Página 1 dos resultados de 563 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Isolamento e caracterização de fosfatases do tipo 2C e proteínas PYR/PYL em Armeria welwitschii

Delgado, Rodolfo
Fonte: Instituto Politécnico de Leiria Publicador: Instituto Politécnico de Leiria
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 13/12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
46.39%
Dissertação de Mestrado em Biotecnologia dos Recursos Marinhos apresentada à ESTM - Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar do Instituto Politécnico de Leiria; O ácido abscisico (ABA) tem um papel fundamental na resposta a situações de stress, em particular stress hídrico e salino. Recentemente foi identificada em Arabidopsis thaliana uma família de recetores citoplasmáticos de ABA (proteínas PYR/PYL/RCAR) que, em presença de ABA, inibem a atividade das proteínas fosfatases do tipo 2C (PP2C) do grupo A que são reguladores negativos da resposta a ABA. O habitat natural de Armeria welwitschii é um habitat em que em que o stress hídrico e salino é elevado e em que, os mecanismos de resistência a esses tipos de stress assumem um papel particularmente importante na sobrevivência dos indivíduos. A existência de populações a diferentes distâncias do mar e, portanto, sujeitas provavelmente a níveis bastante diferentes de stress constitui uma oportunidade para analisar a forma como os diferentes componentes da via de sinalização de ABA (e em particular as proteínas PYR/PYL/RCAR e as PP2Cs) são reguladas de forma a permitir a adaptação a essas condições. Neste trabalho, a identificação de genes que codificam proteínas PYR/PYL/RCAR e fosfatases do tipo 2C do grupo A em Armeria welwitschii...

Relações hídricas em citrus irrigado por gotejamento sob estresse hídrico contínuo e intermitente; Water relations of citrus under drip irrigation: continuous and intermittent water stress

Fraga Junior, Eusimio Felisbino
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.69%
Para que ocorra a indução floral em citros, as plantas necessitam passar por algum tipo de estresse hídrico ou térmico (baixas temperaturas). Apesar do estresse hídrico ser importante para o florescimento, condições extremas deste tipo de estresse podem prejudicar o desenvolvimento e a fixação dos frutos na planta posteriormente ao período de florescimento. Neste sentido, a redução da fração de área molhada do solo pode também ser uma fonte de estresses hídrico nas plantas. Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo estudar o efeito do estresse hídrico e da fração de área molhada (100% e 12,5%) nas relações hídricas da laranjeira Valência, sob dois tipos solo e dois porta-enxertos. O experimento foi conduzido na área de pesquisa do Departamento de Engenharia de Biossistemas na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ/USP) em ambiente protegido. Foi utilizado o delineamento em esquema fatorial 2 x 2 x 2 x 2 com os tratamentos dispostos em faixas, totalizando 16 tratamentos, constituídos da combinação de dois tipos de solos (argiloso e franco-arenoso), dois porta-enxertos (limoeiro Cravo e citrumelo Swingle), duas frações de área molhada (100% e 12,5%) e dois níveis de deficiência hídrica: 1) Estresse Hídrico Contínuo (suspensão da irrigação por 30 dias) 2) Estresse Hídrico Intermitente (sub-lâmina) - aplicação de 30% da ET0. As plantas foram conduzidas em caixas de 500 L internamente divididas em compartimentos. O inicio do experimento de estresse hídrico consistiu em realizar a irrigação do volume total do solo...

Indução e recuperação do stresse hidríco em variedades portuguesas de milho

Cruz, Ricardo Filipe Duarte da
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 19/10/2006 POR
Relevância na Pesquisa
36.67%
Tese mestrado biologia do stresse em plantas; Este trabalho teve como objectivo geral, na primeira fase, caracterizar as estratégias de resposta ao stresse hídrico, com ênfase no metabolismo fotossintético, em seis variedades portuguesas de milho (Zea mays L.) e, na segunda fase, aprofundar o conhecimento sobre o comportamento fisiológico das duas variedades com respostas mais contrastantes. Utilizaramse dois sistemas de indução de stress, um rápido e um lento, e recorreu-se, na primeira fase, à medição das trocas gasosas através da análise de gases por radiação infra-vermelha e de fluorescência modulada da clorofila a. Nas duas variedades seleccionadas para a segunda fase, estudou-se adicionalmente a resposta do aparelho fotossintético ao stress hídrico sob diferentes regimes de PPFD e diferentes concentrações de CO2. Analisaram-se também as actividades das principais enzimas do metabolismo fotossintético (RuBisCO, PEPC, EMNADP) e a variação do teor em prolina. Nos ensaios de indução lenta do stresse ocorreu uma diminuição de todos os parâmetros de trocas gasosas (A, E, gs, WUE) nas seis variedades. Destacaram-se as variedades PB260 e PB269, como aquelas onde os parâmetros sofreram uma diminuição progressiva e mais lenta...

Water stress and recovery in Eucalyptus: physiological profiles; Stress hídrico e recuperação em Eucalyptus: perfis fisiológicos

Correia, Barbara dos Santos
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
46.54%
Em Portugal, cerca de 700,000 ha foram já plantados com clones de Eucalyptus globulus, selecionados pelas suas elevadas taxas de crescimento, alta produção de polpa e adaptabilidade ambiental. Contudo, a produtividade das plantações de E. globulus tem enfrentado sérias limitações, principalmente devido à fraca disponibilidade de água. A seca é um importante stress abiótico que afeta negativamente o crescimento e o desenvolvimento das plantas, causando um conjunto de respostas fisiológicas, bioquímicas e moleculares. Embora esteja disponível um grande número de estudos que descreve as respostas das plantas ao stress hídrico, apenas alguns trabalhos se debruçam sobre os mecanismos que permitem a recuperação. Além disso, vários estudos descrevem também como diferentes genótipos podem diferir na capacidade de lidar com a seca. Considerando que manter a produção durante o stress hídrico não é o mais relevante, mas sim a capacidade de sobreviver e recuperar rapidamente após a re-hidratação, o objetivo deste estudo foi compreender os mecanismos envolvidos na recuperação, de modo a selecionar coleções clonais adequadas a plantações sustentáveis num clima mediterrânico. Com essa finalidade, dois clones de E. globulus (AL-18 e AL-126) foram submetidos a um período de três semanas em stress hídrico...

Biochar amendment as a strategy to reduce hydric stress in Eucalyptus; Biochar como estratégia na redução do efeito da seca em Eucalyptus

Mesquita, Sara Raquel Amaral
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
46.49%
Atmospheric CO2 concentrations are higher than any time in the last decades, resulting in global warming along with general climactic changes. Drought stress is one of the most important effect of climactic alterations and directly disrupts water and carbon fluxes, with effects on primary production and terrestrial ecosystems equilibrium. It affects plants at different levels depending on intensity, duration and progression of drought, leading to responses at physiological, biochemical and molecular levels. The biochar application to the soils as a mitigation agent, by enhancing water and nutrient availability, has been well documented. Assuming the economic importance of Eucalyptus globulus in Portugal and the rising demand of dry periods in mediterranic region, the main goal of this study was to evaluate the ability of biochar to reduce the stress effects in Eucalyptus globulus plants, under water limiting conditions. We also evaluate the application of fertilizers in plant performance and the conjugation of both. For this propose, 136 plants of Eucalyptus globulus were subjected to a 6 weeks period assay, divided by 2 groups (well watered – 80% of field capacity and water stress - 30% of field capacity), which one with 4 treatments: without biochar...

Efeitos da rega e do regime hídrico em olival super intensivo no Alentejo

Santos, Francisco Lúcio; Coelho, Renato; Vaz, Margarida; Andrade, José; Paço, Teresa
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Aula
POR
Relevância na Pesquisa
46.46%
Rega localizada, colheita mecanizada, rápida entrada em produção, elevada produtividade e rendimentos sustentados, aliados a azeites de qualidade, têm garantido a expansão da área dedicada ao olival super- intensivo no Alentejo. Nesses olivais, com compassos apertados e elevada densidade de plantação, implantados em solos geralmente delgados de baixa capacidade de armazenamento de água e sob clima mediterrânico, de verões quentes e secos e outono nem sempre chuvoso, a gestão equilibrada das regas impõe cuidados especiais. O presente estudo caracteriza os efeitos de uma condução típica de rega em olival super-intensivo (1,35 x 3,75 m) na região de Évora (Alentejo) e em solo Pmg. Analisa-se o regime hídrico praticado e seus efeitos sobre a transpiração, a evaporação do solo e parâmetros fisiológicos indicadores do estado hídrico da cultura (potencial hídrico e condutância estomática). O método do balanço de água no solo permitiu estimativas da evapotranspiração cultural, com os do impulso de calor (sensores de fluxo de seiva) e microlisímetros a fornecerem informação sobre a transpiração e a evaporação do solo, respectivamente. Medições remota na zona do espectro de radiação infravermelha no topo das árvores...

Abordagem fisiológica e molecular da capacidade de tolerância à secura de Jatropha curcas L.: uma planta resistente à seca

Cruz, Tiago Miguel Castelo Dias, 1987-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.58%
Tese de mestrado. Biologia (Biologia Humana e Ambiente). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2010; A seca afecta as plantas, originando-lhes stress. Para o Homem, como as culturas agrículas fornecem 2/3 do alimento da população mundial, este problema pode provocar graves consequências do ponto de vista da saúde pública. As plantas desenvolveram mecanismos de resposta à secura, que podem ser regulados pela expressão de diversos genes, que permitem à planta adaptar-se a novas condições ambientais. A planta Jatropha curcas L. possui grande capacidade de adaptação a condições de seca, o que poderá dever-se a numerosos factores. Este trabalho teve como objectivo monitorizar alterações de expressão génica em genes já anteriormente correlacionados com a tolerância à seca, seja em Jatropha ou noutras plantas modelo, utilizando para o efeito duas linhas de J. curcas L.. Estas linhas são originárias de ambientes com regimes hídricos diferentes, seco versus tropical húmido. As alterações detectadas ao nível da expressão transcricional foram correlacionadas com ensaios morfo-fisiológicos efectuados nas duas variedades de J. curcas, com vista à caracterização do seu comportamento sob stress hídrico. Concluiu-se que as duas linhas de J. curcas L....

Medicago truncatula and water deficit: exploring a new method for trehalose 6-phosphate quantification and characterization of three abscisic acid responsive promoters

Alcântara, André Melão, 1987-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 ENG
Relevância na Pesquisa
46.45%
Condições ambientais adversas limitam fortemente o crescimento de plantas, levando a quebras anuais de produtividade em explorações agrícolas. Dos stresses vegetais, a falta de água é o factor que mais limita a produção. Para sobreviver em ambientes adversos, as plantas possuem mecanismos de defesa que aumentam a sua tolerância aos stresses impostos. Um desses mecanismos consiste na acumulação de um dissacárido fosfatado designado por trealo-se-6-fosfato (T6P). Até há relativamente pouco tempo, julgava-se que a presença de trealose e do seu intermediário na via de síntese apenas ocorria num grupo reduzido de espécies de plantas, conhecidas com “plantas da ressurreição”. No entanto, foi provado que acumulação de T6P induz a alteração de expressão de vários genes que estão envolvidos na resposta a esse mesmo stress. A sobreexpressão de genes da via de síntese da trealose, por manipulação genética, levou ao aumento de tolerância de várias espécies de plantas a diversos stresses abióticos, tais como o défice hídrico. No entanto, por também desempenhar um papel no desenvolvimento das plantas, essa mesma sobreexpresssão alterações no fenótipo das plantas transgénicas. Essa limitação foi ultrapassada...

Droughtyrus: preliminary characterization of the physiological responses of ten Lathyrus genotypes to water deficit

Silvestre, Susana Margarida Duarte, 1988-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 ENG
Relevância na Pesquisa
46.68%
Tese de mestrado. Biologia (Biologia Celular e Biotecnologia). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2011; As leguminosas do género Lathyrus têm grande potencial agronómico não só como espécies produtoras de grão mas também como forrageiras. Salienta-se o Lathyrus sativus considerada como a principal cultura e fonte de proteína vegetal de populações de regiões áridas, nomeadamente por ser a única espécie capaz de crescer em tais condições. No entanto, esta espécie acumula uma neurotoxina (um aminoácido não proteico β-ODAP) cuja acumulação em organismos animais resulta em paralisias irreversíveis. Embora alguns estudos tenham demonstrado uma relação entre o teor em β-ODAP e as respostas ao deficit hídrico, ainda existe um desconhecimento da sua verdadeira função nas plantas. Neste trabalho foram utilizados vários genótipos do género Lathyrus, entre eles L. aphaca (L375), L. cicera (L94), L.s clymenum (L388), L. latifolius (L563), L. ochrus (L313), L. odoratus (L17-1), L. sativus (L174-A) and L. sylvestris (L531). Todos eles cedidos pelo Centro de Recursos Fitogenéticos (CRF/INIA), Madrid, Spain pelo Professor Diego Rubiales (IAS-CSIC, Córdoba, Spain). L. sativus (LS 87124), uma variedade com baixas concentrações de β-ODAP (0...

A influência do stress hídrico e da eutrofização do solo na doença da murchidão do pinheiro

Colwell, Filipe de Jesus, 1989-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
Tese de mestrado. Biologia (Biologia da Conservação). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2013; Pine wood nematode (Bursaphelenchus xylophilus) is the causal agent of pine wilt disease. Due to the high mortality and speed with which this disease can spread it is considered one of the biggest threats to pine trees in the world. It causes considerable economic and environmental damage, severely changing forest composition. Pine wood nematode is dependent on an insect vector of the genus Monochamus for short range transmission and on the timber industry for long range transmission. This work seeks to study the development of pine wilt disease in P. radiata and P. pinaster under water stress at a moderate temperature (20ºC), which is considered to be the limit for the development of the disease. It also seeks to study the effects of soil eutrophication in P. pinaster in combination with high temperature (25ºC). For that, a greenhouse experiment was carried out using both pine species plants directly infected by Bursaphelenchus xylophilus. Throughout this study various physiological parameters and the symptomology were observed to determine whether any of the physiological parameters would permit the disease to be detected before the appearance of visible symptoms. This study showed that water stress is an important factor in the development of pine wilt disease...

Estudo da bolota de Quercus rotundifolia Lam. como indicador precoce do stress hídrico ao longo de um gradiente climático no Alentejo (SE, Portugal)

Oliveira, Tatiana Evangelista Gomes de
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.45%
Tese de mestrado. Biologia (Biologia da Conservação). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2014; As alterações climáticas tem influenciado diretamente no balanço energético da Terra no espaço e nos seus ecossistemas. Em regiões de clima Mediterrânico, essa influência ainda é mais visível devido às grandes amplitudes térmicas anuais. As respostas das plantas a estas mudanças irá depender basicamente dos regimes de precipitação aos quais elas estão expostas e das estratégias específicas dessas plantas, em particular a tolerância e a resistência à seca. De entre os diversos órgãos da planta, as sementes tem-se tornado uma ferramenta de pesquisa extremamente relevante no que diz respeito ao estudo da fisiologia da planta e das suas interações com o meio ambiente. Isto porque tem como principal característica armazenar as reservas de nutrientes necessários para o desenvolvimento de uma nova planta nos primeiros estágios de vida. Para este estudo, foram utlizadas sementes de Quercus rotundifolia Lam., espécie conhecida por azinheira, tipicamente mediterrânica, com uma elevada plasticidade e tolerância à seca, muito frequente na paisagem alentejana. Foram colhidas amostras em 25 locais de estudo em Novembro de 2012 ao longo de um gradiente climático...

Resposta de Jatropha curcas L. ao défice hídrico. Caracterização bioquímica e ecofisiológica

Luís, Ricardo Miguel Fortes Cardoso Barata
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
46.28%
Mestrado em Engenharia Agronómica - Instituto Superior de Agronomia; Water deficit places major limitations to plant productivity and it’s a factor to be taken into account in agriculture due to the global climate changes. In this work the main physiological and biochemical strategies involved in Jatropha curcas L. responses to water deficit were studied. Photosynthesis and stomatal conductance presented a significant decrease under water stress. With the increase of drought intensity non-stomatal limitations toke more importance than stomatal limitations. After soil rehydration those parameters showed a complete recover. A greater tolerance to oxidative stress induced by water deficit is suggested by the increase in superoxide dismutase and catalase activity. Chlorophyll content decreased significantly with drought stress but plant seems to be able to regenerate it after soil rehydration. Under water deficit amino acids and proteins decreased significantly. Lipid peroxidation significantly increased with drought stress conditions that can lead to damage in cellular compound caused by the increase of the ROS formation. Jatropha curcas L. plants demonstrated some resistance to water deficit and capacity to fight oxidative stress...

Resposta de descendências de pinheiro bravo (Pinus Pinaster Ait.) ao stress hidrico em condições controladas e comparação com condições de campo

Cerasoli, Sofia; Correia, Isabel; Aguiar, Alexandre; Almeida, Maria Helena; Chaves, Maria Manuela; Pereira, João Santos
Fonte: SPCF Publicador: SPCF
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /05/2005 POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
Congresso Florestal Nacional: a floresta e as gentes - Actas das Comunicações; Os défices hídricos são, com frequência os principais factores limitantes para o crescimento do pinheiro bravo (Pinus Pinaster Ait.). Na actual perspectiva de alterações climáticas, prevê-se que a ocorrência do défice hídrico venha a aumentar em frequência e intensidade. Surge portanto a exigência de estudar a resposta fisiológica de varias descendências de pinheiro bravo ao stress hídrico de modo a identificar aquelas com crescimento superior em condições de stress hídrico para que sejam aproveitadas em programas de melhoramento da espécie. Os objectivos deste trabalho foram: (i) identificar, em diferentes proveniências de pinheiro bravo (Pinus pinaster Ait.) sujeitas a défice hídrico controlado, diferenças na expressão de parâmetros fisiológicos e morfológicos que possam ser utilizadas na selecção de genótipos com crescimento superior em condições de stress hídrico; (ii) verificar se as descendências que apresentaram comportamento superior no ensaio de bancada apresentavam também um crescimento superior quando sujeitas a condições de campo mais secas daquelas de origem. A resposta ao stress hídrico foi estudada em três descendências de árvores superiores seleccionadas em locais próximos de Manteigas (BI-C e BI-M) e da Marinha Grande (BL-MM) (Figura 1...

Avaliação de stress oxidativo em bagos de videira (Vitis vinifera L.) da casta Trincadeira em condições de stress hídrico

Carvalho, Inês Sequeira de
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
56.33%
Mestrado em Engenharia Agronómica - Hortofruticultura e Viticultura - Instituto Superior de Agronomia; The plants respond to oxidative stress with the activation of defensive antioxidants mechanisms, which come up as an integrative part of the drought stress tolerance strategies. With this work it was attempted to evaluate oxidative stress caused by three different irrigation treatments – NI (non irrigated), RDI (Regulated Deficit Irrigation) and FI (Full Irrigation) – in the skin of Vitis vinifera L. cv ‘Trincadeira’ grapes, throughout ripening process. The activity of guaiacol peroxidase (POD), poliphenol oxidase (PPO), ascorbate peroxidase (APX), glutathione reductase (GR) and catalase (CAT) was determined on different stages of ripening. Higher levels of drought stress were found in NI treatment, with the highest average levels of POD activity, and have originated possibly a major incidence of oxidative stress, followed by RDI and FI treatments, where the level of drought stress was respectively minor. Water availability seems to affect the plant’s response to the accumulation of ROS on the different stages of ripening, showing a more efficient response on the final stage in NI treatment and on vérasion on RDI and FI treatments...

Fotossíntese e acumulação de ácido abcísico em Lupinus albus sujeito a stress hídrico

Correia, Maria João; David, Maria Manuela; Barrote, Isabel
Fonte: Fundación General de la Universidad de Alcalá Publicador: Fundación General de la Universidad de Alcalá
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2000 POR
Relevância na Pesquisa
56.2%
The objective of the present work was to assess whether the depression of photosynthetic activity in droughted Lupinus albus L. plants was more closely associated with carbohydrate build-up or ABA accumulation. With that purpose we have measured the concomitant drought-induced changes in photosynthetic capacity and the concentrations of Rubisco, chlorophylls, non-structural carbohydrates and ABA in young and old leaves of white lupin plants. Although Rubisco and chlorophylls contents did not decrease with water stress, the photosynthetic capacity was decreased by soil drying, the decline in photosynthesis being more tighly related with ABA accumulation than with sugar content. In contrast to droughted plants, ABA feeding to intact plants resulted in a significant decrease in Rubisco and chlorophyll content. However, no increase in shoot ABA content was detected in ABA-fed plants. Therefore this work is not conclusive as to the correlation between photosynthetic capacity and ABA accumulation in droughted white lupin plants being causal or not.

Curso diario e sazonal das trocas gasosas e do potencial hidrico foliar em aceroleiras.

NOGUEIRA, R.J.M.C.; MORAES, J.A.V. de; BURITY, H.A.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.35, n.7, p.1331-42, jul.2000. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.35, n.7, p.1331-42, jul.2000.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.36%
Este trabalho objetivou avaliar o curso diário e sazonal das trocas gasosas, da temperatura foliar e do potencial hídrico da acerola (Malpighia emarginata D.C.), no campo. O experimento realizou-se no município de Paudalho, PE. Os valores da transpiração e do potencial da água foram, de modo geral, mais elevados no início da manhã e no final da tarde; os da resistência difusiva e temperatura foliar foram menores no início da manhã e no final da tarde. Houve uma limitação das trocas gasosas com o sendo mais acentuada na estação seca e na matriz UFRPE 7. Os valores mínimos do potencial ocorreram na época seca, variando de -3,4 MPa (UFRPE 7) a -4,3 Mpa (UFRPE 8), enquanto os valores máximos da resistência variaram de 16,30 s cm-1 (UFRPE 7) a 22,10 s cm-1 (UFRPE 8) na mesma estação. O potencial hídrico e a resistência difusiva mostraram forte correlação com o déficit de pressão de vapor. A maior capacidade fotossinetica foi verificada em folhas maduras da matriz UFPE8. Os mecanismos fisiologicos apresentados pelas plantas demonstram que elas podem resistir a periodos de estresse hidrico quando estes se manifestam. A matriz UFRPE 8 e mais adaptada a periodos de estiagem do que a UFRPE 7.; 2000

Procedimentos e metodologias para uma gestão integrada da água em grandes áreas de regadio: modelação com técnicas de detecção remota

Toureiro, Célia do Carmo
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
46.35%
Mediante a utilização de tecnologias de deteção remota, integram-se diferentes fontes de dados da atmosfera e das culturas (imagens da superfície cultivada obtidas por satélite ou por plataforma aérea não tripulada), com os quais se monitorizam, com elevada resolução espacial e temporal, as necessidades hídricas das culturas, calculando a evapotranspiração cultural (ETc), indicadores biofísicos e índices de stress hídrico da vegetação (NDVI, Kc*, Kcb*, CWSI), que indicam a oportunidade e a dotação da rega, facilitando uma eficiente gestão da água, num regadio sustentável. A análise aplicou-se na área regional do Perímetro de Rega do Divor, tendo utilizado 7 parcelas experimentais, que são áreas regadas por rampas rotativas com a cultura do milho, cuja condução agrícola foi da responsabilidade dos respetivos agricultores. A tecnologia baseada nas imagens obtidas por satélite parece conjugar-se bem com a utilização de sensores (ou câmaras fotográficas), em plataformas voadoras a baixa altitude, resolvendo estas os problemas, inerentes à informação de satélite, nomeadamente à elevada periodicidade e à dependência da nebulosidade. Toda esta informação é georreferenciada, podendo servir de suporte à elaboração em SIG de mapas da situação hídrica e da oportunidade de rega das culturas...

Physiological responses of forest species to water stress; Respostas fisiológicas de espécies florestais ao estresse hídrico

Otto, Marina Shinkai Gentil
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/09/2015 EN
Relevância na Pesquisa
36.66%
Abiotic and biotic stresses affect tree growth and play a major role in determining the geographic distribution of species. The objective of this study is to elucidate the following questions: (1) are GABA aminoacid and stomatal control good indicators of tolerance to water stress in Eucalyptus clones? In addition, what are the anatomical differences between drought-tolerant and drought-sensitive clones of Eucalyptus? (2) Are there differences of xylem vulnerability to cavitation in Pinus flexilis families susceptible and resistant to white pine blister rust (WPBR) and with different origins (high and low altitudes)? Two studies were carried out to elucidate the issues above. On chapters 1, eight Eucalyptus clones from different geographical and climatological conditions, three drought-sensitive (CNB, FIB and JAR), three drought-tolerant (GG, SUZ and VM), and two plastics (VER and COP), were studied in normal water supply (control treatment) and in water stress conditions (stress treatment). The first chapter concluded that GABA is an aminoacid very sensitive to water stress, but there was no relation between GABA concentration and tolerance to water stress of the clones. In addition, all clones decreased stomatal conductance with increasing vapor pressure deficit...

Stress Hídrico e Alguns Aspectos do Comportamento Fisiológico em Xerophyta aplicata Spreng. - Velloziaceae

Meguro, M.; Joly, C.A.; Bittencourt, M.M.
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Biociências Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Biociências
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/1977 POR
Relevância na Pesquisa
46.25%
Xerophyta plicata Spreng., espécie rupícola pertencente a família Velloziaceae, apresenta uma notável capacidade de tolerar a redução do potencial hídrico interno, sem sofrer abscisão de suas folhas. A alta tolerância à desidratação, pouco frequente entre as plantas superiores, parece ser uma caraterística comum nas plantas do gênero Xerophyta Juss., como já foi demonstrada em diversas espécies Africanas. O presente trabalho estuda o andamento diário da transpiração da espécie brasileira na estação chuvosa e seca sob condições de cultivo, além de alguns aspectos do comportamento fisiológico de folhas cortadas e submetidas ao processo de dessecamento em câmaras de umidade relativa controlada. Após 10, 20, 40 e 80 dias de tratamento, as folhas se apresentaram amarelo-acinzentadas e cerca de 90% do conteúdo total de água foi perdido, com exceção daquelas mantidas em 100% de U. R. Quando re-hidratadas, as folhas readquiriram a cor verde em 48-72 horas e uma razão Fotossíntese/Respiração positiva foi observada. No entanto, naquelas dessecadas durante 80 dias, somente as mantidas em câmara com umidade relativa em tomo de 56% apresentaram razão positiva. O peso seco obtido, mais reduzido, indica uma injúria metabólica indireta do stress hídrico...

Stress hídrico e a distribuição de características vegetativas e reprodutivas de um cultivar de feijão; Drought sress and the distribution of vegetative and reproductive traits of a bean cultivar

Nuñez Barrios, Abelardo; Hoogenboom, Gerrit; Nesmith, Dennis Scott
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2005 ENG
Relevância na Pesquisa
46.49%
Soil water deficits may affect the location and pattern of flower and pod production on different stem axes of a bean plant. The objective of this study was to understand the effect of drought stress on the distribution of flowers and pods on the main stem and on branches of bean plants. The experiment was conducted in a shelter field facility. Water stress was imposed from the end of the vegetative stage to physiological maturity and soil water was measured with a neutron probe every two weeks. Formation of flowers at each node of the main stem was monitored at 44 days after planting (DAP) and formation of pods at 55DAP and 65 DAP. Dry weight of stems and leaves as well leaf area were measured during the middle of the pod filling stage (55DAP). The total number of flowers reached maxima of 32 and 44 flowers per plant for the drought and irrigated treatments, respectively. Number of flowers on branches decreased 50% in the stress treatment when compared to the control. Pod setting was also reduced on the branches of the lower nodes of the main stems. Under drought, the leaf area diminished by 60.1% and 10.4% on branches and main stem, respectively. The field drought conditions of this experiment had a greater effect on the vegetative and reproductive growth of branches as compared to the main stem affecting the final yield.; Défices de água no solo podem afetar a localização e o padrão de produção de flores e vagens em diferentes ramos de uma planta de feijão. O objetivo deste trabalho foi o de compreender o efeito do stress hídrico na distribuição de flores e de vagens no tronco principal e nos ramos de plantas de feijão. O experimento foi conduzido em ambiente controlado. O Stress hídrico foi imposto a partir do fim do estágio vegetativo até a maturidade fisiológica e a umidade do solo foi medida por meio de sondas de nêutrons à cada duas semanas. A formação de flores em cada nó do ramo principal foi monitorada aos 44 dias após semeadura (DAP)...