriedade com objetivo único de acumulação de capital, distorcendo o verdadeiro valor desse bem, ou seja, ser uma ferramenta de controle social. Assim, o estudo dessa contingência se faz necessário, pois entender a estrutura é primordial para conter a complexidade descontrolada tão presente atualmente, na medida em que complexidade é sinônimo de propagação de indignidade social. Assim, há de se buscar formas de utilização desse meio de produção mais benéficas socialmente, possibilitando uma construção de uma nova realidade...

Sistema jurídico autopoiético, reificação e pena: uma reflexão crítica acerca dos imperativos sistêmicos reificantes que colonizam o direito penal a partir de Niklas Luhmann e Axel Honneth

Feldens, Gabriela Gerson
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
16.3%
A presente dissertação, vinculada à linha de pesquisa Violência, Crime e Segurança Pública, busca articular uma reflexão crítica direcionada aos imperativos sistêmicos que colonizam de forma velada, sub-reptícia, o âmbito jurídico (penal), revelando-se como patologias sociais reificantes. Para isso, em um primeiro momento, propõe-se uma análise da proposta sistêmico-funcional de Niklas Luhmann, a qual entendemos ter o potencial de desvelar certas patologias que subjazem à sociedade atual, notadamente quando seu discurso é projetado no âmbito jurídico-penal. Nesta perspectiva, a teoria crítica de Axel Honneth aparece, em um segundo momento, como um arcabouço teórico frutífero para a argumentação no sentido de que o funcionalismo-sistêmico efetivamente revela de modo expressivo patologias sociais, na forma de reificação. Esta, compreendida consoante a leitura de Honneth como Esquecimento do Reconhecimento, se manifesta particularmente nociva na esfera do direito penal – em especial, nos parece, no momento de aplicação da pena, a qual é tomada nesse trabalho como uma expressão prática em que a reificação se revela e ganha corpo.; The present dissertation, developed in the research line Violence, Crime and Public Safety...

Estructura del Discurso Televisivo : hacia una Teoría de los Géneros

Mas Manchón, Lluís
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2011 SPA
Relevância na Pesquisa
36.37%
En la actualidad, la televisión produce programas híbridos que combinan el discurso informativo, persuasivo y de entretenimiento. El peso específico de cada discurso varía en los tres niveles estructurales del mensaje de masas: nivel intencional (objetivos), estructural (contenido) y superestructural (expresivo). Esto es fruto del proceso experimentado por la televisión a raíz de la revolución tecnológica y los cambios sociales. En este artículo se plantean los principios comunicativos por los que se organiza la información en los tres niveles estructurales de los programas para integrar los tres tipos discursivos. A diferencia de propuestas descriptivas y/o críticas, se apunta a una línea de investigación de los géneros televisivos desde el funcionalismo sistémico y el análisis textual. A través de ejemplos extremos de dominancia de diferentes discursos en los niveles estructurales, el modelo consigue explicar los procesos de hibridación, formula las preguntas de investigación adecuadas, y señala los principios estructurales para futuras variables de estudio.; Today, television programs produce hybrids that combine the informative, persuasive and entertainment discourse. The specific weight of each discourse varies in the three structural levels of the mass message: intentional level(objectives)...

Constituiçom de umha história literária de base sistémica: o sistema cultural como objecto de análise histórica no programa de investigaçom de Itamar Even-Zohar

Casas, Arturo
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2014 CAT
Relevância na Pesquisa
16.3%
Este artigo apresenta umha série de consideraçons, fundamentadas na teoria da cultura polissistémica de Itamar Even-Zohar, sobre a delimitaçom do objecto de estudo da História literária. O meu propósito é analisar de um jeito orgânico os quatro reptos metodológicos do funcionalismo dinâmico e o modelo sistémico na sua aplicaçom à história diacrónica. Estes retos som: 1) entender as interacçons polissistémicas, extra-sistémicas e subsistémicas, assim como também as fronteiras entre culturas sistémicas como alternativa à metodologia comparatista tradicional; 2) incorporar como objecto de estudo nom só produtos/textos senom também o que a teoria dos campos sociais de Pierre Bourdieu descreve como “espace des possibles”; 3) examinar um modelo de seqüenciaçom capaz de elucidar os policronismos dinâmicos e os cambios sistémicos; e 4) conformar umha selecçom crítica de datos que sejam susceptíveis de historizaçom e ajustar um diálogo com outros modelos historiográficos concorrentes.; This article presents a series of considerations, founded on Itamar Even-Zohar’s theory of polysystemic culture, regarding the delimitation of Literary History’s object of study. My purpose is to analyze organically the four principal challenges of dynamic functionalism and the systemic model in their application to diachronic history. These challenges are as follows: 1) to understand polysystemic...

Representaciones de la sociedad : de la modernidad a la posmodernidad

Herrera Gómez, Manuel
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Article; info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2000 SPA
Relevância na Pesquisa
26.09%
El tránsito de las representaciones «modernas» de la sociedad a las llamadas «posmoder-nas» puede ser descrito como efecto ambivalente de una creciente diferenciación social. Más allá del carácter obsoleto de ciertos paradigmas sociológicos tradicionales, por una parte, dicha diferenciación introduce el debate sobre la posible representación de la sociedad, sin embargo, por otra, excluye la fundamental dimensión «relacional». Buena muestra de este proceso es el funcionalismo «sistémico» luhmanniano. En este paradigma lo social no es más que «comunicación». Sin embargo, siguen existiendo espacios que pueden permitir recuperar el carácter concreto de las relaciones sociales y, especialmente, salvaguardar su sentido «humano».; Transit from modern representations of Society to the so-called post-modern can be described as ambivalent effect of an increasing social distinction. On the one hand, beyond the old-fashioned character of certain sociological paradigms, the aforementioned distinction opens the questions about the possible participation of Society. However, on the other hand, it excludes the main relational dimension. A good sample ot this process is Luhmannian systemic functionalism. In this paradigm social element is nothing but communication. Nevertheless...

Per a una teoria de la comunicació fonamentada sociològicament

Berrio, Jordi
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2011 CAT
Relevância na Pesquisa
26.09%
Hi ha molts sociòlegs que tracten la comunicació d’una manera més o menys marginal, però les teories sociològiques no la tenen en compte, amb les seves mediacions tècniques, com un àmbit definit de les estructures de la societat. Es crida l’atenció sobre els perills que comporta la molta recerca empírica que es fa sense tenir un marc teòric general prou clar. Els sociòlegs alemanys, començant per Max Weber, continuant amb els de l’Escola de Frankfurt, amb les seves diferents generacions, i acabant amb el funcionalisme sistèmic, són els qui més s’han ocupat dels temes referents a la comunicació. Però s’assenyala que han estat Jürgen Habermas i Niklas Luhmann els autors que més s’han acostat a tractar la comunicació tal com, al meu entendre, fóra de desitjar.; Many sociologists view communication as a peripheral subject and sociological theories and their technical mediations don’t treat communication as a defined field of social structures. The author emphasises the dangers entailed by the considerable amount of empirical research carried out without a clear enough general theoretical framework. German sociologists, beginning with Max Weber, followed by the Frankfurt School and its different generations...

Pena e funcionalismo sistêmico: uma análise crítica da prevenção geral positiva; Pena e funcionalismo sistêmico: uma análise crítica da prevenção geral positiva

Cacicedo, Patrick Lemos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
46.72%
O presente trabalho tem por objetivo analisar criticamente a teoria da prevenção geral positiva da pena construída por Günther Jakobs. Nesse passo, após uma digressão sobre a crise das teorias tradicionais da pena, analisa-se descritivamente o funcionalismo sociológico desde sua inauguração com Durkheim até a moderna versão sistêmica de Niklas Luhmann. Com base no funcionalismo sistêmico, Jakobs elabora a teoria da prevenção geral positiva em um percurso teórico que é apresentado em três diferentes fases. A segunda parte do trabalho analisa criticamente as bases sociológicas e jurídicofilosóficas do pensamento de Jakobs a partir de um viés da sociologia do conflito e da teoria crítica do direito. Por fim, além das críticas enunciadas pela doutrina penal, a teoria da prevenção geral positiva é confrontada com a realidade do processo de criminalização, de modo a revelar seu viés legitimador da seletividade do sistema penal, suas relações com o papel da mídia no incremento do autoritarismo penal, além do significado material da pena como imposição de sofrimento ao ser humano. O cotejo com a realidade brasileira termina por revelar a inadequação do discurso da pena de Jakobs para sociedades em processo de democratização cuja defesa da liberdade e da dignidade humana assumem um papel de prioritária importância.; This research aims to critically analyze Günther Jakobs\' theory of the positive general prevention penalty. In this way...

Poder, formas de dominação e Estado no diálogo entre Nicos Poulantzas e a sociologia política norte-americana

Braga, Sérgio; Universidade Federal do Paraná (UFPR)
Fonte: Revista Brasileira de Ciência Política Publicador: Revista Brasileira de Ciência Política
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2011 POR
Relevância na Pesquisa
16.09%
O objetivo do artigo é recuperar os termos do diálogo crítico sobre os conceitos mais gerais da teoria política (tais como os de poder, dominação e Estado), travado por Nicos Poulantzas com alguns representantes da chamada “sociologia política norte-americana”. Nossa hipótese básica é a de que a originalidade de algumas das contribuições efetuadas por Poulantzas em suas primeiras obras está fortemente relacionada, dentre outras coisas, ao diálogo travado pelo autor com essas correntes que formavam o mainstream da ciência política acadêmica de então. Como proposição adicional, sustentaremos a necessidade de retomada desse diálogo crítico e de incorporação sistemática no universo teórico da sociologia política estrutural-marxista de algumas das principais categorias desenvolvidas pelos sociólogos políticos sistêmicos e pluralistas (tais como os conceitos de poder, influência, autoridade, sistema político e elites), e argumentaremos contra as teses defendidas por alguns analistas acerca da existência de uma relação de incompatibilidade radical ou de “soma-zero” entre as noções empregadas por cientistas políticos representativos destas duas tradições teóricas. Palavras-chave: sociologia política norte-americana; teoria política estrutural-marxista; Nicos Poulantzas; sistema político; funcionalismo. Abstract The article aims at recovering the terms of the critical dialogue about more general concepts of political theory (such as power...

O lugar da experiência e da razão na origem do conhecimento do turismo; The experience and the place of reason in the origin of knowledge of tourism

Moesch, Marutschka; UnB
Fonte: Revista Cenário Publicador: Revista Cenário
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 03/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
16.09%
Este artigo discorre sobre o domínio material e conceitual do turismo-tese, o objeto da ciência, através dos conhecimentos sistematizados por autores da área e por organismos oficiais de caráter mundial. Analisamos a fragilidade dessas teorias de indução empírica e a atitude positivista onde ocorre uma explícita subordinação do imaginário pela observação do fato. Reconstruímos a epistemologia interna, estabelecendo uma crítica ao domínio conceitual-antítese aos métodos e fundamentos utilizados no ensino do Turismo como um campo disciplinar: o empirismo, o funcionalismo e o sistemismo. Alçamo-nos da sociologia compreensiva de Michel Maffesoli e da teoria da complexidade de Edgar Morin, buscando a construção de um conhecimento turístico interdisciplinar abarcando sua complexidade. A nova síntese é permeada pela análise da epistemologia derivada, onde a relação de sujeito/objeto reconstrói-se organicamente e de forma complexa, estabelecendo-se o domínio da psicogênese e sociogênese do conhecimento turístico, recuperando os valores humanos no discurso científico do turismo. ; This article deals with on the material and conceptual dominion of the tourism- thesis, object of science, by means of the knowledge systematized by authors of the area and official organisms of world-wide character. It analyzes the fragility of these theories of empirical induction...