Página 1 dos resultados de 179 itens digitais encontrados em 0.015 segundos

Aliança terapêutica em terapia familiar sistémica com clientes voluntários e involuntários: microanálise das constribuições dos terapeutas

Figueiredo, Mafalda Joana da Silva
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
35.87%
O presente estudo exploratório tem como principal objetivo analisar de que forma a mesma equipa de coterapeutas contribui para a aliança em terapia familiar sistémica, num caso com clientes voluntários e noutro com clientes involuntários. O recurso ao instrumento SOFTA (System for Observing Family Therapy Alliances) permitiu uma análise observacional do tipo e frequência dos comportamentos do sistematerapeutas após manifestações negativas dos clientes, na primeira e quarta sessões dos dois casos. Os resultados demonstram que, apesar das intervenções dos terapeutas serem sempre positivas e maioritariamente com o intuito de contribuir para o Envolvimento dos clientes na terapia, no caso da família involuntária as suas contribuições para a aliança são mais imediatas às manifestações negativas dos clientes e mais diversificadas em termos da sua qualidade. São discutidas algumas hipóteses que permitem explicar os padrões de comportamento observados, tendo em conta as características do sistema-terapeutas e do tipo de abordagem terapêutica utilizada, bem como as especificidades de cada família. É ainda feita referência às implicações dos resultados para a prática clínica.; This exploratory study mainly aims to analyze how the same cotherapists’ team contributes to the alliance in systemic family therapy in a case with voluntary clients and other with involuntary clients. The use of the SOFTA (System for Observing Family Therapy Alliances) instrument allowed an observational analysis of the type and frequency of the therapists’ contributions after clients’ negative manifestations in the first and fourth sessions of the two cases. The results demonstrate that...

Evolução da aliança, expetativas e efeitos da terapia familiar sistémica ao longo do processo terapêutico. Ponto de vista do terapeuta

Azevedo, Juliana Oliveira Moreira
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.06%
O presente estudo exploratório tem como principal finalidade estudar a perspetiva do terapeuta em relação aos efeitos da terapia, às expetativas e à aliança terapêutica, ao longo do processo terapêutico em terapia sistémica familiar e de casal. Propõe-se igualmente analisar o impacto de determinadas variáveis do terapeuta nos resultados obtidos. A prossecução destes objetivos foi operacionalizada através da utilização de três instrumentos: o System for Observing Family Therapy Alliances (SOFTA, 2006; Friedlander, Escudero, & Heatherington), o Systemic Clinical Outcome and Routine Evaluation (SCORE, 2006; Stratton, Janes, & Lask) e a Ficha de Avaliação das Expetativas. Estes instrumentos foram aplicados em três momentos específicos da terapia (1ª, 4ª e 7ª sessões) a uma amostra constituída por 16 terapeutas, resultando num total de 16 processos completos. Os resultados permitem concluir que os terapeutas percecionam melhorias na família ao longo das sessões, pontuando a relação terapêutica de forma constante e com valores médios. Algumas variáveis do terapeuta (e.g. o tipo de formação e os anos de experiência em terapia familiar sistémica) parecem ter impacto nas expectativas do terapeuta ao longo do processo terapêutico...

Vozes da terapia: fragmentos de um discurso familiar (amoroso?); The discursive practices in systemic family therapy sessions

Stoeber, Isa Maria Aparecida Spanghero
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
86.01%
Este trabalho investiga as práticas discursivas de sessões de terapia de família de abordagem sistêmica. Enfoca a (re)construção dos sentidos desse discurso terapêutico, voltando-se para o que se convenciona chamar, dentro da área terapêutica, por re-significação e procurando olhar criticamente o pedido de ajuda do paciente e o ato de dar ajuda do terapeuta. Investigam-se também os lugares sociais/familiares dos sujeitos - aí incluída uma certa representação do terapeuta - quando em interação terapêutica. Partindo da noção de dialogismo proposta por Bakhtin e revisitada pelos estudos sobre a(s) heterogeneidade(s) enunciativa(s) de Authier-Revuz, são observadas, em diálogos extraídos de três sessões de terapia de família realizadas em institutos de ensino e pesquisa (duas instituições autônomas e uma autarquia federal), as fronteiras da alteridade, evidenciadas no gênero discursivo "sessão de terapia". Tal gênero discursivo, que, em sua superfície pode ser entendido como encontro com fins terapêuticos para discutir temas de conflitos humanos em situação relacional, evidencia-se, no entanto, como um confronto entre vozes que disputam papéis/lugares sociais e familiares. As análises revelam que as fronteiras...

Filhos do desamparo, filhos que amparam : significações sobre a parentalidade de adolescentes-pais em medida de liberdade assistida

Cestari, Dina Mara
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
35.79%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Clínica, 2008.; Esta pesquisa teve como objetivo compreender as significações sobre a parentalidade - prática de ambos os pais com os cuidados corporais e psíquicos do bebê - de adolescentes do sexo masculino, em medida de Liberdade Assistida. O enfoque teórico é psicanalítico, articulando-se com contribuições da psicossociologia francesa e da terapia familiar sistêmica. O estudo foi desenvolvido a partir de um projeto de intervenção-pesquisa, denominado Projeto Fênix na Comunidade que atendeu adolescentes em medida de Liberdade Assistida e suas famílias, em uma instituição do Distrito Federal. A investigação priorizou a análise de entrevistas individuais, semidirigidas, realizadas com 11 adolescentes que viviam a experiência de ter gerado um filho. Como fonte de dados complementares foram utilizados entrevistas com familiares e com profissionais responsáveis pela execução da medida, observação participante e análise dos prontuários dos adolescentes. A análise construtivo-interpretativa das entrevistas revelou cinco zonas de sentido assim denominadas: (i) O filho como parceiro do processo de resiliência do adolescente; (ii) A parentalidade como um processo sistêmico e construído no contexto da família; (iii) A nostalgia do "pai presente" na concepção do papel de pai do adolescente-pai em Medida de Liberdade Assistida; (iv) O desamparo como herança transgeracional e (v) Conflitos e possibilidades da parentalidade na adolescência. O estudo indica que a parentalidade - dos adolescentes em medida de Liberdade Assistida - não se configura apenas como um fator adicional de risco...

A perspectiva sistêmica para a Clínica da Família; The systemic perspective for Family Clinic

Costa, Liana Fortunato
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
35.91%
O presente texto tem por objetivo traçar uma breve trajetória teórica, conceitual, empírica e tecnológica do estudo da família na perspectiva sistêmica e apontar a consequente proposta de intervenções para a clínica da família. Apresentamos as diferentes Escolas de Terapia Familiar, desde aquelas fortemente influenciadas pela Cibernética até aquelas que assimilaram as contribuições do Construtivismo e do Construcionismo Social. A seguir, tecemos comentários sobre a pesquisa com família e os interesses dos pesquisadores da área em nosso país. Finalmente, apontamos nossa opinião sobre o direcionamento futuro da Terapia Familiar no Brasil. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT; The present text aims to outline a brief theoretical, conceptual, empirical and technological course of family studies under a systemic perspective, and to point out the consequent proposal of interventions for family clinic. Different Family Therapy Schools are presented: from schools mainly influenced by Cybernetic to those that assimilated the contributions of Constructivism and Social Constructionism. Next, comments about family research and the interest of researchers about the theme in our country are made. Finally...

Sexualidade e violência em famílias de adolescentes que cometeram ofensa sexual

Costa, Bruno Nogueira da Silva
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
35.78%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2012.; O presente estudo tem como tema a sexualidade de adolescentes que cometeram abuso sexual intrafamiliar. Para compreender o objeto de estudo, apresentam-se as bases conceituais adotadas de adolescência, família, sexualidade, desenvolvimento psicossexual e violência intrafamiliar. O objetivo é investigar como ocorre a expressão da sexualidade dos adolescentes pesquisados em família. Para isto se busca, como objetivos específicos, elucidar como os adolescentes pesquisados aprenderam sobre o tema no contexto familiar, quais são os discursos familiares sobre sexualidade, e como a família, ao longo de gerações, expressa a sua sexualidade. Este trabalho insere-se no campo da pesquisa qualitativa com base no referencial teórico da terapia familiar sistêmica, realizado no contexto de um centro de atendimento de saúde pública – Centro de Orientação Médico-Psicopedagógica (COMPP). Utiliza-se o método construtivo-interpretativo de González Rey, com a intenção de criar zonas de sentido. Participaram do estudo cinco famílias com adolescentes...

A co-construção da hipótese sistémica em terapia familiar

Relvas, Paula
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //1996 POR
Relevância na Pesquisa
45.98%
No presente artigo, a autora debruça-se sobre um dos instrumentos conceptuais fundamentais na terapia familiar sistémica, a saber, a hipótese sistémica. Apresenta numa primeira parte a conceptualização original de hipótese sistémica formulada pela Escola de Milão, a forma como é concebida no modelo estrutural de Minuchin e como está implícita no modelo estratégico através da noção de reenquadramento. Refere-se, ainda, ao papel e função da hipótese na condução do processo terapêutico. Na segunda parte, partindo da renovação epistemológica construtivista da terapia familiar (terapia familiar de segunda ordem), redefine- -se a hipótese como co-construção desenvolvida a partir da relação terapeuta-cliente, perspectiva em que é claramente entendida como metodologia e motor de mudança. A concluir discute-se o modo como a reconceptualização da hipótese sistémica é operacionalizada no modelo terapêutico seguido no NUSIAF, quer na própria sessão, quer ao longo de todo o processo terapêutico.; ABSTRACT: This article is about an important issue in Family Therapy: the systemic hypothesis. In the first part, we describe the original conceptualisation made by the Milan School, as well as the place that structural and strategic approaches give to this therapeutic instrument. We also emphasised the functional value of the hypothesis in the therapeutic process. In the second part...

Cognitive behavioral therapy in combination with systemic family therapy improves mild to moderate postpartum depression

Hou,Yongmei; Hu,Peicheng; Zhang,Yongmei; Lu,Qiaoyun; Wang,Dandan; Yin,Ling; Chen,Yaoqi; Zou,Xiaobo
Fonte: Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP Publicador: Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 EN
Relevância na Pesquisa
85.95%
Objective: To explore the effect of cognitive behavioral therapy (CBT) in combination with systemic family therapy (SFT) on mild to moderate postpartum depression and sleep quality. Methods: 249 primiparous women with mild to moderate postpartum depression were recruited and randomly assigned to a control group (n=128), which received conventional postpartum care, or to a psychological intervention group (n=121), which received conventional postpartum care combined with psychological intervention. The Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS) and Pittsburgh Sleep Quality Index (PSQI) were employed to evaluate depression and sleep quality, respectively. Results: 104 patients in the intervention group and 109 in the control group completed the study. After intervention, the EPDS score, PSQI score, sleep quality score, sleep latency score, sleep duration score, habitual sleep efficiency score, sleep disturbance score, and daytime dysfunction score were significantly lower in the intervention group than in the control group. The EPDS and PSQI scores of each group at different time points after intervention were markedly decreased compared with those before intervention, and the reduction in the intervention group was more evident than that in the control group. Conclusion: CBT in combination with SFT can improve depression and sleep quality in patients with mild to moderate postpartum depression.

Office versus Home-Based Family Therapy for Runaway, Alcohol Abusing Adolescents: Examination of Factors Associated with Treatment Attendance

Slesnick, Natasha; Prestopnik, Jillian L.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2004 EN
Relevância na Pesquisa
55.89%
There is a dearth of research examining treatment engagement and attendance among runaway youth and their families. Such research is needed in order to inform treatment providers on factors associated with engagement and maintenance of these difficult to engage families into counseling. This study examined differential treatment attendance for alcohol abusing runaway youth residing at a local shelter. A traditional office-based family systems approach, Functional Family Therapy (FFT), was compared to a non-traditional, home-based, multi-systemic family therapy approach, Ecologically Based Family Therapy (EBFT). As expected, treatment engagement and attendance was significantly higher for those assigned to EBFT (N = 37) compared to FFT (N = 40). Predictors of treatment attendance (income, family chaos, externalization problems and level of youth substance use) were examined within each treatment modality. Findings suggest that home-based (compared to office-based) treatment modalities may significantly increase treatment attendance and engagement of runaway youth and their families. Non-traditional forms of treatment may need to be considered in order to best meet the needs of highly chaotic and disorganized family systems.

A highly efficient short hairpin RNA potently down-regulates CCR5 expression in systemic lymphoid organs in the hu-BLT mouse model

Shimizu, Saki; Hong, Patrick; Arumugam, Balamurugan; Pokomo, Lauren; Boyer, Joshua; Koizumi, Naoya; Kittipongdaja, Panyamol; Chen, Angela; Bristol, Greg; Galic, Zoran; Zack, Jerome A.; Yang, Otto; Chen, Irvin S. Y.; Lee, Benhur; An, Dong Sung
Fonte: American Society of Hematology Publicador: American Society of Hematology
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 25/02/2010 EN
Relevância na Pesquisa
35.77%
Inhibiting the expression of the HIV-1 coreceptor CCR5 holds great promise for controlling HIV-1 infection in patients. Here we report stable knockdown of human CCR5 by a short hairpin RNA (shRNA) in a humanized bone marrow/liver/thymus (BLT) mouse model. We delivered a potent shRNA against CCR5 into human fetal liver-derived CD34+ hematopoietic progenitor/stem cells (HPSCs) by lentiviral vector transduction. We transplanted vector-transduced HPSCs solidified with Matrigel and a thymus segment under the mouse kidney capsule. Vector-transduced autologous CD34+ cells were subsequently injected in the irradiated mouse, intended to create systemic reconstitution. CCR5 expression was down-regulated in human T cells and monocytes/macrophages in systemic lymphoid tissues, including gut-associated lymphoid tissue, the major site of HIV-1 replication. The shRNA-mediated CCR5 knockdown had no apparent adverse effects on T-cell development as assessed by polyclonal T-cell receptor Vβ family development and naive/memory T-cell differentiation. CCR5 knockdown in the secondary transplanted mice suggested the potential of long-term hematopoietic reconstitution by the shRNA-transduced HPSCs. CCR5 tropic HIV-1 infection was effectively inhibited in mouse-derived human splenocytes ex vivo. These results demonstrate that lentiviral vector delivery of shRNA into human HPSCs could stably down-regulate CCR5 in systemic lymphoid organs in vivo.

The Efficacy of Structural Ecosystems Therapy for HIV Medication Adherence with African American Women

Feaster, Daniel J.; Brincks, Ahnalee M.; Mitrani, Victoria B.; Prado, Guillermo; Schwartz, Seth J.; Szapocznik, Jose
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /02/2010 EN
Relevância na Pesquisa
45.86%
A systemic family therapy intervention, Structural Ecosystems Therapy (SET), has been shown to promote adaptation to living with HIV by reducing psychological distress and family hassles. This investigation examines the effect of SET on HIV medication adherence relative to a person-centered condition and a community control condition. Medication adherence was assessed on 156 trial participants. Results of a two-part model showed that SET was significantly more likely to move women to high levels of adherence (defined as at least 95% adherence) than a person-centered therapy. Family hassles was also significantly reduced by SET, though the effect of SET on medication adherence did not appear related to this change in family hassles.

Old Wine in New Bottles: Decanting Systemic Family Process Research in the Era of Evidence-Based Practice†

Rohrbaugh, Michael J.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
45.9%
Social cybernetic (systemic) ideas from the early Family Process era, though emanating from qualitative clinical observation, have underappreciated heuristic potential for guiding quantitative empirical research on problem maintenance and change. The old conceptual wines we have attempted to repackage in new, science-friendly bottles include ironic processes (when “solutions” maintain problems), symptom-system fit (when problems stabilize relationships), and communal coping (when we-ness helps people change). Both self-report and observational quantitative methods have been useful in tracking these phenomena, and together the three constructs inform a team-based family consultation (FAMCON) approach to working with difficult health and behavior problems. In addition, a large-scale, quantitatively focused effectiveness trial of family therapy for adolescent drug abuse highlights the importance of treatment fidelity and qualitative approaches to examining it. In this sense, echoing the history of family therapy research, our experience with juxtaposing quantitative and qualitative methods has gone full circle – from qualitative to quantitative observation and back again.

The devil is in the detail: Clinicians, academics and researchers resolving the problems of clinical research

Sanders, C.; Kettler, L.; Best, N.; Winefield, H.; Robinson, M.
Fonte: Australian and New Zealand Journal of Family Therapy Inc. Publicador: Australian and New Zealand Journal of Family Therapy Inc.
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2007 EN
Relevância na Pesquisa
85.96%
The difficulties associated with conducting valid family therapy research within a clinical practice discourage many potential researchers. This article will describe collaboration between a group of academics, researchers and clinicians who decided to explore the process and efficacy of systemic family therapy conducted within a working private practice. The specific questions we are addressing are, whether the requests clients bring to their first session of therapy can be reliably classified by practitioners, whether these requests change over time, and whether the nature of the request is associated with therapist and client ratings of therapeutic outcome. Additional questions about the form and nature of the therapeutic alliance as experienced by both client and practitioner are also being explored. This paper will map the passage of the work from inception to its current state where over 140 clients are active participants. In doing so attention will be paid to the obstacles encountered: practical, financial and ethical, and the solutions devised to address these.; Catherine M. Sanders, Lisa J. Kettler, Nicole T. Best, Helen R. Winefield, Malcolm Robinson; © Australian Academic Press

Breast cancer and systemic sclerosis: A clinical description of 21 patients in a population-based cohort study

Lu, T.; Hill, C.; Pontifex, E.; Roberts-Thomson, P.
Fonte: Springer-Verlag Publicador: Springer-Verlag
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2008 EN
Relevância na Pesquisa
35.85%
Previous studies have demonstrated an increased risk of breast cancer among patients with systemic sclerosis (scleroderma). To describe the clinical characteristics of 21 patients with both systemic sclerosis and breast cancer, and compare their risk factors to female scleroderma patients without breast cancer, in a population-based cohort study of South Australia. Subjects with scleroderma and breast cancer were identified from the South Australian Scleroderma Register with cross-linking to the South Australian Cancer Registry, last updated to the end of December 2005. Clinical information was obtained from standardised self-administered questionnaires and case note reviews. Odds ratios for the risk factors for breast cancer in scleroderma were determined, and clinical variables were analysed using chi square, Fisher’s exact, Mann–Whitney and t tests. At the end of December 2005 there were a total of 389 female patients with scleroderma. Of these, 21 (5.4%) had been diagnosed with breast cancer. The mean age of onset of scleroderma was 43.5 years, and the mean age of breast cancer was 60.5 years in those with scleroderma and breast cancer. The majority (71.4%) had limited scleroderma, with anti-centromere antibody being the most prevalent serological abnormality. In 16 (76%) patients the diagnosis of breast cancer occurred on an average of 22.3 years after the onset of their first scleroderma symptom. When compared to 48 controls...

Difusão do construcionismo social entre terapeutas familiares: desafios e potencialidades; The dissemination of social constructionist discourse among family therapists: Challenges and potentialities.

Ravagnani, Gabriela Silveira de Paula
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
65.94%
O campo da terapia familiar tem se desenvolvido a partir de diferentes contribuições teóricas e epistemológicas. Um dos desenvolvimentos recentes da terapia familiar tem se dado a partir da emergência do movimento construcionista social em ciência, levando, dentre outras mudanças, a uma maior ênfase nos processos de comunicação no contexto terapêutico. Considerando a crescente utilização das contribuições do construcionismo social pelos profissionais brasileiros envolvidos na prática clínica, consideramos relevante compreender como tem se dado essa transmissão de conhecimentos do campo teórico para o campo clínico. Assim, o objetivo deste estudo qualitativo é investigar a difusão do discurso construcionista social entre um grupo de terapeutas familiares brasileiros, focando em como este se constitui em um aporte útil para sua prática clínica. Foram entrevistados 14 terapeutas familiares, do sexo masculino e feminino, psicólogos, cuja atividade profissional atual envolve o trabalho com famílias, e possuem responsabilidade docente em institutos de formação em terapia familiar. As entrevistas foram gravadas em áudio e transcritas literalmente e na íntegra. A análise das informações foi realizada a partir das propostas construcionistas sociais em ciência. Parte do processo de análise e discussão dos resultados foi realizada em conjunto com a Profa. Sheila McNamee...

Terapia familiar sistêmica e idosos: contribuições e desafios; Systemic family therapy and the elderly: contributions and challenges

COUTO, Maria Clara P. de Paula; PRATI, Laíssa Eschiletti; FALCÃO, Deusivania Vieira da Silva; KOLLER, Sílvia Helena
Fonte: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Publicador: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
76.03%
O presente artigo descreve algumas intervenções clínicas de orientação sistêmica que podem ser realizadas com a população idosa. Quatro modalidades terapêuticas são abordadas: a terapia individual com idosos, a terapia de casal na terceira idade, o atendimento familiar com membros idosos e o idoso percebido como recurso à terapia familiar. Partindo de alguns conceitos desenvolvidos pela literatura da área, descrevemos situações prototípicas vivenciadas na terapia sistêmica com os desafios específicos desse momento de ciclo vital. O idoso pode ser percebido como um peso/fardo ou como um recurso pelo sistema familiar ao qual pertence, e até por ele mesmo. Por outro lado, a velhice bem-sucedida reflete um posicionamento pessoal que é intimamente influenciado pelas relações no sistema familiar dos idosos.; This study aims to describe some systemic clinical interventions focused on the treatment of elderly individuals. Four different therapeutics modes are explored: individual therapy, couple's therapy, family therapy with elder family members, and accessing elder members to help in the family therapy process. Some prototype situations in therapy with elderly individuals are discussed, taking into account some concepts developed in family therapy. The elderly can be perceived by the family...

Extreme traumatization in Chile: the experience and treatment of families

Brown, Jac; Roizblatt Scherzer, Arturo Elías; Biedermann Dommasch, Niels Eduard
Fonte: The Association for Family Therapy and Systemic Practice Publicador: The Association for Family Therapy and Systemic Practice
Tipo: Artículo de revista
EN
Relevância na Pesquisa
35.76%
Artículo de publicación ISI; Chile entered a period of political turmoil when Dr Salvador Allende, a socialist, won the 1970 presidential election. After he was overthrown, Chile was governed by a military dictatorship that engaged in massive human rights violations. Some 30 years later, this article summarizes the psychological consequences of the traumas that victims experienced and the emotions triggered in these individuals and their families, as well as the very real difficulties they faced. This report focuses on the loss and grief that many families experienced after a family member was imprisoned and tortured or assassinated, or both. Systemic therapeutic implications of the difficulties these families faced are proposed.

A prop??sito de un ritual. 'Correr el gallo', un rito de iniciaci??n

Benito Riesco, Orlando
Fonte: Pedro G??mez Publicador: Pedro G??mez
Tipo: Artigo de Revista Científica
SPA
Relevância na Pesquisa
65.88%
Los rituales han sido estudiados de manera amplia desde la antropolog??a y tambi??n desde la terapia familiar sist??mica. La cual, retom?? los rituales del plano descriptivo-antropol??gico para utilizarla como t??cnica psicoterap??utica. En segundo lugar, y aprovechando la revisi??n anterior, el siguiente trabajo describe y analiza un rito de iniciaci??n que se viene realizando de manera tradicional en una serie de pueblos de la provincia de Zamora, aunque ??ltimamente se encuentra amenazada de extinci??n. Esta ceremonia, a??ade adem??s unos elementos narrativos muy importantes: las relaciones (material que se muestra al final del trabajo). Utilizando varios de los conceptos desarrollados por la teor??a sist??mica se analizan las repercusiones y funciones de dicho ritual en el sistema pueblo, que es un sistema m??s amplio que el de familia, al cual engloba.; Rituals have been widely studied from Anthropology as well as systemic family therapy. The latter is examined from a descriptive anthropological level for use as a psychotherapeutic resource. Secondly, taking advantage of previous overview, the following paper describes and analyses an initiation rite which has been traditionally performed in some villages of Zamora (Spain). Although lately threatened with disappearing...

Genetograma: um instrumento de trabalho na compreensão sistêmica de vida; Genetograma: un instrumento de trabajo en la comprensión sistemática de la vida; Genetic map: an instrument of work in the systemic comprehension of life

Zuse, Almerinda Silveira; Rossato, Verginia Medianeira Dallago; Backes, Vânia Marli Schubert
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2002 POR
Relevância na Pesquisa
35.86%
O texto aborda uma experiência iniciada a partir da formação em terapia familiar sistêmica, a qual acrescentou à nossa prática profissional um moderno, eficaz e operacional instrumento de trabalho. Partindo do pressuposto de que um dos papéis dessa modalidade de tratamento é a reorganização do sistema, aproveitando-se as potencialidades inerentes a cada família, implantamos o serviço no Hospital Universitário de Santa Maria -- HUSM, confiantes em que, com o genetograma, seria possível incluir a família na recuperação das pessoas alcoolistas em tratamento nessa instituição. Concluímos, sugerindo aos profissionais da área da saúde, e áreas afins, que realizem o uso do genetograma e tenham a oportunidade de confirmar o que registramos no presente trabalho.; El texto aborda una experiencia que tuvo inicio a partir de la formación en terapia familiar sistemática, la cual agregó a nuestra práctica profesional, un moderno, eficiente y operacional instrumento de trabajo. Partiendo del presupuesto de que uno de los papeles de esta modalidad de tratamiento es la reorganización del sistema aprovechando las potencialidades inherentes a cada familia, implantamos el servicio en el Hospital Universitario de Santa Maria -- HUSM...

Gestalt-therapy and Systemic Therapy: the body in Psychotherapy; Gestalt-Terapia e Terapia Sistêmica: o corpo em psicoterapia

Gurgel, Marília Toscano de Araujo; Universidade Federal do Rio de Janeiro
Fonte: Eduff Publicador: Eduff
Tipo: ; ; ; Avaliado por pares Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 04/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
45.87%
This work demonstrates the contribution of the body approach in the Gestalt-Therapy to the Systemic Familiar Therapy. The method used was a tape recorded in a body workshop structured according to the both approaches. The workshop gave the opportunity to each member  a more integrated form of constructing their own identity. The intercrossing of both approaches brought to the persons, better awareness of who and how they are in the “world”, helping them in the process of assumption of the story they tell. The experience shows to the therapists, the possibilities that the bodywork gives to a comprehensive method of constructed reality.; Este trabalho demonstra a contribuição da abordagem corporal da Gestalt-Terapia para a Terapia Familiar Sistêmica. O método utilizado foi a gravação de uma oficina de corpo  estruturada em saberes das duas abordagens. A oficina proporcionou, a cada participante, maior qualidade de atenção, presença, contato e criatividade, uma forma mais integrada de construir sua identidade. O entrecruzamento das duas abordagens trouxe às pessoas maior consciência de quem são e como são no “mundo”, ajudando-as no processo de assunção da história que contam. A experiência mostrou aos terapeutas as possibilidades que o trabalho corporal oferece como método de apreensão da realidade co-construída.