Página 1 dos resultados de 5540 itens digitais encontrados em 0.013 segundos

Análise das cepas de Streptococcus pneumoniae causadores de pneumonia invasiva: sorotipos e sensibilidade aos antimicrobianos; Analysis of invasive pneumonia-causing strains of Streptococcus pneumoniae: serotypes and antimicrobial susceptibility

YOSHIOKA, Cristina R. M.; MARTINEZ, Marina B.; BRANDILEONE, Maria C. C.; RAGAZZI, Selma B.; GUERRA, Maria L. L. S.; SANTOS, Silvia R; SHIEH, Huei H.; GILIO, Alfredo E.
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.66%
OBJETIVOS: Identificar os sorotipos de pneumococo mais frequentemente isolados de crianças internadas com pneumonia invasiva, comparar os sorotipos com os incluídos em vacinas conjugadas e analisar sua sensibilidade aos antimicrobianos mais utilizados na faixa etária pediátrica. MÉTODOS: Estudo descritivo, retrospectivo das pneumonias pneumocócicas identificadas em crianças internadas no hospital universitário da Universidade de São Paulo, no período de janeiro de 2003 a outubro de 2008. Os critérios de inclusão foram: faixa etária de 29 dias até 15 anos incompletos com diagnóstico clínico e radiológico de pneumonia e com cultura de sangue e/ou líquido pleural com crescimento de Streptococcus pneumoniae. RESULTADOS: Foram incluídas no estudo 107 crianças. Os sorotipos mais frequentes foram: 14 (36,5%), 1 (16,7%), 5 (14,6%), 6B (6,3%) e 3 (4,2%). A proporção de sorotipos contidos na vacina conjugada heptavalente seria de 53,1%, na vacina 10-valente de 86,5% e na 13-valente seria de 96,9%. De acordo com os padrões do Clinical and Laboratory Standards Institute 2008, 100 cepas (93,5%) de pneumococos foram sensíveis à penicilina (concentração inibitória mínima, CIM < 2 µg/mL), 7 cepas (6,5%) com resistência intermediária (CIM = 4 µg/mL) e nenhuma com resistência (CIM > 8 µg/mL). Verificamos alta taxa de sensibilidade para as cepas testadas para vancomicina...

Avaliação das concentrações de anticorpos aos sorotipos 4, 6B, 9V, 14, 18C, 19F e 23F de Streptococcus pneumoniae antes e depois da aplicação da vacina conjugada 7 - valente, em crianças com insuficiência renal crônica em tratamento conservador; Evaluation of concentration of antibody against the serotypes 4, 6B, 9V, 14, 18C, 19F and 23F to Streptococcus pneumoniae capsular polysaccharide before and after 7 - valent conjugated pneumococcal vaccine, in children with chronic renal failure (CRF) in conservative treatment and dialysis

Vieira, Simone
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.7%
Introdução: A vacina pneumocócica é recomendada para crianças com IRC, pelo maior risco de adquirir a forma invasiva da doença. O Streptococcus pneumoniae é o principal agente etiológico causador de pneumonia e otite média aguda, e a segunda causa de meningite na criança. A vacina conjugada 7 - valente tem se mostrado imunogênica e com efeito duradouro em crianças normais, porém em pacientes com IRC, devido às alterações imunológicas associadas à uremia, pode resultar uma resposta sub - ótima e de vida curta. Objetivo: Determinar as concentrações de anticorpos da classe IgG contra os sorotipos 4,6B, 9V, 14, 18C, 19F e 23 F do Streptococcus pneumoniae, antes e depois da administração da vacina antipneumocócica conjugada 7 - valente, em crianças portadoras de insuficiência renal crônica em tratamento conservador e diálise, e comparar a resposta entre eles. Métodos: Selecionamos 48 crianças, com idade de 1 ano a 9 anos, portadoras de IRC, com depuração de creatinina menor ou igual a 70 ml/min/1,73m 2 , calculada pela fórmula de Schwartz, divididos em: grupo 1 (G1, tratamento conservador), e grupo 2 (G2,tratamento dialítico). Os pacientes receberam duas doses da vacina conjugada 7 - valente, com intervalo de 60 dias. A sorologia foi colhida antes da primeira dose...

Estudo do efeito adjuvante de CTB em fusões com as proteínas pneumocócicas PsaA e PspA no desenvolvimento de vacinas protéicas contra Streptococcus pneumoniae; Study of the adjuvant effect of CTB in fusions with PsaA and PspA pneumococcal proteins in the development of proten-based vaccines against Streptococcus pneumoniae

Arêas, Ana Paula de Mattos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/05/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.75%
A colonização da mucosa respiratória é a primeira etapa na patogênese de Streptococcus pneumoniae, bactéria causadora de pneumonia, meningite, e otite média, responsável por mais de um milhão de mortes por ano no mundo. As proteínas de superfície PsaA e PspA têm sido investigadas como candidatos vacinais para estas doenças. CTB é a porção não tóxica da toxina colérica (CT), responsável pela ligação da toxina ao receptor celular GM1 e descrita como adjuvante de mucosas. Neste trabalho, estes genes de S. pneumoniae foram clonados em pAE, um vetor de expressão de E. coli, que utiliza o promotor T7, ou a 3' de ctxB no plasmídeo pAE-ctxB. As proteínas recombinantes CTB, PsaA, CTB-PsaA, PspA1, CTB-PspA1, PspA3 e CTB-PspA3 foram expressas em E. coli BL21 (SI) e purificadas através de coluna carregada com níquel. Ensaios de ligação ao receptor GM1 mostraram que CTB e a porção CTB das proteínas de fusão foram obtidas na forma funcional. Imunização por via intranasal com CTB-PsaA e, por via intranasal e intradérmica com CTB-PspA1 e CTB-PspA3 induziu a produção de IgG no soro. Em compensação, somente a imunização com a fusão CTB-PsaA induziu produção de IgA nas secreções de mucosa. Ensaios de colonização da nasofaringe de camundongos BALB/C e C57BL/6 mostraram que a imunização intranasal com CTB-PsaA resulta em diminuição de colonização por S. pneumoniae. Desafios letais com linhagem virulenta de S. pneumoniae mostraram que a imunização intradérmica com CTB-PspA3...

Estudo das pneumonias causadas por Streptococcus pneumoniae em crianças internadas na enfermaria de pediatria do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo; Study of the pneumococcal pneumonia of the childrens hospitalized in the pediatrics ward at the University Hospital of the University of São Paulo

Yoshioka, Cristina Ryoka Miyao
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.7%
Introdução: Atualmente a incidência anual de pneumonia adquirida na comunidade nos países em desenvolvimento é de 150,7 milhões de casos entre crianças menores de 5 anos de idade , dos quais 11 a 20 milhões (7-13%) necessitam de internação hospitalar devido à gravidade. O tratamento geralmente é empírico mas o Streptococcus pneumoniae é o principal agente etiológico bacteriano.É necessário manter monitoramento dos sorotipos e padrão de resistência para melhor orientação terapêutica. Metodologia: Estudo de coorte retrospectivo com inclusão de 107 crianças com diagnóstico clínico e radiológico de pneumonia e com isolamento de Streptococcus pneumoniae em sangue e ou líquido pleural no período de janeiro de 2003 a outubro de 2008. Realizado determinação de concentração inibitória mínima (MIC) para penicilina e antibiograma para outros antimicrobianos. A sensibilidade para penicilina utilizada foi conforme Clinical and Laboratory Standards Institute (CLSI ) de 2008. Realizado sorotipagem de 96 cepas de pneumococos (89,7%) e analisados os dados da população em estudo e da evolução clínica. Resultados:Cerca de 47,5% das internações na enfermaria foram por pneumonia ou broncopneumonia e a média de positividade em cultura para pneumococo (sangue e ou líquido pleural) foi de 2...

Inativação de Streptococcus pneumoniae por terapia fotodinâmica infravermelha com indocianina verde e sua interação com macrófagos RAW 264.7; Streptococcus pneumoniae inactivation through infrared photodynamic therapy with indocyanine green and its interaction with RAW 264.7 macrophages

Leite, Ilaiáli Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.69%
As infecções do trato respiratório inferior lideram entre as principais causas de morbidade e mortalidade no mundo. Um dos grandes problemas associados ao tratamento das infecções do sistema respiratório, como as pneumonias, advém da crescente resistência aos mais modernos antibióticos adquirida pelos microrganismos. A terapia fotodinâmica, uma técnica baseada na interação da luz com uma substância fotoativa para causar dano oxidativo a células, tem se destacado como uma interessante alternativa para diversas doenças como diferentes tipos de câncer e infecções. Neste trabalho foi realizada, com experimentos in vitro, uma prova de princípio da possibilidade de inativar, com um protocolo eficiente e seguro, uma das bactérias mais comumente encontradas em quadros de pneumonia, a Streptococcus pneumoniae, com terapia fotodinâmica infravermelha mediada pela indocianina verde. Duas fontes de luz, uma a base de lasers emitindo 780 nm e outra construída com LEDs emitindo 850 nm, foram comparadas para avaliar sua eficiência. Experimentos com a bactéria foram realizados para determinação dos melhores parâmetros de inativação microbiana. Em seguida, ensaios de citotoxicidade foram feitos com macrófagos RAW 264.7 com o intuito de averiguar se as condições microbicidas não apresentavam atividade tóxica para células fagocitárias do sistema imune. Foi possível delinear os parâmetros de concentração de indocianina...

Estudo da resistência do streptococcus pneumoniae à penicilina em pneumopatias infecciosas nas cidades de Porto Alegre e Caxias do Sul (RS - Brasil)

Miotto, Fabiane
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.7%
A resistência aos antibióticos dos patógenos mais comuns do trato respiratório está aumentando mundialmente. Recentemente, Streptococcus pneumoniae resistente à penicilina tem sido isolado em diversos países, e a freqüência dessas cepas tem elevado de modo alarmante. O aumento da resistência, com conseqüentes implicações terapêuticas, tem levado a uma reavaliação do uso dos antibióticos ß-lactâmicos para o tratamento de infecções pneumocócicas. No presente trabalho, um total de 107 amostras de Streptococcus pneumoniae, obtidas de materiais provenientes de pacientes adultos ambulatoriais e hospitalizados, em dois centros médicos de duas cidades do Rio Grande do Sul (Porto Alegre e Caxias do Sul), os quais apresentavam quadro clínico-radiológico de infecção pulmonar, foram analisadas com o objetivo de estudar-se a resistência do germe à penicilina. As amostras constituídas de escarro (80,4%), lavado brônquico (13,5%) e aspirado traqueal (6,6%) foram coletadas no período compreendido entre Julho de 1998 e Julho de 1999. O material foi semeado em meio de Agar sangue e as colônias suspeitas de Streptococcus pneumoniae foram transferidas para meio de Mueller-Hinton para teste de optoquina e de sensibilidade à penicilina com discos de oxacilina. Um halo de inibição da oxacilina menor do que 20 mm indicava a realização de teste para determinação da concentração inibitória mínima (MIC) com E-test. Um total de nove cepas foi identificado como tendo resistência intermediária à penicilina (MIC 0...

Verificação dos índices de resistência do Streptococcus pneumoniae e caracterização genotípica das cepas resistentes a eritromicina; Verification of streptococcus pneumoniae resistance indices and genotypical characterization of the erythromycin resistant strains

Weber, Fabio Tito
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.66%
O Streptococcus pneumoniae é responsável por altos índices de morbidade e mortalidade pelo mundo. No início do século XX os percentuais de morte causados por essa bactéria atingiram mais de 80%. Com o surgimento da antibioticoterapia, principalmente com o uso da penicilina, o combate ao pneumococo tornou-se mais efetivo. A partir da década de 1980, o combate a essa bactéria começou a ser mais difícil, devido ao aumento da resistência pneumocócica aos antimicrobianos. No Brasil e, de forma geral, no mundo todo são verificados percentuais crescentes de resistência pneumocócica. Tais percentuais variam de um país para outro e, até mesmo, dentro de um mesmo país significativamente. Dessa forma, faz-se necessário o monitoramento desses índices de resistência para se ter conhecimento da efetividade dos antimicrobianos comumente usados contra o pneumococo. A resistência do pneumococo tem origem cromossomal. No caso da eritromicina, os genes de resistência são denominados erm(B) e mef(A/E). Como ocorre com os percentuais de resistência, a prevalência dos genes citados também muda de acordo com a região pesquisada. Assim como a verificação da resistência, é importante a pesquisa da origem da resistência antimicrobiana...

Aplicação de espectroscopia de FT-IR para a serotipagem e avaliação da susceptibilidade à penicilina em Streptococcus pneumoniae

Miranda, Mónica Cancela de Abreu Gonçalves Vaz Almeida, 1975-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
66.7%
Tese de mestrado em Microbiologia Clínica, apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, 2008; A espectroscopia de infra-vermelho com transformada de Fourier (FT-IR) aplicada à microbiologia, com o objectivo de estudar microrganismos, tem vindo a ser continuadamente desenvolvida nos últimos 10 anos. Estatécnica apresenta vantagens relativamente às técnicas clássicas de biologiamolecular, tais como a rapidez e simplicidade de execução assim como a necessidade de poucos consumíveis e um custo reduzido por análise. O Streptococcus pneumoniae é um microrganismo relevante ao nível clínico, sendo fulcral o conhecimento da susceptibilidade ao antibiótico de primeira linha: a penicilina. O estudo deste microrganismo deve incluir a serotipagem, uma vez que se conhecem 91 serótipos de Streptococcus pneumoniae e a prevalência de cada serótipo depende de vários factores tais como a zona geográfica e a idade dos indivíduos. São necessárias metodologias rápidas e eficazes para o estudo da susceptibilidade a antibióticos e da serotipagem. Neste trabalho estudou-se a possibilidade de recorrer à técnica deFT-IR para identificação do serótipo de estirpes de Streptococcus pneumonie epara a determinação da susceptibilidade à penicilina. Foram estudadas 61 estirpes de doentes invasivos...

Classificação de genes em hibridação genómica comparativa de estirpes de Streptococcus pneumoniae

Cardoso, Liliana Sofia Mendonça
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.66%
Tese de mestrado, Bioestatística, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2009; O Streptococcus pneumoniae é uma espécie bacteriana responsável por várias infecções no Homem e possui no seu conteúdo genómico uma vasta diversidade. De entre as suas diversas linhagens genéticas é possível identificar aquelas que estão associadas a uma maior virulência através da presença ou ausência de genes específicos. A hibridação genómica comparativa em microarrays é uma tecnologia que examina a semelhança genómica entre organismos e permite a busca em larga escala de genes determinantes da virulência bacteriana. A comparação genómica entre estirpes de Streptococcus pneumoniae com genoma sequenciado (amostra de controlo) e estirpes com genoma ainda não sequenciado (amostra de teste) permite detectar os genes que são comuns às duas amostras (genes presentes na amostra de teste) e aqueles que são específicos à amostra de controlo (genes ausentes da amostra de teste). Nesta dissertação foram usados o algoritmo EM e o classificador bayesiano (ambos baseados em modelos de mistura) com o objectivo de se encontrar uma metodologia que, atrav´es desta comparação, permita classificar os genes em presentes ou ausentes na amostra de teste. Bons resultados foram alcançados com o uso do classificador bayesiano após pré-classificação obtida pelo algoritmo EM...

Lysis strategy of Streptococcus pneumoniae bacteriophages : mechanisms and host implications

Frias, Maria João Rua, 1979-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2011 ENG
Relevância na Pesquisa
66.72%
Tese de doutoramento, Ciências e Tecnologias da Saúde (Microbiologia), Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina, 2011; Bacteriophages (phages), the most abundant entities in the biosphere, play a central role in the shaping of natural populations of bacteria. Phages have also been the focus of several studies due to their potential as tools for therapeutic purposes. Notably, detailed analysis carried out in different bacterial species established that phages have a prominent influence in virulence. The abundance of lysogenic phages in Streptococcus pneumoniae isolates associated with infection was suggested some years ago, and recently, it has been proposed that lysogens account for as much as 76% of the samples analyzed. However, the role of pneumococcal prophages in the pathogenic potential of its host remains so far unknown. Bacterial lysis promoted by the major autolysin LytA has been implicated in the capacity of pneumococcus to cause infection, essentially due to the release of proinflammatory cell wall compounds and intracellular virulence factors. Even if no phage-encoded virulence factors were ever found, prophage-mediated host lysis by itself may contribute significantly to pneumococcal pathogenesis. Therefore, investigating the phage lysis system is clearly important in furthering our understanding of this effect. This work explores the exact mechanism underlying the lysis strategy of S. pneumoniae phages to release their progeny and also the implications of lysogeny...

Distribuição e diversidade de elementos genéticos associados à virulência em Streptococcus pneumoniae

Lopes, Joana Gomes Martins, 1989-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.66%
Tese de mestrado. Biologia (Microbiologia Aplicada). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2013; Streptococcus pneumoniae é uma bactéria de Gram-positivo e um microrganismo comensal que coloniza assintomaticamente o aparelho respiratório superior (nasofaringe), contudo pode causar ocasionalmente infeção no hospedeiro com particular incidência nas crianças, idosos e doentes com condições crónicas debilitantes. Devido à sua grande variabilidade genética, resultante de altas taxas de transferência horizontal de genes, existe um desigual potencial patogénico entre estirpes. Entender como a variação do conteúdo genómico de S. pneumoniae se correlaciona com a evolução da doença grave tem sido o foco de vários estudos. O objetivo deste trabalho foi determinar os elementos genéticos associados à virulência em Streptococcus pneumoniae. Para tal, decidiu-se avaliar o potencial patogénico de oito regiões, denominadas regiões de diversidade (RD), responsáveis por mais de metade da diversidade genómica existente entre os pneumococos e com um potencial papel na virulência deste microrganismo. Foram analisadas estirpes de serotipo 1 e 3, que causaram infeções invasivas e não invasivas, com diferenças significativas entre si. Procedeu-se também ao estudo funcional de uma proteína de superfície (PspC) com um conhecido papel para a virulência do pneumococo. Os dados obtidos para a presença das RDs nas estirpes de serotipo 1 permitiram confirmar a grande homogeneidade genética existente em serotipos raramente presentes em colonização...

Colonização de orofaringe por Streptococcus pneumoniae em crianças de creches municipais de Taubaté-SP: correlação entre os principais sorotipos e a vacina pneumocócica conjugada heptavalente

Lucarevschi,Bianca R.; Baldacci,Evandro R.; Bricks,Lúcia F.; Bertoli,Ciro J.; Teixeira,Lúcia Martins; Mendes,Caio M. F.; Oplustil,Carmem
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2003 PT
Relevância na Pesquisa
66.66%
OBJETIVO: o Streptococcus pneumoniae habitualmente coloniza a orofaringe de pessoas sadias. O estado de portador assintomático está relacionado à invasão de estruturas adjacentes e ao surgimento de doença invasiva. Foi realizado estudo transversal, descritivo, objetivando verificar a prevalência de colonização de orofaringe pelo S. pneumoniae em crianças que freqüentam creches no município de Taubaté, SP, verificar a freqüência de sorotipos de Streptococcus pneumoniae nas cepas isoladas e relacionar os sorotipos mais freqüentes com os sorotipos presentes na composição da vacina pneumocócica heptavalente conjugada atualmente em uso. MÉTODOS: foram coletados, de 29 de junho a 15 de dezembro de 1998, 987 swabs de orofaringe de crianças entre 8 e 71 meses de idade, matriculadas nas creches municipais de Taubaté, SP. A identificação do S. pneumoniae foi baseada na observação das colônias que apresentassem hemólise parcial nos meios AS e AS-G, e pela observação da inibição do crescimento ao redor do disco de optoquina. A sorotipagem foi realizada pela reação de Quellung, utilizando anti-soros específicos, e adotado o sistema de nomenclatura dinamarquês. RESULTADOS: o Streptococcus pneumoniae foi isolado em 209 das 987 crianças (taxa de colonização= 21...

A reação em cadeia da polimerase na detecção da resistência à penicilina em Streptococcus pneumoniae

Zettler,Eduardo Walker; Scheibe,Rosane M.; Dias,Cícero A. G.; Santafé,Patrícia; Moreira,José da Silva; Santos,Diógenes S.; Fritscher,Carlos Cezar
Fonte: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
66.74%
INTRODUÇÃO: O Streptococcus pneumoniae é o mais freqüente agente etiológico de infecções respiratórias adquiridas na comunidade e sua resistência aos antimicrobianos tem aumentado nos últimos anos. A determinação da resistência é feita rotineiramente por método lento que depende do crescimento em cultura e determinação da concentração inibitória mínima (CIM). A reação em cadeia da polimerase (PCR) detecta os genes responsáveis pela resistência do Streptococcus pneumoniae a penicilina em cerca de 8 horas. OBJETIVO: Comparar a PCR com o método da CIM no diagnóstico da resistência da Streptococcus pneumoniae a penicilina. MÉTODO: Foram estudadas 153 amostras de Streptococcus pneumoniae, isoladas de diferentes sítios anatômicos, usando-se para detecção de mutações nos genes que codificam as proteínas ligadoras de penicilina 1a, 2b e 2x, responsáveis pela resistência à penicilina. A ocorrência das mutações foi correlacionada com a CIM de penicilina, determinada pelo teste de difusão em ágar. RESULTADOS: A resistência global à penicilina do Streptococcus pneumoniae foi de 22,8% (16,3% de resistência intermediária e 6,5% de resistência alta). Em proporções estatisticamente significativas...

Uso de técnicas moleculares para determinação de Streptococcus pneumoniae e sorotipos colonizadores da nasofaringe na era pós-vacinal; Using molecular techniques for Streptococcus pneumoniae and nasopharyngeal colonizer serotypes determination in the postvaccine era

Garcia, Weslley José Moreira
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Medicina Tropical e Saúde Pública (IPTSP); Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Medicina Tropical e Saúde Pública (IPTSP); Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.69%
Brazil was the first country to introduce the pneumococcal conjugate 10valent vaccine into the National Immunization Program for infants, in 2010. The nasopharyngeal colonization by Streptococcus pneumoniae occurs early in life. It is the first step for the development of invasive diseases. So far no study has evaluated the impact of vaccination on the reduction on pneumococcal carriage. The evaluation of the impact of vaccination should based on technologies with high accuracy. In this investigation we applied molecular technologies, recently developed, to ascertain pneumococcal nasopharyngeal colonization and serotypes. Objectives: (i) to compare the prevalence of S. pneumoniae nasopharyngeal colonization by using real-time PCR (RT-PCR) and multiplex PCR, and culture (“gold standard”) in children residing in Goiania municipality; (ii) to evaluate the simultaneous colonization by different serotypes by using the multiplex PCR technique. Methods: A household populationbased survey was carried out between October/2010 and March/2011 by using a systematic sampling, weighted by census tract. Based on previous studies, the sample size was calculated taking into account an estimated 50% of pneumocococcal carriage. A total of 1...

Novel role for the Streptococcus pneumoniae toxin pneumolysin in the assembly of biofilms

Shak, J.; Ludewick, H.; Howery, K.; Sakai, F.; Yi, H.; Harvey, R.; Paton, J.; Klugman, K.; Vidal, J.
Fonte: Amercian Society for Microbiology Publicador: Amercian Society for Microbiology
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 EN
Relevância na Pesquisa
66.66%
Streptococcus pneumoniae is an important commensal and pathogen responsible for almost a million deaths annually in children under five. The formation of biofilms by S. pneumoniae is important in nasopharyngeal colonization, pneumonia, and otitis media. Pneumolysin (Ply) is a toxin that contributes significantly to the virulence of S. pneumoniae and is an important candidate as a serotype-independent vaccine target. Having previously demonstrated that a luxS knockout mutant was unable to form early biofilms and expressed less ply mRNA than the wild type, we conducted a study to investigate the role of Ply in biofilm formation. We found that Ply was expressed in early phases of biofilm development and localized to cellular aggregates as early as 4 h postinoculation. S. pneumoniae ply knockout mutants in D39 and TIGR4 backgrounds produced significantly less biofilm biomass than wild-type strains at early time points, both on polystyrene and on human respiratory epithelial cells, cultured under static or continuous-flow conditions. Ply’s role in biofilm formation appears to be independent of its hemolytic activity, as S. pneumoniae serotype 1 strains, which produce a nonhemolytic variant of Ply, were still able to form biofilms. Transmission electron microscopy of biofilms grown on A549 lung cells using immunogold demonstrated that Ply was located both on the surfaces of pneumococcal cells and in the extracellular biofilm matrix. Altogether...

Clinical behavior of Streptococcus pneumoniae meningoencephalitis

Bu-Coifiu Fanego,Raisa; Dorta-Contreras,Alberto J.; Padilla-Docal,Bárbara; O' Farril-Sanchez,Martha; Lopez-Hernandez,Isabel
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 EN
Relevância na Pesquisa
66.66%
OBJECTIVE: There was an increased number of cases of meningoencephalitis caused by Streptococcus pneumoniae, after the successful vaccination campaigns against Neisseria meningitidis and Haemophilus influenzae. This paper aims at describing the clinical characteristics, the laboratory findings, the complications, and the therapeutic management of these patients, who have been suffering from this disease since 1993 to 2006. METHOD: Twelve children with Streptococcus pneumoniae meningoencephalitis admitted to the pediatric hospital of San Miguel del Padron, City of Havana in this period were assessed. RESULTS: Children under one year are the most frequently affected. Septic shock and brain edema were the most severe complications. Three patients died, implying that this disease has a serious course. Early treatment of brain edema is very important to reduce mortality. The elective drugs for treatment of these cases of Streptococcus pneumoniae meningoencephalitis were vancomycin combined with cephalosporin, cefotaxime or ceftriaxone type. CONCLUSION: Patients with Streptococcus pneumoniae meningoencephalitis show clinical characteristics, complications, and sequels that are different to other bacterial meningoencephalitis, meaning that they could be helpful for physicians considering the differential diagnosis of meningoencephalitis.

Desenvolvimento de vacinas proteicas contra Streptococcus pneumoniae: caracterização dos componetes adjuvantes da vacina celular pertussis e análise de novas combinações vacinais.; Development of protein vaccines against Streptococcus pneumoniae: characterization of the adjuvant components of the cellular pertussis vaccine and analyze of new vaccine combinations.

Rivillas, Carolina Salcedo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.66%
Em trabalhos anteriores o nosso grupo mostrou que a vacina celular pertussis (wP) apresenta atividade adjuvante quando combinada a proteína A da superfície de Streptococcus pneumoniae (pneumococo), PspA, A formulação PspA5-wP induz altos níveis de anticorpos e proteção em camundongos após desafio com pneumococo. Neste trabalho foram avaliados os mecanismos da ação adjuvante e os componentes de B. pertussis responsáveis por este efeito. A imunização de camundongos com PspA em combinação a mutantes de B. pertussis ou componentes desta bactéria purificados mostrou que a presença da toxina pertussis (PT) capaz é essencial para induzir altos níveis de anticorpos anti-PspA e proteção significativa contra o desafio letal com pneumococo. Este efeito não foi dependente da atividade enzimática. Anticorpos anti-PspA e as proteínas do sistema complemento foram essenciais para a proteção conferida por PspA-wP. As vacinas celulares BCG e DTP combinadas a PspA, também apresentaram atividade adjuvante, induzindo anticorpos anti-PspA e proteção contra o desafio invasivo por pneumococo.; Previously our group showed that the pneumococcal surface protein A from Streptococcus pneumoniae (pneumococcus), PspA, when combined with cellular pertussis vaccine (wP) as adjuvant...

Desenvolvimento de um método de conjugação entre o polissacarídeo capsular sorotipo 1 de Streptococcus pneumoniae e a proteína de superfície pneumocócica A.; Development of a conjugation method between the capsular polysaccharide serotype 1 of Streptococcus pneumoniae and pneumococcal surface protein A.

Machado, Luciene Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.7%
Streptococcus pneumoniae é uma bactéria encapsulada causadora de doenças infecciosas como pneumonia, bacteremia e meningite, infecções essas que estão entre as principais causas de morte entre crianças, idosos e imunodeprimidos, indivíduos que constituem o grupo de risco para tais infecções. A vacinação tem sido a mais eficaz forma de conter tais infecções. A vantagem das vacinas conjugadas em comparação às polissacarídicas é a capacidade de indução de uma resposta imune T-dependente o que garante proteção mesmo ao grupo de risco para infecções por S. pneumonia. A proposta do projeto foi estabelecer um protocolo para obtenção de um conjugado constituído pelo polissacarídeo capsular de S. pneumonia sorotipo 1 (PS1) e pela proteína de superfície pneumocócica A (PspA). A síntese do conjugado empregou uma metodologia inédita para o sorotipo 1. A avaliação da resposta imune humoral induzida pelo conjugado mostrou a indução de IgG anti-PS1 gerada pelas imunizações com o conjugado PS1-PspA.; Streptococcus pneumoniae is an encapsulated bacteria causing infectious diseases such as pneumonia, bacteremia and meningitis, these infections are among the leading causes of death among children, elderly and immunocompromised...

Resistencia a penicilina y otros antimicrobianos en 103 aislamientos clínicos de Streptococcus pneumoniae (2000-2001)

García-Irure,J.J.; Navascués,A.; Martín,I.; Gastesi,C.
Fonte: Anales del Sistema Sanitario de Navarra Publicador: Anales del Sistema Sanitario de Navarra
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/04/2003 SPA
Relevância na Pesquisa
66.74%
Fundamentos. Conocer en nuestro hospital la sensibilidad a penicilina de aislamientos de Streptococcus pneumoniae, así como analizar la asociación de resistencia a penicilina y otros antimicrobianos y la actividad de cefotaxima y cefepima en cepas de Streptococcus pneumoniae resistentes a penicilina. Métodos. Se determinó la sensibilidad de 103 aislamientos de Streptococcus pneumoniae, procedentes de muestras clínicas durante los años 2000-2001, a penicilina, eritromicina, cloramfenicol, tetraciclina, cotrimoxazol, cefotaxima, cefepima y levofloxacino. Resultados. El 68% de los aislamientos fueron sensibles a penicilina, mientras que un 32% de las cepas de Streptococcus pneumoniae aisladas fueron resistentes a penicilina, presentando el 7,7% resistencia de alto grado a la misma. La resistencia a eritromicina, cloramfenicol, tetraciclina, cotrimoxazol y levofloxacino fue del 38,8; 9,7; 20,4; 25,2 y 2,9% respectivamente, incrementándose a valores del 66,6; 30,3; 48,5; 72,7 y 9,1% en las 33 cepas con resistencia a penicilina. La resistencia a cefotaxima y cefepima fue del 9,7 y 10,6% respectivamente. Conclusiones. Un alto porcentaje de cepas de Streptococcus pneumoniae presentaron algún grado de resistencia a penicilina, pero con cifras menores que las presentadas en otros estudios de ámbito nacional. Asimismo...

Sensibilidad antibiótica y recomendaciones de tratamiento para Streptococcus pneumoniae

Gil-Setas,A.; Mazón,A.; Torroba,L.; Barricarte,A.; García-Irure,J.J.; Petit,A.; Polo,M.E.
Fonte: Anales del Sistema Sanitario de Navarra Publicador: Anales del Sistema Sanitario de Navarra
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/04/2004 SPA
Relevância na Pesquisa
66.7%
El objetivo del presente trabajo fue conocer la sensibilidad antibiótica de Streptococcus pneumoniae a los antimicrobianos usados con más frecuencia en la práctica clínica y revisar las recomendaciones actuales de tratamiento de la enfermedad neumocócica. Durante el periodo octubre 2000 a septiembre 2002 se recogieron los datos demográficos, el diagnóstico clínico del paciente, el origen de la muestra y la sensibilidad antibiótica de todos los Streptococcus pneumoniae aislados en los laboratorios de microbiología del Servicio Navarro de Salud, que atienden a una población de 555.829 habitantes. Se obtuvieron 465 aislamientos de Streptococcus pneumoniae (166 de origen invasor). Los aislamientos procedentes de exudado ótico fueron los más resistentes y los de hemocultivo los más sensibles. El porcentaje de resistencia a penicilina fue del 43%, 6,1% para amoxicilina y 6,6% para cefotaxima. El 36,3% de los aislamientos fueron resistentes a eritromicina, de ellos un 85,45% exhibía un fenotipo MLS B y un 14,55% un fenotipo M. Se detectó multirresistencia en un 32,3% de los aislamientos. La resistencia de Streptococcus pneumoniae a betalactámicos, especialmente penicilina, amoxicilina y cefotaxima/ceftriaxona no impide su uso clínico en la mayoría de los aislamientos de Streptococcus pneumoniae de nuestra área...