Página 1 dos resultados de 356 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Etnografia no ensino do direito; Da sociologia política à sociologia jurídica, da França ao Brasil: a prática da Minienquete como instrumento pedagógico; Observação do Conselho Municipal de Carpentras; O Conselho Municipal de Nímes; Uma sessão do Conselho Geral do Hérault; O Conselho Municipal da Cidade de Montpellier; Do Gabinete à sessão de julgamento do STJ; A intervenção do domínio econômico no simbolismo do campo jurídico: diferenças do mundo público e do mundo corporativo; As percepções de um novato de um escritório de advocacia: observando a área dos estagiários; O plantão judiciário - estudo da dinâmica social: os símbolos e o perfil do poder judiciário; A observação da prática jurídica em ação: uma forma interessante de se desvendar o direito; O plenário do II Tribunal do Júri; Trâmites de uma sessão de julgamento da Xª Vara Civel: a perspectiva de uma aluna do terceiro períodode direito; Um retrato do comportamento do conciliador no V Juizado Especial Criminal (Méier) à luz da sociologia jurídica; A delegacia de repressão aos crimes contra a propriedade imaterial (DRCPIM); A submissão pela instituição jurídica: o comportamento do assistido do NUDECON; O gabinete de um desembargador do TJRJ; Uma experiência etnográfica no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro

Fontainha, Fernando de Castro; Hernandez, Audrey; Godet, Chloé; Trousset, Alice; Velu, Anne-Élise; Ferrand, Emmanuelle; Menezes, Gabriel Florêncio Marques de; Miglioma, Guilherme; Costa e Silva, Paula Teixeira Mendes; Gaspar, Walter Britto; Figueiredo,
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Livro
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.57%
Este volume buscou condensar e refletir sobre uma experiência pedagógica: a minienquete etnográfica. Iniciada no ensino da disciplina "Sociologia Política" na Faculdade de Direito de Montpellier em 2009, a minienquete foi pensada como um trabalho que unisse ensino e pesquisa, e onde os alunos confrontariam os textos discutidos em sala com a observação direta de uma sessão inteira de qualquer parlamento. Da França ao Brasil e da sociologia política a jurídica, na FGV Direito Rio os alunos vem sendo instados a analisar o que observam diretamente num ambiente judiciário com os textos estudados em sala. Assim este volume começa com um balanço da atividade e se segue com os quatro melhores trabalhos dos alunos franceses, e os doze melhores trabalhos dos alunos brasileiros.; Escola de Direito do Rio de Janeiro da Fundação Getulio Vargas

A aplicação do direito redescoberta pela sociologia jurídica

Guibentif, Pierre
Fonte: CIES-ISCTE / CELTA Publicador: CIES-ISCTE / CELTA
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /10/1992 POR
Relevância na Pesquisa
46.31%
Um dos dois momentos concretos de relacionamento entre a sociedade e o direito é o da aplicação da lei. Este momento mereceu uma descrição pormenorizada por parte da teoria geral do direito. Mostra-se neste artigo como se pode elaborar uma problemática sociológica através de uma crítica metódica dos pressupostos desta descrição jurídica. O modelo que resulta deste procedimento destina-se a organizar o trabalho empírico que deve necessariamente anteceder qualquer estudo sobre a efectividade ou os efeitos do direito.; Doe of the two moments of concrete relationship between society and law is the application of the law. This moment has already been described in detail by the general theory of law. What is here at stake is to demonstrate how a sociological concept can be elaborated, based on a systematic critique of this legal description. Such a concept can be used as a previous step to organize empirical research on the effectiveness or on the impact of the law.; L"un des deux moments de mise en rapport concrète entre la société et le droit est celui de l"application de la loi. Ce moment a déjà fait l"objet d "une description détaillée, proposée par la théorie générale du droit. Il s"agit ici de montrer comment un modèle sociologique peut être dérivé de la critique méthodique des présupposés de cette description juridique. L"utilité du modèle élaboré de la sorte est d"orienter le travail empirique requis pour toute recherche sur l"effectivité ou sur les effets du droit.; Uno de los momentos concretos de las relaciones entre la sociedad y el derecho es el de la aplicación de la ley. Este momento mereció una descripción pormenorizada por parte de la teoría general del derecho. Se enseña en el artículo a elaborar una problemática sociológica mediante una crítica metódica de los presupuestos de esta organización jurídica. El modelo que resulta de este procedimiento se destina a organizar el trabajo empírico que debe anteceder necesariamente a cualquier estudio sobre la efectividad ó los efectos del derecho.

Sistema penal e violência de gênero: análise sociojurídica da Lei 11.340/06

Azevedo,Rodrigo Ghiringhelli de
Fonte: Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília Publicador: Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.26%
O presente artigo parte da reflexão acerca do papel da sociologia jurídica na compreensão do funcionamento da atividade legislativa, para analisar a racionalidade e os efeitos prováveis da entrada em vigor da Lei nº 11.340/06 (Lei Maria da Penha). Conclui-se que, ao invés de avançar e desenvolver mecanismos alternativos para a administração de conflitos, possivelmente mais eficazes para alcançar o objetivo de redução da violência, mais uma vez recorreu-se ao mito da tutela penal, neste caso ela própria uma manifestação da mesma cultura que se pretende combater.

Max Weber e Hans Kelsen: a sociologia e a dogmática jurídicas

Silveira,Daniel Barile da
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2006 PT
Relevância na Pesquisa
56.45%
Max Weber e Hans Kelsen são dois autores clássicos considerados de extrema importância na elaboração de alguns dos mais célebres conceitos utilizados nas searas das Ciências Sociais e do Direito, respectivamente. Entretanto, quando se unem tais campos do conhecimento, representados pela Sociologia do Direito, inúmeras confusões terminológicas e relativas ao objeto e ao método de estudo são perpetradas, dificultando que o rigor científico seja atingido com profícua precisão. Nesse sentido, o presente trabalho visa a estabelecer as distinções mais prementes entre a Sociologia Jurídica e a Ciência Jurídica ou Dogmática, tratadas sob a perspectiva da análise dos pensamentos weberianos e kelsenianos.

Sociedade, direito, justiça: relações conflituosas, relações harmoniosas?

Rojo,Raúl Enrique; Azevedo,Rodrigo Ghiringhelli de
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Sociologia - UFRGS Publicador: Programa de Pós-Graduação em Sociologia - UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
56.68%
As origens da sociologia jurídica se confundem com as da sociologia. Assim resulta do interesse que dispensaram ao Direito e aos temas jurídicos tanto os que Raymond Aron considerou os precursores (Montesquieu, Tocqueville e Marx) como os fundadores (Durkheim e Weber) da sociologia. É, porém, um pouco paradoxal que este interesse pela sociologia jurídica não tenha continuado depois. Os sociólogos pareceram desinteressar-se pelo Direito, apesar de certas obras isoladas, em especial as de Gurvitch, Lévi-Bruhl e Timasheff. Em realidade, foi como criminologia que a sociologia jurídica continuou sendo praticada, principalmente nos Estados Unidos, ainda que conservando apenas o direito penal como objeto de estudo. Este fenômeno não é fruto do acaso, deve ser atribuído à posição quase hegemônica que gozou na academia, a partir dos anos 1960, uma sociologia da suspeita e da caça ao ator, que desdenhou o estudo do Direito, considerado mero produto superestrutural das relações de produção, e viu nas instituições espelhos deformados e deformantes dos sistemas de relações sociais. Em verdade, recém a meados dos anos 1980 os sociólogos começaram a reconciliar-se com a tradição dos precursores e dos fundadores. Foi...

Estudos sociojurídicos: apontamentos sobre teorias e temáticas de pesquisa em sociologia jurídica no Brasil

Madeira,Lígia Mori; Engelmann,Fabiano
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Sociologia - UFRGS Publicador: Programa de Pós-Graduação em Sociologia - UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
56.26%
Este artigo analisa o papel e as condições da produção científica da pesquisa sociojurídica no Brasil, apresentando as principais vertentes teóricas clássicas e contemporâneas de análise do direito como fenômeno normativo-social, bem como realizando um mapeamento dos principais temas de investigação e de grupos de pesquisa em atividade no país.

A estrutura estatal e(m) movimento social

Passos, Marcelo Hora
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.26%
Trata-se de um breve relato, dentro da Sociologia Jurídica, sobre a Questão Agrária no Brasil, a partir de um método histórico-analítico a respeito da relação entre o Estado e os Movimentos Sociais, tendo em vista a problemática fundiária do país, onde a secular má distribuição de terras aponta para a necessidade de uma reforma agrária. Para isso, há de se considerar o papel importante exercido pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais, como grupo de pressão, na condução até mesmo do aparelho estatal, e nas mudanças estruturais e humanas necessárias, como política governamental.

A sociologia jurídica de Eugen Ehrlich e sua influência na interpretação constitucional

Albuquerque, Antonio Armando Ulian do Lago
Fonte: Sérgio Antonio Fabris Publicador: Sérgio Antonio Fabris
Tipo: Livro
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.26%
Divulgação dos SUMÁRIOS das obras recentemente incorporadas ao acervo da Biblioteca Ministro Oscar Saraiva do STJ. Em respeito à lei de Direitos Autorais, não disponibilizamos a obra na íntegra. STJ00074368

O dilema do juiz : justiça legal ou justiça social? : uma análise sociológica de decisão judicial fundamentada no clamor público

Oliveira, Paulo Cardoso de
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.4%
Analisa aspectos relevantes da sociologia jurídica e apresenta a inconformidade da sociedade judiciária quanto a postura mais relevante do judiciário.

Mudança social à luz do direito dogmático-formal e da sociologia jurídica : uma visão crítica

Brito, Marcos Aurélio de
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.4%
Observa as concepções dogmáticas do Direito. Estuda o Direito como fato social e não como conjunto de normas que estruturam o sistema dogmático-formal disciplinador da sociedade. Investiga se o fato social e o Direito dogmático são pólos em interação. Analisa os fatores referentes à norma e a realidade social e o motivo de existir "leis que pegam e leis que não pegam". Pesquisa a formação jurídica acadêmica e sua influência teórica e prática na aplicação do Direito.

Compêndio de introdução à ciência do direito : introdução à teoria geral do direito, à filosofia do direito, à sociologia jurídica e à lógica jurídica : norma jurídica e aplicação do direito

Diniz, Maria Helena
Fonte: Saraiva Publicador: Saraiva
Tipo: Livro
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.43%
Divulgação dos SUMÁRIOS das obras recentemente incorporadas ao acervo da Biblioteca Ministro Oscar Saraiva do STJ. Em respeito à lei de Direitos Autorais, não disponibilizamos a obra na íntegra. 340.12 D585c STJ00081956 21.ed. / STJ00085551 22.ed./ STJ00092696 23.ed. (2012)

Sociologia jurídica : direito e conjuntura

Faria, José Eduardo
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Livro
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.26%
Divulgação dos SUMÁRIOS das obras recentemente incorporadas ao acervo da Biblioteca Ministro Oscar Saraiva do STJ. Em respeito à lei de Direitos Autorais, não disponibilizamos a obra na íntegra. STJ00077924 34:316 F224d / STJ00090582 2.ed. 2.tir. (2011)

Manual de sociologia jurídica : introdução a uma leitura externa do direito

Sabadell, Ana Lucia
Fonte: Revista dos tribunais Publicador: Revista dos tribunais
Tipo: Livro
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.26%
Divulgação dos SUMÁRIOS das obras recentemente incorporadas ao acervo da Biblioteca Ministro Oscar Saraiva do STJ. Em respeito à lei de Direitos Autorais, não disponibilizamos a obra na íntegra. 34:316 S113m STJ00077858 STJ00087995 5.ed.

Programa de sociologia jurídica

Cavalieri Filho, Sergio
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.34%
Divulgação dos SUMÁRIOS das obras recentemente incorporadas ao acervo da Biblioteca Ministro Oscar Saraiva do STJ. Em respeito à lei de Direitos Autorais, não disponibilizamos a obra na íntegra. STJ00084315 34:316 C376v 12.ed.

Sociologia jurídica crítica : para un nuevo sentido común en el derecho

Santos, Boaventura de Sousa
Fonte: Trotta Publicador: Trotta
Tipo: Livro
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.43%
Divulgação dos SUMÁRIOS das obras recentemente incorporadas ao acervo da Biblioteca Ministro Oscar Saraiva do STJ. Em respeito à Lei de Direitos Autorais, não disponibilizamos a obra na íntegra. STJ00090321 34:316 S237s (2009)

Curso de sociologia jurídica

Carnio, Henrique Garbellini; Gonzaga, Alvaro de Azevedo
Fonte: Revista dos Tribunais Publicador: Revista dos Tribunais
Tipo: Livro
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.32%
Divulgação dos SUMÁRIOS das obras recentemente incorporadas ao acervo da Biblioteca Ministro Oscar Saraiva do STJ. Em respeito à lei de Direitos Autorais, não disponibilizamos a obra na íntegra. STJ00091041 34:316 C288c (2011)

Sociología jurídica crítica. Para un nuevo sentido común en el Derecho [book review]

Alterio, Ana Micaela
Fonte: Universidad Carlos III de Madrid. Instituto de Derechos Humanos Bartolomé de las Casas; Dykinson Publicador: Universidad Carlos III de Madrid. Instituto de Derechos Humanos Bartolomé de las Casas; Dykinson
Tipo: info:eu-repo/semantics/publishedVersion; info:eu-repo/semantics/review Formato: application/pdf
Publicado em /01/2010 SPA
Relevância na Pesquisa
66.34%
Este artículo reseña: Boaventura de Sousa Santos, Sociología jurídica crítica. Para un nuevo sentido común en el Derecho, Trotta, Madrid, 2009, 708 pp.

¿Es posible una sociología jurídica crítica? Elementos para una reflexión

Rodríguez Martínez, Eduardo
Fonte: Universidad de Medellín Publicador: Universidad de Medellín
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Article Formato: application/pdf; application/pdf
SPA; SPA
Relevância na Pesquisa
66.34%
El presente artículo tiene como propósito organizar y sistematizar algunas de las ideas y entendimientos elaborados por la ciencia social crítica, relativos o con la perspectiva de contribuir a una elaboración de una teoría sobre la naturaleza social y política del derecho moderno. Nuestro ejercicio ha consistido en darle alguna coherencia a un conjunto de textos, principalmente provenientes de la obra de Marx, que nos ayuden a tener mayor comprensión sobre la naturaleza y funciones del derecho capitalista. De hecho esta pretensión resulta insoslayable hoy en día en donde asistimos al colapso del positivismo jurídico y a los intentos inacabados de ensayos académicos y políticos que pretenden, de manera renovada, “actualizar” viejas tesis ius naturalistas, basadas o sustentadas en los desarrollos científicos contemporáneos, que nos convidan a olvidar los determinantes de fondo de las relaciones sociales capitalistas. El dinamismo acelerado de la denominada sociedad del conocimiento o sociedad red le imponen a la sociología jurídica crítica advertir el sentido del derecho en tiempos de globalización.

MAX WEBER AND HANS KELSEN: THE SOCIOLOGY OF LAW AND JURIDICAL DOGMA; MAX WEBER ET HANS KELSEN: LA SOCIOLOGIE ET LA DOGMATIQUE JURIDIQUES; MAX WEBER E HANS KELSEN: A SOCIOLOGIA E A DOGMÁTICA JURÍDICAS

Silveira, Daniel Barile da
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2007 POR
Relevância na Pesquisa
46.32%
Max Weber and Hans Kelsen are two classical authors considered extremely important in thecreation of some of the essential concepts that are commonly used in the Social Sciencs and Law,respectively. However, when these two fields of knowledge are put together under the rubric of theSociology of Law, a series of misunderstandings around terminology, objects and methods tend toemerge, making it difficult to attain desired levels of scientific rigor. In this light, the present articleaims to establish some of the most important distinctions that need to be made between the Sociologyof Law and Jurisprudence, as they are represented by the works of the two above-mentionedtheorists.; Max Weber et Hans Kelsen sont deux auteurs classiques considérés comme trés importants dansl’élaboration de certains des plus célèbres concepts utilisés dans le domaine des Sciences Socialeset du Droit. Pourtant, lorsque de tels champs de connaissance se joignent, représentés par la Sociologiedu Droit, de nombreuses erreurs terminologiques et relatives à l’objet et à la méthode d’étudesurviennent, ce qui empêche que la rigueur scientifique soit atteinte avec précision. Ce travail visedonc établir les distinctions plus urgentes entre la Sociologie Juridique et la Science Juridique ouDogmatique...

Law as an authopoietic system: Contributions for the sociology of law; O Direito como sistema autopoiético: contribuições para a Sociologia Jurídica

Queiroz, Marisse Costa de; PUC-PR
Fonte: Fundação José Arthur Boiteux Publicador: Fundação José Arthur Boiteux
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2003 POR
Relevância na Pesquisa
56.26%
The present work intends to analize the juridical phenomenon, from the standpoint of the complexity approach to law, by means of a clearly defined theoretical framework, which is that of the theory of autopoietic systems, as proposed by Niklas Luhmann. The first part of the work a brief reference to the Theory of Society proposed by Luhmann is made, in order to present the conceptual network that is its foundation, as well as its novelty in the field of Sociology. Furthermore, the concepts presented are transposed to the juridical system. Right is approached, in the present work, as the positive right of modern society, whose analysis is achieved through functional-structuralism, landmark in the theoretical framework of the author studied. The aim is to point out, in a conclusive manner, a concept of society as a system and its differentiations, in order to reach a conception of law as an autopoietic system, and as an evolutionary acquisition of modern society.; O presente trabalho pretende fazer uma análise do fenômeno jurídico partindo de uma abordagem da complexidade do direito e isso através de um marco teórico bem definido...