Página 1 dos resultados de 35317 itens digitais encontrados em 0.032 segundos

Mercado secundário de títulos públicos : microestrutura, liquidez e spread de compra e venda para o mercado de LTNs no Brasil

Sá Junior, Euridson de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Relevância na Pesquisa
36.42%
Este trabalho está dividido em dois ensaios. O primeiro ensaio examina aspectos da liquidez do mercado secundário de títulos públicos no Brasil no período 2003 a 2006 e os determinantes do spread de compra e venda no mercado secundário de LTN - Letra do Tesouro Nacional no período 2005 a 2006. Os spreads foram calculados com base em dados diários de alta freqüência, para períodos de 30 minutos e de um dia. Em linhas gerais, a liquidez é um determinante importante no cálculo do spread. Especificamente os spreads diminuem quando os volumes ofertados aumentam. No caso dos prazos de vencimento, os spreads aumentam quando os prazos se ampliam. LTNs com prazos de vencimentos até 30 dias apresentaram spreads de 1 centavo de reais (1.89 bp) enquanto que LTNs com prazos acima de dois anos apresentaram spreads médios em torno de 54 centavos de reais (3.84 bp) para intervalos de 30 minutos e 81 centavos de reais (5.72 bp) para intervalos de um dia. Os testes econométricos foram realizados com base em um modelo apresentado por Chakravarty e Sarkar (1999) e aplicado ao mercado americano de bonds no período de 1995 e 1997. Os testes foram feitos utilizando-se a técnica do Método dos Momentos Generalizados (GMM). Os resultados confirmam o spread de compra e venda como medida importante no acompanhamento da liquidez. O segundo ensaio compara aspectos da liquidez e da microestrutura do mercado de títulos públicos em alguns paises como Brasil...

Fatores que influenciam o spread das debêntures no Brasil

Costa, Duilio Augusto Zulini da
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
36.42%
Este trabalho verificou quais são os fatores que influenciam o spread e o rating das emissões de debêntures no Brasil. A principal contribuição em relação aos trabalhos publicados anteriormente está relacionada com a assimetria de informações. Testamos se esta variável, presente em maior escala nos setores não regulados da economia, explicam o spread e o rating das debêntures. A base de dados utilizada consiste de emissões realizadas entre 2003 e 2008 por empresas dos setores de energia, construção civil, telecomunicações, siderurgia e metalurgia, concessões rodoviárias e petróleo e gás. As debêntures são indexadas à Taxa DI, ao IGP-M ou ao IPCA. Os resultados encontrados indicam que a assimetria de informações é importante na determinação do rating das emissões. O rating também é mais alto para empresas maiores e/ou que atuam em setores regulados da economia e para emissões com maior duration. Encontramos relação positiva em média entre risco-país e spread. Os parâmetros estimados indicam também que, em média, quanto maior o rating menor é o spread pago, havendo evidências de não linearidade nesta relação.

Spread trading strategy for intraday short term interest rate futures markets

Rusnáková, Monika
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.42%
Neste trabalho analisaram-se estratégias de spread calendário de contratos futuros de taxa de juros de curto prazo (STIR – Short Term Interest Rate) em operações de intraday trade. O spread calendário consiste na compra e venda simultânea de contratos de STIR com diferentes maturidades. Cada um dos contratos individualmente se comporta de forma aleatória e dificilmente previsível. No entanto, no longo prazo, pares de contratos podem apresentar um comportamento comum, com os desvios de curto prazo sendo corrigidos nos períodos seguintes. Se este comportamento comum for empiricamente confirmado, há a possibilidade de desenvolver uma estratégia rentável de trading. Para ser bem sucedida, esta estratégia depende da confirmação da existência de um equilíbrio de longo prazo entre os contratos e a definição do limite de spread mais adequado para a mudança de posições entre os contratos. Neste trabalho, foram estudadas amostras de 1304 observações de 5 diferentes séries de spread, coletadas a cada 10 minutos, durante um período de 1 mês. O equilíbrio de longo prazo entre os pares de contratos foi testado empiricamente por meio de modelos de cointegração. Quatro pares mostraram-se cointegrados. Para cada um destes...

Determinantes de spread de fundos de investimento em direitos creditórios

Zacchello, Daniel
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.52%
Este trabalho tem por objetivo identificar fatores que influenciam o spread de cotas seniores de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC). Trata-se de um estudo pioneiro no segmento de renda fixa, uma vez que os anteriores focaram o spread para debêntures. Entender componentes do spread em FIDCs é muito importante para as empresas que captam recursos no mercado de capitais por meio deste novo instrumento. A análise contemplou 113 ofertas públicas indexadas ao CDI entre 2002 e 2009 que tinham prazo determinado e pelo menos 02 investidores adquirentes das cotas. Foram elaboradas quatro regressões múltiplas pelo método dos Mínimos Quadrados Ordinários (MQO). A primeira visava identificar quais variáveis afetavam o rating. A segunda tinha como variável dependente o spread e as independentes eram todas, excluindo as que afetavam o rating. A terceira equação testou uma possível relação de não-linearidade entre spread e rating, enquanto a quarta testou o spread contra todas as demais variáveis, incluindo as que afetavam o rating. Os resultados apontaram que o rating é sim um bom determinante para o spread, assim como o volume da emissão, ambiente econômico e instituição financeira que faz a custódia do fundo. Da mesma forma...

Determinantes e estrutura do spread bancário brasileiro no período 1999-2009

Rossoni, Enéias
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.48%
O presente trabalho analisa os determinantes e a estrutura do spread bancário brasileiro no período de 1999 a 2009, com base nos principais trabalhos empíricos realizados no Brasil e no exterior. Os determinantes do spread bancário brasileiro, analisados no trabalho, são a taxa de juros, o crescimento econômico e a concentração do setor bancário. Os componentes da estrutura do spread bancário brasileiro, analisados no trabalho, são os custos administrativos, a inadimplência, os tributos e a margem líquida dos bancos.; The present work analyzes the determinants and the structure of the brazilian banking spread in the period 1999 to 2009, based on the main empirical works realized in Brazil. The brazilian banking spread determinants analyzed, in this work, are the interest rate, the bank concentration and the economic growth. The components of the brazilian banking spread structure analyzed, in this work, are the administrative costs, the default, the taxes and the banking net margin.

Composição, evolução e influência da política econômica no spread bancário praticado no Brasil : 2003-2010

Martins, Bruno
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.42%
O presente trabalho propõe-se a estimar a influência da Política Econômica sobre o Spread Bancário praticado no Brasil através de uma estimação inspirada no modelo seminal de Ho & Saunders (1981). Para isso, são utilizadas expectativas de mercado para taxa de inflação, produção industrial, taxa Selic e câmbio. Os resultados apontam que as expectativas futuras de produção industrial, taxa Selic e câmbio são relevantes, confirmando que o banco toma decisões baseado nos valores futuros esperados dessas variáveis. O alto valor do intercepto da variável produção industrial em conjunto com seu sinal negativo indicam que a inadimplência é um dos grandes responsáveis pelo alto spread praticado nos contratos de empréstimo no Brasil.; The present paper aims to estimate the influence of Economic Policy over credit spread practiced in Brazil through a Ho & Saunders (1981) adapted model. In order to accomplish that, we will use market expectations for the inflation rate, industrial production, Selic rate and exchange rate. The results indicate that future market expectations about industrial production, Selic rate and exchange rate are relevant, confirming that the bank makes decisions based on the future values of these variables. The high intercept value of industrial production connected with its negative signal indicates that credit default is one of the most important factors responsible for the high spread practiced in credit contracts in Brazil.

Evolução da composição do spread bancário brasileiro no período 1999-2010

Rosa, Thais Santana da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.52%
Este trabalho apresenta uma análise da evolução da decomposição do spread bancário brasileiro no período de 1999 a 2010, com base nos relatórios sobre o projeto Juros e Spread Bancário, publicados anualmente pelo Banco Central do Brasil. Ainda analisa as medidas adotadas pelo governo brasileiro para reduzir a diferença entre a taxa de captação das instituições financeiras e as taxas finais repassadas ao tomador de empréstimos, no mesmo período, com base na composição do spread. Ao se analisar a decomposição do spread bancário observa-se uma redução no custo da intermediação financeira, dos custos administrativos e do componente que engloba encargos fiscais, FGC, compulsório e subsídio cruzado. A taxa de inadimplência continua alta. O componente margem bruta, erros e omissões representa cerca de metade do percentual da composição do spread.; This paper presents an analysis of the evolution of the decomposition of banking spreads in Brazil from 1999 to 2010, based on reports about the project Interest and Bank Spreads, published annually by the Central Bank of Brazil. Also examines the measures adopted by the Brazilian government to reduce the difference between the rate of uptake of financial institutions and the final rates passed on to the borrower in the same period...

Spread bancário no Brasil : o debate Banco Central e FEBRABAN

Vaqueiro, Pablo D’Avila
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.5%
No Brasil, o debate sobre a rentabilidade bancária tem ganhado destaque na sociedade, sob o argumento de serem muito elevados. Diante disso, vários estudos têm avaliado a composição do spread a fim de se entender os fatores que justificam lucros recordes das instituições bancárias brasileiras nos últimos anos. Este estudo tem como objetivo apresentar a atual discussão sobre o spread bancário brasileiro sob os pontos de vista do Banco Central do Brasil (BCB) e das instituições financeiras do Sistema Financeiro Nacional, representadas pela Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN). Onde de um lado a Federação bancária alega que para que haja redução do spread, é necessária a diminuição de seus custos das operações de crédito, dentre eles: a tributação (impostos sobre operações de crédito sobre o lucro das instituições financeiras), além do aumento das garantias disponibilizadas pelos tomadores para mitigação de riscos de crédito. Do outro o Banco Central afirma que o país possui todas as condições necessárias para que os bancos brasileiros deixem de apresentar as maiores taxas de spread do mundo.; In Brazil, the debate on bank profitability has gained prominence in society, based on the very high margins. Therefore...

Desenvolvimento de hardfat à base de óleo de algodão e óleo de crambe totalmente hidrogenado para aplicação em spread de chocolate; Hardfat development based on cotton seed oil and fully hydrogenated crambe oil for chocolate spread application

Híria Cristina Ifanger Ambiel
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.57%
O spread é um creme de chocolate espalhável, composto basicamente de óleo, gordura vegetal, açúcar, cacau em pó e lecitina de soja. Atualmente o uso de spread de chocolate não se restringe apenas ao varejo, mas também têm sido largamente aplicado no mercado de panificação, que o utiliza para decoração de produtos de confeitaria, recheios, coberturas etc. Pelo alto teor de óleo, um dos problemas enfrentados pela indústria é a exsudação, que é agravada em temperaturas elevadas de armazenamento e transporte. Uma das formas de se evitar a exsudação de óleo é a utilização de hardfats, que são gorduras de alto ponto de fusão e que aceleram a velocidade de cristalização da gordura, ocluindo o óleo da formulação. No entanto, para uso específico em spreads, esta matéria-prima é importada, o que dificulta o seu fornecimento e o seu custo torna-se elevado. Assim, o desenvolvimento de uma opção de hardfat nacional para uso específico em spreads de chocolate, visando à redução da exsudação de óleo durante o armazenamento, é interessante sob o ponto de vista da indústria de alimentos. A partir da análise da composição de ácidos graxos da amostra de hardfat importada, optou-se pela utilização de óleo de algodão (OA) e óleo de crambe (Crambe abyssinica) totalmente hidrogenado (OCTH) para a composição da hardfat nacional. A produção da hardfat foi realizada através da interesterificação química...

Determinants of the Portuguese government bond yield spread

Rosa, João Daniel Esteves
Fonte: NSBE - UNL Publicador: NSBE - UNL
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /01/2014 ENG
Relevância na Pesquisa
36.42%
A Work Project, presented as part of the requirements for the Award of a Masters Degree in Finance from the NOVA – School of Business and Economics; This paper seeks to find out the determinants of the 10 year Portuguese government bond yield spread for the period between the January of 2010 and December of 2012. Fundamental factors (debt ratio and government balance in % of GDP) and contagion effects are the main drivers behind the surge of the yield spread during the first two years of the sample. Liquidity risk (measured by the bid-ask spread) and the size of the banking system are also significant determinants. These same factors however, have no significance in explaining the drop in the yield spread during the final seven months of the sample.

Determinantes do spread bancário ex post no mercado brasileiro

Dantas,José Alves; Medeiros,Otavio Ribeiro de; Capelleito,Lucio Rodrigues
Fonte: Universidade Presbiteriana Mackenzie Publicador: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.48%
A rentabilidade dos bancos é geralmente considerada um fator relevante para garantir a solidez do sistema financeiro, reduzindo os riscos associados aos eventos de insolvência nesse setor. No Brasil, porém, tem havido discussões quanto aos lucros das instituições financeiras que atuam no país, centradas no argumento de que tais lucros seriam supostamente muito elevados, onerando demasiadamente o setor produtivo. Por isso, diversos estudos têm avaliado a estrutura, a evolução e os determinantes do spread bancário, que é considerada a principal variável responsável pelos lucros supostamente anormais. Do ponto de vista metodológico, essas pesquisas têm se concentrado em investigar o spread ex ante das operações com recursos livres e têm utilizado fatores macroeconômicos como variáveis independentes. Este estudo busca identificar variáveis determinantes do spread bancário ex post, privilegiando variáveis explanatórias específicas das instituições, vale dizer, microeconômicas. Na literatura sobre determinantes do spread bancário ex post no Brasil, foi identificado apenas um trabalho anterior, o qual apresentou resultados pouco representativos, devido a um problema de micronumerosidade. Para evitar tal problema...

Dissecting Molecular Mechanisms of Shigella flexneri Cell-to-cell Spread

Lee, Soo Young
Fonte: Harvard University Publicador: Harvard University
Tipo: Thesis or Dissertation
EN_US
Relevância na Pesquisa
36.45%
Shigella is a causative agent of bacillary dysentery in humans. The ability of Shigella to disseminate in the intestinal epithelium is crucial for disease establishment. This process of cell-to-cell spread involves actin-based motility, which allows movement of Shigella through the cytoplasm, and the ability of Shigella to form filopodia-like membrane protrusions that are engulfed by adjacent cells. Compared to the process of Shigella actin tail assembly, which requires recruitment and activation of host actin modulators such as N-WASP and Arp2/3, the mechanism of how Shigella moves from an infected cell into neighboring cells and what host factors are involved remain poorly characterized. In this dissertation, I investigate whether members of the Ena/VASP family, as key actin regulators, or Inverse-BAR (I-BAR) family proteins, as coordinators of membrane curvature and actin dynamics, are required in dissemination of S. flexneri in a cell monolayer. Ena/VASP family proteins regulate cell migration, adhesion, shape, and cell-cell interaction. The members of the family include Vasodilator-Stimulated Phosphoprotein (VASP), Ena-VASP-like (Evl), and Mammalian enabled (Mena). We have previously shown that Mena, despite its localization to the actin tail...

O Spread bancário no Brasil : uma análise de seus determinantes através da regressão canônica objetivando a diminuição de sua magnitude

Pereira das Neves Filho, Geovanes; Lucena Raboni, Pierre (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.48%
Os altos spreads bancários verificados no Brasil têm influência direta sobre aspectos como a disponibilização de crédito e o crescimento da economia. Assim, este trabalho procura analisar os vários pontos que tangenciam esse assunto, principalmente reconhecendo os determinantes responsáveis pela sua magnitude. Constata-se que o spread bancário apresenta uma estrutura bastante oscilante, variando de acordo com o tipo de crédito e com o tipo de tomador. Paralelamente, a dissertação dedica-se à investigação da concentração do setor através do índice de Herfindahl, sendo verificado que a indústria bancária no Brasil, em uma comparação internacional, é um mercado desconcentrado. Por fim foram analisados quais determinantes são responsáveis pela magnitude do spread. Os resultados gerais mostram que os determinantes do spread analisados pelo presente trabalho apresentaram uma alta associação com o spread, denunciando que o modelo foi bem especificado. Numa análise geral (pessoa física e pessoa jurídica) destacaram-se a taxa SELIC e a inadimplência do setor. Numa análise por tipo de tomador, foi verificado que o spread pessoa física é determinado principalmente pela inadimplência, receita com tarifas e a tributação. Quanto ao spread pessoa jurídica destacaram-se a receita com tarifas...

Spread-spectrum technique in sigma-delta modulators

Moule, Eric C. (1980 - ); Ignjatovic, Zeljko
Fonte: University of Rochester Publicador: University of Rochester
Tipo: Tese de Doutorado Formato: Number of Pages:xix, 172 leaves
ENG
Relevância na Pesquisa
36.56%
Thesis (Ph. D.)--University of Rochester. Dept. of Electrical and Computer Engineering, 2008.; The application of spread-spectrum techniques to sigma-delta (ΣΔ) modulators as a method to reduce the effects of integrated circuit nonidealities is investigated in this work. The research primarily focuses on reducing the effects of DC offset, flicker noise, nonlinear amplifier DC gain, DAC and power supply noise, and substrate noise. The proposed design may prove beneficial in Power-over-Ethernet (IEEE 802.3) or other AC powered applications and vibration power-scavenging applications where the power supply and substrate noise may still exhibit strong spectral tones affecting the modulator’s performance. In addition, the insensitivity of the proposed design to process variations and circuit nonidealities such as low frequency noise and DC offset makes it suitable for high-resolution ADC applications in more advanced CMOS technologies. A step-by-step design methodology for transforming a conventional ΣΔ modulator into a spread-spectrum ΣΔ modulator is described. To illustrate this process, the design of a third-order 1-bit spread-spectrum ΣΔ modulator is shown in detail. Additionally, the requirements for a particular spread-spectrum sequence are described with respect to the expected noise performance of the ΣΔ modulator.
An experimental prototype third-order 1-bit fully-differential spread-spectrum ΣΔ modulator is implemented using the TSMC 2-poly/4-metal 0.35μm CMOS process. The spread-spectrum sequence utilized for the measurements is a second-order blue noise sequence that was synthesized on an Altera FPGA. The prototype is clocked at 200kHz and digitizes a 500Hz bandwidth signal with 94dB of dynamic range. Additionally...

Brazil's Bank Spread in International Context : From Macro to Micro Drivers

Jorgensen, Ole Hagen; Apostolou, Apostolos
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
Tipo: Publications & Research :: Policy Research Working Paper; Publications & Research
ENGLISH; EN_US
Relevância na Pesquisa
36.45%
In an international context, this paper analyzes the main drivers of Brazil's bank spreads measured by the net interest margin, by estimating internationally comparable measures for (i) institutional and regulatory (micro-) factors; (ii) macro-economic factors; and (iii) banking competition factors. The paper produces and applies a novel data set covering 197 areas and countries; ranging from 1995 to 2009, including 106 banks for Brazil and 16,434 banks worldwide. The analysis finds that micro-factors are the main drivers of spreads across the world. In the case of Brazil, the spread is found to be strongly accounted for by micro-factors -- also in international comparison. For example, micro-factors contributed 7.2 percentage points (79 percent) of the 11.5 percent total spread in Brazil in 2009, while macro-factors and banking competition factors jointly accounted for only 1.9 percentage points (21 percent). Conversely, Brazil does not rank high in international comparison in terms of macro-economic risk: Brazil and other countries from Latin America and the Caribbean are found to feature the highest micro-factors in the world while having the second-highest spreads and the second-lowest contribution of macro-factors. These unique findings suggest that countries striving toward reducing bank spreads should consider policies aimed at reducing microeconomic frictions in their banking sectors...

O nível da taxa básica de juros e o spread bancário no Brasil: uma análise de dados em painel; Texto para Discussão (TD) 1710: O nível da taxa básica de juros e o spread bancário no Brasil: uma análise de dados em painel; The level of the benchmark interest rate and the bank spread in Brazil: an analysis of panel data

Manhiça, Félix Antônio; Jorge, Caroline Teixeira
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
36.45%
O objetivo do presente trabalho é analisar o impacto das variáveis macroeconômicas, em especial a taxa básica de juros da economia, sobre a margem de juros (spreads) praticados pelos bancos no Brasil entre o primeiro trimestre de 2000 e o terceiro de 2010. Para tanto o estudo adotou o modelo de comportamento da firma bancária desenvolvido por Ho e Saunders (1981) e uma abordagem econométrica de dados em painel, o system-GMM, com informações de 140 bancos comerciais. O objetivo foi testar se o spread bancário, depois de corrigido pelas diferenças idiossincráticas de cada banco, reagiu aos fatores de risco macroeconômicos. Por meio da análise empírica focalizada nas variáveis macroeconômicas, concluiu-se que existe forte relação entre o nível da taxa básica de juros e o spread. Dentre as variáveis macroeconômicas, a taxa de desemprego e o risco medido pelo EMBI também se mostraram importantes na determinação do spread bancário. A volatilidade dos juros, no entanto, não apresentou resultados significativos.; 52 p. : il.

Fatores macroeconômicos, indicadores industriais e o spread bancário no Brasil ; Macroeconomic factors, industrial indexes and bank spread in Brazil

Durigan Junior, Carlos Alberto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/10/2015 PT
Relevância na Pesquisa
36.59%
Segundo a definição do Banco Central do Brasil (2015) o spread bancário é resultado da diferença entre as taxas de juros das operações de crédito (taxas de aplicação) e as taxas de captação. Mesmo com a abertura econômica do Brasil ao mercado internacional, não foi observada redução significativa do spread e o país destaca-se como um detentor de um dos spreads bancários mais altos quando comparado a outros países (OREIRO et al, 2006). Muitos estudos na literatura concluíram que o spread no Brasil está entre os mais altos do mundo (JORGENSEN e APOSTOLOU, 2013). O objetivo deste estudo consiste em identificar quais dos fatores macroeconômicos e dos indicadores de atividade industrial influenciam o spread bancário no período de Março de 2011 a Março de 2015, por meio de regressão linear multivariada. O Banco Central do Brasil alterou metodologicamente as séries de spread a partir de 1º de março de 2011, sendo esta a data inicial de análise deste trabalho. Foram utilizados dados mensais de séries temporais obtidas majoritariamente por consulta ao Sistema Gerenciador de Séries Temporais (SGS) do Banco Central. Ao todo foram utilizadas dezoito variáveis como candidatas às determinantes do spread no período de análise. Nove o determinam positivamente; a inadimplência total...

Determinantes macroeconômicos do spread bancário no Brasil: teoria e evidência recente

Oreiro, José Luís da Costa; Paula, Luiz Fernando de; Silva, Guilherme Jonas Costa da; Ono, Fábio Hideki
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2006 POR
Relevância na Pesquisa
36.52%
No Brasil, em razão do sucesso do processo de estabilização de preços, da maior abertura e integração ao mercado financeiro internacional e, mais recentemente, da adoção de um regime de taxa de câmbio flutuante, esperava-se que os spreads bancários iriam, em algum grau, convergir para os níveis internacionais, o que acabou por não acontecer. De fato, um dos principais fatores que impedem o crescimento do crédito no Brasil - cuja relação crédito/PIB tem caído de forma acentuada de 1994 aos dias de hoje - são as elevadíssimas taxas de juros dos empréstimos que têm sido praticadas no País. O presente artigo tem por objetivo aprofundar a discussão sobre a determinação do spread bancário no Brasil, procurando mostrar que os determinantes ma-croeconômicos são fatores importantes a serem considerados na explicação do comportamento do spread no País. Para tanto, realiza-se uma análise de regressão múltipla com o intuito de identificar as variáveis macroe-conômicas que podem estar influenciando direta ou indiretamente o spread no Brasil no período 1994/2003. O artigo apresenta evidências de que a elevada volatilidade da taxa de juros e seu nível são os determinantes macroeconômicos principais do elevado spread bancário no Brasil.; Due to the successful implementation of the price stabilization programme (Real Plan)...

Pricing the liquidity spread in the secondary bond market; La fijación del spread de liquidez en el mercado secundario de debentures; O apreçamento do spread de liquidez no mercado secundário de debêntures

Gonçalves, Paulo Eduardo; Sheng, Hsia Hua
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.56%
The goal of this work is to analyze and to price the liquidity premium demanded by investors in the trading of corporate bonds in the Brazilian secondary market, based on the bonds' daily yield to maturity. The econometric tests were performed based on a model by Houweling, Mentink and Vorst (2005) applied to the Eurobonds market for the years 1999 to 2001. A five-variable model was implemented to control for other sources of risks, which are determinants of the corporate bonds spread, apart from liquidity. The well-known, two-factor Fama-French (1993) model of fixed income bonds was used to control for credit risk and interest rate risk; the marginal effects were incorporated through individual corporate bond characteristics (rating and duration) and a factor based on the PréxDI rate of the portfolios' duration was included to adapt the model to the peculiarities of the Brazilian bond market. The work took into account four liquidity proxies that are widely used in the literature: issued amount, age of issue, daily number of trades, and bid-ask spread. The model was estimated once for each of the proxies. In order to conduct the regression tests and to price the liquidity premium in the Brazilian secondary bond market, all of the model variables were calculated for each one of the data samples. Then...

Análise do spread da intermediação financeira em cooperativas de crédito

Barroso, Marcelo Francini Girão; FEA/USP; Bialoskorski Neto, Sigismundo; FEA-RP/USP
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais - Departamento de Ciências Contábeis Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais - Departamento de Ciências Contábeis
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Pesquisa teórica Formato: application/pdf
Publicado em 08/05/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.45%
Cooperativas de crédito atuam na intermediação financeira entre seus sócios-cooperados, proporcionando a transferência de recursos entre agentes superavitários e deficitários de liquidez. Paralelamente, e em complementação às demandas dos cooperados, realizam operações financeiras com outras instituições financeiras, captando recursos no mercado financeiro para disponibilização aos cooperados ou aplicando os recursos deles em alternativas disponíveis no mercado. Da intermediação financeira, geram um spread financeiro, a ser utilizado no custeio e no investimento de suas atividades. O cálculo adequado desse indicador, bem como de seus componentes parciais oriundos das transações entre cooperados e entre eles e outras instituições financeiras, é necessário à realização de análises sobre o desempenho dessas organizações; dessa necessidade, origina-se a questão de pesquisa que motivou este trabalho. No presente ensaio, é desenvolvido um modelo contábil para cálculo desse spread, bem como de seus principais componentes. São identificadas diferenças fundamentais no cálculo do spread para cooperativas de crédito, em comparação a instituições financeiras bancárias, devido a características organizacionais específicas delas. Ao final...