Página 1 dos resultados de 7143 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Macrofauna do solo influenciada pelo uso de fertilizantes químicos e dejetos de suínos no oeste do estado de Santa Catarina; Soil macrofauna as influenced by chemical fertilizers and swine manure use in western Santa Catarina State, Brazil

ALVES, Maurício Vicente; SANTOS, Júlio Cesar Pires; GOIS, Deisi Tatiani de; ALBERTON, Janaina Veronezi; BARETTA, Dilmar
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.88%
Este estudo objetivou avaliar o efeito da adição de doses crescentes de dejetos de suínos, adubação organomineral e adubação mineral sobre a abundância e diversidade da macrofauna edáfica. O estudo foi realizado no município de Campos Novos, SC, em um Latossolo Vermelho distroférrico, cultivado anualmente com milho (Zea mays) e aveia (Avena sativa), em sucessão e semeadura direta. Os seis tratamentos utilizados foram: testemunha (TT); adubação mineral (AM); adubação organomineral (AOM); adubação orgânica na doses de 3 t ha-1 (AO3); 6 t ha-1 (AO6) e 12 t ha-1 (AO12) de dejeto de suínos em base seca. O fertilizante mineral foi aplicado em semeadura na linha do plantio e a adubação orgânica, após semeadura do milho. A macrofauna edáfica foi avaliada utilizando-se um amostrador cilíndrico com 17 cm de diâmetro, coletando-se amostras de solo na profundidade de 0-10 cm. As amostragens foram realizadas em três épocas: a primeira em 5/5/2005 (um mês após a colheita do milho), a segunda em 9/09/2005 (sob a cultura de aveia), e a terceira em 23/1/2006 (sob a cultura do milho). A diversidade de organismos foi avaliada por meio dos índices de Shannon, Simpson e Pielou, riqueza de grupos, abundância e análise de agrupamento. A freqüência relativa das ordens foi afetada pela adição do dejeto suíno...

Avaliação sorológica da cisticercose suína pelo ELISA utilizando os antígenos: total e de escólex de Cysticercus cellulosae e líquido vesicular de Cysticercus longicollis; Sorologic evaluation of swine cysticercosis by ELISA using antigens: total extract and scolex from Cysticercus cellulosae and vesicular fluid from Cysticercus longicollis

Soares, Killarney Ataide
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/11/2003 PT
Relevância na Pesquisa
36.95%
A cisticercose suína é uma doença causada pela larva de Taenia solium, Linneaus, 1758, denominada Cysticercus cellulosae (cisticerco). A doença está amplamente distribuída pelo mundo, sendo mais freqüente nos países onde o consumo de carne suína é elevado e as condições sanitárias são deficientes, como em grande parte dos países em desenvolvimento. A cisticercose causa prejuízo em criações de suínos, pois, a carne infectada torna-se imprópria para o consumo humano. Para o diagnóstico da cisticercose suína são realizados o exame da língua in vivo e o exame post-mortem (necropsia). O exame da língua é pouco sensível apesar da elevada especificidade, uma vez que a localização do parasita pode não ser disseminada. A análise post-mortem é baseada em sítios de predileção dos cisticercos. Por isso, são analisados em rotina de inspeção sanitária, o coração, a língua, o diafragma e músculos mastigadores (masseteres e pterigóide). No entanto, infecções brandas, com reduzido número de cisticercos instalados nos tecidos, podem não ser diagnosticadas na necrópsia, evidenciando uma sensibilidade baixa. Recentemente, tem sido sugerida a implementação de testes imunológicos, dentre eles o ELISA (Enzyme Linked Immunossorbent Assay)...

Estudo da transmissão horizontal de Mycobacterium avium em suínos; Study of the Mycobacterium avium horizontal transmission in swine

Oliveira, Eugenia Marcia de Deus
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.99%
Haja vista a existência de quatro famílias de M. avium molecularmente distintas circulando na população de suínos do Sul do Brasil, a diferença de virulência constatada entre essas quatro famílias, a influência da virulência nos mecanismos de transmissão, as dúvidas existentes a respeito da existência e da importância da transmissão horizontal de M. avium em suínos e do significado desse conhecimento para o estabelecimento de métodos de controle eficientes, o presente projeto tem por objetivos: 1) Padronizar método de isolamento de micobactérias a partir de fezes suínas; 2) Caracterizar a eliminação de M.avium pelas fezes em suínos experimentalmente infectados pela via oral; 3) Verificar se existe transmissão horizontal entre suínos durante a fase de eliminação ativa, através de experimentos envolvendo infecção oral e exposição de animais contactantes; 4) Estudar, através de modelagem matemática, a dinâmica da infecção por M.avium em uma população suína. Como resultados, para cada um dos itens obteve-se: 1) Houve diferença significativa entre os protocolos de recuperação de micobactérias a partir de fezes de suínos (p< 0,05) e o método ácido com ressuspensão em solução de anfotericina B e semeadura em meio de Lowenstein-Jensen com antibióticos apresentou o maior percentual de recuperação (87%); 2) Foram constados dois períodos de eliminação fecal de MAC em suínos: um inicial...

Identificação de marcadores de pluripotência em células-tronco embrionárias e embriões suínos; Identification of pluripotency markers in swine embryonic stem cells and embryos

Barros, Flavia Regina Oliveira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.92%
Células-tronco embrionárias (CTE) são importantes para estudos de desenvolvimento embrionário, diferenciação e manipulação genética. Além disso, essas células podem ser utilizadas na terapia celular e organogênese in vitro. Na pesquisa sobre terapia celular a partir de CTE oriundas de embriões humanos, considerações éticas, morais e religiosas têm sido feitas por pesquisadores e leigos. Portanto, um modelo animal como o suíno (Sus scrofa) será bastante válido por transpor tais barreiras, visto que o suíno possui parâmetros fisiológicos semelhantes aos humanos. Apesar do alto potencial biomédico das CTE, existem dificuldades na manutenção da pluripotência in vitro dessas células em suínos. Portanto, estudos que visam elucidar os mecanismos de manutenção da pluripotência de CTE in vitro são necessários para viabilizar o cultivo dessas células. Os objetivos do presente estudo foram (1) isolar células-tronco embrionárias suínas a partir de blastocistos produzidos in vitro e in vivo; (2) comparar dois sistemas de cultivo in vitro das massas celulares internas (MCI) isoladas, MEF ou Matrigel e (3) identificar e comparar a expressão dos fatores de transcrição Nanog, Sox2 e FoxD3 em CTE e blastocistos suínos produzidos in vitro e in vivo. Assim...

Placas planas à base de cinza de cama sobreposta de suínos e fibra de sisal para piso de escamoteadores com diferentes fontes de aquecimento; Flat plate based swine deep bedding ashes and sisal fiber to piggys house floor with different heating sources

Di Campos, Melissa Selaysim
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.97%
A sustentabilidade das regiões de produção intensiva de suínos depende de destinos alternativos para os resíduos nelas gerados. A calcinação da cama sobreposta gera sílica vítrea que pode ser utilizada na substituição parcial de aglomerantes comerciais. A utilização de cinzas de casca de arroz como material pozolânico para a confecção de argamassas e concretos tem merecido atenção considerável, nos últimos anos, não apenas por melhorar as propriedades mecânicas de materiais cimentícios, mas, sobretudo pelos benefícios ambientais gerados, com a redução do consumo de clínquer. A falta de sustentabilidade ambiental pode limitar o crescimento econômico da suinocultura, dada a tendência do setor de crescimento concentrado em grandes empreendimentos, e, por conseqüência, do aumento da poluição provocada pelos dejetos. Com a busca de alternativas que solucionem ou minimizem tal problema, o objetivo geral deste trabalho foi o aproveitamento de resíduos agropecuários (cama sobreposta de suínos e fibra curta de sisal) para a fabricação de placas à base de compósitos cimentícios para escamoteadores com diferentes tipos de aquecimento (lâmpada incandescente e resistência elétrica). As cinzas de cama sobreposta de suínos substituíram 30% do cimento Portland. A matriz cimentícia resultante foi reforçada com fibra curta de sisal. Os resultados obtidos com a utilização da cinza da cama sobreposta de suínos valida seu uso como material de substituição parcial do cimento Portland. A temperatura ideal de calcinação é de 600 ºC...

Avaliação ecotoxicológica do uso de dejetos de suínos em solos de Santa Catarina; Ecotoxicological evaluation of swine manure usage in soils from Santa Catarina State Brazil

Segat, Julia Corá
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.95%
O Brasil ocupa a quarta posição entre os maiores produtores mundiais de carne suína. Destaque nacional deve ser dado ao estado de Santa Catarina, que detém 25% da produção do Brasil. Em Santa Catarina, a intensificação da produção em pequena área territorial gera um grande aporte anual de dejetos de suínos por unidade de área agrícola. Isso se deve ao fato de que a alternativa mais utilizada para descarte desses resíduos é a sua aplicação como fertilizante agrícola, prática que tem gerado um dos maiores problemas de poluição ambiental, especialmente na região Oeste Catarinense. Poucos trabalhos com intuito de avaliar a toxicidade desse material aos organismos edáficos e sua interação com diferentes classes texturais de solos podem ser encontrados. Para avaliação desta toxicidade, uma ferramenta utilizada internacionalmente, e cada vez mais frequentemente no Brasil, é a ecotoxicologia terrestre. Esta técnica é utilizada para avaliar efeitos de substâncias que, quando adicionadas aos solos, causam impactos em organismos, mensurando as respostas de alterações na taxa de letalidade, reprodução, desenvolvimento e comportamento de organismos edáficos padronizados. Desta maneira, este estudo objetivou avaliar por meio de testes ecotoxicológicos os efeitos de doses crescentes de dejeto de suínos (D0: 0 m3 ha-1; D1: 25 m3 ha-1; D2: 50 m3 ha-1; D3: 75 m3 ha-1 e 100 m3 ha-1)...

Avaliação de tratamento Homeopático em suínos infectados por Escherichia coli; Evaluation of homeopathic treatment in swine infected by Escherichia coli

Coelho, Cidéli de Paula
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.97%
Escherichia coli é o agente etiológico mais importante das diarréias neonatais em suínos, sendo a Enterotoxigênica (ETEC) a mais comumente isolada. Foram descritos cinco tipos principais de fímbrias: F4 (K88), F5 (K99), F6 (987P), F18 e F41 e enterotoxinas termolábeis (LT), termoestáveis (ST), e a toxina shiga-like ou verotoxina (Stx2) em isolados de origem suína envolvidas no processo de diarréia. A exigência do consumidor em busca de carnes sem resíduos químicos e a proibição do uso de antibióticos e quimioterápicos na produção de suínos, bem como o custo de tratamentos alopáticos, tem levado a suinocultura a procurar alternativas. O presente estudo foi desenvolvido em granjas de suínos no Estado de São Paulo e Mato Grosso, Brasil. Foram avaliados 157 leitões, e realizados 243 coletas de fezes. Coletas de fezes de 3 e 8 leitões com diarréia foram realizadas em cada granja, visando a pesquisa da presença de Escherichia coli para a preparação do medicamento Bioterápico. Concomitantemente uma anamnese detalhada foi feita para a escolha do medicamento homeopático ideal para cada granja (China off 30 CH, Phosphorus 30 CH e Pulsatilla 30 CH respectivamente). Formados 4 grupos de 12 leitões e suas respectivas mães (primíparas)...

Suíno como modelo experimental na pesquisa biomédica: valores fisiológicos normais; Swine in biomedical research: normal physiological values

Gianotti, Giordano; Beheregaray, Wanessa Kruger; Bianchi, Simone Passos; Mombachi, Verônica Santos; Carregaro, Adriano Bonfim; Contesini, Emerson Antônio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.92%
Background: The use of animals in biomedical research is of great importance. It is fundamental for the development and improvement of new practices and technologies. The selection of the species must take into consideration the practicality of handling and the suitability for the experiment, and it must have low operational costs. Swine are important as an experimental model in several experiment areas, because the functionality of many of their organic systems is developed similarly as it is in humans. Swine are animals that become easily stressed. For that reason, their conditioning is necessary to allow the obtainment of data that is closer to normal parameters. This study aims at reporting the physiological values obtained from awake swine, under normal conditions and minimum stress. Materials, Methods & Results: The animals were maintained under ideal environmental conditions, and they were always handled and conditioned by the same persons. Twenty crossbred swine were evaluated, aged between 60 and 90 days and with a body mass ranging between 17 and 25 kg. The parameters considered were cardiac frequency (FC), hemoglobin oxygen saturation (pulse oxymetry – SPO2), respiratory frequency (fR), end tidal carbon dioxide (ETCO2)...

Development and standardization of an indirect ELISA for the serological diagnosis of classical swine fever; Desenvolvimento e padronização de um ELISA indireto para o diagnóstico sorológico de peste suína clássica

Paredes, Julio Cesar Muñoz; Oliveira, Liliane Guimaraes; Trevisol,Iara Maria; Roehe, Paulo Michel; Braga, Alexandre de Carvalho
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.92%
Um ensaio imunoenzimático do tipo ELISA indireto (ELISA-I) foi desenvolvido e padronizado para o diagnóstico sorológico de peste suína clássica. Na comparação foram utilizadas novecentas e trinta e sete amostras de soros suínos, as quais foram testadas pelo teste de soroneutralização seguido de revelação por imunoperoxidase (NPLA), tomado como padrão, resultando em 223 amostras positivas e 714 negativas. Em relação ao NPLA, o ELISA-I apresentou sensibilidade de 98,21%, especificidade de 92,86%, valor preditivo positivo de 81,11%, valor preditivo negativo de 99,4% e precis ão de 94,1%. A análise estatística dos resultados revelou uma correlação muito forte (r=0,94) entre os dois testes. Quando comparado com um “kit” de ELISA disponível comercialmente, a performance de ambos em relação ao NPLA foi similar. Concluiu-se que o ELISA-I é um teste apropriado para triagem em larga escala de soros para a detecção de anticorpos contra o Vírus da Peste Suína Clássica (VPSC), embora não seja capaz de diferenciar entre anticorpos induzidos pelo VPSC ou outros pestivírus.; An indirect enzyme linked immunoassay (ELISA-I) was developed and standardized for the serological diagnosis of classical swine fever (CSF). For the comparison...

Influencia do ambiente termico, aereo e acustico de uma maternidade e creche de suinos nas condições laborais do trabalhador; Influence of the farrowing and growing swine thermal, air and acoustic environment in labor conditions of the worker

Neidimila Aparecida Silveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/11/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.95%
O projeto das instalações tem mostrado falhas gerando impactos no ambiente de produção animal, na saúde e segurança dos trabalhadores. As construções rurais do futuro devem prever muito mais que o simples fornecimento de sombra para o confinamento dos animais, pois as demandas de bem-estar inerentes ao consumidor aumentaram consideravelmente, exigindo novos conceitos de projeto. A suinocultura brasileira é uma atividade importante para o agronegócio do país e, embora o uso de tecnologia nos vários segmentos desta atividade envolva a substituição do trabalho humano, pela automatização de tarefas, o uso da mão de obra humana ainda é significativo. O trabalhador no setor suinícola está exposto a uma série de fatores de risco na execução de suas atividades, dentre eles a exposição a gases nocivos, excesso de ruídos e estresse térmico. É, portanto, de suma importância que se quantifique esse ambiente de exposição do trabalhador, entendendo melhor a correlação entre a tipologia das instalações, o ambiente aéreo, térmico e acústico gerado e seus efeitos sobre a saúde do trabalhador. O presente trabalho tem como objetivo geral avaliar o ambiente aéreo, acústico e térmico de instalações de maternidade e creche suinícolas...

Energetic efficiency of a deep bed swine production system

Veloso,Alessandro V.; Campos,Alessandro T.; Paula,Vanderson R. de; Dourado,David C.; Yanagi Júnior,Tadayuki; Silva,Enilson B.
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 EN
Relevância na Pesquisa
36.95%
The aim of this work was to evaluate the energy flows of a commercial production system of swine deep bed in its finishing phase, located in Juiz de Fora, in the State of Minas Gerais, Brazil. Thus, an energy efficiency study was carried out by monitoring a lot of animals, during a 94-day period. The energy rate of each compound involved in the production process was quantified and the matrixes of energy consumption were determined in the form of animal feeding, electrical energy, piglets, material used as deep bed, human labor, equipment, swine buildings, production of alive swine for slaughter, organic fertilizer production (swine deep bed or swine deep litter). From the direct input energy, 80.57% correspond to animal feeding, 11.90% to pigs for slaughter and 6.76% to piglets, while from the energy output 53.45% correspond to the terminating swine and 46.55% to organic fertilizer (swine deep bed). By the results obtained, we can conclude that such production system has corresponded to an industrial and highly specialized agro ecosystem, importing a great part of the energy consumed in the production process, with 41% of energy efficiency.

Development and standardization of an indirect ELISA for the serological diagnosis of classical swine fever

Paredes,Julio Cesar Muñoz; Oliveira,Liliane Guimarães; Braga,Alexandre de Carvalho; Trevisol,Iara Maria; Roehe,Paulo Michel
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/1999 EN
Relevância na Pesquisa
36.92%
An indirect enzyme linked immunoassay (ELISA-I) was developed and standardized for the serological diagnosis of classical swine fever (CSF). For the comparison, nine hundred and thirty-seven swine serum samples were tested by serum neutralization followed by immunoperoxidase staining (NPLA), considered as the standard. Of these, 223 were positive and 714 negative for neutralizing antibodies to classical swine fever virus (CSFV). In relation to the NPLA, the ELISA-I presented a 98.2% sensitivity; 92.86% specificity, 81.11% positive predictive value, 99.4% negative predictive value and a 94.1% precision. Statistical analysis showed a very strong correlation (r=0,94) between both tests. When compared to a commercially available ELISA kit, the performance of both, in relation to the NPLA, was similar. It was concluded that the ELISA-I is suitable for large scale screening of antibodies to classical swine fever virus, although it does not distinguish antibodies to classical swine fever virus from those induced by other pestiviruses.

Histopathological and immunohistochemical findings of swine with spontaneous influenza A infection in Brazil, 2009-2010

Watanabe,Tatiane T.N.; Almeida,Laura L. de; Wouters,Flademir; Wouters,Angelica T.B.; Zlotowski,Priscila; Driemeier,David
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2012 EN
Relevância na Pesquisa
36.92%
Swine influenza (SI) is caused by the type A swine influenza virus (SIV). It is a highly contagious disease with a rapid course and recovery. The major clinical signs and symptoms are cough, fever, anorexia and poor performance. The disease has been associated with other co-infections in many countries, but not in Brazil, where, however, the first outbreak has been reported in 2011. The main aim of this study was to characterize the histological features in association with the immunohistochemical (IHC) results for influenza A (IA), porcine circovirus type 2 (PCV2) and porcine reproductive and respiratory syndrome virus (PRRSV) in lung samples from 60 pigs submitted to Setor de Patologia Veterinária at the Universidade Federal do Rio Grande do Sul (SPV-UFRGS), Brazil, during 2009-2010. All of these lung samples had changes characterized by interstitial pneumonia with necrotizing bronchiolitis, never observed previously in the evaluation of swine lungs in our laboratory routine. Pigs in this study had showed clinical signs of a respiratory infection. Swine samples originated from Rio Grande do Sul 31 (52%), Santa Catarina 14 (23%), Paraná 11 (18%), and Mato Grosso do Sul 4 (7%). Positive anti-IA IHC labelling was observed in 45% of the cases...

Metabolic Syndrome and Coronary Artery Disease in Ossabaw Compared with Yucatan Swine

Neeb, Zachary P; Edwards, Jason M; Alloosh, Mouhamad; Long, Xin; Mokelke, Eric A; Sturek, Michael
Fonte: American Association for Laboratory Animal Science Publicador: American Association for Laboratory Animal Science
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
36.97%
Metabolic syndrome (MetS), a compilation of associated risk factors, increases the risk of type 2 diabetes and coronary artery disease (CAD, atherosclerosis), which can progress to the point of artery occlusion. Stents are the primary interventional treatment for occlusive CAD, and patients with MetS and hyperinsulinemia have increased restenosis. Because of its thrifty genotype, the Ossabaw pig is a model of MetS. We tested the hypothesis that, when fed high-fat diet, Ossabaw swine develop more features of MetS, greater native CAD, and greater stent-induced CAD than do Yucatan swine. Animals of each breed were divided randomly into 2 groups and fed 2 different calorie-matched diets for 40 wk: control diet (C) and high-fat, high-cholesterol atherogenic diet (H). A bare metal stent was placed in the circumflex artery, and pigs were allowed to recover for 3 wk. Characteristics of MetS, macrovascular and microvascular CAD, in-stent stenosis, and Ca2+ signaling in coronary smooth muscle cells were evaluated. MetS characteristics including, obesity, glucose intolerance, hyperinsulinemia, and elevated arterial pressure were elevated in Ossabaw swine compared to Yucatan swine. Ossabaw swine with MetS had more extensive and diffuse native CAD and in-stent stenosis and impaired coronary blood flow regulation compared with Yucatan. In-stent atherosclerotic lesions in Ossabaw coronary arteries were less fibrous and more cellular. Coronary smooth muscle cells from Ossabaw had impaired Ca2+ efflux and intracellular sequestration versus cells from Yucatan swine. Therefore...

Review of influenza A virus in swine worldwide: a call for increased surveillance and research

ZANELLA, J. R. C.; VINCENT, A.; AWADA, L.; BROWN, I.; CHEN, H.; CLAES, F.; DAUPHIN, G.; DONIS, G.; CULHANE, M.; HAMILTON, K.; LEWIS, N.; MUMFORD, E.; NGUYEN, T.; PARCHARIYANON, S.; PASICK, J.; PAVADE, G.; PEREDA, A.; PEIRIS, M.; SAITO, T.; SWENSON, S.; VA
Fonte: Zoonoses and Public Health, v. 61, n. 1. p. 4-17, 2014. Publicador: Zoonoses and Public Health, v. 61, n. 1. p. 4-17, 2014.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
EN
Relevância na Pesquisa
36.95%
Pigs and humans have shared influenza A viruses (IAV) since at least 1918, and many interspecies transmission events have been documented since that time. However, despite this interplay, relatively little is known regarding IAV circulating in swine around the world compared with the avian and human knowledge base. This gap in knowledge impedes our understanding of how viruses adapted to swine or man impacts the ecology and evolution of IAV as a whole and the true impact of swine IAV on human health. The pandemic H1N1 that emerged in 2009 underscored the need for greater surveillance and sharing of data on IAV in swine. In this paper, we review the current state of IAV in swine around the world, highlight the collaboration between international organizations and a network of laboratories engaged in human and animal IAV surveillance and research, and emphasize the need to increase information in high-priority regions. The need for global integration and rapid sharing of data and resources to fight IAV in swine and other animal species is apparent, but this effort requires grassroots support from governments, practicing veterinarians and the swine industry and, ultimately, requires significant increases in funding and infrastructure.; 2014

Isolation and molecular characterization of vancomycin-resistant enterococcus faecium from swine in Michigan, USA

Gordoncillo, M.; Donabedian, S.; Bartlett, P.; Perri, M.; Zervos, M.; Kirkwood, R.; Febvay, C.
Fonte: Wiley-Blackwell Verlag GmbH Publicador: Wiley-Blackwell Verlag GmbH
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 EN
Relevância na Pesquisa
36.92%
In 2008, we identified vancomycin-resistant enterococci (VRE) in Michigan swine, which was the first report of VRE in livestock from North America. Continued sampling in 2009 and 2010 was conducted to determine whether VRE persisted in Michigan. In 2009, swine faecal and feed samples (n = 56), county fair pig barn manure samples (n = 9) and pooled Michigan State Fair pig barn manure samples (n = 18) were screened for VRE. In 2010, swine faecal samples were collected from 26 county fairs (n = 73) and nine commercial swine farms in six states (n = 28). Recovered VRE isolates were molecularly evaluated by polymerase chain reaction, restriction fragment length polymorphism, pulsed-field gel electrophoresis (PFGE), S1 nuclease digestion and multilocus sequence typing (MLST). Six VRE isolates were identified in 2009 from the State Fair, and another six (8.2%) were recovered from the five county fairs in 2010. All 12 isolates were highly related to the first-reported VRE from Michigan swine: all were confirmed to be vancomycin-resistant Enterococcus faecium (VREf) carrying vanA gene on Tn1546 (Type D), were negative for IS1251, hyl and esp gene, carried a 150–160 kb megaplasmid, and have closely similar PFGE patterns with >80% similarity. Classified as ST5...

Análise do trabalho em granja de suínos; Analysis of the work in swine farm

Neidimila Aparecida Silveira Oliveiira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.92%
A suinocultura no Brasil é uma atividade econômica de grande impacto social e mercadológico. Apresenta o quarto maior plantel do mundo com 35 milhões de animais, com uma produção de três milhões de toneladas de carne por ano. Estima-se um milhão de trabalhadores envolvidos direta e indiretamente nessa cadeia de produção. Entretanto, conhece-se ainda pouco sobre os problemas de saúde dos trabalhadores nas granjas de produção intensiva de suínos. O objetivo do estudo é investigar o trabalho em uma granja de suínos, analisando as atividades realizadas pelos trabalhadores no processo produtivo e as principais dificuldades encontradas na execução das tarefas. Levantar as condições gerais de trabalho e avaliar as percepções de qualidade de vida, sintomas musculoesqueléticos e sintomas respiratórios dos trabalhadores entrevistados. Trata-se de um estudo de caso em uma granja de suínos. Foram feitas entrevistas com roteiro e observações de campo, inspiradas na Análise Ergonômica do Trabalho (AET). Complementarmente, foram aplicados questionários para sintomas respiratórios, sintomas musculoesquelético e o SF-36. A granja estudada possui 12.000 animais, com 1.000 matrizes, sendo considerada de grande porte. Conta com 22 trabalhadores que atuam em jornada de trabalho das 7:00 as 17:00h de segunda a sexta...

Characterization of co-circulating swine influenza A viruses in North America and the identification of a novel H1 genetic clade with antigenic significance

Anderson, Tavis K.; Campbell, Brian A.; Nelson, Martha I.; Lewis, Nicola S.; Janas-Martindale, Alicia; Killian, Mary Lea; Vincent, Amy L.
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: Article; accepted version
EN
Relevância na Pesquisa
36.99%
This is the accepted manuscript. The final version is available at http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0168170215000799.; Multiple genetically and antigenically distinct hemagglutinin genes of the H1 and H3 influenza A virus (IAV) subtypes co-circulate in North American swine. This diversity has evolved by repeated transmission of IAVs from humans to swine and subsequent antigenic drift in swine. To understand the evolutionary dynamics of these diverse HA lineages in North American swine, we undertook a phylogenetic analysis of 1576 H1 and 607 H3 HA gene segments, as well as 834 N1 and 1293 N2 NA gene segments, and 2126 M gene segments. These data revealed yearly co-circulation of H1N1, H1N2, and H3N2 viruses, with three HA clades representing the majority of the HA sequences: of the H1 viruses, 42% were classified as H1?1 and 40.6% were classified as H1?; and of the H3 viruses 53% were classified as cluster IV-A H3N2. We detected a genetically distinct minor clade consisting of 37 H1 viruses isolated between 2003 and 2013, which we classified as H1?-2. We estimated that this clade circulated in swine since approximately 1995, but it was not detected in swine until 2003. Though this clade only represents 1.07% of swine H1 sequences reported over the past 10 years...

Integrated Bayesian Network Models to Predict the Fate and Transport of Natural Estrogens at a Swine Farrowing CAFO

Lee, Boknam
Fonte: Universidade Duke Publicador: Universidade Duke
Tipo: Dissertação
Publicado em //2012
Relevância na Pesquisa
36.95%

Natural steroidal estrogen hormones in swine wastes generated from Concentrated Animal Feeding Operations (CAFOs) have become a potential pollutant to many aquatic environments due to their adverse impacts on the reproductive biology of aquatic organisms. In North Carolina, the swine CAFO industry is a major agricultural economic enterprise that is responsible for the generation of large volumes of waste. However, there is limited scientific understanding regarding the concentration, fate, and transport of the estrogenic compounds from these swine facilities into terrestrial and aquatic environments. To address this issue, my research involved the development and application of integrated Bayesian networks (BNs) models that can be used to better characterize and assess the generation, fate, and transport of site-specific swine CAFO-derived estrogen compounds. The developed model can be used as decision support tool towards estrogen risk assessment. Modularized and melded BN approaches were used to capture the predictive and casual relationships of the estrogen budget and its movement within and between the three major systems of a swine farrowing CAFO. These systems include the animal barns, the anaerobic waste lagoon, and the spray fields. For the animal barn system...

The Social Context of Environmental Exposures: an Application to Swine CAFO Air Effluent and Pregnancy Outcomes in North Carolina

Tosiano, Melissa Ann
Fonte: Universidade Duke Publicador: Universidade Duke
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2012
Relevância na Pesquisa
36.92%

Compared to full weight infants, low birth weight infants are at greater risk for short and long term health consequences. Maternal exposure to air pollution is associated with low birth weight, although these studies did not extend to rural sources of air pollution[1]. The aim of this study was to investigate the association of maternal exposure to swine CAFO air emissions with birth weight. Information on all North Carolina births from 2004-2008 was extracted from the NCDBR. Maternal exposure to swine CAFO air emissions were estimated using NC CAFO water release permitting in a geographic information system. Using ordinary least squares regression modeling, this study implicates a statistically, but not clinically significant association with exposure to swine CAFO emissions and a decrease in birth weight. As the metric of estimated maternal exposure to swine CAFO air emissions became more refined (binary< interaction< exponential decay) the association between swine CAFO exposure and decreased birth weight was increased. Prior studies have found associations between swine CAFOs and poor health in proximate communities, but none have addressed birth weight [2-8]. The results of this research indicate rural sources of air pollution could potentially adversely impact birth outcomes of especially sensitive mothers.

; Thesis